SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 15
Baixar para ler offline
Educandário CAMINHO DE LUZ – Tânia Paupitz
SIGNIFICA RECONHECIMENTO POR TUDO QUANTO
SE RECEBE OU LHE É RECONHECIDO !
GRATIA  Latim - GRAÇA
GRATUS AGRADÁVEL
Denomina-se GRATIDÃO o
sentimento positivo e
harmonizador pelo qual
reconhecemos o bem que outrem
nos proporcionou.
Espírito Joana de Angelis:
"A gratidão é um sentimento mais profundo e significativo,
porque não se limita apenas ao ato da recompensa habitual.
É mais grandioso, porque traz
satisfação e tem caráter psicoterapêutico.
Todo aquele que é grato, que
compreende o significado da gratidão real, goza de saúde
física, emocional, psíquica porque sente alegria de viver,
compartilha de todas as coisas, é membro atuante na
organização social, é criativo e jubiloso".
É comum, na nossa imaturidade emocional,
acreditarmos que a gratidão é uma retribuição
pelos favores que se recebe, como uma forma
de devolução, pelo menos em parte.
Segundo Joana de Angelis, livro Psicologia da Gratidão,
psicografado por Divaldo de Franco:
A GRATIDÃO começa pela HUMILDADE que nos
possibilita o RECONHECIMENTO DAQUILO QUE NOS
É OFERECIDO.
Quando somos agradecidos vivenciamos o verdadeiro e
pleno sentimento de alegria.
-Já sentiu-se ENSTUSIASMADO, ao acordar numa manhã
ENSOLARADA?
-Já AGRADECEU por estar cercado de AMIGOS e pela SUA FAMÍLIA?
- Já ficou aliviado e agradecido por ter-se livrado de algum acidente ou
doença?
-- Em alguma situação específica já AGRADECEU pela DOR, pois foi ela a
RESPONSÁVEL por uma mudança de comportamento seu?
-Já agradeceu pela sua melhoria intima, por menor que seja?
- COSTUMAMOS FICAR PRESO AQUILO QUE NOS FALTA E DEIXAMOS
DE APROVEITAR O QUE JÁ CONQUISTAMOS,
-Queremos um emprego melhor, mas esquecemos de agradecer aquele
que temos, queremos um relacionamento estável, porem, esquecemos
que somos nós os responsáveis pela estabilidade do mesmo...
Denomina-se ingratidão a ausência de
um sentimento positivo e harmonizador
ao não reconhecer o bem que outrem
nos proporcionou por emoções de baixo
teor vibratório típicas do ser ingrato.
L.E – 937 “ As decepções que se originam da ingratidão e da fragilidade
dos laços de família não constituem também para o homem de coração,
uma fonte de amargura?
‘ Sim, mas deveis lastimar os INGRATOS e os amigos infiéis: SERÃO
MAIS INFELIZES DO QUE VÓS; a INGRATIDÃO é FILHA DO EGOÍSMO E
O EGOÍSTA ENCONTRARA mais tarde corações INSENSÍVEIS, como ele
mesmo o foi.
Lembrai-vos daquele que fizeram mais bem que vós, que valeram
muito mais do que vós e que foram pagos com a ingratidão.
Lembrai-vos do próprio JESUS que foi injuriado e desprezado neste
mundo, tratado de velhaco e impostor, e não vos admireis de que
o mesmo aconteça convosco.
Que o bem que houverdes feito seja a vossa recompensa na
terra e não vos importeis com o que dizem os que receberam
os vossos benefícios.
A INGRATIDÃO é uma prova para vossa PERSEVERANÇA na
prática do bem; ser-vos-á levada em conta e aqueles que vos
desprezaram serão tanto mais punidos, quanto maior lhes
tenha sido a INGRATIDÃO”.
LE – Que pensar das pessoas que tendo seus
benefícios pagos com a A INGRATIDÃO, não fazem
mais o bem com medo de reencontrar ingratos?
Essas pessoas tem mais EGOÍSMO do
que CARIDADE, porque não fazer o bem
senão para dele receber sinais de
reconhecimento, é o não fazer com
desinteresse, e o benefícios
desinteressado é o único benefício
AGRADÁVEL A DEUS.
-SOMOS INGRATOS quando esquecemos das coisas boas que nos
fazem,
- SOMOS INGRATOS quando queremos fazer prevalecer nossas
verdades a qualquer custo, mesmo que venha prejudicar alguém...
-SOMOS INGRATOS quando exigimos a PERFEIÇÃO ALHEIA, sabendo-
nos IMPERFEITOS,
-SOMOS INGRATOS, quando não nos damos conta do AMOR que
devemos a nós mesmos...
-SOMOS INGRATOS, quando apenas reclamamos xingamos,
cobramos e criticamos ...
-SOMOS INGRATOS, quando esquecemos das coisas boas
que nos fazem....
-Será que podemos nos julgar superior ao outro?
-----Quem de nós é isento do erro ou do equívoco?
 QUANDO UMA EXPECTATIVA
MUITO GRANDE É DEPOSITADA EM
ALGO OU ALGUÉM, MAIOR SERÁ A
DOR DA DECEPÇÃO.
-EXERCITAR SEU AGRADECIMENTO PODE MUDAR A FORMA COMO VOCÊ VÊ O
MUNDO.
- PESQUISADORES da Universidade de Indiana, nos Estados Unidos, chegaram à
conclusão de que ser grato pelas pequenas coisas da vida pode causar grandes
mudanças – inclusive cerebrais.
- Um artigo publicado no Jornal Científico Neuroimagem atesta que, depois de
poucos meses exercitando sua gratidão por meio da escrita, seu cérebro passa a
se sentir ainda mais condicionado a ser grato. E isso traz benefícios.
-Essas investigações sobre os efeitos de se sentir grato ainda são
bastante primordiais – e os próprios pesquisadores admitem isso.
Há muito a aprender em termos de efeitos desse sentimento no cérebro e
se realmente podemos relaciona-los a efeitos de longo prazo na forma
como pensamos e agimos no cotidiano. Mas enquanto isso, talvez seja
mesmo bom espalhar #gratidão por aí – e não apenas em uma hashtag.
POR TODAS AS PESSOAS QUE ME
PROPORCIONARAM A OPORTUNIDADE DE
FALAR ; SEM ELAS EU NÃO TERIA RAZÃO
PARA ESTAR AQUI !
-A Psicologia da Gratidão – Joana D’Angelis – Divaldo Franco
-Evangelho Segundo o Espiritismo – cap.14 - 9
-Livro dos Espíritos – questão 742 e 937
- O Poder da Gratidão – M.J.Ryan
-Jornal Espirita – Bezerra de Menezes
- Espírito Miramês – Médium João Nunes Maia
- Pesquisa Científica da Universidade Indiana nos EUA sobre gratidão.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Justiça das Aflições
Justiça das AfliçõesJustiça das Aflições
Justiça das Afliçõesigmateus
 
Ajuda te que o céu te ajudará
Ajuda te que o céu te ajudaráAjuda te que o céu te ajudará
Ajuda te que o céu te ajudaráLisete B.
 
Infortunios ocultos palestra
Infortunios ocultos palestraInfortunios ocultos palestra
Infortunios ocultos palestraDébora Homobono
 
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerda o que dê a vossa mão direita
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerdao que dê a vossa mão direitaCap 13 Não saiba a vossa mão esquerdao que dê a vossa mão direita
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerda o que dê a vossa mão direitagmo1973
 
Estudos do evangelho "O egoísmo"
Estudos do evangelho "O egoísmo"Estudos do evangelho "O egoísmo"
Estudos do evangelho "O egoísmo"Leonardo Pereira
 
Palestra Espírita - Bem aventurados os misericordiosos
Palestra Espírita - Bem aventurados os misericordiososPalestra Espírita - Bem aventurados os misericordiosos
Palestra Espírita - Bem aventurados os misericordiososDivulgador do Espiritismo
 
Estranha moral ESE Cap XXIII
Estranha moral ESE Cap XXIIIEstranha moral ESE Cap XXIII
Estranha moral ESE Cap XXIIIgrupodepaisceb
 
Escândalos
EscândalosEscândalos
Escândalosigmateus
 
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitosPalestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitosDivulgador do Espiritismo
 

Mais procurados (20)

Palestra Espírita - A paciência
Palestra Espírita - A paciênciaPalestra Espírita - A paciência
Palestra Espírita - A paciência
 
Palestra Espírita - Lei de amor
Palestra Espírita - Lei de amorPalestra Espírita - Lei de amor
Palestra Espírita - Lei de amor
 
Justiça das Aflições
Justiça das AfliçõesJustiça das Aflições
Justiça das Aflições
 
Alegria de Viver
Alegria de Viver Alegria de Viver
Alegria de Viver
 
Ajuda te que o céu te ajudará
Ajuda te que o céu te ajudaráAjuda te que o céu te ajudará
Ajuda te que o céu te ajudará
 
O Poder da Gratidão
O Poder da GratidãoO Poder da Gratidão
O Poder da Gratidão
 
Infortunios ocultos palestra
Infortunios ocultos palestraInfortunios ocultos palestra
Infortunios ocultos palestra
 
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerda o que dê a vossa mão direita
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerdao que dê a vossa mão direitaCap 13 Não saiba a vossa mão esquerdao que dê a vossa mão direita
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerda o que dê a vossa mão direita
 
Estudos do evangelho "O egoísmo"
Estudos do evangelho "O egoísmo"Estudos do evangelho "O egoísmo"
Estudos do evangelho "O egoísmo"
 
Caridade
Caridade  Caridade
Caridade
 
Palestra mágoa
Palestra mágoaPalestra mágoa
Palestra mágoa
 
Palestra Espírita - Bem aventurados os misericordiosos
Palestra Espírita - Bem aventurados os misericordiososPalestra Espírita - Bem aventurados os misericordiosos
Palestra Espírita - Bem aventurados os misericordiosos
 
A lei de amor ppt
A lei de amor pptA lei de amor ppt
A lei de amor ppt
 
Estranha moral ESE Cap XXIII
Estranha moral ESE Cap XXIIIEstranha moral ESE Cap XXIII
Estranha moral ESE Cap XXIII
 
Honrar Pai e Mãe
Honrar Pai e MãeHonrar Pai e Mãe
Honrar Pai e Mãe
 
Escândalos
EscândalosEscândalos
Escândalos
 
Causas anteriores das aflições
Causas anteriores das afliçõesCausas anteriores das aflições
Causas anteriores das aflições
 
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitosPalestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
 
TOLERÂNCIA NA VISÃO ESPÍRITA
TOLERÂNCIA NA VISÃO ESPÍRITATOLERÂNCIA NA VISÃO ESPÍRITA
TOLERÂNCIA NA VISÃO ESPÍRITA
 
Palestra 2 gratidão
Palestra 2 gratidãoPalestra 2 gratidão
Palestra 2 gratidão
 

Semelhante a O PODER DA GRATIDÃO

Semelhante a O PODER DA GRATIDÃO (20)

Gratidao
Gratidao  Gratidao
Gratidao
 
Mente humana e necessidades para se entender
Mente humana e necessidades para se entenderMente humana e necessidades para se entender
Mente humana e necessidades para se entender
 
Memoria do coracao kssf
Memoria do coracao kssfMemoria do coracao kssf
Memoria do coracao kssf
 
Bondade
BondadeBondade
Bondade
 
Nacao-Dopamina-Anna-Lembke.pdf
Nacao-Dopamina-Anna-Lembke.pdfNacao-Dopamina-Anna-Lembke.pdf
Nacao-Dopamina-Anna-Lembke.pdf
 
Nacao-Dopamina-Anna-Lembke.pdf
Nacao-Dopamina-Anna-Lembke.pdfNacao-Dopamina-Anna-Lembke.pdf
Nacao-Dopamina-Anna-Lembke.pdf
 
Piedade 2023.pptx
Piedade 2023.pptxPiedade 2023.pptx
Piedade 2023.pptx
 
O que sentimos sobre nos?
O que sentimos sobre nos?O que sentimos sobre nos?
O que sentimos sobre nos?
 
17. comece depressão na adolescência - 06.2013
17. comece   depressão na adolescência - 06.201317. comece   depressão na adolescência - 06.2013
17. comece depressão na adolescência - 06.2013
 
Segredo da felicidade
Segredo da felicidadeSegredo da felicidade
Segredo da felicidade
 
Decepções
DecepçõesDecepções
Decepções
 
Segredo da felicidade
Segredo da felicidadeSegredo da felicidade
Segredo da felicidade
 
A Arte de Reencantar Nossas Vidas
A Arte de Reencantar Nossas VidasA Arte de Reencantar Nossas Vidas
A Arte de Reencantar Nossas Vidas
 
Ciência do perdão
Ciência do perdãoCiência do perdão
Ciência do perdão
 
Conflitos familiares
Conflitos familiaresConflitos familiares
Conflitos familiares
 
Dicas para ser feliz
Dicas para ser felizDicas para ser feliz
Dicas para ser feliz
 
Gentileza
GentilezaGentileza
Gentileza
 
MAIORES PALESTRANTES DO BRASIL- JULIO CESAR
MAIORES PALESTRANTES DO BRASIL- JULIO CESARMAIORES PALESTRANTES DO BRASIL- JULIO CESAR
MAIORES PALESTRANTES DO BRASIL- JULIO CESAR
 
As Mais Belas Citações Sobre a Gratidão - 250 Citações Selecionadas.pdf
As Mais Belas Citações Sobre a Gratidão - 250 Citações Selecionadas.pdfAs Mais Belas Citações Sobre a Gratidão - 250 Citações Selecionadas.pdf
As Mais Belas Citações Sobre a Gratidão - 250 Citações Selecionadas.pdf
 
Ebook+Mentoria+IPE+-+Amplie+seu+potencial (1).pdf
Ebook+Mentoria+IPE+-+Amplie+seu+potencial (1).pdfEbook+Mentoria+IPE+-+Amplie+seu+potencial (1).pdf
Ebook+Mentoria+IPE+-+Amplie+seu+potencial (1).pdf
 

Mais de ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ

Mais de ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ (20)

ESTUDAR A SI MESMO - A ARTE MAIS DIFICIL.
ESTUDAR A SI MESMO - A ARTE MAIS DIFICIL.ESTUDAR A SI MESMO - A ARTE MAIS DIFICIL.
ESTUDAR A SI MESMO - A ARTE MAIS DIFICIL.
 
DOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS
DOENÇAS PSICOSSOMÁTICASDOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS
DOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS
 
AS DOENÇAS DA ALMA
AS DOENÇAS DA ALMAAS DOENÇAS DA ALMA
AS DOENÇAS DA ALMA
 
AUTOCONHECIMENTO - O CORPO FALA.pdf
AUTOCONHECIMENTO  - O CORPO FALA.pdfAUTOCONHECIMENTO  - O CORPO FALA.pdf
AUTOCONHECIMENTO - O CORPO FALA.pdf
 
A PAZ QUE VEM DE DENTRO.docx
A PAZ QUE VEM DE DENTRO.docxA PAZ QUE VEM DE DENTRO.docx
A PAZ QUE VEM DE DENTRO.docx
 
SONO E SONHOS VISÃO ESPIRITA
SONO E SONHOS VISÃO ESPIRITASONO E SONHOS VISÃO ESPIRITA
SONO E SONHOS VISÃO ESPIRITA
 
IMPORTANCIA DO SILENCIO JOANA DE ANGELIS.docx
IMPORTANCIA DO SILENCIO JOANA DE ANGELIS.docxIMPORTANCIA DO SILENCIO JOANA DE ANGELIS.docx
IMPORTANCIA DO SILENCIO JOANA DE ANGELIS.docx
 
DROGAS VISÃO ESPIRITA
DROGAS VISÃO ESPIRITADROGAS VISÃO ESPIRITA
DROGAS VISÃO ESPIRITA
 
BUDA - HERMANN HESSE.pptx
 BUDA  - HERMANN HESSE.pptx BUDA  - HERMANN HESSE.pptx
BUDA - HERMANN HESSE.pptx
 
O FENOMENO DA PROJEÇÃO
O FENOMENO DA PROJEÇÃOO FENOMENO DA PROJEÇÃO
O FENOMENO DA PROJEÇÃO
 
NOSSO DIAMANTE ADORMECIDO.docx
NOSSO DIAMANTE ADORMECIDO.docxNOSSO DIAMANTE ADORMECIDO.docx
NOSSO DIAMANTE ADORMECIDO.docx
 
PROJEÇÕES e a LEI DO ESPELHO .
PROJEÇÕES e a  LEI DO ESPELHO . PROJEÇÕES e a  LEI DO ESPELHO .
PROJEÇÕES e a LEI DO ESPELHO .
 
DEPRESSÃO - A DOENÇA DA ALMA
DEPRESSÃO -  A DOENÇA DA ALMADEPRESSÃO -  A DOENÇA DA ALMA
DEPRESSÃO - A DOENÇA DA ALMA
 
PP ESTUDA-TE A TI MESMO!
PP ESTUDA-TE A TI MESMO!PP ESTUDA-TE A TI MESMO!
PP ESTUDA-TE A TI MESMO!
 
NIVEIS DE CONSCIENCIA HUMANA pptx
NIVEIS DE CONSCIENCIA HUMANA pptxNIVEIS DE CONSCIENCIA HUMANA pptx
NIVEIS DE CONSCIENCIA HUMANA pptx
 
REFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptx
REFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptxREFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptx
REFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptx
 
AUTOCONSCIENCIA E AUTORRESPONSABILIDADE
AUTOCONSCIENCIA E AUTORRESPONSABILIDADEAUTOCONSCIENCIA E AUTORRESPONSABILIDADE
AUTOCONSCIENCIA E AUTORRESPONSABILIDADE
 
Somos como um uma pedra preciosa adormecida.
Somos como um  uma pedra preciosa adormecida. Somos como um  uma pedra preciosa adormecida.
Somos como um uma pedra preciosa adormecida.
 
REFORMA INTERIOR
REFORMA INTERIORREFORMA INTERIOR
REFORMA INTERIOR
 
DEPRESSAO X ATUALIDADE VISÃO ESPIRITUALISTA
DEPRESSAO X ATUALIDADE VISÃO ESPIRITUALISTADEPRESSAO X ATUALIDADE VISÃO ESPIRITUALISTA
DEPRESSAO X ATUALIDADE VISÃO ESPIRITUALISTA
 

Último

Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoJayaneSales1
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfLivro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfRafaela Vieira
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceSimulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceRonisHolanda
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTEJoaquim Colôa
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 

Último (20)

Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfLivro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceSimulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
 
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 

O PODER DA GRATIDÃO

  • 1. Educandário CAMINHO DE LUZ – Tânia Paupitz
  • 2. SIGNIFICA RECONHECIMENTO POR TUDO QUANTO SE RECEBE OU LHE É RECONHECIDO ! GRATIA  Latim - GRAÇA GRATUS AGRADÁVEL
  • 3. Denomina-se GRATIDÃO o sentimento positivo e harmonizador pelo qual reconhecemos o bem que outrem nos proporcionou.
  • 4. Espírito Joana de Angelis: "A gratidão é um sentimento mais profundo e significativo, porque não se limita apenas ao ato da recompensa habitual. É mais grandioso, porque traz satisfação e tem caráter psicoterapêutico. Todo aquele que é grato, que compreende o significado da gratidão real, goza de saúde física, emocional, psíquica porque sente alegria de viver, compartilha de todas as coisas, é membro atuante na organização social, é criativo e jubiloso". É comum, na nossa imaturidade emocional, acreditarmos que a gratidão é uma retribuição pelos favores que se recebe, como uma forma de devolução, pelo menos em parte.
  • 5. Segundo Joana de Angelis, livro Psicologia da Gratidão, psicografado por Divaldo de Franco: A GRATIDÃO começa pela HUMILDADE que nos possibilita o RECONHECIMENTO DAQUILO QUE NOS É OFERECIDO. Quando somos agradecidos vivenciamos o verdadeiro e pleno sentimento de alegria.
  • 6. -Já sentiu-se ENSTUSIASMADO, ao acordar numa manhã ENSOLARADA? -Já AGRADECEU por estar cercado de AMIGOS e pela SUA FAMÍLIA? - Já ficou aliviado e agradecido por ter-se livrado de algum acidente ou doença? -- Em alguma situação específica já AGRADECEU pela DOR, pois foi ela a RESPONSÁVEL por uma mudança de comportamento seu? -Já agradeceu pela sua melhoria intima, por menor que seja? - COSTUMAMOS FICAR PRESO AQUILO QUE NOS FALTA E DEIXAMOS DE APROVEITAR O QUE JÁ CONQUISTAMOS, -Queremos um emprego melhor, mas esquecemos de agradecer aquele que temos, queremos um relacionamento estável, porem, esquecemos que somos nós os responsáveis pela estabilidade do mesmo...
  • 7. Denomina-se ingratidão a ausência de um sentimento positivo e harmonizador ao não reconhecer o bem que outrem nos proporcionou por emoções de baixo teor vibratório típicas do ser ingrato.
  • 8. L.E – 937 “ As decepções que se originam da ingratidão e da fragilidade dos laços de família não constituem também para o homem de coração, uma fonte de amargura? ‘ Sim, mas deveis lastimar os INGRATOS e os amigos infiéis: SERÃO MAIS INFELIZES DO QUE VÓS; a INGRATIDÃO é FILHA DO EGOÍSMO E O EGOÍSTA ENCONTRARA mais tarde corações INSENSÍVEIS, como ele mesmo o foi. Lembrai-vos daquele que fizeram mais bem que vós, que valeram muito mais do que vós e que foram pagos com a ingratidão. Lembrai-vos do próprio JESUS que foi injuriado e desprezado neste mundo, tratado de velhaco e impostor, e não vos admireis de que o mesmo aconteça convosco. Que o bem que houverdes feito seja a vossa recompensa na terra e não vos importeis com o que dizem os que receberam os vossos benefícios. A INGRATIDÃO é uma prova para vossa PERSEVERANÇA na prática do bem; ser-vos-á levada em conta e aqueles que vos desprezaram serão tanto mais punidos, quanto maior lhes tenha sido a INGRATIDÃO”.
  • 9. LE – Que pensar das pessoas que tendo seus benefícios pagos com a A INGRATIDÃO, não fazem mais o bem com medo de reencontrar ingratos? Essas pessoas tem mais EGOÍSMO do que CARIDADE, porque não fazer o bem senão para dele receber sinais de reconhecimento, é o não fazer com desinteresse, e o benefícios desinteressado é o único benefício AGRADÁVEL A DEUS.
  • 10. -SOMOS INGRATOS quando esquecemos das coisas boas que nos fazem, - SOMOS INGRATOS quando queremos fazer prevalecer nossas verdades a qualquer custo, mesmo que venha prejudicar alguém... -SOMOS INGRATOS quando exigimos a PERFEIÇÃO ALHEIA, sabendo- nos IMPERFEITOS, -SOMOS INGRATOS, quando não nos damos conta do AMOR que devemos a nós mesmos... -SOMOS INGRATOS, quando apenas reclamamos xingamos, cobramos e criticamos ... -SOMOS INGRATOS, quando esquecemos das coisas boas que nos fazem.... -Será que podemos nos julgar superior ao outro? -----Quem de nós é isento do erro ou do equívoco?
  • 11.  QUANDO UMA EXPECTATIVA MUITO GRANDE É DEPOSITADA EM ALGO OU ALGUÉM, MAIOR SERÁ A DOR DA DECEPÇÃO.
  • 12. -EXERCITAR SEU AGRADECIMENTO PODE MUDAR A FORMA COMO VOCÊ VÊ O MUNDO. - PESQUISADORES da Universidade de Indiana, nos Estados Unidos, chegaram à conclusão de que ser grato pelas pequenas coisas da vida pode causar grandes mudanças – inclusive cerebrais. - Um artigo publicado no Jornal Científico Neuroimagem atesta que, depois de poucos meses exercitando sua gratidão por meio da escrita, seu cérebro passa a se sentir ainda mais condicionado a ser grato. E isso traz benefícios. -Essas investigações sobre os efeitos de se sentir grato ainda são bastante primordiais – e os próprios pesquisadores admitem isso. Há muito a aprender em termos de efeitos desse sentimento no cérebro e se realmente podemos relaciona-los a efeitos de longo prazo na forma como pensamos e agimos no cotidiano. Mas enquanto isso, talvez seja mesmo bom espalhar #gratidão por aí – e não apenas em uma hashtag.
  • 13.
  • 14. POR TODAS AS PESSOAS QUE ME PROPORCIONARAM A OPORTUNIDADE DE FALAR ; SEM ELAS EU NÃO TERIA RAZÃO PARA ESTAR AQUI !
  • 15. -A Psicologia da Gratidão – Joana D’Angelis – Divaldo Franco -Evangelho Segundo o Espiritismo – cap.14 - 9 -Livro dos Espíritos – questão 742 e 937 - O Poder da Gratidão – M.J.Ryan -Jornal Espirita – Bezerra de Menezes - Espírito Miramês – Médium João Nunes Maia - Pesquisa Científica da Universidade Indiana nos EUA sobre gratidão.