Professores: Claudney Santos e Everton Lima
EIXOS COGNITIVOS DO ENEM
1 - Dominar Linguagens – Dominar a norma culta da língua
portuguesa e fazer uso das linguagens ma...
EIXOS COGNITIVOS DO ENEM
2 - Compreender fenômenos – Construir e aplicar conceitos das várias
áreas do conhecimento para a...
VIDEO ENCHENTES EM SÃO PAULO
EIXOS COGNITIVOS DO ENEM
4 - Construir Argumentações – Relacionar informações, representadas
em diferentes formas, e conhe...
COMPETÊNCIA DE ÁREA 1 – COMPREENDER OS ELEMENTOS
CULTURAIS QUE CONSTITUEM AS IDENTIDADES
H1 -Interpretar historicamente e/...
EXEMPLO: H1- INTERPRETAR HISTORICAMENTE E/OU
GEOGRAFICAMENTE FONTES DOCUMENTAIS ACERCA DE
ASPECTOS DA CULTURA.
QUESTÃO 16 ...
A figura apresentada é de um mosaico, produzido por volta do ano
300 d.C., encontrado na cidade de Lod, atual Estado de Is...
H2 - ANALISAR A PRODUÇÃO DA MEMÓRIA
PELAS SOCIEDADES HUMANAS.
(Enem -2012) Portadora de memória, a paisagem ajuda a constr...
COMPETÊNCIA DE ÁREA 2 – COMPREENDER AS TRANSFORMAÇÕES
DOS ESPAÇOS GEOGRÁFICOS COMO PRODUTO DAS RELAÇÕES
SOCIOECONÔMICAS E ...
H8 - ANALISAR A AÇÃO DOS ESTADOS NACIONAIS NO QUE SE
REFERE À DINÂMICA DOS FLUXOS POPULACIONAIS E NO
ENFRENTAMENTO DE PROB...
A)a migração forçada da população ribeirinha.
B)o rebaixamento do nível do lençol freático local.
C) a preservação da memó...
H10 - RECONHECER A DINÂMICA DA ORGANIZAÇÃO DOS
MOVIMENTOS SOCIAIS E A IMPORTÂNCIA DA PARTICIPAÇÃO
DA COLETIVIDADE NA TRANS...
A) determinam o papel do Estado não transformações
socioeconômicas.
B) aumentam o clima de tensão social na sociedade
civi...
COMPETÊNCIA DE ÁREA 3 – COMPREENDER A PRODUÇÃO E O
PAPEL HISTÓRICO DAS INSTITUIÇÕES SOCIAIS, POLÍTICAS E
ECONÔMICAS, ASSOC...
H14 - COMPARAR DIFERENTES PONTOS DE VISTA, PRESENTES EM
TEXTOS ANALÍTICOS E INTERPRETATIVOS, SOBRE SITUAÇÃO OU
FATOS DE NA...
Nos anos 1960 eram comuns as disputas pelo
significado de termos usados no debate político, como
democracia e reforma. Se,...
COMPETÊNCIA DE ÁREA 4 – ENTENDER AS TRANSFORMAÇÕES TÉCNICAS
E TECNOLÓGICAS E SEU IMPACTO NOS PROCESSOS DE PRODUÇÃO, NO
DES...
H16 - IDENTIFICAR REGISTROS SOBRE O PAPEL DAS TÉCNICAS E
TECNOLOGIAS NA ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO E/OU DA VIDA
SOCIAL.
Dispo...
A)autonomia do produtor direto.
B)adoção da divisão sexual do trabalho.
C) exploração do trabalho repetitivo.
D)utilização...
H19 - RECONHECER AS TRANSFORMAÇÕES TÉCNICAS E
TECNOLÓGICAS QUE DETERMINAM AS VÁRIAS FORMAS DE USO
E APROPRIAÇÃO DOS ESPAÇO...
(Enem – 2012) Na charge faz-se referência a uma modificação produtiva
ocorrida na agricultura. Uma contradição presente no...
COMPETÊNCIA DE ÁREA 5 – UTILIZAR OS CONHECIMENTOS
HISTÓRICOS PARA COMPREENDER E VALORIZAR OS
FUNDAMENTOS DA CIDADANIA E DA...
H21 - IDENTIFICAR O PAPEL DOS MEIOS DE
COMUNICAÇÃO NA CONSTRUÇÃO DA VIDA SOCIAL.
A charge revela uma crítica aos meios
de ...
COMPETÊNCIA DE ÁREA 6 – COMPREENDER A SOCIEDADE E A NATUREZA,
RECONHECENDO SUAS INTERAÇÕES NO ESPAÇO EM DIFERENTES
CONTEXT...
A QUESTÃO EXIGE TODAS AS HABILIDADES
DA COMPETÊNCIA 6.
(Enem – 2012) Suponha que você seja um consultor e foi contratado p...
QI - Analise de Eixos cognitivos do ENEM - Ciências Humanas
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

QI - Analise de Eixos cognitivos do ENEM - Ciências Humanas

759 visualizações

Publicada em

Analise dos Eixos cognitivos e matrizes do ENEM, com foco em resoluções de questões e práticas que desenvolvem o raciocínio lógico do aluno, para compreensão de situações problemas e demais propostas que o ENEM proporciona ao Aluno.
Questão de Inteligência - QI. Rua Duque de Caxias; 159 Centro Itabuna/BA

Publicada em: Educação
0 comentários
8 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
759
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
67
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

QI - Analise de Eixos cognitivos do ENEM - Ciências Humanas

  1. 1. Professores: Claudney Santos e Everton Lima
  2. 2. EIXOS COGNITIVOS DO ENEM 1 - Dominar Linguagens – Dominar a norma culta da língua portuguesa e fazer uso das linguagens matemática, artística e científica. Neste eixo cognitivo, o Enem cobra linguagens mínimas de todas as áreas do conhecimento. Dizemos que elas são os conteúdos básicos que os alunos precisam acumular para que, durante a vida, possam aprender qualquer conteúdo necessário. Na lista de conteúdos mínimos estão, por exemplo, o conhecimento de mapas, a capacidade de entendimento e uso dos números e das operações matemáticas básicas, eletricidade e genética básica e o domínio razoável do português culto.
  3. 3. EIXOS COGNITIVOS DO ENEM 2 - Compreender fenômenos – Construir e aplicar conceitos das várias áreas do conhecimento para a compreensão de fenômenos naturais, de processos histórico-geográficos, da produção tecnológica e das manifestações artísticas. 3 - Entender situações-problema – Selecionar, organizar, relacionar, interpretar dados e informações representados de diferentes formas, para tomar decisões e enfrentar situações-problemas. Entender o problema, para o Enem, é ir um pouco mais adiante na compreensão do fenômeno. É relacionar os dados disponíveis, organizá-los, interpretá-los, buscar mais dados e tornar o problema bem claro, algumas vezes tirando-o do senso comum, dando a ele uma lógica baseada em dados reais.
  4. 4. VIDEO ENCHENTES EM SÃO PAULO
  5. 5. EIXOS COGNITIVOS DO ENEM 4 - Construir Argumentações – Relacionar informações, representadas em diferentes formas, e conhecimentos disponíveis em situações concretas, para construir argumentação consistente. 5 - Elaborar propostas éticas – Recorrer aos conhecimentos desenvolvidos na escola para elaboração de propostas de intervenção solidária na realidade, respeitando os valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. O Enem exige que a sua solução seja ética, que respeite a diversidade sociocultural, que defenda o meio ambiente, que valorize a democracia, que identifique as conquistas sociais do povo, sobretudo dos brasileiros, que condene a corrupção, que aponte para o desenvolvimento humano, que aponte para um mundo sem desigualdades econômicas, entre outras características.
  6. 6. COMPETÊNCIA DE ÁREA 1 – COMPREENDER OS ELEMENTOS CULTURAIS QUE CONSTITUEM AS IDENTIDADES H1 -Interpretar historicamente e/ou geograficamente fontes documentais acerca de aspectos da cultura. H2 - Analisar a produção da memória pelas sociedades humanas. H3 - Associar as manifestações culturais do presente aos seus processos históricos. H4 - Comparar pontos de vista expressos em diferentes fontes sobre determinado aspecto da cultura. H5 - Identificar as manifestações ou representações da diversidade do patrimônio cultural e artístico em diferentes sociedades.
  7. 7. EXEMPLO: H1- INTERPRETAR HISTORICAMENTE E/OU GEOGRAFICAMENTE FONTES DOCUMENTAIS ACERCA DE ASPECTOS DA CULTURA. QUESTÃO 16 – ENEM 2012
  8. 8. A figura apresentada é de um mosaico, produzido por volta do ano 300 d.C., encontrado na cidade de Lod, atual Estado de Israel. Nela, encontram-se elementos que representam uma característica política dos romanos no período, indicada em: a) Cruzadismo – conquista da terra santa. b) Patriotismo – exaltação da cultura local. c) Helenismo – apropriação da estética grega. d) Imperialismo – selvageria dos povos dominados. e) Expansionismo – diversidade dos territórios conquistados.
  9. 9. H2 - ANALISAR A PRODUÇÃO DA MEMÓRIA PELAS SOCIEDADES HUMANAS. (Enem -2012) Portadora de memória, a paisagem ajuda a construir os sentimentos de pertencimento; ela cria uma atmosfera que convém aos momentos fortes da vida, às festas, às comemorações. CLAVAL, P. Terra dos homens: a geografia. São Paulo: Contexto, 2010 (adaptado). No texto, é apresentada uma forma de integração da paisagem geográfica com a vida social. Nesse sentido, a paisagem, além de existir como forma concreta, apresenta uma dimensão a) política de apropriação efetiva do espaço. b) econômica de uso de recursos do espaço. c) privada de limitação sobre a utilização do espaço. d) natural de composição por elementos físicos do espaço. e) simbólica de relação subjetiva do indivíduo com o espaço.
  10. 10. COMPETÊNCIA DE ÁREA 2 – COMPREENDER AS TRANSFORMAÇÕES DOS ESPAÇOS GEOGRÁFICOS COMO PRODUTO DAS RELAÇÕES SOCIOECONÔMICAS E CULTURAIS DE PODER. H6 - Interpretar diferentes representações gráficas e cartográficas dos espaços geográficos. H7 - Identificar os significados histórico-geográficos das relações de poder entre as nações. H8 - Analisar a ação dos estados nacionais no que se refere à dinâmica dos fluxos populacionais e no enfrentamento de problemas de ordem econômico-social. H9 - Comparar o significado histórico-geográfico das organizações políticas e socioeconômicas em escala local, regional ou mundial. H10 - Reconhecer a dinâmica da organização dos movimentos sociais e a importância da participação da coletividade na transformação da realidade histórico-geográfica.
  11. 11. H8 - ANALISAR A AÇÃO DOS ESTADOS NACIONAIS NO QUE SE REFERE À DINÂMICA DOS FLUXOS POPULACIONAIS E NO ENFRENTAMENTO DE PROBLEMAS DE ORDEM ECONÔMICO- SOCIAL. (Enem – 2011) SOBRADINHO O homem chega, já desfaz a natureza Tira gente, põe represa, diz que tudo vai mudar O São Francisco lá pra cima da Bahia Diz que dia menos dia vai subir bem devagar E passo a passo vai cumprindo a profecia do beato que dizia que o Sertão ia alagar. SÁ E GUARABYRA. Disco Pirão de peixe com pimenta. Som Livre, 1977 (adaptado). O trecho da música faz referência a uma importante obra na região do rio São Francisco. Uma consequência socioespacial dessa construção foi
  12. 12. A)a migração forçada da população ribeirinha. B)o rebaixamento do nível do lençol freático local. C) a preservação da memória histórica da região. D)a ampliação das áreas de clima árido. E)a redução das áreas de agricultura irrigada.
  13. 13. H10 - RECONHECER A DINÂMICA DA ORGANIZAÇÃO DOS MOVIMENTOS SOCIAIS E A IMPORTÂNCIA DA PARTICIPAÇÃO DA COLETIVIDADE NA TRANSFORMAÇÃO DA REALIDADE HISTÓRICO-GEOGRÁFICA. (Enem – 2011) Na década de 1990, os movimentos sociais camponeses e as ONGs tiveram destaque, ao lado de outros sujeitos coletivos. Na sociedade brasileira, a ação dos movimentos sociais vem construindo lentamente um conjunto de práticas democráticas no interior das escolas, das comunidades, dos grupos organizados e na interface da sociedade civil com o Estado. O diálogo, o confronto e o conflito tem sido os motores no processo de construção democrática. SOUZA, M. A. Movimentos sociais no Brasil contemporâneo: participação e possibilidades das práticas democráticas. Disponível em: http//www.ces.uc.pt. Acesso em: 30 abr. 2010 (adaptado). Segundo o texto, os movimentos sociais contribuem para o processo de construção democrática, porque
  14. 14. A) determinam o papel do Estado não transformações socioeconômicas. B) aumentam o clima de tensão social na sociedade civil. C) pressionam o Estado para o atendimento das demandas da sociedade. D) privilegiam determinadas parcelas da sociedade em detrimento das demais. E) propiciam a adoção de valores éticos pelos órgãos do Estado.
  15. 15. COMPETÊNCIA DE ÁREA 3 – COMPREENDER A PRODUÇÃO E O PAPEL HISTÓRICO DAS INSTITUIÇÕES SOCIAIS, POLÍTICAS E ECONÔMICAS, ASSOCIANDO-AS AOS DIFERENTES GRUPOS, CONFLITOS E MOVIMENTOS SOCIAIS. H11 - Identificar registros de práticas de grupos sociais no tempo e no espaço. H12 - Analisar o papel da justiça como instituição na organização das sociedades. H13 - Analisar a atuação dos movimentos sociais que contribuíram para mudanças ou rupturas em processos de disputa pelo poder. H14 - Comparar diferentes pontos de vista, presentes em textos analíticos e interpretativos, sobre situação ou fatos de natureza histórico-geográfica acerca das instituições sociais, políticas e econômicas. H15 - Avaliar criticamente conflitos culturais, sociais, políticos, econômicos ou ambientais ao longo da história.
  16. 16. H14 - COMPARAR DIFERENTES PONTOS DE VISTA, PRESENTES EM TEXTOS ANALÍTICOS E INTERPRETATIVOS, SOBRE SITUAÇÃO OU FATOS DE NATUREZA HISTÓRICO-GEOGRÁFICA ACERCA DAS INSTITUIÇÕES SOCIAIS, POLÍTICAS E ECONÔMICAS. (ENEM – 2012) A consolidação do regime democrático no Brasil contra os extremismos da esquerda e da direita exige ação enérgica e permanente no sentido do aprimoramento das instituições políticas e da realização de reformas corajosas no terreno econômico, financeiro e social. Mensagem programática da União Democrática Nacional (UDN) — 1957. Os trabalhadores deverão exigir a constituição de um governo nacionalista e democrático, com participação dos trabalhadores para a realização das seguintes medidas: a) Reforma bancária progressista; b)Reforma agrária que extinga o latifúndio; c) Regulamentação da Lei de Remessas de Lucros. Manifesto do Comando Geral dos Trabalhadores (CGT) — 1962. BONAVIDES, P; AMARAL, R. Textos políticos da história do Brasil. Brasília: Senado Federal, 2002.
  17. 17. Nos anos 1960 eram comuns as disputas pelo significado de termos usados no debate político, como democracia e reforma. Se, para os setores aglutinados em torno da UDN, as reformas deveriam assegurar o livre mercado, para aqueles organizados no CGT, elas deveriam resultar em A)fim da intervenção estatal na economia. B)crescimento do setor de bens de consumo. C)controle do desenvolvimento industrial. D)atração de investimentos estrangeiros. E)limitação da propriedade privada.
  18. 18. COMPETÊNCIA DE ÁREA 4 – ENTENDER AS TRANSFORMAÇÕES TÉCNICAS E TECNOLÓGICAS E SEU IMPACTO NOS PROCESSOS DE PRODUÇÃO, NO DESENVOLVIMENTO DO CONHECIMENTO E NA VIDA SOCIAL. H16 - Identificar registros sobre o papel das técnicas e tecnologias na organização do trabalho e/ou da vida social. H17 - Analisar fatores que explicam o impacto das novas tecnologias no processo de territorialização da produção. H18 - Analisar diferentes processos de produção ou circulação de riquezas e suas implicações sócio-espaciais. H19 - Reconhecer as transformações técnicas e tecnológicas que determinam as várias formas de uso e apropriação dos espaços rural e urbano. H20 - Selecionar argumentos favoráveis ou contrários às modificações impostas pelas novas tecnologias à vida social e ao mundo do trabalho.
  19. 19. H16 - IDENTIFICAR REGISTROS SOBRE O PAPEL DAS TÉCNICAS E TECNOLOGIAS NA ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO E/OU DA VIDA SOCIAL. Disponível em: http://primeira-serie.blogspot.com.br. Acesso em: 07 dez. 2011 (adaptado). (Enem – 2012) Na imagem do início do século XX, identifica-se um modelo produtivo cuja forma de organização fabril baseava-se na(o) .
  20. 20. A)autonomia do produtor direto. B)adoção da divisão sexual do trabalho. C) exploração do trabalho repetitivo. D)utilização de empregados qualificados. E)incentivo à criatividade dos funcionários
  21. 21. H19 - RECONHECER AS TRANSFORMAÇÕES TÉCNICAS E TECNOLÓGICAS QUE DETERMINAM AS VÁRIAS FORMAS DE USO E APROPRIAÇÃO DOS ESPAÇOS RURAL E URBANO. Disponível em: http://nutriteengv.blogspot.com.br. Acesso em: 28 dez. 2011.
  22. 22. (Enem – 2012) Na charge faz-se referência a uma modificação produtiva ocorrida na agricultura. Uma contradição presente no espaço rural brasileiro derivada dessa modificação produtiva está presente em: a) Expansão das terras agricultáveis, com manutenção de desigualdades sociais. b) Modernização técnica do território, com redução do nível de emprego formal. c) Valorização de atividades de subsistência, com redução da produtividade da terra. d) Desenvolvimento de núcleos policultores, com ampliação da concentração fundiária. e) Melhora da qualidade dos produtos, com retração na exportação de produtos primários.
  23. 23. COMPETÊNCIA DE ÁREA 5 – UTILIZAR OS CONHECIMENTOS HISTÓRICOS PARA COMPREENDER E VALORIZAR OS FUNDAMENTOS DA CIDADANIA E DA DEMOCRACIA, FAVORECENDO UMA ATUAÇÃO CONSCIENTE DO INDIVÍDUO NA SOCIEDADE. H21 - Identificar o papel dos meios de comunicação na construção da vida social. H22 - Analisar as lutas sociais e conquistas obtidas no que se refere às mudanças nas legislações ou nas políticas públicas. H23 - Analisar a importância dos valores éticos na estruturação política das sociedades. H24 - Relacionar cidadania e democracia na organização das sociedades. H25 – Identificar estratégias que promovam formas de inclusão social.
  24. 24. H21 - IDENTIFICAR O PAPEL DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO NA CONSTRUÇÃO DA VIDA SOCIAL. A charge revela uma crítica aos meios de comunicação, em especial à internet, porque a) Questiona a integração das pessoas nas redes virtuais de relacionamento. b) Considera as relações sociais menos importantes que as virtuais. c) Enaltece a pretensão do homem de estar em todos os lugares ao mesmo tempo. d) Descreve com precisão as sociedades humanas no mundo globalizado. e) Concebe a rede de computadores como o espaço mais eficaz para a construção de ralações sociais. (Enem – 2013)
  25. 25. COMPETÊNCIA DE ÁREA 6 – COMPREENDER A SOCIEDADE E A NATUREZA, RECONHECENDO SUAS INTERAÇÕES NO ESPAÇO EM DIFERENTES CONTEXTOS HISTÓRICOS E GEOGRÁFICOS. H26 - Identificar em fontes diversas o processo de ocupação dos meios físicos e as relações da vida humana com a paisagem. H27 - Analisar de maneira crítica as interações da sociedade com o meio físico, levando em consideração aspectos históricos e(ou) geográficos. H28 - Relacionar o uso das tecnologias com os impactos socioambientais em diferentes contextos histórico-geográficos. H29 - Reconhecer a função dos recursos naturais na produção do espaço geográfico, relacionando-os com as mudanças provocadas pelas ações humanas. H30 - Avaliar as relações entre preservação e degradação da vida no planeta nas diferentes escalas.
  26. 26. A QUESTÃO EXIGE TODAS AS HABILIDADES DA COMPETÊNCIA 6. (Enem – 2012) Suponha que você seja um consultor e foi contratado para assessorar a implantação de uma matriz energética em um pequeno país com as seguintes características: região plana, chuvosa e com ventos constantes, dispondo de poucos recursos hídricos e sem reservatórios de combustíveis fósseis. De acordo com as características desse país, a matriz energética de menor impacto e risco ambientais é a baseada na energia a) dos biocombustíveis, pois tem menos impacto ambiental e maior disponibilidade. b) solar, pelo seu baixo custo e pelas características do país favoráveis à sua implantação. c) nuclear, por ter menos risco ambiental a ser adequada a locais com menor extensão territorial, d) hidráulica, devido ao relevo, à extensão territorial do país e aos recursos naturais disponíveis. e) eólica, pelas características do país e por não gerar gases do efeito estufa nem resíduos de operação.

×