SlideShare uma empresa Scribd logo
Trilha - Análise de Negócios
israel lessak
especialista em service design e user experience
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Como o design pode contribuir
para inovação em negócios
Whyservice
(design)?
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
ISRAEL
LESSAK
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
MARKETING
IS DEAD.
bill lee, 2012
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
serviços.
precisamos falar sobre:
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
contraste
à lógica
dominante
de bens.
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
contraste
à lógica
dominante
de bens.
product
marketing
marketing
management
product service
system
manufactoring
logic
product
orientation
consumer
consumer
user
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
lógica dominante:
bens e serviços.
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
lógica dominante:
bens e serviços.
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
produto
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
bens
entregas
tangíveis
entregas
intangíveisproduto
serviços
x
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
bens e serviços são
subcategorias de um
produto
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
bens e serviços são
subcategorias de um
produto
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
lógica dominante de
serviço.
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
bens são mecanismos, instrumentos e ferramentas
para se entregar um determinado
serviço
(que, por sua vez, é a própria relação de troca)
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
produtos e bens são
à prestação de serviço
suporte
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
Fredric Bastiat, 1848
“a grande lei da economia é que
serviços são trocados por serviços...
é trivial, um lugar comum…
o começo, o meio e o fim
da ciência econômica.”
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
lógicadominante
debens
como o valor é gerado:
exchange
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
lógicadominante
deserviço
como o valor é gerado:
exchange
como o valor é gerado:
experience
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Whyservice?
(design)Vargo & Lusch, 2007
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Whyservice
design?
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
service
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
service
design
DamienNewman,CentralOfficeofDesign
research concept design
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
USER
EXPERIENCE
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
CUSTOMER
EXPERIENCE
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
CUSTOMER
EXPERIENCE
USER
EXPERIENCE
service
design
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
Whyservice
design?Como o design pode contribuir
para inovação em negócios
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
Whyservice
design?Como o design pode contribuir
para inovação em negócios
inovação em
negócios
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
inovação é
contextual.
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
inovação é
relativa.
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
inovação é
intangível.
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
inovação é
perecível.
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
inovação é
experiencial.
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
inovação é
cocriativa.
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
abstrato e concreto
cocriativo
transdisciplinar
iterativo
empático
evidente
aberto
imersivo
experimentativo
sequencial
construtivo e disruptivo
holístico
centrado no ser humano
processo e resultado
teoria e práticaforma e função
criativo
generalista e especialista
subjetivo e objetivo
divergência e convergência
servicedesign
thinking
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
Acreditamos que podemos auxiliar o
mundo a criar e aperfeiçoar serviços
de dentro pra fora.
#wearekyvo
cocriativoeholístico
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
Cada ponto de contato é uma
oportunidade para entregar valor.
#wearekyvo
centradonoserhumano
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
Amamos trabalhar em projetos que,
no fim das contas, são boas histórias
para se contar.
#wearekyvo
sequencialeevidente
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
#wearekyvo
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
Whyservice
design?
l e s s a k @ k y v o . c o m . b r
Análise de Negócios
Whyservice(design)?
porquesomos
complexose
imprevisíveis.
obrigado!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sobre UX e tudo o mais - User Experience, Aula 02
Sobre UX e tudo o mais - User Experience, Aula 02 Sobre UX e tudo o mais - User Experience, Aula 02
Sobre UX e tudo o mais - User Experience, Aula 02
Israel Lessak
 
Service Design: a co-criação em ambientes não-criativos
Service Design: a co-criação em ambientes não-criativosService Design: a co-criação em ambientes não-criativos
Service Design: a co-criação em ambientes não-criativos
Israel Lessak
 
O que é Design de Serviços?
O que é Design de Serviços?O que é Design de Serviços?
O que é Design de Serviços?
Victor Gonçalves
 
Design de Serviços - Midiaweb Inteligência Interativa
Design de Serviços - Midiaweb Inteligência InterativaDesign de Serviços - Midiaweb Inteligência Interativa
Design de Serviços - Midiaweb Inteligência Interativa
Midiaweb Inteligência Interativa
 
ESPM
ESPMESPM
ESPM
Luis Alt
 
Design Estrategico Service Design
Design Estrategico Service DesignDesign Estrategico Service Design
Design Estrategico Service Design
Filipe Campelo Xavier da Costa
 
Introdução ao Service Design
Introdução ao Service DesignIntrodução ao Service Design
Introdução ao Service Design
mabuse h.d.
 
Design de Serviços: Como é que ninguém pensou nisso antes?
Design de Serviços: Como é que ninguém pensou nisso antes?Design de Serviços: Como é que ninguém pensou nisso antes?
Design de Serviços: Como é que ninguém pensou nisso antes?
UTFPR
 
Fundamentos do Design Thinking
Fundamentos do Design ThinkingFundamentos do Design Thinking
Fundamentos do Design Thinking
Igor Drudi
 
Inovação por meio do design de serviços
Inovação por meio do design de serviçosInovação por meio do design de serviços
Inovação por meio do design de serviços
Wagner Lucio
 
Design de Serviços
Design de ServiçosDesign de Serviços
Design de Serviços
Arco | Hub de Inovação
 
Introdução ao Design de Serviços
Introdução ao Design de ServiçosIntrodução ao Design de Serviços
Introdução ao Design de Serviços
SBGC - Sociedade Brasileira de Gestão do Conhecimento
 
Mint Image Group
Mint Image Group Mint Image Group
Mint Image Group
P2Mint
 
O estado atual do Design de Serviço no Brasil e no Mundo.
O estado atual do Design de Serviço no Brasil e no Mundo.O estado atual do Design de Serviço no Brasil e no Mundo.
O estado atual do Design de Serviço no Brasil e no Mundo.
Livework
 
Design de serviços
Design de serviçosDesign de serviços
Design de serviços
Giancarlo Giacomelli
 
Para que serve o design de serviço?
Para que serve o design de serviço?Para que serve o design de serviço?
Para que serve o design de serviço?
DEXCONF
 
O Design está aqui
O Design está aquiO Design está aqui
O Design está aqui
guest649cf9
 
Projeto de Aplicativo para iPad: Boticário Maquiagem
Projeto de Aplicativo para iPad: Boticário MaquiagemProjeto de Aplicativo para iPad: Boticário Maquiagem
Projeto de Aplicativo para iPad: Boticário Maquiagem
Karla Cruz
 
Workshop de Design de Servicos
Workshop de Design de ServicosWorkshop de Design de Servicos
Workshop de Design de Servicos
Livework
 
Apresentação Workshop - A abordagem do design e o novo rh-1
Apresentação Workshop - A abordagem do design e o novo rh-1Apresentação Workshop - A abordagem do design e o novo rh-1
Apresentação Workshop - A abordagem do design e o novo rh-1
Livework
 

Mais procurados (20)

Sobre UX e tudo o mais - User Experience, Aula 02
Sobre UX e tudo o mais - User Experience, Aula 02 Sobre UX e tudo o mais - User Experience, Aula 02
Sobre UX e tudo o mais - User Experience, Aula 02
 
Service Design: a co-criação em ambientes não-criativos
Service Design: a co-criação em ambientes não-criativosService Design: a co-criação em ambientes não-criativos
Service Design: a co-criação em ambientes não-criativos
 
O que é Design de Serviços?
O que é Design de Serviços?O que é Design de Serviços?
O que é Design de Serviços?
 
Design de Serviços - Midiaweb Inteligência Interativa
Design de Serviços - Midiaweb Inteligência InterativaDesign de Serviços - Midiaweb Inteligência Interativa
Design de Serviços - Midiaweb Inteligência Interativa
 
ESPM
ESPMESPM
ESPM
 
Design Estrategico Service Design
Design Estrategico Service DesignDesign Estrategico Service Design
Design Estrategico Service Design
 
Introdução ao Service Design
Introdução ao Service DesignIntrodução ao Service Design
Introdução ao Service Design
 
Design de Serviços: Como é que ninguém pensou nisso antes?
Design de Serviços: Como é que ninguém pensou nisso antes?Design de Serviços: Como é que ninguém pensou nisso antes?
Design de Serviços: Como é que ninguém pensou nisso antes?
 
Fundamentos do Design Thinking
Fundamentos do Design ThinkingFundamentos do Design Thinking
Fundamentos do Design Thinking
 
Inovação por meio do design de serviços
Inovação por meio do design de serviçosInovação por meio do design de serviços
Inovação por meio do design de serviços
 
Design de Serviços
Design de ServiçosDesign de Serviços
Design de Serviços
 
Introdução ao Design de Serviços
Introdução ao Design de ServiçosIntrodução ao Design de Serviços
Introdução ao Design de Serviços
 
Mint Image Group
Mint Image Group Mint Image Group
Mint Image Group
 
O estado atual do Design de Serviço no Brasil e no Mundo.
O estado atual do Design de Serviço no Brasil e no Mundo.O estado atual do Design de Serviço no Brasil e no Mundo.
O estado atual do Design de Serviço no Brasil e no Mundo.
 
Design de serviços
Design de serviçosDesign de serviços
Design de serviços
 
Para que serve o design de serviço?
Para que serve o design de serviço?Para que serve o design de serviço?
Para que serve o design de serviço?
 
O Design está aqui
O Design está aquiO Design está aqui
O Design está aqui
 
Projeto de Aplicativo para iPad: Boticário Maquiagem
Projeto de Aplicativo para iPad: Boticário MaquiagemProjeto de Aplicativo para iPad: Boticário Maquiagem
Projeto de Aplicativo para iPad: Boticário Maquiagem
 
Workshop de Design de Servicos
Workshop de Design de ServicosWorkshop de Design de Servicos
Workshop de Design de Servicos
 
Apresentação Workshop - A abordagem do design e o novo rh-1
Apresentação Workshop - A abordagem do design e o novo rh-1Apresentação Workshop - A abordagem do design e o novo rh-1
Apresentação Workshop - A abordagem do design e o novo rh-1
 

Semelhante a Why service (design)? - The Developer's Conference

Qual é o papel de um Analista de Negócios em um time ágil?
Qual é o papel de um Analista de Negócios em um time ágil?Qual é o papel de um Analista de Negócios em um time ágil?
Qual é o papel de um Analista de Negócios em um time ágil?
Marcelo Neves
 
Business Design Thinking
Business Design ThinkingBusiness Design Thinking
Business Design Thinking
Rildo (@rildosan) Santos
 
Business Analysis Canvas [Canvas para Análise de Negócio]
Business Analysis Canvas [Canvas para Análise de Negócio]Business Analysis Canvas [Canvas para Análise de Negócio]
Business Analysis Canvas [Canvas para Análise de Negócio]
Rildo (@rildosan) Santos
 
Inovação em Modelos de Negócios
Inovação em Modelos de NegóciosInovação em Modelos de Negócios
Inovação em Modelos de Negócios
Fabio Calzavara
 
Desenvolvendo o design na organização - Service Design Network Chapter Brazil
Desenvolvendo o design na organização - Service Design Network Chapter BrazilDesenvolvendo o design na organização - Service Design Network Chapter Brazil
Desenvolvendo o design na organização - Service Design Network Chapter Brazil
Natali Garcia
 
Qual papel do analista de negócios
Qual papel do analista de negóciosQual papel do analista de negócios
Qual papel do analista de negócios
Fernanda Rabello
 
Webinario "Fronteiras do Design de Serviço"
Webinario "Fronteiras do Design de Serviço"Webinario "Fronteiras do Design de Serviço"
Webinario "Fronteiras do Design de Serviço"
Livework
 
TDC2017 | São Paulo - Trilha Análise de Negócios How we figured out we had a ...
TDC2017 | São Paulo - Trilha Análise de Negócios How we figured out we had a ...TDC2017 | São Paulo - Trilha Análise de Negócios How we figured out we had a ...
TDC2017 | São Paulo - Trilha Análise de Negócios How we figured out we had a ...
tdc-globalcode
 
Guia de Práticas de Análise de Negócio
Guia de Práticas de Análise de NegócioGuia de Práticas de Análise de Negócio
Guia de Práticas de Análise de Negócio
Rildo (@rildosan) Santos
 
Carreira em TI - Começando na direção certa
Carreira em TI - Começando na direção certaCarreira em TI - Começando na direção certa
Carreira em TI - Começando na direção certa
Luiz Ricardo Silva
 
Open Day Lisbon Digital School | Design Thinking
Open Day Lisbon Digital School | Design Thinking Open Day Lisbon Digital School | Design Thinking
Open Day Lisbon Digital School | Design Thinking
Glauco Madeira
 
O Papel do Analista de Negócios no Mundo Ágil
O Papel do Analista de Negócios no Mundo ÁgilO Papel do Analista de Negócios no Mundo Ágil
O Papel do Analista de Negócios no Mundo Ágil
Marcely Santos
 
Gestão de Projetos e Empreendedorismo (23/04/2014)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo (23/04/2014)Gestão de Projetos e Empreendedorismo (23/04/2014)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo (23/04/2014)
Alessandro Almeida
 
O papel do analista de negócios no mundo ágil - TDC Floripa
O papel do analista de negócios no mundo ágil - TDC FloripaO papel do analista de negócios no mundo ágil - TDC Floripa
O papel do analista de negócios no mundo ágil - TDC Floripa
Marcely Santos
 
Como o Analista de Negócio entrega valor para empresas de software?
Como o Analista de Negócio entrega valor para empresas de software?Como o Analista de Negócio entrega valor para empresas de software?
Como o Analista de Negócio entrega valor para empresas de software?
Rildo (@rildosan) Santos
 
Gestão em Design - Profissionais - 06
Gestão em Design - Profissionais - 06Gestão em Design - Profissionais - 06
Gestão em Design - Profissionais - 06
Prof.Valdir Soares
 
Gestão de Projetos e Empreendedorismo: TAD-NC4 (08/08/2013)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo: TAD-NC4 (08/08/2013)Gestão de Projetos e Empreendedorismo: TAD-NC4 (08/08/2013)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo: TAD-NC4 (08/08/2013)
Alessandro Almeida
 
Analista de Negócio: Surge um novo Perfil de Profissional
Analista de Negócio: Surge um novo Perfil de ProfissionalAnalista de Negócio: Surge um novo Perfil de Profissional
Analista de Negócio: Surge um novo Perfil de Profissional
Cristiano Heringer
 
Resumo do Guia BABOK® 3
Resumo do Guia BABOK®  3 Resumo do Guia BABOK®  3
Resumo do Guia BABOK® 3
Rildo (@rildosan) Santos
 
O Modelo "Full Stack Agile Business Analysis" na Transformação Organizacional
O Modelo "Full Stack Agile Business Analysis" na Transformação OrganizacionalO Modelo "Full Stack Agile Business Analysis" na Transformação Organizacional
O Modelo "Full Stack Agile Business Analysis" na Transformação Organizacional
Luiz C. Parzianello
 

Semelhante a Why service (design)? - The Developer's Conference (20)

Qual é o papel de um Analista de Negócios em um time ágil?
Qual é o papel de um Analista de Negócios em um time ágil?Qual é o papel de um Analista de Negócios em um time ágil?
Qual é o papel de um Analista de Negócios em um time ágil?
 
Business Design Thinking
Business Design ThinkingBusiness Design Thinking
Business Design Thinking
 
Business Analysis Canvas [Canvas para Análise de Negócio]
Business Analysis Canvas [Canvas para Análise de Negócio]Business Analysis Canvas [Canvas para Análise de Negócio]
Business Analysis Canvas [Canvas para Análise de Negócio]
 
Inovação em Modelos de Negócios
Inovação em Modelos de NegóciosInovação em Modelos de Negócios
Inovação em Modelos de Negócios
 
Desenvolvendo o design na organização - Service Design Network Chapter Brazil
Desenvolvendo o design na organização - Service Design Network Chapter BrazilDesenvolvendo o design na organização - Service Design Network Chapter Brazil
Desenvolvendo o design na organização - Service Design Network Chapter Brazil
 
Qual papel do analista de negócios
Qual papel do analista de negóciosQual papel do analista de negócios
Qual papel do analista de negócios
 
Webinario "Fronteiras do Design de Serviço"
Webinario "Fronteiras do Design de Serviço"Webinario "Fronteiras do Design de Serviço"
Webinario "Fronteiras do Design de Serviço"
 
TDC2017 | São Paulo - Trilha Análise de Negócios How we figured out we had a ...
TDC2017 | São Paulo - Trilha Análise de Negócios How we figured out we had a ...TDC2017 | São Paulo - Trilha Análise de Negócios How we figured out we had a ...
TDC2017 | São Paulo - Trilha Análise de Negócios How we figured out we had a ...
 
Guia de Práticas de Análise de Negócio
Guia de Práticas de Análise de NegócioGuia de Práticas de Análise de Negócio
Guia de Práticas de Análise de Negócio
 
Carreira em TI - Começando na direção certa
Carreira em TI - Começando na direção certaCarreira em TI - Começando na direção certa
Carreira em TI - Começando na direção certa
 
Open Day Lisbon Digital School | Design Thinking
Open Day Lisbon Digital School | Design Thinking Open Day Lisbon Digital School | Design Thinking
Open Day Lisbon Digital School | Design Thinking
 
O Papel do Analista de Negócios no Mundo Ágil
O Papel do Analista de Negócios no Mundo ÁgilO Papel do Analista de Negócios no Mundo Ágil
O Papel do Analista de Negócios no Mundo Ágil
 
Gestão de Projetos e Empreendedorismo (23/04/2014)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo (23/04/2014)Gestão de Projetos e Empreendedorismo (23/04/2014)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo (23/04/2014)
 
O papel do analista de negócios no mundo ágil - TDC Floripa
O papel do analista de negócios no mundo ágil - TDC FloripaO papel do analista de negócios no mundo ágil - TDC Floripa
O papel do analista de negócios no mundo ágil - TDC Floripa
 
Como o Analista de Negócio entrega valor para empresas de software?
Como o Analista de Negócio entrega valor para empresas de software?Como o Analista de Negócio entrega valor para empresas de software?
Como o Analista de Negócio entrega valor para empresas de software?
 
Gestão em Design - Profissionais - 06
Gestão em Design - Profissionais - 06Gestão em Design - Profissionais - 06
Gestão em Design - Profissionais - 06
 
Gestão de Projetos e Empreendedorismo: TAD-NC4 (08/08/2013)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo: TAD-NC4 (08/08/2013)Gestão de Projetos e Empreendedorismo: TAD-NC4 (08/08/2013)
Gestão de Projetos e Empreendedorismo: TAD-NC4 (08/08/2013)
 
Analista de Negócio: Surge um novo Perfil de Profissional
Analista de Negócio: Surge um novo Perfil de ProfissionalAnalista de Negócio: Surge um novo Perfil de Profissional
Analista de Negócio: Surge um novo Perfil de Profissional
 
Resumo do Guia BABOK® 3
Resumo do Guia BABOK®  3 Resumo do Guia BABOK®  3
Resumo do Guia BABOK® 3
 
O Modelo "Full Stack Agile Business Analysis" na Transformação Organizacional
O Modelo "Full Stack Agile Business Analysis" na Transformação OrganizacionalO Modelo "Full Stack Agile Business Analysis" na Transformação Organizacional
O Modelo "Full Stack Agile Business Analysis" na Transformação Organizacional
 

Mais de Israel Lessak

Design Thinking, Conferência Criativa ETERNO
Design Thinking, Conferência Criativa ETERNODesign Thinking, Conferência Criativa ETERNO
Design Thinking, Conferência Criativa ETERNO
Israel Lessak
 
Service Jam Curitiba 2016
Service Jam Curitiba 2016Service Jam Curitiba 2016
Service Jam Curitiba 2016
Israel Lessak
 
Service Design Experience: Charneira
Service Design Experience: CharneiraService Design Experience: Charneira
Service Design Experience: Charneira
Israel Lessak
 
Design Thinking - Workshop
Design Thinking - WorkshopDesign Thinking - Workshop
Design Thinking - Workshop
Israel Lessak
 
Creative Jam Experience #CPBR8
Creative Jam Experience #CPBR8Creative Jam Experience #CPBR8
Creative Jam Experience #CPBR8
Israel Lessak
 
Tendências e Experiências Digitais
Tendências e Experiências DigitaisTendências e Experiências Digitais
Tendências e Experiências Digitais
Israel Lessak
 
Experiências Criativas: lições de vida que aprendi em uma equipe de comunicação
Experiências Criativas: lições de vida que aprendi em uma equipe de comunicaçãoExperiências Criativas: lições de vida que aprendi em uma equipe de comunicação
Experiências Criativas: lições de vida que aprendi em uma equipe de comunicação
Israel Lessak
 
Nós criamos o futuro #wedesignfuture
Nós criamos o futuro #wedesignfutureNós criamos o futuro #wedesignfuture
Nós criamos o futuro #wedesignfuture
Israel Lessak
 
O Herói Criativo
O Herói CriativoO Herói Criativo
O Herói Criativo
Israel Lessak
 
Incomun: co-criação em uma plataforma de comunicação para organizações sem fi...
Incomun: co-criação em uma plataforma de comunicação para organizações sem fi...Incomun: co-criação em uma plataforma de comunicação para organizações sem fi...
Incomun: co-criação em uma plataforma de comunicação para organizações sem fi...
Israel Lessak
 
#rede: o poder social da comunicação (parte2)
#rede: o poder social da comunicação (parte2)#rede: o poder social da comunicação (parte2)
#rede: o poder social da comunicação (parte2)
Israel Lessak
 
#rede: o poder social da comunicação (parte1)
#rede: o poder social da comunicação (parte1)#rede: o poder social da comunicação (parte1)
#rede: o poder social da comunicação (parte1)
Israel Lessak
 

Mais de Israel Lessak (12)

Design Thinking, Conferência Criativa ETERNO
Design Thinking, Conferência Criativa ETERNODesign Thinking, Conferência Criativa ETERNO
Design Thinking, Conferência Criativa ETERNO
 
Service Jam Curitiba 2016
Service Jam Curitiba 2016Service Jam Curitiba 2016
Service Jam Curitiba 2016
 
Service Design Experience: Charneira
Service Design Experience: CharneiraService Design Experience: Charneira
Service Design Experience: Charneira
 
Design Thinking - Workshop
Design Thinking - WorkshopDesign Thinking - Workshop
Design Thinking - Workshop
 
Creative Jam Experience #CPBR8
Creative Jam Experience #CPBR8Creative Jam Experience #CPBR8
Creative Jam Experience #CPBR8
 
Tendências e Experiências Digitais
Tendências e Experiências DigitaisTendências e Experiências Digitais
Tendências e Experiências Digitais
 
Experiências Criativas: lições de vida que aprendi em uma equipe de comunicação
Experiências Criativas: lições de vida que aprendi em uma equipe de comunicaçãoExperiências Criativas: lições de vida que aprendi em uma equipe de comunicação
Experiências Criativas: lições de vida que aprendi em uma equipe de comunicação
 
Nós criamos o futuro #wedesignfuture
Nós criamos o futuro #wedesignfutureNós criamos o futuro #wedesignfuture
Nós criamos o futuro #wedesignfuture
 
O Herói Criativo
O Herói CriativoO Herói Criativo
O Herói Criativo
 
Incomun: co-criação em uma plataforma de comunicação para organizações sem fi...
Incomun: co-criação em uma plataforma de comunicação para organizações sem fi...Incomun: co-criação em uma plataforma de comunicação para organizações sem fi...
Incomun: co-criação em uma plataforma de comunicação para organizações sem fi...
 
#rede: o poder social da comunicação (parte2)
#rede: o poder social da comunicação (parte2)#rede: o poder social da comunicação (parte2)
#rede: o poder social da comunicação (parte2)
 
#rede: o poder social da comunicação (parte1)
#rede: o poder social da comunicação (parte1)#rede: o poder social da comunicação (parte1)
#rede: o poder social da comunicação (parte1)
 

Why service (design)? - The Developer's Conference

  • 1. Trilha - Análise de Negócios israel lessak especialista em service design e user experience
  • 2. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Como o design pode contribuir para inovação em negócios Whyservice (design)?
  • 3. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? ISRAEL LESSAK
  • 4. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? MARKETING IS DEAD. bill lee, 2012
  • 5. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? serviços. precisamos falar sobre:
  • 6. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? contraste à lógica dominante de bens.
  • 7. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? contraste à lógica dominante de bens. product marketing marketing management product service system manufactoring logic product orientation consumer consumer user
  • 8. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? lógica dominante: bens e serviços.
  • 9. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? lógica dominante: bens e serviços.
  • 10. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? produto
  • 11. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? bens entregas tangíveis entregas intangíveisproduto serviços x
  • 12. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? bens e serviços são subcategorias de um produto
  • 13. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? bens e serviços são subcategorias de um produto
  • 14. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)?
  • 15. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? lógica dominante de serviço.
  • 16. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? bens são mecanismos, instrumentos e ferramentas para se entregar um determinado serviço (que, por sua vez, é a própria relação de troca)
  • 17. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? produtos e bens são à prestação de serviço suporte
  • 18. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? Fredric Bastiat, 1848 “a grande lei da economia é que serviços são trocados por serviços... é trivial, um lugar comum… o começo, o meio e o fim da ciência econômica.”
  • 19. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? lógicadominante debens como o valor é gerado: exchange
  • 20. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? lógicadominante deserviço como o valor é gerado: exchange como o valor é gerado: experience
  • 21. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Whyservice? (design)Vargo & Lusch, 2007
  • 22. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Whyservice design?
  • 23. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? service
  • 24. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? service design DamienNewman,CentralOfficeofDesign research concept design
  • 25. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)?
  • 26. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? USER EXPERIENCE
  • 27. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? CUSTOMER EXPERIENCE
  • 28. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? CUSTOMER EXPERIENCE USER EXPERIENCE service design
  • 29. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? Whyservice design?Como o design pode contribuir para inovação em negócios
  • 30. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? Whyservice design?Como o design pode contribuir para inovação em negócios inovação em negócios
  • 31. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? inovação é contextual.
  • 32. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? inovação é relativa.
  • 33. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? inovação é intangível.
  • 34. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? inovação é perecível.
  • 35. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? inovação é experiencial.
  • 36. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? inovação é cocriativa.
  • 37. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? abstrato e concreto cocriativo transdisciplinar iterativo empático evidente aberto imersivo experimentativo sequencial construtivo e disruptivo holístico centrado no ser humano processo e resultado teoria e práticaforma e função criativo generalista e especialista subjetivo e objetivo divergência e convergência servicedesign thinking
  • 38. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)?
  • 39. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)?
  • 40. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? Acreditamos que podemos auxiliar o mundo a criar e aperfeiçoar serviços de dentro pra fora. #wearekyvo cocriativoeholístico
  • 41. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? Cada ponto de contato é uma oportunidade para entregar valor. #wearekyvo centradonoserhumano
  • 42. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? Amamos trabalhar em projetos que, no fim das contas, são boas histórias para se contar. #wearekyvo sequencialeevidente
  • 43. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? #wearekyvo
  • 44. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? Whyservice design?
  • 45. l e s s a k @ k y v o . c o m . b r Análise de Negócios Whyservice(design)? porquesomos complexose imprevisíveis. obrigado!