Questões abolicionistas

1.966 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.966
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Questões abolicionistas

  1. 1. http://www.internationalist.org/negro.html
  2. 2. CARTA ORIGINAL DA LEI ÁUREA http://www.internationalist.org/negro.html
  3. 3. OUTRAS LEIS... VENTRE LIVRE... SEXAGENÁRIOS... EUSÉBIO DE QUEIRÓZ... www.plenarinho.com.br
  4. 4. A ABOLIÇÃO ABOLIU O QUÊ? http://www.internationalist.org/negro.html
  5. 5. Favela da Cachoeirinhha em Lins de Vasconcelos, Rio de Janeiro 1982. Está é uma foto de nossa época que retrata a opressão racial no Brasil há quase cinco séculos.  Foto de Luis Morier/Agência QUESTÕES ESCRAVOCRATAS http://www.internationalist.org/negro.html "O trabalho não será livre na pele branca enquanto na pele negra for marcado com ferro quente" (Karl Marx) 
  6. 6. TRABALHO – CULTURA – TRÁFICO – ABOLIÇÃO - RACISMO – PRECONCEITO http://www.escravidao.xpg.com.br/
  7. 7. TRÁFICO Recibo de compra e venda de escravos. Rio de Janeiro, 1851. http://www.escravidao.xpg.com.br/
  8. 8. “ MERCADO NEGRO”: HOMEM MERCADORIA. http://www.escravidao.xpg.com.br/
  9. 9. NO TRABALHO: “ As mãos e os pés dos senhores”... http://www.escravidao.xpg.com.br/
  10. 10. http://www.escravidao.xpg.com.br/
  11. 11. PAU PRÁ “ANDAR NA LINHA”... http://www.escravidao.xpg.com.br/
  12. 12. CULTURA RESISTÊNCIA... http://www.cultura.gov.br/site/?p=9164
  13. 13. http://www.cultura.gov.br/site/?p=9164
  14. 14. <ul><li>ESCRAVIDÃO </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Ouve meu canto </li></ul><ul><li>De dor e de pranto, </li></ul><ul><li>De sofrimento, </li></ul><ul><li>De desencanto, </li></ul><ul><li>Ouve meu grito </li></ul><ul><li>De liberdade; </li></ul><ul><li>Viva a vida! </li></ul><ul><li>Chega a maldade. </li></ul><ul><li>Felicidade </li></ul><ul><li>Onde estás? </li></ul><ul><li>Ser livre é o que eu quero, </li></ul><ul><li>Todo dia espero </li></ul><ul><li>A liberdade chegar. </li></ul><ul><li>Meu canto cansado, </li></ul><ul><li>Há muito tempo abafado, </li></ul><ul><li>Começa a soar </li></ul><ul><li>E num grito, Num hino, </li></ul><ul><li>Eu digo e repito </li></ul><ul><li>Com a voz do coração: </li></ul><ul><li>Acabe, em nome de Deus, </li></ul><ul><li>Com a maldita ESCRAVIDÃO. </li></ul><ul><li>Autor: Carlos Benevenuto Padilha </li></ul>
  15. 15. O Navio Negreiro Um dos mais conhecidos poemas da literatura brasileira, O Navio Negreiro – Tragédia no Mar foi concluído pelo poeta em São Paulo, em 1868. Quase vinte anos depois, portanto, da promulgação da Lei Eusébio de Queirós, que proibiu o tráfico de escravos, de 4 de setembro de 1850. A proibição, no entanto, não vingou de todo, o que levou Castro Alves a se empenhar na denúncia da miséria a que eram submetidos os africanos na cruel travessia oceânica. É preciso lembrar que, em média, menos da metade dos escravos embarcados nos navios negreiros completavam a viagem com vida. “ Stamos em pleno mar... Doudo no espaço Brinca o luar - dourada borboleta; E as vagas após ele correm... cansam Como turba de infantes inquieta.”
  16. 16. O primeiro racista, partidário do racismo; referente ao racismo: acredita que uma determinada raça é superior às outras, é hostil em relação às pessoas de outras raças. http://gropius.org/2006/11/06/
  17. 17. http://blogdacora.zip.net/
  18. 18. http://blogdacora.zip.net/
  19. 19. O Brasil, através do sistema escravocrata (que era praticado em vários e vários países), capturou, acorrentou, transportou, jogou na senzala, chicoteou, espancou, humilhou milhares de negros. O Brasil também capturou, dizimou, estuprou, roubou e humilhou milhões de índios, os quais, &quot;não tinham alma&quot;! Judeus foram mortos na Segunda Guerra Mundial. Árabes são mortos todos os dias (além de sofrerem um preconceito!). Os chineses nas invasões japonesas e vice-versa, Os japoneses com as bombas em Hiroshima e Nagasaki. Os aborígenes, onde tiveram suas crianças capturadas e escravizadas pelo governo Australiano. Os cristãos pelos Romanos. As mulheres pagãs no tempo da Inquisição Católica. Ciganos foram mortos aos milhares também na Segunda Guerra Mundial.
  20. 20. CHEGA!!! http://apoiofraterno.wordpress.com/2007/10/09/
  21. 21. LIVRES! “ SOMOS TODOS IGUAIS”... http://apoiofraterno.wordpress.com/2007/10/09/

×