SlideShare uma empresa Scribd logo
SISTEMA DIGESTÓRIO
ANDREY CARVALHO
• Os órgãos do sistema digestório propiciam a
ingestão e nutrição do que
ingerimos, permitindo com que seja feita a
absorção de nutrientes, além da eliminação de
partículas não utilizadas pelo nosso
organismo, como a celulose.
Para que haja a digestão, o alimento deve passar
por modificações físicas e químicas ao longo
deste processo, iniciado na boca.
• Boca
A maioria dos mamíferos mastiga o alimento antes desse
atravessar a faringe. Tal ato permite sua
diminuição, umidificação e, em alguns casos, o contato
com enzimas digestivas presentes na saliva(amilase e
ptialina), que são responsáveis pela transformação de
glicogênio e amido em maltose. Nessa fase da digestão, a
língua tem um importante papel: além de auxiliar na
diminuição e diluição do alimento, permite a captura de
sabores, estimulando a produção de saliva. Os sais
presentes nesta última neutralizam a possível acidez do
alimento.
• Faringe – Esôfago
Após a mastigação, o bolo alimentar passa
pela faringe e é direcionado para o esôfago.
Lá, movimentos peristálticos permitem que o
bolo seja direcionado ao estômago. Tal processo
mecânico permite, além desta função, misturá-lo
aos sucos digestivos. Algumas aves possuem
nesse órgão uma região conhecida popularmente
como papo, onde o alimento é armazenado e
amolecido.
• Estômago
No estômago, o suco gástrico – rico em ácido
clorídrico, pepsina, lipase e renina – fragmenta e
desnatura proteínas do bolo alimentar, atua sobre alguns
lipídios, favorece a absorção de cálcio e ferro, e mata
bactérias. Este órgão, delimitado pelo esfíncter da
cárdia, entre ele e o esôfago; e pelo esfíncter
pilórico, entre o intestino, permite que o bolo fique
retido ali, sem que ocorram refluxos.
Durante, aproximadamente, três horas, água e sais
minerais são absorvidos nesta cavidade. O
restante, agora denominado “quimo”, segue para o
intestino delgado.
• Intestino delgado
No intestino delgado ocorre a maior parte da digestão e absorção do que foi
ingerido. Este órgão é compreendido pelo duodeno, jejuno e íleo, e o
processo se inicia nessa primeira porção. Lá, com auxílio do suco
intestinal, proteínas se transformam em aminoácidos, e a maltose e alguns
outros dissacarídeos são digeridos, graças a enzimas como a
enteroquinase, peptidase e carboidrase.
No duodeno há, também, o suco pancreático, que é lançado do pâncreas
através do canal de Wirsung. Este possui bicarbonato de
sódio, tripsina, quimiotripsina, lipase pancreática e amilopsina em sua
constituição, que permitem com que seja neutralizada a acidez do
quimo, proteínas sejam transformadas em oligopeptídios, lipídios resultem
em ácidos graxos e glicerol, carboidratos sejam reduzidos a maltose e DNA e
RNA sejam digeridos. A bile, produzida no fígado, quebra gorduras para
que as lipases pancreáticas executem seu papel de forma mais eficiente.
A digestão se encerra na segunda e terceira porção do intestino delgado, pela
ação do suco intestinal. Suas enzimas:
maltase, sacarase, lactase, aminopeptidases, dipeptidases, tripeptidases, nuc
leosidades e nucleotidases; permitem que moléculas se reduzam a nutrientes
e estes sejam absorvidos e lançados no sangue, com auxilio das vilosidades
presentes no intestino. O alimento passa a ter aspecto
aquoso, esbranquiçado, e é chamado, agora, de quilo.
• Intestino grosso
O quilo se encaminha para o intestino grosso.
Esse, dividido em apêndice, cólon e reto, absorve
água e sais minerais e direciona a parte que não
foi digerida do quilo para o reto, a fim de que
seja eliminada pelas fezes. Bactérias da flora
intestinal permitem a produção de
vitaminas, como as K e B12.
Sistema digestório

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sistema digestório-08-2017
Sistema digestório-08-2017Sistema digestório-08-2017
Sistema digestório-08-2017
José Alexandre de Olim Câmara
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
César Milani
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
Tanara1
 
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Sistema Digestório
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Sistema DigestórioSlides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Sistema Digestório
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Sistema Digestório
Turma Olímpica
 
Aula Fisiologia_Sistema Digestório
Aula Fisiologia_Sistema DigestórioAula Fisiologia_Sistema Digestório
Aula Fisiologia_Sistema Digestório
edu.biologia
 
Resumo de sistema digestório
Resumo de sistema digestórioResumo de sistema digestório
Resumo de sistema digestório
emanuel
 
Anatomia corpo humano parte 6
Anatomia corpo humano parte 6Anatomia corpo humano parte 6
Anatomia corpo humano parte 6
Alexandre Donha
 
Sistema digestorio slides
Sistema digestorio slidesSistema digestorio slides
Sistema digestorio slides
Fabiano Reis
 
O Sistema Digestório
O Sistema DigestórioO Sistema Digestório
O Sistema Digestório
LdFlor
 
Sistema digestorio pronto
Sistema digestorio prontoSistema digestorio pronto
Sistema digestorio pronto
valdetepiazera
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
anaquartin
 
Sistema digestivo - morfofisiologia
Sistema digestivo - morfofisiologiaSistema digestivo - morfofisiologia
Sistema digestivo - morfofisiologia
Ana Castro
 
O Sistema Digestivo Humano
O Sistema Digestivo HumanoO Sistema Digestivo Humano
O Sistema Digestivo Humano
dvrteam
 
Sistemadigestrio 110208164106-phpapp01
Sistemadigestrio 110208164106-phpapp01Sistemadigestrio 110208164106-phpapp01
Sistemadigestrio 110208164106-phpapp01
Pelo Siro
 
Fisiologia do sistema digestório
Fisiologia do sistema digestórioFisiologia do sistema digestório
Fisiologia do sistema digestório
LIVROS PSI
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
rukka
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
Rosana Arruda
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
professoraludmila
 
Sistema digestório e suas respectivas funções
Sistema digestório e suas respectivas funçõesSistema digestório e suas respectivas funções
Sistema digestório e suas respectivas funções
José Antonio Paniagua
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
Ivanilson Gomes
 

Mais procurados (20)

Sistema digestório-08-2017
Sistema digestório-08-2017Sistema digestório-08-2017
Sistema digestório-08-2017
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
 
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Sistema Digestório
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Sistema DigestórioSlides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Sistema Digestório
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Sistema Digestório
 
Aula Fisiologia_Sistema Digestório
Aula Fisiologia_Sistema DigestórioAula Fisiologia_Sistema Digestório
Aula Fisiologia_Sistema Digestório
 
Resumo de sistema digestório
Resumo de sistema digestórioResumo de sistema digestório
Resumo de sistema digestório
 
Anatomia corpo humano parte 6
Anatomia corpo humano parte 6Anatomia corpo humano parte 6
Anatomia corpo humano parte 6
 
Sistema digestorio slides
Sistema digestorio slidesSistema digestorio slides
Sistema digestorio slides
 
O Sistema Digestório
O Sistema DigestórioO Sistema Digestório
O Sistema Digestório
 
Sistema digestorio pronto
Sistema digestorio prontoSistema digestorio pronto
Sistema digestorio pronto
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
 
Sistema digestivo - morfofisiologia
Sistema digestivo - morfofisiologiaSistema digestivo - morfofisiologia
Sistema digestivo - morfofisiologia
 
O Sistema Digestivo Humano
O Sistema Digestivo HumanoO Sistema Digestivo Humano
O Sistema Digestivo Humano
 
Sistemadigestrio 110208164106-phpapp01
Sistemadigestrio 110208164106-phpapp01Sistemadigestrio 110208164106-phpapp01
Sistemadigestrio 110208164106-phpapp01
 
Fisiologia do sistema digestório
Fisiologia do sistema digestórioFisiologia do sistema digestório
Fisiologia do sistema digestório
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
 
Sistema digestório e suas respectivas funções
Sistema digestório e suas respectivas funçõesSistema digestório e suas respectivas funções
Sistema digestório e suas respectivas funções
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
 

Destaque

Fisiologia (digestão) - versão aluno
Fisiologia (digestão) - versão alunoFisiologia (digestão) - versão aluno
Fisiologia (digestão) - versão aluno
Felipe Cavalcante
 
Botânica briófitas
Botânica briófitasBotânica briófitas
Botânica briófitas
Felipe Cavalcante
 
Capítulo 02 alimentos e sistema digestório
Capítulo 02  alimentos e sistema digestórioCapítulo 02  alimentos e sistema digestório
Capítulo 02 alimentos e sistema digestório
Igor Brant
 
IV.2 Sistema digestório
IV.2 Sistema digestórioIV.2 Sistema digestório
IV.2 Sistema digestório
Rebeca Vale
 
Sistema Digestório
Sistema DigestórioSistema Digestório
Sistema Digestório
AleSclearuc
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
Gabriela Bruno
 

Destaque (6)

Fisiologia (digestão) - versão aluno
Fisiologia (digestão) - versão alunoFisiologia (digestão) - versão aluno
Fisiologia (digestão) - versão aluno
 
Botânica briófitas
Botânica briófitasBotânica briófitas
Botânica briófitas
 
Capítulo 02 alimentos e sistema digestório
Capítulo 02  alimentos e sistema digestórioCapítulo 02  alimentos e sistema digestório
Capítulo 02 alimentos e sistema digestório
 
IV.2 Sistema digestório
IV.2 Sistema digestórioIV.2 Sistema digestório
IV.2 Sistema digestório
 
Sistema Digestório
Sistema DigestórioSistema Digestório
Sistema Digestório
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
 

Semelhante a Sistema digestório

Digestão humana Marissol e Josiely 9ºA
Digestão humana Marissol e Josiely 9ºADigestão humana Marissol e Josiely 9ºA
Digestão humana Marissol e Josiely 9ºA
Francini Domingues
 
Como Funciona o processo de digestão dos Alimentos
Como Funciona o processo de digestão dos AlimentosComo Funciona o processo de digestão dos Alimentos
Como Funciona o processo de digestão dos Alimentos
Tookmed
 
DIGESTÃO.ppt
DIGESTÃO.pptDIGESTÃO.ppt
DIGESTÃO.ppt
ZeineSoares
 
Sistema digestivo ou digestório
Sistema digestivo ou digestórioSistema digestivo ou digestório
Sistema digestivo ou digestório
Raimund M Souza
 
Objetivos Ciências Naturais - Teste nº5
Objetivos Ciências Naturais - Teste nº5Objetivos Ciências Naturais - Teste nº5
Objetivos Ciências Naturais - Teste nº5
Maria Freitas
 
Sistema digestorio
Sistema digestorioSistema digestorio
Sistema digestorio
Michele Gonçalves
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Ilustração aula 2.pdf
Ilustração aula 2.pdfIlustração aula 2.pdf
Ilustração aula 2.pdf
Roosivelt Honorato
 
Aula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpo
Aula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpoAula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpo
Aula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpo
RodrigoSousa736857
 
Digestão
DigestãoDigestão
Digestão
Rita Pereira
 
Sistema Digestório
Sistema DigestórioSistema Digestório
Sistema Digestório
Grazi Grazi
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
Catir
 
Aula 2.sistema digestório
Aula 2.sistema digestórioAula 2.sistema digestório
Aula 2.sistema digestório
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Aula 2.sistema digestório
Aula 2.sistema digestórioAula 2.sistema digestório
Aula 2.sistema digestório
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
luisnisa
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
luisnisa
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
luisnisa
 
Fisiologia do sistema digestivo
Fisiologia do sistema digestivoFisiologia do sistema digestivo
Fisiologia do sistema digestivo
Dyandra Fernanda
 
ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E A SAÚDE DO SISTEMA DIGESTIVO.pdf
ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E A SAÚDE DO SISTEMA DIGESTIVO.pdfALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E A SAÚDE DO SISTEMA DIGESTIVO.pdf
ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E A SAÚDE DO SISTEMA DIGESTIVO.pdf
DaianaBittencourt
 
fisiologia sis digest
fisiologia sis digestfisiologia sis digest
fisiologia sis digest
MicheleLanusseDiasVi1
 

Semelhante a Sistema digestório (20)

Digestão humana Marissol e Josiely 9ºA
Digestão humana Marissol e Josiely 9ºADigestão humana Marissol e Josiely 9ºA
Digestão humana Marissol e Josiely 9ºA
 
Como Funciona o processo de digestão dos Alimentos
Como Funciona o processo de digestão dos AlimentosComo Funciona o processo de digestão dos Alimentos
Como Funciona o processo de digestão dos Alimentos
 
DIGESTÃO.ppt
DIGESTÃO.pptDIGESTÃO.ppt
DIGESTÃO.ppt
 
Sistema digestivo ou digestório
Sistema digestivo ou digestórioSistema digestivo ou digestório
Sistema digestivo ou digestório
 
Objetivos Ciências Naturais - Teste nº5
Objetivos Ciências Naturais - Teste nº5Objetivos Ciências Naturais - Teste nº5
Objetivos Ciências Naturais - Teste nº5
 
Sistema digestorio
Sistema digestorioSistema digestorio
Sistema digestorio
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
 
Ilustração aula 2.pdf
Ilustração aula 2.pdfIlustração aula 2.pdf
Ilustração aula 2.pdf
 
Aula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpo
Aula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpoAula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpo
Aula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpo
 
Digestão
DigestãoDigestão
Digestão
 
Sistema Digestório
Sistema DigestórioSistema Digestório
Sistema Digestório
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
 
Aula 2.sistema digestório
Aula 2.sistema digestórioAula 2.sistema digestório
Aula 2.sistema digestório
 
Aula 2.sistema digestório
Aula 2.sistema digestórioAula 2.sistema digestório
Aula 2.sistema digestório
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
 
Fisiologia do sistema digestivo
Fisiologia do sistema digestivoFisiologia do sistema digestivo
Fisiologia do sistema digestivo
 
ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E A SAÚDE DO SISTEMA DIGESTIVO.pdf
ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E A SAÚDE DO SISTEMA DIGESTIVO.pdfALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E A SAÚDE DO SISTEMA DIGESTIVO.pdf
ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E A SAÚDE DO SISTEMA DIGESTIVO.pdf
 
fisiologia sis digest
fisiologia sis digestfisiologia sis digest
fisiologia sis digest
 

Mais de Andrey Moreira

Introdução a fisiologia
Introdução a fisiologiaIntrodução a fisiologia
Introdução a fisiologia
Andrey Moreira
 
Mitose e meiose
Mitose e meioseMitose e meiose
Mitose e meiose
Andrey Moreira
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
Andrey Moreira
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Ecologia
Andrey Moreira
 
Introdução à genética
Introdução à genéticaIntrodução à genética
Introdução à genética
Andrey Moreira
 
Sistema Cardio respiratório
Sistema Cardio respiratórioSistema Cardio respiratório
Sistema Cardio respiratório
Andrey Moreira
 
Mata atlântica
Mata atlânticaMata atlântica
Mata atlântica
Andrey Moreira
 
Filogenia arthropoda
Filogenia arthropodaFilogenia arthropoda
Filogenia arthropoda
Andrey Moreira
 
Comportamento reprodutivo
Comportamento reprodutivoComportamento reprodutivo
Comportamento reprodutivo
Andrey Moreira
 
Ciclo do enxofre
Ciclo do enxofreCiclo do enxofre
Ciclo do enxofre
Andrey Moreira
 

Mais de Andrey Moreira (10)

Introdução a fisiologia
Introdução a fisiologiaIntrodução a fisiologia
Introdução a fisiologia
 
Mitose e meiose
Mitose e meioseMitose e meiose
Mitose e meiose
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Ecologia
 
Introdução à genética
Introdução à genéticaIntrodução à genética
Introdução à genética
 
Sistema Cardio respiratório
Sistema Cardio respiratórioSistema Cardio respiratório
Sistema Cardio respiratório
 
Mata atlântica
Mata atlânticaMata atlântica
Mata atlântica
 
Filogenia arthropoda
Filogenia arthropodaFilogenia arthropoda
Filogenia arthropoda
 
Comportamento reprodutivo
Comportamento reprodutivoComportamento reprodutivo
Comportamento reprodutivo
 
Ciclo do enxofre
Ciclo do enxofreCiclo do enxofre
Ciclo do enxofre
 

Último

759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
soaresdesouzaamanda8
 

Último (20)

759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
 

Sistema digestório

  • 2. • Os órgãos do sistema digestório propiciam a ingestão e nutrição do que ingerimos, permitindo com que seja feita a absorção de nutrientes, além da eliminação de partículas não utilizadas pelo nosso organismo, como a celulose. Para que haja a digestão, o alimento deve passar por modificações físicas e químicas ao longo deste processo, iniciado na boca.
  • 3. • Boca A maioria dos mamíferos mastiga o alimento antes desse atravessar a faringe. Tal ato permite sua diminuição, umidificação e, em alguns casos, o contato com enzimas digestivas presentes na saliva(amilase e ptialina), que são responsáveis pela transformação de glicogênio e amido em maltose. Nessa fase da digestão, a língua tem um importante papel: além de auxiliar na diminuição e diluição do alimento, permite a captura de sabores, estimulando a produção de saliva. Os sais presentes nesta última neutralizam a possível acidez do alimento.
  • 4. • Faringe – Esôfago Após a mastigação, o bolo alimentar passa pela faringe e é direcionado para o esôfago. Lá, movimentos peristálticos permitem que o bolo seja direcionado ao estômago. Tal processo mecânico permite, além desta função, misturá-lo aos sucos digestivos. Algumas aves possuem nesse órgão uma região conhecida popularmente como papo, onde o alimento é armazenado e amolecido.
  • 5. • Estômago No estômago, o suco gástrico – rico em ácido clorídrico, pepsina, lipase e renina – fragmenta e desnatura proteínas do bolo alimentar, atua sobre alguns lipídios, favorece a absorção de cálcio e ferro, e mata bactérias. Este órgão, delimitado pelo esfíncter da cárdia, entre ele e o esôfago; e pelo esfíncter pilórico, entre o intestino, permite que o bolo fique retido ali, sem que ocorram refluxos. Durante, aproximadamente, três horas, água e sais minerais são absorvidos nesta cavidade. O restante, agora denominado “quimo”, segue para o intestino delgado.
  • 6. • Intestino delgado No intestino delgado ocorre a maior parte da digestão e absorção do que foi ingerido. Este órgão é compreendido pelo duodeno, jejuno e íleo, e o processo se inicia nessa primeira porção. Lá, com auxílio do suco intestinal, proteínas se transformam em aminoácidos, e a maltose e alguns outros dissacarídeos são digeridos, graças a enzimas como a enteroquinase, peptidase e carboidrase. No duodeno há, também, o suco pancreático, que é lançado do pâncreas através do canal de Wirsung. Este possui bicarbonato de sódio, tripsina, quimiotripsina, lipase pancreática e amilopsina em sua constituição, que permitem com que seja neutralizada a acidez do quimo, proteínas sejam transformadas em oligopeptídios, lipídios resultem em ácidos graxos e glicerol, carboidratos sejam reduzidos a maltose e DNA e RNA sejam digeridos. A bile, produzida no fígado, quebra gorduras para que as lipases pancreáticas executem seu papel de forma mais eficiente. A digestão se encerra na segunda e terceira porção do intestino delgado, pela ação do suco intestinal. Suas enzimas: maltase, sacarase, lactase, aminopeptidases, dipeptidases, tripeptidases, nuc leosidades e nucleotidases; permitem que moléculas se reduzam a nutrientes e estes sejam absorvidos e lançados no sangue, com auxilio das vilosidades presentes no intestino. O alimento passa a ter aspecto aquoso, esbranquiçado, e é chamado, agora, de quilo.
  • 7. • Intestino grosso O quilo se encaminha para o intestino grosso. Esse, dividido em apêndice, cólon e reto, absorve água e sais minerais e direciona a parte que não foi digerida do quilo para o reto, a fim de que seja eliminada pelas fezes. Bactérias da flora intestinal permitem a produção de vitaminas, como as K e B12.