SlideShare uma empresa Scribd logo
história da literatura
Exercícios sobre o Classicismo, 01
              Manoel Neves
QUESTÃO 01
                  revisando o classicismo
Identifique a alternativa que NÃO contenha ideais clássicos de arte:
                   Universalismo e racionalismo.
                  Formalismo e perfeccionismo.
     Obediência às regras e modelos e contenção do lirismo.
           Valorização do homem e da verossimilhança.
    Liberdade de criação e predomínio dos impulsos pessoais.
QUESTÃO 01
                                solução comentada
A Arte do Classicismo [Renascimento] consiste numa volta aos ideais e às formas da Idade
Antiga [Era Clássica]. Assinale-se, pois, a alternativa “e”.
QUESTÃO 02
 revisando o classicismo
NÃO se relaciona à medida nova:
      versos decassílabos;
       influência italiana;
  predileção por formas fixas;
sonetos, tercetos, oitavas e odes;
  cultura popular, tradicional.
QUESTÃO 02
                                solução comentada
Não existe relação entre a Medida Nova [uso do soneto e do metro decassílabo] e a cultura
popular e tradicional. Assinale-se a alternativa “e”.
QUESTÃO 03
                                revisando o classicismo
                 Assinale o comentário INCORRETO sobre Luís Vaz de Camões:
Sua obra compreende os gêneros épico, lírico e dramático.
A lírica de Camões permaneceu praticamente inédita. Sua primeira compilação e póstumas,
datada de 1595, e organizada sob o título de As rimas de Luís de Camões, por Fernão Rodrigues
Lobo Soropita.
Sua lírica compõe-se exclusivamente de redondilhas e sonetos.
Apesar de localizada no período clássico-renascentista, a obra de citações barrocas.
Representa a amadurecimento de língua portuguesa, sua estabilização e a maior manifestação
de sua excelência literária.
QUESTÃO 03
                                   solução comentada
Apesar de a obra de Camões ter influenciado escritores barrocos [tais como Gregório de Matos].
Não houve, em vida, contato algum do escritor com o referido período, na medida em que tal
estilo surgiu posteriormente à morte do autor de Os lusíadas. Marque-se, pois, a alternativa “d”.
QUESTÃO 04
                                 revisando o classicismo
                          Ainda sobre Camões, é INCORRETO afirmar:
Não há um texto definitivo de lírica camoniana. Atribuem-se-lhe cerca de 380 composições
líricas, destacando-se os cerca de 200 sonetos, alguns de autoria controversa.
Camões teria reunido sua lírica sob o titulo de O parnaso lusitano, que se perdeu, e do qual há
algumas referências nas cartas do poetas.
As redondilhas de Camões seguem os moldes da poesia palaciana do Cancioneiro geral de
Garcia de Resende e, mesmo na medida velha, o poeta superou seus contemporâneos e
antecessores.
A lírica na medida velha, tradicional, medieval, vale-se dos motes glosados, das redondilhas e
são de cunho galante, alegre madrigalesco.
A principal diferença entre a poesia lírica e a poesia épica é formal e manifesta-se da utilização
de versos de diferentes metros.
QUESTÃO 04
                                 solução comentada
Assinale-se a alternativa “e”, pois a principal diferença entre a Lírica e a Épica camoniana
encontra-se no nível temático e não no formal.
QUESTÃO 05
                       revisando o classicismo
                      (FUVEST-SP) Na lírica de Camões:
     o verso usado para a composição dos sonetos é o redondilho maior;
                 encontram-se sonetos, odes, sátiras e autos;
                 cantar a pátria é o centro das preocupações;
encontra-se uma fonte de inspiração de muitos poetas brasileiros do século XX;
   a mulher é vista em seus aspectos físicos, despojada de espiritualidade.
QUESTÃO 05
                                 solução comentada
A única opção que apresenta um comentário correto acerca da lírica de Luís Vaz de Camões é a
alternativa “d”.
INSTRUÇÃO
                           revisando o classicismo
Leia o soneto “Amor é fogo que arde sem se ver” para responder às questões 06 e 07.
AMOR É FOGO QUE ARDE SEM SE VER
             Luís Vaz de Camões
           Amor é fogo que arde sem se ver;
            É ferida que dói e não se sente;
          É um contentamento descontente;
             É dor que desatina sem doer;
       É um não querer mais que bem querer;
        É um solitário andar por entre a gente;
          É nunca contentar-se de contente;
       É um cuidar que se ganha em se perder;
           É querer estar preso por vontade;
          É servir a quem vence, o vencedor;
          É ter com quem nos mata lealdade.
           Mas como causar pode seu favor
           Nos corações humanos amizade,
        Se tão contrário a si é o mesmo Amor.
QUESTÃO 06
                              revisando o classicismo
(ENEM) O poema tem, como característica, a figura de linguagem denominada antítese, relação
de oposição de palavras ou ideias. Assinale a opção em que essa oposição se faz claramente
presente.
                             “Amor é fogo que arde sem se ver.”
                            “É um contentamento descontente.”
                          “É servir a quem se vence, o vencedor.”
                            “Mas como causar pode seu favor.”
                          “Se tão contrário a si é o mesmo Amor?”
QUESTÃO 06
                                 solução comentada
A figura de linguagem presente no referido soneto camoniano é o paradoxo e não a antítese,
como quer o formulador da questão. Nas três primeiras opções, é possível notar a presença do
paradoxo. A alternativa, entretanto, em que o paradoxo é expresso mais claramente é a letra
“b”.
QUESTÃO 07
        revisando o classicismo
(ENEM) O poema pode ser considerado um texto:
               argumentativo
                  narrativo
                    épico
               de propaganda
                   teatral
QUESTÃO 07
                                  solução comentada
No poema de Camões, o eu-lírico, através de jogos de opostos, apresenta um conceito de amor.
Trata-se de um texto em que o locutor apresenta a sua visão de mundo sobre um assunto. Por
isso, dentre os gêneros textuais e literários apresentados, aquele de que o texto se aproxima é
do argumentativo.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Historia social do classicismo
Historia social do classicismoHistoria social do classicismo
Historia social do classicismo
Angela Santos
 
Toda a Literatura
Toda a LiteraturaToda a Literatura
Toda a Literatura
Hildalene Pinheiro
 
O humanismo em portugal
O humanismo em portugalO humanismo em portugal
O humanismo em portugal
ma.no.el.ne.ves
 
Camoes Lirica
Camoes LiricaCamoes Lirica
Camoes Lirica
NTE RJ14/SEEDUC RJ
 
Barroco 2.0
Barroco 2.0Barroco 2.0
Barroco 2.0
José Ricardo Lima
 
Luis de camões 1
Luis de camões 1Luis de camões 1
Luis de camões 1
Amelia Barros
 
Classicismo ou quinhentismo
Classicismo ou quinhentismoClassicismo ou quinhentismo
Classicismo ou quinhentismo
Ronaldo Assis
 
Literatura e Movimentos Literários - uma introdução
Literatura e Movimentos Literários - uma introduçãoLiteratura e Movimentos Literários - uma introdução
Literatura e Movimentos Literários - uma introdução
Carolina Matuck
 
O romantismo em_portugal
O romantismo em_portugalO romantismo em_portugal
O romantismo em_portugal
DaianniSilv
 
Movimentos literários
Movimentos literáriosMovimentos literários
Movimentos literários
Nataly Silva
 
Rimas
RimasRimas
Rimas
MartaNeto8
 
Vinicius de-moraes-livro-de-sonetos
Vinicius de-moraes-livro-de-sonetosVinicius de-moraes-livro-de-sonetos
Vinicius de-moraes-livro-de-sonetos
jcmucuge
 
Os Lusíadas
Os LusíadasOs Lusíadas
Os Lusíadas
António Cunha
 
Estudo dirigido Trovadorismo-Classicismo
Estudo dirigido Trovadorismo-ClassicismoEstudo dirigido Trovadorismo-Classicismo
Estudo dirigido Trovadorismo-Classicismo
Prof Palmito Rocha
 
Camões lírico: vida obra
Camões lírico: vida obraCamões lírico: vida obra
Camões lírico: vida obra
Dina Baptista
 
Aula 03 classicismo
Aula 03   classicismoAula 03   classicismo
Aula 03 classicismo
Jonatas Carlos
 
49065391 lirica-camoniana
49065391 lirica-camoniana49065391 lirica-camoniana
49065391 lirica-camoniana
Alcindo Correia
 
Eja etapa VII - Literatura_Barroco no Brasil
Eja   etapa VII - Literatura_Barroco no BrasilEja   etapa VII - Literatura_Barroco no Brasil
Eja etapa VII - Literatura_Barroco no Brasil
Hildalene Pinheiro
 
Movimentos Literários
Movimentos LiteráriosMovimentos Literários
Movimentos Literários
Gabriel Andrade
 
Trovadorismo e humanismo
Trovadorismo e humanismoTrovadorismo e humanismo
Trovadorismo e humanismo
Alpha Colégio e Vestibulares
 

Mais procurados (20)

Historia social do classicismo
Historia social do classicismoHistoria social do classicismo
Historia social do classicismo
 
Toda a Literatura
Toda a LiteraturaToda a Literatura
Toda a Literatura
 
O humanismo em portugal
O humanismo em portugalO humanismo em portugal
O humanismo em portugal
 
Camoes Lirica
Camoes LiricaCamoes Lirica
Camoes Lirica
 
Barroco 2.0
Barroco 2.0Barroco 2.0
Barroco 2.0
 
Luis de camões 1
Luis de camões 1Luis de camões 1
Luis de camões 1
 
Classicismo ou quinhentismo
Classicismo ou quinhentismoClassicismo ou quinhentismo
Classicismo ou quinhentismo
 
Literatura e Movimentos Literários - uma introdução
Literatura e Movimentos Literários - uma introduçãoLiteratura e Movimentos Literários - uma introdução
Literatura e Movimentos Literários - uma introdução
 
O romantismo em_portugal
O romantismo em_portugalO romantismo em_portugal
O romantismo em_portugal
 
Movimentos literários
Movimentos literáriosMovimentos literários
Movimentos literários
 
Rimas
RimasRimas
Rimas
 
Vinicius de-moraes-livro-de-sonetos
Vinicius de-moraes-livro-de-sonetosVinicius de-moraes-livro-de-sonetos
Vinicius de-moraes-livro-de-sonetos
 
Os Lusíadas
Os LusíadasOs Lusíadas
Os Lusíadas
 
Estudo dirigido Trovadorismo-Classicismo
Estudo dirigido Trovadorismo-ClassicismoEstudo dirigido Trovadorismo-Classicismo
Estudo dirigido Trovadorismo-Classicismo
 
Camões lírico: vida obra
Camões lírico: vida obraCamões lírico: vida obra
Camões lírico: vida obra
 
Aula 03 classicismo
Aula 03   classicismoAula 03   classicismo
Aula 03 classicismo
 
49065391 lirica-camoniana
49065391 lirica-camoniana49065391 lirica-camoniana
49065391 lirica-camoniana
 
Eja etapa VII - Literatura_Barroco no Brasil
Eja   etapa VII - Literatura_Barroco no BrasilEja   etapa VII - Literatura_Barroco no Brasil
Eja etapa VII - Literatura_Barroco no Brasil
 
Movimentos Literários
Movimentos LiteráriosMovimentos Literários
Movimentos Literários
 
Trovadorismo e humanismo
Trovadorismo e humanismoTrovadorismo e humanismo
Trovadorismo e humanismo
 

Destaque

A poesia lírica de luís vaz de camões
A poesia lírica de luís vaz de camõesA poesia lírica de luís vaz de camões
A poesia lírica de luís vaz de camões
ma.no.el.ne.ves
 
Camões
CamõesCamões
Quinhentismo
QuinhentismoQuinhentismo
Quinhentismo
ma.no.el.ne.ves
 
Luis de camoes (1)1º b luis, hudson, stefano
Luis de camoes (1)1º b luis, hudson, stefanoLuis de camoes (1)1º b luis, hudson, stefano
Luis de camoes (1)1º b luis, hudson, stefano
teresakashino
 
Revisional de estilos de época 01, quinhentismo
Revisional de estilos de época 01, quinhentismoRevisional de estilos de época 01, quinhentismo
Revisional de estilos de época 01, quinhentismo
ma.no.el.ne.ves
 
Camoes
CamoesCamoes
Revisando o quinhentismo, 02
Revisando o quinhentismo, 02Revisando o quinhentismo, 02
Revisando o quinhentismo, 02
ma.no.el.ne.ves
 
Os lusíadas luís de camões- Poesia Lirica- marcos, mariana, paulo-
Os lusíadas  luís de camões- Poesia Lirica- marcos, mariana, paulo- Os lusíadas  luís de camões- Poesia Lirica- marcos, mariana, paulo-
Os lusíadas luís de camões- Poesia Lirica- marcos, mariana, paulo-
teresakashino
 
Revisando o quinhentismo, 01
Revisando o quinhentismo, 01Revisando o quinhentismo, 01
Revisando o quinhentismo, 01
ma.no.el.ne.ves
 
A (nova) literatura marginal (das periferias)
A (nova) literatura marginal (das periferias)A (nova) literatura marginal (das periferias)
A (nova) literatura marginal (das periferias)
ma.no.el.ne.ves
 
Quinhentismo no enem
Quinhentismo no enemQuinhentismo no enem
Quinhentismo no enem
ma.no.el.ne.ves
 
O tropicalismo
O tropicalismoO tropicalismo
O tropicalismo
ma.no.el.ne.ves
 
Lirismo e surrealismo em joão ternura, de aníbal machado
Lirismo e surrealismo em joão ternura, de aníbal machadoLirismo e surrealismo em joão ternura, de aníbal machado
Lirismo e surrealismo em joão ternura, de aníbal machado
ma.no.el.ne.ves
 
Questões de figuras de linguagem na aocp 2
Questões de figuras de linguagem na aocp 2Questões de figuras de linguagem na aocp 2
Questões de figuras de linguagem na aocp 2
ma.no.el.ne.ves
 
Exercícios sobre estilística e figuras de linguagem, 02
Exercícios sobre estilística e figuras de linguagem, 02Exercícios sobre estilística e figuras de linguagem, 02
Exercícios sobre estilística e figuras de linguagem, 02
ma.no.el.ne.ves
 
Figuras de linguagem na idecan
Figuras de linguagem na idecanFiguras de linguagem na idecan
Figuras de linguagem na idecan
ma.no.el.ne.ves
 
O gênero épico
O gênero épicoO gênero épico
O gênero épico
ma.no.el.ne.ves
 
Arcadismo no enem
Arcadismo no enemArcadismo no enem
Arcadismo no enem
ma.no.el.ne.ves
 
O gênero dramático,
O gênero dramático,O gênero dramático,
O gênero dramático,
ma.no.el.ne.ves
 
O gênero lírico
O gênero líricoO gênero lírico
O gênero lírico
ma.no.el.ne.ves
 

Destaque (20)

A poesia lírica de luís vaz de camões
A poesia lírica de luís vaz de camõesA poesia lírica de luís vaz de camões
A poesia lírica de luís vaz de camões
 
Camões
CamõesCamões
Camões
 
Quinhentismo
QuinhentismoQuinhentismo
Quinhentismo
 
Luis de camoes (1)1º b luis, hudson, stefano
Luis de camoes (1)1º b luis, hudson, stefanoLuis de camoes (1)1º b luis, hudson, stefano
Luis de camoes (1)1º b luis, hudson, stefano
 
Revisional de estilos de época 01, quinhentismo
Revisional de estilos de época 01, quinhentismoRevisional de estilos de época 01, quinhentismo
Revisional de estilos de época 01, quinhentismo
 
Camoes
CamoesCamoes
Camoes
 
Revisando o quinhentismo, 02
Revisando o quinhentismo, 02Revisando o quinhentismo, 02
Revisando o quinhentismo, 02
 
Os lusíadas luís de camões- Poesia Lirica- marcos, mariana, paulo-
Os lusíadas  luís de camões- Poesia Lirica- marcos, mariana, paulo- Os lusíadas  luís de camões- Poesia Lirica- marcos, mariana, paulo-
Os lusíadas luís de camões- Poesia Lirica- marcos, mariana, paulo-
 
Revisando o quinhentismo, 01
Revisando o quinhentismo, 01Revisando o quinhentismo, 01
Revisando o quinhentismo, 01
 
A (nova) literatura marginal (das periferias)
A (nova) literatura marginal (das periferias)A (nova) literatura marginal (das periferias)
A (nova) literatura marginal (das periferias)
 
Quinhentismo no enem
Quinhentismo no enemQuinhentismo no enem
Quinhentismo no enem
 
O tropicalismo
O tropicalismoO tropicalismo
O tropicalismo
 
Lirismo e surrealismo em joão ternura, de aníbal machado
Lirismo e surrealismo em joão ternura, de aníbal machadoLirismo e surrealismo em joão ternura, de aníbal machado
Lirismo e surrealismo em joão ternura, de aníbal machado
 
Questões de figuras de linguagem na aocp 2
Questões de figuras de linguagem na aocp 2Questões de figuras de linguagem na aocp 2
Questões de figuras de linguagem na aocp 2
 
Exercícios sobre estilística e figuras de linguagem, 02
Exercícios sobre estilística e figuras de linguagem, 02Exercícios sobre estilística e figuras de linguagem, 02
Exercícios sobre estilística e figuras de linguagem, 02
 
Figuras de linguagem na idecan
Figuras de linguagem na idecanFiguras de linguagem na idecan
Figuras de linguagem na idecan
 
O gênero épico
O gênero épicoO gênero épico
O gênero épico
 
Arcadismo no enem
Arcadismo no enemArcadismo no enem
Arcadismo no enem
 
O gênero dramático,
O gênero dramático,O gênero dramático,
O gênero dramático,
 
O gênero lírico
O gênero líricoO gênero lírico
O gênero lírico
 

Semelhante a Revisando o classicismo, 01

Revisando o romantismo 01
Revisando o romantismo 01Revisando o romantismo 01
Revisando o romantismo 01
ma.no.el.ne.ves
 
Revisando o romantismo 01
Revisando o romantismo 01Revisando o romantismo 01
Revisando o romantismo 01
ma.no.el.ne.ves
 
Quinhentismo-Lista-de-Exercicios-Literatura-ENEM (1).pdf
Quinhentismo-Lista-de-Exercicios-Literatura-ENEM (1).pdfQuinhentismo-Lista-de-Exercicios-Literatura-ENEM (1).pdf
Quinhentismo-Lista-de-Exercicios-Literatura-ENEM (1).pdf
CyntiaJorge
 
eletiva 25_09 (1).pdf
eletiva 25_09 (1).pdfeletiva 25_09 (1).pdf
eletiva 25_09 (1).pdf
ProfessoraTiciana
 
Revisando o romantismo, 05
Revisando o romantismo, 05Revisando o romantismo, 05
Revisando o romantismo, 05
ma.no.el.ne.ves
 
Camões lírico.pdf
Camões lírico.pdfCamões lírico.pdf
Camões lírico.pdf
CharlesPorfirio3
 
Liricacamoniana
LiricacamonianaLiricacamoniana
Liricacamoniana
Mariana Carvalho
 
Liricacamoniana (1)
Liricacamoniana (1)Liricacamoniana (1)
Liricacamoniana (1)
ritaamelo21
 
Revisando o romantismo, 04
Revisando o romantismo, 04Revisando o romantismo, 04
Revisando o romantismo, 04
ma.no.el.ne.ves
 
Revisando o trovadorismo, 01
Revisando o trovadorismo, 01Revisando o trovadorismo, 01
Revisando o trovadorismo, 01
ma.no.el.ne.ves
 
A lirica
A liricaA lirica
A lirica
Isabel Araújo
 
Revisando o simbolismo, 01
Revisando o simbolismo, 01Revisando o simbolismo, 01
Revisando o simbolismo, 01
ma.no.el.ne.ves
 
Biografia de luis vaz de camões
Biografia de luis vaz de camões Biografia de luis vaz de camões
Biografia de luis vaz de camões
Tatiana Raquel
 
Aps 1 2015 - análise literária do poema saudades de álvares de azevedo
Aps 1   2015 - análise literária do poema saudades de álvares de azevedoAps 1   2015 - análise literária do poema saudades de álvares de azevedo
Aps 1 2015 - análise literária do poema saudades de álvares de azevedo
juliannecarvalho
 
Aps 1 2015 - análise literária do poema saudades de álvares de azevedo (1)
Aps 1   2015 - análise literária do poema saudades de álvares de azevedo (1)Aps 1   2015 - análise literária do poema saudades de álvares de azevedo (1)
Aps 1 2015 - análise literária do poema saudades de álvares de azevedo (1)
juliannecarvalho
 
Revisando o romantismo 02
Revisando o romantismo 02Revisando o romantismo 02
Revisando o romantismo 02
ma.no.el.ne.ves
 
Revisando simbolismo e parnasianismo
Revisando simbolismo e parnasianismoRevisando simbolismo e parnasianismo
Revisando simbolismo e parnasianismo
ma.no.el.ne.ves
 
Prova 2 Em Simulado I 2009
Prova 2 Em Simulado I 2009Prova 2 Em Simulado I 2009
Prova 2 Em Simulado I 2009
Pitnews65
 
Literatura Tipo C
Literatura Tipo CLiteratura Tipo C
Literatura Tipo C
Carol Monteiro
 
Literatura Tipo B
Literatura Tipo BLiteratura Tipo B
Literatura Tipo B
Carol Monteiro
 

Semelhante a Revisando o classicismo, 01 (20)

Revisando o romantismo 01
Revisando o romantismo 01Revisando o romantismo 01
Revisando o romantismo 01
 
Revisando o romantismo 01
Revisando o romantismo 01Revisando o romantismo 01
Revisando o romantismo 01
 
Quinhentismo-Lista-de-Exercicios-Literatura-ENEM (1).pdf
Quinhentismo-Lista-de-Exercicios-Literatura-ENEM (1).pdfQuinhentismo-Lista-de-Exercicios-Literatura-ENEM (1).pdf
Quinhentismo-Lista-de-Exercicios-Literatura-ENEM (1).pdf
 
eletiva 25_09 (1).pdf
eletiva 25_09 (1).pdfeletiva 25_09 (1).pdf
eletiva 25_09 (1).pdf
 
Revisando o romantismo, 05
Revisando o romantismo, 05Revisando o romantismo, 05
Revisando o romantismo, 05
 
Camões lírico.pdf
Camões lírico.pdfCamões lírico.pdf
Camões lírico.pdf
 
Liricacamoniana
LiricacamonianaLiricacamoniana
Liricacamoniana
 
Liricacamoniana (1)
Liricacamoniana (1)Liricacamoniana (1)
Liricacamoniana (1)
 
Revisando o romantismo, 04
Revisando o romantismo, 04Revisando o romantismo, 04
Revisando o romantismo, 04
 
Revisando o trovadorismo, 01
Revisando o trovadorismo, 01Revisando o trovadorismo, 01
Revisando o trovadorismo, 01
 
A lirica
A liricaA lirica
A lirica
 
Revisando o simbolismo, 01
Revisando o simbolismo, 01Revisando o simbolismo, 01
Revisando o simbolismo, 01
 
Biografia de luis vaz de camões
Biografia de luis vaz de camões Biografia de luis vaz de camões
Biografia de luis vaz de camões
 
Aps 1 2015 - análise literária do poema saudades de álvares de azevedo
Aps 1   2015 - análise literária do poema saudades de álvares de azevedoAps 1   2015 - análise literária do poema saudades de álvares de azevedo
Aps 1 2015 - análise literária do poema saudades de álvares de azevedo
 
Aps 1 2015 - análise literária do poema saudades de álvares de azevedo (1)
Aps 1   2015 - análise literária do poema saudades de álvares de azevedo (1)Aps 1   2015 - análise literária do poema saudades de álvares de azevedo (1)
Aps 1 2015 - análise literária do poema saudades de álvares de azevedo (1)
 
Revisando o romantismo 02
Revisando o romantismo 02Revisando o romantismo 02
Revisando o romantismo 02
 
Revisando simbolismo e parnasianismo
Revisando simbolismo e parnasianismoRevisando simbolismo e parnasianismo
Revisando simbolismo e parnasianismo
 
Prova 2 Em Simulado I 2009
Prova 2 Em Simulado I 2009Prova 2 Em Simulado I 2009
Prova 2 Em Simulado I 2009
 
Literatura Tipo C
Literatura Tipo CLiteratura Tipo C
Literatura Tipo C
 
Literatura Tipo B
Literatura Tipo BLiteratura Tipo B
Literatura Tipo B
 

Mais de ma.no.el.ne.ves

Segunda aplicação do ENEM-2019: Literatura
Segunda aplicação do ENEM-2019: LiteraturaSegunda aplicação do ENEM-2019: Literatura
Segunda aplicação do ENEM-2019: Literatura
ma.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologias
Segunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologiasSegunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologias
Segunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologias
ma.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileiras
Segunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileirasSegunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileiras
Segunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileiras
ma.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Educação Física
Segunda aplicação do ENEM-2019: Educação FísicaSegunda aplicação do ENEM-2019: Educação Física
Segunda aplicação do ENEM-2019: Educação Física
ma.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textual
Segunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textualSegunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textual
Segunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textual
ma.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticais
Segunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticaisSegunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticais
Segunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticais
ma.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Artes
Segunda aplicação do ENEM-2019: ArtesSegunda aplicação do ENEM-2019: Artes
Segunda aplicação do ENEM-2019: Artes
ma.no.el.ne.ves
 
ENEM-2019: Literatura
ENEM-2019: LiteraturaENEM-2019: Literatura
ENEM-2019: Literatura
ma.no.el.ne.ves
 
ENEM-2019: Internet e Tecnologias
ENEM-2019: Internet e TecnologiasENEM-2019: Internet e Tecnologias
ENEM-2019: Internet e Tecnologias
ma.no.el.ne.ves
 
ENEM-2019: Identidades brasileiras
ENEM-2019: Identidades brasileirasENEM-2019: Identidades brasileiras
ENEM-2019: Identidades brasileiras
ma.no.el.ne.ves
 
ENEM-2019: Aspectos Gramaticais
ENEM-2019: Aspectos GramaticaisENEM-2019: Aspectos Gramaticais
ENEM-2019: Aspectos Gramaticais
ma.no.el.ne.ves
 
ENEM-2019: Educação Física
ENEM-2019: Educação FísicaENEM-2019: Educação Física
ENEM-2019: Educação Física
ma.no.el.ne.ves
 
ENEM-2019: Compreensão Textual
ENEM-2019: Compreensão TextualENEM-2019: Compreensão Textual
ENEM-2019: Compreensão Textual
ma.no.el.ne.ves
 
ENEM-2019: Artes
ENEM-2019: ArtesENEM-2019: Artes
ENEM-2019: Artes
ma.no.el.ne.ves
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e Internet
Terceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e InternetTerceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e Internet
Terceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e Internet
ma.no.el.ne.ves
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Literatura
Terceira aplicação do ENEM-2017: LiteraturaTerceira aplicação do ENEM-2017: Literatura
Terceira aplicação do ENEM-2017: Literatura
ma.no.el.ne.ves
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Educação Física
Terceira aplicação do ENEM-2017: Educação FísicaTerceira aplicação do ENEM-2017: Educação Física
Terceira aplicação do ENEM-2017: Educação Física
ma.no.el.ne.ves
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão Textual
Terceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão TextualTerceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão Textual
Terceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão Textual
ma.no.el.ne.ves
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Artes
Terceira aplicação do ENEM-2017: ArtesTerceira aplicação do ENEM-2017: Artes
Terceira aplicação do ENEM-2017: Artes
ma.no.el.ne.ves
 
Análise da Prova de Redação da UERJ-2010
Análise da Prova de Redação da UERJ-2010Análise da Prova de Redação da UERJ-2010
Análise da Prova de Redação da UERJ-2010
ma.no.el.ne.ves
 

Mais de ma.no.el.ne.ves (20)

Segunda aplicação do ENEM-2019: Literatura
Segunda aplicação do ENEM-2019: LiteraturaSegunda aplicação do ENEM-2019: Literatura
Segunda aplicação do ENEM-2019: Literatura
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologias
Segunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologiasSegunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologias
Segunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologias
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileiras
Segunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileirasSegunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileiras
Segunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileiras
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Educação Física
Segunda aplicação do ENEM-2019: Educação FísicaSegunda aplicação do ENEM-2019: Educação Física
Segunda aplicação do ENEM-2019: Educação Física
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textual
Segunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textualSegunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textual
Segunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textual
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticais
Segunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticaisSegunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticais
Segunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticais
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Artes
Segunda aplicação do ENEM-2019: ArtesSegunda aplicação do ENEM-2019: Artes
Segunda aplicação do ENEM-2019: Artes
 
ENEM-2019: Literatura
ENEM-2019: LiteraturaENEM-2019: Literatura
ENEM-2019: Literatura
 
ENEM-2019: Internet e Tecnologias
ENEM-2019: Internet e TecnologiasENEM-2019: Internet e Tecnologias
ENEM-2019: Internet e Tecnologias
 
ENEM-2019: Identidades brasileiras
ENEM-2019: Identidades brasileirasENEM-2019: Identidades brasileiras
ENEM-2019: Identidades brasileiras
 
ENEM-2019: Aspectos Gramaticais
ENEM-2019: Aspectos GramaticaisENEM-2019: Aspectos Gramaticais
ENEM-2019: Aspectos Gramaticais
 
ENEM-2019: Educação Física
ENEM-2019: Educação FísicaENEM-2019: Educação Física
ENEM-2019: Educação Física
 
ENEM-2019: Compreensão Textual
ENEM-2019: Compreensão TextualENEM-2019: Compreensão Textual
ENEM-2019: Compreensão Textual
 
ENEM-2019: Artes
ENEM-2019: ArtesENEM-2019: Artes
ENEM-2019: Artes
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e Internet
Terceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e InternetTerceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e Internet
Terceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e Internet
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Literatura
Terceira aplicação do ENEM-2017: LiteraturaTerceira aplicação do ENEM-2017: Literatura
Terceira aplicação do ENEM-2017: Literatura
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Educação Física
Terceira aplicação do ENEM-2017: Educação FísicaTerceira aplicação do ENEM-2017: Educação Física
Terceira aplicação do ENEM-2017: Educação Física
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão Textual
Terceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão TextualTerceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão Textual
Terceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão Textual
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Artes
Terceira aplicação do ENEM-2017: ArtesTerceira aplicação do ENEM-2017: Artes
Terceira aplicação do ENEM-2017: Artes
 
Análise da Prova de Redação da UERJ-2010
Análise da Prova de Redação da UERJ-2010Análise da Prova de Redação da UERJ-2010
Análise da Prova de Redação da UERJ-2010
 

Revisando o classicismo, 01

  • 1. história da literatura Exercícios sobre o Classicismo, 01 Manoel Neves
  • 2. QUESTÃO 01 revisando o classicismo Identifique a alternativa que NÃO contenha ideais clássicos de arte: Universalismo e racionalismo. Formalismo e perfeccionismo. Obediência às regras e modelos e contenção do lirismo. Valorização do homem e da verossimilhança. Liberdade de criação e predomínio dos impulsos pessoais.
  • 3. QUESTÃO 01 solução comentada A Arte do Classicismo [Renascimento] consiste numa volta aos ideais e às formas da Idade Antiga [Era Clássica]. Assinale-se, pois, a alternativa “e”.
  • 4. QUESTÃO 02 revisando o classicismo NÃO se relaciona à medida nova: versos decassílabos; influência italiana; predileção por formas fixas; sonetos, tercetos, oitavas e odes; cultura popular, tradicional.
  • 5. QUESTÃO 02 solução comentada Não existe relação entre a Medida Nova [uso do soneto e do metro decassílabo] e a cultura popular e tradicional. Assinale-se a alternativa “e”.
  • 6. QUESTÃO 03 revisando o classicismo Assinale o comentário INCORRETO sobre Luís Vaz de Camões: Sua obra compreende os gêneros épico, lírico e dramático. A lírica de Camões permaneceu praticamente inédita. Sua primeira compilação e póstumas, datada de 1595, e organizada sob o título de As rimas de Luís de Camões, por Fernão Rodrigues Lobo Soropita. Sua lírica compõe-se exclusivamente de redondilhas e sonetos. Apesar de localizada no período clássico-renascentista, a obra de citações barrocas. Representa a amadurecimento de língua portuguesa, sua estabilização e a maior manifestação de sua excelência literária.
  • 7. QUESTÃO 03 solução comentada Apesar de a obra de Camões ter influenciado escritores barrocos [tais como Gregório de Matos]. Não houve, em vida, contato algum do escritor com o referido período, na medida em que tal estilo surgiu posteriormente à morte do autor de Os lusíadas. Marque-se, pois, a alternativa “d”.
  • 8. QUESTÃO 04 revisando o classicismo Ainda sobre Camões, é INCORRETO afirmar: Não há um texto definitivo de lírica camoniana. Atribuem-se-lhe cerca de 380 composições líricas, destacando-se os cerca de 200 sonetos, alguns de autoria controversa. Camões teria reunido sua lírica sob o titulo de O parnaso lusitano, que se perdeu, e do qual há algumas referências nas cartas do poetas. As redondilhas de Camões seguem os moldes da poesia palaciana do Cancioneiro geral de Garcia de Resende e, mesmo na medida velha, o poeta superou seus contemporâneos e antecessores. A lírica na medida velha, tradicional, medieval, vale-se dos motes glosados, das redondilhas e são de cunho galante, alegre madrigalesco. A principal diferença entre a poesia lírica e a poesia épica é formal e manifesta-se da utilização de versos de diferentes metros.
  • 9. QUESTÃO 04 solução comentada Assinale-se a alternativa “e”, pois a principal diferença entre a Lírica e a Épica camoniana encontra-se no nível temático e não no formal.
  • 10. QUESTÃO 05 revisando o classicismo (FUVEST-SP) Na lírica de Camões: o verso usado para a composição dos sonetos é o redondilho maior; encontram-se sonetos, odes, sátiras e autos; cantar a pátria é o centro das preocupações; encontra-se uma fonte de inspiração de muitos poetas brasileiros do século XX; a mulher é vista em seus aspectos físicos, despojada de espiritualidade.
  • 11. QUESTÃO 05 solução comentada A única opção que apresenta um comentário correto acerca da lírica de Luís Vaz de Camões é a alternativa “d”.
  • 12. INSTRUÇÃO revisando o classicismo Leia o soneto “Amor é fogo que arde sem se ver” para responder às questões 06 e 07.
  • 13. AMOR É FOGO QUE ARDE SEM SE VER Luís Vaz de Camões Amor é fogo que arde sem se ver; É ferida que dói e não se sente; É um contentamento descontente; É dor que desatina sem doer; É um não querer mais que bem querer; É um solitário andar por entre a gente; É nunca contentar-se de contente; É um cuidar que se ganha em se perder; É querer estar preso por vontade; É servir a quem vence, o vencedor; É ter com quem nos mata lealdade. Mas como causar pode seu favor Nos corações humanos amizade, Se tão contrário a si é o mesmo Amor.
  • 14. QUESTÃO 06 revisando o classicismo (ENEM) O poema tem, como característica, a figura de linguagem denominada antítese, relação de oposição de palavras ou ideias. Assinale a opção em que essa oposição se faz claramente presente. “Amor é fogo que arde sem se ver.” “É um contentamento descontente.” “É servir a quem se vence, o vencedor.” “Mas como causar pode seu favor.” “Se tão contrário a si é o mesmo Amor?”
  • 15. QUESTÃO 06 solução comentada A figura de linguagem presente no referido soneto camoniano é o paradoxo e não a antítese, como quer o formulador da questão. Nas três primeiras opções, é possível notar a presença do paradoxo. A alternativa, entretanto, em que o paradoxo é expresso mais claramente é a letra “b”.
  • 16. QUESTÃO 07 revisando o classicismo (ENEM) O poema pode ser considerado um texto: argumentativo narrativo épico de propaganda teatral
  • 17. QUESTÃO 07 solução comentada No poema de Camões, o eu-lírico, através de jogos de opostos, apresenta um conceito de amor. Trata-se de um texto em que o locutor apresenta a sua visão de mundo sobre um assunto. Por isso, dentre os gêneros textuais e literários apresentados, aquele de que o texto se aproxima é do argumentativo.