SlideShare uma empresa Scribd logo
Valoração de Serviços
Ecossistêmicos
Ângela Terumi Fushita
Vitor Vieira Vasconcelos
Disciplina: Planejamento e Política Ambiental
Bacharelado em Planejamento Territorial
Universidade Federal do ABC
Setembro, 2020
São Bernardo do Campo - SP 1
Conteúdo
•Contextos de valoração de
serviços ecossistêmicos
•Valor de uso e de não-uso
•Métodos de valoração
2
a) Tomada de decisão para investimentos público ou
privados
• Incorporação de externalidades
b) A valoração das medidas mitigadoras ou
compensatórias no caso de impactos ambientais em
licenciamento ambiental
c) Multas e indenizações por crimes ambientais
d) Políticas de pagamento por serviços ecossistêmicos
Contextos de Valoração de Serviços
Ecossistêmicos
Por que sintetizar em valores monetários?
• Porque os tomadores de decisão precisam decidir entre
investir recursos escassos em conservação ou outros
programas
• Permite avaliar custo-benefício das medidas tomadas
• Permite contrabalançar as mudanças entre diferentes
serviços ecossistêmicos frente a distintos padrões de
intervenção (trade-off)
• Permite internalizar externalidades ambientais
(impactos que antes não eram considerados)
• Permite analisar equidade da distribuição dos benefícios
• Permite modelar ações de agentes de mercado
• Ética utilitarista: agentes tomam decisão que lhes traga
maior benefício
MEA. Millennium Ecosystem Assessment. Ecosystems and Human Well-being: A Framework for Assessment (Island Press, 2003)
Porque não sintetizar a valores monetários?
• Ecocentrismo: os seres vivos têm valor por si mesmos
(valor intrínseco) que não pode ser expressado em valores
monetários
• Exemplo:
 Você não estimaria um valor para
sua mãe
 Comunidades indígenas
consideram a terra como
divindade mãe
 Carta do Cacique Seattle para o
Presidente Americano (1885)
recusando-se a vender as terras
indígenas
Índios Guarani-Kaowá
• “A terra é uma extensão do próprio corpo”
• Conflitos com os pecuaristas em
Mato Grosso do Sul
6
https://racismoambiental.net.br/wp-content/uploads/2017/04/consea-guarani-kaiowa-1034x1024.jpg
http://www.pucsp.br/ecopolitica/galeria/galeria_ed4.htmlhttps://linhaslivres.wordpress.com/tag/guarani-kaiowa/
• Éticas não-utilitaristas: existem valores intrínsecos de
dignidade (éticos, culturais e religiosos) que não podem
ser valorados (Kant, 1788)
• O que pode ser valorado ou não varia em cada cultura
• Reduzir tudo ao valor monetário poderia levar a falhas
de mercado
• Necessidade de estabelecer padrões mínimos de
segurança (safe minimum standards) por lei ou nos
esquemas de decisão
• Exemplo: direitos humanos, limites de poluição
MEA. Millennium Ecosystem Assessment. Ecosystems and Human Well-being: A Framework for Assessment (Island Press, 2003)
Porque não sintetizar a valores monetários?
Valor total dos Serviços
Ecossistêmicos
Valor Total
Valor de Uso Valor de Não-Uso
Uso Direto Uso Indireto Valor de Opção
Valor de Opção
(strictu sensu)
Valor de
Quase-Opção Valor de Legado
Valor de Existência
MEA. Millennium Ecosystem Assessment. Ecosystems and Human Well-being: A Framework for Assessment ,
Island Press, 2003.
PRIMACK, R. B.; RODRIGUES, E. Biologia da Conservação. Londrina: Gráfica Editora Midiograf, 2001
• Valor de Uso = preço do uso efetivo ou potencial que o
recurso pode prover
 Uso Direto: preço do recurso
 Uso Indireto: preço do serviço ecossistêmico derivado
• Valor de Opção = valor da disponibilidade do recurso ambiental
para uso futuro
• Valor de Quase-Opção = valor de reter as opções de uso futuro do
recurso, dado uma hipótese de crescente conhecimento científico,
técnico, econômico ou social sobre as possibilidades futuras do
recurso ambiental sob investigação
• Valo de Legado = valor de disponibilidade para as gerações futuras
Valor de Não-Uso ou Valor Intrínseco ou Valor de Existência
Reflete um valor que reside nos recursos ambientais (valor que o
meio ambiente tem por si mesmo), independentemente de uma
relação com os seres humanos, de uso efetivo no presente ou de
possibilidades de uso futuro
• Altruísmo com outros seres vivos:
Quanto você pagaria para que a Ararinha-Azul não fosse extinta?
• Estratégias de Conservação de Espécies Bandeira
• Métodos:
 Bens com cotação de mercado
 Bens substitutos
 Preferência revelada
 Preferência declarada (relativa)
Valoração de Serviços Ecossistêmicos
Mercado Real
Mercado Substituto
Mercado Hipotético
Valoração Contingente
Métodos de Bens Substitutos
• Método do Custo Evitado
 Exemplo: preço de implementar uma nova fonte de água para a
cidade
• Método da Produção Sacríficada
 Doença
o Despesas médicas
o Licenças de trabalho (custo da hora trabalhada)
 Morte
o Custo da hora de trabalho até o fim da vida produtiva
o Valor das indenizações nas empresas de seguro
Métodos de Bens Substitutos
• Custo de Recuperação / Reposição
 PRAD – Plano de Recuperação de Áreas Degradadas
• Custo de Controle
 Medidas mitigadoras
• Custo de oportunidade
 Uso da área não-degradada para outro fim
Fava D’Anta
Espécies de Potencial Valor Econômico
Exemplo: Fava D’Anta -> Extração da Rutina
•Produtividade por Árvore: R$30,00/ano
 Carvoeijamento: R$0,50 a R$1,00 por árvore
 Mais lucrativo que silvicultura, em algumas regiões
•Eliminação dos atravessadores
•Extração da rutina -> Salto para R$200,00/quilo.
Evolução dos preços e da produção de Fava d’Anta em MG
2004 2005 2006 2008 Crescimento
Preço/Quilo R$0,05 R$0,50 R$0,80 a 1,00 R$1,29 2580%
Produção (em quilos) 80.000 500.000 625%
Valor Total R$4.000,00 R$250.000,00 R$500.000,00 12.400%
Vasconcelos, V.V. Impactos e Custos Ambientais da Agricultura Moderna. Universidade Federal de Lavras. 2008
Aumento imediato de 10 vezes no lucro
do produtor
Custos por Escassez Hídrica
NETO, L. G. - Produtividade e Competitividade Dependem do Aumento de Hectares Irrigados,
Revista dos Agrônomos - Março de 2000, Ano III, N.1, p.14-20
Preferência revelada
Preços Hedônicos
• Preço de propriedades
 Atributos ambientais semelhantes
 Proximidade
 Referência da ABNT para valoração de bens:
NBR 14.653
• Custo de viagem
Custos de Viagem
• Valor do gasto da população em viagens e serviços
turísticos
• Utilizado em:
 Unidades de Conservação
 Áreas de visitação turística. Ex: Praias
• Contexto específico: difícil de ser generalizado para
outras áreas
• Difícil avaliar o efeito de substituição, caso o lugar seja
degradado
Métodos de Preferência Declarada
(Relativa - Valoração Contingente)
• Quanto você pagaria por…. ?
• Por quanto você venderia …. ?
• Por quanto você aceitaria trabalhar com esse risco ambiental?
• Valore de 1 a 10 o que é mais importante para você:
A – (…) Bem com preço de mercado
B – (…) Bem ambiental impactado
C – (…)
• Público:
 Local
 Especialistas
• Pesquisa:
 Individual
 Por consenso de grupos (abordagens participativas)
Valoração contingente
Mudança na produtividade
Métodos baseados em custos
Preços
Hedônicos
Custo de
Viagem
Mercado Real
MEA. Millennium Ecosystem Assessment. Ecosystems and Human
Well-being: A Framework for Assessment , Island Press, 2003.
Questões Complexas
• Pressupostos imperfeitos de mercado
 Oferta X Demanda
 Emoção do consumidor
o Gosta de receber mas não de pagar
o Está acostumado a usar o ambiente sem custos
 Adaptação econômica, tecnológica e social
Como considerar os benefícios futuros dos
serviços ecossistêmicos?
• O futuro é incerto -> quanto mais à frente, maior o risco
• O agente prefere um lucro menor com baixo risco, em curto prazo
do que um lucro maior com alto risco a longo prazo
• Empreendimentos privados dificilmente planejam com horizontes
maiores que 30-50 anos
• Financiamentos bancários usualmente restringem-se a 20 anos
• Taxa de desconto como modelagem para a menor preferência em
relação ao tempo futuro
• Como incorporar a sustentabilidade para as gerações futuras?
MEA. Millennium Ecosystem Assessment. Ecosystems and Human Well-being: A Framework for
Assessment , Island Press, 2003
Obrigado!
Ângela Terumi Fushita
Vitor Vieira Vasconcelos
24

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sustentabilidade e Preservação Ambiental no Setor Sucroenergético
Sustentabilidade e Preservação Ambiental no Setor SucroenergéticoSustentabilidade e Preservação Ambiental no Setor Sucroenergético
Sustentabilidade e Preservação Ambiental no Setor Sucroenergético
Luciano Meneguetti
 
Impacto ambiental, analise de riscos
Impacto ambiental, analise de riscosImpacto ambiental, analise de riscos
Impacto ambiental, analise de riscos
UERGS
 
Aula de Legislação Ambiental no Brasil e nas empresas
Aula de Legislação Ambiental no Brasil e nas empresasAula de Legislação Ambiental no Brasil e nas empresas
Aula de Legislação Ambiental no Brasil e nas empresas
Isabela Espíndola
 
Gestão Ambiental
Gestão AmbientalGestão Ambiental
Gestão Ambiental
Cadernos PPT
 
Aula 3 gestao ambiental
Aula 3 gestao ambiental Aula 3 gestao ambiental
Aula 3 gestao ambiental
sionara14
 
Apresentação manejo florestal
Apresentação  manejo florestalApresentação  manejo florestal
Apresentação manejo florestal
Iomar Barbosa
 
Licenciamento ambiental
Licenciamento ambientalLicenciamento ambiental
Licenciamento ambiental
Leonardo Welliton
 
Gestão ambiental e administração
Gestão ambiental e administraçãoGestão ambiental e administração
Gestão ambiental e administração
e-Tec
 
Área de Preservação Permanente e Reserva Legal - novembro-2009
Área de Preservação Permanente e Reserva Legal - novembro-2009Área de Preservação Permanente e Reserva Legal - novembro-2009
Área de Preservação Permanente e Reserva Legal - novembro-2009
Fabricio Soler
 
O Novo Código Florestal - Master Ambiental
O Novo Código Florestal - Master AmbientalO Novo Código Florestal - Master Ambiental
O Novo Código Florestal - Master Ambiental
Master Ambiental
 
Aula lei pnma e sisnama
Aula lei pnma e sisnamaAula lei pnma e sisnama
Aula lei pnma e sisnama
João Alfredo Telles Melo
 
Biologia da conservação primack & rodrigues
Biologia da conservação   primack & rodriguesBiologia da conservação   primack & rodrigues
Biologia da conservação primack & rodrigues
Santa1304
 
Meio ambiente e ecologia: conceitos.
Meio ambiente e ecologia: conceitos.Meio ambiente e ecologia: conceitos.
Meio ambiente e ecologia: conceitos.
Roney Gusmão
 
Básico de populações
Básico de populaçõesBásico de populações
Básico de populações
unesp
 
Aula 2 introdução a qualidade ambiental qualidade
Aula 2   introdução a qualidade ambiental qualidadeAula 2   introdução a qualidade ambiental qualidade
Aula 2 introdução a qualidade ambiental qualidade
Giovanna Ortiz
 
Agrotóxicos.Agricultura.Meios Alternativos
Agrotóxicos.Agricultura.Meios AlternativosAgrotóxicos.Agricultura.Meios Alternativos
Agrotóxicos.Agricultura.Meios Alternativos
PedroBrambatti
 
Serviços Ambientais
 Serviços Ambientais Serviços Ambientais
Educação ambiental
Educação ambientalEducação ambiental
Educação ambiental
Jane Mary Lima Castro
 
Bioma da Caatinga - Completo
Bioma da Caatinga - CompletoBioma da Caatinga - Completo
Bioma da Caatinga - Completo
Bruno Djvan Ramos Barbosa
 
Apresentação Agricultura Irrigada
Apresentação Agricultura IrrigadaApresentação Agricultura Irrigada
Apresentação Agricultura Irrigada
Valmont / Valley
 

Mais procurados (20)

Sustentabilidade e Preservação Ambiental no Setor Sucroenergético
Sustentabilidade e Preservação Ambiental no Setor SucroenergéticoSustentabilidade e Preservação Ambiental no Setor Sucroenergético
Sustentabilidade e Preservação Ambiental no Setor Sucroenergético
 
Impacto ambiental, analise de riscos
Impacto ambiental, analise de riscosImpacto ambiental, analise de riscos
Impacto ambiental, analise de riscos
 
Aula de Legislação Ambiental no Brasil e nas empresas
Aula de Legislação Ambiental no Brasil e nas empresasAula de Legislação Ambiental no Brasil e nas empresas
Aula de Legislação Ambiental no Brasil e nas empresas
 
Gestão Ambiental
Gestão AmbientalGestão Ambiental
Gestão Ambiental
 
Aula 3 gestao ambiental
Aula 3 gestao ambiental Aula 3 gestao ambiental
Aula 3 gestao ambiental
 
Apresentação manejo florestal
Apresentação  manejo florestalApresentação  manejo florestal
Apresentação manejo florestal
 
Licenciamento ambiental
Licenciamento ambientalLicenciamento ambiental
Licenciamento ambiental
 
Gestão ambiental e administração
Gestão ambiental e administraçãoGestão ambiental e administração
Gestão ambiental e administração
 
Área de Preservação Permanente e Reserva Legal - novembro-2009
Área de Preservação Permanente e Reserva Legal - novembro-2009Área de Preservação Permanente e Reserva Legal - novembro-2009
Área de Preservação Permanente e Reserva Legal - novembro-2009
 
O Novo Código Florestal - Master Ambiental
O Novo Código Florestal - Master AmbientalO Novo Código Florestal - Master Ambiental
O Novo Código Florestal - Master Ambiental
 
Aula lei pnma e sisnama
Aula lei pnma e sisnamaAula lei pnma e sisnama
Aula lei pnma e sisnama
 
Biologia da conservação primack & rodrigues
Biologia da conservação   primack & rodriguesBiologia da conservação   primack & rodrigues
Biologia da conservação primack & rodrigues
 
Meio ambiente e ecologia: conceitos.
Meio ambiente e ecologia: conceitos.Meio ambiente e ecologia: conceitos.
Meio ambiente e ecologia: conceitos.
 
Básico de populações
Básico de populaçõesBásico de populações
Básico de populações
 
Aula 2 introdução a qualidade ambiental qualidade
Aula 2   introdução a qualidade ambiental qualidadeAula 2   introdução a qualidade ambiental qualidade
Aula 2 introdução a qualidade ambiental qualidade
 
Agrotóxicos.Agricultura.Meios Alternativos
Agrotóxicos.Agricultura.Meios AlternativosAgrotóxicos.Agricultura.Meios Alternativos
Agrotóxicos.Agricultura.Meios Alternativos
 
Serviços Ambientais
 Serviços Ambientais Serviços Ambientais
Serviços Ambientais
 
Educação ambiental
Educação ambientalEducação ambiental
Educação ambiental
 
Bioma da Caatinga - Completo
Bioma da Caatinga - CompletoBioma da Caatinga - Completo
Bioma da Caatinga - Completo
 
Apresentação Agricultura Irrigada
Apresentação Agricultura IrrigadaApresentação Agricultura Irrigada
Apresentação Agricultura Irrigada
 

Semelhante a Valoração de Serviços Ecossistêmicos

Aula 5 - Perícia Ambiental, Judicial e Securitária - Valoração de danos ambie...
Aula 5 - Perícia Ambiental, Judicial e Securitária - Valoração de danos ambie...Aula 5 - Perícia Ambiental, Judicial e Securitária - Valoração de danos ambie...
Aula 5 - Perícia Ambiental, Judicial e Securitária - Valoração de danos ambie...
Vitor Vieira Vasconcelos
 
PES COURSE - PORTO SEGURO (Conservation economics and payment for ecosystem s...
PES COURSE - PORTO SEGURO (Conservation economics and payment for ecosystem s...PES COURSE - PORTO SEGURO (Conservation economics and payment for ecosystem s...
PES COURSE - PORTO SEGURO (Conservation economics and payment for ecosystem s...
Environmental Leadership and Training Initiative (ELTI), Yale University
 
Apresentação Ademar Romeiro
Apresentação Ademar RomeiroApresentação Ademar Romeiro
Apresentação Ademar Romeiro
PET Ecologia
 
Valoração de serviços ecossistêmicos
Valoração de serviços ecossistêmicosValoração de serviços ecossistêmicos
Valoração de serviços ecossistêmicos
Dennis Panayotis Saridakis
 
Tema: Licitações Sustentáveis: Aspectos relevantes
Tema: Licitações Sustentáveis: Aspectos relevantes Tema: Licitações Sustentáveis: Aspectos relevantes
Tema: Licitações Sustentáveis: Aspectos relevantes
Editora Fórum
 
Ministro weder de oliveira
Ministro weder de oliveiraMinistro weder de oliveira
Ministro weder de oliveira
leonardo2710
 
Valoração econômica
Valoração econômicaValoração econômica
Valoração econômica
Alexandre Porto Araujo
 
Bruno milanez
Bruno milanezBruno milanez
Sustentabilidade nos Edifícios
Sustentabilidade nos EdifíciosSustentabilidade nos Edifícios
Sustentabilidade nos Edifícios
mbenquerenca
 
Sustentabilidade nos Edifícios
Sustentabilidade nos EdifíciosSustentabilidade nos Edifícios
Sustentabilidade nos Edifícios
mbenquerenca
 
Newton Figueiredo_Cidades integradoras de energias renováveis e eficientes
Newton Figueiredo_Cidades integradoras de energias renováveis e eficientesNewton Figueiredo_Cidades integradoras de energias renováveis e eficientes
Newton Figueiredo_Cidades integradoras de energias renováveis e eficientes
CICI2011
 
Trade Off Game - Belize - Valoração de Serviços Ecossistêmicos
Trade Off Game - Belize - Valoração de Serviços EcossistêmicosTrade Off Game - Belize - Valoração de Serviços Ecossistêmicos
Trade Off Game - Belize - Valoração de Serviços Ecossistêmicos
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Valoração dos recursos naturais
Valoração dos recursos naturaisValoração dos recursos naturais
Valoração dos recursos naturais
Universidade Federal Fluminense
 
PES COURSE - RECIFE (Implementing PES programs – Case Study PES Water, Brazil...
PES COURSE - RECIFE (Implementing PES programs – Case Study PES Water, Brazil...PES COURSE - RECIFE (Implementing PES programs – Case Study PES Water, Brazil...
PES COURSE - RECIFE (Implementing PES programs – Case Study PES Water, Brazil...
Environmental Leadership and Training Initiative (ELTI), Yale University
 
PES COURSE - RECIFE (The economy behind PES / JORGE NOGUEIRA)
PES COURSE - RECIFE (The economy behind PES / JORGE NOGUEIRA)PES COURSE - RECIFE (The economy behind PES / JORGE NOGUEIRA)
PES COURSE - RECIFE (The economy behind PES / JORGE NOGUEIRA)
Environmental Leadership and Training Initiative (ELTI), Yale University
 
Eugenio Mula_Economia Ambiental-1.docx
Eugenio Mula_Economia Ambiental-1.docxEugenio Mula_Economia Ambiental-1.docx
Eugenio Mula_Economia Ambiental-1.docx
LazaroLichucha
 
App ciências ambientais - síntese
App   ciências ambientais - sínteseApp   ciências ambientais - síntese
App ciências ambientais - síntese
Camila Silva
 
Gereciamento ambiental
Gereciamento ambientalGereciamento ambiental
Gereciamento ambiental
Keila Carvalho
 
18_03 - manhã - Mesa 3\1_Carolina Ximenes de Macedo
18_03 - manhã - Mesa 3\1_Carolina Ximenes de Macedo18_03 - manhã - Mesa 3\1_Carolina Ximenes de Macedo
18_03 - manhã - Mesa 3\1_Carolina Ximenes de Macedo
Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce - CBH-Doce
 
Uma experiência em gestão de risco sócio-ambiental
Uma experiência em gestão de risco sócio-ambientalUma experiência em gestão de risco sócio-ambiental
Uma experiência em gestão de risco sócio-ambiental
BeefPoint
 

Semelhante a Valoração de Serviços Ecossistêmicos (20)

Aula 5 - Perícia Ambiental, Judicial e Securitária - Valoração de danos ambie...
Aula 5 - Perícia Ambiental, Judicial e Securitária - Valoração de danos ambie...Aula 5 - Perícia Ambiental, Judicial e Securitária - Valoração de danos ambie...
Aula 5 - Perícia Ambiental, Judicial e Securitária - Valoração de danos ambie...
 
PES COURSE - PORTO SEGURO (Conservation economics and payment for ecosystem s...
PES COURSE - PORTO SEGURO (Conservation economics and payment for ecosystem s...PES COURSE - PORTO SEGURO (Conservation economics and payment for ecosystem s...
PES COURSE - PORTO SEGURO (Conservation economics and payment for ecosystem s...
 
Apresentação Ademar Romeiro
Apresentação Ademar RomeiroApresentação Ademar Romeiro
Apresentação Ademar Romeiro
 
Valoração de serviços ecossistêmicos
Valoração de serviços ecossistêmicosValoração de serviços ecossistêmicos
Valoração de serviços ecossistêmicos
 
Tema: Licitações Sustentáveis: Aspectos relevantes
Tema: Licitações Sustentáveis: Aspectos relevantes Tema: Licitações Sustentáveis: Aspectos relevantes
Tema: Licitações Sustentáveis: Aspectos relevantes
 
Ministro weder de oliveira
Ministro weder de oliveiraMinistro weder de oliveira
Ministro weder de oliveira
 
Valoração econômica
Valoração econômicaValoração econômica
Valoração econômica
 
Bruno milanez
Bruno milanezBruno milanez
Bruno milanez
 
Sustentabilidade nos Edifícios
Sustentabilidade nos EdifíciosSustentabilidade nos Edifícios
Sustentabilidade nos Edifícios
 
Sustentabilidade nos Edifícios
Sustentabilidade nos EdifíciosSustentabilidade nos Edifícios
Sustentabilidade nos Edifícios
 
Newton Figueiredo_Cidades integradoras de energias renováveis e eficientes
Newton Figueiredo_Cidades integradoras de energias renováveis e eficientesNewton Figueiredo_Cidades integradoras de energias renováveis e eficientes
Newton Figueiredo_Cidades integradoras de energias renováveis e eficientes
 
Trade Off Game - Belize - Valoração de Serviços Ecossistêmicos
Trade Off Game - Belize - Valoração de Serviços EcossistêmicosTrade Off Game - Belize - Valoração de Serviços Ecossistêmicos
Trade Off Game - Belize - Valoração de Serviços Ecossistêmicos
 
Valoração dos recursos naturais
Valoração dos recursos naturaisValoração dos recursos naturais
Valoração dos recursos naturais
 
PES COURSE - RECIFE (Implementing PES programs – Case Study PES Water, Brazil...
PES COURSE - RECIFE (Implementing PES programs – Case Study PES Water, Brazil...PES COURSE - RECIFE (Implementing PES programs – Case Study PES Water, Brazil...
PES COURSE - RECIFE (Implementing PES programs – Case Study PES Water, Brazil...
 
PES COURSE - RECIFE (The economy behind PES / JORGE NOGUEIRA)
PES COURSE - RECIFE (The economy behind PES / JORGE NOGUEIRA)PES COURSE - RECIFE (The economy behind PES / JORGE NOGUEIRA)
PES COURSE - RECIFE (The economy behind PES / JORGE NOGUEIRA)
 
Eugenio Mula_Economia Ambiental-1.docx
Eugenio Mula_Economia Ambiental-1.docxEugenio Mula_Economia Ambiental-1.docx
Eugenio Mula_Economia Ambiental-1.docx
 
App ciências ambientais - síntese
App   ciências ambientais - sínteseApp   ciências ambientais - síntese
App ciências ambientais - síntese
 
Gereciamento ambiental
Gereciamento ambientalGereciamento ambiental
Gereciamento ambiental
 
18_03 - manhã - Mesa 3\1_Carolina Ximenes de Macedo
18_03 - manhã - Mesa 3\1_Carolina Ximenes de Macedo18_03 - manhã - Mesa 3\1_Carolina Ximenes de Macedo
18_03 - manhã - Mesa 3\1_Carolina Ximenes de Macedo
 
Uma experiência em gestão de risco sócio-ambiental
Uma experiência em gestão de risco sócio-ambientalUma experiência em gestão de risco sócio-ambiental
Uma experiência em gestão de risco sócio-ambiental
 

Mais de Vitor Vieira Vasconcelos

Relationships among socioeconomic affluence, yard management, and biodiversity
Relationships among socioeconomic affluence, yard management, and biodiversityRelationships among socioeconomic affluence, yard management, and biodiversity
Relationships among socioeconomic affluence, yard management, and biodiversity
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Análise espacial de doenças transmissíveis
Análise espacial de doenças transmissíveisAnálise espacial de doenças transmissíveis
Análise espacial de doenças transmissíveis
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Fishbanks! Jogo de simulação de gestão de recursos renováveis
Fishbanks! Jogo de simulação de gestão de recursos renováveisFishbanks! Jogo de simulação de gestão de recursos renováveis
Fishbanks! Jogo de simulação de gestão de recursos renováveis
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Regimes de Apropriação de Recursos Naturais
Regimes de Apropriação de Recursos NaturaisRegimes de Apropriação de Recursos Naturais
Regimes de Apropriação de Recursos Naturais
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Recursos Comuns e Tragédia dos Comuns
Recursos Comuns e Tragédia dos ComunsRecursos Comuns e Tragédia dos Comuns
Recursos Comuns e Tragédia dos Comuns
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Relações entre sistemas naturais e sociais
Relações entre sistemas naturais e sociaisRelações entre sistemas naturais e sociais
Relações entre sistemas naturais e sociais
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Bases teóricas e conceituais do Planejamento e da Política Ambiental
Bases teóricas e conceituais do Planejamento e da Política AmbientalBases teóricas e conceituais do Planejamento e da Política Ambiental
Bases teóricas e conceituais do Planejamento e da Política Ambiental
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Planejamento territorial
Planejamento territorialPlanejamento territorial
Planejamento territorial
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Coremática e Mapeamento Participativo
Coremática e Mapeamento ParticipativoCoremática e Mapeamento Participativo
Coremática e Mapeamento Participativo
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Cartografia Social
Cartografia SocialCartografia Social
Cartografia Social
Vitor Vieira Vasconcelos
 
MIgrações
MIgraçõesMIgrações
Conflitos fundiários
Conflitos fundiáriosConflitos fundiários
Conflitos fundiários
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Conflitos Territoriais
Conflitos TerritoriaisConflitos Territoriais
Conflitos Territoriais
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Chácara Baronesa - Haras São Bernardo
Chácara Baronesa - Haras São BernardoChácara Baronesa - Haras São Bernardo
Chácara Baronesa - Haras São Bernardo
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Governo e Território
Governo e TerritórioGoverno e Território
Governo e Território
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Segregação e Interação Territorial
Segregação e Interação TerritorialSegregação e Interação Territorial
Segregação e Interação Territorial
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Território e Poder
Território e PoderTerritório e Poder
Território e Poder
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Operações com dados espaciais (Vetor) em R
Operações com dados espaciais (Vetor) em ROperações com dados espaciais (Vetor) em R
Operações com dados espaciais (Vetor) em R
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Lugar, Ambiente, Paisagem e Sentimento
Lugar, Ambiente, Paisagem e SentimentoLugar, Ambiente, Paisagem e Sentimento
Lugar, Ambiente, Paisagem e Sentimento
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Dados espaciais em R (2020)
Dados espaciais em R (2020)Dados espaciais em R (2020)
Dados espaciais em R (2020)
Vitor Vieira Vasconcelos
 

Mais de Vitor Vieira Vasconcelos (20)

Relationships among socioeconomic affluence, yard management, and biodiversity
Relationships among socioeconomic affluence, yard management, and biodiversityRelationships among socioeconomic affluence, yard management, and biodiversity
Relationships among socioeconomic affluence, yard management, and biodiversity
 
Análise espacial de doenças transmissíveis
Análise espacial de doenças transmissíveisAnálise espacial de doenças transmissíveis
Análise espacial de doenças transmissíveis
 
Fishbanks! Jogo de simulação de gestão de recursos renováveis
Fishbanks! Jogo de simulação de gestão de recursos renováveisFishbanks! Jogo de simulação de gestão de recursos renováveis
Fishbanks! Jogo de simulação de gestão de recursos renováveis
 
Regimes de Apropriação de Recursos Naturais
Regimes de Apropriação de Recursos NaturaisRegimes de Apropriação de Recursos Naturais
Regimes de Apropriação de Recursos Naturais
 
Recursos Comuns e Tragédia dos Comuns
Recursos Comuns e Tragédia dos ComunsRecursos Comuns e Tragédia dos Comuns
Recursos Comuns e Tragédia dos Comuns
 
Relações entre sistemas naturais e sociais
Relações entre sistemas naturais e sociaisRelações entre sistemas naturais e sociais
Relações entre sistemas naturais e sociais
 
Bases teóricas e conceituais do Planejamento e da Política Ambiental
Bases teóricas e conceituais do Planejamento e da Política AmbientalBases teóricas e conceituais do Planejamento e da Política Ambiental
Bases teóricas e conceituais do Planejamento e da Política Ambiental
 
Planejamento territorial
Planejamento territorialPlanejamento territorial
Planejamento territorial
 
Coremática e Mapeamento Participativo
Coremática e Mapeamento ParticipativoCoremática e Mapeamento Participativo
Coremática e Mapeamento Participativo
 
Cartografia Social
Cartografia SocialCartografia Social
Cartografia Social
 
MIgrações
MIgraçõesMIgrações
MIgrações
 
Conflitos fundiários
Conflitos fundiáriosConflitos fundiários
Conflitos fundiários
 
Conflitos Territoriais
Conflitos TerritoriaisConflitos Territoriais
Conflitos Territoriais
 
Chácara Baronesa - Haras São Bernardo
Chácara Baronesa - Haras São BernardoChácara Baronesa - Haras São Bernardo
Chácara Baronesa - Haras São Bernardo
 
Governo e Território
Governo e TerritórioGoverno e Território
Governo e Território
 
Segregação e Interação Territorial
Segregação e Interação TerritorialSegregação e Interação Territorial
Segregação e Interação Territorial
 
Território e Poder
Território e PoderTerritório e Poder
Território e Poder
 
Operações com dados espaciais (Vetor) em R
Operações com dados espaciais (Vetor) em ROperações com dados espaciais (Vetor) em R
Operações com dados espaciais (Vetor) em R
 
Lugar, Ambiente, Paisagem e Sentimento
Lugar, Ambiente, Paisagem e SentimentoLugar, Ambiente, Paisagem e Sentimento
Lugar, Ambiente, Paisagem e Sentimento
 
Dados espaciais em R (2020)
Dados espaciais em R (2020)Dados espaciais em R (2020)
Dados espaciais em R (2020)
 

Último

Apresentação de Manejo do solo - Slides.pptx
Apresentação de Manejo do solo - Slides.pptxApresentação de Manejo do solo - Slides.pptx
Apresentação de Manejo do solo - Slides.pptx
Geagra UFG
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
SETCESP - Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
SETCESP - Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região
 
dengue atividade e caça-palavras 6 ano exercicios
dengue atividade e caça-palavras 6 ano exerciciosdengue atividade e caça-palavras 6 ano exercicios
dengue atividade e caça-palavras 6 ano exercicios
wfsouza2
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
SETCESP - Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
SETCESP - Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
SETCESP - Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
SETCESP - Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região
 

Último (8)

Apresentação de Manejo do solo - Slides.pptx
Apresentação de Manejo do solo - Slides.pptxApresentação de Manejo do solo - Slides.pptx
Apresentação de Manejo do solo - Slides.pptx
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
 
dengue atividade e caça-palavras 6 ano exercicios
dengue atividade e caça-palavras 6 ano exerciciosdengue atividade e caça-palavras 6 ano exercicios
dengue atividade e caça-palavras 6 ano exercicios
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
 
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESPJornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
Jornada da Sustentabilidade - Encontro ESG - SETCESP
 

Valoração de Serviços Ecossistêmicos

  • 1. Valoração de Serviços Ecossistêmicos Ângela Terumi Fushita Vitor Vieira Vasconcelos Disciplina: Planejamento e Política Ambiental Bacharelado em Planejamento Territorial Universidade Federal do ABC Setembro, 2020 São Bernardo do Campo - SP 1
  • 2. Conteúdo •Contextos de valoração de serviços ecossistêmicos •Valor de uso e de não-uso •Métodos de valoração 2
  • 3. a) Tomada de decisão para investimentos público ou privados • Incorporação de externalidades b) A valoração das medidas mitigadoras ou compensatórias no caso de impactos ambientais em licenciamento ambiental c) Multas e indenizações por crimes ambientais d) Políticas de pagamento por serviços ecossistêmicos Contextos de Valoração de Serviços Ecossistêmicos
  • 4. Por que sintetizar em valores monetários? • Porque os tomadores de decisão precisam decidir entre investir recursos escassos em conservação ou outros programas • Permite avaliar custo-benefício das medidas tomadas • Permite contrabalançar as mudanças entre diferentes serviços ecossistêmicos frente a distintos padrões de intervenção (trade-off) • Permite internalizar externalidades ambientais (impactos que antes não eram considerados) • Permite analisar equidade da distribuição dos benefícios • Permite modelar ações de agentes de mercado • Ética utilitarista: agentes tomam decisão que lhes traga maior benefício MEA. Millennium Ecosystem Assessment. Ecosystems and Human Well-being: A Framework for Assessment (Island Press, 2003)
  • 5. Porque não sintetizar a valores monetários? • Ecocentrismo: os seres vivos têm valor por si mesmos (valor intrínseco) que não pode ser expressado em valores monetários • Exemplo:  Você não estimaria um valor para sua mãe  Comunidades indígenas consideram a terra como divindade mãe  Carta do Cacique Seattle para o Presidente Americano (1885) recusando-se a vender as terras indígenas
  • 6. Índios Guarani-Kaowá • “A terra é uma extensão do próprio corpo” • Conflitos com os pecuaristas em Mato Grosso do Sul 6 https://racismoambiental.net.br/wp-content/uploads/2017/04/consea-guarani-kaiowa-1034x1024.jpg http://www.pucsp.br/ecopolitica/galeria/galeria_ed4.htmlhttps://linhaslivres.wordpress.com/tag/guarani-kaiowa/
  • 7. • Éticas não-utilitaristas: existem valores intrínsecos de dignidade (éticos, culturais e religiosos) que não podem ser valorados (Kant, 1788) • O que pode ser valorado ou não varia em cada cultura • Reduzir tudo ao valor monetário poderia levar a falhas de mercado • Necessidade de estabelecer padrões mínimos de segurança (safe minimum standards) por lei ou nos esquemas de decisão • Exemplo: direitos humanos, limites de poluição MEA. Millennium Ecosystem Assessment. Ecosystems and Human Well-being: A Framework for Assessment (Island Press, 2003) Porque não sintetizar a valores monetários?
  • 8. Valor total dos Serviços Ecossistêmicos Valor Total Valor de Uso Valor de Não-Uso Uso Direto Uso Indireto Valor de Opção Valor de Opção (strictu sensu) Valor de Quase-Opção Valor de Legado Valor de Existência MEA. Millennium Ecosystem Assessment. Ecosystems and Human Well-being: A Framework for Assessment , Island Press, 2003. PRIMACK, R. B.; RODRIGUES, E. Biologia da Conservação. Londrina: Gráfica Editora Midiograf, 2001
  • 9. • Valor de Uso = preço do uso efetivo ou potencial que o recurso pode prover  Uso Direto: preço do recurso  Uso Indireto: preço do serviço ecossistêmico derivado
  • 10. • Valor de Opção = valor da disponibilidade do recurso ambiental para uso futuro • Valor de Quase-Opção = valor de reter as opções de uso futuro do recurso, dado uma hipótese de crescente conhecimento científico, técnico, econômico ou social sobre as possibilidades futuras do recurso ambiental sob investigação • Valo de Legado = valor de disponibilidade para as gerações futuras
  • 11. Valor de Não-Uso ou Valor Intrínseco ou Valor de Existência Reflete um valor que reside nos recursos ambientais (valor que o meio ambiente tem por si mesmo), independentemente de uma relação com os seres humanos, de uso efetivo no presente ou de possibilidades de uso futuro • Altruísmo com outros seres vivos: Quanto você pagaria para que a Ararinha-Azul não fosse extinta? • Estratégias de Conservação de Espécies Bandeira
  • 12. • Métodos:  Bens com cotação de mercado  Bens substitutos  Preferência revelada  Preferência declarada (relativa) Valoração de Serviços Ecossistêmicos Mercado Real Mercado Substituto Mercado Hipotético Valoração Contingente
  • 13. Métodos de Bens Substitutos • Método do Custo Evitado  Exemplo: preço de implementar uma nova fonte de água para a cidade • Método da Produção Sacríficada  Doença o Despesas médicas o Licenças de trabalho (custo da hora trabalhada)  Morte o Custo da hora de trabalho até o fim da vida produtiva o Valor das indenizações nas empresas de seguro
  • 14. Métodos de Bens Substitutos • Custo de Recuperação / Reposição  PRAD – Plano de Recuperação de Áreas Degradadas • Custo de Controle  Medidas mitigadoras • Custo de oportunidade  Uso da área não-degradada para outro fim
  • 16. Espécies de Potencial Valor Econômico Exemplo: Fava D’Anta -> Extração da Rutina •Produtividade por Árvore: R$30,00/ano  Carvoeijamento: R$0,50 a R$1,00 por árvore  Mais lucrativo que silvicultura, em algumas regiões •Eliminação dos atravessadores •Extração da rutina -> Salto para R$200,00/quilo. Evolução dos preços e da produção de Fava d’Anta em MG 2004 2005 2006 2008 Crescimento Preço/Quilo R$0,05 R$0,50 R$0,80 a 1,00 R$1,29 2580% Produção (em quilos) 80.000 500.000 625% Valor Total R$4.000,00 R$250.000,00 R$500.000,00 12.400% Vasconcelos, V.V. Impactos e Custos Ambientais da Agricultura Moderna. Universidade Federal de Lavras. 2008 Aumento imediato de 10 vezes no lucro do produtor
  • 17. Custos por Escassez Hídrica NETO, L. G. - Produtividade e Competitividade Dependem do Aumento de Hectares Irrigados, Revista dos Agrônomos - Março de 2000, Ano III, N.1, p.14-20
  • 18. Preferência revelada Preços Hedônicos • Preço de propriedades  Atributos ambientais semelhantes  Proximidade  Referência da ABNT para valoração de bens: NBR 14.653 • Custo de viagem
  • 19. Custos de Viagem • Valor do gasto da população em viagens e serviços turísticos • Utilizado em:  Unidades de Conservação  Áreas de visitação turística. Ex: Praias • Contexto específico: difícil de ser generalizado para outras áreas • Difícil avaliar o efeito de substituição, caso o lugar seja degradado
  • 20. Métodos de Preferência Declarada (Relativa - Valoração Contingente) • Quanto você pagaria por…. ? • Por quanto você venderia …. ? • Por quanto você aceitaria trabalhar com esse risco ambiental? • Valore de 1 a 10 o que é mais importante para você: A – (…) Bem com preço de mercado B – (…) Bem ambiental impactado C – (…) • Público:  Local  Especialistas • Pesquisa:  Individual  Por consenso de grupos (abordagens participativas)
  • 21. Valoração contingente Mudança na produtividade Métodos baseados em custos Preços Hedônicos Custo de Viagem Mercado Real MEA. Millennium Ecosystem Assessment. Ecosystems and Human Well-being: A Framework for Assessment , Island Press, 2003.
  • 22. Questões Complexas • Pressupostos imperfeitos de mercado  Oferta X Demanda  Emoção do consumidor o Gosta de receber mas não de pagar o Está acostumado a usar o ambiente sem custos  Adaptação econômica, tecnológica e social
  • 23. Como considerar os benefícios futuros dos serviços ecossistêmicos? • O futuro é incerto -> quanto mais à frente, maior o risco • O agente prefere um lucro menor com baixo risco, em curto prazo do que um lucro maior com alto risco a longo prazo • Empreendimentos privados dificilmente planejam com horizontes maiores que 30-50 anos • Financiamentos bancários usualmente restringem-se a 20 anos • Taxa de desconto como modelagem para a menor preferência em relação ao tempo futuro • Como incorporar a sustentabilidade para as gerações futuras? MEA. Millennium Ecosystem Assessment. Ecosystems and Human Well-being: A Framework for Assessment , Island Press, 2003
  • 24. Obrigado! Ângela Terumi Fushita Vitor Vieira Vasconcelos 24