Governos populistas(1945-1964) resumo

1.627 visualizações

Publicada em

O período da história do Brasil, entre a Era Vargas e a Ditadura Militar. também chamada de Período Populista é o foco desse resumo.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.627
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
46
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
22
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Governos populistas(1945-1964) resumo

  1. 1. 1. Governo Eurico Gaspar Dutra (1946-1951) Assembléia Constituinte / Constituição de 1946 (características); Plano SALTE (saúde, alimentação, transporte e energia) Reunião da Assembléia Constituinte de 1946
  2. 2. Abrindo as portas aos importados, consumiu os saldos (reservas cambias) conquistados durante a II Guerra Mundial (U$ 700 milhões); Por influência da Guerra Fria: cassou o registro do PCB e seus parlamentares, rompeu relações diplomáticas com a URSS e interveio nos sindicatos; Registraram-se elevado índice inflacionário e arrocho salarial. Luís Carlos Prestes em campanha eleitoral (1945)
  3. 3. Governo Getúlio VARGAS (1951-1954) “Se for eleito a 3 de outubro, o povo subirá comigo as escadas do Catete e comigo ficará no governo.”
  4. 4. Manutenção do estilo nacionalista, populista e intervencionista; Criação de Petrobrás (1953) - “O petróleo é nosso”;
  5. 5. Incentivo à indústria de base sem alterar a estrutura fundiária; A crise socioeconômica e a queda do ministro João Goulart (1954); A oposição a Vargas: Carlos Lacerda e toda a UDN, empresários nacionais ligados ao capital estrangeiro e governo norte-americano;
  6. 6. O atentado da Rua Tonelero (5 de agosto /1954); As pressões exigindo a renúncia e o consequente suicídio de Vargas (24 de agosto /1954); Gregório Fortunato
  7. 7. Sucessão: Café Filho – Carlos Luz – Nereu Ramos; O papel do general Teixeira Lott, garantindo a posse do candidato eleito, Juscelino Kubitschek.
  8. 8. 3. Governo Juscelino Kubitschek (1956 -1961) “Cinqüenta anos em cinco”
  9. 9. O Plano de Metas (energia, transporte, indústria de base, alimentação e educação); JK apresenta o Plano de Metas Inauguração da USIMINAS Usina de Furnas - MG
  10. 10. Um período de prosperidade tecnológica e de estabilidade política a custo de intensa emissão monetária e abertura ao capital estrangeiro; Linhas de montagem da Volkswagen e da Mercedes-Benz, em São Bernardo do Campo-SP, 1958
  11. 11. O modelo desenvolvimentista de JK favoreceu à desnacionalização econômica do país, permitiu que empresas estrangeiras controlassem as indústrias – chave (automobilísticas, petroquímicas, farmacêuticas, dentre outras);
  12. 12. As vantagens encontradas pelas multinacionais. Linha de montagem da DKV-VEMAG
  13. 13. Criação da SUDENE (1959) – Objetivos; Construção de Brasília, inaugurada em 21 de abril de 1960;
  14. 14. As tentativas de golpe de Jacareacanga(PA) e de Aragarças(GO); Major Haroldo Veloso preso após o levante de Jacareacanga Avião utilizado no levante de Aragarças
  15. 15. O rompimento com o Fundo Monetário Internacional (FMI), em agosto de 1959; Analogia entre os modelos administrativos de Vargas e de JK; José Maria Alckmin, ministro da Fazenda
  16. 16. A sucessão presidencial – vitória da dupla “Jan – Jan” (Jânio – Jango) X Jânio Quadros Marechal Teixeira Lott
  17. 17. 4. Governo Jânio Quadros (1961) “Vamos acabar com a bandalheira e varrer a corrupção”.
  18. 18. Jânio Quadros em campanha, 1955
  19. 19. Ao tomar posse Jânio encarou grave crise financeira (inflação, divida externa e déficit na balança de pagamentos); Reaproximação com os países do bloco socialista (URSS e China), gerando enorme oposição a seu governo;
  20. 20. Pressionado por “forças terríveis”, renunciou sete meses após o início de seu governo. Obstáculos à posse do vice- presidente Jango e a “Campanha da Legalidade”de Leonel Brizola.
  21. 21. Jango e Mao, em Pequim(agosto/1961) Bilhete de renúncia de Jânio (25/08/1961)
  22. 22. 5. Governo João Goulart (1961-1964) “Entre golpes e golpes” O parlamentarismo (1961-63): condição imposta a “Jango”para a posse;
  23. 23. O plebiscito (6 de janeiro de 1963);
  24. 24. O Plano Trienal (1963-65): reduzir a inflação e retomar o crescimento econômico do país. As Reformas de Base: agrária, urbana, eleitoral, tributária e universitária;
  25. 25. As Reformas ameaçavam os interesses dos setores mais conservadores da sociedade, que passaram a taxá-las de comunistas; As manifestações populares na cidade e no campo: greves e atuação das camponesas;
  26. 26. -O método -Paulo Freire
  27. 27. O comício de 13 de março/1964, na Central do Brasil – 200 mil trabalhadores aplaudiram Jango;
  28. 28. Maria Tereza Goulart
  29. 29. A “Marcha da Família com Deus pela Liberdade” – a reação dos conservadores às reformas de Jango;
  30. 30. O golpe: 31/março – 1º/abril/1964.

×