SlideShare uma empresa Scribd logo
A Teoria da Contingência enfatiza que não há nada de
absoluto nas organizações ou na teoria administrativa. Existe uma
relação funcional entre as condições do ambiente e as técnicas
administrativas necessárias para o alcance eficaz dos objetivos da
organização. Tudo é relativo. Tudo depende.


     Ações                        Características                Resultados
                    Resulta das                     Para obter
  Administrativas                 Situacionais                   Organizacionais
A Teoria da Contingência é também designada
Escola Ambiental e surgiu a partir dos resultados de várias
pesquisas. Os resultados conduziram a uma nova
concepção de organização. Essas pesquisas verificaram
que as condições sob a quais as empresas trabalham são
ditadas “de fora” delas, isto é, do seu ambiente externo.
1. Pesquisa de Chandler Sobre Estratégia e Estrutura

  • Acumulação de recursos.

  • Racionalização do uso de recursos.

  • Continuação do crescimento.

  • Racionalização do uso de recursos em expansão.
2. Pesquisa de Emery e Trist sobre os Contextos
                  Ambientais

 • Ambiente tipo 1 – concorrência pura

 • Ambiente tipo 2 – concorrência monopolística

 • Ambiente tipo 4 – Monopólio

 • Ambiente tipo 3 – Oligopólio
3. Pesquisa de Burns e Stalker sobre Organizações
a) Organizações mecanísticas:            b) Organizações orgânicas:
• Estrutura burocrática baseada na       • Estrutura organizacional flexível
     divisão do trabalho.                com pouca divisão do trabalho.
2. Cargos ocupados por especialistas.    2. Cargos modificados e redefinidos.
3. Decisões centralizadas na cúpula.     3. Decisões descentralizadas e
4. Hierarquia rígida e comando único.    delegadas.
                                         4. Hierarquia flexível.
5. Sistema rígido de controle.
                                         5. Tarefas executadas pelo
6. Predomínio da interação vertical.     conhecimento.
7. Amplitude de controle mais            6. Predomínio da interação lateral.
     estreita.                           7. Amplitude de controle mais
8. Ênfase nas regras e procedimentos     ampla.
     formais.                            8. Confiabilidade nas comunicações
9. Ênfase nos princípios universais da   informais.
     Teoria Clássica.                    9. Ênfase nos princípios da Teoria
                                         das Relações Humanas.
• Coordenação centralizada.         • Elevada interdependência.
• Padrões rígidos de interação em   • Intensa interação em cargos auto-
cargos bem definidos                definidos, flexíveis e mutáveis.
• Limitada capacidade de            • Capacidade expandida de
processamento da informação.        processamento da informação.
• Adequado para tarefas simples e   • Adequado para tarefas únicas e
repetitivas.                        complexas.
• Adequado para eficiência da       •Adequado para criatividade e
produção                            inovação.
4. Pesquisa de Lawrence e Lorsch sobre Ambientes

 • Conceito de diferenciação e de integração.
 • Diferenciação.
 • Integração.
 • Conceito de integração requerida e de diferenciação
   requerida.
 • Teoria da Contingência.
5. Pesquisa de Woodward sobre Tecnologia

 • Produção unitária ou oficina.

 • Produção em massa ou mecanizada.

 • Produção em processo ou automatizada.
Ambiente é o contexto que envolve externamente a
organização (ou o sistema). Como a organização é um sistema
aberto, ela mantém transações e intercâmbio com o ambiente que
a rodeia. Portanto, tudo o que ocorre externamente no ambiente
passa a influenciar internamente o que ocorre na organização.


               • Mapeamento ambiental.
               • Seleção ambiental.
               • Percepção ambiental.
               • Consonância e Dissonância.
               • Limites ou Fronteiras
Tipologia de Ambientes
Tipologia quanto à estrutura ambiental
Tipologia quanto á dinâmica ambiental
Ambiente Estável:                          Ambiente Instável:
• Estabilidade e permanência.              • Instabilidade e variação.
• Pouca mudança.                           • Muita mudança e turbulência.
• Problemas ambientais rotineiros.         • Problemas ambientais novos.
• Previsibilidade e certeza.               • Imprevisibilidade e incerteza.
• Rotina e conservação.                    • Ruptura e transformação.
• Manutenção do status quo.                • Inovação e criatividade.
• Reações padronizadas e rotineiras.       • Reações variadas e inovadoras.
• Tendência à burocracia.                  • Tendência à adhocracia.
• Lógica do sistema fechado.               • Lógica do sistema aberto.
• Preocupação interna com a organização.   • Preocupação externa com o ambiente.
• Intra-orientação para a produção.        • Extra-orientação para o mercado.
• Ênfase na eficiência.                    • Ênfase na eficácia.
Ao lado do ambiente, a tecnologia constitui outra variável
independente que influencia as características organizacionais
(variáveis dependentes). Além do impacto ambiental (para muitos
autores, imperativo ambiental), existe o impacto tecnológico (para
muitos outros autores, imperativo tecnológico) sobre as
organizações.
Tipologia de Thompson

1. Tecnologia de elos em sequência.

2. Tecnologia mediadora.

3. Tecnologia intensiva.
Tipologia de Thompson e Bates

 • Tecnologia flexível.

 • Tecnologia fixa.

 • Produto concreto.

 • Produto abstrato.
Tipologia de Perrow

• A tecnologia constitui a característica que define as organizações.

•   A tecnologia é uma variável independente e os arranjos
    organizacionais para fazer as coisas são as variáveis dependentes.

• As organizações devem ser estudadas como “totalidades”, em vez
    de se lidar com processos específicos ou com subseções.

• A tecnologia é a melhor base para comparar as organizações em
    função das tipologias até agora existentes.
Impacto da Tecnologia

• Determina a natureza da estrutura e do comportamento
  organizacional das empresas.

• Tornou-se um sinônimo de eficiência.

• Leva os administradores a melhorar cada vez mais a eficácia
AMBIENTE DO
  SISTEMA




 ENTRADA                      SAÍDA
  PARA O         NÍVEL       PARA O
 SISTEMA      OPERACIONAL   AMBIENTE




PENETRAÇÃO
DAS FORÇAS
AMBIENTAIS
NÍVEL         INSTITUCIONAL         INTERMEDIÁRIO         OPERACIONAL
                    Relacionar a            Integrar e       Cumprir metas e
   TAREFA
                   empresa com o            coordenar          programas
ADMINISTRATIVA
                     ambiente          atividades internas     cotidianos
                 Imprevisibilidade e   Amortecimento da      Previsibilidade e
  CONTEXTO
                     Incerteza            Incerteza              Certeza
PREOCUPAÇÃO
                      Eficácia             Integração           Eficiência
   BÁSICA
   LÓGICA          Sistema Aberto            Bifocal         Sistema Fechado
    VISÃO
                    Longo Prazo           Médio Prazo          Curto Prazo
PREDOMINANTE
                 Futuro e Destino da     Condições de           Presente e
 PERSPECTIVA
                    Organização        Presente e Futuro        Cotidiano
De Frente com a Incerteza



         Thompson
                           Componente Objetivo
                           Componente Subjetivo




                              • Amortecimento das influências ambientais
• Incerteza Generalizada
• Contingência                • Suavização das transações de entrada e saída
• Interdependência dos        • Previsão ou Adaptação das variações ambientais
componentes
                              • Relacionamento dos produtos ou serviços
AMBIENTE

L
       Nível Institucional: Estratégico
Ó     • Formulação de Políticas Gerais
G
I
C
A
         Nível Intermediário: Tático
    • Formulação de Planos e Programas    INCERTEZA
D
E
         Nível Operacional: Técnico
S
I
          • Execução de Rotinas e         RACIONALI
S              Procedimentos                DADE
T
E
M
A



                  NÚCLEO
Desenho Organizacional

Fatores de Contexto
                                      Estrutura Básica
Dimensões anatômicas da organização
                                      Mecanismo de Operação
Feições Operacionais
                                      Mecanismo de Decisão
Consequências Comportamentais
Desenho Organizacional:

             Configuração estrutural da organização e arranjo dos órgãos dentro da
   estrutura para proporcionar aumento de eficiência e eficácia.



Estrutura Matricial
                                                                      Gerente



• Matriz; Organização em grade
                                           Seguro de                  Seguro                  Serviços de
• Departamentalização funcional              Vida                     Saúde                    Suporte



e de produto
                                                                            Controle
                                    Processam                 Processam                 Assessoria     Assessoria
                                                 Subscrição                    de
• Ágil e Flexível à mudanças           ento                      ento
                                                                            Qualidade
                                                                                          Legal         Contábil
Organização por Equipes

         A abordagem de equipes torna a organização mais flexível e
ágil ao meio ambiente global e competitivo.

                               Líder



    Equipe                    Equipe                    Equipe




    Cliente
Campanha de                   Campanha de
  Produção                       Design
                Companhia
                  Central




Campanha de                   Campanha de
 Distribuição                  Propaganda
                Campanha de
                  Produção
Administração                            Homem
   Científica                            Econômico


    Teoria das          Homem Social
Relações Humanas


      Teoria          Homem                           Homem
  Estruturalista   Organizacional                    Complexo


    Teoria                Homem
Comportamental          Administrativo

                                          Homem
   Teoria dos
                                         Funcional
    Sistemas
Surgiu da substituição das                Estrutura
      teorias de McGregor, Maslow e             uniforme, hierárquica e
      de Herzberg                               universal de necessidades



                     • Objetivos Individuais
Modelo de Vroom      • Obtenção de dinheiro
                     • Satisfação de necessidades fisiológicas e de segurança

                         Clima Organizacional
MISSÃO
Qual a razão de ser da empresa?




            VISÃO
   O que a empresa quer ser?




          OBJETIVOS
O que a empresa deseja alcançar ?
Missão Organizacional
                                                                  Pra onde
                                                                queremos ir?
                             Visão Organizacional

      O que há no                                               O que temos na
                           Objetivos Organizacionais
      ambiente?                                                  Organização?


       Análise Ambiental                               Análise Organizacional


Quais as oportunidades                                      Quais são as forças e as
e ameaças existentes no                                      fraquezas que temos
      ambiente?                                                 na Organização?
                           Estratégia Organizacional
- Líder deve ajustar o seu estilo às várias dimensões
                           situacionais para obter êxito


                           Três dimensões que influenciam a liderança eficaz:
                           • Relação Líder – Membros
                           • Estrutura da tarefa
                           • Poder da posição do líder


Abordagem de Hersey e Blanchard:
Surgiram com o conceito de liderança situacional
Tentaram a integração de teorias de vários autores diferentes sobre estilos de
liderança e sistemas de administração
Motivando


Processo de
                              Objetivo
 Conduzir


              Influenciando
EFICIÊNCIA EFICÁCIA
                     Ênfase nos Meios Ênfase nos Resultados
         Fazer Corretamente as Coisas Fazer as Coisas Corretas
                   Resolver Problemas Atingir Objetivos

             Salvaguardar os Recursos Otimizar a Utilização de Recursos

         Cumprir Tarefas e Obrigações Obter Resultados
              Treinar os Subordinados Proporciona Eficácia aos Subordinados
                  Manter as Máquinas Máquinas Disponíveis


Eficácia Organizacional
• Habilidade de organização de explorar o seu meio ambiente
Teoria Contingencial
Teoria Contingencial
Teoria Contingencial

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A teoria de sistemas
A teoria de sistemasA teoria de sistemas
A teoria de sistemas
Tiago Maboni Derlan
 
Teoria da Burocracia
Teoria da BurocraciaTeoria da Burocracia
Teoria da Burocracia
Eliseu Fortolan
 
Gestão da produção
Gestão da produçãoGestão da produção
Gestão da produção
Luiz Carlos Oliveira
 
Tipos de organização
Tipos de organizaçãoTipos de organização
Tipos de organização
Robson Costa
 
Teoria geral da administração ppt
Teoria geral da administração pptTeoria geral da administração ppt
Teoria geral da administração ppt
icbianchi
 
Experiência de hawthorne
Experiência de hawthorneExperiência de hawthorne
Experiência de hawthorne
eduazzolin
 
Aula 5 - Teoria das Relações Humanas
Aula 5  - Teoria das Relações HumanasAula 5  - Teoria das Relações Humanas
Aula 5 - Teoria das Relações Humanas
Prof. Leonardo Rocha
 
Teoria Estruturalista
Teoria EstruturalistaTeoria Estruturalista
Teoria Estruturalista
admetz01
 
Introdução à adminstração revisão para av 1
Introdução à adminstração revisão para av 1Introdução à adminstração revisão para av 1
Introdução à adminstração revisão para av 1
Cariocabear
 
Teoria geral dos sistemas
Teoria geral dos sistemasTeoria geral dos sistemas
Teoria geral dos sistemas
Luiz Algarra
 
MODELOS DE GESTÃO
MODELOS DE GESTÃOMODELOS DE GESTÃO
MODELOS DE GESTÃO
Prof. Leonardo Rocha
 
Introdução à Teoria Geral da Administração
Introdução à Teoria Geral da AdministraçãoIntrodução à Teoria Geral da Administração
Introdução à Teoria Geral da Administração
Rubens Vinicius Conte
 
Aula: TEORIAS da ADMINISTRAÇÃO
Aula: TEORIAS da ADMINISTRAÇÃOAula: TEORIAS da ADMINISTRAÇÃO
Aula: TEORIAS da ADMINISTRAÇÃO
Alexandre Conte
 
Teorias da Administração
Teorias da AdministraçãoTeorias da Administração
Teorias da Administração
Alex Eduardo Ribeiro
 
Linha Histórica da Administração
Linha Histórica da AdministraçãoLinha Histórica da Administração
Linha Histórica da Administração
Reginaldo Marcos Martins
 
Aula 01 O que é estratégia
Aula 01   O que é estratégiaAula 01   O que é estratégia
Aula 01 O que é estratégia
alemartins10
 
Teoria geral da administração
Teoria geral da administraçãoTeoria geral da administração
Teoria geral da administração
Denis Carlos Sodré
 
Funções Administrativas
Funções AdministrativasFunções Administrativas
Funções Administrativas
rodspeed
 
Teoria Neoclássica
Teoria NeoclássicaTeoria Neoclássica
Teoria Neoclássica
Prof. Leonardo Rocha
 
Estrutura organizacional
Estrutura organizacionalEstrutura organizacional
Estrutura organizacional
Letícia Vilela de Aquino
 

Mais procurados (20)

A teoria de sistemas
A teoria de sistemasA teoria de sistemas
A teoria de sistemas
 
Teoria da Burocracia
Teoria da BurocraciaTeoria da Burocracia
Teoria da Burocracia
 
Gestão da produção
Gestão da produçãoGestão da produção
Gestão da produção
 
Tipos de organização
Tipos de organizaçãoTipos de organização
Tipos de organização
 
Teoria geral da administração ppt
Teoria geral da administração pptTeoria geral da administração ppt
Teoria geral da administração ppt
 
Experiência de hawthorne
Experiência de hawthorneExperiência de hawthorne
Experiência de hawthorne
 
Aula 5 - Teoria das Relações Humanas
Aula 5  - Teoria das Relações HumanasAula 5  - Teoria das Relações Humanas
Aula 5 - Teoria das Relações Humanas
 
Teoria Estruturalista
Teoria EstruturalistaTeoria Estruturalista
Teoria Estruturalista
 
Introdução à adminstração revisão para av 1
Introdução à adminstração revisão para av 1Introdução à adminstração revisão para av 1
Introdução à adminstração revisão para av 1
 
Teoria geral dos sistemas
Teoria geral dos sistemasTeoria geral dos sistemas
Teoria geral dos sistemas
 
MODELOS DE GESTÃO
MODELOS DE GESTÃOMODELOS DE GESTÃO
MODELOS DE GESTÃO
 
Introdução à Teoria Geral da Administração
Introdução à Teoria Geral da AdministraçãoIntrodução à Teoria Geral da Administração
Introdução à Teoria Geral da Administração
 
Aula: TEORIAS da ADMINISTRAÇÃO
Aula: TEORIAS da ADMINISTRAÇÃOAula: TEORIAS da ADMINISTRAÇÃO
Aula: TEORIAS da ADMINISTRAÇÃO
 
Teorias da Administração
Teorias da AdministraçãoTeorias da Administração
Teorias da Administração
 
Linha Histórica da Administração
Linha Histórica da AdministraçãoLinha Histórica da Administração
Linha Histórica da Administração
 
Aula 01 O que é estratégia
Aula 01   O que é estratégiaAula 01   O que é estratégia
Aula 01 O que é estratégia
 
Teoria geral da administração
Teoria geral da administraçãoTeoria geral da administração
Teoria geral da administração
 
Funções Administrativas
Funções AdministrativasFunções Administrativas
Funções Administrativas
 
Teoria Neoclássica
Teoria NeoclássicaTeoria Neoclássica
Teoria Neoclássica
 
Estrutura organizacional
Estrutura organizacionalEstrutura organizacional
Estrutura organizacional
 

Semelhante a Teoria Contingencial

Gestão das organizações, natureza, âmbito e complexidade
Gestão das organizações, natureza, âmbito e complexidadeGestão das organizações, natureza, âmbito e complexidade
Gestão das organizações, natureza, âmbito e complexidade
Luis Borges Gouveia
 
Teoria dos sistemas
Teoria dos sistemasTeoria dos sistemas
Teoria dos sistemas
Emile Lima
 
Aula SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO.pdf
Aula SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO.pdfAula SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO.pdf
Aula SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO.pdf
EtieneClavico
 
Modelo de Relatório de Pesquisa de Clima Organizacional
Modelo de Relatório de Pesquisa de Clima OrganizacionalModelo de Relatório de Pesquisa de Clima Organizacional
Modelo de Relatório de Pesquisa de Clima Organizacional
Alvaro Mello
 
POT - Aula 3 - Dimensões Básicas de Análises das Organizações.pptx
POT - Aula 3 - Dimensões Básicas de Análises das Organizações.pptxPOT - Aula 3 - Dimensões Básicas de Análises das Organizações.pptx
POT - Aula 3 - Dimensões Básicas de Análises das Organizações.pptx
JackellynneSilvadoNa
 
Qualidade total oficial
Qualidade total oficialQualidade total oficial
Qualidade total oficial
Rodrigo Paulino
 
2º tópico teoria da contingência - abordagem contingencial
2º tópico   teoria da contingência - abordagem contingencial2º tópico   teoria da contingência - abordagem contingencial
2º tópico teoria da contingência - abordagem contingencial
Taty Bahia
 
2ªapresentação workshop caio
2ªapresentação workshop caio2ªapresentação workshop caio
2ªapresentação workshop caio
Igors Cardoso
 
9013774
90137749013774
9013774
Julio Iacia
 
Mudança planejada (1)
Mudança planejada (1)Mudança planejada (1)
Mudança planejada (1)
EstefanoSenhor
 
JSA_Estratégias Empresariais
JSA_Estratégias EmpresariaisJSA_Estratégias Empresariais
JSA_Estratégias Empresariais
Salvador Abreu
 
Ecologia organizacional
Ecologia organizacionalEcologia organizacional
Ecologia organizacional
Saint Paul Escola de Negócios
 
KMM - Modelo de Maturidade Kanban - v.1.1 (Pt-br)
KMM - Modelo de Maturidade Kanban - v.1.1 (Pt-br)KMM - Modelo de Maturidade Kanban - v.1.1 (Pt-br)
KMM - Modelo de Maturidade Kanban - v.1.1 (Pt-br)
André Lima
 
Aula 1 organograma e departamentalizacao
Aula 1   organograma e departamentalizacaoAula 1   organograma e departamentalizacao
Aula 1 organograma e departamentalizacao
Leandro Sperotto SPEROTTO
 
teoriadacontingncia-140218115535-phpapp02.pdf
teoriadacontingncia-140218115535-phpapp02.pdfteoriadacontingncia-140218115535-phpapp02.pdf
teoriadacontingncia-140218115535-phpapp02.pdf
JujuLima8
 
Caderno - Processos Organizacionais
Caderno - Processos OrganizacionaisCaderno - Processos Organizacionais
Caderno - Processos Organizacionais
Cadernos PPT
 
Principios de gestão da qualidade
Principios de gestão da qualidadePrincipios de gestão da qualidade
Principios de gestão da qualidade
Gilson Adao
 
Aula 4 O.S.M (qualidade)
Aula 4 O.S.M (qualidade) Aula 4 O.S.M (qualidade)
Aula 4 O.S.M (qualidade)
Renan Kaltenegger
 
DO Unidade 1 - Teoria do Desenvolvimento Organizacional e Gestão do Conhecimento
DO Unidade 1 - Teoria do Desenvolvimento Organizacional e Gestão do ConhecimentoDO Unidade 1 - Teoria do Desenvolvimento Organizacional e Gestão do Conhecimento
DO Unidade 1 - Teoria do Desenvolvimento Organizacional e Gestão do Conhecimento
Milton Henrique do Couto Neto
 
Mudança organizacional
Mudança organizacionalMudança organizacional
Mudança organizacional
RafaelaLemosGaspar
 

Semelhante a Teoria Contingencial (20)

Gestão das organizações, natureza, âmbito e complexidade
Gestão das organizações, natureza, âmbito e complexidadeGestão das organizações, natureza, âmbito e complexidade
Gestão das organizações, natureza, âmbito e complexidade
 
Teoria dos sistemas
Teoria dos sistemasTeoria dos sistemas
Teoria dos sistemas
 
Aula SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO.pdf
Aula SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO.pdfAula SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO.pdf
Aula SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO.pdf
 
Modelo de Relatório de Pesquisa de Clima Organizacional
Modelo de Relatório de Pesquisa de Clima OrganizacionalModelo de Relatório de Pesquisa de Clima Organizacional
Modelo de Relatório de Pesquisa de Clima Organizacional
 
POT - Aula 3 - Dimensões Básicas de Análises das Organizações.pptx
POT - Aula 3 - Dimensões Básicas de Análises das Organizações.pptxPOT - Aula 3 - Dimensões Básicas de Análises das Organizações.pptx
POT - Aula 3 - Dimensões Básicas de Análises das Organizações.pptx
 
Qualidade total oficial
Qualidade total oficialQualidade total oficial
Qualidade total oficial
 
2º tópico teoria da contingência - abordagem contingencial
2º tópico   teoria da contingência - abordagem contingencial2º tópico   teoria da contingência - abordagem contingencial
2º tópico teoria da contingência - abordagem contingencial
 
2ªapresentação workshop caio
2ªapresentação workshop caio2ªapresentação workshop caio
2ªapresentação workshop caio
 
9013774
90137749013774
9013774
 
Mudança planejada (1)
Mudança planejada (1)Mudança planejada (1)
Mudança planejada (1)
 
JSA_Estratégias Empresariais
JSA_Estratégias EmpresariaisJSA_Estratégias Empresariais
JSA_Estratégias Empresariais
 
Ecologia organizacional
Ecologia organizacionalEcologia organizacional
Ecologia organizacional
 
KMM - Modelo de Maturidade Kanban - v.1.1 (Pt-br)
KMM - Modelo de Maturidade Kanban - v.1.1 (Pt-br)KMM - Modelo de Maturidade Kanban - v.1.1 (Pt-br)
KMM - Modelo de Maturidade Kanban - v.1.1 (Pt-br)
 
Aula 1 organograma e departamentalizacao
Aula 1   organograma e departamentalizacaoAula 1   organograma e departamentalizacao
Aula 1 organograma e departamentalizacao
 
teoriadacontingncia-140218115535-phpapp02.pdf
teoriadacontingncia-140218115535-phpapp02.pdfteoriadacontingncia-140218115535-phpapp02.pdf
teoriadacontingncia-140218115535-phpapp02.pdf
 
Caderno - Processos Organizacionais
Caderno - Processos OrganizacionaisCaderno - Processos Organizacionais
Caderno - Processos Organizacionais
 
Principios de gestão da qualidade
Principios de gestão da qualidadePrincipios de gestão da qualidade
Principios de gestão da qualidade
 
Aula 4 O.S.M (qualidade)
Aula 4 O.S.M (qualidade) Aula 4 O.S.M (qualidade)
Aula 4 O.S.M (qualidade)
 
DO Unidade 1 - Teoria do Desenvolvimento Organizacional e Gestão do Conhecimento
DO Unidade 1 - Teoria do Desenvolvimento Organizacional e Gestão do ConhecimentoDO Unidade 1 - Teoria do Desenvolvimento Organizacional e Gestão do Conhecimento
DO Unidade 1 - Teoria do Desenvolvimento Organizacional e Gestão do Conhecimento
 
Mudança organizacional
Mudança organizacionalMudança organizacional
Mudança organizacional
 

Mais de admetz01

Resenha - Fordismo/Toyotismo: Princípios da Produção em Massa e Flexível
Resenha - Fordismo/Toyotismo: Princípios da Produção em Massa e FlexívelResenha - Fordismo/Toyotismo: Princípios da Produção em Massa e Flexível
Resenha - Fordismo/Toyotismo: Princípios da Produção em Massa e Flexível
admetz01
 
Resenha - Teoria de Sistemas: Conceitos de Sistemas
Resenha - Teoria de Sistemas: Conceitos de Sistemas Resenha - Teoria de Sistemas: Conceitos de Sistemas
Resenha - Teoria de Sistemas: Conceitos de Sistemas
admetz01
 
Resenha: Teoria das Relações Humanas
Resenha: Teoria das Relações HumanasResenha: Teoria das Relações Humanas
Resenha: Teoria das Relações Humanas
admetz01
 
Resenha - Teoria Neoclássica: Princípios Básicos da Organização
Resenha - Teoria Neoclássica: Princípios Básicos da OrganizaçãoResenha - Teoria Neoclássica: Princípios Básicos da Organização
Resenha - Teoria Neoclássica: Princípios Básicos da Organização
admetz01
 
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [2]
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [2]Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [2]
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [2]
admetz01
 
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow
Resenha: Hierarquização das Necessidades de MaslowResenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow
admetz01
 
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [3]
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [3]Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [3]
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [3]
admetz01
 
Resenha - Teoria Estruturalista: Estratégia Organizacional
Resenha - Teoria Estruturalista: Estratégia OrganizacionalResenha - Teoria Estruturalista: Estratégia Organizacional
Resenha - Teoria Estruturalista: Estratégia Organizacional
admetz01
 
Resenha: Teoria Contingencial: Ambiente
Resenha: Teoria Contingencial: AmbienteResenha: Teoria Contingencial: Ambiente
Resenha: Teoria Contingencial: Ambiente
admetz01
 
Resenha - Teoria Comportamental: Teoria dos Dois Fatores
Resenha - Teoria Comportamental: Teoria dos Dois FatoresResenha - Teoria Comportamental: Teoria dos Dois Fatores
Resenha - Teoria Comportamental: Teoria dos Dois Fatores
admetz01
 
Resenha - Teoria Comportamental: Teorias X e Y [2]
Resenha - Teoria Comportamental: Teorias X e Y [2]Resenha - Teoria Comportamental: Teorias X e Y [2]
Resenha - Teoria Comportamental: Teorias X e Y [2]
admetz01
 
Resenha - Teoria Comportamental: Teorias X e Y
Resenha - Teoria Comportamental: Teorias X e YResenha - Teoria Comportamental: Teorias X e Y
Resenha - Teoria Comportamental: Teorias X e Y
admetz01
 
Resenha - Teoria Comportamental: Teoria das Idéias
Resenha - Teoria Comportamental: Teoria das IdéiasResenha - Teoria Comportamental: Teoria das Idéias
Resenha - Teoria Comportamental: Teoria das Idéias
admetz01
 
Resenha - Teoria Clássica: Divisão de Trabalho e Especialização
Resenha - Teoria Clássica: Divisão de Trabalho e EspecializaçãoResenha - Teoria Clássica: Divisão de Trabalho e Especialização
Resenha - Teoria Clássica: Divisão de Trabalho e Especialização
admetz01
 
Resenha - Teoria Clássica: Departamentalização
Resenha - Teoria Clássica: DepartamentalizaçãoResenha - Teoria Clássica: Departamentalização
Resenha - Teoria Clássica: Departamentalização
admetz01
 
Resenha - Teoria Clássica
Resenha - Teoria ClássicaResenha - Teoria Clássica
Resenha - Teoria Clássica
admetz01
 
Resenha - Princípios da ADM Científica [2]
Resenha - Princípios da ADM Científica [2]Resenha - Princípios da ADM Científica [2]
Resenha - Princípios da ADM Científica [2]
admetz01
 
Resenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e Autoridade
Resenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e AutoridadeResenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e Autoridade
Resenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e Autoridade
admetz01
 
Resenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e Autoridade [2]
Resenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e Autoridade [2]Resenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e Autoridade [2]
Resenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e Autoridade [2]
admetz01
 
Resenha - Princípios da ADM Científica
Resenha - Princípios da ADM CientíficaResenha - Princípios da ADM Científica
Resenha - Princípios da ADM Científica
admetz01
 

Mais de admetz01 (20)

Resenha - Fordismo/Toyotismo: Princípios da Produção em Massa e Flexível
Resenha - Fordismo/Toyotismo: Princípios da Produção em Massa e FlexívelResenha - Fordismo/Toyotismo: Princípios da Produção em Massa e Flexível
Resenha - Fordismo/Toyotismo: Princípios da Produção em Massa e Flexível
 
Resenha - Teoria de Sistemas: Conceitos de Sistemas
Resenha - Teoria de Sistemas: Conceitos de Sistemas Resenha - Teoria de Sistemas: Conceitos de Sistemas
Resenha - Teoria de Sistemas: Conceitos de Sistemas
 
Resenha: Teoria das Relações Humanas
Resenha: Teoria das Relações HumanasResenha: Teoria das Relações Humanas
Resenha: Teoria das Relações Humanas
 
Resenha - Teoria Neoclássica: Princípios Básicos da Organização
Resenha - Teoria Neoclássica: Princípios Básicos da OrganizaçãoResenha - Teoria Neoclássica: Princípios Básicos da Organização
Resenha - Teoria Neoclássica: Princípios Básicos da Organização
 
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [2]
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [2]Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [2]
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [2]
 
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow
Resenha: Hierarquização das Necessidades de MaslowResenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow
 
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [3]
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [3]Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [3]
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [3]
 
Resenha - Teoria Estruturalista: Estratégia Organizacional
Resenha - Teoria Estruturalista: Estratégia OrganizacionalResenha - Teoria Estruturalista: Estratégia Organizacional
Resenha - Teoria Estruturalista: Estratégia Organizacional
 
Resenha: Teoria Contingencial: Ambiente
Resenha: Teoria Contingencial: AmbienteResenha: Teoria Contingencial: Ambiente
Resenha: Teoria Contingencial: Ambiente
 
Resenha - Teoria Comportamental: Teoria dos Dois Fatores
Resenha - Teoria Comportamental: Teoria dos Dois FatoresResenha - Teoria Comportamental: Teoria dos Dois Fatores
Resenha - Teoria Comportamental: Teoria dos Dois Fatores
 
Resenha - Teoria Comportamental: Teorias X e Y [2]
Resenha - Teoria Comportamental: Teorias X e Y [2]Resenha - Teoria Comportamental: Teorias X e Y [2]
Resenha - Teoria Comportamental: Teorias X e Y [2]
 
Resenha - Teoria Comportamental: Teorias X e Y
Resenha - Teoria Comportamental: Teorias X e YResenha - Teoria Comportamental: Teorias X e Y
Resenha - Teoria Comportamental: Teorias X e Y
 
Resenha - Teoria Comportamental: Teoria das Idéias
Resenha - Teoria Comportamental: Teoria das IdéiasResenha - Teoria Comportamental: Teoria das Idéias
Resenha - Teoria Comportamental: Teoria das Idéias
 
Resenha - Teoria Clássica: Divisão de Trabalho e Especialização
Resenha - Teoria Clássica: Divisão de Trabalho e EspecializaçãoResenha - Teoria Clássica: Divisão de Trabalho e Especialização
Resenha - Teoria Clássica: Divisão de Trabalho e Especialização
 
Resenha - Teoria Clássica: Departamentalização
Resenha - Teoria Clássica: DepartamentalizaçãoResenha - Teoria Clássica: Departamentalização
Resenha - Teoria Clássica: Departamentalização
 
Resenha - Teoria Clássica
Resenha - Teoria ClássicaResenha - Teoria Clássica
Resenha - Teoria Clássica
 
Resenha - Princípios da ADM Científica [2]
Resenha - Princípios da ADM Científica [2]Resenha - Princípios da ADM Científica [2]
Resenha - Princípios da ADM Científica [2]
 
Resenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e Autoridade
Resenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e AutoridadeResenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e Autoridade
Resenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e Autoridade
 
Resenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e Autoridade [2]
Resenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e Autoridade [2]Resenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e Autoridade [2]
Resenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e Autoridade [2]
 
Resenha - Princípios da ADM Científica
Resenha - Princípios da ADM CientíficaResenha - Princípios da ADM Científica
Resenha - Princípios da ADM Científica
 

Teoria Contingencial

  • 1.
  • 2. A Teoria da Contingência enfatiza que não há nada de absoluto nas organizações ou na teoria administrativa. Existe uma relação funcional entre as condições do ambiente e as técnicas administrativas necessárias para o alcance eficaz dos objetivos da organização. Tudo é relativo. Tudo depende. Ações Características Resultados Resulta das Para obter Administrativas Situacionais Organizacionais
  • 3. A Teoria da Contingência é também designada Escola Ambiental e surgiu a partir dos resultados de várias pesquisas. Os resultados conduziram a uma nova concepção de organização. Essas pesquisas verificaram que as condições sob a quais as empresas trabalham são ditadas “de fora” delas, isto é, do seu ambiente externo.
  • 4. 1. Pesquisa de Chandler Sobre Estratégia e Estrutura • Acumulação de recursos. • Racionalização do uso de recursos. • Continuação do crescimento. • Racionalização do uso de recursos em expansão.
  • 5. 2. Pesquisa de Emery e Trist sobre os Contextos Ambientais • Ambiente tipo 1 – concorrência pura • Ambiente tipo 2 – concorrência monopolística • Ambiente tipo 4 – Monopólio • Ambiente tipo 3 – Oligopólio
  • 6. 3. Pesquisa de Burns e Stalker sobre Organizações a) Organizações mecanísticas: b) Organizações orgânicas: • Estrutura burocrática baseada na • Estrutura organizacional flexível divisão do trabalho. com pouca divisão do trabalho. 2. Cargos ocupados por especialistas. 2. Cargos modificados e redefinidos. 3. Decisões centralizadas na cúpula. 3. Decisões descentralizadas e 4. Hierarquia rígida e comando único. delegadas. 4. Hierarquia flexível. 5. Sistema rígido de controle. 5. Tarefas executadas pelo 6. Predomínio da interação vertical. conhecimento. 7. Amplitude de controle mais 6. Predomínio da interação lateral. estreita. 7. Amplitude de controle mais 8. Ênfase nas regras e procedimentos ampla. formais. 8. Confiabilidade nas comunicações 9. Ênfase nos princípios universais da informais. Teoria Clássica. 9. Ênfase nos princípios da Teoria das Relações Humanas.
  • 7. • Coordenação centralizada. • Elevada interdependência. • Padrões rígidos de interação em • Intensa interação em cargos auto- cargos bem definidos definidos, flexíveis e mutáveis. • Limitada capacidade de • Capacidade expandida de processamento da informação. processamento da informação. • Adequado para tarefas simples e • Adequado para tarefas únicas e repetitivas. complexas. • Adequado para eficiência da •Adequado para criatividade e produção inovação.
  • 8. 4. Pesquisa de Lawrence e Lorsch sobre Ambientes • Conceito de diferenciação e de integração. • Diferenciação. • Integração. • Conceito de integração requerida e de diferenciação requerida. • Teoria da Contingência.
  • 9. 5. Pesquisa de Woodward sobre Tecnologia • Produção unitária ou oficina. • Produção em massa ou mecanizada. • Produção em processo ou automatizada.
  • 10. Ambiente é o contexto que envolve externamente a organização (ou o sistema). Como a organização é um sistema aberto, ela mantém transações e intercâmbio com o ambiente que a rodeia. Portanto, tudo o que ocorre externamente no ambiente passa a influenciar internamente o que ocorre na organização. • Mapeamento ambiental. • Seleção ambiental. • Percepção ambiental. • Consonância e Dissonância. • Limites ou Fronteiras
  • 12. Tipologia quanto à estrutura ambiental
  • 13. Tipologia quanto á dinâmica ambiental Ambiente Estável: Ambiente Instável: • Estabilidade e permanência. • Instabilidade e variação. • Pouca mudança. • Muita mudança e turbulência. • Problemas ambientais rotineiros. • Problemas ambientais novos. • Previsibilidade e certeza. • Imprevisibilidade e incerteza. • Rotina e conservação. • Ruptura e transformação. • Manutenção do status quo. • Inovação e criatividade. • Reações padronizadas e rotineiras. • Reações variadas e inovadoras. • Tendência à burocracia. • Tendência à adhocracia. • Lógica do sistema fechado. • Lógica do sistema aberto. • Preocupação interna com a organização. • Preocupação externa com o ambiente. • Intra-orientação para a produção. • Extra-orientação para o mercado. • Ênfase na eficiência. • Ênfase na eficácia.
  • 14. Ao lado do ambiente, a tecnologia constitui outra variável independente que influencia as características organizacionais (variáveis dependentes). Além do impacto ambiental (para muitos autores, imperativo ambiental), existe o impacto tecnológico (para muitos outros autores, imperativo tecnológico) sobre as organizações.
  • 15. Tipologia de Thompson 1. Tecnologia de elos em sequência. 2. Tecnologia mediadora. 3. Tecnologia intensiva.
  • 16. Tipologia de Thompson e Bates • Tecnologia flexível. • Tecnologia fixa. • Produto concreto. • Produto abstrato.
  • 17.
  • 18. Tipologia de Perrow • A tecnologia constitui a característica que define as organizações. • A tecnologia é uma variável independente e os arranjos organizacionais para fazer as coisas são as variáveis dependentes. • As organizações devem ser estudadas como “totalidades”, em vez de se lidar com processos específicos ou com subseções. • A tecnologia é a melhor base para comparar as organizações em função das tipologias até agora existentes.
  • 19. Impacto da Tecnologia • Determina a natureza da estrutura e do comportamento organizacional das empresas. • Tornou-se um sinônimo de eficiência. • Leva os administradores a melhorar cada vez mais a eficácia
  • 20. AMBIENTE DO SISTEMA ENTRADA SAÍDA PARA O NÍVEL PARA O SISTEMA OPERACIONAL AMBIENTE PENETRAÇÃO DAS FORÇAS AMBIENTAIS
  • 21. NÍVEL INSTITUCIONAL INTERMEDIÁRIO OPERACIONAL Relacionar a Integrar e Cumprir metas e TAREFA empresa com o coordenar programas ADMINISTRATIVA ambiente atividades internas cotidianos Imprevisibilidade e Amortecimento da Previsibilidade e CONTEXTO Incerteza Incerteza Certeza PREOCUPAÇÃO Eficácia Integração Eficiência BÁSICA LÓGICA Sistema Aberto Bifocal Sistema Fechado VISÃO Longo Prazo Médio Prazo Curto Prazo PREDOMINANTE Futuro e Destino da Condições de Presente e PERSPECTIVA Organização Presente e Futuro Cotidiano
  • 22. De Frente com a Incerteza Thompson Componente Objetivo Componente Subjetivo • Amortecimento das influências ambientais • Incerteza Generalizada • Contingência • Suavização das transações de entrada e saída • Interdependência dos • Previsão ou Adaptação das variações ambientais componentes • Relacionamento dos produtos ou serviços
  • 23. AMBIENTE L Nível Institucional: Estratégico Ó • Formulação de Políticas Gerais G I C A Nível Intermediário: Tático • Formulação de Planos e Programas INCERTEZA D E Nível Operacional: Técnico S I • Execução de Rotinas e RACIONALI S Procedimentos DADE T E M A NÚCLEO
  • 24. Desenho Organizacional Fatores de Contexto Estrutura Básica Dimensões anatômicas da organização Mecanismo de Operação Feições Operacionais Mecanismo de Decisão Consequências Comportamentais
  • 25. Desenho Organizacional: Configuração estrutural da organização e arranjo dos órgãos dentro da estrutura para proporcionar aumento de eficiência e eficácia. Estrutura Matricial Gerente • Matriz; Organização em grade Seguro de Seguro Serviços de • Departamentalização funcional Vida Saúde Suporte e de produto Controle Processam Processam Assessoria Assessoria Subscrição de • Ágil e Flexível à mudanças ento ento Qualidade Legal Contábil
  • 26. Organização por Equipes A abordagem de equipes torna a organização mais flexível e ágil ao meio ambiente global e competitivo. Líder Equipe Equipe Equipe Cliente
  • 27. Campanha de Campanha de Produção Design Companhia Central Campanha de Campanha de Distribuição Propaganda Campanha de Produção
  • 28. Administração Homem Científica Econômico Teoria das Homem Social Relações Humanas Teoria Homem Homem Estruturalista Organizacional Complexo Teoria Homem Comportamental Administrativo Homem Teoria dos Funcional Sistemas
  • 29. Surgiu da substituição das Estrutura teorias de McGregor, Maslow e uniforme, hierárquica e de Herzberg universal de necessidades • Objetivos Individuais Modelo de Vroom • Obtenção de dinheiro • Satisfação de necessidades fisiológicas e de segurança Clima Organizacional
  • 30. MISSÃO Qual a razão de ser da empresa? VISÃO O que a empresa quer ser? OBJETIVOS O que a empresa deseja alcançar ?
  • 31. Missão Organizacional Pra onde queremos ir? Visão Organizacional O que há no O que temos na Objetivos Organizacionais ambiente? Organização? Análise Ambiental Análise Organizacional Quais as oportunidades Quais são as forças e as e ameaças existentes no fraquezas que temos ambiente? na Organização? Estratégia Organizacional
  • 32.
  • 33. - Líder deve ajustar o seu estilo às várias dimensões situacionais para obter êxito Três dimensões que influenciam a liderança eficaz: • Relação Líder – Membros • Estrutura da tarefa • Poder da posição do líder Abordagem de Hersey e Blanchard: Surgiram com o conceito de liderança situacional Tentaram a integração de teorias de vários autores diferentes sobre estilos de liderança e sistemas de administração
  • 34. Motivando Processo de Objetivo Conduzir Influenciando
  • 35.
  • 36.
  • 37.
  • 38. EFICIÊNCIA EFICÁCIA Ênfase nos Meios Ênfase nos Resultados Fazer Corretamente as Coisas Fazer as Coisas Corretas Resolver Problemas Atingir Objetivos Salvaguardar os Recursos Otimizar a Utilização de Recursos Cumprir Tarefas e Obrigações Obter Resultados Treinar os Subordinados Proporciona Eficácia aos Subordinados Manter as Máquinas Máquinas Disponíveis Eficácia Organizacional • Habilidade de organização de explorar o seu meio ambiente