SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 8
Baixar para ler offline
Saudações de alegria, jovens! Sejam to-
dos bem vindos ao nosso COMECE, feito especi-
almente para você! Na verdade, cada detalhe do
nosso Correio é pensado para os jovens espíritas,
como um recurso a mais de leitura e informação
sobre temas da realidade juvenil espírita. Você
passa o dia em casa, estudando, assistindo televi-
são e vai de vez em quando ao centro espírita?
Dá uma olhada aqui no COMECE e você verá
outras boas opções no UM BORA, sempre tem
um evento voltado ao público jovem espírita, pra
você prestigiar, encontrar gente boa, espirituali-
zada e divertida. Ah! Tudo bem, mas você além
de todas as suas atividades não larga a internet,
não tem problema, se liga em nossa dica de aces-
so, no NAVEGANDO POR AÍ. Eu sei, você
acessa outros sites mas não fecha a aba do Face-
book, pois aproveita e acessa nosso perfil do CO-
MECE e nossa página, compartilha suas ideias, o
que você tem feito e imagens interessantes conos-
co. Você tá vendo, não faltam dicas em nossa
edição, e ainda tem muito mais, o que não pode é
você ficar aí parado, na tristeza, sem ter o que
fazer, faz uma leitura do nosso O PAPO É ESSE
e verá dicas pra você ou seus amigos que estão de
baixo astral. Vamos sair dessa, e buscar o espírito
jovem de diversão com bom senso, alegria e fra-
ternidade. Então, vamos nessa!?
Página 2
Editorial
DEPRESSÃO NA ADOLESCÊNCIA
Aline Sousa
alinesoesma@yahoo.com.br
Recado do Leitor
Galera do bem, amei o jornal do COMECE. Parabéns a todos
pela iniciativa, coragem e compromisso pela realização desse
trabalho de amor! Me remetam sempre que desejarem. Um
grande e fraterno abraço—Paz e Luz!
Arlane Lopes
ANO IV - Nº17
E aí galera! Navegando por aí encontramos mais um blog muito bacana para apresentar
pra vocês. Estou falando do Espiritismo.net Jovem (http://espnetjovem.blogspot.com.br/), um
espaço de divulgação de diversos assuntos que dialogam diretamente com a vida dos jovens es-
píritas. Encontramos nesse blog dicas de estudo e também mensagens de consciência cidadã
(independente da religião do leitor). Você também encontrará no Espiritismo.net Jovem a abor-
dagem de assuntos atuais na visão da Doutrina Espírita. Pra vocês ficarem com vontade acessar
vou dar alguns exemplos de assuntos discutidos: dia dos namorados, presença de seres de outro
planeta aqui na Terra, etc.
Parece um blog legal? Já era de se esperar, o Espiritismo.net Jovem é fruto do trabalho da
equipe de Infância e Juventude de dois sites espíritas de alcance nacional, o CVDEE
(http://www.cvdee.org.br/) e o Espiritismo.net (http://www.espiritismo.net/index.php). Aprovei-
tando pra linkar os espaços, o CVDEE é o Centro Virtual de Divulgação e Estudo Espírita, site
que oferece a opção de estudo em salas virtuais de uma gama de assuntos importantes pro Espiri-
tismo. E o Espiritismo.net funciona como uma canal de propagação e discussão de notícias refe-
rentes ao movimento espírita. Uma parceria dessas só podia dar certo. Naveguem vocês também
porque navegar é preciso!
Página 3
Navegando por Aí
Espiritismo.net Jovem
Joamila Brito
joamilab@yahoo.com
A
tenção, galerinha que enche o
nosso Movimento Espírita de ale-
gria e vitalidade! O COMECE
vem agora falar justamente sobre
essa alegria característica da juventude, ou melhor, a
falta dela. Quantas vezes ouvimos queixas e recla-
mações de amigos nossos, que, de tão frequentes,
acabam gerando uma atmosfera pesada só em che-
garmos perto dele? Será que em todas essas situa-
ções, a tristeza é apenas passageira ou é algo mais
profundo e duradouro? E quando somos nós que
sentimos uma tristeza tão profunda a ponto de não
termos vontade de estar com outras pessoas, de dor-
mir e até de sorrir?
Estamos falando de uma das piores doenças
do nosso século: a depressão. Isso mesmo, jovens, a
depressão é uma doença que precisa de diagnóstico
e de medicamentos para os casos mais graves.
Transtornos de humor; diminuição do desejo em
realizar tarefas que antes causavam prazer (isso se
chama: anedonia); problemas relacionados ao sono;
perda de energia ou fadiga constante; dificuldade de
concentração e diminuição na habilidade de pensar,
além de dificuldades em tomar decisões; perda de
apetite; baixa autoestima; sentimentos de inutilidade
ou culpa e pensamentos sobre morte e suicídio são
alguns dos sintomas da depressão, que podem com-
prometer a vida social, profissional e afetiva do indi-
víduo.
Geralmente, a depressão surge em adoles-
centes, fase em que passamos por muitas mudan-
ças em pouco tempo. A adolescência pode ser des-
tacada por algumas características, como o desen-
volvimento do autoconceito, da autoestima e de con-
ceitos mais complexos. É uma fase caracterizada
pelo aumento das responsabilidades sociais, familia-
res e, até mesmo, de direitos e deveres apresentados
no Estatuto da Criança e do Adolescente. Também é
uma fase de acentuadas mudanças biológicas e hor-
monais, que proporcionam, muitas vezes, dúvidas,
Página 4 DEPRESSÃO NA ADOLESCÊNCIA
Atenção, mocidades! Não nos esqueçamos de
que somos veículos transmissores de energia (a
chamada bioenergia)! É extremamente importante
nos mantermos otimistas, alegres e
entusiasmados em tudo o que fizermos.
O Papo é Esse
inquietações e mudanças de comportamento em rela-
ção aos pares sociais (amigos) e família.
Sabemos que as causas e as consequências da
depressão passam, necessariamente, por desequilí-
brios na saúde emocional e espiritual do ser. E o que
o Espiritismo tem a dizer sobre isso? O que pode-
mos fazer para combatê-la? Como se previne a de-
pressão?
Allan Kardec dizia que não existem doenças,
existem doentes, porque o Espírito é que se sente cul-
pado, consciente ou inconscientemente, com base na
Lei de Causa e Efeito, nascendo com as mais diversas
tendências para este ou aquele distúrbio psicológico
ou fisiológico. Uma vez entendido que a raiz de tudo
é o nosso espírito, entender o porquê das aflições é o
segundo passo para equilibramos a nossa afetividade.
No livro O Evangelho Segundo o Espiritismo,
Kardec dedica todo um capítulo às causas e justiça
das aflições (Cap. 5 – Bem-Aventurados os Aflitos):
“A quem, portanto, devem todas essas aflições, senão
a si mesmos? O homem é, assim, num grande número
de casos o autor de seus próprios infortúnios. Mas, em
vez de reconhecê-lo, acha mais simples, e menos hu-
milhante para a sua vaidade, acusar a sorte, a Provi-
dência, a falta de oportunidade, sua má estrela, en-
quanto, na verdade, sua má estrela é a sua própria in-
cúria. Os males dessa espécie constituem, seguramen-
te, um número considerável das vicissitudes da vida.
O homem os evitará, quando trabalhar para o seu adi-
antamento moral e intelectual.”
Destacamos ainda o trecho que diz que “O
homem pode abrandar ou aumentar o amargor das
suas provas, pela maneira de encarar a vida terrena.
ANO IV - Nº17 Página 5
Silvana Lícia
silvanalicia7_594@hotmail.com
Maior é o seu sofrimento, quando o considera mais longo.
Ora, aquele que se coloca no ponto de vista da vida espiritu-
al, abrange na sua visão a vida corpórea, como um ponto no
infinito, compreendendo a sua brevidade, sabendo que esse
momento penoso passa bem depressa. A certeza de um futu-
ro próximo e mais feliz o sustenta e encoraja, e em vez de
lamentar-se, ele agradece ao céu as dores que o fazem avan-
çar. Para aquele que, ao contrário, só vê a vida corpórea, esta
parece interminável, e a dor pesa sobre ele com todo o seu
peso. O resultado da maneira espiritual de encarar a vida é a
diminuição de importância das coisas mundanas, a modera-
ção dos desejos humanos, fazendo o homem contentar-se
com a sua posição, sem invejar a dos outros, e sentir menos
os seus revezes e decepções. Ele adquire, assim, uma calma
e uma resignação tão úteis à saúde do corpo como à da alma,
enquanto com a inveja, o ciúme e a ambição, entregam-se
voluntariamente à tortura, aumentando as misérias e as an-
gústias de sua curta existência.”.
Assim, a nossa saúde espiritual é também fortale-
cida pelas terapêuticas espíritas, como o hábito da prece,
da meditação, do Evangelho no Lar; o hábito de assistir a
palestras, tomar passes, participar de reuniões doutrinárias
para sairmos do pessimismo e, até mesmo, tomar água flui-
dificada.
Atenção, mocidades! Não nos esqueçamos de que
somos veículos transmissores de energia (a chamada bioe-
nergia)! É extremamente importante nos mantermos otimis-
tas, alegres e entusiasmados em tudo o que fizermos. Fará
bem a nós e a quem esteja conosco! Lembremo-nos de que
Jesus é fonte inesgotável de amor e fé. A prática do Bem que
Ele nos ensinou é a melhor forma de prevenção contra quais-
quer males. Não cultivemos as queixas, o baixo astral, as
reclamações! É preciso viver com alegria, mesmo na dor.
Nós nascemos para sermos amados, mas também para
amar imensamente!
Finalizando, uma bela reflexão acerca das palavras
de Joanna de Ângelis: “Abre-te ao amor e combaterás as
ocorrências depressivas, movimentando-te em paz na área da
afetividade com o pensamento em Deus.
Evita a hora vazia e resguarda-te da sofreguidão pelo
excesso de trabalho. Adestra-te, mentalmente, na resignação
diante do que te ocorra de desagradável e não possas mudar.
Quando sitiado pela ideia depressiva
alarga o campo de raciocínio e combate o pensa-
mento pessimista. Açodado pelas reminiscências
perniciosas, de contornos imprecisos, sobrepõe
as aspirações da luta e age, vencendo o cansaço.
Quem se habilita na ação bem conduzida
e dirige o raciocínio com equilíbrio, não tomba
nas redes bem urdidas da depressão. Toda vez
que uma ideia prejudicial intentar espraiar-se nas
telas do pensamento obnubilando-te a razão, re-
corre à prece e a polivalência de conceitos, impe-
dindo-lhe a fixação.
Agradecendo a Deus a benção do renas-
cimento na carne, conscientiza-te da sua utilida-
de e significação superior, combatendo os recei-
os do passado espiritual, os mecanismos incons-
cientes de culpa, e produze com alegria. Rece-
bendo ou não tratamento especializado sob a ori-
entação de algum facultativo, aprofunda a terapia
espiritual e reage, compreendendo que todos os
males que infelicitam o homem procedem do
espírito que ele é, no qual se encontram estrutu-
radas as conquistas e as quedas, no largo meca-
nismo da evolução inevitável.”
(trecho retirado de Joanna de Ângelis /
Divaldo Pereira Franco - Mensagem extraída da
obra Receitas de Paz)
Referências
 O Evangelho Segundo o Espiritismo –
Allan Kardec
 Artigo “Estrutura e suporte familiar como
fatores de risco na depressão de adolescentes”,
de Makilim Nunes Baptista, Adriana Said Daher
Baptista
Rosana Righetto Dias (http://www.scielo.br/
scielo.php?pid=S1414-
98932001000200007&script=sci_arttext)
 Programa Transição – A visão espírita para
um novo tempo, Tema: Depressão, com Divaldo
Franco
Se você é ligado nas redes sociais, deve
ter ouvido falar, ao menos uma vez
nas últimas semanas, sobre o Estatuto do
Nascituro. Apesar de o nome parecer compli-
cado, a ideia é simples: um projeto de lei
que protege a vida do bebê ainda na barri-
ga da mãe, desde o momento da concepção.
A primeira vista, até pensamos que isso é des-
necessário, porque o aborto já é considerado
crime no Brasil. O problema, e é daí que sur-
ge a necessidade do projeto, é que muitos gru-
pos vêm tentando descriminalizar o aborto em
nosso País, e, infelizmente, tem muita gente
apoiando isso.
Antes de falar mais sobre o Estatuto, é
importante deixar claro o que o Espiritismo
diz sobre o aborto. A pergunta 358 de O Livro
dos Espíritos traz a seguinte questão:
“Constitui crime a provocação do aborto, em
qualquer período da gestação?”. E a resposta
dada pelos espíritos é essa: “Há crime sempre
que transgredis a lei de Deus. Uma mãe, ou
quem quer que seja, cometerá crime sempre
que tirar a vida a uma criança antes do seu
nascimento, por isso que impede uma alma de
passar pelas provas a que serviria de instru-
mento o corpo que se estava formando”. Ou
seja, o Espiritismo é contra o aborto em qual-
quer hipótese, a menos que haja risco de vida
para a mãe (isso é explicado na pergunta 359).
Visto isso, voltamos ao assunto do Es-
tatuto. Muita gente desinformada está criti-
cando o projeto, dizendo que ele reduz os di-
reitos da mulher, e até deram a ele o maldoso
apelido de Bolsa-Estupro. É preciso tomar
cuidado para não cair nessas cascas de bana-
na! Tudo que o projeto de lei fará, se apro-
vado, é resguardar o primeiro e principal
direito de qualquer ser humano: o de nas-
cer.
Quando foi apresentado pela primeira
vez, em 2007, o projeto não levava em consi-
Página 6
O Mundo Mudando
Você conhece o Estatuto do Nascituro ?
DEPRESSÃO NA ADOLESCÊNCIA
Denise Ferreira
denise.cr@hotmail.com
deração o artigo 128 do Código Penal Brasileiro,
que autoriza o aborto em caso de estupro ou de
risco de vida da mãe. Mas o projeto foi modifi-
cado em 2010, e a versão que está valendo (e tra-
mitando na Câmara dos Deputados, em Brasília) é
outra, que deixa bem claro que o Estatuto não
muda isso. Ou seja, mesmo que o projeto seja
aprovado, essa lei permanece do mesmo jeito.
O que o Estatuto do Nascituro propõe so-
bre a gravidez em caso de estupro é que o gover-
no dê alternativas viáveis para a mulher que esco-
lha não interromper a gestação. Entre essas alter-
nativas, estão o pagamento de uma pensão para a
criança até que ela complete 18 anos ou ajuda no
encaminhamento do bebê para adoção, caso a mu-
lher queira isso, e acompanhamento psicológico
para a mãe. Por tanto, não se trata de obrigar a
mulher a nada, mas de dar a ela melhores pos-
sibilidades de escolha.
Se você quiser ficar mais bem informado
sobre o assunto, todo o conteúdo do Estatuto do
Nascituro (também chamado de PL 478/2007)
está disponível nesse endereço: http://
www.camara.gov.br/proposicoesWeb/
prop_mostrarintegra?
codteor=770928&filename=Parecer-CSSF-19-05-
2010. Outra boa fonte de informação é o site do
movimento Brasil Sem Aborto
(www.brasilsemaborto.com.br). E se você tam-
bém quer ajudar a defender o direito de nascer de
muitos bebês brasileiros, pode assinar o abaixo-
assinado em favor do Estatuto, que está disponí-
vel no link http://www.ipetitions.com/petition/
estatutodonascituro/.
ANO IV - Nº17 Página 7
Um Bora!
Um chamamento do amor
Pessoal, todos os anos nós temos a maior vontade de ir e a
maior alegria de estar neste que é um dos melhores eventos do ca-
lendário Espírita do Ceará. Sabe qual é esse evento onde a arte, o
bom gosto, a sensibilidade, o respeito ao próximo, a solidariedade
e a grande alegria da amizade são os personagens principais?
Nós estamos falando do tradicional encontro de arte do
Irmão Leite, que sempre acontece na época do Fortal, ajudando a
mandar energias positivas para os pacientes do Hospital Nosso Lar
e para toda a cidade de Fortaleza.
Este ano, a organização resolveu homenagear os setenta
anos da Obra Mediúnica de Emmanuel, Paulo e Estevão, Romance
épico sobre a vida desses grandes nomes e homens que fizeram
brilhar a História do Cristianismo. Para fazer a festa acontecer, o
Centro Espírita Irmão Leite nos presenteará com algumas surpre-
sas, das quais já podemos saber de algumas, que serão as seguintes
atrações artísticas: Suzy Holanda, JEAC, Cacau Lopes, Luiz Enri-
que e Vera Papede (Os três últimos convidados especiais vindos
de Minas Gerais) além da poesia de Frans Beno (Integrante do
Grupo AME).
Dez anos não podem passar em branco, e você vai ficar de
fora dessa grande festa? Então Um Bora! no dia 27 de julho de
2013 às 17:00 horas no estacionamento do Hospital Nosso Lar.
Francisco Valjuan
valjuanx@hotmail.com
Mandem seus recados pra gente por
e-mail: come_ce@yahoo.com.br
Com Verso
À Terra (trecho)
Só Riso
(Aos pessimistas)
Se há noite escura na Terra,
Onde rugem tempestades,
Se há tristezas, se há saudades,
Amargura e dissabor,
Também há dias dourados
De sol e de melodias,
Esperanças e alegrias,
Canções de eterno fulgor!
A Terra é um mundo ditoso,
Um paraíso de amores,
Jardim de risos e flores
Rolando no céu azul.
Um hino de força e vida
Palpita em suas entranhas,
Retumba pelas montanhas,
Ecoa de Norte a Sul.
Casimiro de Abreu
Psicografia: Chico Xavier
Livro: Parnaso de Além Túmulo
Página 8 DEPRESSÃO NA ADOLESCÊNCIA
EXPEDIENTE
Edição: Aline Sousa, Francisco Valju-
an, Joamila Brito e Silvana Lícia.
Revisão: Aline Sousa.
Diagramação: Joamila Brito.
Textos nesta edição: Aline Sousa,
Denise Ferreira, Francisco Valjuan,
Joamila Brito, Silvana Lícia.
Desenho da capa de Lézio Jr.
(http://www.diarioweb.com.br/novoportal/Img/C
ache/500/392/t/368fb64cf5923ad271f29fa476795c0
8.jpg )

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Trabalho de grupo (depressão)
Trabalho de grupo (depressão)Trabalho de grupo (depressão)
Trabalho de grupo (depressão)gomespereira64
 
Pregação 16.07.17 depressão 1
Pregação 16.07.17 depressão 1Pregação 16.07.17 depressão 1
Pregação 16.07.17 depressão 1Dagmar Wendt
 
Depressão: o que é, tratamento e estratégias
Depressão: o que é, tratamento e estratégiasDepressão: o que é, tratamento e estratégias
Depressão: o que é, tratamento e estratégiasMaria Cristina Lopes
 
Aula depressao cícero mais médicos
Aula depressao cícero mais médicosAula depressao cícero mais médicos
Aula depressao cícero mais médicosTereza Paula
 
Depressão na pessoa idosa rui grilo
Depressão na pessoa idosa    rui griloDepressão na pessoa idosa    rui grilo
Depressão na pessoa idosa rui griloRui Grilo
 
"Falando Sobre Depressão"
"Falando Sobre Depressão""Falando Sobre Depressão"
"Falando Sobre Depressão"Caio Maximino
 
Depressão - Marcelly e Marcilene
Depressão -  Marcelly e MarcileneDepressão -  Marcelly e Marcilene
Depressão - Marcelly e Marcilenemahvieira
 
Feira do conhecimento 2014 - DEPRESSÃO
Feira do conhecimento   2014 - DEPRESSÃOFeira do conhecimento   2014 - DEPRESSÃO
Feira do conhecimento 2014 - DEPRESSÃORodrigo
 

Mais procurados (20)

Depressão dor anonima
Depressão dor anonimaDepressão dor anonima
Depressão dor anonima
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 
Citologia - Depressao
Citologia - DepressaoCitologia - Depressao
Citologia - Depressao
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 
Vencendo a depressão
Vencendo a depressãoVencendo a depressão
Vencendo a depressão
 
Depressão e Suicício
Depressão e SuicícioDepressão e Suicício
Depressão e Suicício
 
A Depressão
A DepressãoA Depressão
A Depressão
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 
Depressao na mulher
Depressao na mulherDepressao na mulher
Depressao na mulher
 
Trabalho de grupo (depressão)
Trabalho de grupo (depressão)Trabalho de grupo (depressão)
Trabalho de grupo (depressão)
 
Pregação 16.07.17 depressão 1
Pregação 16.07.17 depressão 1Pregação 16.07.17 depressão 1
Pregação 16.07.17 depressão 1
 
Depressão palestra
Depressão   palestraDepressão   palestra
Depressão palestra
 
Depressão: o que é, tratamento e estratégias
Depressão: o que é, tratamento e estratégiasDepressão: o que é, tratamento e estratégias
Depressão: o que é, tratamento e estratégias
 
Depressão palestra uniplac
Depressão   palestra uniplacDepressão   palestra uniplac
Depressão palestra uniplac
 
Aula depressao cícero mais médicos
Aula depressao cícero mais médicosAula depressao cícero mais médicos
Aula depressao cícero mais médicos
 
Depressão na pessoa idosa rui grilo
Depressão na pessoa idosa    rui griloDepressão na pessoa idosa    rui grilo
Depressão na pessoa idosa rui grilo
 
Depressão - Conhecendo o fundo do poço
Depressão - Conhecendo o fundo do poçoDepressão - Conhecendo o fundo do poço
Depressão - Conhecendo o fundo do poço
 
"Falando Sobre Depressão"
"Falando Sobre Depressão""Falando Sobre Depressão"
"Falando Sobre Depressão"
 
Depressão - Marcelly e Marcilene
Depressão -  Marcelly e MarcileneDepressão -  Marcelly e Marcilene
Depressão - Marcelly e Marcilene
 
Feira do conhecimento 2014 - DEPRESSÃO
Feira do conhecimento   2014 - DEPRESSÃOFeira do conhecimento   2014 - DEPRESSÃO
Feira do conhecimento 2014 - DEPRESSÃO
 

Destaque

Depressão na infancia e na adolescencia
Depressão na infancia e na adolescenciaDepressão na infancia e na adolescencia
Depressão na infancia e na adolescenciaeduardo guagliardi
 
Terapia cognitivo comportamental para as disfunções sexuais
Terapia cognitivo comportamental para as disfunções sexuaisTerapia cognitivo comportamental para as disfunções sexuais
Terapia cognitivo comportamental para as disfunções sexuaisEduardo Moreira
 
TERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL DA DEPRESSÃO
TERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL DA DEPRESSÃOTERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL DA DEPRESSÃO
TERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL DA DEPRESSÃOSerafim Carvalho, MD, PhD
 
Identificando e mudando as crenças intermediárias - TCC
Identificando e mudando as crenças intermediárias - TCCIdentificando e mudando as crenças intermediárias - TCC
Identificando e mudando as crenças intermediárias - TCCSarah Karenina
 
Palestra na Residência em Psicologia UNIFESP 2016
Palestra na Residência em Psicologia UNIFESP 2016Palestra na Residência em Psicologia UNIFESP 2016
Palestra na Residência em Psicologia UNIFESP 2016Marcelo da Rocha Carvalho
 

Destaque (9)

Depressão na infancia e na adolescencia
Depressão na infancia e na adolescenciaDepressão na infancia e na adolescencia
Depressão na infancia e na adolescencia
 
Depressão Infância e Adolescência
Depressão Infância e AdolescênciaDepressão Infância e Adolescência
Depressão Infância e Adolescência
 
Depressão
Depressão Depressão
Depressão
 
Terapia cognitivo comportamental para as disfunções sexuais
Terapia cognitivo comportamental para as disfunções sexuaisTerapia cognitivo comportamental para as disfunções sexuais
Terapia cognitivo comportamental para as disfunções sexuais
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 
TERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL DA DEPRESSÃO
TERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL DA DEPRESSÃOTERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL DA DEPRESSÃO
TERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL DA DEPRESSÃO
 
Tristeza e depressão
Tristeza e depressãoTristeza e depressão
Tristeza e depressão
 
Identificando e mudando as crenças intermediárias - TCC
Identificando e mudando as crenças intermediárias - TCCIdentificando e mudando as crenças intermediárias - TCC
Identificando e mudando as crenças intermediárias - TCC
 
Palestra na Residência em Psicologia UNIFESP 2016
Palestra na Residência em Psicologia UNIFESP 2016Palestra na Residência em Psicologia UNIFESP 2016
Palestra na Residência em Psicologia UNIFESP 2016
 

Semelhante a Combatendo a depressão na juventude espírita

Espaço para Deus - Henri Nouwen.pdf
Espaço para Deus - Henri      Nouwen.pdfEspaço para Deus - Henri      Nouwen.pdf
Espaço para Deus - Henri Nouwen.pdfdautoviana79
 
Obssidade da alma atual (leonardo pereira).
Obssidade da alma atual (leonardo pereira).Obssidade da alma atual (leonardo pereira).
Obssidade da alma atual (leonardo pereira).Leonardo Pereira
 
Boletim o pae dezembro 2019
Boletim o pae   dezembro 2019 Boletim o pae   dezembro 2019
Boletim o pae dezembro 2019 O PAE PAE
 
Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?
Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?
Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?Marcelo Suster
 
5 Maneiras de ter Mais Saúde Emocional - Caminhos para Desenvolvimento Pessoal
5 Maneiras de ter Mais Saúde Emocional - Caminhos para Desenvolvimento Pessoal5 Maneiras de ter Mais Saúde Emocional - Caminhos para Desenvolvimento Pessoal
5 Maneiras de ter Mais Saúde Emocional - Caminhos para Desenvolvimento Pessoalaluana_santos
 
Boletim informativo abril2015
Boletim informativo   abril2015Boletim informativo   abril2015
Boletim informativo abril2015fespiritacrista
 
2 prevencao de suicidio com efeitos
2 prevencao de suicidio com efeitos2 prevencao de suicidio com efeitos
2 prevencao de suicidio com efeitosventofrio
 
Boletim informativo setembro 2013
Boletim informativo   setembro 2013Boletim informativo   setembro 2013
Boletim informativo setembro 2013fespiritacrista
 
Revista bem estar-20140615
Revista bem estar-20140615Revista bem estar-20140615
Revista bem estar-20140615Fernanda Caprio
 
Abraçando a vida.pptx
Abraçando a vida.pptxAbraçando a vida.pptx
Abraçando a vida.pptxDenner Macêdo
 
Pais Gestores de sua Felicidade
Pais Gestores de sua FelicidadePais Gestores de sua Felicidade
Pais Gestores de sua FelicidadeMediar2922
 
Revista bem estar-20130818
Revista bem estar-20130818 Revista bem estar-20130818
Revista bem estar-20130818 Fernanda Caprio
 
(((Vacina contra depressão)))
(((Vacina contra depressão)))(((Vacina contra depressão)))
(((Vacina contra depressão)))Andre Lenz
 
Felicidade E Infelicidade Relativa
Felicidade E  Infelicidade  RelativaFelicidade E  Infelicidade  Relativa
Felicidade E Infelicidade RelativaSergio Menezes
 
Revista Boa Vontade, edição 190
Revista Boa Vontade, edição 190Revista Boa Vontade, edição 190
Revista Boa Vontade, edição 190Boa Vontade
 
Saúde emocional
Saúde emocionalSaúde emocional
Saúde emocionalJosi Borges
 

Semelhante a Combatendo a depressão na juventude espírita (20)

Espaço para Deus - Henri Nouwen.pdf
Espaço para Deus - Henri      Nouwen.pdfEspaço para Deus - Henri      Nouwen.pdf
Espaço para Deus - Henri Nouwen.pdf
 
Obssidade da alma atual (leonardo pereira).
Obssidade da alma atual (leonardo pereira).Obssidade da alma atual (leonardo pereira).
Obssidade da alma atual (leonardo pereira).
 
Doenças da alma
Doenças da alma Doenças da alma
Doenças da alma
 
Boletim o pae dezembro 2019
Boletim o pae   dezembro 2019 Boletim o pae   dezembro 2019
Boletim o pae dezembro 2019
 
Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?
Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?
Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?
 
5 Maneiras de ter Mais Saúde Emocional - Caminhos para Desenvolvimento Pessoal
5 Maneiras de ter Mais Saúde Emocional - Caminhos para Desenvolvimento Pessoal5 Maneiras de ter Mais Saúde Emocional - Caminhos para Desenvolvimento Pessoal
5 Maneiras de ter Mais Saúde Emocional - Caminhos para Desenvolvimento Pessoal
 
Boletim informativo abril2015
Boletim informativo   abril2015Boletim informativo   abril2015
Boletim informativo abril2015
 
2 prevencao de suicidio com efeitos
2 prevencao de suicidio com efeitos2 prevencao de suicidio com efeitos
2 prevencao de suicidio com efeitos
 
Boletim informativo setembro 2013
Boletim informativo   setembro 2013Boletim informativo   setembro 2013
Boletim informativo setembro 2013
 
Revista bem estar-20140615
Revista bem estar-20140615Revista bem estar-20140615
Revista bem estar-20140615
 
Abraçando a vida.pptx
Abraçando a vida.pptxAbraçando a vida.pptx
Abraçando a vida.pptx
 
CRESCIMENTO PESSOAL
CRESCIMENTO PESSOALCRESCIMENTO PESSOAL
CRESCIMENTO PESSOAL
 
Pais Gestores de sua Felicidade
Pais Gestores de sua FelicidadePais Gestores de sua Felicidade
Pais Gestores de sua Felicidade
 
Revista bem estar-20130818
Revista bem estar-20130818 Revista bem estar-20130818
Revista bem estar-20130818
 
(((Vacina contra depressão)))
(((Vacina contra depressão)))(((Vacina contra depressão)))
(((Vacina contra depressão)))
 
Felicidade E Infelicidade Relativa
Felicidade E  Infelicidade  RelativaFelicidade E  Infelicidade  Relativa
Felicidade E Infelicidade Relativa
 
O que é qualidade de vida
O que é qualidade de vidaO que é qualidade de vida
O que é qualidade de vida
 
Doenças da alma
Doenças da almaDoenças da alma
Doenças da alma
 
Revista Boa Vontade, edição 190
Revista Boa Vontade, edição 190Revista Boa Vontade, edição 190
Revista Boa Vontade, edição 190
 
Saúde emocional
Saúde emocionalSaúde emocional
Saúde emocional
 

Mais de comece

COMECE - ... o Amor - 09.2013
COMECE - ... o Amor - 09.2013COMECE - ... o Amor - 09.2013
COMECE - ... o Amor - 09.2013comece
 
19. COMECE - Quem tem medo da Mediunidade?
19. COMECE - Quem tem medo da Mediunidade?19. COMECE - Quem tem medo da Mediunidade?
19. COMECE - Quem tem medo da Mediunidade?comece
 
18. a alegria de ser jovem
18. a alegria de ser jovem18. a alegria de ser jovem
18. a alegria de ser jovemcomece
 
COMECE - O Poder das Palavras
COMECE - O Poder das PalavrasCOMECE - O Poder das Palavras
COMECE - O Poder das Palavrascomece
 
Comece edição especial_04.2013
Comece edição especial_04.2013Comece edição especial_04.2013
Comece edição especial_04.2013comece
 
13. COMECE - Sexo: Bem ou Mal?
13. COMECE - Sexo: Bem ou Mal?13. COMECE - Sexo: Bem ou Mal?
13. COMECE - Sexo: Bem ou Mal?comece
 
12. COMECE - O Jovem e o Movimento Espírita
12. COMECE - O Jovem e o Movimento Espírita12. COMECE - O Jovem e o Movimento Espírita
12. COMECE - O Jovem e o Movimento Espíritacomece
 
11. comece ciência espírita - 03 e 04.2012
11. comece   ciência espírita - 03 e 04.201211. comece   ciência espírita - 03 e 04.2012
11. comece ciência espírita - 03 e 04.2012comece
 
10. comece astrologia na visão espírita - 01 e 02.2012
10. comece   astrologia na visão espírita - 01 e 02.201210. comece   astrologia na visão espírita - 01 e 02.2012
10. comece astrologia na visão espírita - 01 e 02.2012comece
 
09. comece caridade no mundo jovem - 11 e 12.2011
09. comece   caridade no mundo jovem -  11 e 12.201109. comece   caridade no mundo jovem -  11 e 12.2011
09. comece caridade no mundo jovem - 11 e 12.2011comece
 
COMECE - As Redes Sociais e a Difusão da Doutrina Espírita
COMECE - As Redes Sociais e a Difusão da Doutrina EspíritaCOMECE - As Redes Sociais e a Difusão da Doutrina Espírita
COMECE - As Redes Sociais e a Difusão da Doutrina Espíritacomece
 
Comece - Setembro 2010
Comece - Setembro 2010Comece - Setembro 2010
Comece - Setembro 2010comece
 
Comece - Agosto 2010
Comece - Agosto 2010Comece - Agosto 2010
Comece - Agosto 2010comece
 
Comece! - Julho 2010
Comece! - Julho 2010Comece! - Julho 2010
Comece! - Julho 2010comece
 
Comece - Junho 2010
Comece - Junho 2010Comece - Junho 2010
Comece - Junho 2010comece
 
Comece! Maio 2010
Comece! Maio 2010Comece! Maio 2010
Comece! Maio 2010comece
 
Comece! Abril 2010
Comece! Abril 2010Comece! Abril 2010
Comece! Abril 2010comece
 

Mais de comece (17)

COMECE - ... o Amor - 09.2013
COMECE - ... o Amor - 09.2013COMECE - ... o Amor - 09.2013
COMECE - ... o Amor - 09.2013
 
19. COMECE - Quem tem medo da Mediunidade?
19. COMECE - Quem tem medo da Mediunidade?19. COMECE - Quem tem medo da Mediunidade?
19. COMECE - Quem tem medo da Mediunidade?
 
18. a alegria de ser jovem
18. a alegria de ser jovem18. a alegria de ser jovem
18. a alegria de ser jovem
 
COMECE - O Poder das Palavras
COMECE - O Poder das PalavrasCOMECE - O Poder das Palavras
COMECE - O Poder das Palavras
 
Comece edição especial_04.2013
Comece edição especial_04.2013Comece edição especial_04.2013
Comece edição especial_04.2013
 
13. COMECE - Sexo: Bem ou Mal?
13. COMECE - Sexo: Bem ou Mal?13. COMECE - Sexo: Bem ou Mal?
13. COMECE - Sexo: Bem ou Mal?
 
12. COMECE - O Jovem e o Movimento Espírita
12. COMECE - O Jovem e o Movimento Espírita12. COMECE - O Jovem e o Movimento Espírita
12. COMECE - O Jovem e o Movimento Espírita
 
11. comece ciência espírita - 03 e 04.2012
11. comece   ciência espírita - 03 e 04.201211. comece   ciência espírita - 03 e 04.2012
11. comece ciência espírita - 03 e 04.2012
 
10. comece astrologia na visão espírita - 01 e 02.2012
10. comece   astrologia na visão espírita - 01 e 02.201210. comece   astrologia na visão espírita - 01 e 02.2012
10. comece astrologia na visão espírita - 01 e 02.2012
 
09. comece caridade no mundo jovem - 11 e 12.2011
09. comece   caridade no mundo jovem -  11 e 12.201109. comece   caridade no mundo jovem -  11 e 12.2011
09. comece caridade no mundo jovem - 11 e 12.2011
 
COMECE - As Redes Sociais e a Difusão da Doutrina Espírita
COMECE - As Redes Sociais e a Difusão da Doutrina EspíritaCOMECE - As Redes Sociais e a Difusão da Doutrina Espírita
COMECE - As Redes Sociais e a Difusão da Doutrina Espírita
 
Comece - Setembro 2010
Comece - Setembro 2010Comece - Setembro 2010
Comece - Setembro 2010
 
Comece - Agosto 2010
Comece - Agosto 2010Comece - Agosto 2010
Comece - Agosto 2010
 
Comece! - Julho 2010
Comece! - Julho 2010Comece! - Julho 2010
Comece! - Julho 2010
 
Comece - Junho 2010
Comece - Junho 2010Comece - Junho 2010
Comece - Junho 2010
 
Comece! Maio 2010
Comece! Maio 2010Comece! Maio 2010
Comece! Maio 2010
 
Comece! Abril 2010
Comece! Abril 2010Comece! Abril 2010
Comece! Abril 2010
 

Último

AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024RaniereSilva14
 
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaWillemarSousa1
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxCelso Napoleon
 
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptxPIB Penha
 
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns EsclarecedoresEvangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns EsclarecedoresAntonino Silva
 
slide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaslide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaFranklinOliveira30
 
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica DominicalLIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica DominicalAmaroJunior21
 

Último (8)

AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
 
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
 
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdfO Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
 
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
 
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns EsclarecedoresEvangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
 
slide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaslide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarística
 
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica DominicalLIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
 

Combatendo a depressão na juventude espírita

  • 1.
  • 2. Saudações de alegria, jovens! Sejam to- dos bem vindos ao nosso COMECE, feito especi- almente para você! Na verdade, cada detalhe do nosso Correio é pensado para os jovens espíritas, como um recurso a mais de leitura e informação sobre temas da realidade juvenil espírita. Você passa o dia em casa, estudando, assistindo televi- são e vai de vez em quando ao centro espírita? Dá uma olhada aqui no COMECE e você verá outras boas opções no UM BORA, sempre tem um evento voltado ao público jovem espírita, pra você prestigiar, encontrar gente boa, espirituali- zada e divertida. Ah! Tudo bem, mas você além de todas as suas atividades não larga a internet, não tem problema, se liga em nossa dica de aces- so, no NAVEGANDO POR AÍ. Eu sei, você acessa outros sites mas não fecha a aba do Face- book, pois aproveita e acessa nosso perfil do CO- MECE e nossa página, compartilha suas ideias, o que você tem feito e imagens interessantes conos- co. Você tá vendo, não faltam dicas em nossa edição, e ainda tem muito mais, o que não pode é você ficar aí parado, na tristeza, sem ter o que fazer, faz uma leitura do nosso O PAPO É ESSE e verá dicas pra você ou seus amigos que estão de baixo astral. Vamos sair dessa, e buscar o espírito jovem de diversão com bom senso, alegria e fra- ternidade. Então, vamos nessa!? Página 2 Editorial DEPRESSÃO NA ADOLESCÊNCIA Aline Sousa alinesoesma@yahoo.com.br Recado do Leitor Galera do bem, amei o jornal do COMECE. Parabéns a todos pela iniciativa, coragem e compromisso pela realização desse trabalho de amor! Me remetam sempre que desejarem. Um grande e fraterno abraço—Paz e Luz! Arlane Lopes
  • 3. ANO IV - Nº17 E aí galera! Navegando por aí encontramos mais um blog muito bacana para apresentar pra vocês. Estou falando do Espiritismo.net Jovem (http://espnetjovem.blogspot.com.br/), um espaço de divulgação de diversos assuntos que dialogam diretamente com a vida dos jovens es- píritas. Encontramos nesse blog dicas de estudo e também mensagens de consciência cidadã (independente da religião do leitor). Você também encontrará no Espiritismo.net Jovem a abor- dagem de assuntos atuais na visão da Doutrina Espírita. Pra vocês ficarem com vontade acessar vou dar alguns exemplos de assuntos discutidos: dia dos namorados, presença de seres de outro planeta aqui na Terra, etc. Parece um blog legal? Já era de se esperar, o Espiritismo.net Jovem é fruto do trabalho da equipe de Infância e Juventude de dois sites espíritas de alcance nacional, o CVDEE (http://www.cvdee.org.br/) e o Espiritismo.net (http://www.espiritismo.net/index.php). Aprovei- tando pra linkar os espaços, o CVDEE é o Centro Virtual de Divulgação e Estudo Espírita, site que oferece a opção de estudo em salas virtuais de uma gama de assuntos importantes pro Espiri- tismo. E o Espiritismo.net funciona como uma canal de propagação e discussão de notícias refe- rentes ao movimento espírita. Uma parceria dessas só podia dar certo. Naveguem vocês também porque navegar é preciso! Página 3 Navegando por Aí Espiritismo.net Jovem Joamila Brito joamilab@yahoo.com
  • 4. A tenção, galerinha que enche o nosso Movimento Espírita de ale- gria e vitalidade! O COMECE vem agora falar justamente sobre essa alegria característica da juventude, ou melhor, a falta dela. Quantas vezes ouvimos queixas e recla- mações de amigos nossos, que, de tão frequentes, acabam gerando uma atmosfera pesada só em che- garmos perto dele? Será que em todas essas situa- ções, a tristeza é apenas passageira ou é algo mais profundo e duradouro? E quando somos nós que sentimos uma tristeza tão profunda a ponto de não termos vontade de estar com outras pessoas, de dor- mir e até de sorrir? Estamos falando de uma das piores doenças do nosso século: a depressão. Isso mesmo, jovens, a depressão é uma doença que precisa de diagnóstico e de medicamentos para os casos mais graves. Transtornos de humor; diminuição do desejo em realizar tarefas que antes causavam prazer (isso se chama: anedonia); problemas relacionados ao sono; perda de energia ou fadiga constante; dificuldade de concentração e diminuição na habilidade de pensar, além de dificuldades em tomar decisões; perda de apetite; baixa autoestima; sentimentos de inutilidade ou culpa e pensamentos sobre morte e suicídio são alguns dos sintomas da depressão, que podem com- prometer a vida social, profissional e afetiva do indi- víduo. Geralmente, a depressão surge em adoles- centes, fase em que passamos por muitas mudan- ças em pouco tempo. A adolescência pode ser des- tacada por algumas características, como o desen- volvimento do autoconceito, da autoestima e de con- ceitos mais complexos. É uma fase caracterizada pelo aumento das responsabilidades sociais, familia- res e, até mesmo, de direitos e deveres apresentados no Estatuto da Criança e do Adolescente. Também é uma fase de acentuadas mudanças biológicas e hor- monais, que proporcionam, muitas vezes, dúvidas, Página 4 DEPRESSÃO NA ADOLESCÊNCIA Atenção, mocidades! Não nos esqueçamos de que somos veículos transmissores de energia (a chamada bioenergia)! É extremamente importante nos mantermos otimistas, alegres e entusiasmados em tudo o que fizermos. O Papo é Esse inquietações e mudanças de comportamento em rela- ção aos pares sociais (amigos) e família. Sabemos que as causas e as consequências da depressão passam, necessariamente, por desequilí- brios na saúde emocional e espiritual do ser. E o que o Espiritismo tem a dizer sobre isso? O que pode- mos fazer para combatê-la? Como se previne a de- pressão? Allan Kardec dizia que não existem doenças, existem doentes, porque o Espírito é que se sente cul- pado, consciente ou inconscientemente, com base na Lei de Causa e Efeito, nascendo com as mais diversas tendências para este ou aquele distúrbio psicológico ou fisiológico. Uma vez entendido que a raiz de tudo é o nosso espírito, entender o porquê das aflições é o segundo passo para equilibramos a nossa afetividade. No livro O Evangelho Segundo o Espiritismo, Kardec dedica todo um capítulo às causas e justiça das aflições (Cap. 5 – Bem-Aventurados os Aflitos): “A quem, portanto, devem todas essas aflições, senão a si mesmos? O homem é, assim, num grande número de casos o autor de seus próprios infortúnios. Mas, em vez de reconhecê-lo, acha mais simples, e menos hu- milhante para a sua vaidade, acusar a sorte, a Provi- dência, a falta de oportunidade, sua má estrela, en- quanto, na verdade, sua má estrela é a sua própria in- cúria. Os males dessa espécie constituem, seguramen- te, um número considerável das vicissitudes da vida. O homem os evitará, quando trabalhar para o seu adi- antamento moral e intelectual.” Destacamos ainda o trecho que diz que “O homem pode abrandar ou aumentar o amargor das suas provas, pela maneira de encarar a vida terrena.
  • 5. ANO IV - Nº17 Página 5 Silvana Lícia silvanalicia7_594@hotmail.com Maior é o seu sofrimento, quando o considera mais longo. Ora, aquele que se coloca no ponto de vista da vida espiritu- al, abrange na sua visão a vida corpórea, como um ponto no infinito, compreendendo a sua brevidade, sabendo que esse momento penoso passa bem depressa. A certeza de um futu- ro próximo e mais feliz o sustenta e encoraja, e em vez de lamentar-se, ele agradece ao céu as dores que o fazem avan- çar. Para aquele que, ao contrário, só vê a vida corpórea, esta parece interminável, e a dor pesa sobre ele com todo o seu peso. O resultado da maneira espiritual de encarar a vida é a diminuição de importância das coisas mundanas, a modera- ção dos desejos humanos, fazendo o homem contentar-se com a sua posição, sem invejar a dos outros, e sentir menos os seus revezes e decepções. Ele adquire, assim, uma calma e uma resignação tão úteis à saúde do corpo como à da alma, enquanto com a inveja, o ciúme e a ambição, entregam-se voluntariamente à tortura, aumentando as misérias e as an- gústias de sua curta existência.”. Assim, a nossa saúde espiritual é também fortale- cida pelas terapêuticas espíritas, como o hábito da prece, da meditação, do Evangelho no Lar; o hábito de assistir a palestras, tomar passes, participar de reuniões doutrinárias para sairmos do pessimismo e, até mesmo, tomar água flui- dificada. Atenção, mocidades! Não nos esqueçamos de que somos veículos transmissores de energia (a chamada bioe- nergia)! É extremamente importante nos mantermos otimis- tas, alegres e entusiasmados em tudo o que fizermos. Fará bem a nós e a quem esteja conosco! Lembremo-nos de que Jesus é fonte inesgotável de amor e fé. A prática do Bem que Ele nos ensinou é a melhor forma de prevenção contra quais- quer males. Não cultivemos as queixas, o baixo astral, as reclamações! É preciso viver com alegria, mesmo na dor. Nós nascemos para sermos amados, mas também para amar imensamente! Finalizando, uma bela reflexão acerca das palavras de Joanna de Ângelis: “Abre-te ao amor e combaterás as ocorrências depressivas, movimentando-te em paz na área da afetividade com o pensamento em Deus. Evita a hora vazia e resguarda-te da sofreguidão pelo excesso de trabalho. Adestra-te, mentalmente, na resignação diante do que te ocorra de desagradável e não possas mudar. Quando sitiado pela ideia depressiva alarga o campo de raciocínio e combate o pensa- mento pessimista. Açodado pelas reminiscências perniciosas, de contornos imprecisos, sobrepõe as aspirações da luta e age, vencendo o cansaço. Quem se habilita na ação bem conduzida e dirige o raciocínio com equilíbrio, não tomba nas redes bem urdidas da depressão. Toda vez que uma ideia prejudicial intentar espraiar-se nas telas do pensamento obnubilando-te a razão, re- corre à prece e a polivalência de conceitos, impe- dindo-lhe a fixação. Agradecendo a Deus a benção do renas- cimento na carne, conscientiza-te da sua utilida- de e significação superior, combatendo os recei- os do passado espiritual, os mecanismos incons- cientes de culpa, e produze com alegria. Rece- bendo ou não tratamento especializado sob a ori- entação de algum facultativo, aprofunda a terapia espiritual e reage, compreendendo que todos os males que infelicitam o homem procedem do espírito que ele é, no qual se encontram estrutu- radas as conquistas e as quedas, no largo meca- nismo da evolução inevitável.” (trecho retirado de Joanna de Ângelis / Divaldo Pereira Franco - Mensagem extraída da obra Receitas de Paz) Referências  O Evangelho Segundo o Espiritismo – Allan Kardec  Artigo “Estrutura e suporte familiar como fatores de risco na depressão de adolescentes”, de Makilim Nunes Baptista, Adriana Said Daher Baptista Rosana Righetto Dias (http://www.scielo.br/ scielo.php?pid=S1414- 98932001000200007&script=sci_arttext)  Programa Transição – A visão espírita para um novo tempo, Tema: Depressão, com Divaldo Franco
  • 6. Se você é ligado nas redes sociais, deve ter ouvido falar, ao menos uma vez nas últimas semanas, sobre o Estatuto do Nascituro. Apesar de o nome parecer compli- cado, a ideia é simples: um projeto de lei que protege a vida do bebê ainda na barri- ga da mãe, desde o momento da concepção. A primeira vista, até pensamos que isso é des- necessário, porque o aborto já é considerado crime no Brasil. O problema, e é daí que sur- ge a necessidade do projeto, é que muitos gru- pos vêm tentando descriminalizar o aborto em nosso País, e, infelizmente, tem muita gente apoiando isso. Antes de falar mais sobre o Estatuto, é importante deixar claro o que o Espiritismo diz sobre o aborto. A pergunta 358 de O Livro dos Espíritos traz a seguinte questão: “Constitui crime a provocação do aborto, em qualquer período da gestação?”. E a resposta dada pelos espíritos é essa: “Há crime sempre que transgredis a lei de Deus. Uma mãe, ou quem quer que seja, cometerá crime sempre que tirar a vida a uma criança antes do seu nascimento, por isso que impede uma alma de passar pelas provas a que serviria de instru- mento o corpo que se estava formando”. Ou seja, o Espiritismo é contra o aborto em qual- quer hipótese, a menos que haja risco de vida para a mãe (isso é explicado na pergunta 359). Visto isso, voltamos ao assunto do Es- tatuto. Muita gente desinformada está criti- cando o projeto, dizendo que ele reduz os di- reitos da mulher, e até deram a ele o maldoso apelido de Bolsa-Estupro. É preciso tomar cuidado para não cair nessas cascas de bana- na! Tudo que o projeto de lei fará, se apro- vado, é resguardar o primeiro e principal direito de qualquer ser humano: o de nas- cer. Quando foi apresentado pela primeira vez, em 2007, o projeto não levava em consi- Página 6 O Mundo Mudando Você conhece o Estatuto do Nascituro ? DEPRESSÃO NA ADOLESCÊNCIA Denise Ferreira denise.cr@hotmail.com deração o artigo 128 do Código Penal Brasileiro, que autoriza o aborto em caso de estupro ou de risco de vida da mãe. Mas o projeto foi modifi- cado em 2010, e a versão que está valendo (e tra- mitando na Câmara dos Deputados, em Brasília) é outra, que deixa bem claro que o Estatuto não muda isso. Ou seja, mesmo que o projeto seja aprovado, essa lei permanece do mesmo jeito. O que o Estatuto do Nascituro propõe so- bre a gravidez em caso de estupro é que o gover- no dê alternativas viáveis para a mulher que esco- lha não interromper a gestação. Entre essas alter- nativas, estão o pagamento de uma pensão para a criança até que ela complete 18 anos ou ajuda no encaminhamento do bebê para adoção, caso a mu- lher queira isso, e acompanhamento psicológico para a mãe. Por tanto, não se trata de obrigar a mulher a nada, mas de dar a ela melhores pos- sibilidades de escolha. Se você quiser ficar mais bem informado sobre o assunto, todo o conteúdo do Estatuto do Nascituro (também chamado de PL 478/2007) está disponível nesse endereço: http:// www.camara.gov.br/proposicoesWeb/ prop_mostrarintegra? codteor=770928&filename=Parecer-CSSF-19-05- 2010. Outra boa fonte de informação é o site do movimento Brasil Sem Aborto (www.brasilsemaborto.com.br). E se você tam- bém quer ajudar a defender o direito de nascer de muitos bebês brasileiros, pode assinar o abaixo- assinado em favor do Estatuto, que está disponí- vel no link http://www.ipetitions.com/petition/ estatutodonascituro/.
  • 7. ANO IV - Nº17 Página 7 Um Bora! Um chamamento do amor Pessoal, todos os anos nós temos a maior vontade de ir e a maior alegria de estar neste que é um dos melhores eventos do ca- lendário Espírita do Ceará. Sabe qual é esse evento onde a arte, o bom gosto, a sensibilidade, o respeito ao próximo, a solidariedade e a grande alegria da amizade são os personagens principais? Nós estamos falando do tradicional encontro de arte do Irmão Leite, que sempre acontece na época do Fortal, ajudando a mandar energias positivas para os pacientes do Hospital Nosso Lar e para toda a cidade de Fortaleza. Este ano, a organização resolveu homenagear os setenta anos da Obra Mediúnica de Emmanuel, Paulo e Estevão, Romance épico sobre a vida desses grandes nomes e homens que fizeram brilhar a História do Cristianismo. Para fazer a festa acontecer, o Centro Espírita Irmão Leite nos presenteará com algumas surpre- sas, das quais já podemos saber de algumas, que serão as seguintes atrações artísticas: Suzy Holanda, JEAC, Cacau Lopes, Luiz Enri- que e Vera Papede (Os três últimos convidados especiais vindos de Minas Gerais) além da poesia de Frans Beno (Integrante do Grupo AME). Dez anos não podem passar em branco, e você vai ficar de fora dessa grande festa? Então Um Bora! no dia 27 de julho de 2013 às 17:00 horas no estacionamento do Hospital Nosso Lar. Francisco Valjuan valjuanx@hotmail.com Mandem seus recados pra gente por e-mail: come_ce@yahoo.com.br
  • 8. Com Verso À Terra (trecho) Só Riso (Aos pessimistas) Se há noite escura na Terra, Onde rugem tempestades, Se há tristezas, se há saudades, Amargura e dissabor, Também há dias dourados De sol e de melodias, Esperanças e alegrias, Canções de eterno fulgor! A Terra é um mundo ditoso, Um paraíso de amores, Jardim de risos e flores Rolando no céu azul. Um hino de força e vida Palpita em suas entranhas, Retumba pelas montanhas, Ecoa de Norte a Sul. Casimiro de Abreu Psicografia: Chico Xavier Livro: Parnaso de Além Túmulo Página 8 DEPRESSÃO NA ADOLESCÊNCIA EXPEDIENTE Edição: Aline Sousa, Francisco Valju- an, Joamila Brito e Silvana Lícia. Revisão: Aline Sousa. Diagramação: Joamila Brito. Textos nesta edição: Aline Sousa, Denise Ferreira, Francisco Valjuan, Joamila Brito, Silvana Lícia. Desenho da capa de Lézio Jr. (http://www.diarioweb.com.br/novoportal/Img/C ache/500/392/t/368fb64cf5923ad271f29fa476795c0 8.jpg )