SlideShare uma empresa Scribd logo
Passagem da vida corpórea à vida espiritual
Muitas pessoas não temem propriamente a
morte, o que temem é o momento da transição.

 Sofreremos ou não ao fazer essa passagem?
Ao vermos a tranquilidade
 de algumas mortes e as
  terríveis convulsões da
   agonia em outras, já
podemos perceber que as
    sensações não são
    sempre as mesmas.
A matéria inerte é insensível.

Só a alma experimenta as sensações de
             prazer e dor.
Durante a vida qualquer desagregação da
 matéria repercute na alma através de uma
    impressão mais ou menos dolorosa.

É a alma que sofre e não o corpo, pois esse é
   apenas o instrumento da dor e a alma o
                  paciente.
Após a morte, estando o corpo
  separado da alma, pode ser
livremente mutilado que nada
            sente.

 A alma, estando isolada do
  corpo não é atingida por
 nenhum efeito da destruição
           deste.
Durante a vida, o fluido perispiritual impregna
   todo o corpo, servindo de veículo das
       sensações físicas para a alma.

É também por esse intermediário que a alma
     age sobre o corpo e dirige os seus
               movimentos.
A extinção da vida orgânica produz a
   separação da alma e do corpo pelo
rompimento da ligação fluídica, mas essa
 separação nunca se verifica de maneira
                 brusca.
O fluido perispiritual se desprende pouco
a pouco de todos os órgãos, de maneira
    que a separação só se completa
quando não resta mais um único átomo
 do perispírito unido a uma molécula do
                   corpo.
A sensação dolorosa que a alma
experimenta nesse momento está na
 razão da quantidade de pontos de
contato existentes entre o corpo e o
perispírito, determinando a maior ou
 menor dificuldade ou a lentidão da
              separação
Se no momento da extinção da vida
    orgânica o desprendimento do
  perispírito já se tiver completado, a
alma não sentirá absolutamente nada.
Se nesse momento a união dos dois elementos ainda
estiver em toda a sua força, se verificará uma espécie
                     de ruptura.
Se a união já
     estiver
enfraquecida, a
separação será
 fácil e se dará
  sem choque.
Se, após a completa extinção da vida
orgânica ainda existirem numerosos pontos
 de contato entre o corpo e o perispírito, a
      alma poderá sentir os efeitos da
    decomposição do corpo até que as
ligações sejam completamente rompidas.
O sofrimento que acompanha a morte
decorre do estado de aderência do espírito
  ao corpo e tudo o que possa facilitar a
  diminuição desse estado e acelerar a
  separação, torna a passagem menos
                 penosa.
É sobretudo nos casos de suicídio que essa
situação se faz penosa. O corpo continuando
     ligado ao perispírito por todas as suas
 fibras, faz que repercutam na alma todas as
suas convulsões, produzindo-lhes sofrimentos
                    atrozes.
A presteza do desprendimento depende
 do grau de desenvolvimento moral do
                espírito.
O amor cobre a
multidão de pecados.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Transicao

Vida depois da vida
Vida depois da vidaVida depois da vida
Vida depois da vida
Fabio Almeida Barbosa
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Leonardo Pereira
 
O fenômeno da Morte - ESDE: programa complementar, módulo 1, roteiro I.
O fenômeno da Morte - ESDE: programa complementar, módulo 1, roteiro I.O fenômeno da Morte - ESDE: programa complementar, módulo 1, roteiro I.
O fenômeno da Morte - ESDE: programa complementar, módulo 1, roteiro I.
Núcleo de Promoção Humana Vinha de Luz
 
Palestra de 22 agosto 2014 - A MORTE DÓI?
Palestra de 22 agosto 2014  - A MORTE DÓI?Palestra de 22 agosto 2014  - A MORTE DÓI?
Palestra de 22 agosto 2014 - A MORTE DÓI?
Lar Irmã Zarabatana
 
Desencarnação
DesencarnaçãoDesencarnação
A morte: transição para a vida espiritual
A morte: transição para a vida espiritualA morte: transição para a vida espiritual
A morte: transição para a vida espiritual
Felipe Guedes
 
Desencarne processo de[1]
Desencarne processo de[1]Desencarne processo de[1]
Desencarne processo de[1]
Jeanne Geyer
 
Desencarne processo de[1]
Desencarne processo de[1]Desencarne processo de[1]
Desencarne processo de[1]
Jeanne Geyer
 
Primeiro Módulo - Aulas 10 e 11 - Retorno da vida corporal e pluralidade das ...
Primeiro Módulo - Aulas 10 e 11 - Retorno da vida corporal e pluralidade das ...Primeiro Módulo - Aulas 10 e 11 - Retorno da vida corporal e pluralidade das ...
Primeiro Módulo - Aulas 10 e 11 - Retorno da vida corporal e pluralidade das ...
CeiClarencio
 
Transplante de Órgãos e suas Repercussões Espirituais
Transplante de Órgãos e suas Repercussões EspirituaisTransplante de Órgãos e suas Repercussões Espirituais
Transplante de Órgãos e suas Repercussões Espirituais
Eduardo Henrique Marçal
 
Transplante de órgãos e suas repercussões espirituais
Transplante de órgãos   e suas repercussões espirituaisTransplante de órgãos   e suas repercussões espirituais
Transplante de órgãos e suas repercussões espirituais
Eduardo Henrique Marçal
 
63 doação de orgãos (um ato de amor ao próximo)
63 doação de orgãos (um ato de amor ao próximo)63 doação de orgãos (um ato de amor ao próximo)
63 doação de orgãos (um ato de amor ao próximo)
Antonio SSantos
 
Doação de orgãos
Doação de orgãosDoação de orgãos
Doação de orgãos
batepapoespirita
 
Desencarnação
DesencarnaçãoDesencarnação
Desencarnação
Izabel Cristina Fonseca
 
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
Tiburcio Santos
 
2.6.4 Ensaio teorico sobre a sensacao nos epiritos
2.6.4   Ensaio teorico sobre a sensacao nos epiritos2.6.4   Ensaio teorico sobre a sensacao nos epiritos
2.6.4 Ensaio teorico sobre a sensacao nos epiritos
Marta Gomes
 
2.3.2 separacao da alma e do corpo
2.3.2   separacao da alma e do corpo2.3.2   separacao da alma e do corpo
2.3.2 separacao da alma e do corpo
Marta Gomes
 
( Espiritismo) # - amag ramgis - morte e retorno à vida espiritual
( Espiritismo)   # - amag ramgis - morte e retorno à vida espiritual( Espiritismo)   # - amag ramgis - morte e retorno à vida espiritual
( Espiritismo) # - amag ramgis - morte e retorno à vida espiritual
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
A desencarnação
A desencarnaçãoA desencarnação
A desencarnação
Ponte de Luz ASEC
 
A morte na visão espírita.pptx
A morte na visão espírita.pptxA morte na visão espírita.pptx
A morte na visão espírita.pptx
LeandroMoreira198849
 

Semelhante a Transicao (20)

Vida depois da vida
Vida depois da vidaVida depois da vida
Vida depois da vida
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 
O fenômeno da Morte - ESDE: programa complementar, módulo 1, roteiro I.
O fenômeno da Morte - ESDE: programa complementar, módulo 1, roteiro I.O fenômeno da Morte - ESDE: programa complementar, módulo 1, roteiro I.
O fenômeno da Morte - ESDE: programa complementar, módulo 1, roteiro I.
 
Palestra de 22 agosto 2014 - A MORTE DÓI?
Palestra de 22 agosto 2014  - A MORTE DÓI?Palestra de 22 agosto 2014  - A MORTE DÓI?
Palestra de 22 agosto 2014 - A MORTE DÓI?
 
Desencarnação
DesencarnaçãoDesencarnação
Desencarnação
 
A morte: transição para a vida espiritual
A morte: transição para a vida espiritualA morte: transição para a vida espiritual
A morte: transição para a vida espiritual
 
Desencarne processo de[1]
Desencarne processo de[1]Desencarne processo de[1]
Desencarne processo de[1]
 
Desencarne processo de[1]
Desencarne processo de[1]Desencarne processo de[1]
Desencarne processo de[1]
 
Primeiro Módulo - Aulas 10 e 11 - Retorno da vida corporal e pluralidade das ...
Primeiro Módulo - Aulas 10 e 11 - Retorno da vida corporal e pluralidade das ...Primeiro Módulo - Aulas 10 e 11 - Retorno da vida corporal e pluralidade das ...
Primeiro Módulo - Aulas 10 e 11 - Retorno da vida corporal e pluralidade das ...
 
Transplante de Órgãos e suas Repercussões Espirituais
Transplante de Órgãos e suas Repercussões EspirituaisTransplante de Órgãos e suas Repercussões Espirituais
Transplante de Órgãos e suas Repercussões Espirituais
 
Transplante de órgãos e suas repercussões espirituais
Transplante de órgãos   e suas repercussões espirituaisTransplante de órgãos   e suas repercussões espirituais
Transplante de órgãos e suas repercussões espirituais
 
63 doação de orgãos (um ato de amor ao próximo)
63 doação de orgãos (um ato de amor ao próximo)63 doação de orgãos (um ato de amor ao próximo)
63 doação de orgãos (um ato de amor ao próximo)
 
Doação de orgãos
Doação de orgãosDoação de orgãos
Doação de orgãos
 
Desencarnação
DesencarnaçãoDesencarnação
Desencarnação
 
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
 
2.6.4 Ensaio teorico sobre a sensacao nos epiritos
2.6.4   Ensaio teorico sobre a sensacao nos epiritos2.6.4   Ensaio teorico sobre a sensacao nos epiritos
2.6.4 Ensaio teorico sobre a sensacao nos epiritos
 
2.3.2 separacao da alma e do corpo
2.3.2   separacao da alma e do corpo2.3.2   separacao da alma e do corpo
2.3.2 separacao da alma e do corpo
 
( Espiritismo) # - amag ramgis - morte e retorno à vida espiritual
( Espiritismo)   # - amag ramgis - morte e retorno à vida espiritual( Espiritismo)   # - amag ramgis - morte e retorno à vida espiritual
( Espiritismo) # - amag ramgis - morte e retorno à vida espiritual
 
A desencarnação
A desencarnaçãoA desencarnação
A desencarnação
 
A morte na visão espírita.pptx
A morte na visão espírita.pptxA morte na visão espírita.pptx
A morte na visão espírita.pptx
 

Mais de Fórum Espírita

+Amor.um pedido dosanimais
+Amor.um pedido dosanimais+Amor.um pedido dosanimais
+Amor.um pedido dosanimais
Fórum Espírita
 
Estudo mensal amais os vossos inimigos
Estudo mensal amais os vossos inimigosEstudo mensal amais os vossos inimigos
Estudo mensal amais os vossos inimigos
Fórum Espírita
 
Estudo mensal orai e vigiai
Estudo mensal orai e vigiaiEstudo mensal orai e vigiai
Estudo mensal orai e vigiai
Fórum Espírita
 
Estudo mensal vida espirita
Estudo mensal vida espiritaEstudo mensal vida espirita
Estudo mensal vida espirita
Fórum Espírita
 
Processo reencarnatório
Processo reencarnatórioProcesso reencarnatório
Processo reencarnatório
Fórum Espírita
 
Meu reino não é deste mundo
Meu reino não é deste mundoMeu reino não é deste mundo
Meu reino não é deste mundo
Fórum Espírita
 
Estudo Espírita
Estudo EspíritaEstudo Espírita
Estudo Espírita
Fórum Espírita
 
A felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundoA felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundo
Fórum Espírita
 
Livre arbitrio estudo mensal www.forumespirita.net
Livre arbitrio estudo mensal www.forumespirita.netLivre arbitrio estudo mensal www.forumespirita.net
Livre arbitrio estudo mensal www.forumespirita.net
Fórum Espírita
 
Justica das aflicoes
Justica das aflicoesJustica das aflicoes
Justica das aflicoes
Fórum Espírita
 
A divina aventura do espírito na matéria
A divina aventura do espírito na matériaA divina aventura do espírito na matéria
A divina aventura do espírito na matéria
Fórum Espírita
 
Paixões - Estudo agosto 2011 www forumespirita net
Paixões - Estudo agosto 2011 www forumespirita netPaixões - Estudo agosto 2011 www forumespirita net
Paixões - Estudo agosto 2011 www forumespirita net
Fórum Espírita
 
Vacina contra depressão
Vacina contra depressãoVacina contra depressão
Vacina contra depressão
Fórum Espírita
 
Espiritismo
EspiritismoEspiritismo
Espiritismo
Fórum Espírita
 
Estudo junho reforma íntima www forumespirita net
Estudo junho  reforma íntima www forumespirita netEstudo junho  reforma íntima www forumespirita net
Estudo junho reforma íntima www forumespirita net
Fórum Espírita
 
Indulgencia www.forumespirita.net
Indulgencia www.forumespirita.netIndulgencia www.forumespirita.net
Indulgencia www.forumespirita.net
Fórum Espírita
 
Estudo música espírita - www.forumespirita.net - web
Estudo   música espírita - www.forumespirita.net - webEstudo   música espírita - www.forumespirita.net - web
Estudo música espírita - www.forumespirita.net - web
Fórum Espírita
 
Homossexualismo
HomossexualismoHomossexualismo
Homossexualismo
Fórum Espírita
 
Homossexualismo
HomossexualismoHomossexualismo
Homossexualismo
Fórum Espírita
 
Pluralidade Dos Mundos Habitados
Pluralidade Dos Mundos HabitadosPluralidade Dos Mundos Habitados
Pluralidade Dos Mundos Habitados
Fórum Espírita
 

Mais de Fórum Espírita (20)

+Amor.um pedido dosanimais
+Amor.um pedido dosanimais+Amor.um pedido dosanimais
+Amor.um pedido dosanimais
 
Estudo mensal amais os vossos inimigos
Estudo mensal amais os vossos inimigosEstudo mensal amais os vossos inimigos
Estudo mensal amais os vossos inimigos
 
Estudo mensal orai e vigiai
Estudo mensal orai e vigiaiEstudo mensal orai e vigiai
Estudo mensal orai e vigiai
 
Estudo mensal vida espirita
Estudo mensal vida espiritaEstudo mensal vida espirita
Estudo mensal vida espirita
 
Processo reencarnatório
Processo reencarnatórioProcesso reencarnatório
Processo reencarnatório
 
Meu reino não é deste mundo
Meu reino não é deste mundoMeu reino não é deste mundo
Meu reino não é deste mundo
 
Estudo Espírita
Estudo EspíritaEstudo Espírita
Estudo Espírita
 
A felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundoA felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundo
 
Livre arbitrio estudo mensal www.forumespirita.net
Livre arbitrio estudo mensal www.forumespirita.netLivre arbitrio estudo mensal www.forumespirita.net
Livre arbitrio estudo mensal www.forumespirita.net
 
Justica das aflicoes
Justica das aflicoesJustica das aflicoes
Justica das aflicoes
 
A divina aventura do espírito na matéria
A divina aventura do espírito na matériaA divina aventura do espírito na matéria
A divina aventura do espírito na matéria
 
Paixões - Estudo agosto 2011 www forumespirita net
Paixões - Estudo agosto 2011 www forumespirita netPaixões - Estudo agosto 2011 www forumespirita net
Paixões - Estudo agosto 2011 www forumespirita net
 
Vacina contra depressão
Vacina contra depressãoVacina contra depressão
Vacina contra depressão
 
Espiritismo
EspiritismoEspiritismo
Espiritismo
 
Estudo junho reforma íntima www forumespirita net
Estudo junho  reforma íntima www forumespirita netEstudo junho  reforma íntima www forumespirita net
Estudo junho reforma íntima www forumespirita net
 
Indulgencia www.forumespirita.net
Indulgencia www.forumespirita.netIndulgencia www.forumespirita.net
Indulgencia www.forumespirita.net
 
Estudo música espírita - www.forumespirita.net - web
Estudo   música espírita - www.forumespirita.net - webEstudo   música espírita - www.forumespirita.net - web
Estudo música espírita - www.forumespirita.net - web
 
Homossexualismo
HomossexualismoHomossexualismo
Homossexualismo
 
Homossexualismo
HomossexualismoHomossexualismo
Homossexualismo
 
Pluralidade Dos Mundos Habitados
Pluralidade Dos Mundos HabitadosPluralidade Dos Mundos Habitados
Pluralidade Dos Mundos Habitados
 

Último

Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
ceciliafonseca16
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
ESCRIBA DE CRISTO
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Janilson Noca
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 

Último (16)

Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 

Transicao

  • 1. Passagem da vida corpórea à vida espiritual
  • 2. Muitas pessoas não temem propriamente a morte, o que temem é o momento da transição. Sofreremos ou não ao fazer essa passagem?
  • 3. Ao vermos a tranquilidade de algumas mortes e as terríveis convulsões da agonia em outras, já podemos perceber que as sensações não são sempre as mesmas.
  • 4. A matéria inerte é insensível. Só a alma experimenta as sensações de prazer e dor.
  • 5. Durante a vida qualquer desagregação da matéria repercute na alma através de uma impressão mais ou menos dolorosa. É a alma que sofre e não o corpo, pois esse é apenas o instrumento da dor e a alma o paciente.
  • 6. Após a morte, estando o corpo separado da alma, pode ser livremente mutilado que nada sente. A alma, estando isolada do corpo não é atingida por nenhum efeito da destruição deste.
  • 7. Durante a vida, o fluido perispiritual impregna todo o corpo, servindo de veículo das sensações físicas para a alma. É também por esse intermediário que a alma age sobre o corpo e dirige os seus movimentos.
  • 8. A extinção da vida orgânica produz a separação da alma e do corpo pelo rompimento da ligação fluídica, mas essa separação nunca se verifica de maneira brusca.
  • 9. O fluido perispiritual se desprende pouco a pouco de todos os órgãos, de maneira que a separação só se completa quando não resta mais um único átomo do perispírito unido a uma molécula do corpo.
  • 10. A sensação dolorosa que a alma experimenta nesse momento está na razão da quantidade de pontos de contato existentes entre o corpo e o perispírito, determinando a maior ou menor dificuldade ou a lentidão da separação
  • 11. Se no momento da extinção da vida orgânica o desprendimento do perispírito já se tiver completado, a alma não sentirá absolutamente nada.
  • 12. Se nesse momento a união dos dois elementos ainda estiver em toda a sua força, se verificará uma espécie de ruptura.
  • 13. Se a união já estiver enfraquecida, a separação será fácil e se dará sem choque.
  • 14. Se, após a completa extinção da vida orgânica ainda existirem numerosos pontos de contato entre o corpo e o perispírito, a alma poderá sentir os efeitos da decomposição do corpo até que as ligações sejam completamente rompidas.
  • 15. O sofrimento que acompanha a morte decorre do estado de aderência do espírito ao corpo e tudo o que possa facilitar a diminuição desse estado e acelerar a separação, torna a passagem menos penosa.
  • 16. É sobretudo nos casos de suicídio que essa situação se faz penosa. O corpo continuando ligado ao perispírito por todas as suas fibras, faz que repercutam na alma todas as suas convulsões, produzindo-lhes sofrimentos atrozes.
  • 17. A presteza do desprendimento depende do grau de desenvolvimento moral do espírito.
  • 18. O amor cobre a multidão de pecados.