SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 7
Baixar para ler offline
Dúvidas; Opiniões; Sugestões: ramos@advir.comDúvidas; Opiniões; Sugestões: ramos@advir.com
LIÇÃO 1 O Papel da Igreja na Comunidade
A restauração de todas as coisas 25 de junho a 2 de julho 2016
❉ Sábado à tarde Ano Bíblico: Sl 62-67
VERSO PARA MEMORIZAR: “Criou Deus, pois, o homem à Sua imagem, à imagem de Deus o criou;
homem e mulher os criou” (Gn 1:27).
“No princípio, Deus criou o homem à Sua semelhança. Dotou-o de nobres qualidades. A sua mente era bem
equilibrada, e todas as faculdades do seu ser estavam em harmonia entre si. Mas a Queda e os seus efeitos
perverteram estes dons. O pecado manchou e quase fez esquecer a imagem de Deus no homem. Foi para a
restaurar que se tinha concebido o Plano da Salvação, e se concedera ao homem um tempo de graça. Levá-lo
novamente à perfeição, em que no princípio tinha sido criado, é o grande objetivo da vida. Objetivo este que
constitui a base de todos os outros.” Patriarcas e Profetas, p. 546, Ed. P. SerVir.
O poder repressor do Espírito de Deus está a ser retirado da Terra. A nossa obra tem de ser efetuada
rapidamente. Temos de fazer todo o esforço ao nosso alcance para salvar pessoas da morte. Em breve o Senhor
Deus do Céu estabelecerá o Seu reino, que jamais será destruído. Agora é o tempo de desenvolvermos um
caráter puro e celestial. A obra aumentará cada vez mais de fervor e intensidade até ao fim. Necessitamos de
um acréscimo de fé. Precisamos de vigiar em oração. – Este Dia Com Deus (Meditações Matinais, 1980).
❉ DOMINGO, 26 DE JUNHO 2016 – A IMAGEM DE DEUS
► Perg. 1. Leia Gênesis 1:26, 27. Como as Escrituras explicam o que significa ser feito à “imagem” de Deus?
Ver também Gn 1:31; Dt 6:5; 1Ts 5:23
Gn 1:26-27, (ACF 1753); 26 E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa
semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e
sobre todo o réptil que se move sobre a terra. 27 E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o
criou; homem e mulher os criou.
Apoie esse ministério:Apoie esse ministério: Banco Bradesco - Ag. 1991-7 - Conta Corrente 10.539-2 - Gerson Gomes RamosBanco Bradesco - Ag. 1991-7 - Conta Corrente 10.539-2 - Gerson Gomes Ramos
Dúvidas; Opiniões; Sugestões: ramos@advir.comDúvidas; Opiniões; Sugestões: ramos@advir.com
Gn 1:31, (ACF 1753); 31 E viu Deus tudo quanto tinha feito, e eis que era muito bom; e foi a tarde e a
manhã, o dia sexto.
Dt 6:5, (ARC); 5 Amarás, pois, o SENHOR, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de
todo o teu poder.
1Ts 5:23, (ARC); 23 E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e
corpo sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.
► Resp. 1. O homem é semelhante a Deus no caráter e na aparência externa, dentro dos limites humanos. A
imagem de Deus está no domínio original sobre a Terra, no aspecto da unidade da família, no amor, na
perfeição e no equilíbrio do ser humano em seus diferentes aspectos.
● Em hebreu, a palavra para “imagem” é tselem; a palavra para “semelhança” é demuth. Estas palavras podem
referir-se ao físico (tselem) e ao interior (demuth), o que inclui os aspetos mentais e espirituais da
Humanidade. (LES).
Criados para serem a "imagem e glória de Deus" (I Cor. 11:7), Adão e Eva tinham obtido prerrogativas que os
faziam bem dignos de seu alto destino. Dotados de formas graciosas e simétricas, de aspecto regular e belo, o
rosto resplandecendo com o rubor da saúde e a luz da alegria e esperança, apresentavam eles em sua aparência
exterior a semelhança dAquele que os criara. Educação, pág. 20.
O homem foi o ato que coroou a criação de Deus, feito à imagem de Deus e destinado a ser uma réplica de
Deus. ... O homem é muito caro a Deus, pois foi formado segundo a Sua imagem. Conselhos Sobre o Regime
Alimentar, pág. 45.
Depois que a Terra com sua abundante vida animal e vegetal fora suscitada à existência, o homem, a obra
coroadora do Criador, e aquele para quem a linda Terra fora preparada, foi trazido em cena. A ele foi dado
domínio sobre tudo que seus olhos poderiam contemplar; pois "disse Deus: Façamos o homem à Nossa
imagem, conforme à Nossa semelhança; e domine... sobre toda a Terra". "Criou Deus, pois, o homem à Sua
imagem; ... homem e mulher os criou." Gên. 1:26 e 27. Aqui está claramente estabelecida a origem da raça
humana; e o relato divino refere tão compreensivelmente que não há lugar para conclusões errôneas.
Deus criou o homem à Sua própria imagem. Não há aqui mistério. Não há lugar para a suposição de que o
homem evoluiu, por meio de morosos graus de desenvolvimento, das formas inferiores da vida animal ou
vegetal. Tal ensino rebaixa a grande obra do Criador ao nível das concepções estreitas e terrenas do homem.
Os homens são tão persistentes em excluir a Deus da soberania do Universo, que degradam ao homem, e o
despojam da dignidade de sua origem. Aquele que estabeleceu os mundos estelares nos altos céus, e com
delicada perícia coloriu as flores do campo, Aquele que encheu a Terra e os céus com as maravilhas de Seu
poder, vindo a coroar Sua obra gloriosa a fim de pôr em seu meio alguém para ser o governador da linda Terra,
não deixou de criar um ser digno das mãos que lhe deram vida. A genealogia de nossa raça, conforme é dada
pela inspiração, remonta sua origem não a uma linhagem de micróbios, moluscos e quadrúpedes a se
desenvolverem, mas ao grande Criador. Posto que formado do pó, Adão era filho "de Deus". Luc. 3:38.
Ele foi posto, como representante de Deus, sobre as ordens inferiores de seres. Estes não podem compreender
ou reconhecer a soberania de Deus, todavia foram feitos com capacidade de amar e servir ao homem. Diz o
salmista: "Fazes com que ele tenha domínio sobre as obras das Tuas mãos; tudo puseste debaixo de seus
pés: ... os animais do campo, as aves dos céus, ... e tudo o que passa pelas veredas dos mares". Sal. 8:6-8.
O homem deveria ter a imagem de Deus, tanto na aparência exterior como no caráter. Cristo somente é a
"expressa imagem" do Pai (Heb. 1:3); mas o homem foi formado à semelhança de Deus. Sua natureza estava
em harmonia com a vontade de Deus. A mente era capaz de compreender as coisas divinas. As afeições eram
puras; os apetites e paixões estavam sob o domínio da razão. Ele era santo e feliz, tendo a imagem de Deus, e
estando em perfeita obediência à Sua vontade. Patriarcas e Profetas, pp. 44-45.
Apoie esse ministério:Apoie esse ministério: Banco Bradesco - Ag. 1991-7 - Conta Corrente 10.539-2 - Gerson Gomes RamosBanco Bradesco - Ag. 1991-7 - Conta Corrente 10.539-2 - Gerson Gomes Ramos
Dúvidas; Opiniões; Sugestões: ramos@advir.comDúvidas; Opiniões; Sugestões: ramos@advir.com
Depois dos seres angélicos, a família humana, formada à imagem de Deus, constitui a mais nobre de Suas
obras criadas. A Verdade Sobre os Anjos, pág. 48.
❉ SEGUNDA, 27 DE JUNHO 2016 – A QUEDA E AS SUAS CONSEQUÊNCIAS
► Perg. 2. Leia os textos que se seguem e identifique as consequências imediatas do pecado de Adão e Eva
descritas em cada texto. Como é que essas mesmas consequências se manifestam hoje?
Gn 3:8-10 – 8 Quando ouviram a voz do SENHOR Deus, que andava no jardim pela viração do dia,
esconderam-se da presença do SENHOR Deus, o homem e sua mulher, por entre as árvores do jardim. 9 E
chamou o SENHOR Deus ao homem e lhe perguntou: Onde estás? 10 Ele respondeu: Ouvi a tua voz no
jardim, e, porque estava nu, tive medo, e me escondi.”
Gn 3:12 – Então, disse o homem: A mulher que me deste por esposa, ela me deu da árvore, e eu comi.
Gn 3:13 – “Disse o SENHOR Deus à mulher: Que é isso que fizeste? Respondeu a mulher: A serpente me
enganou, e eu comi.”
Gn 3:16 – “E à mulher disse: Multiplicarei sobremodo os sofrimentos da tua gravidez; em meio de dores
darás à luz filhos; o teu desejo será para o teu marido, e ele te governará.”
Gn 3:17-19 – “17 E a Adão disse: Visto que atendeste a voz de tua mulher e comeste da árvore que eu te
ordenara não comesses, maldita é a terra por tua causa; em fadigas obterás dela o sustento durante os
dias de tua vida. 18 Ela produzirá também cardos e abrolhos, e tu comerás a erva do campo. 19 No suor do
rosto comerás o teu pão, até que tornes à terra, pois dela foste formado; porque tu és pó e ao pó
tornarás.”
► Resp. 2. Culpa, vergonha e medo de Deus, que levou o ser humano a fugir do Senhor; negação da culpa e
transferência da culpa para o outro; sofrimento na gravidez, domínio do homem sobre a mulher, maldição
sobre a terra e fadiga no trabalho; perda de parte da qualidade da alimentação, espinhos, suor e morte.
As vestes da inocência, o revestimento vindo de Deus, que os envolvia, desapareceu; e eles preencheram o
lugar dessa roupagem celestial cosendo folhas de figueira que juntaram para fazer aventais. Esta é a
vestimenta que os transgressores da Lei de Deus têm usado desde os dias da desobediência de Adão e Eva.
Coseram folhas de figueira que juntaram para cobrir a sua nudez, causada pela transgressão. As folhas de
figueira representam a roupagem usada para ocultar a desobediência. Quando o Senhor chama a atenção de
homens e mulheres para a verdade, a confecção de aventais de folhas de figueira começará, para esconder a
nudez da alma. Mas a nudez do pecador não fica coberta. Todos os argumentos reunidos por todos aqueles que
se interessaram nesta obra trivial não darão em nada. Comentários de Ellen G. White, The SDA Bible
Commentary, vol. 1, p. 1084.
O pecado que conduz aos mais infelizes resultados, é o espírito frio, crítico, irreconciliável que caracteriza o
farisaísmo. Quando a experiência religiosa é destituída de amor, aí não Se encontra Jesus; aí não está a luz de
Sua presença. Nenhuma atarefada atividade ou zelo sem Cristo pode suprir a falta. Haverá talvez uma
admirável percepção para descobrir os defeitos dos outros mas a todos quantos condescendem com esse
espírito, Jesus diz: "Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho e, então, cuidarás em tirar o argueiro do olho
do teu irmão." Mat. 7:5. Aquele que é culpado de erro, é o primeiro a suspeitar do erro. Condenando o outro,
está ele procurando ocultar ou desculpar o mal do próprio coração. Foi por meio do pecado que os homens
adquiriram o conhecimento do mal; tão depressa havia o primeiro par pecado, começaram a se acusar um ao
outro e é isto que a natureza humana inevitavelmente fará, quando não se ache controlada pela graça de Cristo.
O Maior Discurso de Cristo, p. 126.
Apoie esse ministério:Apoie esse ministério: Banco Bradesco - Ag. 1991-7 - Conta Corrente 10.539-2 - Gerson Gomes RamosBanco Bradesco - Ag. 1991-7 - Conta Corrente 10.539-2 - Gerson Gomes Ramos
Dúvidas; Opiniões; Sugestões: ramos@advir.comDúvidas; Opiniões; Sugestões: ramos@advir.com
❉ TERÇA, 28 DE JUNHO 2016 – INIMIZADE E EXPIAÇÃO
● Inimizade: A palavra inimizade, em hebraico, partilha a sua raiz com a palavra hebraica ódio e com a
palavra inimigo. Ao comer da árvore da ciência do bem e do mal, o casal colocou-se, e colocou toda a
Humanidade, em inimizade com Deus (veja Rom. 5:10; Col. 1:21; Tiago 4:4). (LES)
● Expiação: Heb. Kaphar; cobrir, purificar, fazer expiação, , fazer reconciliação, encobrir, pacificar,
propiciar, (propiciação significa; tornar propício, amigo, favorável). (GGR)
► Perg. 3. Leia Gênesis 3:14 e 15. O que quer dizer Deus quando diz a Satanás: “Porei inimizade entre ti e a
mulher, e entre a tua semente e a sua semente” (Gén. 3:15)? Que esperança encontramos aqui para nós
mesmos?
Gn 3:14-15, (ARA); 14 Então o Senhor Deus disse à serpente: Porquanto fizeste isso, maldita serás tu dentre
todos os animais domésticos, e dentre todos os animais do campo; sobre o teu ventre andarás, e pó comerás
todos os dias da tua vida. 15 Porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua descendência e a sua
descendência; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.
► Resp. 3. O Espírito de Deus colocaria no coração do Seu povo, representado pela mulher, inimizade contra
Satanás, representado pela serpente; o ponto alto dessa hostilidade ocorreria na batalha entre a descendência
da serpente, seguidores de Satanás, e o descendente da mulher, Jesus Cristo. Na cruz, Jesus venceu o diabo.
Isso traz a nós também a esperança de vitória sobre o mal.
A inimizade de Satanás contra a raça humana é avivada pelo motivo de serem as criaturas humanas, mediante
Cristo, objeto de amor e misericórdia de Deus. Ele se empenha em subverter o plano divino para a redenção do
homem, desfigurando e corrompendo a obra de Suas mãos, para lançar desonra a Deus; deseja dar origem a
pesares no Céu e encher a Terra de desgraças e desolação. E aponta para todo este mal como resultado da obra
de Deus ao criar o homem.
É a graça que Cristo implanta na alma, que cria no homem a inimizade contra Satanás. Sem esta graça que
converte, e este poder renovador, o homem continuaria cativo de Satanás, como servo sempre pronto a
executar-lhe as ordens. Mas o novo princípio na alma cria o conflito onde até então houvera paz. O poder que
Cristo comunica, habilita o homem a resistir ao tirano e usurpador. Quem quer que se ache a aborrecer o
pecado em lugar de o amar, que resista a essas paixões que têm dominado interiormente e as vença, evidencia
a operação de um princípio inteiramente de cima.
O antagonismo que existe entre o espírito de Cristo e o de Satanás, revelou-se na maneira mui flagrante com
que o mundo recebeu a Jesus. Não foi tanto porque Ele aparecesse sem riquezas, pompas, ou grandiosidade
mundanas, que os judeus foram levados a rejeitá-Lo. Viam-no possuir poder que faria mais do que compensar
a falta dessas vantagens exteriores. A pureza e santidade de Cristo, porém, valeram-Lhe o ódio dos ímpios.
Sua vida de renúncia e impecável devotamento, era perpétua reprovação a um povo orgulhoso, sensual. Foi
isto que provocou inimizade contra o Filho de Deus. Satanás e os anjos caídos uniram-se aos homens maus.
Todas as energias da apostasia conspiraram contra o Campeão da verdade.
É manifesta em relação aos seguidores de Cristo, a mesma inimizade demonstrada para com o Mestre. Quem
quer que veja o caráter repelente do pecado, e na força do alto resista à tentação, certamente suscitará a ira de
Satanás e de seus súditos. Ódio aos puros princípios da verdade, e opróbrio e perseguição a seus defensores,
existirão enquanto houver pecado e pecadores. Os seguidores de Cristo e os servos de Satanás não podem
harmonizar-se. O agravo da cruz não cessou. "Todos os que piamente querem viver em Cristo Jesus padecerão
perseguições." II Tim. 3:12.
Sob a direção de Satanás os seus agentes estão constantemente a trabalhar a fim de estabelecer a sua
autoridade e erigir o seu reino em oposição ao governo de Deus. Com esse fito, procuram enganar os
seguidores de Cristo e desviá-los de sua fidelidade. Semelhantes a seu chefe, interpretam mal e pervertem as
Escrituras para realizar seu objetivo. Assim como Satanás se esforçou para lançar a ignomínia sobre Deus,
seus agentes procuram fazer mal ao povo do Senhor. O espírito que matou a Cristo impele os ímpios a destruir
Apoie esse ministério:Apoie esse ministério: Banco Bradesco - Ag. 1991-7 - Conta Corrente 10.539-2 - Gerson Gomes RamosBanco Bradesco - Ag. 1991-7 - Conta Corrente 10.539-2 - Gerson Gomes Ramos
Dúvidas; Opiniões; Sugestões: ramos@advir.comDúvidas; Opiniões; Sugestões: ramos@advir.com
Seus seguidores. Tudo isto está prefigurado naquela primeira profecia: "Porei inimizade entre ti e a mulher, e
entre a tua semente e a sua semente." E isto continuará até ao final do tempo. O Grande Conflito, pp. 506-507.
► Perg. 4. O que revelam os seguintes textos acerca da expiação? Levítico 1:3 e 4; I Coríntios 5:7; I João 1:9.
Lv 1:3-4, (ARA); 3 Se a sua oferta for holocausto de gado vacum, oferecerá ele um macho sem defeito; à
porta da tenda da revelação o oferecerá, para que ache favor perante o Senhor. 4 Porá a sua mão sobre a
cabeça do holocausto, e este será aceito a favor dele, para a sua expiação.
1Co 5:7-8, (ARA); 7 Expurgai o fermento velho, para que sejais massa nova, assim como sois sem
fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, já foi sacrificado. 8 Pelo que celebremos a festa, não com o
fermento velho, nem com o fermento da malícia e da corrupção, mas com os ázimos da sinceridade e da
verdade.
1Jo 1:7-9, (ARA); 7 mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o
sangue de Jesus seu Filho nos purifica de todo pecado. 8 Se dissermos que não temos pecado nenhum,
enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós. 9 Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e
justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.
► Resp. 4. A expiação exigia a oferta de um animal sem defeito. Cristo foi sacrificado para tirar de nossa vida
o poder do fermento do pecado. Para receber o perdão, é preciso confessar os pecados.
É a graça que Cristo implanta na alma que cria no homem a inimizade contra Satanás. Sem esta graça que
converte, e este poder renovador, o homem continuaria cativo de Satanás, como servo sempre pronto a
executar as suas ordens. Mas este novo princípio cria conflito na alma onde até então tinha havido paz. O
poder que Cristo comunica dá ao homem a possibilidade de resistir ao tirano e usurpador. Quem quer que
aborreça o pecado em vez de o amar, que resista a essas paixões que o têm dominado interiormente e as vença,
demonstra a ação de um princípio inteiramente celestial. – O Grande Conflito, p. 422 (Ed. P. SerVir).
“Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo, para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda a
injustiça.” I João 1:9. As condições para se alcançar misericórdia de Deus são simples e razoáveis. O Senhor
não requer que façamos alguma coisa dolorosa para recebermos o perdão. Não precisamos de fazer longas e
exaustivas peregrinações ou de praticar dolorosas penitências para nos entregarmos ao Deus do Céu ou para
expiarmos a nossa transgressão. Aquele que “confessa e deixa” os seus pecados “alcançará misericórdia”.
Prov. 28:13.
Nos tribunais do Céu, Cristo está a interceder pela Sua Igreja – advogando a causa daqueles cujo preço da
redenção Ele pagou com o Seu próprio sangue. Séculos e eras nunca poderão diminuir a eficácia do Seu
sacrifício expiatório. Nem a morte, nem a vida, altura ou profundidade, nada nos poderá separar do amor de
Deus que está em Cristo Jesus. Não porque a Ele nos agarremos com firmeza, mas porque Ele nos segura com
a Sua forte mão. Se a nossa salvação dependesse dos nossos próprios esforços, não nos poderíamos salvar.
Mas ela depende de Alguém que está por detrás de todas as promessas. A nossa união a Ele pode ser débil,
mas o Seu amor é como o de um irmão mais velho. Enquanto nos mantivermos unidos com Ele, ninguém nos
pode arrancar da Sua mão. – Atos dos Apóstolos, p. 395 (Ed. P. SerVir).
❉ QUARTA, 29 DE JUNHO 2016 – RESTAURAÇÃO EM JESUS
No princípio disse Deus: "Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança." Gên. 1:26. Mas
o pecado tem quase obliterado a imagem moral de Deus nos seres humanos. Jesus desceu ao nosso mundo
para que pudesse dar-nos um exemplo vivo, para que pudéssemos saber como viver e como guardar os
caminhos do Senhor. Ele era a imagem do Pai. Seu belo e imaculado caráter está diante de nós como exemplo
para que o imitemos. Devemos estudar, copiar e seguir a Jesus Cristo, e então traremos para o nosso caráter a
Apoie esse ministério:Apoie esse ministério: Banco Bradesco - Ag. 1991-7 - Conta Corrente 10.539-2 - Gerson Gomes RamosBanco Bradesco - Ag. 1991-7 - Conta Corrente 10.539-2 - Gerson Gomes Ramos
Dúvidas; Opiniões; Sugestões: ramos@advir.comDúvidas; Opiniões; Sugestões: ramos@advir.com
Sua amabilidade e beleza. Ao fazê-lo, estaremos diante de Deus por meio da fé, conquistando de volta, pelo
conflito com os poderes das trevas, o poder do autocontrole, o amor de Deus que Adão perdeu. Manuscrito 6a,
1886 (Sermons and Talks, vol. 1, págs. 31-34).
► Perg. 5. Leia Gálatas 4:19. Independentemente das suas preocupações imediatas, que lição espiritual
importante está Paulo a tirar aqui?
Gl 4:19-20, (ARA); 19 Meus filhinhos, por quem de novo sinto as dores de parto, até que Cristo seja
formado em vós; 20 eu bem quisera estar presente convosco agora, e mudar o tom da minha voz; porque
estou perplexo a vosso respeito.
► Resp. 5. A restauração espiritual acontece quando Cristo é formado em nosso coração. Para isso, é preciso
haver renúncia do egoísmo, do orgulho e do pecado.
A pessoa que olha continuamente para Jesus verá o Seu abnegado amor e profunda humildade, e seguirá o Seu
exemplo. O coração precisa ser purificado de todo orgulho, ambição, falsidade, ódio e egoísmo. Em muitas
pessoas, esses maus traços são parcialmente subjugados, mas não completamente desarraigados do coração.
Em circunstâncias favoráveis, tornam a brotar e se transformam em rebelião contra Deus. Isso constitui um
terrível perigo. Poupar algum pecado é acalentar um inimigo que só está à espera de um momento de descuido
para causar a nossa ruína. ... A graça divina é nossa única esperança. Testimonies, vol. 5, págs. 173-175.
A pessoa que está imbuída do amor de Jesus… gosta de pensar em Jesus, e contemplando-O será transformada
à Sua semelhança. Cristo é formado no interior, a esperança da glória. A sua confiança aumenta… e o seu
amor aprofunda-se e amplia-se à medida que tem a certeza de que permanece em Cristo, e Cristo nele. … E
podemos olhar a Jesus em busca da mais terna simpatia, e ser animados a perseverar, pondo toda a confiança
nAquele que disse: “Tende bom ânimo; eu venci o mundo.” João 16:33. – Filhos e Filhas de Deus (Meditações
Matinais), p. 310.
A verdadeira, vigorosa alegria da alma começa quando Cristo é formado no interior, a esperança da glória. Se
escolherem agora a senda em que Deus conduz, e forem avante aonde a voz do dever chamar, as dificuldades
que Satanás tem ampliado aos vossos olhos desaparecerão.
Nenhum caminho é seguro a não ser aquele que se torna mais claro e firme à medida que nele prosseguimos.
O pé pode às vezes deslizar na trilha mais garantida. Para andar sem temor, precisam de saber que a vossa mão
está firmemente segura pela mão de Cristo. Não devem pensar nem por um momento que não há perigo para
vocês. Os mais sábios cometem erros. Os mais fortes falham por vezes. Os imprudentes, confiantes neles
mesmos, teimosos e orgulhosos, que avançam sem dar atenção por veredas proibidas, lisonjeando-se de que
podem mudar de direção quando lhes aprouver, caminham por uma senda de precipícios. Eles podem
recuperar-se de uma queda, de um erro cometido por eles, mas quantos dão um passo em falso que demonstra
ser a sua eterna ruína! – Mensagens Escolhidas, vol. 2, p. 169.
❉ QUINTA, 30 DE JUNHO 2016 – O PAPEL RESTAURADOR DA IGREJA
► Perg. 6. Leia em Marcos 2:1-12 a história de como alguns amigos persistentemente trabalharam juntos para
levar um paralítico a Jesus. Em que aspetos esta história ilustra o papel da Igreja na cura e na restauração das
pessoas?
Mc 2:1-12, (KJA); 1 Chegando de novo em Cafarnaum, depois de alguns dias, o povo ficou sabendo que ele
estava em casa. 2 E foram tantos os que se aglomeraram ali, que já não havia lugar nem à porta; e Ele lhes
pregava a Palavra. 3 Vieram trazer-lhe um paralítico, carregado por quatro homens. 4 Não conseguindo
levá-lo até Jesus, por causa da multidão, removeram parte da cobertura sobre o lugar onde estava Jesus
e, por essa abertura no teto, baixaram a maca na qual se achava deitado o paralítico. 5 Observando a fé
que eles demonstravam, declarou Jesus ao paralítico: “Filho! Estão perdoados de ti os pecados”. 6
Apoie esse ministério:Apoie esse ministério: Banco Bradesco - Ag. 1991-7 - Conta Corrente 10.539-2 - Gerson Gomes RamosBanco Bradesco - Ag. 1991-7 - Conta Corrente 10.539-2 - Gerson Gomes Ramos
Dúvidas; Opiniões; Sugestões: ramos@advir.comDúvidas; Opiniões; Sugestões: ramos@advir.com
Entretanto, alguns dos mestres da lei que por ali estavam sentados, julgaram em seu íntimo: 7 “Como pode
esse homem falar desse modo? Está blasfemando! Quem afinal pode perdoar pecados, a não ser
exclusivamente Deus?” 8 Jesus imediatamente percebeu em seu espírito que era isso o que eles estavam
urdindo e lhes questionou: “Por que cogitais desta maneira em vossos corações? 9 O que é mais fácil dizer ao
paralítico: ‘Estão perdoados de ti os pecados’, ou falar: ‘Levanta-te, toma a tua maca e sai andando’? 10
Todavia, para que saibais que o Filho do homem tem na terra autoridade para perdoar pecados...” - dirigiu-se
ao paralítico - 11 “Eu te ordeno: Levanta-te, toma tua maca e vai para tua casa”. 12 Então, ele se levantou e,
no mesmo instante, tomando sua maca saiu andando à frente de todos, que, estupefatos, glorificaram a Deus,
exclamando: “Nunca vimos nada semelhante a isto!”
► Resp. 6. Os membros da igreja precisam ter sensibilidade para perceber os paralíticos ao seu redor e
identificar aqueles que precisam da cura que Cristo oferece. E precisam de amor para atuar como carregadores
de paralíticos.
Repetidamente procuraram os condutores do paralítico abrir caminho por entre a multidão, mas em vão. O
enfermo olhava em derredor de si com indizível angústia. Quando o tão ansiado socorro tão perto estava,
como poderia renunciar à esperança? Por sugestão sua, os amigos o levaram ao telhado e, abrindo um buraco
no teto, baixaram-no aos pés de Jesus. O Desejado de Todas as Nações. p. 268.
A obra de Cristo em favor do paralítico é uma ilustração da maneira por que devemos trabalhar. Por meio dos
amigos ouvira ele falar de Jesus, e pedira para ser levado à presença do Poderoso Restaurador. Testemunhos
Seletos, vol. 2, pág. 491.
► Perg. 7. Como é que o apóstolo João descreve a razão pela qual Cristo apareceu nesta Terra? Que esperança
podemos retirar dessas promessas? Leia João 10:10; I João 3:8.
Jo 10:10, (ARA); 10 O ladrão não vem senão para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida e a
tenham em abundância.
1Jo 3:8-9, (KJA); 8 Aquele que vive habitualmente no pecado é do Diabo, pois o Diabo peca desde o
princípio. Para isto, o Filho de Deus se manifestou: para destruir as obras do Diabo.
► Resp. 7. Para trazer vida plena ao pecador, e para destruir as obras do diabo, as quais produzem infelicidade
e destruição da vida.
Todos os que recebem no coração a mensagem do Evangelho, almejarão proclamá-la. O amor de Cristo, de
origem celestial, precisa de encontrar expressão. Os que se revestiram de Cristo relatarão a sua
experiência, descobrindo passo a passo a direção do Espírito Santo – a sua sede e a fome de conhecimento de
Deus e de Jesus Cristo, a Quem enviou, o resultado de esquadrinhar as Escrituras, as suas orações, a sua
agonia de alma e as palavras de Cristo para eles: “Teus pecados te são perdoados.” É antinatural que qualquer
pessoa mantenha em segredo estas coisas; e quem está possuído do amor de Cristo não o fará. Na mesma
proporção em que o Senhor os tornou depositários da verdade sagrada, será o seu desejo que outros recebam a
mesma bênção. Divulgando os ricos tesouros da graça de Deus, ser-lhes-á concedido mais e mais da graça de
Cristo. Terão o coração de uma criancinha na sua simplicidade e obediência irrestrita. A sua alma almejará a
santidade e ser-lhes-á revelado sempre mais dos tesouros da verdade e da graça, para serem dados ao mundo.
Parábolas de Jesus, p. 125.
Cristo tornou-Se um com a Humanidade, para que a Humanidade se tornasse uma com Ele, em espírito e vida.
Em virtude desta união, em obediência à Palavra de Deus, a Sua vida torna-se na vida deles. …
O mesmo poder que ressuscitou Cristo de entre os mortos, erguerá a Sua Igreja, glorificando-a com Ele, acima
de todos os principados, de todas as potestades, acima de todo o nome que se nomeia, não só neste mundo mas
também no mundo por vir. A vitória dos santos que dormem será gloriosa, na manhã da ressurreição. – Minha
Consagração Hoje (Meditações Matinais, 1989/1953), p. 276.
Apoie esse ministério:Apoie esse ministério: Banco Bradesco - Ag. 1991-7 - Conta Corrente 10.539-2 - Gerson Gomes RamosBanco Bradesco - Ag. 1991-7 - Conta Corrente 10.539-2 - Gerson Gomes Ramos

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Criação, um tema bíblico_Liç_412013_original_com_textos
Criação, um tema bíblico_Liç_412013_original_com_textos Criação, um tema bíblico_Liç_412013_original_com_textos
Criação, um tema bíblico_Liç_412013_original_com_textos
Gerson G. Ramos
 
A formação do mundo_Resumo_Liç_212013_Esc_Sab.
A formação do mundo_Resumo_Liç_212013_Esc_Sab.A formação do mundo_Resumo_Liç_212013_Esc_Sab.
A formação do mundo_Resumo_Liç_212013_Esc_Sab.
Gerson G. Ramos
 
Conversão e justiça pela fé1
Conversão e justiça pela fé1Conversão e justiça pela fé1
Conversão e justiça pela fé1
Hezir Henrique
 
A criação na bíblia
A criação na bíbliaA criação na bíblia
A criação na bíblia
Espaço Emrc
 

Mais procurados (20)

O criacionismo - UM RELATO BÍBLICO
O criacionismo - UM RELATO BÍBLICOO criacionismo - UM RELATO BÍBLICO
O criacionismo - UM RELATO BÍBLICO
 
Criação, um tema bíblico_Liç_412013_original_com_textos
Criação, um tema bíblico_Liç_412013_original_com_textos Criação, um tema bíblico_Liç_412013_original_com_textos
Criação, um tema bíblico_Liç_412013_original_com_textos
 
Lição 3 criação do homem e da mulher b
Lição 3 criação do homem e da mulher bLição 3 criação do homem e da mulher b
Lição 3 criação do homem e da mulher b
 
Lição 212016 - Crise no Éden + textos_GGR
Lição 212016 - Crise no Éden + textos_GGRLição 212016 - Crise no Éden + textos_GGR
Lição 212016 - Crise no Éden + textos_GGR
 
Lição_132016_A restauração de todas as coisas_GGR
Lição_132016_A restauração de todas as coisas_GGRLição_132016_A restauração de todas as coisas_GGR
Lição_132016_A restauração de todas as coisas_GGR
 
A criação
A criaçãoA criação
A criação
 
Juvenis lição 06 - 3° trimestre 2015
Juvenis   lição 06 - 3° trimestre 2015Juvenis   lição 06 - 3° trimestre 2015
Juvenis lição 06 - 3° trimestre 2015
 
Novena ao Divino Menino Jesus
Novena ao Divino Menino JesusNovena ao Divino Menino Jesus
Novena ao Divino Menino Jesus
 
A formação do mundo_Resumo_Liç_212013_Esc_Sab.
A formação do mundo_Resumo_Liç_212013_Esc_Sab.A formação do mundo_Resumo_Liç_212013_Esc_Sab.
A formação do mundo_Resumo_Liç_212013_Esc_Sab.
 
Missão impossível
Missão impossívelMissão impossível
Missão impossível
 
Mordomia cristã e o ambiente_Resumo_Lição_1012013
Mordomia cristã e o ambiente_Resumo_Lição_1012013Mordomia cristã e o ambiente_Resumo_Lição_1012013
Mordomia cristã e o ambiente_Resumo_Lição_1012013
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
A criação dos céus, e da terr
A criação dos céus, e da terrA criação dos céus, e da terr
A criação dos céus, e da terr
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
Conversão e justiça pela fé1
Conversão e justiça pela fé1Conversão e justiça pela fé1
Conversão e justiça pela fé1
 
A criação na bíblia
A criação na bíbliaA criação na bíblia
A criação na bíblia
 
EstudoAgeu
EstudoAgeuEstudoAgeu
EstudoAgeu
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
Capítulo 9 de daniel
Capítulo 9 de danielCapítulo 9 de daniel
Capítulo 9 de daniel
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 

Semelhante a Respostas_132016_A restauração de todas as coisas_GGR

02 A Dispensacao Inocencia
02 A Dispensacao Inocencia02 A Dispensacao Inocencia
02 A Dispensacao Inocencia
bxxp
 
01 terra original_caos_restaurada
01 terra original_caos_restaurada01 terra original_caos_restaurada
01 terra original_caos_restaurada
psico25182321
 
Criação, um tema bíblico_Liç_512013_original_com_textos
Criação, um tema bíblico_Liç_512013_original_com_textosCriação, um tema bíblico_Liç_512013_original_com_textos
Criação, um tema bíblico_Liç_512013_original_com_textos
Gerson G. Ramos
 
Apresentação lição ebd 1
Apresentação lição ebd 1Apresentação lição ebd 1
Apresentação lição ebd 1
Escol Dominical
 
Apresentação lição ebd 1
Apresentação lição ebd 1Apresentação lição ebd 1
Apresentação lição ebd 1
Escol Dominical
 
26. gênesis dois sete
26. gênesis dois sete26. gênesis dois sete
26. gênesis dois sete
pohlos
 

Semelhante a Respostas_132016_A restauração de todas as coisas_GGR (20)

Homem: criatura de Deus_Resumo_Liç_242012_Esc_Sab.
Homem: criatura de Deus_Resumo_Liç_242012_Esc_Sab.Homem: criatura de Deus_Resumo_Liç_242012_Esc_Sab.
Homem: criatura de Deus_Resumo_Liç_242012_Esc_Sab.
 
1. familia criacao de deus
1. familia criacao de deus1. familia criacao de deus
1. familia criacao de deus
 
02 A Dispensacao Inocencia
02 A Dispensacao Inocencia02 A Dispensacao Inocencia
02 A Dispensacao Inocencia
 
O homem, a imagem e semelhança de deus (1)
O homem, a imagem e semelhança de deus (1)O homem, a imagem e semelhança de deus (1)
O homem, a imagem e semelhança de deus (1)
 
❉ Respostas 212016_Crise no Éden_GGR
❉ Respostas 212016_Crise no Éden_GGR❉ Respostas 212016_Crise no Éden_GGR
❉ Respostas 212016_Crise no Éden_GGR
 
Lição_232016_A Restauração do Domínio_GGR
Lição_232016_A Restauração do Domínio_GGRLição_232016_A Restauração do Domínio_GGR
Lição_232016_A Restauração do Domínio_GGR
 
01 terra original_caos_restaurada
01 terra original_caos_restaurada01 terra original_caos_restaurada
01 terra original_caos_restaurada
 
O que Deus quer de mim?
O que Deus quer de mim?O que Deus quer de mim?
O que Deus quer de mim?
 
Respostas_232016_A Restauração do Domínio_GGR
Respostas_232016_A Restauração do Domínio_GGRRespostas_232016_A Restauração do Domínio_GGR
Respostas_232016_A Restauração do Domínio_GGR
 
Apostila 03
Apostila 03Apostila 03
Apostila 03
 
Slide Licao 1 - 2T - 2023 - BETEL - Retangular.pptx
Slide Licao 1 - 2T - 2023 - BETEL - Retangular.pptxSlide Licao 1 - 2T - 2023 - BETEL - Retangular.pptx
Slide Licao 1 - 2T - 2023 - BETEL - Retangular.pptx
 
Estudo Sobre a Criação
Estudo Sobre a CriaçãoEstudo Sobre a Criação
Estudo Sobre a Criação
 
O Homem e sua origem - lição 7
O Homem e sua origem - lição 7O Homem e sua origem - lição 7
O Homem e sua origem - lição 7
 
Criação, um tema bíblico_Liç_512013_original_com_textos
Criação, um tema bíblico_Liç_512013_original_com_textosCriação, um tema bíblico_Liç_512013_original_com_textos
Criação, um tema bíblico_Liç_512013_original_com_textos
 
Mordomia cristã e o ambiente_Lição_original_1012013_com_textos
Mordomia cristã e o ambiente_Lição_original_1012013_com_textos Mordomia cristã e o ambiente_Lição_original_1012013_com_textos
Mordomia cristã e o ambiente_Lição_original_1012013_com_textos
 
A primeira família
A primeira famíliaA primeira família
A primeira família
 
Apresentação lição ebd 1
Apresentação lição ebd 1Apresentação lição ebd 1
Apresentação lição ebd 1
 
Apresentação lição ebd 1
Apresentação lição ebd 1Apresentação lição ebd 1
Apresentação lição ebd 1
 
26. gênesis dois sete
26. gênesis dois sete26. gênesis dois sete
26. gênesis dois sete
 
Apostila 03
Apostila 03Apostila 03
Apostila 03
 

Mais de Gerson G. Ramos

Mais de Gerson G. Ramos (20)

Lição_1232016_Ministério urbano no tempo do fim_GGR
Lição_1232016_Ministério urbano no tempo do fim_GGRLição_1232016_Ministério urbano no tempo do fim_GGR
Lição_1232016_Ministério urbano no tempo do fim_GGR
 
Lição_1132016_Jesus ordenava_ “Segue-Me”_GGR
Lição_1132016_Jesus ordenava_ “Segue-Me”_GGRLição_1132016_Jesus ordenava_ “Segue-Me”_GGR
Lição_1132016_Jesus ordenava_ “Segue-Me”_GGR
 
Respostas_1032016_Jesus conquistava a confiança das pessoas_GGR
Respostas_1032016_Jesus conquistava a confiança das pessoas_GGRRespostas_1032016_Jesus conquistava a confiança das pessoas_GGR
Respostas_1032016_Jesus conquistava a confiança das pessoas_GGR
 
Lição_1032016_Jesus conquistava a confiança das pessoas_GGR
Lição_1032016_Jesus conquistava a confiança das pessoas_GGRLição_1032016_Jesus conquistava a confiança das pessoas_GGR
Lição_1032016_Jesus conquistava a confiança das pessoas_GGR
 
Respostas_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGR
Respostas_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGRRespostas_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGR
Respostas_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGR
 
Lição_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGR
Lição_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGRLição_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGR
Lição_932016_ Jesus ministrava às necessidades das pessoas_GGR
 
Respostas_832016_Jesus manifestava compaixão pelas pessoas_GGR
Respostas_832016_Jesus manifestava compaixão pelas pessoas_GGRRespostas_832016_Jesus manifestava compaixão pelas pessoas_GGR
Respostas_832016_Jesus manifestava compaixão pelas pessoas_GGR
 
Lição_832016_Jesus manifestava compaixão pelas pessoas_GGR
Lição_832016_Jesus manifestava compaixão pelas pessoas_GGRLição_832016_Jesus manifestava compaixão pelas pessoas_GGR
Lição_832016_Jesus manifestava compaixão pelas pessoas_GGR
 
Respostas_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGR
Respostas_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGRRespostas_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGR
Respostas_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGR
 
Lição_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGR
Lição_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGRLição_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGR
Lição_732016_Jesus desejava o bem das pessoas_GGR
 
Respostas_63201_ Jesus se misturava com as pessoas_GGR
Respostas_63201_ Jesus se misturava com as pessoas_GGRRespostas_63201_ Jesus se misturava com as pessoas_GGR
Respostas_63201_ Jesus se misturava com as pessoas_GGR
 
Lição_632016_Jesus Se misturava com as pessoas_GGR
Lição_632016_Jesus Se misturava com as pessoas_GGRLição_632016_Jesus Se misturava com as pessoas_GGR
Lição_632016_Jesus Se misturava com as pessoas_GGR
 
Respostas_532016_Como o evangelho transforma a comunidade_GGR
Respostas_532016_Como o evangelho transforma a comunidade_GGRRespostas_532016_Como o evangelho transforma a comunidade_GGR
Respostas_532016_Como o evangelho transforma a comunidade_GGR
 
Lição_532016_Como o evangelho transforma a comunidade_GGR
Lição_532016_Como o evangelho transforma a comunidade_GGRLição_532016_Como o evangelho transforma a comunidade_GGR
Lição_532016_Como o evangelho transforma a comunidade_GGR
 
Lição_432016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 2_GGR
Lição_432016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 2_GGRLição_432016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 2_GGR
Lição_432016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 2_GGR
 
Respostas_332016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 1_GGR
Respostas_332016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 1_GGRRespostas_332016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 1_GGR
Respostas_332016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 1_GGR
 
Lição_332016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 1_GGR
Lição_332016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 1_GGRLição_332016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 1_GGR
Lição_332016_Justiça e misericórdia no Antigo Testamento: Parte 1_GGR
 
Respostas_1222016_Os últimos dias de Jesus_GGR
Respostas_1222016_Os últimos dias de Jesus_GGRRespostas_1222016_Os últimos dias de Jesus_GGR
Respostas_1222016_Os últimos dias de Jesus_GGR
 
Lição_1222016_Os últimos dias de Jesus_GGR
Lição_1222016_Os últimos dias de Jesus_GGRLição_1222016_Os últimos dias de Jesus_GGR
Lição_1222016_Os últimos dias de Jesus_GGR
 
Respostas_1122016_eventos finais_GGR
Respostas_1122016_eventos finais_GGRRespostas_1122016_eventos finais_GGR
Respostas_1122016_eventos finais_GGR
 

Último

Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
MilyFonceca
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
StelaWilbert
 

Último (8)

Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfpdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 

Respostas_132016_A restauração de todas as coisas_GGR

  • 1. Dúvidas; Opiniões; Sugestões: ramos@advir.comDúvidas; Opiniões; Sugestões: ramos@advir.com LIÇÃO 1 O Papel da Igreja na Comunidade A restauração de todas as coisas 25 de junho a 2 de julho 2016 ❉ Sábado à tarde Ano Bíblico: Sl 62-67 VERSO PARA MEMORIZAR: “Criou Deus, pois, o homem à Sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou” (Gn 1:27). “No princípio, Deus criou o homem à Sua semelhança. Dotou-o de nobres qualidades. A sua mente era bem equilibrada, e todas as faculdades do seu ser estavam em harmonia entre si. Mas a Queda e os seus efeitos perverteram estes dons. O pecado manchou e quase fez esquecer a imagem de Deus no homem. Foi para a restaurar que se tinha concebido o Plano da Salvação, e se concedera ao homem um tempo de graça. Levá-lo novamente à perfeição, em que no princípio tinha sido criado, é o grande objetivo da vida. Objetivo este que constitui a base de todos os outros.” Patriarcas e Profetas, p. 546, Ed. P. SerVir. O poder repressor do Espírito de Deus está a ser retirado da Terra. A nossa obra tem de ser efetuada rapidamente. Temos de fazer todo o esforço ao nosso alcance para salvar pessoas da morte. Em breve o Senhor Deus do Céu estabelecerá o Seu reino, que jamais será destruído. Agora é o tempo de desenvolvermos um caráter puro e celestial. A obra aumentará cada vez mais de fervor e intensidade até ao fim. Necessitamos de um acréscimo de fé. Precisamos de vigiar em oração. – Este Dia Com Deus (Meditações Matinais, 1980). ❉ DOMINGO, 26 DE JUNHO 2016 – A IMAGEM DE DEUS ► Perg. 1. Leia Gênesis 1:26, 27. Como as Escrituras explicam o que significa ser feito à “imagem” de Deus? Ver também Gn 1:31; Dt 6:5; 1Ts 5:23 Gn 1:26-27, (ACF 1753); 26 E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra. 27 E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. Apoie esse ministério:Apoie esse ministério: Banco Bradesco - Ag. 1991-7 - Conta Corrente 10.539-2 - Gerson Gomes RamosBanco Bradesco - Ag. 1991-7 - Conta Corrente 10.539-2 - Gerson Gomes Ramos
  • 2. Dúvidas; Opiniões; Sugestões: ramos@advir.comDúvidas; Opiniões; Sugestões: ramos@advir.com Gn 1:31, (ACF 1753); 31 E viu Deus tudo quanto tinha feito, e eis que era muito bom; e foi a tarde e a manhã, o dia sexto. Dt 6:5, (ARC); 5 Amarás, pois, o SENHOR, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu poder. 1Ts 5:23, (ARC); 23 E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo. ► Resp. 1. O homem é semelhante a Deus no caráter e na aparência externa, dentro dos limites humanos. A imagem de Deus está no domínio original sobre a Terra, no aspecto da unidade da família, no amor, na perfeição e no equilíbrio do ser humano em seus diferentes aspectos. ● Em hebreu, a palavra para “imagem” é tselem; a palavra para “semelhança” é demuth. Estas palavras podem referir-se ao físico (tselem) e ao interior (demuth), o que inclui os aspetos mentais e espirituais da Humanidade. (LES). Criados para serem a "imagem e glória de Deus" (I Cor. 11:7), Adão e Eva tinham obtido prerrogativas que os faziam bem dignos de seu alto destino. Dotados de formas graciosas e simétricas, de aspecto regular e belo, o rosto resplandecendo com o rubor da saúde e a luz da alegria e esperança, apresentavam eles em sua aparência exterior a semelhança dAquele que os criara. Educação, pág. 20. O homem foi o ato que coroou a criação de Deus, feito à imagem de Deus e destinado a ser uma réplica de Deus. ... O homem é muito caro a Deus, pois foi formado segundo a Sua imagem. Conselhos Sobre o Regime Alimentar, pág. 45. Depois que a Terra com sua abundante vida animal e vegetal fora suscitada à existência, o homem, a obra coroadora do Criador, e aquele para quem a linda Terra fora preparada, foi trazido em cena. A ele foi dado domínio sobre tudo que seus olhos poderiam contemplar; pois "disse Deus: Façamos o homem à Nossa imagem, conforme à Nossa semelhança; e domine... sobre toda a Terra". "Criou Deus, pois, o homem à Sua imagem; ... homem e mulher os criou." Gên. 1:26 e 27. Aqui está claramente estabelecida a origem da raça humana; e o relato divino refere tão compreensivelmente que não há lugar para conclusões errôneas. Deus criou o homem à Sua própria imagem. Não há aqui mistério. Não há lugar para a suposição de que o homem evoluiu, por meio de morosos graus de desenvolvimento, das formas inferiores da vida animal ou vegetal. Tal ensino rebaixa a grande obra do Criador ao nível das concepções estreitas e terrenas do homem. Os homens são tão persistentes em excluir a Deus da soberania do Universo, que degradam ao homem, e o despojam da dignidade de sua origem. Aquele que estabeleceu os mundos estelares nos altos céus, e com delicada perícia coloriu as flores do campo, Aquele que encheu a Terra e os céus com as maravilhas de Seu poder, vindo a coroar Sua obra gloriosa a fim de pôr em seu meio alguém para ser o governador da linda Terra, não deixou de criar um ser digno das mãos que lhe deram vida. A genealogia de nossa raça, conforme é dada pela inspiração, remonta sua origem não a uma linhagem de micróbios, moluscos e quadrúpedes a se desenvolverem, mas ao grande Criador. Posto que formado do pó, Adão era filho "de Deus". Luc. 3:38. Ele foi posto, como representante de Deus, sobre as ordens inferiores de seres. Estes não podem compreender ou reconhecer a soberania de Deus, todavia foram feitos com capacidade de amar e servir ao homem. Diz o salmista: "Fazes com que ele tenha domínio sobre as obras das Tuas mãos; tudo puseste debaixo de seus pés: ... os animais do campo, as aves dos céus, ... e tudo o que passa pelas veredas dos mares". Sal. 8:6-8. O homem deveria ter a imagem de Deus, tanto na aparência exterior como no caráter. Cristo somente é a "expressa imagem" do Pai (Heb. 1:3); mas o homem foi formado à semelhança de Deus. Sua natureza estava em harmonia com a vontade de Deus. A mente era capaz de compreender as coisas divinas. As afeições eram puras; os apetites e paixões estavam sob o domínio da razão. Ele era santo e feliz, tendo a imagem de Deus, e estando em perfeita obediência à Sua vontade. Patriarcas e Profetas, pp. 44-45. Apoie esse ministério:Apoie esse ministério: Banco Bradesco - Ag. 1991-7 - Conta Corrente 10.539-2 - Gerson Gomes RamosBanco Bradesco - Ag. 1991-7 - Conta Corrente 10.539-2 - Gerson Gomes Ramos
  • 3. Dúvidas; Opiniões; Sugestões: ramos@advir.comDúvidas; Opiniões; Sugestões: ramos@advir.com Depois dos seres angélicos, a família humana, formada à imagem de Deus, constitui a mais nobre de Suas obras criadas. A Verdade Sobre os Anjos, pág. 48. ❉ SEGUNDA, 27 DE JUNHO 2016 – A QUEDA E AS SUAS CONSEQUÊNCIAS ► Perg. 2. Leia os textos que se seguem e identifique as consequências imediatas do pecado de Adão e Eva descritas em cada texto. Como é que essas mesmas consequências se manifestam hoje? Gn 3:8-10 – 8 Quando ouviram a voz do SENHOR Deus, que andava no jardim pela viração do dia, esconderam-se da presença do SENHOR Deus, o homem e sua mulher, por entre as árvores do jardim. 9 E chamou o SENHOR Deus ao homem e lhe perguntou: Onde estás? 10 Ele respondeu: Ouvi a tua voz no jardim, e, porque estava nu, tive medo, e me escondi.” Gn 3:12 – Então, disse o homem: A mulher que me deste por esposa, ela me deu da árvore, e eu comi. Gn 3:13 – “Disse o SENHOR Deus à mulher: Que é isso que fizeste? Respondeu a mulher: A serpente me enganou, e eu comi.” Gn 3:16 – “E à mulher disse: Multiplicarei sobremodo os sofrimentos da tua gravidez; em meio de dores darás à luz filhos; o teu desejo será para o teu marido, e ele te governará.” Gn 3:17-19 – “17 E a Adão disse: Visto que atendeste a voz de tua mulher e comeste da árvore que eu te ordenara não comesses, maldita é a terra por tua causa; em fadigas obterás dela o sustento durante os dias de tua vida. 18 Ela produzirá também cardos e abrolhos, e tu comerás a erva do campo. 19 No suor do rosto comerás o teu pão, até que tornes à terra, pois dela foste formado; porque tu és pó e ao pó tornarás.” ► Resp. 2. Culpa, vergonha e medo de Deus, que levou o ser humano a fugir do Senhor; negação da culpa e transferência da culpa para o outro; sofrimento na gravidez, domínio do homem sobre a mulher, maldição sobre a terra e fadiga no trabalho; perda de parte da qualidade da alimentação, espinhos, suor e morte. As vestes da inocência, o revestimento vindo de Deus, que os envolvia, desapareceu; e eles preencheram o lugar dessa roupagem celestial cosendo folhas de figueira que juntaram para fazer aventais. Esta é a vestimenta que os transgressores da Lei de Deus têm usado desde os dias da desobediência de Adão e Eva. Coseram folhas de figueira que juntaram para cobrir a sua nudez, causada pela transgressão. As folhas de figueira representam a roupagem usada para ocultar a desobediência. Quando o Senhor chama a atenção de homens e mulheres para a verdade, a confecção de aventais de folhas de figueira começará, para esconder a nudez da alma. Mas a nudez do pecador não fica coberta. Todos os argumentos reunidos por todos aqueles que se interessaram nesta obra trivial não darão em nada. Comentários de Ellen G. White, The SDA Bible Commentary, vol. 1, p. 1084. O pecado que conduz aos mais infelizes resultados, é o espírito frio, crítico, irreconciliável que caracteriza o farisaísmo. Quando a experiência religiosa é destituída de amor, aí não Se encontra Jesus; aí não está a luz de Sua presença. Nenhuma atarefada atividade ou zelo sem Cristo pode suprir a falta. Haverá talvez uma admirável percepção para descobrir os defeitos dos outros mas a todos quantos condescendem com esse espírito, Jesus diz: "Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho e, então, cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão." Mat. 7:5. Aquele que é culpado de erro, é o primeiro a suspeitar do erro. Condenando o outro, está ele procurando ocultar ou desculpar o mal do próprio coração. Foi por meio do pecado que os homens adquiriram o conhecimento do mal; tão depressa havia o primeiro par pecado, começaram a se acusar um ao outro e é isto que a natureza humana inevitavelmente fará, quando não se ache controlada pela graça de Cristo. O Maior Discurso de Cristo, p. 126. Apoie esse ministério:Apoie esse ministério: Banco Bradesco - Ag. 1991-7 - Conta Corrente 10.539-2 - Gerson Gomes RamosBanco Bradesco - Ag. 1991-7 - Conta Corrente 10.539-2 - Gerson Gomes Ramos
  • 4. Dúvidas; Opiniões; Sugestões: ramos@advir.comDúvidas; Opiniões; Sugestões: ramos@advir.com ❉ TERÇA, 28 DE JUNHO 2016 – INIMIZADE E EXPIAÇÃO ● Inimizade: A palavra inimizade, em hebraico, partilha a sua raiz com a palavra hebraica ódio e com a palavra inimigo. Ao comer da árvore da ciência do bem e do mal, o casal colocou-se, e colocou toda a Humanidade, em inimizade com Deus (veja Rom. 5:10; Col. 1:21; Tiago 4:4). (LES) ● Expiação: Heb. Kaphar; cobrir, purificar, fazer expiação, , fazer reconciliação, encobrir, pacificar, propiciar, (propiciação significa; tornar propício, amigo, favorável). (GGR) ► Perg. 3. Leia Gênesis 3:14 e 15. O que quer dizer Deus quando diz a Satanás: “Porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e a sua semente” (Gén. 3:15)? Que esperança encontramos aqui para nós mesmos? Gn 3:14-15, (ARA); 14 Então o Senhor Deus disse à serpente: Porquanto fizeste isso, maldita serás tu dentre todos os animais domésticos, e dentre todos os animais do campo; sobre o teu ventre andarás, e pó comerás todos os dias da tua vida. 15 Porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua descendência e a sua descendência; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar. ► Resp. 3. O Espírito de Deus colocaria no coração do Seu povo, representado pela mulher, inimizade contra Satanás, representado pela serpente; o ponto alto dessa hostilidade ocorreria na batalha entre a descendência da serpente, seguidores de Satanás, e o descendente da mulher, Jesus Cristo. Na cruz, Jesus venceu o diabo. Isso traz a nós também a esperança de vitória sobre o mal. A inimizade de Satanás contra a raça humana é avivada pelo motivo de serem as criaturas humanas, mediante Cristo, objeto de amor e misericórdia de Deus. Ele se empenha em subverter o plano divino para a redenção do homem, desfigurando e corrompendo a obra de Suas mãos, para lançar desonra a Deus; deseja dar origem a pesares no Céu e encher a Terra de desgraças e desolação. E aponta para todo este mal como resultado da obra de Deus ao criar o homem. É a graça que Cristo implanta na alma, que cria no homem a inimizade contra Satanás. Sem esta graça que converte, e este poder renovador, o homem continuaria cativo de Satanás, como servo sempre pronto a executar-lhe as ordens. Mas o novo princípio na alma cria o conflito onde até então houvera paz. O poder que Cristo comunica, habilita o homem a resistir ao tirano e usurpador. Quem quer que se ache a aborrecer o pecado em lugar de o amar, que resista a essas paixões que têm dominado interiormente e as vença, evidencia a operação de um princípio inteiramente de cima. O antagonismo que existe entre o espírito de Cristo e o de Satanás, revelou-se na maneira mui flagrante com que o mundo recebeu a Jesus. Não foi tanto porque Ele aparecesse sem riquezas, pompas, ou grandiosidade mundanas, que os judeus foram levados a rejeitá-Lo. Viam-no possuir poder que faria mais do que compensar a falta dessas vantagens exteriores. A pureza e santidade de Cristo, porém, valeram-Lhe o ódio dos ímpios. Sua vida de renúncia e impecável devotamento, era perpétua reprovação a um povo orgulhoso, sensual. Foi isto que provocou inimizade contra o Filho de Deus. Satanás e os anjos caídos uniram-se aos homens maus. Todas as energias da apostasia conspiraram contra o Campeão da verdade. É manifesta em relação aos seguidores de Cristo, a mesma inimizade demonstrada para com o Mestre. Quem quer que veja o caráter repelente do pecado, e na força do alto resista à tentação, certamente suscitará a ira de Satanás e de seus súditos. Ódio aos puros princípios da verdade, e opróbrio e perseguição a seus defensores, existirão enquanto houver pecado e pecadores. Os seguidores de Cristo e os servos de Satanás não podem harmonizar-se. O agravo da cruz não cessou. "Todos os que piamente querem viver em Cristo Jesus padecerão perseguições." II Tim. 3:12. Sob a direção de Satanás os seus agentes estão constantemente a trabalhar a fim de estabelecer a sua autoridade e erigir o seu reino em oposição ao governo de Deus. Com esse fito, procuram enganar os seguidores de Cristo e desviá-los de sua fidelidade. Semelhantes a seu chefe, interpretam mal e pervertem as Escrituras para realizar seu objetivo. Assim como Satanás se esforçou para lançar a ignomínia sobre Deus, seus agentes procuram fazer mal ao povo do Senhor. O espírito que matou a Cristo impele os ímpios a destruir Apoie esse ministério:Apoie esse ministério: Banco Bradesco - Ag. 1991-7 - Conta Corrente 10.539-2 - Gerson Gomes RamosBanco Bradesco - Ag. 1991-7 - Conta Corrente 10.539-2 - Gerson Gomes Ramos
  • 5. Dúvidas; Opiniões; Sugestões: ramos@advir.comDúvidas; Opiniões; Sugestões: ramos@advir.com Seus seguidores. Tudo isto está prefigurado naquela primeira profecia: "Porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e a sua semente." E isto continuará até ao final do tempo. O Grande Conflito, pp. 506-507. ► Perg. 4. O que revelam os seguintes textos acerca da expiação? Levítico 1:3 e 4; I Coríntios 5:7; I João 1:9. Lv 1:3-4, (ARA); 3 Se a sua oferta for holocausto de gado vacum, oferecerá ele um macho sem defeito; à porta da tenda da revelação o oferecerá, para que ache favor perante o Senhor. 4 Porá a sua mão sobre a cabeça do holocausto, e este será aceito a favor dele, para a sua expiação. 1Co 5:7-8, (ARA); 7 Expurgai o fermento velho, para que sejais massa nova, assim como sois sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, já foi sacrificado. 8 Pelo que celebremos a festa, não com o fermento velho, nem com o fermento da malícia e da corrupção, mas com os ázimos da sinceridade e da verdade. 1Jo 1:7-9, (ARA); 7 mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus seu Filho nos purifica de todo pecado. 8 Se dissermos que não temos pecado nenhum, enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós. 9 Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça. ► Resp. 4. A expiação exigia a oferta de um animal sem defeito. Cristo foi sacrificado para tirar de nossa vida o poder do fermento do pecado. Para receber o perdão, é preciso confessar os pecados. É a graça que Cristo implanta na alma que cria no homem a inimizade contra Satanás. Sem esta graça que converte, e este poder renovador, o homem continuaria cativo de Satanás, como servo sempre pronto a executar as suas ordens. Mas este novo princípio cria conflito na alma onde até então tinha havido paz. O poder que Cristo comunica dá ao homem a possibilidade de resistir ao tirano e usurpador. Quem quer que aborreça o pecado em vez de o amar, que resista a essas paixões que o têm dominado interiormente e as vença, demonstra a ação de um princípio inteiramente celestial. – O Grande Conflito, p. 422 (Ed. P. SerVir). “Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo, para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda a injustiça.” I João 1:9. As condições para se alcançar misericórdia de Deus são simples e razoáveis. O Senhor não requer que façamos alguma coisa dolorosa para recebermos o perdão. Não precisamos de fazer longas e exaustivas peregrinações ou de praticar dolorosas penitências para nos entregarmos ao Deus do Céu ou para expiarmos a nossa transgressão. Aquele que “confessa e deixa” os seus pecados “alcançará misericórdia”. Prov. 28:13. Nos tribunais do Céu, Cristo está a interceder pela Sua Igreja – advogando a causa daqueles cujo preço da redenção Ele pagou com o Seu próprio sangue. Séculos e eras nunca poderão diminuir a eficácia do Seu sacrifício expiatório. Nem a morte, nem a vida, altura ou profundidade, nada nos poderá separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus. Não porque a Ele nos agarremos com firmeza, mas porque Ele nos segura com a Sua forte mão. Se a nossa salvação dependesse dos nossos próprios esforços, não nos poderíamos salvar. Mas ela depende de Alguém que está por detrás de todas as promessas. A nossa união a Ele pode ser débil, mas o Seu amor é como o de um irmão mais velho. Enquanto nos mantivermos unidos com Ele, ninguém nos pode arrancar da Sua mão. – Atos dos Apóstolos, p. 395 (Ed. P. SerVir). ❉ QUARTA, 29 DE JUNHO 2016 – RESTAURAÇÃO EM JESUS No princípio disse Deus: "Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança." Gên. 1:26. Mas o pecado tem quase obliterado a imagem moral de Deus nos seres humanos. Jesus desceu ao nosso mundo para que pudesse dar-nos um exemplo vivo, para que pudéssemos saber como viver e como guardar os caminhos do Senhor. Ele era a imagem do Pai. Seu belo e imaculado caráter está diante de nós como exemplo para que o imitemos. Devemos estudar, copiar e seguir a Jesus Cristo, e então traremos para o nosso caráter a Apoie esse ministério:Apoie esse ministério: Banco Bradesco - Ag. 1991-7 - Conta Corrente 10.539-2 - Gerson Gomes RamosBanco Bradesco - Ag. 1991-7 - Conta Corrente 10.539-2 - Gerson Gomes Ramos
  • 6. Dúvidas; Opiniões; Sugestões: ramos@advir.comDúvidas; Opiniões; Sugestões: ramos@advir.com Sua amabilidade e beleza. Ao fazê-lo, estaremos diante de Deus por meio da fé, conquistando de volta, pelo conflito com os poderes das trevas, o poder do autocontrole, o amor de Deus que Adão perdeu. Manuscrito 6a, 1886 (Sermons and Talks, vol. 1, págs. 31-34). ► Perg. 5. Leia Gálatas 4:19. Independentemente das suas preocupações imediatas, que lição espiritual importante está Paulo a tirar aqui? Gl 4:19-20, (ARA); 19 Meus filhinhos, por quem de novo sinto as dores de parto, até que Cristo seja formado em vós; 20 eu bem quisera estar presente convosco agora, e mudar o tom da minha voz; porque estou perplexo a vosso respeito. ► Resp. 5. A restauração espiritual acontece quando Cristo é formado em nosso coração. Para isso, é preciso haver renúncia do egoísmo, do orgulho e do pecado. A pessoa que olha continuamente para Jesus verá o Seu abnegado amor e profunda humildade, e seguirá o Seu exemplo. O coração precisa ser purificado de todo orgulho, ambição, falsidade, ódio e egoísmo. Em muitas pessoas, esses maus traços são parcialmente subjugados, mas não completamente desarraigados do coração. Em circunstâncias favoráveis, tornam a brotar e se transformam em rebelião contra Deus. Isso constitui um terrível perigo. Poupar algum pecado é acalentar um inimigo que só está à espera de um momento de descuido para causar a nossa ruína. ... A graça divina é nossa única esperança. Testimonies, vol. 5, págs. 173-175. A pessoa que está imbuída do amor de Jesus… gosta de pensar em Jesus, e contemplando-O será transformada à Sua semelhança. Cristo é formado no interior, a esperança da glória. A sua confiança aumenta… e o seu amor aprofunda-se e amplia-se à medida que tem a certeza de que permanece em Cristo, e Cristo nele. … E podemos olhar a Jesus em busca da mais terna simpatia, e ser animados a perseverar, pondo toda a confiança nAquele que disse: “Tende bom ânimo; eu venci o mundo.” João 16:33. – Filhos e Filhas de Deus (Meditações Matinais), p. 310. A verdadeira, vigorosa alegria da alma começa quando Cristo é formado no interior, a esperança da glória. Se escolherem agora a senda em que Deus conduz, e forem avante aonde a voz do dever chamar, as dificuldades que Satanás tem ampliado aos vossos olhos desaparecerão. Nenhum caminho é seguro a não ser aquele que se torna mais claro e firme à medida que nele prosseguimos. O pé pode às vezes deslizar na trilha mais garantida. Para andar sem temor, precisam de saber que a vossa mão está firmemente segura pela mão de Cristo. Não devem pensar nem por um momento que não há perigo para vocês. Os mais sábios cometem erros. Os mais fortes falham por vezes. Os imprudentes, confiantes neles mesmos, teimosos e orgulhosos, que avançam sem dar atenção por veredas proibidas, lisonjeando-se de que podem mudar de direção quando lhes aprouver, caminham por uma senda de precipícios. Eles podem recuperar-se de uma queda, de um erro cometido por eles, mas quantos dão um passo em falso que demonstra ser a sua eterna ruína! – Mensagens Escolhidas, vol. 2, p. 169. ❉ QUINTA, 30 DE JUNHO 2016 – O PAPEL RESTAURADOR DA IGREJA ► Perg. 6. Leia em Marcos 2:1-12 a história de como alguns amigos persistentemente trabalharam juntos para levar um paralítico a Jesus. Em que aspetos esta história ilustra o papel da Igreja na cura e na restauração das pessoas? Mc 2:1-12, (KJA); 1 Chegando de novo em Cafarnaum, depois de alguns dias, o povo ficou sabendo que ele estava em casa. 2 E foram tantos os que se aglomeraram ali, que já não havia lugar nem à porta; e Ele lhes pregava a Palavra. 3 Vieram trazer-lhe um paralítico, carregado por quatro homens. 4 Não conseguindo levá-lo até Jesus, por causa da multidão, removeram parte da cobertura sobre o lugar onde estava Jesus e, por essa abertura no teto, baixaram a maca na qual se achava deitado o paralítico. 5 Observando a fé que eles demonstravam, declarou Jesus ao paralítico: “Filho! Estão perdoados de ti os pecados”. 6 Apoie esse ministério:Apoie esse ministério: Banco Bradesco - Ag. 1991-7 - Conta Corrente 10.539-2 - Gerson Gomes RamosBanco Bradesco - Ag. 1991-7 - Conta Corrente 10.539-2 - Gerson Gomes Ramos
  • 7. Dúvidas; Opiniões; Sugestões: ramos@advir.comDúvidas; Opiniões; Sugestões: ramos@advir.com Entretanto, alguns dos mestres da lei que por ali estavam sentados, julgaram em seu íntimo: 7 “Como pode esse homem falar desse modo? Está blasfemando! Quem afinal pode perdoar pecados, a não ser exclusivamente Deus?” 8 Jesus imediatamente percebeu em seu espírito que era isso o que eles estavam urdindo e lhes questionou: “Por que cogitais desta maneira em vossos corações? 9 O que é mais fácil dizer ao paralítico: ‘Estão perdoados de ti os pecados’, ou falar: ‘Levanta-te, toma a tua maca e sai andando’? 10 Todavia, para que saibais que o Filho do homem tem na terra autoridade para perdoar pecados...” - dirigiu-se ao paralítico - 11 “Eu te ordeno: Levanta-te, toma tua maca e vai para tua casa”. 12 Então, ele se levantou e, no mesmo instante, tomando sua maca saiu andando à frente de todos, que, estupefatos, glorificaram a Deus, exclamando: “Nunca vimos nada semelhante a isto!” ► Resp. 6. Os membros da igreja precisam ter sensibilidade para perceber os paralíticos ao seu redor e identificar aqueles que precisam da cura que Cristo oferece. E precisam de amor para atuar como carregadores de paralíticos. Repetidamente procuraram os condutores do paralítico abrir caminho por entre a multidão, mas em vão. O enfermo olhava em derredor de si com indizível angústia. Quando o tão ansiado socorro tão perto estava, como poderia renunciar à esperança? Por sugestão sua, os amigos o levaram ao telhado e, abrindo um buraco no teto, baixaram-no aos pés de Jesus. O Desejado de Todas as Nações. p. 268. A obra de Cristo em favor do paralítico é uma ilustração da maneira por que devemos trabalhar. Por meio dos amigos ouvira ele falar de Jesus, e pedira para ser levado à presença do Poderoso Restaurador. Testemunhos Seletos, vol. 2, pág. 491. ► Perg. 7. Como é que o apóstolo João descreve a razão pela qual Cristo apareceu nesta Terra? Que esperança podemos retirar dessas promessas? Leia João 10:10; I João 3:8. Jo 10:10, (ARA); 10 O ladrão não vem senão para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância. 1Jo 3:8-9, (KJA); 8 Aquele que vive habitualmente no pecado é do Diabo, pois o Diabo peca desde o princípio. Para isto, o Filho de Deus se manifestou: para destruir as obras do Diabo. ► Resp. 7. Para trazer vida plena ao pecador, e para destruir as obras do diabo, as quais produzem infelicidade e destruição da vida. Todos os que recebem no coração a mensagem do Evangelho, almejarão proclamá-la. O amor de Cristo, de origem celestial, precisa de encontrar expressão. Os que se revestiram de Cristo relatarão a sua experiência, descobrindo passo a passo a direção do Espírito Santo – a sua sede e a fome de conhecimento de Deus e de Jesus Cristo, a Quem enviou, o resultado de esquadrinhar as Escrituras, as suas orações, a sua agonia de alma e as palavras de Cristo para eles: “Teus pecados te são perdoados.” É antinatural que qualquer pessoa mantenha em segredo estas coisas; e quem está possuído do amor de Cristo não o fará. Na mesma proporção em que o Senhor os tornou depositários da verdade sagrada, será o seu desejo que outros recebam a mesma bênção. Divulgando os ricos tesouros da graça de Deus, ser-lhes-á concedido mais e mais da graça de Cristo. Terão o coração de uma criancinha na sua simplicidade e obediência irrestrita. A sua alma almejará a santidade e ser-lhes-á revelado sempre mais dos tesouros da verdade e da graça, para serem dados ao mundo. Parábolas de Jesus, p. 125. Cristo tornou-Se um com a Humanidade, para que a Humanidade se tornasse uma com Ele, em espírito e vida. Em virtude desta união, em obediência à Palavra de Deus, a Sua vida torna-se na vida deles. … O mesmo poder que ressuscitou Cristo de entre os mortos, erguerá a Sua Igreja, glorificando-a com Ele, acima de todos os principados, de todas as potestades, acima de todo o nome que se nomeia, não só neste mundo mas também no mundo por vir. A vitória dos santos que dormem será gloriosa, na manhã da ressurreição. – Minha Consagração Hoje (Meditações Matinais, 1989/1953), p. 276. Apoie esse ministério:Apoie esse ministério: Banco Bradesco - Ag. 1991-7 - Conta Corrente 10.539-2 - Gerson Gomes RamosBanco Bradesco - Ag. 1991-7 - Conta Corrente 10.539-2 - Gerson Gomes Ramos