SlideShare uma empresa Scribd logo
Separação da alma e do corpo
154 O corpo ou a alma sente alguma dor no
momento da morte?

Os sofrimentos que às vezes ocorrem no
momento da morte são uma alegria para o
Espírito, que vê chegar o fim de seu exílio.

☼ Na morte natural, a que acontece pelo
esgotamento dos órgãos em conseqüência da
idade, o homem deixa a vida sem se dar conta
disso: é como um foco de luz que se apaga por
falta de suprimento.
EX: Joanna Darc e Judas
Separação da alma e do corpo
A separação se opera instantaneamente e
por uma transição brusca? Há uma linha de
demarcação nitidamente traçada entre a
vida e a morte?

– Não; a alma se desprende gradualmente e
não escapa como um pássaro cativo
subitamente libertado.

Esses dois estados se tocam e se confundem
de maneira que o Espírito se desprende pouco
a pouco dos laços que o retinham no corpo
físico: eles se desatam, não se quebram.
Separação da alma e do corpo
☼ Durante a vida, o Espírito se encontra preso
ao corpo por seu envoltório semimaterial ou
perispírito. A morte é apenas a destruição do
corpo e não do perispírito, que se separa do
corpo quando nele cessa a vida orgânica.
A observação demonstra que, no instante da
morte, o desprendimento do perispírito não se
completa subitamente; opera-se gradualmente
e com uma lentidão muito variável, conforme
os indivíduos.
 Para uns é bastante rápido e pode-se dizer
que o momento da morte é ao mesmo instante
o da libertação, quase imediata.
Separação da alma e do corpo
Mas, para outros, aqueles cuja vida foi
extremamente material e sensual, o
desprendimento é mais demorado e dura
algumas vezes dias, semanas e até mesmo
meses.
É racional conceber, de fato, que quanto mais
o Espírito se identifica com a matéria, mais
sofre ao se separar dela. Por outro lado, a
atividade intelectual e moral, a elevação de
pensamentos, operam um início do
desprendimento mesmo durante a vida do
corpo, de tal forma que, quando a morte chega,
o desprendimento é quase instantâneo.
Separação da alma e do corpo
Essas observações ainda provaram que a
afinidade que em alguns indivíduos
persiste entre a alma e o corpo é,
algumas vezes, muito dolorosa, visto que
o Espírito pode sentir o horror da
decomposição.
Esse caso é excepcional e particular para
certos gêneros de vida e certos gêneros
de morte; verifica-se entre alguns
suicidas.
Separação da alma e do corpo
156 A separação definitiva da alma do corpo
pode ocorrer antes da completa cessação
da vida orgânica?

– Na agonia, a alma, algumas vezes, já deixou
o corpo. Nada mais resta nele do que a vida
orgânica. O homem não tem mais consciência
de si mesmo e, entretanto, ainda há nele um
sopro de vida orgânica.

O corpo é uma máquina que o coração faz
mover.
Separação da alma e do corpo
158 O exemplo da lagarta, que inicialmente
rasteja na terra, depois se fecha na sua
crisálida numa morte aparente para
renascer em uma existência brilhante, pode
nos dar uma idéia da vida terrestre, da vida
espiritual e, enfim, de nossa nova
existência?

– Uma idéia imperfeita, mas a imagem é boa.
Não deverá, entretanto, ser tomada ao pé da
letra, como muitas vezes fazeis.
Separação da alma e do corpo
159 Que sensação experimenta a alma
no momento em que reconhece estar
no mundo dos Espíritos?

– Isso depende. Se fizestes o mal com o
desejo de fazê-lo, vos envergonhareis de
tê-lo feito, num primeiro momento.

Para o justo, é bem diferente: é como o
alívio de um grande peso, porque não
teme nenhum olhar indagador.
Separação da alma e do corpo
160 O Espírito encontra imediatamente
aqueles que conheceu na Terra e que
desencarnaram antes dele?

Sim, de acordo com a afeição que havia entre
eles, muitas vezes vêm recebê-lo na volta ao
mundo dos Espíritos e o ajudam a se
desprender das faixas da matéria.
Assim como reencontra também muitos que
havia perdido de vista durante sua
permanência na Terra.
 Vê os que estão na erraticidade, como
também vai visitar os que estão encarnados.
Separação da alma e do corpo
Separação da alma e do corpo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Da encarnação dos espíritos
Da encarnação dos espíritosDa encarnação dos espíritos
Da encarnação dos espíritos
Marcos Antônio Alves
 
Quem tem medo da morte
Quem tem medo da morte Quem tem medo da morte
Quem tem medo da morte
Alan Diniz Souza
 
2.10 - Ocupacoes e Missoes dos Espiritos.pptx
2.10 - Ocupacoes e Missoes dos Espiritos.pptx2.10 - Ocupacoes e Missoes dos Espiritos.pptx
2.10 - Ocupacoes e Missoes dos Espiritos.pptx
Marta Gomes
 
Desencarnação
DesencarnaçãoDesencarnação
Vigiando o pensamento-1,5h
Vigiando o pensamento-1,5hVigiando o pensamento-1,5h
Vigiando o pensamento-1,5h
home
 
Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos
Clair Bianchini
 
SeparaçãO Da Alma E Do Corpo
SeparaçãO Da Alma E Do CorpoSeparaçãO Da Alma E Do Corpo
SeparaçãO Da Alma E Do Corpo
Grupo Espírita Cristão
 
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 05 Ouvindo instruções
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 05 Ouvindo instruçõesEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 05 Ouvindo instruções
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 05 Ouvindo instruções
Jose Luiz Maio
 
Retorno à Vida Corporal - planejamento reencarnatório.pptx
Retorno à Vida Corporal - planejamento reencarnatório.pptxRetorno à Vida Corporal - planejamento reencarnatório.pptx
Retorno à Vida Corporal - planejamento reencarnatório.pptx
Rosimeire Alves
 
A Vontade
A VontadeA Vontade
A Vontade
Ceile Bernardo
 
Causas das aflições
Causas das afliçõesCausas das aflições
Causas das aflições
Eduardo Ottonelli Pithan
 
2.4.2 encarnacao nos diferentes mundos
2.4.2   encarnacao nos diferentes mundos2.4.2   encarnacao nos diferentes mundos
2.4.2 encarnacao nos diferentes mundos
Marta Gomes
 
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
Tiburcio Santos
 
Espírito E Matéria
Espírito E MatériaEspírito E Matéria
Espírito E Matéria
Grupo Espírita Cristão
 
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucuraPalestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
Divulgador do Espiritismo
 
VISÃO ESPÍRITA DA MORTE
VISÃO ESPÍRITA DA MORTEVISÃO ESPÍRITA DA MORTE
VISÃO ESPÍRITA DA MORTE
Jorge Luiz dos Santos
 
O homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafioO homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafio
Graça Maciel
 
A desencarnação
A desencarnaçãoA desencarnação
A desencarnação
Ponte de Luz ASEC
 
Fluidos e Perispírito
Fluidos e PerispíritoFluidos e Perispírito
Fluidos e Perispírito
igmateus
 
Escolha das provas
Escolha das provasEscolha das provas
Escolha das provas
Ponte de Luz ASEC
 

Mais procurados (20)

Da encarnação dos espíritos
Da encarnação dos espíritosDa encarnação dos espíritos
Da encarnação dos espíritos
 
Quem tem medo da morte
Quem tem medo da morte Quem tem medo da morte
Quem tem medo da morte
 
2.10 - Ocupacoes e Missoes dos Espiritos.pptx
2.10 - Ocupacoes e Missoes dos Espiritos.pptx2.10 - Ocupacoes e Missoes dos Espiritos.pptx
2.10 - Ocupacoes e Missoes dos Espiritos.pptx
 
Desencarnação
DesencarnaçãoDesencarnação
Desencarnação
 
Vigiando o pensamento-1,5h
Vigiando o pensamento-1,5hVigiando o pensamento-1,5h
Vigiando o pensamento-1,5h
 
Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos
 
SeparaçãO Da Alma E Do Corpo
SeparaçãO Da Alma E Do CorpoSeparaçãO Da Alma E Do Corpo
SeparaçãO Da Alma E Do Corpo
 
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 05 Ouvindo instruções
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 05 Ouvindo instruçõesEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 05 Ouvindo instruções
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 05 Ouvindo instruções
 
Retorno à Vida Corporal - planejamento reencarnatório.pptx
Retorno à Vida Corporal - planejamento reencarnatório.pptxRetorno à Vida Corporal - planejamento reencarnatório.pptx
Retorno à Vida Corporal - planejamento reencarnatório.pptx
 
A Vontade
A VontadeA Vontade
A Vontade
 
Causas das aflições
Causas das afliçõesCausas das aflições
Causas das aflições
 
2.4.2 encarnacao nos diferentes mundos
2.4.2   encarnacao nos diferentes mundos2.4.2   encarnacao nos diferentes mundos
2.4.2 encarnacao nos diferentes mundos
 
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
 
Espírito E Matéria
Espírito E MatériaEspírito E Matéria
Espírito E Matéria
 
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucuraPalestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
 
VISÃO ESPÍRITA DA MORTE
VISÃO ESPÍRITA DA MORTEVISÃO ESPÍRITA DA MORTE
VISÃO ESPÍRITA DA MORTE
 
O homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafioO homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafio
 
A desencarnação
A desencarnaçãoA desencarnação
A desencarnação
 
Fluidos e Perispírito
Fluidos e PerispíritoFluidos e Perispírito
Fluidos e Perispírito
 
Escolha das provas
Escolha das provasEscolha das provas
Escolha das provas
 

Destaque

Desencarnação
DesencarnaçãoDesencarnação
Desencarnação
Izabel Cristina Fonseca
 
Desencarne na visão espírita
Desencarne na visão espíritaDesencarne na visão espírita
Desencarne na visão espírita
Eduardo Ottonelli Pithan
 
090708 a alma após a morte–separação da alma e do corpo-livro ii, cap.3
090708 a alma após a morte–separação da alma e do corpo-livro ii, cap.3090708 a alma após a morte–separação da alma e do corpo-livro ii, cap.3
090708 a alma após a morte–separação da alma e do corpo-livro ii, cap.3
Carlos Alberto Freire De Souza
 
A cura do hipotireoidismo e a cura do hipertireoidismo 1ed - Eric Campos Bast...
A cura do hipotireoidismo e a cura do hipertireoidismo 1ed - Eric Campos Bast...A cura do hipotireoidismo e a cura do hipertireoidismo 1ed - Eric Campos Bast...
A cura do hipotireoidismo e a cura do hipertireoidismo 1ed - Eric Campos Bast...
ericnalanhouse2
 
2007 atividadeaulalmaa pos-amorte
2007 atividadeaulalmaa pos-amorte2007 atividadeaulalmaa pos-amorte
2007 atividadeaulalmaa pos-amorte
Alice Lirio
 
O homem depois da morte
O homem depois da morteO homem depois da morte
O homem depois da morte
Graça Maciel
 
Separação corpo e alma
Separação corpo e almaSeparação corpo e alma
PerturbaçãO EspíRita
PerturbaçãO EspíRitaPerturbaçãO EspíRita
PerturbaçãO EspíRita
guestb30c415
 
Reforma íntima sem martírio
Reforma íntima sem martírioReforma íntima sem martírio
Reforma íntima sem martírio
Leonardo Pereira
 
Cartilha Conduta espirita da criança -Aula especial
Cartilha Conduta espirita da criança -Aula especialCartilha Conduta espirita da criança -Aula especial
Cartilha Conduta espirita da criança -Aula especial
Roberta Andrade
 
Indulgencia www.forumespirita.net
Indulgencia www.forumespirita.netIndulgencia www.forumespirita.net
Indulgencia www.forumespirita.net
Fórum Espírita
 
Fora Da Caridade NãO Há SalvaçãO
Fora Da Caridade NãO Há SalvaçãOFora Da Caridade NãO Há SalvaçãO
Fora Da Caridade NãO Há SalvaçãO
Sergio Menezes
 
Palestra ESE13 que a mão esquerda...
Palestra ESE13 que a mão esquerda... Palestra ESE13 que a mão esquerda...
Palestra ESE13 que a mão esquerda...
Tiburcio Santos
 
Que a vossa mão esquerda não saiba.... - Wilma Badan
Que a vossa mão esquerda não saiba.... - Wilma BadanQue a vossa mão esquerda não saiba.... - Wilma Badan
Que a vossa mão esquerda não saiba.... - Wilma Badan
Wilma Badan C.G.
 
Caderno de-atividades 2-cic-de-inf-ii_completo
Caderno de-atividades 2-cic-de-inf-ii_completoCaderno de-atividades 2-cic-de-inf-ii_completo
Caderno de-atividades 2-cic-de-inf-ii_completo
Alice Lirio
 
Perturbação espiritual. Vida no mundo espiritual
Perturbação espiritual. Vida no mundo espiritualPerturbação espiritual. Vida no mundo espiritual
Perturbação espiritual. Vida no mundo espiritual
Denise Aguiar
 
Jesus E A Caridade
Jesus E A CaridadeJesus E A Caridade
Jesus E A Caridade
meebpeixotinho
 
Palestra Espírita - A caridade material e a caridade moral
Palestra Espírita - A caridade material e a caridade moralPalestra Espírita - A caridade material e a caridade moral
Palestra Espírita - A caridade material e a caridade moral
Divulgador do Espiritismo
 
Conduta Espírita na Prática da Caridade
Conduta Espírita na Prática da CaridadeConduta Espírita na Prática da Caridade
Conduta Espírita na Prática da Caridade
igmateus
 
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerda o que dê a vossa mão direita
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerdao que dê a vossa mão direitaCap 13 Não saiba a vossa mão esquerdao que dê a vossa mão direita
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerda o que dê a vossa mão direita
gmo1973
 

Destaque (20)

Desencarnação
DesencarnaçãoDesencarnação
Desencarnação
 
Desencarne na visão espírita
Desencarne na visão espíritaDesencarne na visão espírita
Desencarne na visão espírita
 
090708 a alma após a morte–separação da alma e do corpo-livro ii, cap.3
090708 a alma após a morte–separação da alma e do corpo-livro ii, cap.3090708 a alma após a morte–separação da alma e do corpo-livro ii, cap.3
090708 a alma após a morte–separação da alma e do corpo-livro ii, cap.3
 
A cura do hipotireoidismo e a cura do hipertireoidismo 1ed - Eric Campos Bast...
A cura do hipotireoidismo e a cura do hipertireoidismo 1ed - Eric Campos Bast...A cura do hipotireoidismo e a cura do hipertireoidismo 1ed - Eric Campos Bast...
A cura do hipotireoidismo e a cura do hipertireoidismo 1ed - Eric Campos Bast...
 
2007 atividadeaulalmaa pos-amorte
2007 atividadeaulalmaa pos-amorte2007 atividadeaulalmaa pos-amorte
2007 atividadeaulalmaa pos-amorte
 
O homem depois da morte
O homem depois da morteO homem depois da morte
O homem depois da morte
 
Separação corpo e alma
Separação corpo e almaSeparação corpo e alma
Separação corpo e alma
 
PerturbaçãO EspíRita
PerturbaçãO EspíRitaPerturbaçãO EspíRita
PerturbaçãO EspíRita
 
Reforma íntima sem martírio
Reforma íntima sem martírioReforma íntima sem martírio
Reforma íntima sem martírio
 
Cartilha Conduta espirita da criança -Aula especial
Cartilha Conduta espirita da criança -Aula especialCartilha Conduta espirita da criança -Aula especial
Cartilha Conduta espirita da criança -Aula especial
 
Indulgencia www.forumespirita.net
Indulgencia www.forumespirita.netIndulgencia www.forumespirita.net
Indulgencia www.forumespirita.net
 
Fora Da Caridade NãO Há SalvaçãO
Fora Da Caridade NãO Há SalvaçãOFora Da Caridade NãO Há SalvaçãO
Fora Da Caridade NãO Há SalvaçãO
 
Palestra ESE13 que a mão esquerda...
Palestra ESE13 que a mão esquerda... Palestra ESE13 que a mão esquerda...
Palestra ESE13 que a mão esquerda...
 
Que a vossa mão esquerda não saiba.... - Wilma Badan
Que a vossa mão esquerda não saiba.... - Wilma BadanQue a vossa mão esquerda não saiba.... - Wilma Badan
Que a vossa mão esquerda não saiba.... - Wilma Badan
 
Caderno de-atividades 2-cic-de-inf-ii_completo
Caderno de-atividades 2-cic-de-inf-ii_completoCaderno de-atividades 2-cic-de-inf-ii_completo
Caderno de-atividades 2-cic-de-inf-ii_completo
 
Perturbação espiritual. Vida no mundo espiritual
Perturbação espiritual. Vida no mundo espiritualPerturbação espiritual. Vida no mundo espiritual
Perturbação espiritual. Vida no mundo espiritual
 
Jesus E A Caridade
Jesus E A CaridadeJesus E A Caridade
Jesus E A Caridade
 
Palestra Espírita - A caridade material e a caridade moral
Palestra Espírita - A caridade material e a caridade moralPalestra Espírita - A caridade material e a caridade moral
Palestra Espírita - A caridade material e a caridade moral
 
Conduta Espírita na Prática da Caridade
Conduta Espírita na Prática da CaridadeConduta Espírita na Prática da Caridade
Conduta Espírita na Prática da Caridade
 
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerda o que dê a vossa mão direita
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerdao que dê a vossa mão direitaCap 13 Não saiba a vossa mão esquerdao que dê a vossa mão direita
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerda o que dê a vossa mão direita
 

Semelhante a Separação da alma e do corpo

2.3.2 separacao da alma e do corpo
2.3.2   separacao da alma e do corpo2.3.2   separacao da alma e do corpo
2.3.2 separacao da alma e do corpo
Marta Gomes
 
Vida depois da vida
Vida depois da vidaVida depois da vida
Vida depois da vida
Fabio Almeida Barbosa
 
D 6 Desencarnação
D 6 DesencarnaçãoD 6 Desencarnação
D 6 Desencarnação
JPS Junior
 
O fenômeno da Morte - ESDE: programa complementar, módulo 1, roteiro I.
O fenômeno da Morte - ESDE: programa complementar, módulo 1, roteiro I.O fenômeno da Morte - ESDE: programa complementar, módulo 1, roteiro I.
O fenômeno da Morte - ESDE: programa complementar, módulo 1, roteiro I.
Núcleo de Promoção Humana Vinha de Luz
 
081015 le–livro ii-cap.3–separação da alma e do corpo-pertubação espiritual
081015 le–livro ii-cap.3–separação da alma e do corpo-pertubação espiritual081015 le–livro ii-cap.3–separação da alma e do corpo-pertubação espiritual
081015 le–livro ii-cap.3–separação da alma e do corpo-pertubação espiritual
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Leonardo Pereira
 
A morte: transição para a vida espiritual
A morte: transição para a vida espiritualA morte: transição para a vida espiritual
A morte: transição para a vida espiritual
Felipe Guedes
 
( Espiritismo) # - amag ramgis - morte e retorno à vida espiritual
( Espiritismo)   # - amag ramgis - morte e retorno à vida espiritual( Espiritismo)   # - amag ramgis - morte e retorno à vida espiritual
( Espiritismo) # - amag ramgis - morte e retorno à vida espiritual
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
PDF 01 O_fenô‚meno_da_morte_e_perturbação_espiritual_.pdf
PDF 01 O_fenô‚meno_da_morte_e_perturbação_espiritual_.pdfPDF 01 O_fenô‚meno_da_morte_e_perturbação_espiritual_.pdf
PDF 01 O_fenô‚meno_da_morte_e_perturbação_espiritual_.pdf
Pensadores - criação & designer
 
Palestra de 22 agosto 2014 - A MORTE DÓI?
Palestra de 22 agosto 2014  - A MORTE DÓI?Palestra de 22 agosto 2014  - A MORTE DÓI?
Palestra de 22 agosto 2014 - A MORTE DÓI?
Lar Irmã Zarabatana
 
A morte na visão espírita.pptx
A morte na visão espírita.pptxA morte na visão espírita.pptx
A morte na visão espírita.pptx
LeandroMoreira198849
 
08 desencarnacao
08 desencarnacao08 desencarnacao
Processo de Desencarnação
Processo de DesencarnaçãoProcesso de Desencarnação
Processo de Desencarnação
Eduardo Henrique Marçal
 
Desencarne processo de[1]
Desencarne processo de[1]Desencarne processo de[1]
Desencarne processo de[1]
Jeanne Geyer
 
Desencarne processo de[1]
Desencarne processo de[1]Desencarne processo de[1]
Desencarne processo de[1]
Jeanne Geyer
 
Desencarnação
DesencarnaçãoDesencarnação
Primeiro Módulo - Aulas 10 e 11 - Retorno da vida corporal e pluralidade das ...
Primeiro Módulo - Aulas 10 e 11 - Retorno da vida corporal e pluralidade das ...Primeiro Módulo - Aulas 10 e 11 - Retorno da vida corporal e pluralidade das ...
Primeiro Módulo - Aulas 10 e 11 - Retorno da vida corporal e pluralidade das ...
CeiClarencio
 
1 5. sono, sonambulismo, êxtase e dupla vista claudio c. conti
1 5. sono, sonambulismo, êxtase e dupla vista claudio c. conti1 5. sono, sonambulismo, êxtase e dupla vista claudio c. conti
1 5. sono, sonambulismo, êxtase e dupla vista claudio c. conti
Silvio Figueirôa
 
Desencarnação fluido vital e perispírito
Desencarnação    fluido vital e perispíritoDesencarnação    fluido vital e perispírito
Desencarnação fluido vital e perispírito
Jorge Vaz
 
05 setembro 2014 como se processam as mortes violentas
05 setembro 2014   como se processam as mortes violentas05 setembro 2014   como se processam as mortes violentas
05 setembro 2014 como se processam as mortes violentas
Lar Irmã Zarabatana
 

Semelhante a Separação da alma e do corpo (20)

2.3.2 separacao da alma e do corpo
2.3.2   separacao da alma e do corpo2.3.2   separacao da alma e do corpo
2.3.2 separacao da alma e do corpo
 
Vida depois da vida
Vida depois da vidaVida depois da vida
Vida depois da vida
 
D 6 Desencarnação
D 6 DesencarnaçãoD 6 Desencarnação
D 6 Desencarnação
 
O fenômeno da Morte - ESDE: programa complementar, módulo 1, roteiro I.
O fenômeno da Morte - ESDE: programa complementar, módulo 1, roteiro I.O fenômeno da Morte - ESDE: programa complementar, módulo 1, roteiro I.
O fenômeno da Morte - ESDE: programa complementar, módulo 1, roteiro I.
 
081015 le–livro ii-cap.3–separação da alma e do corpo-pertubação espiritual
081015 le–livro ii-cap.3–separação da alma e do corpo-pertubação espiritual081015 le–livro ii-cap.3–separação da alma e do corpo-pertubação espiritual
081015 le–livro ii-cap.3–separação da alma e do corpo-pertubação espiritual
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 
A morte: transição para a vida espiritual
A morte: transição para a vida espiritualA morte: transição para a vida espiritual
A morte: transição para a vida espiritual
 
( Espiritismo) # - amag ramgis - morte e retorno à vida espiritual
( Espiritismo)   # - amag ramgis - morte e retorno à vida espiritual( Espiritismo)   # - amag ramgis - morte e retorno à vida espiritual
( Espiritismo) # - amag ramgis - morte e retorno à vida espiritual
 
PDF 01 O_fenô‚meno_da_morte_e_perturbação_espiritual_.pdf
PDF 01 O_fenô‚meno_da_morte_e_perturbação_espiritual_.pdfPDF 01 O_fenô‚meno_da_morte_e_perturbação_espiritual_.pdf
PDF 01 O_fenô‚meno_da_morte_e_perturbação_espiritual_.pdf
 
Palestra de 22 agosto 2014 - A MORTE DÓI?
Palestra de 22 agosto 2014  - A MORTE DÓI?Palestra de 22 agosto 2014  - A MORTE DÓI?
Palestra de 22 agosto 2014 - A MORTE DÓI?
 
A morte na visão espírita.pptx
A morte na visão espírita.pptxA morte na visão espírita.pptx
A morte na visão espírita.pptx
 
08 desencarnacao
08 desencarnacao08 desencarnacao
08 desencarnacao
 
Processo de Desencarnação
Processo de DesencarnaçãoProcesso de Desencarnação
Processo de Desencarnação
 
Desencarne processo de[1]
Desencarne processo de[1]Desencarne processo de[1]
Desencarne processo de[1]
 
Desencarne processo de[1]
Desencarne processo de[1]Desencarne processo de[1]
Desencarne processo de[1]
 
Desencarnação
DesencarnaçãoDesencarnação
Desencarnação
 
Primeiro Módulo - Aulas 10 e 11 - Retorno da vida corporal e pluralidade das ...
Primeiro Módulo - Aulas 10 e 11 - Retorno da vida corporal e pluralidade das ...Primeiro Módulo - Aulas 10 e 11 - Retorno da vida corporal e pluralidade das ...
Primeiro Módulo - Aulas 10 e 11 - Retorno da vida corporal e pluralidade das ...
 
1 5. sono, sonambulismo, êxtase e dupla vista claudio c. conti
1 5. sono, sonambulismo, êxtase e dupla vista claudio c. conti1 5. sono, sonambulismo, êxtase e dupla vista claudio c. conti
1 5. sono, sonambulismo, êxtase e dupla vista claudio c. conti
 
Desencarnação fluido vital e perispírito
Desencarnação    fluido vital e perispíritoDesencarnação    fluido vital e perispírito
Desencarnação fluido vital e perispírito
 
05 setembro 2014 como se processam as mortes violentas
05 setembro 2014   como se processam as mortes violentas05 setembro 2014   como se processam as mortes violentas
05 setembro 2014 como se processam as mortes violentas
 

Mais de Izabel Cristina Fonseca

O advento do cristo
O advento do cristoO advento do cristo
O advento do cristo
Izabel Cristina Fonseca
 
Misterios ocultos aos doutos e prudentes
Misterios ocultos aos doutos e prudentesMisterios ocultos aos doutos e prudentes
Misterios ocultos aos doutos e prudentes
Izabel Cristina Fonseca
 
Melodia natalina
Melodia natalinaMelodia natalina
Melodia natalina
Izabel Cristina Fonseca
 
Bem aventurados os que temos olhos fechados
Bem aventurados os que temos olhos fechadosBem aventurados os que temos olhos fechados
Bem aventurados os que temos olhos fechados
Izabel Cristina Fonseca
 
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-aSe a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
Izabel Cristina Fonseca
 
Misterios ocultos aos prudentes
Misterios ocultos aos prudentesMisterios ocultos aos prudentes
Misterios ocultos aos prudentes
Izabel Cristina Fonseca
 
Poemas
PoemasPoemas
Aquele que se eleva será rebaixado
Aquele que se eleva será rebaixado Aquele que se eleva será rebaixado
Aquele que se eleva será rebaixado
Izabel Cristina Fonseca
 
Solidão fonte viva
Solidão   fonte vivaSolidão   fonte viva
Solidão fonte viva
Izabel Cristina Fonseca
 
Simpatia
SimpatiaSimpatia
Progressão e escala espírita
Progressão e escala espíritaProgressão e escala espírita
Progressão e escala espírita
Izabel Cristina Fonseca
 
Palestra lei destruição
Palestra lei destruiçãoPalestra lei destruição
Palestra lei destruição
Izabel Cristina Fonseca
 
Pal janfevmar 2017
Pal janfevmar 2017Pal janfevmar 2017
Pal janfevmar 2017
Izabel Cristina Fonseca
 
Oração nossa
Oração nossaOração nossa
Oração nossa
Izabel Cristina Fonseca
 
O mancebo rico
O mancebo ricoO mancebo rico
O mancebo rico
Izabel Cristina Fonseca
 
O bem e o mal esde - leis divinas
O bem e o mal  esde - leis divinasO bem e o mal  esde - leis divinas
O bem e o mal esde - leis divinas
Izabel Cristina Fonseca
 
Natal palestra
Natal palestraNatal palestra
Natal palestra
Izabel Cristina Fonseca
 
Não desanimar bezerra
Não desanimar   bezerraNão desanimar   bezerra
Não desanimar bezerra
Izabel Cristina Fonseca
 
Inteligência e instinto
Inteligência e instintoInteligência e instinto
Inteligência e instinto
Izabel Cristina Fonseca
 
Incompreensão palestra 2016
Incompreensão   palestra 2016Incompreensão   palestra 2016
Incompreensão palestra 2016
Izabel Cristina Fonseca
 

Mais de Izabel Cristina Fonseca (20)

O advento do cristo
O advento do cristoO advento do cristo
O advento do cristo
 
Misterios ocultos aos doutos e prudentes
Misterios ocultos aos doutos e prudentesMisterios ocultos aos doutos e prudentes
Misterios ocultos aos doutos e prudentes
 
Melodia natalina
Melodia natalinaMelodia natalina
Melodia natalina
 
Bem aventurados os que temos olhos fechados
Bem aventurados os que temos olhos fechadosBem aventurados os que temos olhos fechados
Bem aventurados os que temos olhos fechados
 
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-aSe a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
 
Misterios ocultos aos prudentes
Misterios ocultos aos prudentesMisterios ocultos aos prudentes
Misterios ocultos aos prudentes
 
Poemas
PoemasPoemas
Poemas
 
Aquele que se eleva será rebaixado
Aquele que se eleva será rebaixado Aquele que se eleva será rebaixado
Aquele que se eleva será rebaixado
 
Solidão fonte viva
Solidão   fonte vivaSolidão   fonte viva
Solidão fonte viva
 
Simpatia
SimpatiaSimpatia
Simpatia
 
Progressão e escala espírita
Progressão e escala espíritaProgressão e escala espírita
Progressão e escala espírita
 
Palestra lei destruição
Palestra lei destruiçãoPalestra lei destruição
Palestra lei destruição
 
Pal janfevmar 2017
Pal janfevmar 2017Pal janfevmar 2017
Pal janfevmar 2017
 
Oração nossa
Oração nossaOração nossa
Oração nossa
 
O mancebo rico
O mancebo ricoO mancebo rico
O mancebo rico
 
O bem e o mal esde - leis divinas
O bem e o mal  esde - leis divinasO bem e o mal  esde - leis divinas
O bem e o mal esde - leis divinas
 
Natal palestra
Natal palestraNatal palestra
Natal palestra
 
Não desanimar bezerra
Não desanimar   bezerraNão desanimar   bezerra
Não desanimar bezerra
 
Inteligência e instinto
Inteligência e instintoInteligência e instinto
Inteligência e instinto
 
Incompreensão palestra 2016
Incompreensão   palestra 2016Incompreensão   palestra 2016
Incompreensão palestra 2016
 

Separação da alma e do corpo

  • 1. Separação da alma e do corpo
  • 2. 154 O corpo ou a alma sente alguma dor no momento da morte? Os sofrimentos que às vezes ocorrem no momento da morte são uma alegria para o Espírito, que vê chegar o fim de seu exílio. ☼ Na morte natural, a que acontece pelo esgotamento dos órgãos em conseqüência da idade, o homem deixa a vida sem se dar conta disso: é como um foco de luz que se apaga por falta de suprimento. EX: Joanna Darc e Judas
  • 4. A separação se opera instantaneamente e por uma transição brusca? Há uma linha de demarcação nitidamente traçada entre a vida e a morte? – Não; a alma se desprende gradualmente e não escapa como um pássaro cativo subitamente libertado. Esses dois estados se tocam e se confundem de maneira que o Espírito se desprende pouco a pouco dos laços que o retinham no corpo físico: eles se desatam, não se quebram.
  • 6. ☼ Durante a vida, o Espírito se encontra preso ao corpo por seu envoltório semimaterial ou perispírito. A morte é apenas a destruição do corpo e não do perispírito, que se separa do corpo quando nele cessa a vida orgânica. A observação demonstra que, no instante da morte, o desprendimento do perispírito não se completa subitamente; opera-se gradualmente e com uma lentidão muito variável, conforme os indivíduos. Para uns é bastante rápido e pode-se dizer que o momento da morte é ao mesmo instante o da libertação, quase imediata.
  • 8. Mas, para outros, aqueles cuja vida foi extremamente material e sensual, o desprendimento é mais demorado e dura algumas vezes dias, semanas e até mesmo meses. É racional conceber, de fato, que quanto mais o Espírito se identifica com a matéria, mais sofre ao se separar dela. Por outro lado, a atividade intelectual e moral, a elevação de pensamentos, operam um início do desprendimento mesmo durante a vida do corpo, de tal forma que, quando a morte chega, o desprendimento é quase instantâneo.
  • 10. Essas observações ainda provaram que a afinidade que em alguns indivíduos persiste entre a alma e o corpo é, algumas vezes, muito dolorosa, visto que o Espírito pode sentir o horror da decomposição. Esse caso é excepcional e particular para certos gêneros de vida e certos gêneros de morte; verifica-se entre alguns suicidas.
  • 12. 156 A separação definitiva da alma do corpo pode ocorrer antes da completa cessação da vida orgânica? – Na agonia, a alma, algumas vezes, já deixou o corpo. Nada mais resta nele do que a vida orgânica. O homem não tem mais consciência de si mesmo e, entretanto, ainda há nele um sopro de vida orgânica. O corpo é uma máquina que o coração faz mover.
  • 14. 158 O exemplo da lagarta, que inicialmente rasteja na terra, depois se fecha na sua crisálida numa morte aparente para renascer em uma existência brilhante, pode nos dar uma idéia da vida terrestre, da vida espiritual e, enfim, de nossa nova existência? – Uma idéia imperfeita, mas a imagem é boa. Não deverá, entretanto, ser tomada ao pé da letra, como muitas vezes fazeis.
  • 16. 159 Que sensação experimenta a alma no momento em que reconhece estar no mundo dos Espíritos? – Isso depende. Se fizestes o mal com o desejo de fazê-lo, vos envergonhareis de tê-lo feito, num primeiro momento. Para o justo, é bem diferente: é como o alívio de um grande peso, porque não teme nenhum olhar indagador.
  • 18. 160 O Espírito encontra imediatamente aqueles que conheceu na Terra e que desencarnaram antes dele? Sim, de acordo com a afeição que havia entre eles, muitas vezes vêm recebê-lo na volta ao mundo dos Espíritos e o ajudam a se desprender das faixas da matéria. Assim como reencontra também muitos que havia perdido de vista durante sua permanência na Terra. Vê os que estão na erraticidade, como também vai visitar os que estão encarnados.