SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
A PAZ QUE VEM DE DENTRO!
Do autor Lourival Lopes, chamado “Ânimo! ”
“Preserva a tua paz. É com a paz que sentimos a vida mais
profundamente, compreendemos melhor as pessoas,
melhor trabalhas, dormes, pensas, ages e amas.
Conserva tua paz, mesmo que te apareçam complicações,
que se instalem revoltas, que percebas o fio da
incompreensão, a ponta da ironia, e que recebas palavras
amargas. Na hora da contrariedade, defende tua paz, para
que ela te defenda de mal maior. Lembra-te dos desastres
que a irritação acarreta em ti e nos outros, ao arruinar o
presente, comprometer o futuro e ceifar esperanças.
A PAZ QUE PROTEGES É AQUELA QUE TE DÁ
PROTEÇÃO”.
Atualmente, diante das dificuldades que todos vivenciamos,
a paz que tanto almejamos acaba transformando-se em artigo
de luxo pois, quase sempre somos confrontados e desafiados
pelos entornos da convivência familiar, social e profissional.
A falta de diálogo e paciência entre as pessoas acaba gerando
embates desnecessários; o orgulho e a prepotência
exacerbados diante da desenfreada busca do poder, as
máscaras sociais que utilizamos para esconder nossas
verdades internas; a ansiedade tão em voga no mundo moderno,
associada a uma sociedade onde o “ter” virou prioridade diante
de uma geração consumista, o descontrole emocional quando
nos deparamos com situações adversas; todas estas situações,
levam-nos a experenciar uma sociedade hipócrita e vazia, que
ainda vivencia experiências de dor e sofrimento.
Preservar nossa paz é fundamental para mantermos o equilíbrio
emocional, espiritual e físico, buscando uma vida de plenitude.
Quando compreendemos sua importância, nos damos conta do
quanto o impacto gerado por situações de cólera, ira, ciúmes,
apegos, irritabilidades e, tantas outras situações, acabam
trazendo-nos uma série de perturbações emocionais, espirituais,
ou físicas, na grande maioria através dos processos de
somatização.
Segundo o livro “O Ser Consciente”, de Divaldo Franco,
pelo Espírito Joana de Angelis sobre o Mecanismo de
Projeção, comenta:
Há uma natural e mórbida tendência no ser humano de ignorar
certas deficiências pessoais para projetá-las nos outros. Toda
vez que alguém combate com exagerada veemência
determinados traços de caráter de alguém, projeta-se nele,
transferindo do Eu, aquilo que o Ego não deseja reconhecer
como deficiente, a qualidade negativa que lhe é peculiar. Torna-
se a sua vítima o espelho no qual reflete inconscientemente.
Há uma necessidade de combater nos outros o que é
desagradável em si”.
Um exemplo dessa dinâmica relacionada a Projeção, está em
rotular, julgar, criticar, culpar alguma pessoa
por comportamento inadequado, ou um fracasso próprio.
Assim, evita-se o desconforto de admitir conscientemente a falta
cometida, guardando o sentimento no inconsciente tornando-se
uma vítima coitadinha do outro.
Outro exemplo que ilustra bem essa questão da projeção,
poderia estar relacionado ao fato de que ao tropeçarmos na rua,
a culpa é da administração pública municipal e, não da nossa
desatenção.
Importante que possamos defender nossa paz daquelas
pessoas especialistas em promover intrigas, maledicências,
críticas e tantas outras situações que visam nos desestabilizar.
A paz no mundo começa dentro de mim quando me aceito de
corpo e alma, investindo no processo de autoconhecimento,
reconhecendo minhas imperfeições (defeitos) com amor e
compaixão, trazendo-os para o nível da consciência.
Visite a página do autor com mais artigos:
www.stum.com.br/st10500

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a A paz interior e a projeção

Eae 105 Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres ( III )
Eae 105 Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres ( III )Eae 105 Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres ( III )
Eae 105 Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres ( III )PatiSousa1
 
Escutando sentimentos cap 04
Escutando sentimentos cap 04Escutando sentimentos cap 04
Escutando sentimentos cap 04Leonardo Pereira
 
Sintomas comuns da existência de maldição parte vi 14
Sintomas comuns da existência de maldição parte vi 14Sintomas comuns da existência de maldição parte vi 14
Sintomas comuns da existência de maldição parte vi 14mredil
 
Conflitos existenciais e o atendimento no centro espírita(Leonardo Pereira).
Conflitos existenciais e o atendimento no centro espírita(Leonardo Pereira). Conflitos existenciais e o atendimento no centro espírita(Leonardo Pereira).
Conflitos existenciais e o atendimento no centro espírita(Leonardo Pereira). Leonardo Pereira
 
Exposicao 28 junho 2011 auto-obsessao
Exposicao 28 junho 2011   auto-obsessaoExposicao 28 junho 2011   auto-obsessao
Exposicao 28 junho 2011 auto-obsessaocaminhodaluz41
 
A paciência
A paciênciaA paciência
A paciênciahome
 
Ara facilitar percebermos o papel do ego
Ara facilitar percebermos o papel do egoAra facilitar percebermos o papel do ego
Ara facilitar percebermos o papel do egocrom68
 
Resenha espirita on line 145
Resenha espirita on line 145Resenha espirita on line 145
Resenha espirita on line 145MRS
 
Reflexologia emocional
Reflexologia emocionalReflexologia emocional
Reflexologia emocionalIeda Perez
 
aautoestima_Anderson.pdf
aautoestima_Anderson.pdfaautoestima_Anderson.pdf
aautoestima_Anderson.pdfTelma Lima
 

Semelhante a A paz interior e a projeção (20)

Reeducação Emocional
Reeducação  EmocionalReeducação  Emocional
Reeducação Emocional
 
Obsessão e desobsessão
Obsessão e desobsessãoObsessão e desobsessão
Obsessão e desobsessão
 
Eae 105 Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres ( III )
Eae 105 Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres ( III )Eae 105 Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres ( III )
Eae 105 Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres ( III )
 
ÓDIO na visão Espírita
ÓDIO na visão EspíritaÓDIO na visão Espírita
ÓDIO na visão Espírita
 
Jornal do Espiritismo Edição Fevereiro/2012
Jornal do Espiritismo Edição Fevereiro/2012Jornal do Espiritismo Edição Fevereiro/2012
Jornal do Espiritismo Edição Fevereiro/2012
 
Escutando sentimentos cap 04
Escutando sentimentos cap 04Escutando sentimentos cap 04
Escutando sentimentos cap 04
 
Medo
MedoMedo
Medo
 
As fases do luto
As fases do luto   As fases do luto
As fases do luto
 
Sintomas comuns da existência de maldição parte vi 14
Sintomas comuns da existência de maldição parte vi 14Sintomas comuns da existência de maldição parte vi 14
Sintomas comuns da existência de maldição parte vi 14
 
Conflitos existenciais e o atendimento no centro espírita(Leonardo Pereira).
Conflitos existenciais e o atendimento no centro espírita(Leonardo Pereira). Conflitos existenciais e o atendimento no centro espírita(Leonardo Pereira).
Conflitos existenciais e o atendimento no centro espírita(Leonardo Pereira).
 
Exposicao 28 junho 2011 auto-obsessao
Exposicao 28 junho 2011   auto-obsessaoExposicao 28 junho 2011   auto-obsessao
Exposicao 28 junho 2011 auto-obsessao
 
A paciência
A paciênciaA paciência
A paciência
 
Ara facilitar percebermos o papel do ego
Ara facilitar percebermos o papel do egoAra facilitar percebermos o papel do ego
Ara facilitar percebermos o papel do ego
 
Resenha espirita on line 145
Resenha espirita on line 145Resenha espirita on line 145
Resenha espirita on line 145
 
Os duelos da atualidade
Os duelos da atualidadeOs duelos da atualidade
Os duelos da atualidade
 
Desobsessao
DesobsessaoDesobsessao
Desobsessao
 
Reflexologia emocional
Reflexologia emocionalReflexologia emocional
Reflexologia emocional
 
Emoções
EmoçõesEmoções
Emoções
 
aautoestima_Anderson.pdf
aautoestima_Anderson.pdfaautoestima_Anderson.pdf
aautoestima_Anderson.pdf
 
A autoestima
A autoestimaA autoestima
A autoestima
 

Mais de ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ

COMO ANDA SUA AUTOESTIMA na visão Espiritualistalideshare.pptx
COMO ANDA SUA AUTOESTIMA  na visão Espiritualistalideshare.pptxCOMO ANDA SUA AUTOESTIMA  na visão Espiritualistalideshare.pptx
COMO ANDA SUA AUTOESTIMA na visão Espiritualistalideshare.pptxARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 

Mais de ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ (20)

ESTUDAR A SI MESMO - A ARTE MAIS DIFICIL.
ESTUDAR A SI MESMO - A ARTE MAIS DIFICIL.ESTUDAR A SI MESMO - A ARTE MAIS DIFICIL.
ESTUDAR A SI MESMO - A ARTE MAIS DIFICIL.
 
DOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS
DOENÇAS PSICOSSOMÁTICASDOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS
DOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS
 
AS DOENÇAS DA ALMA
AS DOENÇAS DA ALMAAS DOENÇAS DA ALMA
AS DOENÇAS DA ALMA
 
AUTOCONHECIMENTO - O CORPO FALA.pdf
AUTOCONHECIMENTO  - O CORPO FALA.pdfAUTOCONHECIMENTO  - O CORPO FALA.pdf
AUTOCONHECIMENTO - O CORPO FALA.pdf
 
SONO E SONHOS VISÃO ESPIRITA
SONO E SONHOS VISÃO ESPIRITASONO E SONHOS VISÃO ESPIRITA
SONO E SONHOS VISÃO ESPIRITA
 
IMPORTANCIA DO SILENCIO JOANA DE ANGELIS.docx
IMPORTANCIA DO SILENCIO JOANA DE ANGELIS.docxIMPORTANCIA DO SILENCIO JOANA DE ANGELIS.docx
IMPORTANCIA DO SILENCIO JOANA DE ANGELIS.docx
 
DROGAS VISÃO ESPIRITA
DROGAS VISÃO ESPIRITADROGAS VISÃO ESPIRITA
DROGAS VISÃO ESPIRITA
 
BUDA - HERMANN HESSE.pptx
 BUDA  - HERMANN HESSE.pptx BUDA  - HERMANN HESSE.pptx
BUDA - HERMANN HESSE.pptx
 
O FENOMENO DA PROJEÇÃO
O FENOMENO DA PROJEÇÃOO FENOMENO DA PROJEÇÃO
O FENOMENO DA PROJEÇÃO
 
NOSSO DIAMANTE ADORMECIDO.docx
NOSSO DIAMANTE ADORMECIDO.docxNOSSO DIAMANTE ADORMECIDO.docx
NOSSO DIAMANTE ADORMECIDO.docx
 
PROJEÇÕES e a LEI DO ESPELHO .
PROJEÇÕES e a  LEI DO ESPELHO . PROJEÇÕES e a  LEI DO ESPELHO .
PROJEÇÕES e a LEI DO ESPELHO .
 
DEPRESSÃO - A DOENÇA DA ALMA
DEPRESSÃO -  A DOENÇA DA ALMADEPRESSÃO -  A DOENÇA DA ALMA
DEPRESSÃO - A DOENÇA DA ALMA
 
PP ESTUDA-TE A TI MESMO!
PP ESTUDA-TE A TI MESMO!PP ESTUDA-TE A TI MESMO!
PP ESTUDA-TE A TI MESMO!
 
NIVEIS DE CONSCIENCIA HUMANA pptx
NIVEIS DE CONSCIENCIA HUMANA pptxNIVEIS DE CONSCIENCIA HUMANA pptx
NIVEIS DE CONSCIENCIA HUMANA pptx
 
REFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptx
REFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptxREFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptx
REFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptx
 
AUTOCONSCIENCIA E AUTORRESPONSABILIDADE
AUTOCONSCIENCIA E AUTORRESPONSABILIDADEAUTOCONSCIENCIA E AUTORRESPONSABILIDADE
AUTOCONSCIENCIA E AUTORRESPONSABILIDADE
 
Somos como um uma pedra preciosa adormecida.
Somos como um  uma pedra preciosa adormecida. Somos como um  uma pedra preciosa adormecida.
Somos como um uma pedra preciosa adormecida.
 
REFORMA INTERIOR
REFORMA INTERIORREFORMA INTERIOR
REFORMA INTERIOR
 
DEPRESSAO X ATUALIDADE VISÃO ESPIRITUALISTA
DEPRESSAO X ATUALIDADE VISÃO ESPIRITUALISTADEPRESSAO X ATUALIDADE VISÃO ESPIRITUALISTA
DEPRESSAO X ATUALIDADE VISÃO ESPIRITUALISTA
 
COMO ANDA SUA AUTOESTIMA na visão Espiritualistalideshare.pptx
COMO ANDA SUA AUTOESTIMA  na visão Espiritualistalideshare.pptxCOMO ANDA SUA AUTOESTIMA  na visão Espiritualistalideshare.pptx
COMO ANDA SUA AUTOESTIMA na visão Espiritualistalideshare.pptx
 

Último

Material sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significadoMaterial sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significadofreivalentimpesente
 
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...silvana30986
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoRicardo Azevedo
 
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EGÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EMicheleRosa39
 
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdfAS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdfnatzarimdonorte
 
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).natzarimdonorte
 
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .natzarimdonorte
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxCelso Napoleon
 
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos  Fiéis Festa da Palavra CatequeseOração dos  Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequeseanamdp2004
 
O Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdf
O Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdfO Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdf
O Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdfSUELLENBALTARDELEU
 
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaWillemarSousa1
 
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptxGestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptxSebastioFerreira34
 
10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José Operário10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José OperárioNilson Almeida
 

Último (14)

Material sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significadoMaterial sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significado
 
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...
 
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.pptFluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
 
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EGÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
 
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdfAS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
 
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
 
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
 
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos  Fiéis Festa da Palavra CatequeseOração dos  Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequese
 
O Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdf
O Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdfO Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdf
O Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdf
 
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
 
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptxGestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
 
10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José Operário10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José Operário
 

A paz interior e a projeção

  • 1. A PAZ QUE VEM DE DENTRO! Do autor Lourival Lopes, chamado “Ânimo! ” “Preserva a tua paz. É com a paz que sentimos a vida mais profundamente, compreendemos melhor as pessoas, melhor trabalhas, dormes, pensas, ages e amas. Conserva tua paz, mesmo que te apareçam complicações, que se instalem revoltas, que percebas o fio da incompreensão, a ponta da ironia, e que recebas palavras amargas. Na hora da contrariedade, defende tua paz, para que ela te defenda de mal maior. Lembra-te dos desastres que a irritação acarreta em ti e nos outros, ao arruinar o presente, comprometer o futuro e ceifar esperanças. A PAZ QUE PROTEGES É AQUELA QUE TE DÁ PROTEÇÃO”. Atualmente, diante das dificuldades que todos vivenciamos, a paz que tanto almejamos acaba transformando-se em artigo de luxo pois, quase sempre somos confrontados e desafiados pelos entornos da convivência familiar, social e profissional. A falta de diálogo e paciência entre as pessoas acaba gerando embates desnecessários; o orgulho e a prepotência exacerbados diante da desenfreada busca do poder, as máscaras sociais que utilizamos para esconder nossas verdades internas; a ansiedade tão em voga no mundo moderno, associada a uma sociedade onde o “ter” virou prioridade diante de uma geração consumista, o descontrole emocional quando nos deparamos com situações adversas; todas estas situações, levam-nos a experenciar uma sociedade hipócrita e vazia, que ainda vivencia experiências de dor e sofrimento. Preservar nossa paz é fundamental para mantermos o equilíbrio emocional, espiritual e físico, buscando uma vida de plenitude. Quando compreendemos sua importância, nos damos conta do quanto o impacto gerado por situações de cólera, ira, ciúmes, apegos, irritabilidades e, tantas outras situações, acabam trazendo-nos uma série de perturbações emocionais, espirituais, ou físicas, na grande maioria através dos processos de somatização.
  • 2. Segundo o livro “O Ser Consciente”, de Divaldo Franco, pelo Espírito Joana de Angelis sobre o Mecanismo de Projeção, comenta: Há uma natural e mórbida tendência no ser humano de ignorar certas deficiências pessoais para projetá-las nos outros. Toda vez que alguém combate com exagerada veemência determinados traços de caráter de alguém, projeta-se nele, transferindo do Eu, aquilo que o Ego não deseja reconhecer como deficiente, a qualidade negativa que lhe é peculiar. Torna- se a sua vítima o espelho no qual reflete inconscientemente. Há uma necessidade de combater nos outros o que é desagradável em si”. Um exemplo dessa dinâmica relacionada a Projeção, está em rotular, julgar, criticar, culpar alguma pessoa por comportamento inadequado, ou um fracasso próprio. Assim, evita-se o desconforto de admitir conscientemente a falta cometida, guardando o sentimento no inconsciente tornando-se uma vítima coitadinha do outro. Outro exemplo que ilustra bem essa questão da projeção, poderia estar relacionado ao fato de que ao tropeçarmos na rua, a culpa é da administração pública municipal e, não da nossa desatenção. Importante que possamos defender nossa paz daquelas pessoas especialistas em promover intrigas, maledicências, críticas e tantas outras situações que visam nos desestabilizar. A paz no mundo começa dentro de mim quando me aceito de corpo e alma, investindo no processo de autoconhecimento, reconhecendo minhas imperfeições (defeitos) com amor e compaixão, trazendo-os para o nível da consciência. Visite a página do autor com mais artigos: www.stum.com.br/st10500