SlideShare uma empresa Scribd logo
ETEMAC – História da Arte – Profª Uiara Rocha
 Período: séc XIV ao XVI
Surgiu na Europa, sua concentração maior foi na Itália,
nas cidades de Milão, Gênova, Veneza, Florença e Roma.
A Europa Renascentista passava por um momento
tumultuado, com batalhas, problemas políticos e vários
surtos de doenças levando à morte milhares de pessoas.
Contextualização
 Nesse contexto, teve início a guerra dos cem anos em
1337 - 1453 . As cidades sofriam fortemente com a fome
e a guerra, a qualidade de vida era péssima , a falta de
higiene provocou a Peste Negra ( 1346 – 1352), doença
transmita pela pulga dos ratos,chegando a matar cerca
de 30 milhões de pessoas, mais de um 1/3 da população
européia. Os mortos eram empilhados em valas ou
cremados.
Triunfo da Morte – Peter Brueguel (1562). Óleo sobre tela( 117 x162 cm) Museu do
Prado, Espanha
 Com o fim da Idade Média, uma série de transformações
Políticas, Sociais e Econômicas surgiram com o homem
moderno.
 Surgimento de grandes centros Urbanos, tanto na
arquitetura quanto na economia.
 Os comerciantes ganham importância, assim como os
artesãos e artistas.
 Busca do lucro e o crescimento individual. O capitalismo.
Idade Média Renascimento
Governo Descentralizado Governo Centralizado
Senhores Feudais Economia Mercantil
Produção artesanal Produção em larga escala
Artesãos Artistas
Só a Igreja (Patrocinadora das
artes)
A Igreja e as Famílias Ricas –
Burguesia (Patrocinadoras das
artes)
 Surgimento do Mecenato: Patrocínio das artes pelos
ricos senhores mercadores e banqueiros preocupados
em divulgar sua ascensão social, chamados mecenas.
Manifestações Artísticas
 Pinturas : Afrescos
 Arquitetura
 Esculturas
 Música/Dança
 Teatro
 Inspiração na antiguidade clássica :
Imitação da estética dos antigos gregos, busca do modelo ideal
 Antropocentrismo:
O homem como “o centro do Universo”
 Racionalismo:
O homem, um Ser Racional. A Razão é a base de todo o
conhecimento. Cienticifismo e o início da tecnologia atual.
 Humanismo:
Busca do conhecimento sobre o ser humano e suas potencialidades
 Individualismo:
O artista busca sua afirmação enquanto criador, passando a assinar
suas obras.
 Liberdade de expressão
Pensadores, filósofos e artistas
 O Trecento ( Sec. XIV) – Transição da arte medieval
para a renascentista.
 O Quatrocento ( Sec. XV) – Fase áurea do período
 O Cinquecento ( Sec. XVI) – Fim do Renascimento e
transição para o Maneirismo e Barroco
Arquitetura
Basílica de São Pedro – Vaticano – Itália. Arquiteto: Bramante -
Recebe diariamente cerca de 20 mil pessoas de várias partes do mundo.
O maior Templo da Terra: Tem 200 m de comprimento e 40.000m²
( cabem 6 campos de futebol)
Custou cerca de 300 milhões de dólares para ser construída
Baldaquino sobre Altar -mor , 4 colunas salomônicas pesando ao todo 60 mil kg de bronze - Bernini
Cúpula projetada por Michelangelo, tem 42 m de diâmetro e está a 132 m de altura
( mais ou menos a altura de um prédio de 35 andares ).
Essa cúpula é a principal, pesando cerca de 50 milhões de quilos
Vista da
Cúpula da
Basílica de
São Pedro –
Vaticano
Uma das dez cúpulas da Basílica
O teto foi pintado por Rafael, Michellangelo e Giacomo della Porta
Ao fundo, La pietà ( A piedade) – Michellangelo
A Basílica de São Pedro durou 120 anos para ser construída sob a
administração de 20 papas.
Foi o papa Júlio II quem mandou construí-la , sua pedra fundamental foi
lançada em 1506.
Cátedra de Pedro - Bernini
Em seu subsolo estão os túmulos dos principais papas, inclusive o de
São Pedro
Vista da cidade do Vaticano estando na Cúpula da Basílica de São Pedro
 Itália: Comédia Dell arte, criação coletiva
Características: comédias campestres, improvisação.
 Inglaterra: Teatro Elisabetano; Willian Shakespeare –
Romeu e Julieta, Hamelet,Otelo, etc.
Características: Trágico/cômico; linguagem que mistura o
verso mais refinado à prosa mais descontraída.
 Espanha: Teatro popular; Miguel de Cervantes
Características: peças de ritmo rápido, com ações que se
entrecruzam. Temas mitológicos, misturados a elementos
locais, estão impregnados de sentimento religioso
As peças são cheias de ação e vigor, e o ser humano é o centro
das preocupações.
Personagens: Colombina, Polichinelo, Arlequim, o capitão Matamoros e Pantalone.
Teatro The Globe – 1599 - Bankside Londres
Curral de comédia Almagro, um típico teatro espanhol do século XVII
 Giotto de Bondoni
 Sandro Botticelli
 Leonardo da Vinci
 Rafael Sanzio
 Michelangelo Buonanorroti
 Willian Shakespeare
Capela
Scrovegni
(1303 – 1310)-
Pádua – Itália.
1266 - 1337
Nascimento de Vênus, 1485 – Têmpera sobre tela. 172cm x 278 cm.
Galeria Degli Uffisi – Florença, Itália
Sandro Botticelli
1445 - 1510
Monalisa (1503 – 1506) Óleo sobre
madeira 77cm x53 cm. Museu do Louvre,
Paris (França)
1452 - 1519
Escola de Atenas (1509 – 1510). Afresco 5m x 7m . Vaticano
Rafael Sanzio
1483 - 1520
La Pietà (1497 – 1500)
Escultura em mármore, 174 cm
altura, Basílica de São Pedro
1475 - 1564
Michelangelo só tinha 23
anos quando fez la Pietà
“Simplesmente retiro do
bloco de mármore tudo
que não é necessário.”
Michelangelo Buonarroti
Bloco de Pedra Escultura
Surgindo na pedra
DAVI
 Exposição Michelangelo.wmv
Peça Romeu e Julieta
( 1594 – 1595)
1564 - 1616
“Que teu trabalho seja perfeito,
para que mesmo depois da tua
morte, ele permaneça.”
Leonardo Da Vinci

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Classicismo ou quinhentismo
Classicismo ou quinhentismoClassicismo ou quinhentismo
Classicismo ou quinhentismo
Ronaldo Assis
 
Ppt realismo (1)
Ppt realismo (1)Ppt realismo (1)
Ppt realismo (1)
Equipemundi2014
 
Napoleão Bonaparte
Napoleão BonaparteNapoleão Bonaparte
Napoleão Bonaparte
Edenilson Morais
 
Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
Cláudia Heloísa
 
A contrarreforma
A contrarreformaA contrarreforma
A contrarreforma
Fatima Freitas
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
1ª Republica
1ª Republica1ª Republica
1ª Republica
Carlos Vieira
 
Iluminismo
Iluminismo Iluminismo
Iluminismo
Susana Simões
 
A Idade Média
A Idade MédiaA Idade Média
A Idade Média
Gisele Finatti Baraglio
 
Reformas Religiosas - Século XVI
Reformas Religiosas - Século XVIReformas Religiosas - Século XVI
Reformas Religiosas - Século XVI
Valéria Shoujofan
 
Século xix
Século xixSéculo xix
Século xix
Murilo Benevides
 
08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural
08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural
08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural
Darlan Campos
 
A União Ibérica e o Brasil holandês
A União Ibérica e o Brasil holandêsA União Ibérica e o Brasil holandês
A União Ibérica e o Brasil holandês
Ramiro Bicca
 
Origem da língua portuguesa
Origem da língua portuguesaOrigem da língua portuguesa
Origem da língua portuguesa
Eliane Sapiraim Durão
 
Luteranismo
LuteranismoLuteranismo
Luteranismo
nanasimao
 
Naturalismo
NaturalismoNaturalismo
Literatura
LiteraturaLiteratura
TRABALHO: Literatura
TRABALHO: LiteraturaTRABALHO: Literatura
TRABALHO: Literatura
LGonc
 
Capitalismo industrial
Capitalismo industrialCapitalismo industrial
Capitalismo industrial
Elisa Mitye Akiyama
 
Segundo reinado
Segundo reinadoSegundo reinado
Segundo reinado
Dilermando12
 

Mais procurados (20)

Classicismo ou quinhentismo
Classicismo ou quinhentismoClassicismo ou quinhentismo
Classicismo ou quinhentismo
 
Ppt realismo (1)
Ppt realismo (1)Ppt realismo (1)
Ppt realismo (1)
 
Napoleão Bonaparte
Napoleão BonaparteNapoleão Bonaparte
Napoleão Bonaparte
 
Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
 
A contrarreforma
A contrarreformaA contrarreforma
A contrarreforma
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
1ª Republica
1ª Republica1ª Republica
1ª Republica
 
Iluminismo
Iluminismo Iluminismo
Iluminismo
 
A Idade Média
A Idade MédiaA Idade Média
A Idade Média
 
Reformas Religiosas - Século XVI
Reformas Religiosas - Século XVIReformas Religiosas - Século XVI
Reformas Religiosas - Século XVI
 
Século xix
Século xixSéculo xix
Século xix
 
08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural
08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural
08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural
 
A União Ibérica e o Brasil holandês
A União Ibérica e o Brasil holandêsA União Ibérica e o Brasil holandês
A União Ibérica e o Brasil holandês
 
Origem da língua portuguesa
Origem da língua portuguesaOrigem da língua portuguesa
Origem da língua portuguesa
 
Luteranismo
LuteranismoLuteranismo
Luteranismo
 
Naturalismo
NaturalismoNaturalismo
Naturalismo
 
Literatura
LiteraturaLiteratura
Literatura
 
TRABALHO: Literatura
TRABALHO: LiteraturaTRABALHO: Literatura
TRABALHO: Literatura
 
Capitalismo industrial
Capitalismo industrialCapitalismo industrial
Capitalismo industrial
 
Segundo reinado
Segundo reinadoSegundo reinado
Segundo reinado
 

Destaque

Renascimento (Ensino Médio)
Renascimento (Ensino Médio)Renascimento (Ensino Médio)
Renascimento (Ensino Médio)
Valdir Medeiros Jr.
 
1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural
Daniel Alves Bronstrup
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
Carlos Pinheiro
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
João Lima
 
7º ano - Renascimento
7º ano - Renascimento7º ano - Renascimento
7º ano - Renascimento
Janaína Bindá
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
secretaria estadual de educação
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Elton Ricardo
 
Resnascimento
ResnascimentoResnascimento
Resnascimento
Scriba Digital
 
2º ano. historia da arte pdf
2º ano. historia da arte   pdf2º ano. historia da arte   pdf
2º ano. historia da arte pdf
Mariam Jenani
 
Renascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientificoRenascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientifico
Marcelo Ferreira Boia
 
Arte e Meio Ambiente 2º ano
Arte e Meio Ambiente 2º anoArte e Meio Ambiente 2º ano
Arte e Meio Ambiente 2º ano
teresavalse
 
O renascimento cultural artístico
O renascimento cultural artístico  O renascimento cultural artístico
O renascimento cultural artístico
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
Renascimento
Renascimento Renascimento
Renascimento
Barbara Allexia
 
Mundo.islamico
Mundo.islamicoMundo.islamico
Mundo.islamico
Scriba Digital
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
vr1a2011
 
Lição 02 a história do mundo em um capítulo da bíblia
Lição 02   a história do mundo em um capítulo da bíbliaLição 02   a história do mundo em um capítulo da bíblia
Lição 02 a história do mundo em um capítulo da bíblia
Adão Bueno
 
Renascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na Renascença
Renascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na RenascençaRenascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na Renascença
Renascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na Renascença
CRAFTA
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
Victor Martins
 
Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
Janayna Lira
 
7º anos - O Renascimento Cultural
7º anos - O Renascimento Cultural7º anos - O Renascimento Cultural
7º anos - O Renascimento Cultural
Handel Ching
 

Destaque (20)

Renascimento (Ensino Médio)
Renascimento (Ensino Médio)Renascimento (Ensino Médio)
Renascimento (Ensino Médio)
 
1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
 
7º ano - Renascimento
7º ano - Renascimento7º ano - Renascimento
7º ano - Renascimento
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Resnascimento
ResnascimentoResnascimento
Resnascimento
 
2º ano. historia da arte pdf
2º ano. historia da arte   pdf2º ano. historia da arte   pdf
2º ano. historia da arte pdf
 
Renascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientificoRenascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientifico
 
Arte e Meio Ambiente 2º ano
Arte e Meio Ambiente 2º anoArte e Meio Ambiente 2º ano
Arte e Meio Ambiente 2º ano
 
O renascimento cultural artístico
O renascimento cultural artístico  O renascimento cultural artístico
O renascimento cultural artístico
 
Renascimento
Renascimento Renascimento
Renascimento
 
Mundo.islamico
Mundo.islamicoMundo.islamico
Mundo.islamico
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
Lição 02 a história do mundo em um capítulo da bíblia
Lição 02   a história do mundo em um capítulo da bíbliaLição 02   a história do mundo em um capítulo da bíblia
Lição 02 a história do mundo em um capítulo da bíblia
 
Renascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na Renascença
Renascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na RenascençaRenascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na Renascença
Renascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na Renascença
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
 
7º anos - O Renascimento Cultural
7º anos - O Renascimento Cultural7º anos - O Renascimento Cultural
7º anos - O Renascimento Cultural
 

Semelhante a Renascimento 1º Unidade (2º ano)

Renascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e CientíficoRenascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e Científico
Patrick Von Braun
 
Renascimento2
Renascimento2Renascimento2
Renascimento2
Paulo Sindeaux
 
Renascimento Cultural e científico
Renascimento Cultural e científicoRenascimento Cultural e científico
Renascimento Cultural e científico
Daiana Fontana Cecatto
 
classicismo.pdf
classicismo.pdfclassicismo.pdf
classicismo.pdf
PolivalenteAbreueLim
 
Renascimento cultural 1
Renascimento cultural 1Renascimento cultural 1
Renascimento cultural 1
Damião Fagundes
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Grazi Oliveira
 
Renascimento show de bola
Renascimento show de bolaRenascimento show de bola
Renascimento show de bola
mundica broda
 
Renascimento2
Renascimento2Renascimento2
Renascimento2
carmelguerreiro
 
22547501 enciclopedia-de-historia-medieval
22547501 enciclopedia-de-historia-medieval22547501 enciclopedia-de-historia-medieval
22547501 enciclopedia-de-historia-medieval
Bárbara
 
O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)
Nefer19
 
Aula 4- Renascimento cultural.pptx
Aula 4- Renascimento cultural.pptxAula 4- Renascimento cultural.pptx
Aula 4- Renascimento cultural.pptx
RobsonAbreuProfessor
 
O Renascimento e a formação da mentalidade moderna.
 O Renascimento e a formação da mentalidade moderna. O Renascimento e a formação da mentalidade moderna.
O Renascimento e a formação da mentalidade moderna.
angelamoliveira
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
guest228523
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
Como Professor
 
História da arte renascimento
História da arte   renascimentoHistória da arte   renascimento
História da arte renascimento
Ana Cristina D Assumpcão
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
Daniel Alves Bronstrup
 
Pré renascimento
 Pré renascimento Pré renascimento
Pré renascimento
greghouse48
 
3 renascimento cultural-e_cientifico
3 renascimento cultural-e_cientifico3 renascimento cultural-e_cientifico
3 renascimento cultural-e_cientifico
Colégio Santíssima Trindade
 
2014 Renascimento Cultural - Mecenato, burguesia, transformações no mundo feu...
2014 Renascimento Cultural - Mecenato, burguesia, transformações no mundo feu...2014 Renascimento Cultural - Mecenato, burguesia, transformações no mundo feu...
2014 Renascimento Cultural - Mecenato, burguesia, transformações no mundo feu...
MARIANO C7S
 
03 a producao cultural
03 a producao cultural03 a producao cultural
03 a producao cultural
Vítor Santos
 

Semelhante a Renascimento 1º Unidade (2º ano) (20)

Renascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e CientíficoRenascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e Científico
 
Renascimento2
Renascimento2Renascimento2
Renascimento2
 
Renascimento Cultural e científico
Renascimento Cultural e científicoRenascimento Cultural e científico
Renascimento Cultural e científico
 
classicismo.pdf
classicismo.pdfclassicismo.pdf
classicismo.pdf
 
Renascimento cultural 1
Renascimento cultural 1Renascimento cultural 1
Renascimento cultural 1
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento show de bola
Renascimento show de bolaRenascimento show de bola
Renascimento show de bola
 
Renascimento2
Renascimento2Renascimento2
Renascimento2
 
22547501 enciclopedia-de-historia-medieval
22547501 enciclopedia-de-historia-medieval22547501 enciclopedia-de-historia-medieval
22547501 enciclopedia-de-historia-medieval
 
O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)
 
Aula 4- Renascimento cultural.pptx
Aula 4- Renascimento cultural.pptxAula 4- Renascimento cultural.pptx
Aula 4- Renascimento cultural.pptx
 
O Renascimento e a formação da mentalidade moderna.
 O Renascimento e a formação da mentalidade moderna. O Renascimento e a formação da mentalidade moderna.
O Renascimento e a formação da mentalidade moderna.
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
 
História da arte renascimento
História da arte   renascimentoHistória da arte   renascimento
História da arte renascimento
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
Pré renascimento
 Pré renascimento Pré renascimento
Pré renascimento
 
3 renascimento cultural-e_cientifico
3 renascimento cultural-e_cientifico3 renascimento cultural-e_cientifico
3 renascimento cultural-e_cientifico
 
2014 Renascimento Cultural - Mecenato, burguesia, transformações no mundo feu...
2014 Renascimento Cultural - Mecenato, burguesia, transformações no mundo feu...2014 Renascimento Cultural - Mecenato, burguesia, transformações no mundo feu...
2014 Renascimento Cultural - Mecenato, burguesia, transformações no mundo feu...
 
03 a producao cultural
03 a producao cultural03 a producao cultural
03 a producao cultural
 

Mais de Cleiton Cunha

Programa de atividades - inglês (1ª Unidade)
Programa de atividades - inglês (1ª Unidade)Programa de atividades - inglês (1ª Unidade)
Programa de atividades - inglês (1ª Unidade)
Cleiton Cunha
 
Português - Sintaxe (1ª Unidade)
Português - Sintaxe (1ª Unidade)Português - Sintaxe (1ª Unidade)
Português - Sintaxe (1ª Unidade)
Cleiton Cunha
 
Português - Crase (1ª Unidade)
Português - Crase (1ª Unidade)Português - Crase (1ª Unidade)
Português - Crase (1ª Unidade)
Cleiton Cunha
 
Quiz filosofia (1ª Unidade)
Quiz filosofia (1ª Unidade)Quiz filosofia (1ª Unidade)
Quiz filosofia (1ª Unidade)
Cleiton Cunha
 
ASO 1- Aula2 (1ª Unidade)
ASO 1- Aula2 (1ª Unidade)ASO 1- Aula2 (1ª Unidade)
ASO 1- Aula2 (1ª Unidade)
Cleiton Cunha
 
GMPE Aula 1 (1ª Unidade)
GMPE Aula 1 (1ª Unidade)GMPE Aula 1 (1ª Unidade)
GMPE Aula 1 (1ª Unidade)
Cleiton Cunha
 
GMPE Aula 2 (1ª Unidade)
GMPE Aula 2 (1ª Unidade)GMPE Aula 2 (1ª Unidade)
GMPE Aula 2 (1ª Unidade)
Cleiton Cunha
 
Filosofia - Desemprego estrutural (1ª Unidade)
Filosofia - Desemprego estrutural (1ª Unidade)Filosofia - Desemprego estrutural (1ª Unidade)
Filosofia - Desemprego estrutural (1ª Unidade)
Cleiton Cunha
 
ASO 1 - Aula 4 (1ª Unidade)
ASO 1 - Aula 4 (1ª Unidade)ASO 1 - Aula 4 (1ª Unidade)
ASO 1 - Aula 4 (1ª Unidade)
Cleiton Cunha
 
Lista de exercicios ASO 1 (1ª Unidade)
Lista de exercicios ASO 1 (1ª Unidade)Lista de exercicios ASO 1 (1ª Unidade)
Lista de exercicios ASO 1 (1ª Unidade)
Cleiton Cunha
 
SDI Aula 1
SDI Aula 1SDI Aula 1
SDI Aula 1
Cleiton Cunha
 
T.A.R Aula 2 (1ª Unidade)
T.A.R Aula 2 (1ª Unidade)T.A.R Aula 2 (1ª Unidade)
T.A.R Aula 2 (1ª Unidade)
Cleiton Cunha
 
T.A.R Aula 3 (1ª Unidade)
T.A.R Aula 3 (1ª Unidade)T.A.R Aula 3 (1ª Unidade)
T.A.R Aula 3 (1ª Unidade)
Cleiton Cunha
 
Horario
HorarioHorario
Horario
Cleiton Cunha
 
Horario
HorarioHorario
Horario
Cleiton Cunha
 
Horario
HorarioHorario
Horario
Cleiton Cunha
 
A.S.O 1 aula3 (1º Unidade)
A.S.O 1 aula3 (1º Unidade)A.S.O 1 aula3 (1º Unidade)
A.S.O 1 aula3 (1º Unidade)
Cleiton Cunha
 
A.S.O 1 Aula1 (1º Unidade)
A.S.O 1 Aula1 (1º Unidade)A.S.O 1 Aula1 (1º Unidade)
A.S.O 1 Aula1 (1º Unidade)
Cleiton Cunha
 
Horário provas - 4ª Unidade.
Horário provas - 4ª Unidade.Horário provas - 4ª Unidade.
Horário provas - 4ª Unidade.
Cleiton Cunha
 
4ª Unidade O número "e".
4ª Unidade O número "e".4ª Unidade O número "e".
4ª Unidade O número "e".
Cleiton Cunha
 

Mais de Cleiton Cunha (20)

Programa de atividades - inglês (1ª Unidade)
Programa de atividades - inglês (1ª Unidade)Programa de atividades - inglês (1ª Unidade)
Programa de atividades - inglês (1ª Unidade)
 
Português - Sintaxe (1ª Unidade)
Português - Sintaxe (1ª Unidade)Português - Sintaxe (1ª Unidade)
Português - Sintaxe (1ª Unidade)
 
Português - Crase (1ª Unidade)
Português - Crase (1ª Unidade)Português - Crase (1ª Unidade)
Português - Crase (1ª Unidade)
 
Quiz filosofia (1ª Unidade)
Quiz filosofia (1ª Unidade)Quiz filosofia (1ª Unidade)
Quiz filosofia (1ª Unidade)
 
ASO 1- Aula2 (1ª Unidade)
ASO 1- Aula2 (1ª Unidade)ASO 1- Aula2 (1ª Unidade)
ASO 1- Aula2 (1ª Unidade)
 
GMPE Aula 1 (1ª Unidade)
GMPE Aula 1 (1ª Unidade)GMPE Aula 1 (1ª Unidade)
GMPE Aula 1 (1ª Unidade)
 
GMPE Aula 2 (1ª Unidade)
GMPE Aula 2 (1ª Unidade)GMPE Aula 2 (1ª Unidade)
GMPE Aula 2 (1ª Unidade)
 
Filosofia - Desemprego estrutural (1ª Unidade)
Filosofia - Desemprego estrutural (1ª Unidade)Filosofia - Desemprego estrutural (1ª Unidade)
Filosofia - Desemprego estrutural (1ª Unidade)
 
ASO 1 - Aula 4 (1ª Unidade)
ASO 1 - Aula 4 (1ª Unidade)ASO 1 - Aula 4 (1ª Unidade)
ASO 1 - Aula 4 (1ª Unidade)
 
Lista de exercicios ASO 1 (1ª Unidade)
Lista de exercicios ASO 1 (1ª Unidade)Lista de exercicios ASO 1 (1ª Unidade)
Lista de exercicios ASO 1 (1ª Unidade)
 
SDI Aula 1
SDI Aula 1SDI Aula 1
SDI Aula 1
 
T.A.R Aula 2 (1ª Unidade)
T.A.R Aula 2 (1ª Unidade)T.A.R Aula 2 (1ª Unidade)
T.A.R Aula 2 (1ª Unidade)
 
T.A.R Aula 3 (1ª Unidade)
T.A.R Aula 3 (1ª Unidade)T.A.R Aula 3 (1ª Unidade)
T.A.R Aula 3 (1ª Unidade)
 
Horario
HorarioHorario
Horario
 
Horario
HorarioHorario
Horario
 
Horario
HorarioHorario
Horario
 
A.S.O 1 aula3 (1º Unidade)
A.S.O 1 aula3 (1º Unidade)A.S.O 1 aula3 (1º Unidade)
A.S.O 1 aula3 (1º Unidade)
 
A.S.O 1 Aula1 (1º Unidade)
A.S.O 1 Aula1 (1º Unidade)A.S.O 1 Aula1 (1º Unidade)
A.S.O 1 Aula1 (1º Unidade)
 
Horário provas - 4ª Unidade.
Horário provas - 4ª Unidade.Horário provas - 4ª Unidade.
Horário provas - 4ª Unidade.
 
4ª Unidade O número "e".
4ª Unidade O número "e".4ª Unidade O número "e".
4ª Unidade O número "e".
 

Renascimento 1º Unidade (2º ano)

  • 1. ETEMAC – História da Arte – Profª Uiara Rocha
  • 2.  Período: séc XIV ao XVI Surgiu na Europa, sua concentração maior foi na Itália, nas cidades de Milão, Gênova, Veneza, Florença e Roma. A Europa Renascentista passava por um momento tumultuado, com batalhas, problemas políticos e vários surtos de doenças levando à morte milhares de pessoas. Contextualização
  • 3.  Nesse contexto, teve início a guerra dos cem anos em 1337 - 1453 . As cidades sofriam fortemente com a fome e a guerra, a qualidade de vida era péssima , a falta de higiene provocou a Peste Negra ( 1346 – 1352), doença transmita pela pulga dos ratos,chegando a matar cerca de 30 milhões de pessoas, mais de um 1/3 da população européia. Os mortos eram empilhados em valas ou cremados.
  • 4. Triunfo da Morte – Peter Brueguel (1562). Óleo sobre tela( 117 x162 cm) Museu do Prado, Espanha
  • 5.  Com o fim da Idade Média, uma série de transformações Políticas, Sociais e Econômicas surgiram com o homem moderno.  Surgimento de grandes centros Urbanos, tanto na arquitetura quanto na economia.  Os comerciantes ganham importância, assim como os artesãos e artistas.  Busca do lucro e o crescimento individual. O capitalismo. Idade Média Renascimento Governo Descentralizado Governo Centralizado Senhores Feudais Economia Mercantil Produção artesanal Produção em larga escala Artesãos Artistas Só a Igreja (Patrocinadora das artes) A Igreja e as Famílias Ricas – Burguesia (Patrocinadoras das artes)
  • 6.  Surgimento do Mecenato: Patrocínio das artes pelos ricos senhores mercadores e banqueiros preocupados em divulgar sua ascensão social, chamados mecenas. Manifestações Artísticas  Pinturas : Afrescos  Arquitetura  Esculturas  Música/Dança  Teatro
  • 7.  Inspiração na antiguidade clássica : Imitação da estética dos antigos gregos, busca do modelo ideal  Antropocentrismo: O homem como “o centro do Universo”  Racionalismo: O homem, um Ser Racional. A Razão é a base de todo o conhecimento. Cienticifismo e o início da tecnologia atual.  Humanismo: Busca do conhecimento sobre o ser humano e suas potencialidades  Individualismo: O artista busca sua afirmação enquanto criador, passando a assinar suas obras.  Liberdade de expressão Pensadores, filósofos e artistas
  • 8.  O Trecento ( Sec. XIV) – Transição da arte medieval para a renascentista.  O Quatrocento ( Sec. XV) – Fase áurea do período  O Cinquecento ( Sec. XVI) – Fim do Renascimento e transição para o Maneirismo e Barroco
  • 9. Arquitetura Basílica de São Pedro – Vaticano – Itália. Arquiteto: Bramante -
  • 10. Recebe diariamente cerca de 20 mil pessoas de várias partes do mundo. O maior Templo da Terra: Tem 200 m de comprimento e 40.000m² ( cabem 6 campos de futebol) Custou cerca de 300 milhões de dólares para ser construída
  • 11. Baldaquino sobre Altar -mor , 4 colunas salomônicas pesando ao todo 60 mil kg de bronze - Bernini
  • 12. Cúpula projetada por Michelangelo, tem 42 m de diâmetro e está a 132 m de altura ( mais ou menos a altura de um prédio de 35 andares ). Essa cúpula é a principal, pesando cerca de 50 milhões de quilos
  • 13. Vista da Cúpula da Basílica de São Pedro – Vaticano
  • 14. Uma das dez cúpulas da Basílica O teto foi pintado por Rafael, Michellangelo e Giacomo della Porta
  • 15. Ao fundo, La pietà ( A piedade) – Michellangelo A Basílica de São Pedro durou 120 anos para ser construída sob a administração de 20 papas. Foi o papa Júlio II quem mandou construí-la , sua pedra fundamental foi lançada em 1506.
  • 16. Cátedra de Pedro - Bernini
  • 17. Em seu subsolo estão os túmulos dos principais papas, inclusive o de São Pedro
  • 18. Vista da cidade do Vaticano estando na Cúpula da Basílica de São Pedro
  • 19.  Itália: Comédia Dell arte, criação coletiva Características: comédias campestres, improvisação.  Inglaterra: Teatro Elisabetano; Willian Shakespeare – Romeu e Julieta, Hamelet,Otelo, etc. Características: Trágico/cômico; linguagem que mistura o verso mais refinado à prosa mais descontraída.  Espanha: Teatro popular; Miguel de Cervantes Características: peças de ritmo rápido, com ações que se entrecruzam. Temas mitológicos, misturados a elementos locais, estão impregnados de sentimento religioso As peças são cheias de ação e vigor, e o ser humano é o centro das preocupações.
  • 20. Personagens: Colombina, Polichinelo, Arlequim, o capitão Matamoros e Pantalone.
  • 21. Teatro The Globe – 1599 - Bankside Londres
  • 22. Curral de comédia Almagro, um típico teatro espanhol do século XVII
  • 23.  Giotto de Bondoni  Sandro Botticelli  Leonardo da Vinci  Rafael Sanzio  Michelangelo Buonanorroti  Willian Shakespeare
  • 24. Capela Scrovegni (1303 – 1310)- Pádua – Itália. 1266 - 1337
  • 25. Nascimento de Vênus, 1485 – Têmpera sobre tela. 172cm x 278 cm. Galeria Degli Uffisi – Florença, Itália Sandro Botticelli 1445 - 1510
  • 26. Monalisa (1503 – 1506) Óleo sobre madeira 77cm x53 cm. Museu do Louvre, Paris (França) 1452 - 1519
  • 27. Escola de Atenas (1509 – 1510). Afresco 5m x 7m . Vaticano Rafael Sanzio 1483 - 1520
  • 28. La Pietà (1497 – 1500) Escultura em mármore, 174 cm altura, Basílica de São Pedro 1475 - 1564 Michelangelo só tinha 23 anos quando fez la Pietà
  • 29. “Simplesmente retiro do bloco de mármore tudo que não é necessário.” Michelangelo Buonarroti
  • 30. Bloco de Pedra Escultura Surgindo na pedra
  • 31. DAVI
  • 33. Peça Romeu e Julieta ( 1594 – 1595) 1564 - 1616
  • 34. “Que teu trabalho seja perfeito, para que mesmo depois da tua morte, ele permaneça.” Leonardo Da Vinci