SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
ANÁLISE DO CONTO “ A CARTOMANTE”, DE MACHADO DE ASSIS
1- Fale sobre o autor.
2- Justifique o título da obra “ A Cartomante”.
3- Fale sobre as personagens: Camilo, Rita e Vilela.
4- No que se refere à estrutura da obra, limite o conto destacando: situação inicial, exposição, clímax
e desfecho.
5- Tratando-se do lugar, identifique onde se situavam:
a) casa dos encontros;
b) casa da cartomante;
c) casa de Rita.
6- Nesses três lugares, dois funcionam apenas como referência ou pano de fundo. O terceiro, no
entanto, através de seus cenários lúgubres, representa a própria interioridade de Camilo. Identifique
esse lugar, citando trechos que justifiquem a afirmação.
7- Depois de tranqüilizado pela cartomante, Camilo muda completamente seu estado de espírito e essa
mudança também é refletida pelo lugar. Indique pelo menos uma passagem que exemplifique a
afirmação.
8- O ponto de vista, ou foco narrativo, é de:
( ) primeira pessoa
( ) terceira pessoa, com narrador onisciente;
( ) terceira pessoa, com narrador não onisciente
( ) foco narrativo múltiplo
Justifique a afirmativa que você marcou com uma passagem do conto.
9-Identifique no conto pelo menos uma passagem que indica que a cartomante enganava seus
fregueses.
10- O tempo
a) o tempo da narrativa foi cronológico ou psicológico. Explique sua resposta e justifique-a com uma
passagem do conto.
b) Há alguma passagem na história que nos reme à época em que o conto foi escrito? Exemplifique
com uma passagem do conto.
11- Enredo
a) O enredo é linear ou não linear? . Explique sua resposta e justifique-a com uma passagem do conto.
12- Discurso
a) O discurso apresentado na narrativa é direto ou indireto? Por quê? Explique sua resposta e
justifique-a com uma passagem do conto.
13- Linguagem
a) Escreva UM PARÁGRAFO falando sobre a linguagem utilizada pelo autor no livro. ( 5 linhas).
12- Opinião
a) Escreva um parágrafo falando sobre suas impressões a respeito da obra.( 5 linhas).
13- Enredo
Faça um resumo do conto lido. Lembre-se de que seu texto deverá ter início, meio e fim. ( exposição
ou situação inicial, complicação, clímax e desfecho) e também responder às perguntas: O quê, quem,
quando, onde, como e por quê. Mínimo 20 a 25 linhas.
Obs: Capricho e dedicação. ( perguntas e respostas no caderno);
• Leia o conto quantas vezes for preciso para entendê-lo e responder corretamente às perguntas.
• Seja original, pois na vida nem sempre encontraremos pessoas para nos escorar.
Análise do conto

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Discurso sobre o poema heróico
Discurso sobre o poema heróicoDiscurso sobre o poema heróico
Discurso sobre o poema heróico
Caio Aguiar
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 16-17
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 16-17Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 16-17
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 16-17
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 60
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 60Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 60
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 60
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 66-67
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 66-67Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 66-67
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 66-67
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 58-59
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 58-59Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 58-59
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 58-59
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 5-6
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 5-6Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 5-6
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 5-6
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 35-36
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 35-36Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 35-36
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 35-36
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 23-24
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 23-24Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 23-24
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 23-24
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 33-34
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 33-34Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 33-34
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 33-34
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 6-7
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 6-7Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 6-7
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 6-7
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 18-19
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 18-19Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 18-19
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 18-19
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 74-75
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 74-75Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 74-75
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 74-75
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 6-7
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 6-7Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 6-7
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 6-7
luisprista
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 13-14
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 13-14Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 13-14
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 13-14
luisprista
 
Exercícios sobre metalinguagem
Exercícios sobre metalinguagemExercícios sobre metalinguagem
Exercícios sobre metalinguagem
ma.no.el.ne.ves
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 26-27
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 26-27Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 26-27
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 26-27
luisprista
 

Mais procurados (20)

Discurso sobre o poema heróico
Discurso sobre o poema heróicoDiscurso sobre o poema heróico
Discurso sobre o poema heróico
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 16-17
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 16-17Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 16-17
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 16-17
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 60
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 60Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 60
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 60
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 66-67
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 66-67Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 66-67
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 66-67
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 58-59
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 58-59Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 58-59
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 58-59
 
Oficina toninha
Oficina toninhaOficina toninha
Oficina toninha
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 5-6
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 5-6Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 5-6
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 5-6
 
Rimas.pptx
Rimas.pptxRimas.pptx
Rimas.pptx
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 35-36
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 35-36Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 35-36
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 35-36
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 23-24
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 23-24Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 23-24
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 23-24
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 33-34
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 33-34Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 33-34
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 33-34
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 6-7
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 6-7Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 6-7
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 6-7
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 18-19
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 18-19Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 18-19
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 18-19
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 74-75
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 74-75Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 74-75
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 74-75
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 6-7
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 6-7Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 6-7
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 6-7
 
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 13-14
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 13-14Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 13-14
Apresentação para décimo ano de 2017 8, aula 13-14
 
Gênero Lírico
Gênero LíricoGênero Lírico
Gênero Lírico
 
Poesia lírica
Poesia líricaPoesia lírica
Poesia lírica
 
Exercícios sobre metalinguagem
Exercícios sobre metalinguagemExercícios sobre metalinguagem
Exercícios sobre metalinguagem
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 26-27
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 26-27Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 26-27
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 26-27
 

Semelhante a Análise do conto

3° ano - Contos e crônicas
3° ano - Contos e crônicas3° ano - Contos e crônicas
3° ano - Contos e crônicas
ProfFernandaBraga
 
Intertextualidade e suas origens, de luciano corrales
Intertextualidade e suas origens, de luciano corralesIntertextualidade e suas origens, de luciano corrales
Intertextualidade e suas origens, de luciano corrales
Edilson A. Souza
 
A intertextualidade e suas origens
A intertextualidade e suas origensA intertextualidade e suas origens
A intertextualidade e suas origens
Edilson A. Souza
 
Aula 9 - 9º LP - Crônica - Coesão Textual.pptx
Aula 9 - 9º LP - Crônica - Coesão Textual.pptxAula 9 - 9º LP - Crônica - Coesão Textual.pptx
Aula 9 - 9º LP - Crônica - Coesão Textual.pptx
AnaPaulaSilva359199
 
Resumo critico-2012
Resumo critico-2012Resumo critico-2012
Resumo critico-2012
guuuhsousaa
 
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 125-126
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 125-126Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 125-126
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 125-126
luisprista
 

Semelhante a Análise do conto (15)

Literatura
LiteraturaLiteratura
Literatura
 
EDUCAÇÃO PELA NOITE E OUTROS ENSAIOS.pdf
EDUCAÇÃO PELA NOITE E OUTROS ENSAIOS.pdfEDUCAÇÃO PELA NOITE E OUTROS ENSAIOS.pdf
EDUCAÇÃO PELA NOITE E OUTROS ENSAIOS.pdf
 
3° ano - Contos e crônicas
3° ano - Contos e crônicas3° ano - Contos e crônicas
3° ano - Contos e crônicas
 
Intertextualidade e suas origens, de luciano corrales
Intertextualidade e suas origens, de luciano corralesIntertextualidade e suas origens, de luciano corrales
Intertextualidade e suas origens, de luciano corrales
 
A intertextualidade e suas origens
A intertextualidade e suas origensA intertextualidade e suas origens
A intertextualidade e suas origens
 
dial9bp_pg29_30.pdf
dial9bp_pg29_30.pdfdial9bp_pg29_30.pdf
dial9bp_pg29_30.pdf
 
Aula 9 - 9º LP - Crônica - Coesão Textual.pptx
Aula 9 - 9º LP - Crônica - Coesão Textual.pptxAula 9 - 9º LP - Crônica - Coesão Textual.pptx
Aula 9 - 9º LP - Crônica - Coesão Textual.pptx
 
Resumo critico-2012
Resumo critico-2012Resumo critico-2012
Resumo critico-2012
 
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 125-126
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 125-126Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 125-126
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 125-126
 
CONTO DE AVENTURA.pptx
CONTO DE AVENTURA.pptxCONTO DE AVENTURA.pptx
CONTO DE AVENTURA.pptx
 
Revisando a literatura imperial, 02: Romantismo, Realismo, Naturalismo, Parna...
Revisando a literatura imperial, 02: Romantismo, Realismo, Naturalismo, Parna...Revisando a literatura imperial, 02: Romantismo, Realismo, Naturalismo, Parna...
Revisando a literatura imperial, 02: Romantismo, Realismo, Naturalismo, Parna...
 
Texto expositivo ficha informativa
Texto expositivo ficha informativaTexto expositivo ficha informativa
Texto expositivo ficha informativa
 
Cristóvão Tezza
Cristóvão TezzaCristóvão Tezza
Cristóvão Tezza
 
Pirandello
PirandelloPirandello
Pirandello
 
Ficha de registo de leitura- sugestoes de atividades
Ficha de registo de leitura- sugestoes de atividadesFicha de registo de leitura- sugestoes de atividades
Ficha de registo de leitura- sugestoes de atividades
 

Mais de VERA OLIVEIRA (14)

Avaliação 6 ano
Avaliação  6 anoAvaliação  6 ano
Avaliação 6 ano
 
Funcao d linguagem
Funcao d linguagemFuncao d linguagem
Funcao d linguagem
 
Prova livro
Prova livroProva livro
Prova livro
 
Ativ oraçóes
Ativ oraçóesAtiv oraçóes
Ativ oraçóes
 
Avaliações e.mgramatica
Avaliações  e.mgramaticaAvaliações  e.mgramatica
Avaliações e.mgramatica
 
Avaliação i racema
Avaliação i racemaAvaliação i racema
Avaliação i racema
 
Avaliação 1
Avaliação 1Avaliação 1
Avaliação 1
 
Atividades de-verbos-
Atividades de-verbos-Atividades de-verbos-
Atividades de-verbos-
 
Texto informativo
Texto informativoTexto informativo
Texto informativo
 
Coerrencia coesão
Coerrencia coesãoCoerrencia coesão
Coerrencia coesão
 
Apostila tipologia textual
Apostila tipologia textualApostila tipologia textual
Apostila tipologia textual
 
Apostila gramatica
Apostila gramaticaApostila gramatica
Apostila gramatica
 
Dinamica historia do_chapeuzinho_vermelho-1[1]
Dinamica historia do_chapeuzinho_vermelho-1[1]Dinamica historia do_chapeuzinho_vermelho-1[1]
Dinamica historia do_chapeuzinho_vermelho-1[1]
 
Poemas para dramatizar
Poemas para dramatizarPoemas para dramatizar
Poemas para dramatizar
 

Último

ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
azulassessoria9
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
LindinhaSilva1
 
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdfAPOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
lbgsouza
 

Último (20)

O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
 
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfSistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoasInsegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
 
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdfAPOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 

Análise do conto

  • 1. ANÁLISE DO CONTO “ A CARTOMANTE”, DE MACHADO DE ASSIS 1- Fale sobre o autor. 2- Justifique o título da obra “ A Cartomante”. 3- Fale sobre as personagens: Camilo, Rita e Vilela. 4- No que se refere à estrutura da obra, limite o conto destacando: situação inicial, exposição, clímax e desfecho. 5- Tratando-se do lugar, identifique onde se situavam: a) casa dos encontros; b) casa da cartomante; c) casa de Rita. 6- Nesses três lugares, dois funcionam apenas como referência ou pano de fundo. O terceiro, no entanto, através de seus cenários lúgubres, representa a própria interioridade de Camilo. Identifique esse lugar, citando trechos que justifiquem a afirmação. 7- Depois de tranqüilizado pela cartomante, Camilo muda completamente seu estado de espírito e essa mudança também é refletida pelo lugar. Indique pelo menos uma passagem que exemplifique a afirmação. 8- O ponto de vista, ou foco narrativo, é de: ( ) primeira pessoa ( ) terceira pessoa, com narrador onisciente; ( ) terceira pessoa, com narrador não onisciente ( ) foco narrativo múltiplo Justifique a afirmativa que você marcou com uma passagem do conto. 9-Identifique no conto pelo menos uma passagem que indica que a cartomante enganava seus fregueses. 10- O tempo a) o tempo da narrativa foi cronológico ou psicológico. Explique sua resposta e justifique-a com uma passagem do conto. b) Há alguma passagem na história que nos reme à época em que o conto foi escrito? Exemplifique com uma passagem do conto. 11- Enredo a) O enredo é linear ou não linear? . Explique sua resposta e justifique-a com uma passagem do conto. 12- Discurso a) O discurso apresentado na narrativa é direto ou indireto? Por quê? Explique sua resposta e justifique-a com uma passagem do conto. 13- Linguagem a) Escreva UM PARÁGRAFO falando sobre a linguagem utilizada pelo autor no livro. ( 5 linhas). 12- Opinião a) Escreva um parágrafo falando sobre suas impressões a respeito da obra.( 5 linhas). 13- Enredo Faça um resumo do conto lido. Lembre-se de que seu texto deverá ter início, meio e fim. ( exposição ou situação inicial, complicação, clímax e desfecho) e também responder às perguntas: O quê, quem, quando, onde, como e por quê. Mínimo 20 a 25 linhas. Obs: Capricho e dedicação. ( perguntas e respostas no caderno); • Leia o conto quantas vezes for preciso para entendê-lo e responder corretamente às perguntas. • Seja original, pois na vida nem sempre encontraremos pessoas para nos escorar.