SlideShare uma empresa Scribd logo
A CRIAÇÃO DOS CÉUS E DA TERRA
Prof. ELSON JP LOUREIRO
TEXTO ÁUREO
“Pela fé, entendemos que os
mundos, pela palavra de Deus,
foram criados; de maneira que
aquilo que se vê não foi feito do que
é aparente” (Hb 11.3).
VERDADE PRÁTICA
A primeira grande verdade da Bíblia
é que Deus criou os Céus, a Terra e
o ser humano.
E A TERRA ERA SEM FORMA E VAZIA
OBRA SUPREMA DE DEUS
O PROCESSO DA CRIAÇÃO
• LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
• Salmos 104.1-14.
INTRODUÇÃO
• O livro de Gênesis não é uma alegoria, por
isso, é imprescindível que consideremos a
narrativa da criação um fato histórico; algo
que aconteceu exatamente como está
escrito.
• Tendo em vista este parâmetro, estudemos,
agora, a Doutrina da Criação.
• Comecemos por definir o Criacionismo
Bíblico.
I. O CRIACIONISMO BÍBLICO
1. Definição. O Criacionismo Bíblico é a doutrina
segundo a qual Deus criou a partir do caos, com sua
Palavra, tudo quanto existe: os Céus, a Terra, os reinos
vegetal e animal, e finalmente o ser humano (Hb 11.3).
2. Fundamentos. O Criacionismo fundamenta-se na
Bíblia Sagrada, na manifestação silenciosa da natureza e
nas observações e estudos que dela fazemos (Rm 1.20; Sl
119.1-6).
3. Objetivos. Três são os objetivos do Criacionismo:
1) Mostrar que Deus é o Criador de todas as coisas;
2) Demonstrar que, por criar tudo quanto existe, tudo
lhe pertence; e
3) Levar-nos a adorá-lo como nosso Criador e Senhor.
OPOSIÇÃO AO CRIACIONISMO EVOLUCIONISMO
Evolucionismo. O evolucionismo ensina que a matéria é eterna,
preexistente. A partir daí, mediante processos naturais e por
transformação gradual, os seres passaram a existir. Propõe uma
visão determinista, na qual o meio torna-se o selecionador da
melhor variedade dentre os seres. Entretanto, essa teoria é
simplesmente uma hipótese sem evidência científica. Não há
nenhuma evidência, nem sequer no registro geológico, a apoiar a
teoria de que um tipo de ser vivente já evoluiu doutro tipo. Pelo
contrário, as evidências existentes apoiam a declaração da Bíblia,
que Deus criou cada criatura vivente “conforme a sua espécie”
(Gn 1:21,24,25).
Segundo o método científico, toda conclusão deve basear-se em
evidências incontestáveis, oriundas de experiências que podem
ser reproduzidas em qualquer laboratório. No entanto, nenhuma
experiência foi idealizada, nem poderá sê-lo, para testar e
comprovar teorias em torno da origem da matéria a partir de um
hipotético “grande estrondo”, ou do desenvolvimento gradual dos
seres vivos, a partir das formas mais simples às mais complexas.
A criação dos céus, e da terr
II. A CRIAÇÃO DO TEMPO, DO ESPAÇO E DA LUZ
• Entre os versículos um e três do primeiro capítulo de
Gênesis há um intervalo indefinido, no qual Deus criou
o tempo, o espaço, os Céus e os anjos e, finalmente, a
Terra ainda informe.
• 1. O tempo. Embora a Bíblia não o diga, podemos
afirmar que a primeira coisa que Deus criou foi o
tempo. Isto porque a obra divina, embora concebida na
eternidade, somente poderia ser consumada no âmbito
temporal. Só o Criador é eterno. A criação acha-se
sujeita ao tempo, requerendo as intervenções e
cuidados divinos (Sl 104.5).
• 2. O espaço. O que é o espaço? Podemos defini-lo
como o tecido cósmico que Deus criou para colocar os
corpos celestes. Portanto, o espaço também é criação
divina.
• 3. Os Céus e os anjos. Os Céus, a morada de Deus,
também foram criados num contexto espaço-
temporal, por uma razão bastante simples: embora
não pertençam à nossa dimensão, são um lugar bem
real. É para lá que as almas dos justos são
encaminhadas.
• Após a criação dos Céus, Deus chamou à existência os
seus anjos através do sopro de sua boca (Sl 33.6). E
assim, o Senhor neles infundiu, também, a sua
imagem e semelhança.
• 4. A Terra ainda informe. Deus formou a Terra antes
dos seis dias da criação. A princípio, informe e vazia,
seria modelada pelo Espírito de Deus até que viesse a
adquirir a forma atual (Gn 1.2).
A SEQUENCIA DIVINA DA CRIAÇÃO
Os dias da criação:
No princípio criou Deus o céu e
a terra.
E a terra era sem forma e vazia;
e havia trevas sobre a face do
abismo; e o Espírito de Deus se
movia sobre a face das
águas.(Gênesis 1:1,2)
III. A ORDENAÇÃO DA TERRA
1. O Espírito Santo na criação. O Espírito Santo pairou
sobre as águas (Gn 1.2). Ele esteve presente e
desempenhou um papel ativo na obra da criação. O
que vemos pelo relato bíblico é que a cada dia, Deus
fez uma tarefa diferente, mas ordenada, para que a
vida fosse possível em nosso planeta.
2. Tarefas ordenadas. Em sua obra a cada dia, Deus
agiu de forma bem específica, organizando o cenário
em que seria colocada a vida em nosso planeta.
Primeiro Ele preparou o mundo para receber os seres
vivos, depois os criou. Ele primeiro criou o ambiente
em que viveríamos, para depois nos criar.
A LUZ
IV. A CRIAÇÃO DA LUZ
• 1. E houve luz. A criação da luz, no primeiro dia do
Universo, é carregada de significados (Gn 1.3).
Embora o Criador dela não precisasse, a criação a
reclamava (Sl 139.12).
• Sem luz, a vida seria impossível.
• 2. A luz inicial. A luz de Gênesis 1.3 não era
proveniente do Sol, pois este só viria a ser criado
no quarto dia. Ela provinha do próprio Deus.
• Luz semelhante, porém mais gloriosa, haverá na
Jerusalém Celeste (Ap 22.5).
SEM ELA NÃO HAVERIA VIDA
SEPARAÇÃO DAS ÁGUAS
V – SEPARAÇÃO DAS ÁGUAS
• 1. Separando as águas. Deus não criou a Terra
para ser um caos, mas para servir-nos de
habitação (Is 45.18). Por isso, no terceiro dia da
Criação, separou as águas que se achavam abaixo
e acima do firmamento (Gn 1.6-10).
• 2. A criação da atmosfera. Foi ainda no terceiro
dia que Deus criou o firmamento; e, com este, a
atmosfera terrestre, para que a vida se tornasse
possível.
CRIAÇÃO DO REINO VEGETAL
V. CRIAÇÃO DO REINO VEGETAL
• VI. A CRIAÇÃO DO REINO VEGETAL 3º. DIA
1. O reino vegetal. Para que os animais, que só
seriam criados no quinto e no sexto dias, pudessem
se alimentar, o Senhor, já no terceiro dia da criação,
fez brotar as relvas, as ervas e as árvores (Gn 1.11-
13). Em sua obra, Deus mostrou-se em tudo
perfeito e metódico. Seu cronograma foi
rigorosamente cumprido (Sl 86.8).
2. As possibilidades do reino vegetal. Deus
ordenou que o reino vegetal produzisse ervas,
plantas e árvores frutíferas, para que pudessem se
multiplicar segundo a sua espécie (Gn 1.11,12).
O REINO ANIMAL
VIII. A CRIAÇÃO DO REINO ANIMAL
Somente depois de o ambiente natural estar devidamente
aparelhado é que Deus criou, no quinto e sexto dias, os
animais aquáticos, alados e terrestres. O Criador agiu de
forma sábia em seus intentos.
1. Quinto dia. No quinto dia, Deus criou os grandes animais
marinhos e os peixes; em seguida, as aves (Gn 1.20,21). Ato
contínuo, ordenou-lhes: “Frutificai, e multiplicai-vos, e
enchei as águas nos mares; e as aves se multipliquem na
terra” (Gn 1.22).
2. Sexto dia. No sexto dia, Deus criou os animais selvagens e
os domésticos (Gn 1.24,25). No que tange aos animais, há
uma espantosa variedade de espécies entre eles e, ao
mesmo tempo, uma cadeia maravilhosa que os identifica (Sl
104.24). Observemos, por exemplo, a família dos felinos. Vai
desde o gatinho até ao leão, rei dos animais. No sexto dia,
Deus criou também o homem, e assim deu início à
humanidade.
CONCLUSÃO
• Deus não se limitou a criar os Céus, a Terra, os animais e o ser
humano.
• Fazendo-se presente em sua obra, mas sem confundir-se com
esta, Ele se mostra presente e soberano em todas as coisas.
Não estamos sozinhos neste mundo.
• ELE CRIOU O UNIVERSO, o Céu, a Lua e as estrelas.
• Lucas 12:6
• Não se costuma vender cinco pardais por duas pequenas
moedas? Entretanto, nenhum deles deixa de receber o cuidado
de Deus.7Portanto, até os fios de cabelo da vossa cabeça estão
todos contados. Não temais! Valeis muito mais do que milhares
de pardais. Testemunhe sua fé ao mundo
• O Pai Celeste zela por nós, creia nisso, neste exato momento
Ele está te olhando.
• AMEM?
Deus Tomará Conta de Tí (hino 61)Harpa Cristã
Em todo o tempo, irmão, o SenhorT omará conta de ti.
Cristo, que fala de vida e amor,T omará conta de ti.
Deus tomará conta de ti,
Deus tomará conta de ti, NEle descansa, sempre
aqui,Pois tem cuidado Deus, de ti.
Em toda prova, irmão, o SenhorTomará conta de ti.
Cristo, que é teu amado Pastor,Tomará conta de ti.
Em toda parte, irmão, o Senhor Tomará conta de ti.
Cristo, que nos dá poder e valor, Tomará conta de ti.
Chegando a morte, irmão, o SenhorTomará conta de ti.
Cristo será teu fiel condutor:Tomará conta de ti.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Avivamento
AvivamentoAvivamento
Conhecendo a salvação
Conhecendo a salvaçãoConhecendo a salvação
Conhecendo a salvação
Josue Lima
 
Lição 1 - Inspiração Divina e Autoridade da Bíblia
Lição 1 - Inspiração Divina e Autoridade da BíbliaLição 1 - Inspiração Divina e Autoridade da Bíblia
Lição 1 - Inspiração Divina e Autoridade da Bíblia
Éder Tomé
 
Estudo Bíblico 2 - A Criação
Estudo Bíblico 2 - A CriaçãoEstudo Bíblico 2 - A Criação
Estudo Bíblico 2 - A Criação
João Carlos
 
Bibliologia - Cânon biblico
Bibliologia - Cânon biblicoBibliologia - Cânon biblico
Bibliologia - Cânon biblico
RODRIGO FERREIRA
 
7 selos do apocalipse
7 selos do apocalipse7 selos do apocalipse
7 selos do apocalipse
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
Estudo biblia
Estudo bibliaEstudo biblia
Estudo biblia
Jocarli Junior
 
32. O Profeta Ezequiel
32. O Profeta Ezequiel32. O Profeta Ezequiel
32. O Profeta Ezequiel
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
LIVROS HISTÓRICOS (AULA 02 - BÁSICO - IBADEP)
LIVROS HISTÓRICOS (AULA 02 - BÁSICO - IBADEP)LIVROS HISTÓRICOS (AULA 02 - BÁSICO - IBADEP)
LIVROS HISTÓRICOS (AULA 02 - BÁSICO - IBADEP)
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
Lição 8 - Transgênero - Que Transrealidade é Essa.pptx
Lição 8 - Transgênero - Que Transrealidade é Essa.pptxLição 8 - Transgênero - Que Transrealidade é Essa.pptx
Lição 8 - Transgênero - Que Transrealidade é Essa.pptx
Celso Napoleon
 
LIÇÃO 01 - O EVANGELHO SEGUNDO LUCAS
LIÇÃO 01 - O EVANGELHO SEGUNDO LUCASLIÇÃO 01 - O EVANGELHO SEGUNDO LUCAS
LIÇÃO 01 - O EVANGELHO SEGUNDO LUCAS
Polícia Militar do Estado do Tocantins
 
Curso de Bibliologia
Curso de BibliologiaCurso de Bibliologia
Curso de Bibliologia
Sergio Silva
 
O livro de êxodo e o cativeiro de Israel no Egito
O livro de êxodo e o cativeiro de Israel no EgitoO livro de êxodo e o cativeiro de Israel no Egito
O livro de êxodo e o cativeiro de Israel no Egito
Moisés Sampaio
 
Introdução bíblica
Introdução bíblicaIntrodução bíblica
Introdução bíblica
Alípio Vallim
 
Panorama do Antigo Testamento - aula 2
Panorama do Antigo Testamento - aula 2Panorama do Antigo Testamento - aula 2
Panorama do Antigo Testamento - aula 2
Juarez Sobrenome
 
Lição 3 O Avivamento no Novo Testamento.pptx
Lição 3 O Avivamento no Novo Testamento.pptxLição 3 O Avivamento no Novo Testamento.pptx
Lição 3 O Avivamento no Novo Testamento.pptx
Celso Napoleon
 
Slides Licao 1, O Avivamento Espiritual, 1Tr23, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Licao 1, O Avivamento Espiritual, 1Tr23, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxSlides Licao 1, O Avivamento Espiritual, 1Tr23, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Licao 1, O Avivamento Espiritual, 1Tr23, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Igreja Evangélica Assembleia de Deus Celebrando o Rei
 
Introdução Bíblica
Introdução BíblicaIntrodução Bíblica
Introdução Bíblica
Viva a Igreja
 
10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Slides Lição 6, CPAD, Pais Zelosos e Filhos Rebeldes, 2Tr23, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 6, CPAD, Pais Zelosos e Filhos Rebeldes, 2Tr23, Pr Henrique.pptxSlides Lição 6, CPAD, Pais Zelosos e Filhos Rebeldes, 2Tr23, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 6, CPAD, Pais Zelosos e Filhos Rebeldes, 2Tr23, Pr Henrique.pptx
Igreja Evangélica Assembleia de Deus Celebrando o Rei
 

Mais procurados (20)

Avivamento
AvivamentoAvivamento
Avivamento
 
Conhecendo a salvação
Conhecendo a salvaçãoConhecendo a salvação
Conhecendo a salvação
 
Lição 1 - Inspiração Divina e Autoridade da Bíblia
Lição 1 - Inspiração Divina e Autoridade da BíbliaLição 1 - Inspiração Divina e Autoridade da Bíblia
Lição 1 - Inspiração Divina e Autoridade da Bíblia
 
Estudo Bíblico 2 - A Criação
Estudo Bíblico 2 - A CriaçãoEstudo Bíblico 2 - A Criação
Estudo Bíblico 2 - A Criação
 
Bibliologia - Cânon biblico
Bibliologia - Cânon biblicoBibliologia - Cânon biblico
Bibliologia - Cânon biblico
 
7 selos do apocalipse
7 selos do apocalipse7 selos do apocalipse
7 selos do apocalipse
 
Estudo biblia
Estudo bibliaEstudo biblia
Estudo biblia
 
32. O Profeta Ezequiel
32. O Profeta Ezequiel32. O Profeta Ezequiel
32. O Profeta Ezequiel
 
LIVROS HISTÓRICOS (AULA 02 - BÁSICO - IBADEP)
LIVROS HISTÓRICOS (AULA 02 - BÁSICO - IBADEP)LIVROS HISTÓRICOS (AULA 02 - BÁSICO - IBADEP)
LIVROS HISTÓRICOS (AULA 02 - BÁSICO - IBADEP)
 
Lição 8 - Transgênero - Que Transrealidade é Essa.pptx
Lição 8 - Transgênero - Que Transrealidade é Essa.pptxLição 8 - Transgênero - Que Transrealidade é Essa.pptx
Lição 8 - Transgênero - Que Transrealidade é Essa.pptx
 
LIÇÃO 01 - O EVANGELHO SEGUNDO LUCAS
LIÇÃO 01 - O EVANGELHO SEGUNDO LUCASLIÇÃO 01 - O EVANGELHO SEGUNDO LUCAS
LIÇÃO 01 - O EVANGELHO SEGUNDO LUCAS
 
Curso de Bibliologia
Curso de BibliologiaCurso de Bibliologia
Curso de Bibliologia
 
O livro de êxodo e o cativeiro de Israel no Egito
O livro de êxodo e o cativeiro de Israel no EgitoO livro de êxodo e o cativeiro de Israel no Egito
O livro de êxodo e o cativeiro de Israel no Egito
 
Introdução bíblica
Introdução bíblicaIntrodução bíblica
Introdução bíblica
 
Panorama do Antigo Testamento - aula 2
Panorama do Antigo Testamento - aula 2Panorama do Antigo Testamento - aula 2
Panorama do Antigo Testamento - aula 2
 
Lição 3 O Avivamento no Novo Testamento.pptx
Lição 3 O Avivamento no Novo Testamento.pptxLição 3 O Avivamento no Novo Testamento.pptx
Lição 3 O Avivamento no Novo Testamento.pptx
 
Slides Licao 1, O Avivamento Espiritual, 1Tr23, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Licao 1, O Avivamento Espiritual, 1Tr23, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxSlides Licao 1, O Avivamento Espiritual, 1Tr23, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Licao 1, O Avivamento Espiritual, 1Tr23, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
 
Introdução Bíblica
Introdução BíblicaIntrodução Bíblica
Introdução Bíblica
 
10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué
 
Slides Lição 6, CPAD, Pais Zelosos e Filhos Rebeldes, 2Tr23, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 6, CPAD, Pais Zelosos e Filhos Rebeldes, 2Tr23, Pr Henrique.pptxSlides Lição 6, CPAD, Pais Zelosos e Filhos Rebeldes, 2Tr23, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 6, CPAD, Pais Zelosos e Filhos Rebeldes, 2Tr23, Pr Henrique.pptx
 

Semelhante a A criação dos céus, e da terr

EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 2 A criação dos céus e da te...
EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 2 A criação dos céus e da te...EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 2 A criação dos céus e da te...
EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 2 A criação dos céus e da te...
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Lição 2 a criação dos céus e da terra
Lição 2   a criação dos céus e da terraLição 2   a criação dos céus e da terra
Lição 2 a criação dos céus e da terra
Andrew Guimarães
 
ESTUDO BÍBLICO (EB - 3) GÊNESIS 2.2-4 | O SÉTIMO DIA
ESTUDO BÍBLICO (EB - 3) GÊNESIS 2.2-4 | O SÉTIMO DIAESTUDO BÍBLICO (EB - 3) GÊNESIS 2.2-4 | O SÉTIMO DIA
ESTUDO BÍBLICO (EB - 3) GÊNESIS 2.2-4 | O SÉTIMO DIA
JosEdmlsonSLourenoJu
 
02-acriaodoscusedaterra-151008025003-lva1-app6892 (1).pdf
02-acriaodoscusedaterra-151008025003-lva1-app6892 (1).pdf02-acriaodoscusedaterra-151008025003-lva1-app6892 (1).pdf
02-acriaodoscusedaterra-151008025003-lva1-app6892 (1).pdf
YasminPereiradeSanta
 
4º trimestre 2015 lição 02 adultos
4º trimestre 2015 lição 02 adultos4º trimestre 2015 lição 02 adultos
4º trimestre 2015 lição 02 adultos
Joel Silva
 
2 panorama do at - genesis criacao ate adao
2   panorama do at - genesis criacao ate adao2   panorama do at - genesis criacao ate adao
2 panorama do at - genesis criacao ate adao
PIB Penha
 
2015 4º trimestre adultos lição 02.pptx
2015 4º trimestre adultos lição 02.pptx2015 4º trimestre adultos lição 02.pptx
2015 4º trimestre adultos lição 02.pptx
Joel Silva
 
4º trimestre 2015 lição 02 adultos
4º trimestre 2015 lição 02 adultos4º trimestre 2015 lição 02 adultos
4º trimestre 2015 lição 02 adultos
Joel Silva
 
LIÇÃO 02 - A CRIAÇÃO DOS CÉUS E DA TERRA
LIÇÃO 02 - A CRIAÇÃO DOS CÉUS E DA TERRALIÇÃO 02 - A CRIAÇÃO DOS CÉUS E DA TERRA
LIÇÃO 02 - A CRIAÇÃO DOS CÉUS E DA TERRA
Lourinaldo Serafim
 
genesis: A Compreensão sobre a criação (Afonso David Manjate).ppt
genesis: A Compreensão sobre a criação (Afonso David Manjate).pptgenesis: A Compreensão sobre a criação (Afonso David Manjate).ppt
genesis: A Compreensão sobre a criação (Afonso David Manjate).ppt
Afonsodvd2
 
A Criação dos Céus e da Terra - Lição 02 - 4°Trimestre 2015
A Criação dos Céus e da Terra - Lição 02 - 4°Trimestre 2015A Criação dos Céus e da Terra - Lição 02 - 4°Trimestre 2015
A Criação dos Céus e da Terra - Lição 02 - 4°Trimestre 2015
Pr. Andre Luiz
 
A CRIAÇÃO
A CRIAÇÃOA CRIAÇÃO
A CRIAÇÃO
Elvis Sobral
 
Jesus, Criador do céu e da Terra_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos
 Jesus, Criador do céu e da Terra_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos  Jesus, Criador do céu e da Terra_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos
Jesus, Criador do céu e da Terra_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos
Gerson G. Ramos
 
ESTUDO BÍBLICO (EB - 1) GENESIS 1.1-31 | CRIAÇÃO
ESTUDO BÍBLICO (EB - 1) GENESIS 1.1-31 | CRIAÇÃOESTUDO BÍBLICO (EB - 1) GENESIS 1.1-31 | CRIAÇÃO
ESTUDO BÍBLICO (EB - 1) GENESIS 1.1-31 | CRIAÇÃO
JosEdmlsonSLourenoJu
 
LIÇÃO 1 (ADULTOS) - GÊNESIS, O LIVRO DA CRIAÇÃO DIVINA
LIÇÃO 1 (ADULTOS) - GÊNESIS, O LIVRO DA CRIAÇÃO DIVINALIÇÃO 1 (ADULTOS) - GÊNESIS, O LIVRO DA CRIAÇÃO DIVINA
LIÇÃO 1 (ADULTOS) - GÊNESIS, O LIVRO DA CRIAÇÃO DIVINA
Natalino das Neves Neves
 
Genesis ate levitico atualizado ate 15042010
Genesis ate levitico   atualizado ate 15042010Genesis ate levitico   atualizado ate 15042010
Genesis ate levitico atualizado ate 15042010
teologiadaaplicabilidade
 
Genesis ate levitico atualizado ate 15042010
Genesis ate levitico   atualizado ate 15042010Genesis ate levitico   atualizado ate 15042010
Genesis ate levitico atualizado ate 15042010
dalto
 
Genesis ate levitico atualizado ate 15042010
Genesis ate levitico   atualizado ate 15042010Genesis ate levitico   atualizado ate 15042010
Genesis ate levitico atualizado ate 15042010
teologiadaaplicabilidade
 
HISTÓRIAS BÍBLICAS PARA CRIANÇAS - O LIVRO DE GÊNESISDisponível em: www.porta...
HISTÓRIAS BÍBLICAS PARA CRIANÇAS - O LIVRO DE GÊNESISDisponível em: www.porta...HISTÓRIAS BÍBLICAS PARA CRIANÇAS - O LIVRO DE GÊNESISDisponível em: www.porta...
HISTÓRIAS BÍBLICAS PARA CRIANÇAS - O LIVRO DE GÊNESISDisponível em: www.porta...
leitemel
 
Doutrina da Criação
Doutrina da CriaçãoDoutrina da Criação
Doutrina da Criação
RODRIGO FERREIRA
 

Semelhante a A criação dos céus, e da terr (20)

EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 2 A criação dos céus e da te...
EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 2 A criação dos céus e da te...EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 2 A criação dos céus e da te...
EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 2 A criação dos céus e da te...
 
Lição 2 a criação dos céus e da terra
Lição 2   a criação dos céus e da terraLição 2   a criação dos céus e da terra
Lição 2 a criação dos céus e da terra
 
ESTUDO BÍBLICO (EB - 3) GÊNESIS 2.2-4 | O SÉTIMO DIA
ESTUDO BÍBLICO (EB - 3) GÊNESIS 2.2-4 | O SÉTIMO DIAESTUDO BÍBLICO (EB - 3) GÊNESIS 2.2-4 | O SÉTIMO DIA
ESTUDO BÍBLICO (EB - 3) GÊNESIS 2.2-4 | O SÉTIMO DIA
 
02-acriaodoscusedaterra-151008025003-lva1-app6892 (1).pdf
02-acriaodoscusedaterra-151008025003-lva1-app6892 (1).pdf02-acriaodoscusedaterra-151008025003-lva1-app6892 (1).pdf
02-acriaodoscusedaterra-151008025003-lva1-app6892 (1).pdf
 
4º trimestre 2015 lição 02 adultos
4º trimestre 2015 lição 02 adultos4º trimestre 2015 lição 02 adultos
4º trimestre 2015 lição 02 adultos
 
2 panorama do at - genesis criacao ate adao
2   panorama do at - genesis criacao ate adao2   panorama do at - genesis criacao ate adao
2 panorama do at - genesis criacao ate adao
 
2015 4º trimestre adultos lição 02.pptx
2015 4º trimestre adultos lição 02.pptx2015 4º trimestre adultos lição 02.pptx
2015 4º trimestre adultos lição 02.pptx
 
4º trimestre 2015 lição 02 adultos
4º trimestre 2015 lição 02 adultos4º trimestre 2015 lição 02 adultos
4º trimestre 2015 lição 02 adultos
 
LIÇÃO 02 - A CRIAÇÃO DOS CÉUS E DA TERRA
LIÇÃO 02 - A CRIAÇÃO DOS CÉUS E DA TERRALIÇÃO 02 - A CRIAÇÃO DOS CÉUS E DA TERRA
LIÇÃO 02 - A CRIAÇÃO DOS CÉUS E DA TERRA
 
genesis: A Compreensão sobre a criação (Afonso David Manjate).ppt
genesis: A Compreensão sobre a criação (Afonso David Manjate).pptgenesis: A Compreensão sobre a criação (Afonso David Manjate).ppt
genesis: A Compreensão sobre a criação (Afonso David Manjate).ppt
 
A Criação dos Céus e da Terra - Lição 02 - 4°Trimestre 2015
A Criação dos Céus e da Terra - Lição 02 - 4°Trimestre 2015A Criação dos Céus e da Terra - Lição 02 - 4°Trimestre 2015
A Criação dos Céus e da Terra - Lição 02 - 4°Trimestre 2015
 
A CRIAÇÃO
A CRIAÇÃOA CRIAÇÃO
A CRIAÇÃO
 
Jesus, Criador do céu e da Terra_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos
 Jesus, Criador do céu e da Terra_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos  Jesus, Criador do céu e da Terra_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos
Jesus, Criador do céu e da Terra_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos
 
ESTUDO BÍBLICO (EB - 1) GENESIS 1.1-31 | CRIAÇÃO
ESTUDO BÍBLICO (EB - 1) GENESIS 1.1-31 | CRIAÇÃOESTUDO BÍBLICO (EB - 1) GENESIS 1.1-31 | CRIAÇÃO
ESTUDO BÍBLICO (EB - 1) GENESIS 1.1-31 | CRIAÇÃO
 
LIÇÃO 1 (ADULTOS) - GÊNESIS, O LIVRO DA CRIAÇÃO DIVINA
LIÇÃO 1 (ADULTOS) - GÊNESIS, O LIVRO DA CRIAÇÃO DIVINALIÇÃO 1 (ADULTOS) - GÊNESIS, O LIVRO DA CRIAÇÃO DIVINA
LIÇÃO 1 (ADULTOS) - GÊNESIS, O LIVRO DA CRIAÇÃO DIVINA
 
Genesis ate levitico atualizado ate 15042010
Genesis ate levitico   atualizado ate 15042010Genesis ate levitico   atualizado ate 15042010
Genesis ate levitico atualizado ate 15042010
 
Genesis ate levitico atualizado ate 15042010
Genesis ate levitico   atualizado ate 15042010Genesis ate levitico   atualizado ate 15042010
Genesis ate levitico atualizado ate 15042010
 
Genesis ate levitico atualizado ate 15042010
Genesis ate levitico   atualizado ate 15042010Genesis ate levitico   atualizado ate 15042010
Genesis ate levitico atualizado ate 15042010
 
HISTÓRIAS BÍBLICAS PARA CRIANÇAS - O LIVRO DE GÊNESISDisponível em: www.porta...
HISTÓRIAS BÍBLICAS PARA CRIANÇAS - O LIVRO DE GÊNESISDisponível em: www.porta...HISTÓRIAS BÍBLICAS PARA CRIANÇAS - O LIVRO DE GÊNESISDisponível em: www.porta...
HISTÓRIAS BÍBLICAS PARA CRIANÇAS - O LIVRO DE GÊNESISDisponível em: www.porta...
 
Doutrina da Criação
Doutrina da CriaçãoDoutrina da Criação
Doutrina da Criação
 

Mais de Elson Juvenal Pinto Loureiro

Qualidade nos relacionamentos na igreja -
Qualidade nos relacionamentos na igreja - Qualidade nos relacionamentos na igreja -
Qualidade nos relacionamentos na igreja -
Elson Juvenal Pinto Loureiro
 
INSTRUÇOES A IGREJA LOCAL E A LIDERANÇA
INSTRUÇOES A IGREJA LOCAL E A LIDERANÇAINSTRUÇOES A IGREJA LOCAL E A LIDERANÇA
INSTRUÇOES A IGREJA LOCAL E A LIDERANÇA
Elson Juvenal Pinto Loureiro
 
Lição 12 apresentação
Lição 12 apresentaçãoLição 12 apresentação
Lição 12 apresentação
Elson Juvenal Pinto Loureiro
 
Lição 7 o diluvio
Lição 7 o diluvioLição 7 o diluvio
Lição 7 o diluvio
Elson Juvenal Pinto Loureiro
 
Lição 3 criação do homem e da mulher b
Lição 3 criação do homem e da mulher bLição 3 criação do homem e da mulher b
Lição 3 criação do homem e da mulher b
Elson Juvenal Pinto Loureiro
 
Lição 3 criação do homem e da mulher
Lição 3 criação do homem e da mulherLição 3 criação do homem e da mulher
Lição 3 criação do homem e da mulher
Elson Juvenal Pinto Loureiro
 
Gênesis introdução ao livro
Gênesis introdução ao livroGênesis introdução ao livro
Gênesis introdução ao livro
Elson Juvenal Pinto Loureiro
 
Aprovados por deus lição 8 - 3 trim 2015 - Prof. ELSON LOUREIRO
Aprovados por deus lição 8 -  3 trim 2015 - Prof.  ELSON LOUREIROAprovados por deus lição 8 -  3 trim 2015 - Prof.  ELSON LOUREIRO
Aprovados por deus lição 8 - 3 trim 2015 - Prof. ELSON LOUREIRO
Elson Juvenal Pinto Loureiro
 
Oração e recomendação às mulheres cristãs
Oração e recomendação às mulheres cristãsOração e recomendação às mulheres cristãs
Oração e recomendação às mulheres cristãs
Elson Juvenal Pinto Loureiro
 
O evangelho da graça
O evangelho da graçaO evangelho da graça
O evangelho da graça
Elson Juvenal Pinto Loureiro
 
2a. versão mensagem a igreja local e a liderança
2a. versão mensagem a igreja local e a liderança2a. versão mensagem a igreja local e a liderança
2a. versão mensagem a igreja local e a liderança
Elson Juvenal Pinto Loureiro
 
A ultima ceia apresentação
A ultima ceia apresentaçãoA ultima ceia apresentação
A ultima ceia apresentação
Elson Juvenal Pinto Loureiro
 
Subsidios ao professor
Subsidios ao professorSubsidios ao professor
Subsidios ao professor
Elson Juvenal Pinto Loureiro
 
O nascimento de jesus 2
O nascimento de jesus  2O nascimento de jesus  2
O nascimento de jesus 2
Elson Juvenal Pinto Loureiro
 
A igreja e a lei de deus
A igreja e a lei de deusA igreja e a lei de deus
A igreja e a lei de deus
Elson Juvenal Pinto Loureiro
 
A igreja e a lei de deus
A igreja e a lei de deusA igreja e a lei de deus
A igreja e a lei de deus
Elson Juvenal Pinto Loureiro
 
10 mandamento não cobiçaras final
10 mandamento não cobiçaras  final10 mandamento não cobiçaras  final
10 mandamento não cobiçaras final
Elson Juvenal Pinto Loureiro
 
Previa da lição 10 mandamento não cobiçaras
Previa da lição  10  mandamento não cobiçarasPrevia da lição  10  mandamento não cobiçaras
Previa da lição 10 mandamento não cobiçaras
Elson Juvenal Pinto Loureiro
 
Não darás falso testemunho
Não darás falso testemunhoNão darás falso testemunho
Não darás falso testemunho
Elson Juvenal Pinto Loureiro
 
Apresentação tcc integração resumida
Apresentação tcc integração resumidaApresentação tcc integração resumida
Apresentação tcc integração resumida
Elson Juvenal Pinto Loureiro
 

Mais de Elson Juvenal Pinto Loureiro (20)

Qualidade nos relacionamentos na igreja -
Qualidade nos relacionamentos na igreja - Qualidade nos relacionamentos na igreja -
Qualidade nos relacionamentos na igreja -
 
INSTRUÇOES A IGREJA LOCAL E A LIDERANÇA
INSTRUÇOES A IGREJA LOCAL E A LIDERANÇAINSTRUÇOES A IGREJA LOCAL E A LIDERANÇA
INSTRUÇOES A IGREJA LOCAL E A LIDERANÇA
 
Lição 12 apresentação
Lição 12 apresentaçãoLição 12 apresentação
Lição 12 apresentação
 
Lição 7 o diluvio
Lição 7 o diluvioLição 7 o diluvio
Lição 7 o diluvio
 
Lição 3 criação do homem e da mulher b
Lição 3 criação do homem e da mulher bLição 3 criação do homem e da mulher b
Lição 3 criação do homem e da mulher b
 
Lição 3 criação do homem e da mulher
Lição 3 criação do homem e da mulherLição 3 criação do homem e da mulher
Lição 3 criação do homem e da mulher
 
Gênesis introdução ao livro
Gênesis introdução ao livroGênesis introdução ao livro
Gênesis introdução ao livro
 
Aprovados por deus lição 8 - 3 trim 2015 - Prof. ELSON LOUREIRO
Aprovados por deus lição 8 -  3 trim 2015 - Prof.  ELSON LOUREIROAprovados por deus lição 8 -  3 trim 2015 - Prof.  ELSON LOUREIRO
Aprovados por deus lição 8 - 3 trim 2015 - Prof. ELSON LOUREIRO
 
Oração e recomendação às mulheres cristãs
Oração e recomendação às mulheres cristãsOração e recomendação às mulheres cristãs
Oração e recomendação às mulheres cristãs
 
O evangelho da graça
O evangelho da graçaO evangelho da graça
O evangelho da graça
 
2a. versão mensagem a igreja local e a liderança
2a. versão mensagem a igreja local e a liderança2a. versão mensagem a igreja local e a liderança
2a. versão mensagem a igreja local e a liderança
 
A ultima ceia apresentação
A ultima ceia apresentaçãoA ultima ceia apresentação
A ultima ceia apresentação
 
Subsidios ao professor
Subsidios ao professorSubsidios ao professor
Subsidios ao professor
 
O nascimento de jesus 2
O nascimento de jesus  2O nascimento de jesus  2
O nascimento de jesus 2
 
A igreja e a lei de deus
A igreja e a lei de deusA igreja e a lei de deus
A igreja e a lei de deus
 
A igreja e a lei de deus
A igreja e a lei de deusA igreja e a lei de deus
A igreja e a lei de deus
 
10 mandamento não cobiçaras final
10 mandamento não cobiçaras  final10 mandamento não cobiçaras  final
10 mandamento não cobiçaras final
 
Previa da lição 10 mandamento não cobiçaras
Previa da lição  10  mandamento não cobiçarasPrevia da lição  10  mandamento não cobiçaras
Previa da lição 10 mandamento não cobiçaras
 
Não darás falso testemunho
Não darás falso testemunhoNão darás falso testemunho
Não darás falso testemunho
 
Apresentação tcc integração resumida
Apresentação tcc integração resumidaApresentação tcc integração resumida
Apresentação tcc integração resumida
 

Último

A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
Sandra Pratas
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
edusegtrab
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 

A criação dos céus, e da terr

  • 1. A CRIAÇÃO DOS CÉUS E DA TERRA Prof. ELSON JP LOUREIRO
  • 2. TEXTO ÁUREO “Pela fé, entendemos que os mundos, pela palavra de Deus, foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente” (Hb 11.3). VERDADE PRÁTICA A primeira grande verdade da Bíblia é que Deus criou os Céus, a Terra e o ser humano.
  • 3. E A TERRA ERA SEM FORMA E VAZIA
  • 5. O PROCESSO DA CRIAÇÃO
  • 6. • LEITURA BÍBLICA EM CLASSE • Salmos 104.1-14.
  • 7. INTRODUÇÃO • O livro de Gênesis não é uma alegoria, por isso, é imprescindível que consideremos a narrativa da criação um fato histórico; algo que aconteceu exatamente como está escrito. • Tendo em vista este parâmetro, estudemos, agora, a Doutrina da Criação. • Comecemos por definir o Criacionismo Bíblico.
  • 8. I. O CRIACIONISMO BÍBLICO 1. Definição. O Criacionismo Bíblico é a doutrina segundo a qual Deus criou a partir do caos, com sua Palavra, tudo quanto existe: os Céus, a Terra, os reinos vegetal e animal, e finalmente o ser humano (Hb 11.3). 2. Fundamentos. O Criacionismo fundamenta-se na Bíblia Sagrada, na manifestação silenciosa da natureza e nas observações e estudos que dela fazemos (Rm 1.20; Sl 119.1-6). 3. Objetivos. Três são os objetivos do Criacionismo: 1) Mostrar que Deus é o Criador de todas as coisas; 2) Demonstrar que, por criar tudo quanto existe, tudo lhe pertence; e 3) Levar-nos a adorá-lo como nosso Criador e Senhor.
  • 9. OPOSIÇÃO AO CRIACIONISMO EVOLUCIONISMO Evolucionismo. O evolucionismo ensina que a matéria é eterna, preexistente. A partir daí, mediante processos naturais e por transformação gradual, os seres passaram a existir. Propõe uma visão determinista, na qual o meio torna-se o selecionador da melhor variedade dentre os seres. Entretanto, essa teoria é simplesmente uma hipótese sem evidência científica. Não há nenhuma evidência, nem sequer no registro geológico, a apoiar a teoria de que um tipo de ser vivente já evoluiu doutro tipo. Pelo contrário, as evidências existentes apoiam a declaração da Bíblia, que Deus criou cada criatura vivente “conforme a sua espécie” (Gn 1:21,24,25). Segundo o método científico, toda conclusão deve basear-se em evidências incontestáveis, oriundas de experiências que podem ser reproduzidas em qualquer laboratório. No entanto, nenhuma experiência foi idealizada, nem poderá sê-lo, para testar e comprovar teorias em torno da origem da matéria a partir de um hipotético “grande estrondo”, ou do desenvolvimento gradual dos seres vivos, a partir das formas mais simples às mais complexas.
  • 11. II. A CRIAÇÃO DO TEMPO, DO ESPAÇO E DA LUZ • Entre os versículos um e três do primeiro capítulo de Gênesis há um intervalo indefinido, no qual Deus criou o tempo, o espaço, os Céus e os anjos e, finalmente, a Terra ainda informe. • 1. O tempo. Embora a Bíblia não o diga, podemos afirmar que a primeira coisa que Deus criou foi o tempo. Isto porque a obra divina, embora concebida na eternidade, somente poderia ser consumada no âmbito temporal. Só o Criador é eterno. A criação acha-se sujeita ao tempo, requerendo as intervenções e cuidados divinos (Sl 104.5). • 2. O espaço. O que é o espaço? Podemos defini-lo como o tecido cósmico que Deus criou para colocar os corpos celestes. Portanto, o espaço também é criação divina.
  • 12. • 3. Os Céus e os anjos. Os Céus, a morada de Deus, também foram criados num contexto espaço- temporal, por uma razão bastante simples: embora não pertençam à nossa dimensão, são um lugar bem real. É para lá que as almas dos justos são encaminhadas. • Após a criação dos Céus, Deus chamou à existência os seus anjos através do sopro de sua boca (Sl 33.6). E assim, o Senhor neles infundiu, também, a sua imagem e semelhança. • 4. A Terra ainda informe. Deus formou a Terra antes dos seis dias da criação. A princípio, informe e vazia, seria modelada pelo Espírito de Deus até que viesse a adquirir a forma atual (Gn 1.2).
  • 13. A SEQUENCIA DIVINA DA CRIAÇÃO Os dias da criação: No princípio criou Deus o céu e a terra. E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.(Gênesis 1:1,2)
  • 14. III. A ORDENAÇÃO DA TERRA 1. O Espírito Santo na criação. O Espírito Santo pairou sobre as águas (Gn 1.2). Ele esteve presente e desempenhou um papel ativo na obra da criação. O que vemos pelo relato bíblico é que a cada dia, Deus fez uma tarefa diferente, mas ordenada, para que a vida fosse possível em nosso planeta. 2. Tarefas ordenadas. Em sua obra a cada dia, Deus agiu de forma bem específica, organizando o cenário em que seria colocada a vida em nosso planeta. Primeiro Ele preparou o mundo para receber os seres vivos, depois os criou. Ele primeiro criou o ambiente em que viveríamos, para depois nos criar.
  • 15. A LUZ
  • 16. IV. A CRIAÇÃO DA LUZ • 1. E houve luz. A criação da luz, no primeiro dia do Universo, é carregada de significados (Gn 1.3). Embora o Criador dela não precisasse, a criação a reclamava (Sl 139.12). • Sem luz, a vida seria impossível. • 2. A luz inicial. A luz de Gênesis 1.3 não era proveniente do Sol, pois este só viria a ser criado no quarto dia. Ela provinha do próprio Deus. • Luz semelhante, porém mais gloriosa, haverá na Jerusalém Celeste (Ap 22.5). SEM ELA NÃO HAVERIA VIDA
  • 18. V – SEPARAÇÃO DAS ÁGUAS • 1. Separando as águas. Deus não criou a Terra para ser um caos, mas para servir-nos de habitação (Is 45.18). Por isso, no terceiro dia da Criação, separou as águas que se achavam abaixo e acima do firmamento (Gn 1.6-10). • 2. A criação da atmosfera. Foi ainda no terceiro dia que Deus criou o firmamento; e, com este, a atmosfera terrestre, para que a vida se tornasse possível.
  • 20. V. CRIAÇÃO DO REINO VEGETAL • VI. A CRIAÇÃO DO REINO VEGETAL 3º. DIA 1. O reino vegetal. Para que os animais, que só seriam criados no quinto e no sexto dias, pudessem se alimentar, o Senhor, já no terceiro dia da criação, fez brotar as relvas, as ervas e as árvores (Gn 1.11- 13). Em sua obra, Deus mostrou-se em tudo perfeito e metódico. Seu cronograma foi rigorosamente cumprido (Sl 86.8). 2. As possibilidades do reino vegetal. Deus ordenou que o reino vegetal produzisse ervas, plantas e árvores frutíferas, para que pudessem se multiplicar segundo a sua espécie (Gn 1.11,12).
  • 22. VIII. A CRIAÇÃO DO REINO ANIMAL Somente depois de o ambiente natural estar devidamente aparelhado é que Deus criou, no quinto e sexto dias, os animais aquáticos, alados e terrestres. O Criador agiu de forma sábia em seus intentos. 1. Quinto dia. No quinto dia, Deus criou os grandes animais marinhos e os peixes; em seguida, as aves (Gn 1.20,21). Ato contínuo, ordenou-lhes: “Frutificai, e multiplicai-vos, e enchei as águas nos mares; e as aves se multipliquem na terra” (Gn 1.22). 2. Sexto dia. No sexto dia, Deus criou os animais selvagens e os domésticos (Gn 1.24,25). No que tange aos animais, há uma espantosa variedade de espécies entre eles e, ao mesmo tempo, uma cadeia maravilhosa que os identifica (Sl 104.24). Observemos, por exemplo, a família dos felinos. Vai desde o gatinho até ao leão, rei dos animais. No sexto dia, Deus criou também o homem, e assim deu início à humanidade.
  • 23. CONCLUSÃO • Deus não se limitou a criar os Céus, a Terra, os animais e o ser humano. • Fazendo-se presente em sua obra, mas sem confundir-se com esta, Ele se mostra presente e soberano em todas as coisas. Não estamos sozinhos neste mundo. • ELE CRIOU O UNIVERSO, o Céu, a Lua e as estrelas. • Lucas 12:6 • Não se costuma vender cinco pardais por duas pequenas moedas? Entretanto, nenhum deles deixa de receber o cuidado de Deus.7Portanto, até os fios de cabelo da vossa cabeça estão todos contados. Não temais! Valeis muito mais do que milhares de pardais. Testemunhe sua fé ao mundo • O Pai Celeste zela por nós, creia nisso, neste exato momento Ele está te olhando. • AMEM?
  • 24. Deus Tomará Conta de Tí (hino 61)Harpa Cristã Em todo o tempo, irmão, o SenhorT omará conta de ti. Cristo, que fala de vida e amor,T omará conta de ti. Deus tomará conta de ti, Deus tomará conta de ti, NEle descansa, sempre aqui,Pois tem cuidado Deus, de ti. Em toda prova, irmão, o SenhorTomará conta de ti. Cristo, que é teu amado Pastor,Tomará conta de ti. Em toda parte, irmão, o Senhor Tomará conta de ti. Cristo, que nos dá poder e valor, Tomará conta de ti. Chegando a morte, irmão, o SenhorTomará conta de ti. Cristo será teu fiel condutor:Tomará conta de ti.