SlideShare uma empresa Scribd logo
ETEC GUARACY SILVEIRA




          TEORIA CIENTÍFICA



LUÍS EDUARDO MENEZES BERNARDO N°18 1°ETZ




             SÃO PAULO
                 2012
Resenha


Os princípios básicos da Administração Científica foram tão eficazes assim?
Até que ponto o filme Tempos Modernos revela todos os detalhes?


Chiavenato, Idalberto
Introdução à teoria geral da administração: uma visão abrangente da moderna
administração das organizações/ Idalberto Chiavenato-7. ed. rev. E atual. – Rio de
Janeiro: Elsevier, 2003 – 13º Reimpressão.


O livro Introdução à Teoria Geral da Administração aborda as principais teorias que
culminaram na concepção atual administrativa. Sistematiza conceituadas visões do
termo englobando todos os aspectos possíveis.


Abordarei sobre os princípios básicos da Administração Científica, analisando seus
detalhes, conceitos, defeitos e após isso farei analogias à Teoria dos Sistemas.


Primariamente darei uma introdução à vida de Henry Ford e Frederick Taylor. Ford,
empreendedor americano, introduz o sistema de linhas de montagens à baixo custo
e maior produtividade possível. Interessado apenas no sucesso focava no
consumismo seu ponto de partida. Já Taylor concentra seus argumentos na
eficiência operacional com os menores custos possíveis.


Baseado nos ideias de Taylor, Ford e Emerson esta teoria visa a padronização do
sistema dando enfoque principalmente em metas estabelecidas e especialização da
produção. Taylor introduz o conceito de POC (Planejamento, Organização, Controle
e execução), no qual se utilizam critérios rígidos para a produção, gerenciamento de
equipe e distribuição correta de cada função.
Implicitamente Taylor propõe o aperfeiçoamento dos funcionários: cronometra o
tempo, inicia a relação trabalhador     tarefa (treinamento, especialização e divisão
proporcional) e enfatiza a principal base do sistema capitalista (estabelecimento de
metas junto à espera de lucros).
Emerson dá continuidade à esses princípios implícitos, adicionando aos ideais os
conceitos de supervisão competente, incentivos renumerados e padronização de
normas nas operações referentes a linha de produção e às condições de trabalho.


Por fim, Ford direciona seu enfoque aos conceitos de tempo e produção:
simplicidade, intensificação e economicidade propõe a seguinte lógica: “se
obtivermos uma maior eficiência na produtividade, produziremos mais em menor
tempo, reduziremos o estoque e aumentaremos as vendas”.


Uma das principais críticas a essa teoria foi o filme Tempos Moder nos, de Charles
Chaplin que retrata o contexto sócio-histórico da época dentro das fábricas: um
ambiente frenético, no qual um funcionário exerce multifunções, sob condições
sofríveis de trabalho e é levado a um colapso nervoso. O enredo se envolve na
morbidez capitalista da autorregulamentação do mercado, onde a concentração
absurda ocasiona uma exploração avassaladora sobre o proletariado. A síntese
dessa crítica se resume na frase: “A mesma sociedade capitalista que explora o
proletariado, alimenta todo conforto e diversão para burguesia.”


Dotada de muitas contradições, é análoga a Teoria de Sistemas, onde o foco
principal é o lucro desenfreado, passando por cima de variadas situações, sendo a
mais importante a da eficácia, que é prejudicada pela estagnação dos papéis, que
não são redistribuídos a outros cargos. A isso damos o nome de Homeostasia. Mas
o principal diferencial é o conceito da Teleologia aplicado a muitas empresas atuais,
pois o comportamento é explicado por aquilo que se faz e produz (algo ignorado
pelos capitalistas).


Seus ideais visavam algo muito comum à sociedade atual: o lucro. Passou por cima
do proletariado como se não houvesse amanhã, ignorando o que passavam. É
realmente muito complexa, porém não podemos negar que foi o ponto originário que
abriu portas ao analisarmos as falsidades das ideologias.


Aluno do Curso Técnico de Administração na Etec Guaracy Silveira. Atividade
realizada na disciplina de Gestão Empresarial I.

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Legislação Trabalhista
Legislação TrabalhistaLegislação Trabalhista
Legislação Trabalhista
Jesus Martins Oliveira Junior
 
Contabilidade básica fácil - 001 a 302 - osni moura ribeiro
Contabilidade   básica fácil - 001 a 302 - osni moura ribeiro Contabilidade   básica fácil - 001 a 302 - osni moura ribeiro
Contabilidade básica fácil - 001 a 302 - osni moura ribeiro
Adriana Contabilidade Etec
 
Contabilidade básica josé carlos mation 10ª ed
Contabilidade básica   josé carlos mation 10ª edContabilidade básica   josé carlos mation 10ª ed
Contabilidade básica josé carlos mation 10ª ed
Marilia Cordeiro
 
Contabilidade Básica
Contabilidade BásicaContabilidade Básica
Contabilidade Básica
André Faria Gomes
 
Contabilidade básica resumão
Contabilidade básica resumãoContabilidade básica resumão
Contabilidade básica resumão
contacontabil
 
Logística - Logística e Cadeia de Suprimentos - instagram.com/cursos_de_logis...
Logística - Logística e Cadeia de Suprimentos - instagram.com/cursos_de_logis...Logística - Logística e Cadeia de Suprimentos - instagram.com/cursos_de_logis...
Logística - Logística e Cadeia de Suprimentos - instagram.com/cursos_de_logis...
Daniel Camargos Frade
 
Contabilidade fácil de entender
Contabilidade fácil de entenderContabilidade fácil de entender
Contabilidade fácil de entender
Rodolfo Avona
 

Destaque (7)

Legislação Trabalhista
Legislação TrabalhistaLegislação Trabalhista
Legislação Trabalhista
 
Contabilidade básica fácil - 001 a 302 - osni moura ribeiro
Contabilidade   básica fácil - 001 a 302 - osni moura ribeiro Contabilidade   básica fácil - 001 a 302 - osni moura ribeiro
Contabilidade básica fácil - 001 a 302 - osni moura ribeiro
 
Contabilidade básica josé carlos mation 10ª ed
Contabilidade básica   josé carlos mation 10ª edContabilidade básica   josé carlos mation 10ª ed
Contabilidade básica josé carlos mation 10ª ed
 
Contabilidade Básica
Contabilidade BásicaContabilidade Básica
Contabilidade Básica
 
Contabilidade básica resumão
Contabilidade básica resumãoContabilidade básica resumão
Contabilidade básica resumão
 
Logística - Logística e Cadeia de Suprimentos - instagram.com/cursos_de_logis...
Logística - Logística e Cadeia de Suprimentos - instagram.com/cursos_de_logis...Logística - Logística e Cadeia de Suprimentos - instagram.com/cursos_de_logis...
Logística - Logística e Cadeia de Suprimentos - instagram.com/cursos_de_logis...
 
Contabilidade fácil de entender
Contabilidade fácil de entenderContabilidade fácil de entender
Contabilidade fácil de entender
 

Semelhante a Resenha - Princípios da ADM Científica [2]

Resenha - ADM Científica: Divisão Racional do Trabalho
Resenha - ADM Científica: Divisão Racional do TrabalhoResenha - ADM Científica: Divisão Racional do Trabalho
Resenha - ADM Científica: Divisão Racional do Trabalho
admetz01
 
Organização Contemporânea 3
Organização Contemporânea 3Organização Contemporânea 3
Organização Contemporânea 3
Future Press, E-Press, Presentations,
 
Aula2
Aula2Aula2
Aula3
Aula3Aula3
Teoria geral da administração
Teoria geral da administraçãoTeoria geral da administração
Teoria geral da administração
Denis Carlos Sodré
 
Cap 2 Empreendedorismo
Cap 2 EmpreendedorismoCap 2 Empreendedorismo
Cap 2 Empreendedorismo
Graphic Designer
 
Modelos Organizacionais de Taylor, Fayol e Weber
Modelos Organizacionais de Taylor, Fayol e WeberModelos Organizacionais de Taylor, Fayol e Weber
Modelos Organizacionais de Taylor, Fayol e Weber
Tonigerley Silveira
 
Adm04 abord clássica e adm científica
Adm04 abord clássica e adm científicaAdm04 abord clássica e adm científica
Adm04 abord clássica e adm científica
Fabi Toniazzo
 
Os Espacos Ideológicos das TO
Os Espacos Ideológicos das TOOs Espacos Ideológicos das TO
Os Espacos Ideológicos das TO
Angelo Peres
 
Teoria das organizações
Teoria das organizaçõesTeoria das organizações
Teoria das organizações
Juliana Siqueira
 
Organizações mecanicistas x organizações flexíveis
Organizações mecanicistas x organizações flexíveisOrganizações mecanicistas x organizações flexíveis
Organizações mecanicistas x organizações flexíveis
Joici Borges
 
Teoria da Administração
Teoria da AdministraçãoTeoria da Administração
Teoria da Administração
Siebra Neto
 
Teoria da Administração
Teoria da AdministraçãoTeoria da Administração
Teoria da Administração
Siebra Neto
 
Da Teoria Clássica à Contingencial.pptx
Da Teoria Clássica à Contingencial.pptxDa Teoria Clássica à Contingencial.pptx
Da Teoria Clássica à Contingencial.pptx
deivid silva
 
Conceitos fundamentais-da-administracao
Conceitos fundamentais-da-administracaoConceitos fundamentais-da-administracao
Conceitos fundamentais-da-administracao
JanaGraal
 
Para que servem as teorias administrativas
Para que servem as teorias administrativasPara que servem as teorias administrativas
Para que servem as teorias administrativas
Marta Figueiredo
 
ENFERMAGEM - ADMINISTRAÇÃO - AULA 1.pptx
ENFERMAGEM - ADMINISTRAÇÃO - AULA 1.pptxENFERMAGEM - ADMINISTRAÇÃO - AULA 1.pptx
ENFERMAGEM - ADMINISTRAÇÃO - AULA 1.pptx
HelosaFerreira9
 
Resenha - Princípios da ADM Científica
Resenha - Princípios da ADM CientíficaResenha - Princípios da ADM Científica
Resenha - Princípios da ADM Científica
admetz01
 
Administração - a Evolução das Igrejas às Empresas Modernas
Administração - a Evolução das Igrejas às Empresas ModernasAdministração - a Evolução das Igrejas às Empresas Modernas
Administração - a Evolução das Igrejas às Empresas Modernas
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
Administracao a evolucao das igrejas as empresas modernas
Administracao a evolucao das igrejas as empresas modernasAdministracao a evolucao das igrejas as empresas modernas
Administracao a evolucao das igrejas as empresas modernas
Polo Educacional do Méier
 

Semelhante a Resenha - Princípios da ADM Científica [2] (20)

Resenha - ADM Científica: Divisão Racional do Trabalho
Resenha - ADM Científica: Divisão Racional do TrabalhoResenha - ADM Científica: Divisão Racional do Trabalho
Resenha - ADM Científica: Divisão Racional do Trabalho
 
Organização Contemporânea 3
Organização Contemporânea 3Organização Contemporânea 3
Organização Contemporânea 3
 
Aula2
Aula2Aula2
Aula2
 
Aula3
Aula3Aula3
Aula3
 
Teoria geral da administração
Teoria geral da administraçãoTeoria geral da administração
Teoria geral da administração
 
Cap 2 Empreendedorismo
Cap 2 EmpreendedorismoCap 2 Empreendedorismo
Cap 2 Empreendedorismo
 
Modelos Organizacionais de Taylor, Fayol e Weber
Modelos Organizacionais de Taylor, Fayol e WeberModelos Organizacionais de Taylor, Fayol e Weber
Modelos Organizacionais de Taylor, Fayol e Weber
 
Adm04 abord clássica e adm científica
Adm04 abord clássica e adm científicaAdm04 abord clássica e adm científica
Adm04 abord clássica e adm científica
 
Os Espacos Ideológicos das TO
Os Espacos Ideológicos das TOOs Espacos Ideológicos das TO
Os Espacos Ideológicos das TO
 
Teoria das organizações
Teoria das organizaçõesTeoria das organizações
Teoria das organizações
 
Organizações mecanicistas x organizações flexíveis
Organizações mecanicistas x organizações flexíveisOrganizações mecanicistas x organizações flexíveis
Organizações mecanicistas x organizações flexíveis
 
Teoria da Administração
Teoria da AdministraçãoTeoria da Administração
Teoria da Administração
 
Teoria da Administração
Teoria da AdministraçãoTeoria da Administração
Teoria da Administração
 
Da Teoria Clássica à Contingencial.pptx
Da Teoria Clássica à Contingencial.pptxDa Teoria Clássica à Contingencial.pptx
Da Teoria Clássica à Contingencial.pptx
 
Conceitos fundamentais-da-administracao
Conceitos fundamentais-da-administracaoConceitos fundamentais-da-administracao
Conceitos fundamentais-da-administracao
 
Para que servem as teorias administrativas
Para que servem as teorias administrativasPara que servem as teorias administrativas
Para que servem as teorias administrativas
 
ENFERMAGEM - ADMINISTRAÇÃO - AULA 1.pptx
ENFERMAGEM - ADMINISTRAÇÃO - AULA 1.pptxENFERMAGEM - ADMINISTRAÇÃO - AULA 1.pptx
ENFERMAGEM - ADMINISTRAÇÃO - AULA 1.pptx
 
Resenha - Princípios da ADM Científica
Resenha - Princípios da ADM CientíficaResenha - Princípios da ADM Científica
Resenha - Princípios da ADM Científica
 
Administração - a Evolução das Igrejas às Empresas Modernas
Administração - a Evolução das Igrejas às Empresas ModernasAdministração - a Evolução das Igrejas às Empresas Modernas
Administração - a Evolução das Igrejas às Empresas Modernas
 
Administracao a evolucao das igrejas as empresas modernas
Administracao a evolucao das igrejas as empresas modernasAdministracao a evolucao das igrejas as empresas modernas
Administracao a evolucao das igrejas as empresas modernas
 

Mais de admetz01

Resenha - Fordismo/Toyotismo: Princípios da Produção em Massa e Flexível
Resenha - Fordismo/Toyotismo: Princípios da Produção em Massa e FlexívelResenha - Fordismo/Toyotismo: Princípios da Produção em Massa e Flexível
Resenha - Fordismo/Toyotismo: Princípios da Produção em Massa e Flexível
admetz01
 
Resenha - Teoria de Sistemas: Conceitos de Sistemas
Resenha - Teoria de Sistemas: Conceitos de Sistemas Resenha - Teoria de Sistemas: Conceitos de Sistemas
Resenha - Teoria de Sistemas: Conceitos de Sistemas
admetz01
 
Resenha: Teoria das Relações Humanas
Resenha: Teoria das Relações HumanasResenha: Teoria das Relações Humanas
Resenha: Teoria das Relações Humanas
admetz01
 
Resenha - Teoria Neoclássica: Princípios Básicos da Organização
Resenha - Teoria Neoclássica: Princípios Básicos da OrganizaçãoResenha - Teoria Neoclássica: Princípios Básicos da Organização
Resenha - Teoria Neoclássica: Princípios Básicos da Organização
admetz01
 
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [2]
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [2]Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [2]
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [2]
admetz01
 
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow
Resenha: Hierarquização das Necessidades de MaslowResenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow
admetz01
 
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [3]
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [3]Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [3]
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [3]
admetz01
 
Resenha - Teoria Estruturalista: Estratégia Organizacional
Resenha - Teoria Estruturalista: Estratégia OrganizacionalResenha - Teoria Estruturalista: Estratégia Organizacional
Resenha - Teoria Estruturalista: Estratégia Organizacional
admetz01
 
Resenha: Teoria Contingencial: Ambiente
Resenha: Teoria Contingencial: AmbienteResenha: Teoria Contingencial: Ambiente
Resenha: Teoria Contingencial: Ambiente
admetz01
 
Resenha - Teoria Comportamental: Teoria dos Dois Fatores
Resenha - Teoria Comportamental: Teoria dos Dois FatoresResenha - Teoria Comportamental: Teoria dos Dois Fatores
Resenha - Teoria Comportamental: Teoria dos Dois Fatores
admetz01
 
Resenha - Teoria Comportamental: Teorias X e Y [2]
Resenha - Teoria Comportamental: Teorias X e Y [2]Resenha - Teoria Comportamental: Teorias X e Y [2]
Resenha - Teoria Comportamental: Teorias X e Y [2]
admetz01
 
Resenha - Teoria Comportamental: Teorias X e Y
Resenha - Teoria Comportamental: Teorias X e YResenha - Teoria Comportamental: Teorias X e Y
Resenha - Teoria Comportamental: Teorias X e Y
admetz01
 
Resenha - Teoria Comportamental: Teoria das Idéias
Resenha - Teoria Comportamental: Teoria das IdéiasResenha - Teoria Comportamental: Teoria das Idéias
Resenha - Teoria Comportamental: Teoria das Idéias
admetz01
 
Resenha - Teoria Clássica: Divisão de Trabalho e Especialização
Resenha - Teoria Clássica: Divisão de Trabalho e EspecializaçãoResenha - Teoria Clássica: Divisão de Trabalho e Especialização
Resenha - Teoria Clássica: Divisão de Trabalho e Especialização
admetz01
 
Resenha - Teoria Clássica: Departamentalização
Resenha - Teoria Clássica: DepartamentalizaçãoResenha - Teoria Clássica: Departamentalização
Resenha - Teoria Clássica: Departamentalização
admetz01
 
Resenha - Teoria Clássica
Resenha - Teoria ClássicaResenha - Teoria Clássica
Resenha - Teoria Clássica
admetz01
 
Resenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e Autoridade
Resenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e AutoridadeResenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e Autoridade
Resenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e Autoridade
admetz01
 
Resenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e Autoridade [2]
Resenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e Autoridade [2]Resenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e Autoridade [2]
Resenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e Autoridade [2]
admetz01
 
Resenha - ADM Científica: Estudo da Fadiga Humana
Resenha - ADM Científica: Estudo da Fadiga Humana Resenha - ADM Científica: Estudo da Fadiga Humana
Resenha - ADM Científica: Estudo da Fadiga Humana
admetz01
 
Resenha - ADM Científica
Resenha - ADM CientíficaResenha - ADM Científica
Resenha - ADM Científica
admetz01
 

Mais de admetz01 (20)

Resenha - Fordismo/Toyotismo: Princípios da Produção em Massa e Flexível
Resenha - Fordismo/Toyotismo: Princípios da Produção em Massa e FlexívelResenha - Fordismo/Toyotismo: Princípios da Produção em Massa e Flexível
Resenha - Fordismo/Toyotismo: Princípios da Produção em Massa e Flexível
 
Resenha - Teoria de Sistemas: Conceitos de Sistemas
Resenha - Teoria de Sistemas: Conceitos de Sistemas Resenha - Teoria de Sistemas: Conceitos de Sistemas
Resenha - Teoria de Sistemas: Conceitos de Sistemas
 
Resenha: Teoria das Relações Humanas
Resenha: Teoria das Relações HumanasResenha: Teoria das Relações Humanas
Resenha: Teoria das Relações Humanas
 
Resenha - Teoria Neoclássica: Princípios Básicos da Organização
Resenha - Teoria Neoclássica: Princípios Básicos da OrganizaçãoResenha - Teoria Neoclássica: Princípios Básicos da Organização
Resenha - Teoria Neoclássica: Princípios Básicos da Organização
 
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [2]
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [2]Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [2]
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [2]
 
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow
Resenha: Hierarquização das Necessidades de MaslowResenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow
 
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [3]
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [3]Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [3]
Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [3]
 
Resenha - Teoria Estruturalista: Estratégia Organizacional
Resenha - Teoria Estruturalista: Estratégia OrganizacionalResenha - Teoria Estruturalista: Estratégia Organizacional
Resenha - Teoria Estruturalista: Estratégia Organizacional
 
Resenha: Teoria Contingencial: Ambiente
Resenha: Teoria Contingencial: AmbienteResenha: Teoria Contingencial: Ambiente
Resenha: Teoria Contingencial: Ambiente
 
Resenha - Teoria Comportamental: Teoria dos Dois Fatores
Resenha - Teoria Comportamental: Teoria dos Dois FatoresResenha - Teoria Comportamental: Teoria dos Dois Fatores
Resenha - Teoria Comportamental: Teoria dos Dois Fatores
 
Resenha - Teoria Comportamental: Teorias X e Y [2]
Resenha - Teoria Comportamental: Teorias X e Y [2]Resenha - Teoria Comportamental: Teorias X e Y [2]
Resenha - Teoria Comportamental: Teorias X e Y [2]
 
Resenha - Teoria Comportamental: Teorias X e Y
Resenha - Teoria Comportamental: Teorias X e YResenha - Teoria Comportamental: Teorias X e Y
Resenha - Teoria Comportamental: Teorias X e Y
 
Resenha - Teoria Comportamental: Teoria das Idéias
Resenha - Teoria Comportamental: Teoria das IdéiasResenha - Teoria Comportamental: Teoria das Idéias
Resenha - Teoria Comportamental: Teoria das Idéias
 
Resenha - Teoria Clássica: Divisão de Trabalho e Especialização
Resenha - Teoria Clássica: Divisão de Trabalho e EspecializaçãoResenha - Teoria Clássica: Divisão de Trabalho e Especialização
Resenha - Teoria Clássica: Divisão de Trabalho e Especialização
 
Resenha - Teoria Clássica: Departamentalização
Resenha - Teoria Clássica: DepartamentalizaçãoResenha - Teoria Clássica: Departamentalização
Resenha - Teoria Clássica: Departamentalização
 
Resenha - Teoria Clássica
Resenha - Teoria ClássicaResenha - Teoria Clássica
Resenha - Teoria Clássica
 
Resenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e Autoridade
Resenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e AutoridadeResenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e Autoridade
Resenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e Autoridade
 
Resenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e Autoridade [2]
Resenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e Autoridade [2]Resenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e Autoridade [2]
Resenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e Autoridade [2]
 
Resenha - ADM Científica: Estudo da Fadiga Humana
Resenha - ADM Científica: Estudo da Fadiga Humana Resenha - ADM Científica: Estudo da Fadiga Humana
Resenha - ADM Científica: Estudo da Fadiga Humana
 
Resenha - ADM Científica
Resenha - ADM CientíficaResenha - ADM Científica
Resenha - ADM Científica
 

Resenha - Princípios da ADM Científica [2]

  • 1. ETEC GUARACY SILVEIRA TEORIA CIENTÍFICA LUÍS EDUARDO MENEZES BERNARDO N°18 1°ETZ SÃO PAULO 2012
  • 2. Resenha Os princípios básicos da Administração Científica foram tão eficazes assim? Até que ponto o filme Tempos Modernos revela todos os detalhes? Chiavenato, Idalberto Introdução à teoria geral da administração: uma visão abrangente da moderna administração das organizações/ Idalberto Chiavenato-7. ed. rev. E atual. – Rio de Janeiro: Elsevier, 2003 – 13º Reimpressão. O livro Introdução à Teoria Geral da Administração aborda as principais teorias que culminaram na concepção atual administrativa. Sistematiza conceituadas visões do termo englobando todos os aspectos possíveis. Abordarei sobre os princípios básicos da Administração Científica, analisando seus detalhes, conceitos, defeitos e após isso farei analogias à Teoria dos Sistemas. Primariamente darei uma introdução à vida de Henry Ford e Frederick Taylor. Ford, empreendedor americano, introduz o sistema de linhas de montagens à baixo custo e maior produtividade possível. Interessado apenas no sucesso focava no consumismo seu ponto de partida. Já Taylor concentra seus argumentos na eficiência operacional com os menores custos possíveis. Baseado nos ideias de Taylor, Ford e Emerson esta teoria visa a padronização do sistema dando enfoque principalmente em metas estabelecidas e especialização da produção. Taylor introduz o conceito de POC (Planejamento, Organização, Controle e execução), no qual se utilizam critérios rígidos para a produção, gerenciamento de equipe e distribuição correta de cada função. Implicitamente Taylor propõe o aperfeiçoamento dos funcionários: cronometra o tempo, inicia a relação trabalhador tarefa (treinamento, especialização e divisão proporcional) e enfatiza a principal base do sistema capitalista (estabelecimento de metas junto à espera de lucros).
  • 3. Emerson dá continuidade à esses princípios implícitos, adicionando aos ideais os conceitos de supervisão competente, incentivos renumerados e padronização de normas nas operações referentes a linha de produção e às condições de trabalho. Por fim, Ford direciona seu enfoque aos conceitos de tempo e produção: simplicidade, intensificação e economicidade propõe a seguinte lógica: “se obtivermos uma maior eficiência na produtividade, produziremos mais em menor tempo, reduziremos o estoque e aumentaremos as vendas”. Uma das principais críticas a essa teoria foi o filme Tempos Moder nos, de Charles Chaplin que retrata o contexto sócio-histórico da época dentro das fábricas: um ambiente frenético, no qual um funcionário exerce multifunções, sob condições sofríveis de trabalho e é levado a um colapso nervoso. O enredo se envolve na morbidez capitalista da autorregulamentação do mercado, onde a concentração absurda ocasiona uma exploração avassaladora sobre o proletariado. A síntese dessa crítica se resume na frase: “A mesma sociedade capitalista que explora o proletariado, alimenta todo conforto e diversão para burguesia.” Dotada de muitas contradições, é análoga a Teoria de Sistemas, onde o foco principal é o lucro desenfreado, passando por cima de variadas situações, sendo a mais importante a da eficácia, que é prejudicada pela estagnação dos papéis, que não são redistribuídos a outros cargos. A isso damos o nome de Homeostasia. Mas o principal diferencial é o conceito da Teleologia aplicado a muitas empresas atuais, pois o comportamento é explicado por aquilo que se faz e produz (algo ignorado pelos capitalistas). Seus ideais visavam algo muito comum à sociedade atual: o lucro. Passou por cima do proletariado como se não houvesse amanhã, ignorando o que passavam. É realmente muito complexa, porém não podemos negar que foi o ponto originário que abriu portas ao analisarmos as falsidades das ideologias. Aluno do Curso Técnico de Administração na Etec Guaracy Silveira. Atividade realizada na disciplina de Gestão Empresarial I.