SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 47
Baixar para ler offline
ÁGUA PARA A
AGRICULTURA NO BRASIL
Celestino Zanella
Produtor Rural – Presidente AIBA
BRAZIL
ONDE ESTAMOS?
Fonte: NASA, 2017; Embrapa, 2017
7,6% DO TERRITÓRIO É LAVOURA
BRASIL 7,6%
BRASIL
IRRIGAÇÃO NO MUNDO
Fonte: FAO, 2013; Adaptado de ANA, 2017
0,76% DO TERRITÓRIO BRASILEIRO
BRASIL
6.95 milhões de hectares
10,6% da área de lavoura
IRRIGAÇÃO NO MUNDO
Fonte: FAO, 2013; Adaptado de ANA, 2017
O Brasil está entre os 10 (dez)
países com a maior área
equipada para irrigação do
mundo com potencial de
ampliação para 29 M. ha. (FAO
(2017)
300 mil pivôs
26.7 milhões de hectares
18 mil pivôs
6,95 milhões de hectares
Irrigação Irrigação
Fonte: ANA, 2017; IICA, 2015
PRODUÇÃO TOTAL
Produto Quantidade (milhões toneladas)
Grãos1 238,8
Açúcar 39,8
Frutas, Castanhas e Hortícolas2 29,1
Tubérculos e Raízes3 29,3
Produção Animal4 24,1
Leite (bilhões litros) 24,1
Horticultura 5,6
Café 2,7
Produção Aquícola 1,3
Mel 0,04
Ovos (milhões dúzias) 2,927
Total (Exceto ovos) 394,24 milhões de toneladas/ano
1 = Amendoim, Algodão, Arroz, Feijão, Girassol, Milho, Soja, Aveia, Canola, Centeio, Cevada, Trigo, Triticale
2 = Banana, Cacau, Castanha Caju, Guaraná, Laranja, Maçã, Pimenta do Reino, Tomate e Uva
3 = Alho, Batata, Cebola e Mandioca
4 = Bovinos, Suínos e Aves Fonte: Conab, IBGE e Anuário Brasileiro de Aquicultura
Consumo médio
250kg/habitante/ano
394,24 milhões ton
alimenta
1,577 bilhão de
habitantes
ou
a população brasileira
durante 7,6 anos
DE ALIMENTOS NO BRASIL
Pauta de Exportações Brasil
10 PRINCIPAIS PRODUTOS
Fonte: Secex/MDIC, Elaboração SUT/CNA
20,9
16,5
14,1
5,9 6,2 5,6 5,8 5,6
3,4
4,7
19,3
13,5 13,3
8,3
5,9 5,6 5,2
4,8 4,7 4,3
0
5
10
15
20
25
Soja Petróleo e
Derivados
Minério de
Ferro
Açúcar Carne de
Frango
Celulose Farelo de
Soja
Café Automóveis Carne Bovina
2015 2016
(US$ BI FOB)
Disponibilidade de terra e água no mundo
POPULAÇÃO CRESCENTE E
MENOR DISPONIBILIDADE DE TERRAS
Milhõesdehectares
Água:Bilhõesm3/ano
1960: 3 bi de pessoas 2020: 7,5 bi de pessoas
1960: 0,5 ha/pessoa 2020: 0,2 ha/pessoa
Fonte: Fischer e Shah, 2010. citado em Banco Mundial 2010; Elaboração Icone, FAO
Fonte: CEPEA/USP e CNA, 2018
PIB Demais setores
R$ 4,79 trilhões (76,43%)
PIB Agronegócio 2016:
R$ 1,48 trilhão (23,57%)
PIB BRASIL 2016
R$ 6,27 TRILHÕES
Agronegócio Agricultura
R$ 1,03 trilhão (69,5%)
Agronegócio Pecuária
R$ 450,78 bilhões (30,5%)
Fonte: CEPEA/USP e CNA, 2016
Insumos
agropecuários
R$ 173,74
bilhões
11,8%
Produção
Agropecuária
R$ 450,78
bilhões
30,5%
Agroindústria
R$ 398,64
bilhões
27%
Distribuição
R$ 454,13
bilhões
30,7%
R$ 1,48 TRILHÃO - 2016
PIB AGRONEGÓCIO
MÃO DE OBRA NO AGRONEGÓCIO
Indústria 15,2%
4.637.401
Comércio 21,1%
6.436.722
Serviços 21%
6.397.352
Agropecuária 42,7%
13.019.812
Demais Setores
67,7%
63.903.606
Agronegócio 32,3%
30.491.287
Fonte: IBGE/PNAD 2015 (Elaboração CNA e ICNA)
Total de Trabalhadores - Brasil
(acima de 16 anos)
94.394.893
Fonte: Embrapa, IBGE, CNA, MMA, FUNAI, DNIT, ANA e MPOG: Elaboração Embrapa Monitoramento
Código Florestal
Lei Federal nº 12.651/2012
Lei das Águas
Lei Federal nº 9.433/1997
SUSTENTABILIDADE
Política Nacional de
Resíduos Sólidos - PNRS
Lei Federal nº 12.305/2010
TECNOLOGIA: A BASE DO
Fonte: Conab. *Último (12º) Levantamento de Safra - Setembro/2017.
**Limite Superior do 1º Levantamento de Safra. Elaboração CNA.
-
500
1.000
1.500
2.000
2.500
3.000
3.500
4.000
4.500
-
50.000
100.000
150.000
200.000
250.000
300.000
1976/77
1978/79
1980/81
1982/83
1984/85
1986/87
1988/89
1990/91
1992/93
1994/95
1996/97
1998/99
2000/01
2002/03
2004/05
2006/07
2008/09
2010/11
2012/13
2014/15
2016/17
Produção(milton)
Produção Área Plantada Produtividade
Mantendo-se a mesma produtividade de 1976, para se
produzir 232 milhões de toneladas seriam necessários
177 milhões de hectares.
Evolução 1976/77 2016/17* Variação % 2017/18**
Produção (mil ton) 46.943,1 238.748,6 408,6% 228.209,9
Área Plantada (mil ha) 37.313,9 60.891,4 63,2% 62.016,1
Produtividade (kg/ha) 1.258 3.921 211,7% 3.750
Kg/ha
Poupança Agrícola
DESENVOLVIMENTO AGROPECUÁRIO
Fonte: Conab (Set/2017), VBP Outubro/2017 – CNA, Agrostat
*Complexo soja: soja em grão, farelo e óleo de soja.
SOJA
VBP - 2017 R$ 124,5 bilhões
Área Plantada - 2017 33,91 milhões ha
Principal Estado Produtor - 2017 MT – 26,75%
Produção -2017 114,43 milhões ton
Percentual da Produção
Exportada – 2016
70,49% - (US$ 25,4 bi)
SOJA – (COMPLEXO)
PRODUÇÃO BRASILEIRA
SOJA – EXPORTAÇÃO (COMPLEXO)
Fonte: MAPA/AgroStat, Elaboração CNA
-
10.000
20.000
30.000
40.000
50.000
60.000
70.000
80.000
-
5.000
10.000
15.000
20.000
25.000
30.000
35.000
2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016
MilTon
MilhõesUS$
Valor (US$) Volume (ton)
• Crescimento do volume exportado de 2005 a 2016: 70,1%
• Crescimento do valor exportado de 2005 a 2016: 168,31%
Milho
VBP - 2017 R$ 47,90 bilhões
Área Plantada - 2017 17,59 milhões ha
Principal Estado Produtor - 2017 MT – 29,51%
Produção - 2017 97,82 milhões ton
Percentual da Produção
Exportada - 2016
32,75% - (US$ 3,66
bi)
Fonte: Conab (Set/2017), VBP Outubro/2017 – CNA, Consumo e Exportações MAPA
MILHO
PRODUÇÃO BRASILEIRA
Fonte: MAPA/AgroStat. Elaboração: CNA
• Crescimento do volume exportado de 2005 a 2016: 1.863%
• Crescimento do valor exportado de 2005 a 2016: 3.380%
Milhõeston
US$Bilhões
0
5
10
15
20
25
30
35
0,5
1,5
2,5
3,5
4,5
5,5
6,5
Valor (US$bi) Exportações (milhões ton)
MILHO - EXPORTAÇÃO
Café (arábica e conillon)
VBP - 2017 R$ 20,87 bilhões
Área Plantada – 2016 1,95 milhão de ha
Principal Estado Produtor – 2016 MG – 59,81%
Produção – 2016 51,37 milhões sacas
Percentual da Produção Exportada
- 2016
62,24% (US$ 5,47
milhões)
Fonte: Conab (Set/2017), VBP Outubro/2017 – CNA, Consumo e Exportações MAPA.
CAFÉ
PRODUÇÃO BRASILEIRA
Fonte: MAPA/AgroStat. Elaboração: CNA
• Crescimento do volume exportado de 2005 a 2016: 32,64%
• Crescimento do valor exportado de 2005 a 2016: 86,7%
0
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
0
0,5
1
1,5
2
2,5
2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016
Milhões de toneladas US$ bilhões
Milhõeston
US$Bilhões
CAFÉ - EXPORTAÇÃO
Cana-de-Açúcar
VBP - 2017 R$ 55,82 bilhões
Área Plantada - 2016 9,05 milhões ha
Principal Estado Produtor -
2016
SP – 56,29%
Produção - 2016 657,18 milhões ton
Mix de Produção - 2016 40,4% (Açúcar) e
59,6% (Etanol)
Fonte: Conab (Set/2017), VBP Outubro/2017 – CNA, Demais MAPA
CANA-DE-AÇÚCAR
PRODUÇÃO BRASILEIRA
Fonte: MAPA/AgroStat. Elaboração: CNA
• Crescimento do volume exportado de 2005 a 2016: 59,43%
-
5.000
10.000
15.000
20.000
25.000
30.000
35.000
2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016
Milhõeston
AÇÚCAR – EXPORTAÇÃO
ALGODÃO
PRODUÇÃO BRASILEIRA
Fonte: ABRAPA, 2016.
Fonte: IBGE (2017), VBP Outubro/2017 – CNA, Exportações USDA
**carne in natura e industrializada.
6,35
6,89 7,05
6,62 6,66 6,98 6,78
7,35
8,17 8,06
7,49 7,35
0
2
4
6
8
10
2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016
Efetivo de Rebanho
(2016)
218,23 milhões
cabeças
Principal Estado Produtor
(2016)
MT – 15,41%
VBP 2017 R$86,38 bilhões Percentual da Produção
Exportada (2016)
19,9% (US$ 5,34
bilhões)
CARNE BOVINA
PRODUÇÃO BRASILEIRA
Milhõeston
Fonte: MAPA/AgroStat * in natura, industrializada e miudezas
• Crescimento do volume exportado de 2001 a 2016: 149%
• Crescimento do valor exportado de 2001 a 2016: 409%
US$5,3
1,3
0,0
0,2
0,4
0,6
0,8
1,0
1,2
1,4
1,6
1,8
0,00
1,00
2,00
3,00
4,00
5,00
6,00
7,00
8,00
Milhãodetoneladas
BilhõesUS$
Valor (US$ bilhões) Produção (milhões t)
CARNE BOVINA - EXPORTAÇÃO
”Water for People, Water for Life” United Nations Water Development Report, UNESCO,2003.
Agricultura
70%
Industrial
22%
Doméstico
8%
Mundo
Países em
Desenvolvimento
Agricultura
82%
Países
Desenvolvidos
Agricultura
30%
Industrial
59%
Doméstico
11%
Doméstico
8%
Industrial
10%
Valores médios
QUANTIDADE DE ÁGUA UTILIZADA
AGRICULTURA IRRIGADA
Vazão total dos rios
brasileiros
Vazão demandada
considerando todos
os usos
0,9%
Vazão rios sem Amazônia,
demanda todos (T) os usos
e só irrigação
< 20%
4,8% (T)
2,6%
QUANTO ESSE USO REPRESENTA?
BRAZIL
REGIÃO OESTE DA BAHIA
ÁREA IRRIGADA
Região Oeste : 14.446.536 ha
Cerrado: 8.989.630 ha
Vale: 5.456.906 ha
Áreas Produtivas: 3,1 milhões de hectares
Nº total de Pivôs: 1.345
Área irrigada: 150 mil hectares
NA REGIÃO OESTE DA BAHIA
Área total : 8,99 milhões ha - Bioma Cerrado
Área Registrada no CAR: 5,21 milhões ha (+/-60%)
Fonte: Base SICAR (Março/2017)
REGULARIZAÇÃO AMBIENTAL
Cadastro Ambiental Rural – CAR
Cadastro Estadual de Imóveis Rurais – CEFIR
Programa de Regularização Ambiental - PRA
Curvas de nível
Preservação da
mata ciliar
Plantio Direto
Prevenção de
incêndios
Bacia de contenção
Preservação de
veredas e nascentes
Bacia do Rio Grande: 76.630 Km²
Bacia do Rio Corrente: 34.875 Km²
Bacia do Rio Carinhanha: 17.000 Km²
Bacia do Rio São Francisco: 639.253 Km²
Extensão das Bacias Hidrográficas
Serviços e Ações
Área de Afloramento do Grupo
Urucuia correspondente em cada
Estado (modificado pela CPRM 2002).
BA: 82.788 Km²
MG: 31.452 Km²
GO: 1.831 Km²
TO: 18.833 Km²
PI: 4.455 Km²MA: 2.702 Km²
TOTAL: 142.061 Km²
O Aquífero Urucuia abrange 6 estados brasileiros e aproximadamente 60% de sua área está localizada no
oeste da Bahia.
Contribuição fluviométrica do Rio Grande para o Rio São Francisco Vazão Média 261 m³/s
Precipitação Oeste da Bahia
Ciclo de precipitação por mês no Brasil
Fonte: ANA, 2017; INMET, 2017
Serviços e Ações
MANUTENÇÃO E CONSERVAÇÃO DE ESTRADAS
• 196 Km recuperados de estradas vicinais;
• 422 Km recuperados com serviços “tapa buracos” de rodovias estaduais.
OUTRAS AÇÕES:
Serviços e Ações
CENTRO DE APOIO À REGULARIZAÇÃO AMBIENTAL
• Monitoramento de focos de calor em 2 Unidades de Combate a
Incêndios Florestais que abrangem 790 mil hectares.
• Palestras e dias de campo para orientar os agricultores sobre à
regularização ambiental das propriedades rurais.
• Atendimento de 950 produtores rurais do oeste da Bahia, sobre
CEFIR/CAR, condicionantes de algodoeiras, autos de infração e
outros.
OUTRAS AÇÕES:
Serviços e AçõesCENTRO DE APOIO À
REGULARIZAÇÃO AMBIENTAL
• Publicação do Manual de
Regularidade Ambiental das
Indústrias de Beneficiamento
de Algodão.
• Fomento ao Programa de
gerenciamento de resíduos
sólidos, através da criação de um
folder explicativo.
• Publicação da Cartilha
sobre Regularização
Ambiental de Propriedades
Rurais na Bahia (1ª e 2ª
edições).
• 160 propriedades rurais atendidas em nove municípios do oeste
baiano, envolvendo 326 mil ha de soja.
• 2.640 empregados fixos e 1.076 empregados temporários
beneficiados.
• 22 cursos realizados capacitando 268 pessoas sobre legislação
trabalhista, gestão da propriedade rural, NR-33 espaço
confinado, NR-35 trabalho em altura e primeiros socorros.
PROGRAMA SOJA PLUS - BA
Serviços e Ações
PROGRAMA JOVEM APRENDIZ NO CAMPO
• Cursos para Identificação e Monitoramento de Pragas Agrícolas,
capacitando 40 monitores em parceria com a ANDEF.
• Infraestrutura completa da Fazenda Modelo em Barreiras/BA
(salas de aula, auditório, campos experimentais e laboratório de
entomologia agrícola).
• 209 jovens formados e 104 em formação como Supervisores
Agrícolas, atendendo a Lei do Aprendizado nº 10.097/2000.
Serviços e Ações
FUNDESIS
• Em 10 anos foram aplicados aproximadamente 4 milhões de reais beneficiando 45 instituições
em 13 municípios.
Serviços e Ações
SEGURANÇA PÚBLICA – OPERAÇÃO SAFRA
DESCRIÇÃO 2014/2015 2015/2016 2016/2017
Pessoas abordadas 10.630 18.657 8.217
Veículos 04 rodas/carga abordados 3.111 6.283 2.168
Veículos 02 rodas abordados 1.766 5.001 1.449
Presos em flagrante 20 109 14
Adolescentes apreendidos 1 0 0
Armas de fogo apreendidas 77 81 11
Veículos recuperados 6 2 5
Drogas apreendidas 4 23 1
Cargas recuperadas 1 2 11
Encaminhados a DP - - 51
Visitas as fazendas 609 950 3.705
Serviços e Ações
• Maior feira de tecnologia agrícola do Norte/Nordeste do Brasil e está entre as três maiores do país;
• Em 2017, movimentou R$ 1,531 bilhão em negócios realizados por 200 expositores presentes com
um público total de 63.326 pessoas.
BAHIA FARM SHOW
Serviços e Ações
• Gerar conhecimento sobre o potencial hídrico (superficial e subterrâneo)
da região oeste da Bahia;
• Contribuir para o aperfeiçoamento da governança e segurança hídrica dos
usuários de água.
Estudos:
• Águas superficiais;
• Águas subterrâneas;
• Uso do solo, sequestro de carbono e recarga hídrica;
• Segurança hídrica, alimentar e energética no oeste da Bahia.
PARCEIROS: UFV, SEAGRI, SEMA, INEMA, SIHS, SPRLEM, CPRM E Universidade de
Nebraska/USA
Serviços e AçõesPROGRAMA FITOSSANITÁRIO
DE COMBATE À FERRUGEM ASIÁTICA DA SOJA
TREINAMENTO E ESPECIALIZAÇÃO
CAPTAÇÃO DE RECURSOS
O melhor recurso empregado é aquele que tem o efeito multiplicador.
Vamos estabelecer uma parceria com o Instituto Aiba e multiplicar as ações
sociais e ambientais.
Obrigado!
Celestino Zanella
presidencia@aiba.org.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Introducao agroecologia
Introducao agroecologiaIntroducao agroecologia
Introducao agroecologiaelisandraca
 
Sistemas de irrigação
Sistemas de irrigaçãoSistemas de irrigação
Sistemas de irrigaçãoGETA - UFG
 
FIXAÇÃO BIOLÓGICA NA SOJA
FIXAÇÃO BIOLÓGICA NA SOJAFIXAÇÃO BIOLÓGICA NA SOJA
FIXAÇÃO BIOLÓGICA NA SOJAGeagra UFG
 
PLANTAS DE COBERTURA E SUA UTILIZAÇÃO
PLANTAS DE COBERTURA E SUA UTILIZAÇÃOPLANTAS DE COBERTURA E SUA UTILIZAÇÃO
PLANTAS DE COBERTURA E SUA UTILIZAÇÃOGeagra UFG
 
Preparação do Solo e Aplicação
Preparação do Solo e AplicaçãoPreparação do Solo e Aplicação
Preparação do Solo e AplicaçãoGeagra UFG
 
IRRIGAÇÃO: MÉTODOS, SISTEMAS E APLICAÇÕES
IRRIGAÇÃO: MÉTODOS, SISTEMAS E APLICAÇÕESIRRIGAÇÃO: MÉTODOS, SISTEMAS E APLICAÇÕES
IRRIGAÇÃO: MÉTODOS, SISTEMAS E APLICAÇÕESLEANDRO DE MATOS
 
José Mário Avaliação da sustentabilidade na propriedade rural
José Mário Avaliação da sustentabilidade na propriedade ruralJosé Mário Avaliação da sustentabilidade na propriedade rural
José Mário Avaliação da sustentabilidade na propriedade ruralRevista Cafeicultura
 
apostila-de-olericultura-nad-pdf
apostila-de-olericultura-nad-pdfapostila-de-olericultura-nad-pdf
apostila-de-olericultura-nad-pdfSaul Ramos
 
Práticas de conservação do solo e recuperação de áreas degradada
Práticas de conservação do solo e recuperação de áreas degradadaPráticas de conservação do solo e recuperação de áreas degradada
Práticas de conservação do solo e recuperação de áreas degradadaMaurício Coelho
 
Métodos e técnicas de conservação do solo
Métodos e técnicas de conservação do soloMétodos e técnicas de conservação do solo
Métodos e técnicas de conservação do soloGirleno Oliveira
 
Coleta e amostragem de solo.
Coleta e amostragem de solo.Coleta e amostragem de solo.
Coleta e amostragem de solo.Leandro Araujo
 
As Plantas Alimentícias Não Convencionais e as Plantas do Futuro da Agricultu...
As Plantas Alimentícias Não Convencionais e as Plantas do Futuro da Agricultu...As Plantas Alimentícias Não Convencionais e as Plantas do Futuro da Agricultu...
As Plantas Alimentícias Não Convencionais e as Plantas do Futuro da Agricultu...Renato Ferraz de Arruda Veiga
 

Mais procurados (20)

Introducao agroecologia
Introducao agroecologiaIntroducao agroecologia
Introducao agroecologia
 
Sistemas de irrigação
Sistemas de irrigaçãoSistemas de irrigação
Sistemas de irrigação
 
FIXAÇÃO BIOLÓGICA NA SOJA
FIXAÇÃO BIOLÓGICA NA SOJAFIXAÇÃO BIOLÓGICA NA SOJA
FIXAÇÃO BIOLÓGICA NA SOJA
 
PLANTAS DE COBERTURA E SUA UTILIZAÇÃO
PLANTAS DE COBERTURA E SUA UTILIZAÇÃOPLANTAS DE COBERTURA E SUA UTILIZAÇÃO
PLANTAS DE COBERTURA E SUA UTILIZAÇÃO
 
Irrigação
IrrigaçãoIrrigação
Irrigação
 
Preparação do Solo e Aplicação
Preparação do Solo e AplicaçãoPreparação do Solo e Aplicação
Preparação do Solo e Aplicação
 
Agricultura convencional
Agricultura convencionalAgricultura convencional
Agricultura convencional
 
IRRIGAÇÃO: MÉTODOS, SISTEMAS E APLICAÇÕES
IRRIGAÇÃO: MÉTODOS, SISTEMAS E APLICAÇÕESIRRIGAÇÃO: MÉTODOS, SISTEMAS E APLICAÇÕES
IRRIGAÇÃO: MÉTODOS, SISTEMAS E APLICAÇÕES
 
José Mário Avaliação da sustentabilidade na propriedade rural
José Mário Avaliação da sustentabilidade na propriedade ruralJosé Mário Avaliação da sustentabilidade na propriedade rural
José Mário Avaliação da sustentabilidade na propriedade rural
 
Calagem
CalagemCalagem
Calagem
 
apostila-de-olericultura-nad-pdf
apostila-de-olericultura-nad-pdfapostila-de-olericultura-nad-pdf
apostila-de-olericultura-nad-pdf
 
Gessagem
GessagemGessagem
Gessagem
 
Aula 9 fertilidade dos solos
Aula 9   fertilidade dos solosAula 9   fertilidade dos solos
Aula 9 fertilidade dos solos
 
O Agronegócio Brasileiro
O Agronegócio BrasileiroO Agronegócio Brasileiro
O Agronegócio Brasileiro
 
Sistemas agroflorestais
Sistemas agroflorestaisSistemas agroflorestais
Sistemas agroflorestais
 
Práticas de conservação do solo e recuperação de áreas degradada
Práticas de conservação do solo e recuperação de áreas degradadaPráticas de conservação do solo e recuperação de áreas degradada
Práticas de conservação do solo e recuperação de áreas degradada
 
Métodos e técnicas de conservação do solo
Métodos e técnicas de conservação do soloMétodos e técnicas de conservação do solo
Métodos e técnicas de conservação do solo
 
Coleta e amostragem de solo.
Coleta e amostragem de solo.Coleta e amostragem de solo.
Coleta e amostragem de solo.
 
Manejo Integrado de Pragas
Manejo Integrado de PragasManejo Integrado de Pragas
Manejo Integrado de Pragas
 
As Plantas Alimentícias Não Convencionais e as Plantas do Futuro da Agricultu...
As Plantas Alimentícias Não Convencionais e as Plantas do Futuro da Agricultu...As Plantas Alimentícias Não Convencionais e as Plantas do Futuro da Agricultu...
As Plantas Alimentícias Não Convencionais e as Plantas do Futuro da Agricultu...
 

Semelhante a Agua para a Agricultura no Brasil. AIBA Zanella

Maquinas Agrícolas 2015-2025
Maquinas Agrícolas 2015-2025Maquinas Agrícolas 2015-2025
Maquinas Agrícolas 2015-2025Sistema FARSUL
 
Agronegócio Brasileiro: Pespectivas 2016 - Palestra Katia Abreu
Agronegócio Brasileiro: Pespectivas 2016 - Palestra Katia AbreuAgronegócio Brasileiro: Pespectivas 2016 - Palestra Katia Abreu
Agronegócio Brasileiro: Pespectivas 2016 - Palestra Katia AbreuRevista Cafeicultura
 
Cenários Para Agronegócio 2016-2026
Cenários Para Agronegócio 2016-2026Cenários Para Agronegócio 2016-2026
Cenários Para Agronegócio 2016-2026Sistema FARSUL
 
Roberto Rodrigues - UMA AGENDA PARA O AGRONEGÓCIO NO SÉCULO XXI.
Roberto Rodrigues - UMA AGENDA PARA O AGRONEGÓCIO NO SÉCULO XXI.Roberto Rodrigues - UMA AGENDA PARA O AGRONEGÓCIO NO SÉCULO XXI.
Roberto Rodrigues - UMA AGENDA PARA O AGRONEGÓCIO NO SÉCULO XXI.Revista Cafeicultura
 
Agrocafé_Roberto Rodrigues_Uma agenda para o agronegócio no século XXI
Agrocafé_Roberto Rodrigues_Uma agenda para o agronegócio no século XXIAgrocafé_Roberto Rodrigues_Uma agenda para o agronegócio no século XXI
Agrocafé_Roberto Rodrigues_Uma agenda para o agronegócio no século XXInataliafernandes
 
Roberto Rodrigues - UMA AGENDA PARA O AGRONEGÓCIO NO SÉCULO XXI.
Roberto Rodrigues - UMA AGENDA PARA O AGRONEGÓCIO NO SÉCULO XXI.Roberto Rodrigues - UMA AGENDA PARA O AGRONEGÓCIO NO SÉCULO XXI.
Roberto Rodrigues - UMA AGENDA PARA O AGRONEGÓCIO NO SÉCULO XXI.Revista Cafeicultura
 
Projeções do agronegócio 2016-2017 a 2026-2027 (versão preliminar)
Projeções do agronegócio 2016-2017 a 2026-2027 (versão preliminar)Projeções do agronegócio 2016-2017 a 2026-2027 (versão preliminar)
Projeções do agronegócio 2016-2017 a 2026-2027 (versão preliminar)Luiz Valeriano
 
MAPA disponibiliza projeção do Agronegócio 2016/2026
MAPA disponibiliza projeção do Agronegócio 2016/2026MAPA disponibiliza projeção do Agronegócio 2016/2026
MAPA disponibiliza projeção do Agronegócio 2016/2026Rural Pecuária
 
Seagro(GO) José Manoel agronegócio goiano 2014
Seagro(GO) José Manoel   agronegócio goiano 2014Seagro(GO) José Manoel   agronegócio goiano 2014
Seagro(GO) José Manoel agronegócio goiano 2014Vonivar Campos
 
Acompanhamento da Safra Brasileira de Café - 4º Levantamento - Dezembro 2020
Acompanhamento da Safra Brasileira de Café - 4º Levantamento - Dezembro 2020Acompanhamento da Safra Brasileira de Café - 4º Levantamento - Dezembro 2020
Acompanhamento da Safra Brasileira de Café - 4º Levantamento - Dezembro 2020Luiz Valeriano
 
INTRODUÇÃO A COTONICULTURA
INTRODUÇÃO A COTONICULTURAINTRODUÇÃO A COTONICULTURA
INTRODUÇÃO A COTONICULTURAGeagra UFG
 
Palestra Airton Spies - Secretaria da Agricultura e da Peca de Santa Catarina
Palestra Airton Spies - Secretaria da Agricultura e da Peca de Santa CatarinaPalestra Airton Spies - Secretaria da Agricultura e da Peca de Santa Catarina
Palestra Airton Spies - Secretaria da Agricultura e da Peca de Santa Catarinanatalinolazare
 
Relatório Carlos Cogo - 22 de julho
Relatório Carlos Cogo - 22 de julhoRelatório Carlos Cogo - 22 de julho
Relatório Carlos Cogo - 22 de julhoJosé Florentino
 
Relatório Coronavírus - 10 de junho
Relatório Coronavírus - 10 de junhoRelatório Coronavírus - 10 de junho
Relatório Coronavírus - 10 de junhoJosé Florentino
 
Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela
Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e PelaCampanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela
Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pelaalantygel
 
Victor apresentação mda 14º agrocafé - 2013
Victor apresentação mda   14º agrocafé - 2013 Victor apresentação mda   14º agrocafé - 2013
Victor apresentação mda 14º agrocafé - 2013 Revista Cafeicultura
 

Semelhante a Agua para a Agricultura no Brasil. AIBA Zanella (20)

Maquinas Agrícolas 2015-2025
Maquinas Agrícolas 2015-2025Maquinas Agrícolas 2015-2025
Maquinas Agrícolas 2015-2025
 
Agronegócio Brasileiro: Pespectivas 2016 - Palestra Katia Abreu
Agronegócio Brasileiro: Pespectivas 2016 - Palestra Katia AbreuAgronegócio Brasileiro: Pespectivas 2016 - Palestra Katia Abreu
Agronegócio Brasileiro: Pespectivas 2016 - Palestra Katia Abreu
 
Cenários Para Agronegócio 2016-2026
Cenários Para Agronegócio 2016-2026Cenários Para Agronegócio 2016-2026
Cenários Para Agronegócio 2016-2026
 
Roberto Rodrigues - UMA AGENDA PARA O AGRONEGÓCIO NO SÉCULO XXI.
Roberto Rodrigues - UMA AGENDA PARA O AGRONEGÓCIO NO SÉCULO XXI.Roberto Rodrigues - UMA AGENDA PARA O AGRONEGÓCIO NO SÉCULO XXI.
Roberto Rodrigues - UMA AGENDA PARA O AGRONEGÓCIO NO SÉCULO XXI.
 
Agrocafé_Roberto Rodrigues_Uma agenda para o agronegócio no século XXI
Agrocafé_Roberto Rodrigues_Uma agenda para o agronegócio no século XXIAgrocafé_Roberto Rodrigues_Uma agenda para o agronegócio no século XXI
Agrocafé_Roberto Rodrigues_Uma agenda para o agronegócio no século XXI
 
Roberto Rodrigues - UMA AGENDA PARA O AGRONEGÓCIO NO SÉCULO XXI.
Roberto Rodrigues - UMA AGENDA PARA O AGRONEGÓCIO NO SÉCULO XXI.Roberto Rodrigues - UMA AGENDA PARA O AGRONEGÓCIO NO SÉCULO XXI.
Roberto Rodrigues - UMA AGENDA PARA O AGRONEGÓCIO NO SÉCULO XXI.
 
AGRO FESCAFÉ 2014
AGRO FESCAFÉ 2014AGRO FESCAFÉ 2014
AGRO FESCAFÉ 2014
 
Palestra.pptx
Palestra.pptxPalestra.pptx
Palestra.pptx
 
Projeções do agronegócio 2016-2017 a 2026-2027 (versão preliminar)
Projeções do agronegócio 2016-2017 a 2026-2027 (versão preliminar)Projeções do agronegócio 2016-2017 a 2026-2027 (versão preliminar)
Projeções do agronegócio 2016-2017 a 2026-2027 (versão preliminar)
 
Agribusiness Brasileiro em Números
Agribusiness Brasileiro em NúmerosAgribusiness Brasileiro em Números
Agribusiness Brasileiro em Números
 
MAPA disponibiliza projeção do Agronegócio 2016/2026
MAPA disponibiliza projeção do Agronegócio 2016/2026MAPA disponibiliza projeção do Agronegócio 2016/2026
MAPA disponibiliza projeção do Agronegócio 2016/2026
 
Seagro(GO) José Manoel agronegócio goiano 2014
Seagro(GO) José Manoel   agronegócio goiano 2014Seagro(GO) José Manoel   agronegócio goiano 2014
Seagro(GO) José Manoel agronegócio goiano 2014
 
Acompanhamento da Safra Brasileira de Café - 4º Levantamento - Dezembro 2020
Acompanhamento da Safra Brasileira de Café - 4º Levantamento - Dezembro 2020Acompanhamento da Safra Brasileira de Café - 4º Levantamento - Dezembro 2020
Acompanhamento da Safra Brasileira de Café - 4º Levantamento - Dezembro 2020
 
INTRODUÇÃO A COTONICULTURA
INTRODUÇÃO A COTONICULTURAINTRODUÇÃO A COTONICULTURA
INTRODUÇÃO A COTONICULTURA
 
Analise do mercado de citrus no utimos 4 anos e mercado futuro
Analise do mercado de citrus no utimos 4 anos e mercado  futuroAnalise do mercado de citrus no utimos 4 anos e mercado  futuro
Analise do mercado de citrus no utimos 4 anos e mercado futuro
 
Palestra Airton Spies - Secretaria da Agricultura e da Peca de Santa Catarina
Palestra Airton Spies - Secretaria da Agricultura e da Peca de Santa CatarinaPalestra Airton Spies - Secretaria da Agricultura e da Peca de Santa Catarina
Palestra Airton Spies - Secretaria da Agricultura e da Peca de Santa Catarina
 
Relatório Carlos Cogo - 22 de julho
Relatório Carlos Cogo - 22 de julhoRelatório Carlos Cogo - 22 de julho
Relatório Carlos Cogo - 22 de julho
 
Relatório Coronavírus - 10 de junho
Relatório Coronavírus - 10 de junhoRelatório Coronavírus - 10 de junho
Relatório Coronavírus - 10 de junho
 
Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela
Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e PelaCampanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela
Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela
 
Victor apresentação mda 14º agrocafé - 2013
Victor apresentação mda   14º agrocafé - 2013 Victor apresentação mda   14º agrocafé - 2013
Victor apresentação mda 14º agrocafé - 2013
 

Mais de equipeagroplus

28. sustentabilidade da soja brasileira ufv
28. sustentabilidade da soja brasileira ufv28. sustentabilidade da soja brasileira ufv
28. sustentabilidade da soja brasileira ufvequipeagroplus
 
inserção do profissional no mercado de trabalho
inserção do profissional no mercado de trabalhoinserção do profissional no mercado de trabalho
inserção do profissional no mercado de trabalhoequipeagroplus
 
Startups - Israel Vasconcelos
Startups - Israel VasconcelosStartups - Israel Vasconcelos
Startups - Israel Vasconcelosequipeagroplus
 
Agricultura Familiar Oeste Bahia
Agricultura Familiar Oeste BahiaAgricultura Familiar Oeste Bahia
Agricultura Familiar Oeste Bahiaequipeagroplus
 
Nr 31 - Capacitação Sojaplus 2019.1
Nr 31 - Capacitação Sojaplus 2019.1Nr 31 - Capacitação Sojaplus 2019.1
Nr 31 - Capacitação Sojaplus 2019.1equipeagroplus
 
Capacitação SojaPlus 2019.1 - Construções Rurais
Capacitação SojaPlus 2019.1 - Construções RuraisCapacitação SojaPlus 2019.1 - Construções Rurais
Capacitação SojaPlus 2019.1 - Construções Ruraisequipeagroplus
 
Apresentacao soja plus_mateus
Apresentacao soja plus_mateusApresentacao soja plus_mateus
Apresentacao soja plus_mateusequipeagroplus
 
Resíduos Sólidos - SojaPlus 2019
Resíduos Sólidos - SojaPlus 2019Resíduos Sólidos - SojaPlus 2019
Resíduos Sólidos - SojaPlus 2019equipeagroplus
 
Apresentacao Marcos Heil
Apresentacao Marcos HeilApresentacao Marcos Heil
Apresentacao Marcos Heilequipeagroplus
 
Apresentacao - Eduardo e Gerson
Apresentacao - Eduardo e GersonApresentacao - Eduardo e Gerson
Apresentacao - Eduardo e Gersonequipeagroplus
 
Reuniao tecnica - Everardo Mantovani
Reuniao tecnica - Everardo MantovaniReuniao tecnica - Everardo Mantovani
Reuniao tecnica - Everardo Mantovaniequipeagroplus
 
Atlas - Projeto Potencial Hídrico
Atlas - Projeto Potencial HídricoAtlas - Projeto Potencial Hídrico
Atlas - Projeto Potencial Hídricoequipeagroplus
 
Soy Macauba Sustainability _ LocalPork Symposium
Soy Macauba Sustainability _ LocalPork SymposiumSoy Macauba Sustainability _ LocalPork Symposium
Soy Macauba Sustainability _ LocalPork Symposiumequipeagroplus
 
A metodologia startup israel vasconcelos
A metodologia startup israel vasconcelosA metodologia startup israel vasconcelos
A metodologia startup israel vasconcelosequipeagroplus
 
Modelagem Aquifero Urucuia
Modelagem Aquifero UrucuiaModelagem Aquifero Urucuia
Modelagem Aquifero Urucuiaequipeagroplus
 
Projeto Urucuia Acoes Governanca
Projeto Urucuia Acoes GovernancaProjeto Urucuia Acoes Governanca
Projeto Urucuia Acoes Governancaequipeagroplus
 
Seminario Avaliacao Tecnica Projeto Urucuia
Seminario Avaliacao Tecnica Projeto UrucuiaSeminario Avaliacao Tecnica Projeto Urucuia
Seminario Avaliacao Tecnica Projeto Urucuiaequipeagroplus
 
Sucessão Familiar e Inovação
Sucessão Familiar e InovaçãoSucessão Familiar e Inovação
Sucessão Familiar e Inovaçãoequipeagroplus
 
Empreendedorismo Rural
Empreendedorismo RuralEmpreendedorismo Rural
Empreendedorismo Ruralequipeagroplus
 
Banco do Brasil - Crédito Rural
Banco do Brasil - Crédito RuralBanco do Brasil - Crédito Rural
Banco do Brasil - Crédito Ruralequipeagroplus
 

Mais de equipeagroplus (20)

28. sustentabilidade da soja brasileira ufv
28. sustentabilidade da soja brasileira ufv28. sustentabilidade da soja brasileira ufv
28. sustentabilidade da soja brasileira ufv
 
inserção do profissional no mercado de trabalho
inserção do profissional no mercado de trabalhoinserção do profissional no mercado de trabalho
inserção do profissional no mercado de trabalho
 
Startups - Israel Vasconcelos
Startups - Israel VasconcelosStartups - Israel Vasconcelos
Startups - Israel Vasconcelos
 
Agricultura Familiar Oeste Bahia
Agricultura Familiar Oeste BahiaAgricultura Familiar Oeste Bahia
Agricultura Familiar Oeste Bahia
 
Nr 31 - Capacitação Sojaplus 2019.1
Nr 31 - Capacitação Sojaplus 2019.1Nr 31 - Capacitação Sojaplus 2019.1
Nr 31 - Capacitação Sojaplus 2019.1
 
Capacitação SojaPlus 2019.1 - Construções Rurais
Capacitação SojaPlus 2019.1 - Construções RuraisCapacitação SojaPlus 2019.1 - Construções Rurais
Capacitação SojaPlus 2019.1 - Construções Rurais
 
Apresentacao soja plus_mateus
Apresentacao soja plus_mateusApresentacao soja plus_mateus
Apresentacao soja plus_mateus
 
Resíduos Sólidos - SojaPlus 2019
Resíduos Sólidos - SojaPlus 2019Resíduos Sólidos - SojaPlus 2019
Resíduos Sólidos - SojaPlus 2019
 
Apresentacao Marcos Heil
Apresentacao Marcos HeilApresentacao Marcos Heil
Apresentacao Marcos Heil
 
Apresentacao - Eduardo e Gerson
Apresentacao - Eduardo e GersonApresentacao - Eduardo e Gerson
Apresentacao - Eduardo e Gerson
 
Reuniao tecnica - Everardo Mantovani
Reuniao tecnica - Everardo MantovaniReuniao tecnica - Everardo Mantovani
Reuniao tecnica - Everardo Mantovani
 
Atlas - Projeto Potencial Hídrico
Atlas - Projeto Potencial HídricoAtlas - Projeto Potencial Hídrico
Atlas - Projeto Potencial Hídrico
 
Soy Macauba Sustainability _ LocalPork Symposium
Soy Macauba Sustainability _ LocalPork SymposiumSoy Macauba Sustainability _ LocalPork Symposium
Soy Macauba Sustainability _ LocalPork Symposium
 
A metodologia startup israel vasconcelos
A metodologia startup israel vasconcelosA metodologia startup israel vasconcelos
A metodologia startup israel vasconcelos
 
Modelagem Aquifero Urucuia
Modelagem Aquifero UrucuiaModelagem Aquifero Urucuia
Modelagem Aquifero Urucuia
 
Projeto Urucuia Acoes Governanca
Projeto Urucuia Acoes GovernancaProjeto Urucuia Acoes Governanca
Projeto Urucuia Acoes Governanca
 
Seminario Avaliacao Tecnica Projeto Urucuia
Seminario Avaliacao Tecnica Projeto UrucuiaSeminario Avaliacao Tecnica Projeto Urucuia
Seminario Avaliacao Tecnica Projeto Urucuia
 
Sucessão Familiar e Inovação
Sucessão Familiar e InovaçãoSucessão Familiar e Inovação
Sucessão Familiar e Inovação
 
Empreendedorismo Rural
Empreendedorismo RuralEmpreendedorismo Rural
Empreendedorismo Rural
 
Banco do Brasil - Crédito Rural
Banco do Brasil - Crédito RuralBanco do Brasil - Crédito Rural
Banco do Brasil - Crédito Rural
 

Último

SEDE DO PARQUE ESTADUAL MATA DA PIPA - PEMP
SEDE DO PARQUE ESTADUAL MATA DA PIPA - PEMPSEDE DO PARQUE ESTADUAL MATA DA PIPA - PEMP
SEDE DO PARQUE ESTADUAL MATA DA PIPA - PEMPReservadaBiosferadaM
 
CEARÁ MAIS VERDE Fernando Bezerra .pptx
CEARÁ MAIS VERDE Fernando Bezerra .pptxCEARÁ MAIS VERDE Fernando Bezerra .pptx
CEARÁ MAIS VERDE Fernando Bezerra .pptxReservadaBiosferadaM
 
ARIE SITIO CURIÓ 32º Encontro Nacional RBMA_
ARIE SITIO CURIÓ 32º Encontro Nacional RBMA_ARIE SITIO CURIÓ 32º Encontro Nacional RBMA_
ARIE SITIO CURIÓ 32º Encontro Nacional RBMA_ReservadaBiosferadaM
 
poluição da água trabalho biologia 2024
poluição da água trabalho biologia 2024poluição da água trabalho biologia 2024
poluição da água trabalho biologia 2024LorenaRocha85
 
Fazenda Bicho Preguiça - BA proposta posto avançado .pdf
Fazenda Bicho Preguiça - BA proposta posto avançado .pdfFazenda Bicho Preguiça - BA proposta posto avançado .pdf
Fazenda Bicho Preguiça - BA proposta posto avançado .pdfReservadaBiosferadaM
 
Aruá final RBMA Conectando Pessoas e Floresta RBMA.pdf
Aruá final RBMA Conectando Pessoas e Floresta  RBMA.pdfAruá final RBMA Conectando Pessoas e Floresta  RBMA.pdf
Aruá final RBMA Conectando Pessoas e Floresta RBMA.pdfReservadaBiosferadaM
 
32ª_Reunião Ordinária_Conselho Nacional_2023.pptx
32ª_Reunião Ordinária_Conselho Nacional_2023.pptx32ª_Reunião Ordinária_Conselho Nacional_2023.pptx
32ª_Reunião Ordinária_Conselho Nacional_2023.pptxReservadaBiosferadaM
 
Área de Proteção Ambiental Jenipabu 32º Encontro Nacional da RBMA
Área de Proteção Ambiental Jenipabu 32º Encontro Nacional da RBMAÁrea de Proteção Ambiental Jenipabu 32º Encontro Nacional da RBMA
Área de Proteção Ambiental Jenipabu 32º Encontro Nacional da RBMAReservadaBiosferadaM
 
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdfATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdfrisene8298
 
apresentação Cajueiro_32º Encontro Nacional da RBMA.pptx
apresentação Cajueiro_32º Encontro Nacional da RBMA.pptxapresentação Cajueiro_32º Encontro Nacional da RBMA.pptx
apresentação Cajueiro_32º Encontro Nacional da RBMA.pptxReservadaBiosferadaM
 
Apresentação Tekoa Yvy Porã 32 CN - Natal 2023.pdf
Apresentação Tekoa Yvy Porã 32 CN - Natal 2023.pdfApresentação Tekoa Yvy Porã 32 CN - Natal 2023.pdf
Apresentação Tekoa Yvy Porã 32 CN - Natal 2023.pdfReservadaBiosferadaM
 

Último (11)

SEDE DO PARQUE ESTADUAL MATA DA PIPA - PEMP
SEDE DO PARQUE ESTADUAL MATA DA PIPA - PEMPSEDE DO PARQUE ESTADUAL MATA DA PIPA - PEMP
SEDE DO PARQUE ESTADUAL MATA DA PIPA - PEMP
 
CEARÁ MAIS VERDE Fernando Bezerra .pptx
CEARÁ MAIS VERDE Fernando Bezerra .pptxCEARÁ MAIS VERDE Fernando Bezerra .pptx
CEARÁ MAIS VERDE Fernando Bezerra .pptx
 
ARIE SITIO CURIÓ 32º Encontro Nacional RBMA_
ARIE SITIO CURIÓ 32º Encontro Nacional RBMA_ARIE SITIO CURIÓ 32º Encontro Nacional RBMA_
ARIE SITIO CURIÓ 32º Encontro Nacional RBMA_
 
poluição da água trabalho biologia 2024
poluição da água trabalho biologia 2024poluição da água trabalho biologia 2024
poluição da água trabalho biologia 2024
 
Fazenda Bicho Preguiça - BA proposta posto avançado .pdf
Fazenda Bicho Preguiça - BA proposta posto avançado .pdfFazenda Bicho Preguiça - BA proposta posto avançado .pdf
Fazenda Bicho Preguiça - BA proposta posto avançado .pdf
 
Aruá final RBMA Conectando Pessoas e Floresta RBMA.pdf
Aruá final RBMA Conectando Pessoas e Floresta  RBMA.pdfAruá final RBMA Conectando Pessoas e Floresta  RBMA.pdf
Aruá final RBMA Conectando Pessoas e Floresta RBMA.pdf
 
32ª_Reunião Ordinária_Conselho Nacional_2023.pptx
32ª_Reunião Ordinária_Conselho Nacional_2023.pptx32ª_Reunião Ordinária_Conselho Nacional_2023.pptx
32ª_Reunião Ordinária_Conselho Nacional_2023.pptx
 
Área de Proteção Ambiental Jenipabu 32º Encontro Nacional da RBMA
Área de Proteção Ambiental Jenipabu 32º Encontro Nacional da RBMAÁrea de Proteção Ambiental Jenipabu 32º Encontro Nacional da RBMA
Área de Proteção Ambiental Jenipabu 32º Encontro Nacional da RBMA
 
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdfATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
 
apresentação Cajueiro_32º Encontro Nacional da RBMA.pptx
apresentação Cajueiro_32º Encontro Nacional da RBMA.pptxapresentação Cajueiro_32º Encontro Nacional da RBMA.pptx
apresentação Cajueiro_32º Encontro Nacional da RBMA.pptx
 
Apresentação Tekoa Yvy Porã 32 CN - Natal 2023.pdf
Apresentação Tekoa Yvy Porã 32 CN - Natal 2023.pdfApresentação Tekoa Yvy Porã 32 CN - Natal 2023.pdf
Apresentação Tekoa Yvy Porã 32 CN - Natal 2023.pdf
 

Agua para a Agricultura no Brasil. AIBA Zanella

  • 1. ÁGUA PARA A AGRICULTURA NO BRASIL Celestino Zanella Produtor Rural – Presidente AIBA
  • 3. Fonte: NASA, 2017; Embrapa, 2017 7,6% DO TERRITÓRIO É LAVOURA BRASIL 7,6% BRASIL
  • 4. IRRIGAÇÃO NO MUNDO Fonte: FAO, 2013; Adaptado de ANA, 2017 0,76% DO TERRITÓRIO BRASILEIRO
  • 5. BRASIL 6.95 milhões de hectares 10,6% da área de lavoura IRRIGAÇÃO NO MUNDO Fonte: FAO, 2013; Adaptado de ANA, 2017 O Brasil está entre os 10 (dez) países com a maior área equipada para irrigação do mundo com potencial de ampliação para 29 M. ha. (FAO (2017)
  • 6. 300 mil pivôs 26.7 milhões de hectares 18 mil pivôs 6,95 milhões de hectares Irrigação Irrigação Fonte: ANA, 2017; IICA, 2015
  • 7. PRODUÇÃO TOTAL Produto Quantidade (milhões toneladas) Grãos1 238,8 Açúcar 39,8 Frutas, Castanhas e Hortícolas2 29,1 Tubérculos e Raízes3 29,3 Produção Animal4 24,1 Leite (bilhões litros) 24,1 Horticultura 5,6 Café 2,7 Produção Aquícola 1,3 Mel 0,04 Ovos (milhões dúzias) 2,927 Total (Exceto ovos) 394,24 milhões de toneladas/ano 1 = Amendoim, Algodão, Arroz, Feijão, Girassol, Milho, Soja, Aveia, Canola, Centeio, Cevada, Trigo, Triticale 2 = Banana, Cacau, Castanha Caju, Guaraná, Laranja, Maçã, Pimenta do Reino, Tomate e Uva 3 = Alho, Batata, Cebola e Mandioca 4 = Bovinos, Suínos e Aves Fonte: Conab, IBGE e Anuário Brasileiro de Aquicultura Consumo médio 250kg/habitante/ano 394,24 milhões ton alimenta 1,577 bilhão de habitantes ou a população brasileira durante 7,6 anos DE ALIMENTOS NO BRASIL
  • 8. Pauta de Exportações Brasil 10 PRINCIPAIS PRODUTOS Fonte: Secex/MDIC, Elaboração SUT/CNA 20,9 16,5 14,1 5,9 6,2 5,6 5,8 5,6 3,4 4,7 19,3 13,5 13,3 8,3 5,9 5,6 5,2 4,8 4,7 4,3 0 5 10 15 20 25 Soja Petróleo e Derivados Minério de Ferro Açúcar Carne de Frango Celulose Farelo de Soja Café Automóveis Carne Bovina 2015 2016 (US$ BI FOB)
  • 9. Disponibilidade de terra e água no mundo POPULAÇÃO CRESCENTE E MENOR DISPONIBILIDADE DE TERRAS Milhõesdehectares Água:Bilhõesm3/ano 1960: 3 bi de pessoas 2020: 7,5 bi de pessoas 1960: 0,5 ha/pessoa 2020: 0,2 ha/pessoa Fonte: Fischer e Shah, 2010. citado em Banco Mundial 2010; Elaboração Icone, FAO
  • 10. Fonte: CEPEA/USP e CNA, 2018 PIB Demais setores R$ 4,79 trilhões (76,43%) PIB Agronegócio 2016: R$ 1,48 trilhão (23,57%) PIB BRASIL 2016 R$ 6,27 TRILHÕES Agronegócio Agricultura R$ 1,03 trilhão (69,5%) Agronegócio Pecuária R$ 450,78 bilhões (30,5%)
  • 11. Fonte: CEPEA/USP e CNA, 2016 Insumos agropecuários R$ 173,74 bilhões 11,8% Produção Agropecuária R$ 450,78 bilhões 30,5% Agroindústria R$ 398,64 bilhões 27% Distribuição R$ 454,13 bilhões 30,7% R$ 1,48 TRILHÃO - 2016 PIB AGRONEGÓCIO
  • 12. MÃO DE OBRA NO AGRONEGÓCIO Indústria 15,2% 4.637.401 Comércio 21,1% 6.436.722 Serviços 21% 6.397.352 Agropecuária 42,7% 13.019.812 Demais Setores 67,7% 63.903.606 Agronegócio 32,3% 30.491.287 Fonte: IBGE/PNAD 2015 (Elaboração CNA e ICNA) Total de Trabalhadores - Brasil (acima de 16 anos) 94.394.893
  • 13. Fonte: Embrapa, IBGE, CNA, MMA, FUNAI, DNIT, ANA e MPOG: Elaboração Embrapa Monitoramento Código Florestal Lei Federal nº 12.651/2012 Lei das Águas Lei Federal nº 9.433/1997 SUSTENTABILIDADE Política Nacional de Resíduos Sólidos - PNRS Lei Federal nº 12.305/2010
  • 14. TECNOLOGIA: A BASE DO Fonte: Conab. *Último (12º) Levantamento de Safra - Setembro/2017. **Limite Superior do 1º Levantamento de Safra. Elaboração CNA. - 500 1.000 1.500 2.000 2.500 3.000 3.500 4.000 4.500 - 50.000 100.000 150.000 200.000 250.000 300.000 1976/77 1978/79 1980/81 1982/83 1984/85 1986/87 1988/89 1990/91 1992/93 1994/95 1996/97 1998/99 2000/01 2002/03 2004/05 2006/07 2008/09 2010/11 2012/13 2014/15 2016/17 Produção(milton) Produção Área Plantada Produtividade Mantendo-se a mesma produtividade de 1976, para se produzir 232 milhões de toneladas seriam necessários 177 milhões de hectares. Evolução 1976/77 2016/17* Variação % 2017/18** Produção (mil ton) 46.943,1 238.748,6 408,6% 228.209,9 Área Plantada (mil ha) 37.313,9 60.891,4 63,2% 62.016,1 Produtividade (kg/ha) 1.258 3.921 211,7% 3.750 Kg/ha Poupança Agrícola DESENVOLVIMENTO AGROPECUÁRIO
  • 15. Fonte: Conab (Set/2017), VBP Outubro/2017 – CNA, Agrostat *Complexo soja: soja em grão, farelo e óleo de soja. SOJA VBP - 2017 R$ 124,5 bilhões Área Plantada - 2017 33,91 milhões ha Principal Estado Produtor - 2017 MT – 26,75% Produção -2017 114,43 milhões ton Percentual da Produção Exportada – 2016 70,49% - (US$ 25,4 bi) SOJA – (COMPLEXO) PRODUÇÃO BRASILEIRA
  • 16. SOJA – EXPORTAÇÃO (COMPLEXO) Fonte: MAPA/AgroStat, Elaboração CNA - 10.000 20.000 30.000 40.000 50.000 60.000 70.000 80.000 - 5.000 10.000 15.000 20.000 25.000 30.000 35.000 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 MilTon MilhõesUS$ Valor (US$) Volume (ton) • Crescimento do volume exportado de 2005 a 2016: 70,1% • Crescimento do valor exportado de 2005 a 2016: 168,31%
  • 17. Milho VBP - 2017 R$ 47,90 bilhões Área Plantada - 2017 17,59 milhões ha Principal Estado Produtor - 2017 MT – 29,51% Produção - 2017 97,82 milhões ton Percentual da Produção Exportada - 2016 32,75% - (US$ 3,66 bi) Fonte: Conab (Set/2017), VBP Outubro/2017 – CNA, Consumo e Exportações MAPA MILHO PRODUÇÃO BRASILEIRA
  • 18. Fonte: MAPA/AgroStat. Elaboração: CNA • Crescimento do volume exportado de 2005 a 2016: 1.863% • Crescimento do valor exportado de 2005 a 2016: 3.380% Milhõeston US$Bilhões 0 5 10 15 20 25 30 35 0,5 1,5 2,5 3,5 4,5 5,5 6,5 Valor (US$bi) Exportações (milhões ton) MILHO - EXPORTAÇÃO
  • 19. Café (arábica e conillon) VBP - 2017 R$ 20,87 bilhões Área Plantada – 2016 1,95 milhão de ha Principal Estado Produtor – 2016 MG – 59,81% Produção – 2016 51,37 milhões sacas Percentual da Produção Exportada - 2016 62,24% (US$ 5,47 milhões) Fonte: Conab (Set/2017), VBP Outubro/2017 – CNA, Consumo e Exportações MAPA. CAFÉ PRODUÇÃO BRASILEIRA
  • 20. Fonte: MAPA/AgroStat. Elaboração: CNA • Crescimento do volume exportado de 2005 a 2016: 32,64% • Crescimento do valor exportado de 2005 a 2016: 86,7% 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 0 0,5 1 1,5 2 2,5 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 Milhões de toneladas US$ bilhões Milhõeston US$Bilhões CAFÉ - EXPORTAÇÃO
  • 21. Cana-de-Açúcar VBP - 2017 R$ 55,82 bilhões Área Plantada - 2016 9,05 milhões ha Principal Estado Produtor - 2016 SP – 56,29% Produção - 2016 657,18 milhões ton Mix de Produção - 2016 40,4% (Açúcar) e 59,6% (Etanol) Fonte: Conab (Set/2017), VBP Outubro/2017 – CNA, Demais MAPA CANA-DE-AÇÚCAR PRODUÇÃO BRASILEIRA
  • 22. Fonte: MAPA/AgroStat. Elaboração: CNA • Crescimento do volume exportado de 2005 a 2016: 59,43% - 5.000 10.000 15.000 20.000 25.000 30.000 35.000 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 Milhõeston AÇÚCAR – EXPORTAÇÃO
  • 24. Fonte: IBGE (2017), VBP Outubro/2017 – CNA, Exportações USDA **carne in natura e industrializada. 6,35 6,89 7,05 6,62 6,66 6,98 6,78 7,35 8,17 8,06 7,49 7,35 0 2 4 6 8 10 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 Efetivo de Rebanho (2016) 218,23 milhões cabeças Principal Estado Produtor (2016) MT – 15,41% VBP 2017 R$86,38 bilhões Percentual da Produção Exportada (2016) 19,9% (US$ 5,34 bilhões) CARNE BOVINA PRODUÇÃO BRASILEIRA Milhõeston
  • 25. Fonte: MAPA/AgroStat * in natura, industrializada e miudezas • Crescimento do volume exportado de 2001 a 2016: 149% • Crescimento do valor exportado de 2001 a 2016: 409% US$5,3 1,3 0,0 0,2 0,4 0,6 0,8 1,0 1,2 1,4 1,6 1,8 0,00 1,00 2,00 3,00 4,00 5,00 6,00 7,00 8,00 Milhãodetoneladas BilhõesUS$ Valor (US$ bilhões) Produção (milhões t) CARNE BOVINA - EXPORTAÇÃO
  • 26. ”Water for People, Water for Life” United Nations Water Development Report, UNESCO,2003. Agricultura 70% Industrial 22% Doméstico 8% Mundo Países em Desenvolvimento Agricultura 82% Países Desenvolvidos Agricultura 30% Industrial 59% Doméstico 11% Doméstico 8% Industrial 10% Valores médios QUANTIDADE DE ÁGUA UTILIZADA AGRICULTURA IRRIGADA
  • 27. Vazão total dos rios brasileiros Vazão demandada considerando todos os usos 0,9% Vazão rios sem Amazônia, demanda todos (T) os usos e só irrigação < 20% 4,8% (T) 2,6% QUANTO ESSE USO REPRESENTA?
  • 29. ÁREA IRRIGADA Região Oeste : 14.446.536 ha Cerrado: 8.989.630 ha Vale: 5.456.906 ha Áreas Produtivas: 3,1 milhões de hectares Nº total de Pivôs: 1.345 Área irrigada: 150 mil hectares NA REGIÃO OESTE DA BAHIA
  • 30. Área total : 8,99 milhões ha - Bioma Cerrado Área Registrada no CAR: 5,21 milhões ha (+/-60%) Fonte: Base SICAR (Março/2017) REGULARIZAÇÃO AMBIENTAL Cadastro Ambiental Rural – CAR Cadastro Estadual de Imóveis Rurais – CEFIR Programa de Regularização Ambiental - PRA
  • 31. Curvas de nível Preservação da mata ciliar Plantio Direto Prevenção de incêndios Bacia de contenção Preservação de veredas e nascentes
  • 32. Bacia do Rio Grande: 76.630 Km² Bacia do Rio Corrente: 34.875 Km² Bacia do Rio Carinhanha: 17.000 Km² Bacia do Rio São Francisco: 639.253 Km² Extensão das Bacias Hidrográficas
  • 33. Serviços e Ações Área de Afloramento do Grupo Urucuia correspondente em cada Estado (modificado pela CPRM 2002). BA: 82.788 Km² MG: 31.452 Km² GO: 1.831 Km² TO: 18.833 Km² PI: 4.455 Km²MA: 2.702 Km² TOTAL: 142.061 Km² O Aquífero Urucuia abrange 6 estados brasileiros e aproximadamente 60% de sua área está localizada no oeste da Bahia.
  • 34. Contribuição fluviométrica do Rio Grande para o Rio São Francisco Vazão Média 261 m³/s Precipitação Oeste da Bahia Ciclo de precipitação por mês no Brasil Fonte: ANA, 2017; INMET, 2017
  • 35. Serviços e Ações MANUTENÇÃO E CONSERVAÇÃO DE ESTRADAS • 196 Km recuperados de estradas vicinais; • 422 Km recuperados com serviços “tapa buracos” de rodovias estaduais. OUTRAS AÇÕES:
  • 36. Serviços e Ações CENTRO DE APOIO À REGULARIZAÇÃO AMBIENTAL • Monitoramento de focos de calor em 2 Unidades de Combate a Incêndios Florestais que abrangem 790 mil hectares. • Palestras e dias de campo para orientar os agricultores sobre à regularização ambiental das propriedades rurais. • Atendimento de 950 produtores rurais do oeste da Bahia, sobre CEFIR/CAR, condicionantes de algodoeiras, autos de infração e outros. OUTRAS AÇÕES:
  • 37. Serviços e AçõesCENTRO DE APOIO À REGULARIZAÇÃO AMBIENTAL • Publicação do Manual de Regularidade Ambiental das Indústrias de Beneficiamento de Algodão. • Fomento ao Programa de gerenciamento de resíduos sólidos, através da criação de um folder explicativo. • Publicação da Cartilha sobre Regularização Ambiental de Propriedades Rurais na Bahia (1ª e 2ª edições).
  • 38. • 160 propriedades rurais atendidas em nove municípios do oeste baiano, envolvendo 326 mil ha de soja. • 2.640 empregados fixos e 1.076 empregados temporários beneficiados. • 22 cursos realizados capacitando 268 pessoas sobre legislação trabalhista, gestão da propriedade rural, NR-33 espaço confinado, NR-35 trabalho em altura e primeiros socorros. PROGRAMA SOJA PLUS - BA
  • 39. Serviços e Ações PROGRAMA JOVEM APRENDIZ NO CAMPO • Cursos para Identificação e Monitoramento de Pragas Agrícolas, capacitando 40 monitores em parceria com a ANDEF. • Infraestrutura completa da Fazenda Modelo em Barreiras/BA (salas de aula, auditório, campos experimentais e laboratório de entomologia agrícola). • 209 jovens formados e 104 em formação como Supervisores Agrícolas, atendendo a Lei do Aprendizado nº 10.097/2000.
  • 40. Serviços e Ações FUNDESIS • Em 10 anos foram aplicados aproximadamente 4 milhões de reais beneficiando 45 instituições em 13 municípios.
  • 41. Serviços e Ações SEGURANÇA PÚBLICA – OPERAÇÃO SAFRA DESCRIÇÃO 2014/2015 2015/2016 2016/2017 Pessoas abordadas 10.630 18.657 8.217 Veículos 04 rodas/carga abordados 3.111 6.283 2.168 Veículos 02 rodas abordados 1.766 5.001 1.449 Presos em flagrante 20 109 14 Adolescentes apreendidos 1 0 0 Armas de fogo apreendidas 77 81 11 Veículos recuperados 6 2 5 Drogas apreendidas 4 23 1 Cargas recuperadas 1 2 11 Encaminhados a DP - - 51 Visitas as fazendas 609 950 3.705
  • 42. Serviços e Ações • Maior feira de tecnologia agrícola do Norte/Nordeste do Brasil e está entre as três maiores do país; • Em 2017, movimentou R$ 1,531 bilhão em negócios realizados por 200 expositores presentes com um público total de 63.326 pessoas. BAHIA FARM SHOW
  • 43. Serviços e Ações • Gerar conhecimento sobre o potencial hídrico (superficial e subterrâneo) da região oeste da Bahia; • Contribuir para o aperfeiçoamento da governança e segurança hídrica dos usuários de água. Estudos: • Águas superficiais; • Águas subterrâneas; • Uso do solo, sequestro de carbono e recarga hídrica; • Segurança hídrica, alimentar e energética no oeste da Bahia. PARCEIROS: UFV, SEAGRI, SEMA, INEMA, SIHS, SPRLEM, CPRM E Universidade de Nebraska/USA
  • 44. Serviços e AçõesPROGRAMA FITOSSANITÁRIO DE COMBATE À FERRUGEM ASIÁTICA DA SOJA
  • 46. CAPTAÇÃO DE RECURSOS O melhor recurso empregado é aquele que tem o efeito multiplicador. Vamos estabelecer uma parceria com o Instituto Aiba e multiplicar as ações sociais e ambientais.