SlideShare uma empresa Scribd logo
OÁSIS
Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza
Criada em 1990 como uma fundação de direito privado
Missão: Promover e realizar ações de conservação da natureza
Visão: A conservação da natureza ganha relevância
na sociedade e nas políticas públicas no Brasil
Ações nacionais: Foco na proteção de áreas
naturais, no apoio a projetos de outras organizações,
na disseminação de conhecimento e em ações de
mobilização da sociedade.
Prioridades: Áreas naturais mais ameaçadas,
efetividade em conservação e iniciativas que possam
ser disseminadas e replicadas por organizações,
empresas e pessoas.
OÁSIS
Contribuir com os esforços públicos para conservação de áreas de mananciais,
inspirando-se em experiências de outros países, a Fundação Grupo Boticário
começou a buscar estratégias inovadoras de conservação de terras privadas, o
que resultou no Oásis.
O que é?
É um programa de Pagamento por Serviços Ambientais (PSA), destinado a
proprietários que se comprometam a conservar áreas naturais, por meio de
contratos de premiação financeira.
LINHA DO TEMPO
Estudo de valoração dos
serviços ecossistêmico
20132003 2006 2009 20112010 2012
Oásis São
Paulo
Oásis São
Bento do Sul
Oásis
Brumadinho
Oásis
Apucarana LançamentoEstudo
Nova metodologia
OÁSIS
2014
Oásis
Corredores de
Biodiversidade
Cinco projetos implantados:
Oásis São Paulo (SP) – 2006 - 2014
Oásis Apucarana (PR) – 2009 - 2012
Oásis São Bento do Sul (SC) - 2010
Oásis Brumadinho (MG) – 2013
Oásis Corredores de Biodiversidade (SC) – 2014
Como atender a demanda, otimizando equipe, facilitando o
processo de implantação e gestão do projeto, sem perder a
qualidade do processo e dos resultados?
DESAFIO
PROPRIETÁRIOS
DE ÁREAS
NATURAIS
(provedor)
FUNDAÇÃO GRUPO
BOTICÁRIO
Metodologia
Sistema de Gerenciamento
Capacitação
Suporte técnico
EXECUTOR
LOCAL
Contratação
Premiação
Monitoramento
Sociedade
(beneficiados)
SERVIÇO AMBIENTALRECURSOS
FINANCEIROS
(pagador)
SERVIÇO
AMBIENTAL
Metodologia - Arranjo Institucional
Metodologia – Valoração Oásis
• Padronização do método
• Proporcionalidade
• Flexibilidade
Compensação pelo custo de oportunidade da terra
+
Premiação pelos serviços ambientais
+
Bonificação para proprietários com práticas agrícolas adequadas
Valor PSA = X * [ 1 + ( ∑ N )] * Z
Grupos (N) Itens Respostas
CONSERVAÇÃO
-ÁreasNaturais
Obrigatório
Áreas Naturais
Área de vegetação nativa em bom estado de conservação
Área de vegetação nativa em estágio inicial de regeneração ou
faxinais
Área sem vegetação nativa destinada para restauração
CONSERVAÇÃO
APP cercada
Sim
Não
Conectividade entre as áreas naturais
internas
Maior fragmento, mais de 75% das áreas naturais
Maior fragmento, de 25% a 75% das áreas naturais
Maior fragmento, menos de 25% das áreas naturais
Conectividade com áreas naturais
externas
Conectividade com UC de proteção integral ou RPPN
Conectividade com outras áreas naturais externas
Sem conectividade
Possui área com vegetação nativa
excedente
Sim
Não
Inserção em Unidades de Conservação
Parte da propriedade é RPPN
Parte da propriedade é Refúgio de Vida Silvestre ou Monumento
Natural
Parte da Propriedade está inserida em uma APA
Não inserida em UC
RECURSOS
HÍDRICOS
Presença de nascentes ou áreas úmidas
3 nascentes ou mais
2 nascentes
1 nascente
Não possui nascente(s) ou áreas úmida(s)
Presença de rios
Possui rio(s)
Não possui
PRODUÇÃO
Faz agricultura orgânica
Sim
Não
Existem técnicas eficazes de controle
de erosão ou sedimentação.
Sim
Não
GESTÃODA
PROPRIEDADE
Realiza alguma ação de proteção da
área natural
Sim
Não
Possui sistema de tratamento de esgoto
Sim
Não
Etapas do Processo de Implantação do PSA
Definição do Arranjo
Institucional
Formalização de convênio
com parceiros
Definição da área de
implantação do projeto
Diagnóstico ambiental e
socioeconômico
Cadastramento das
propriedades
Solicitação de documentação
e análise fundiária
Contratação, premiação e
monitoramento
Valoração ambiental e
mapeamento das
propriedades
Administrador (FGB)
• Disponibiliza
informações no portal de
acesso;
• Cadastra, configura e
administra projetos,
tábuas de cálculos,
indicadores, senhas de
acesso, etc;
• Gera, exporta e imprimi
relatórios, gráficos e
tabelas com dados
estatísticos.
Executor
• Acessa informações disponibilizadas pela FGB
através de um Portal Web;
• Cadastra instituições, contatos de parceiros e
proprietários das áreas a serem contratadas;
• Gera lista das propriedades com parâmetros e
cenários distintos para tomada de decisão;
• Efetua cálculo de valoração ambiental das áreas;
• Gera, imprime e salva os contratos das
propriedades contratadas;
• Registra monitoramentos e imprime os formulários;
• Cadastra informações de eventos e reuniões
importantes à execução do projeto;
• Gera, exporta e imprime relatórios, gráficos e
tabelas com dados estatísticos.
SisOásis
Resultados
Projeto Estado
Propriedades
contratadas
Nascentes
protegidas
Hectares
protegidos
Ativos
Brumadinho MG 12 29 391,81
São Bento do Sul SC 17 25 38,44
Corredores de Biodiversidade SC 3 3 8,97
Em stand by
Apucarana* PR 184 - 1304,28
São Paulo** SP 14 101 747,7
Total 230 155 2497,63
Números desde 2006
* Projeto em stand by desde o início da nova gestão municipal (jan/2013)
** Contratos encerrados em jun/2014 (nova fase em negociação)
Contato:
projetooasis@fundacaogrupoboticario.org.br
+55 (41) 3340-2646
3340-2648
Mais informações:
http://www.fundacaogrupoboticario.org.br/projetooasis
Animação do Projeto Oásis:
http://www.youtube.com/watch?v=pJeQ9V1yTyg&list=U
UaAO5dkrYRz2p2dH9Q4xoCw&index=1&feature=plcp
Obrigado

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a 18_03 - manhã - Mesa 3\1_Carolina Ximenes de Macedo

Agricultura Familiar Oeste Bahia
Agricultura Familiar Oeste BahiaAgricultura Familiar Oeste Bahia
Agricultura Familiar Oeste Bahia
equipeagroplus
 
Produtor de Água Ribeirão Carioca em Itabirito
Produtor de Água Ribeirão Carioca em ItabiritoProdutor de Água Ribeirão Carioca em Itabirito
Produtor de Água Ribeirão Carioca em Itabirito
CBH Rio das Velhas
 
Projeto 20 Ppt
Projeto 20 PptProjeto 20 Ppt
Projeto 20 Ppt
Inova Gestão
 
Gestão de partes interessadas
Gestão de partes interessadasGestão de partes interessadas
Gestão de partes interessadas
Carlos Sousa
 
Observatorio ambiental josé
Observatorio ambiental   joséObservatorio ambiental   josé
Observatorio ambiental josé
Tânia Lucas
 
São paulo gp25-fgp-grupogreenbuild
São paulo gp25-fgp-grupogreenbuildSão paulo gp25-fgp-grupogreenbuild
São paulo gp25-fgp-grupogreenbuild
Marco Coghi
 
Projeto R S E
Projeto  R S E   Projeto  R S E
Projeto R S E
Vinicius Cardoso
 
GestãO Ambiental
GestãO AmbientalGestãO Ambiental
GestãO Ambiental
phsouto
 
Profº Uilson - 8ª e Última Aula - Planejamento Comunicação Integrada
Profº Uilson - 8ª e Última Aula - Planejamento Comunicação IntegradaProfº Uilson - 8ª e Última Aula - Planejamento Comunicação Integrada
Profº Uilson - 8ª e Última Aula - Planejamento Comunicação Integrada
Rubens Fructuoso
 
Ecogestus brochura_pt_maio_2012_3
Ecogestus brochura_pt_maio_2012_3Ecogestus brochura_pt_maio_2012_3
Ecogestus brochura_pt_maio_2012_3
Joao Vaz
 
Geo Folder Nov11
Geo Folder Nov11Geo Folder Nov11
Geo Folder Nov11
Alexandre Souza
 
Apresentação Fábio Rocha - Plano de Sustentabilidade Ademi
Apresentação Fábio Rocha - Plano de Sustentabilidade AdemiApresentação Fábio Rocha - Plano de Sustentabilidade Ademi
Apresentação Fábio Rocha - Plano de Sustentabilidade Ademi
ademi_ba
 
Resumo - Projeto Produtor de Água
Resumo - Projeto Produtor de ÁguaResumo - Projeto Produtor de Água
Resumo - Projeto Produtor de Água
CBH Rio das Velhas
 
Aula 3 de eia
Aula 3 de eiaAula 3 de eia
Aula 3 de eia
Rafael Luis Tembo
 
Planejamento estratégico parte 3
Planejamento estratégico parte 3Planejamento estratégico parte 3
Planejamento estratégico parte 3
parquedaamizade
 
Planejamento estratégico parte 3
Planejamento estratégico parte 3Planejamento estratégico parte 3
Planejamento estratégico parte 3
parquedaamizade
 
Adequação Socioambiental de propriedades para os mercados
Adequação Socioambiental de propriedades para os mercadosAdequação Socioambiental de propriedades para os mercados
Adequação Socioambiental de propriedades para os mercados
BeefPoint
 
Programa Pró-Mananciais - Copasa
Programa Pró-Mananciais - CopasaPrograma Pró-Mananciais - Copasa
Programa Pró-Mananciais - Copasa
CBH Rio das Velhas
 
CPEA
CPEACPEA
Seminário ana 18mar15 tnc
Seminário ana 18mar15   tncSeminário ana 18mar15   tnc

Semelhante a 18_03 - manhã - Mesa 3\1_Carolina Ximenes de Macedo (20)

Agricultura Familiar Oeste Bahia
Agricultura Familiar Oeste BahiaAgricultura Familiar Oeste Bahia
Agricultura Familiar Oeste Bahia
 
Produtor de Água Ribeirão Carioca em Itabirito
Produtor de Água Ribeirão Carioca em ItabiritoProdutor de Água Ribeirão Carioca em Itabirito
Produtor de Água Ribeirão Carioca em Itabirito
 
Projeto 20 Ppt
Projeto 20 PptProjeto 20 Ppt
Projeto 20 Ppt
 
Gestão de partes interessadas
Gestão de partes interessadasGestão de partes interessadas
Gestão de partes interessadas
 
Observatorio ambiental josé
Observatorio ambiental   joséObservatorio ambiental   josé
Observatorio ambiental josé
 
São paulo gp25-fgp-grupogreenbuild
São paulo gp25-fgp-grupogreenbuildSão paulo gp25-fgp-grupogreenbuild
São paulo gp25-fgp-grupogreenbuild
 
Projeto R S E
Projeto  R S E   Projeto  R S E
Projeto R S E
 
GestãO Ambiental
GestãO AmbientalGestãO Ambiental
GestãO Ambiental
 
Profº Uilson - 8ª e Última Aula - Planejamento Comunicação Integrada
Profº Uilson - 8ª e Última Aula - Planejamento Comunicação IntegradaProfº Uilson - 8ª e Última Aula - Planejamento Comunicação Integrada
Profº Uilson - 8ª e Última Aula - Planejamento Comunicação Integrada
 
Ecogestus brochura_pt_maio_2012_3
Ecogestus brochura_pt_maio_2012_3Ecogestus brochura_pt_maio_2012_3
Ecogestus brochura_pt_maio_2012_3
 
Geo Folder Nov11
Geo Folder Nov11Geo Folder Nov11
Geo Folder Nov11
 
Apresentação Fábio Rocha - Plano de Sustentabilidade Ademi
Apresentação Fábio Rocha - Plano de Sustentabilidade AdemiApresentação Fábio Rocha - Plano de Sustentabilidade Ademi
Apresentação Fábio Rocha - Plano de Sustentabilidade Ademi
 
Resumo - Projeto Produtor de Água
Resumo - Projeto Produtor de ÁguaResumo - Projeto Produtor de Água
Resumo - Projeto Produtor de Água
 
Aula 3 de eia
Aula 3 de eiaAula 3 de eia
Aula 3 de eia
 
Planejamento estratégico parte 3
Planejamento estratégico parte 3Planejamento estratégico parte 3
Planejamento estratégico parte 3
 
Planejamento estratégico parte 3
Planejamento estratégico parte 3Planejamento estratégico parte 3
Planejamento estratégico parte 3
 
Adequação Socioambiental de propriedades para os mercados
Adequação Socioambiental de propriedades para os mercadosAdequação Socioambiental de propriedades para os mercados
Adequação Socioambiental de propriedades para os mercados
 
Programa Pró-Mananciais - Copasa
Programa Pró-Mananciais - CopasaPrograma Pró-Mananciais - Copasa
Programa Pró-Mananciais - Copasa
 
CPEA
CPEACPEA
CPEA
 
Seminário ana 18mar15 tnc
Seminário ana 18mar15   tncSeminário ana 18mar15   tnc
Seminário ana 18mar15 tnc
 

Mais de Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce - CBH-Doce

Ofício Circular n°11/2015/ANA - PRODES 2015
Ofício Circular n°11/2015/ANA - PRODES 2015Ofício Circular n°11/2015/ANA - PRODES 2015
Ofício Circular n°11/2015/ANA - PRODES 2015
Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce - CBH-Doce
 
Ofício Circular n°11/2015/ANA - PRODES 2015
Ofício Circular n°11/2015/ANA - PRODES 2015Ofício Circular n°11/2015/ANA - PRODES 2015
Ofício Circular n°11/2015/ANA - PRODES 2015
Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce - CBH-Doce
 
Apresentação Daniel Araújo - Barraginhas e caixa seca - Modelo Colatina ES
Apresentação Daniel Araújo - Barraginhas e caixa seca - Modelo Colatina ESApresentação Daniel Araújo - Barraginhas e caixa seca - Modelo Colatina ES
Apresentação Daniel Araújo - Barraginhas e caixa seca - Modelo Colatina ES
Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce - CBH-Doce
 
Apresentação GT P.22 e P.52 - CBH Suaçuí 14 05 2015
Apresentação GT P.22 e P.52 - CBH Suaçuí 14 05 2015Apresentação GT P.22 e P.52 - CBH Suaçuí 14 05 2015
Apresentação GT P.22 e P.52 - CBH Suaçuí 14 05 2015
Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce - CBH-Doce
 
Publicacao pacuera pch_fortuna_ii
Publicacao pacuera pch_fortuna_iiPublicacao pacuera pch_fortuna_ii
Bma gen pcaexe_for_pac_01_rev03
Bma gen pcaexe_for_pac_01_rev03Bma gen pcaexe_for_pac_01_rev03
Apresentação Lúcio IBIO AGB Doce - Dn 46/2014 - CERH- Diárias de viagem
Apresentação Lúcio IBIO AGB Doce - Dn 46/2014 - CERH- Diárias de viagemApresentação Lúcio IBIO AGB Doce - Dn 46/2014 - CERH- Diárias de viagem
Apresentação Lúcio IBIO AGB Doce - Dn 46/2014 - CERH- Diárias de viagem
Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce - CBH-Doce
 
Apresentação IGAM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Plano Emergencial d...
Apresentação IGAM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Plano Emergencial d...Apresentação IGAM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Plano Emergencial d...
Apresentação IGAM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Plano Emergencial d...
Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce - CBH-Doce
 
Apresentação CPRM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Estiagem Bacia do R...
Apresentação CPRM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Estiagem Bacia do R...Apresentação CPRM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Estiagem Bacia do R...
Apresentação CPRM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Estiagem Bacia do R...
Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce - CBH-Doce
 
Apresentação IGAM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Estiagem Bacia do R...
Apresentação IGAM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Estiagem Bacia do R...Apresentação IGAM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Estiagem Bacia do R...
Apresentação IGAM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Estiagem Bacia do R...
Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce - CBH-Doce
 
18_03 - tarde - Mesa 4\3_Rossini Matos Sena - ANA
18_03 - tarde - Mesa 4\3_Rossini Matos Sena - ANA18_03 - tarde - Mesa 4\3_Rossini Matos Sena - ANA
18_03 - tarde - Mesa 4\3_Rossini Matos Sena - ANA
Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce - CBH-Doce
 
18_03 - tarde - Mesa 4\2_Geraldo Silvio de Oliveira -DMAE- Uberlândia
18_03 - tarde - Mesa 4\2_Geraldo Silvio de Oliveira -DMAE- Uberlândia18_03 - tarde - Mesa 4\2_Geraldo Silvio de Oliveira -DMAE- Uberlândia
18_03 - tarde - Mesa 4\2_Geraldo Silvio de Oliveira -DMAE- Uberlândia
Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce - CBH-Doce
 
18_03 - tarde - Mesa 4\1_Domingos José D’Amico
18_03 - tarde - Mesa 4\1_Domingos José D’Amico18_03 - tarde - Mesa 4\1_Domingos José D’Amico
18_03 - tarde - Mesa 4\1_Domingos José D’Amico
Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce - CBH-Doce
 
18/03 - manhã - Mesa 3\6_Suelena Carneiro Jayme
18/03 - manhã - Mesa 3\6_Suelena Carneiro Jayme18/03 - manhã - Mesa 3\6_Suelena Carneiro Jayme
18/03 - manhã - Mesa 3\6_Suelena Carneiro Jayme
Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce - CBH-Doce
 
Abc 17.03.2015
Abc   17.03.2015Abc   17.03.2015
18_03 - manhã - Mesa 3\4_Ana Maria R. Borro Macedo
18_03 - manhã - Mesa 3\4_Ana Maria R. Borro Macedo18_03 - manhã - Mesa 3\4_Ana Maria R. Borro Macedo
18_03 - manhã - Mesa 3\4_Ana Maria R. Borro Macedo
Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce - CBH-Doce
 
Produtor de água brasilia 2015
Produtor de água brasilia 2015Produtor de água brasilia 2015
17/03 - Tarde - Mesa 2- Rinaldo de Oliveira Calheiros
17/03 - Tarde - Mesa 2- Rinaldo de Oliveira Calheiros17/03 - Tarde - Mesa 2- Rinaldo de Oliveira Calheiros
17/03 - Tarde - Mesa 2- Rinaldo de Oliveira Calheiros
Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce - CBH-Doce
 
17/03 - tarde-Mesa 2 - Eileen Acosta
17/03 - tarde-Mesa 2 - Eileen Acosta17/03 - tarde-Mesa 2 - Eileen Acosta
17/03 - tarde-Mesa 2 - Eileen Acosta
Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce - CBH-Doce
 
17/03 - Tarde - Mesa 2 - Jorge Enoch Furquim W. Lima
17/03 - Tarde - Mesa 2 - Jorge Enoch Furquim W. Lima17/03 - Tarde - Mesa 2 - Jorge Enoch Furquim W. Lima
17/03 - Tarde - Mesa 2 - Jorge Enoch Furquim W. Lima
Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce - CBH-Doce
 

Mais de Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce - CBH-Doce (20)

Ofício Circular n°11/2015/ANA - PRODES 2015
Ofício Circular n°11/2015/ANA - PRODES 2015Ofício Circular n°11/2015/ANA - PRODES 2015
Ofício Circular n°11/2015/ANA - PRODES 2015
 
Ofício Circular n°11/2015/ANA - PRODES 2015
Ofício Circular n°11/2015/ANA - PRODES 2015Ofício Circular n°11/2015/ANA - PRODES 2015
Ofício Circular n°11/2015/ANA - PRODES 2015
 
Apresentação Daniel Araújo - Barraginhas e caixa seca - Modelo Colatina ES
Apresentação Daniel Araújo - Barraginhas e caixa seca - Modelo Colatina ESApresentação Daniel Araújo - Barraginhas e caixa seca - Modelo Colatina ES
Apresentação Daniel Araújo - Barraginhas e caixa seca - Modelo Colatina ES
 
Apresentação GT P.22 e P.52 - CBH Suaçuí 14 05 2015
Apresentação GT P.22 e P.52 - CBH Suaçuí 14 05 2015Apresentação GT P.22 e P.52 - CBH Suaçuí 14 05 2015
Apresentação GT P.22 e P.52 - CBH Suaçuí 14 05 2015
 
Publicacao pacuera pch_fortuna_ii
Publicacao pacuera pch_fortuna_iiPublicacao pacuera pch_fortuna_ii
Publicacao pacuera pch_fortuna_ii
 
Bma gen pcaexe_for_pac_01_rev03
Bma gen pcaexe_for_pac_01_rev03Bma gen pcaexe_for_pac_01_rev03
Bma gen pcaexe_for_pac_01_rev03
 
Apresentação Lúcio IBIO AGB Doce - Dn 46/2014 - CERH- Diárias de viagem
Apresentação Lúcio IBIO AGB Doce - Dn 46/2014 - CERH- Diárias de viagemApresentação Lúcio IBIO AGB Doce - Dn 46/2014 - CERH- Diárias de viagem
Apresentação Lúcio IBIO AGB Doce - Dn 46/2014 - CERH- Diárias de viagem
 
Apresentação IGAM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Plano Emergencial d...
Apresentação IGAM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Plano Emergencial d...Apresentação IGAM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Plano Emergencial d...
Apresentação IGAM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Plano Emergencial d...
 
Apresentação CPRM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Estiagem Bacia do R...
Apresentação CPRM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Estiagem Bacia do R...Apresentação CPRM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Estiagem Bacia do R...
Apresentação CPRM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Estiagem Bacia do R...
 
Apresentação IGAM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Estiagem Bacia do R...
Apresentação IGAM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Estiagem Bacia do R...Apresentação IGAM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Estiagem Bacia do R...
Apresentação IGAM - 23ª Reunião Extraordinária CBH Doce - Estiagem Bacia do R...
 
18_03 - tarde - Mesa 4\3_Rossini Matos Sena - ANA
18_03 - tarde - Mesa 4\3_Rossini Matos Sena - ANA18_03 - tarde - Mesa 4\3_Rossini Matos Sena - ANA
18_03 - tarde - Mesa 4\3_Rossini Matos Sena - ANA
 
18_03 - tarde - Mesa 4\2_Geraldo Silvio de Oliveira -DMAE- Uberlândia
18_03 - tarde - Mesa 4\2_Geraldo Silvio de Oliveira -DMAE- Uberlândia18_03 - tarde - Mesa 4\2_Geraldo Silvio de Oliveira -DMAE- Uberlândia
18_03 - tarde - Mesa 4\2_Geraldo Silvio de Oliveira -DMAE- Uberlândia
 
18_03 - tarde - Mesa 4\1_Domingos José D’Amico
18_03 - tarde - Mesa 4\1_Domingos José D’Amico18_03 - tarde - Mesa 4\1_Domingos José D’Amico
18_03 - tarde - Mesa 4\1_Domingos José D’Amico
 
18/03 - manhã - Mesa 3\6_Suelena Carneiro Jayme
18/03 - manhã - Mesa 3\6_Suelena Carneiro Jayme18/03 - manhã - Mesa 3\6_Suelena Carneiro Jayme
18/03 - manhã - Mesa 3\6_Suelena Carneiro Jayme
 
Abc 17.03.2015
Abc   17.03.2015Abc   17.03.2015
Abc 17.03.2015
 
18_03 - manhã - Mesa 3\4_Ana Maria R. Borro Macedo
18_03 - manhã - Mesa 3\4_Ana Maria R. Borro Macedo18_03 - manhã - Mesa 3\4_Ana Maria R. Borro Macedo
18_03 - manhã - Mesa 3\4_Ana Maria R. Borro Macedo
 
Produtor de água brasilia 2015
Produtor de água brasilia 2015Produtor de água brasilia 2015
Produtor de água brasilia 2015
 
17/03 - Tarde - Mesa 2- Rinaldo de Oliveira Calheiros
17/03 - Tarde - Mesa 2- Rinaldo de Oliveira Calheiros17/03 - Tarde - Mesa 2- Rinaldo de Oliveira Calheiros
17/03 - Tarde - Mesa 2- Rinaldo de Oliveira Calheiros
 
17/03 - tarde-Mesa 2 - Eileen Acosta
17/03 - tarde-Mesa 2 - Eileen Acosta17/03 - tarde-Mesa 2 - Eileen Acosta
17/03 - tarde-Mesa 2 - Eileen Acosta
 
17/03 - Tarde - Mesa 2 - Jorge Enoch Furquim W. Lima
17/03 - Tarde - Mesa 2 - Jorge Enoch Furquim W. Lima17/03 - Tarde - Mesa 2 - Jorge Enoch Furquim W. Lima
17/03 - Tarde - Mesa 2 - Jorge Enoch Furquim W. Lima
 

18_03 - manhã - Mesa 3\1_Carolina Ximenes de Macedo

  • 2. Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza Criada em 1990 como uma fundação de direito privado Missão: Promover e realizar ações de conservação da natureza Visão: A conservação da natureza ganha relevância na sociedade e nas políticas públicas no Brasil Ações nacionais: Foco na proteção de áreas naturais, no apoio a projetos de outras organizações, na disseminação de conhecimento e em ações de mobilização da sociedade. Prioridades: Áreas naturais mais ameaçadas, efetividade em conservação e iniciativas que possam ser disseminadas e replicadas por organizações, empresas e pessoas.
  • 3. OÁSIS Contribuir com os esforços públicos para conservação de áreas de mananciais, inspirando-se em experiências de outros países, a Fundação Grupo Boticário começou a buscar estratégias inovadoras de conservação de terras privadas, o que resultou no Oásis. O que é? É um programa de Pagamento por Serviços Ambientais (PSA), destinado a proprietários que se comprometam a conservar áreas naturais, por meio de contratos de premiação financeira.
  • 4. LINHA DO TEMPO Estudo de valoração dos serviços ecossistêmico 20132003 2006 2009 20112010 2012 Oásis São Paulo Oásis São Bento do Sul Oásis Brumadinho Oásis Apucarana LançamentoEstudo Nova metodologia OÁSIS 2014 Oásis Corredores de Biodiversidade
  • 5. Cinco projetos implantados: Oásis São Paulo (SP) – 2006 - 2014 Oásis Apucarana (PR) – 2009 - 2012 Oásis São Bento do Sul (SC) - 2010 Oásis Brumadinho (MG) – 2013 Oásis Corredores de Biodiversidade (SC) – 2014
  • 6. Como atender a demanda, otimizando equipe, facilitando o processo de implantação e gestão do projeto, sem perder a qualidade do processo e dos resultados? DESAFIO
  • 7. PROPRIETÁRIOS DE ÁREAS NATURAIS (provedor) FUNDAÇÃO GRUPO BOTICÁRIO Metodologia Sistema de Gerenciamento Capacitação Suporte técnico EXECUTOR LOCAL Contratação Premiação Monitoramento Sociedade (beneficiados) SERVIÇO AMBIENTALRECURSOS FINANCEIROS (pagador) SERVIÇO AMBIENTAL Metodologia - Arranjo Institucional
  • 8. Metodologia – Valoração Oásis • Padronização do método • Proporcionalidade • Flexibilidade Compensação pelo custo de oportunidade da terra + Premiação pelos serviços ambientais + Bonificação para proprietários com práticas agrícolas adequadas Valor PSA = X * [ 1 + ( ∑ N )] * Z
  • 9. Grupos (N) Itens Respostas CONSERVAÇÃO -ÁreasNaturais Obrigatório Áreas Naturais Área de vegetação nativa em bom estado de conservação Área de vegetação nativa em estágio inicial de regeneração ou faxinais Área sem vegetação nativa destinada para restauração CONSERVAÇÃO APP cercada Sim Não Conectividade entre as áreas naturais internas Maior fragmento, mais de 75% das áreas naturais Maior fragmento, de 25% a 75% das áreas naturais Maior fragmento, menos de 25% das áreas naturais Conectividade com áreas naturais externas Conectividade com UC de proteção integral ou RPPN Conectividade com outras áreas naturais externas Sem conectividade Possui área com vegetação nativa excedente Sim Não Inserção em Unidades de Conservação Parte da propriedade é RPPN Parte da propriedade é Refúgio de Vida Silvestre ou Monumento Natural Parte da Propriedade está inserida em uma APA Não inserida em UC RECURSOS HÍDRICOS Presença de nascentes ou áreas úmidas 3 nascentes ou mais 2 nascentes 1 nascente Não possui nascente(s) ou áreas úmida(s) Presença de rios Possui rio(s) Não possui PRODUÇÃO Faz agricultura orgânica Sim Não Existem técnicas eficazes de controle de erosão ou sedimentação. Sim Não GESTÃODA PROPRIEDADE Realiza alguma ação de proteção da área natural Sim Não Possui sistema de tratamento de esgoto Sim Não
  • 10. Etapas do Processo de Implantação do PSA Definição do Arranjo Institucional Formalização de convênio com parceiros Definição da área de implantação do projeto Diagnóstico ambiental e socioeconômico Cadastramento das propriedades Solicitação de documentação e análise fundiária Contratação, premiação e monitoramento Valoração ambiental e mapeamento das propriedades
  • 11. Administrador (FGB) • Disponibiliza informações no portal de acesso; • Cadastra, configura e administra projetos, tábuas de cálculos, indicadores, senhas de acesso, etc; • Gera, exporta e imprimi relatórios, gráficos e tabelas com dados estatísticos. Executor • Acessa informações disponibilizadas pela FGB através de um Portal Web; • Cadastra instituições, contatos de parceiros e proprietários das áreas a serem contratadas; • Gera lista das propriedades com parâmetros e cenários distintos para tomada de decisão; • Efetua cálculo de valoração ambiental das áreas; • Gera, imprime e salva os contratos das propriedades contratadas; • Registra monitoramentos e imprime os formulários; • Cadastra informações de eventos e reuniões importantes à execução do projeto; • Gera, exporta e imprime relatórios, gráficos e tabelas com dados estatísticos. SisOásis
  • 12.
  • 13. Resultados Projeto Estado Propriedades contratadas Nascentes protegidas Hectares protegidos Ativos Brumadinho MG 12 29 391,81 São Bento do Sul SC 17 25 38,44 Corredores de Biodiversidade SC 3 3 8,97 Em stand by Apucarana* PR 184 - 1304,28 São Paulo** SP 14 101 747,7 Total 230 155 2497,63 Números desde 2006 * Projeto em stand by desde o início da nova gestão municipal (jan/2013) ** Contratos encerrados em jun/2014 (nova fase em negociação)
  • 14. Contato: projetooasis@fundacaogrupoboticario.org.br +55 (41) 3340-2646 3340-2648 Mais informações: http://www.fundacaogrupoboticario.org.br/projetooasis Animação do Projeto Oásis: http://www.youtube.com/watch?v=pJeQ9V1yTyg&list=U UaAO5dkrYRz2p2dH9Q4xoCw&index=1&feature=plcp