SlideShare uma empresa Scribd logo
RENASCIMENTO
     CULTURAL
          XIV e XVI




                      Itália
                        berço do
                           Renascimento
Renascimento


Antropocentrismo

 Racionalismo

 Humanismo e
 individualismo
 Em oposição à cultura feudal, o Renascimento foi um
  movimento cultural que expressou a mentalidade
  burguesa.Ocorreu na Europa durante os séculos XIV, XV, XVI.
FLORENÇA: capital das artes
               Cidade do renascimento.
                Depois da "longa noite de
                trevas" que foi a idade
                média, a humanidade
                renasceu para a cultura.
                Esse renascimento
                começou em Florença,
                quando poetas, pintores,
                escultores e arquitetos
                criaram entre os séculos
                XIII e XV uma quantidade
                infinita de obras de arte.
MECENATO...
                        Mecenas:
                         burguesia,princípes e até
                         Papas financiaravam e
                         protegiam as artes e os
                         artistas
                        Entre as famílias mais
                         ricas de Florença
                         contavam-se os Médicis,
                         que acabaram por
                         controlar o governo da
 Lourenço de Médici     cidade e tornar-se
                         mecenas generosos.
Os seus fundamentos são:
 antropocentrismo,
 racionalismo
 individualismo em oposição ao
  teocentrismo e às concepções da
  filosofia escolástica. A ciência ocupou o
  seu lugar. Esta nova concepção se
  expressou nas Artes Plásticas e na
  Literatura e fez desenvolver o estudo da
  Medicina, da Física, entre outras
Humanismo: volta aos valores da
Antiguidade Clássica




     O Nascimento de Vênus
Descobrir o Mundo...Descobrir
    o Homem
 “O homem é a
 medida de todas as
 coisas”:Tratava-se
 na verdade de
 valorizar as pessoas
 em si, encontrar
 nelas as qualidades
 e as virtudes
 negadas pelo
 pensamento católico
 medieval.
 O ideal de universalidade: Os renascentistas acreditavam
  que uma pessoa poderia vir a aprender e saber tudo o que
  se conhece.
MIGUEL ANGELO
          O grandioso esquema
           compositivo para o teto
           da capela Sistina
           estabelece uma narrativa
           do velho testamento,
           desde o Gênesis ao
           Dilúvio, a que se juntou,
           na parede do altar, uma
           enorme composição
           plena de dramatismo,
           interpretando o
           Julgamento Final
           (1536-1541).
Renascimento cultural
FASES DO RENASCIMENTO:
       TRECENTO

 No  século XIV
  manifesta-se
  predominantemente na
  Itália, mais
  especificamente na
  cidade de Florença,
  pólo político,
  econômico e cultural
  da região.
 Giotto, Boccaccio e
  Petrarca estão entre
  seus representantes.    Nascimento de Jesus -Giotto
Quatrocentos
 (século XV) o Renascimento
    espalha-se pela península itálica,
    atingindo seu auge. Neste período
    atuam
   Botticelli
   Leonardo da Vinci
   Rafael
   Michelangelo (que já prenuncia
    certos ideais anti-clássicos
    utilizando-se da linguagem clássica,
    o que caracteriza o Maneirismo, a
    etapa final do Renascimento,
    considerados os três últimos o "trio
    sagrado" da Renascença.                 Auto-retrato de
                                             Leonardo da Vinci
CINQÜECENTO:
                    O Renascimento torna-se
                     no século XVI um
                     movimento universal
                     europeu, tendo, no
                     entanto, iniciado sua
                     decadência. Ocorrem as
                     primeiras manifestações
                     Maneiristas e a Contra
                     Reforma instaura o
                     Barroco como estilo oficial
 Estilo Barroco     da Igreja Católica.
CINQÜECENTO:
                            Na literatura atuaram Ludovico
                               Ariosto Torquato Tasso e
                               Nicolau Maquiavel, já na pintura
                               eram Rafael e Michelangelo.

                               O Renascimento marcou o
                               declínio das bibliotecas de tipo
                               monástico: as primeiras
                               coleções particulares dos
                               humanistas podem ser
                               consideradas como o ponto de
                               partida das bibliotecas
 Biblioteca do Vaticano       modernas
 Michelangelo:
  Capela Sistina
  particular do Juízo
  Final
Nicolau Maquiavel




"O homem prudente deve seguir
sempre as vias traçadas pelos
grandes personagens…".
ARQUITETURA
 Avanços
  arquitetônicos
  possibilitaram o
  desenvolvimento do
  estilo gótico.
 Cúpula da Santa Maria del Fiore,
em Florença, Itália.
Leonardo da Vinci

 Foi um dos mais
  notáveis pintores do
  Renascimento e
  possivelmente seu
  maior gênio, por ser
  também anatomista,
  engenheiro,
  matemático músico,
  naturalista, arquiteto
  e escultor.
Renascimento cultural
Revela
tridimensionalidade,
presença,
individualidade e
profundidade
psicológica não
encontradas em          O casamento de Arnolfini,
                         pintado em óleo sobre
obras anteriores.        madeira por Jan van Eyck em
                         1434
 A Escola de Atenas, de Rafael Sanzio é uma obra
  exemplar da relação do Renascimento com o
  Humanismo e o Classicismo
 Cúpula da Santa
  Maria del Fiore, em
  Florença, Itália.
 Cidadão do mundo,
  em constante desejo
  de enriquecimento
  pessoal, científico,
  literário e humano, o
  humanista encontra
  nas cartas um meio
  privilegiado de saciar
  a sua sempre viva
  sede de
  conhecimento.
 O físico e astrônomo italiano Galileu
  afirmava que a Terra girava ao redor do
  Sol, contra as crenças da Igreja
  Católica, segundo a qual a Terra era o
  centro do Universo. Negou-se a retratar-
  se, apesar das ordens de Roma, e foi
  sentenciado à prisão perpétua.
Heliocentrismo




                 Geocentrismo
Renascimento cultural
Renascimento cultural
Diferenças entre o pensamento
            medieval e o renascentista:

     PENSAMENTO                          PENSAMENTO
       MEDIEVAL                        RENASCENTISTA
Teocentrismo                    Antropocentrismo
Verdade = Bíblia                Verdade = experimentação, observação
Vida material sem importância   Vida terrena e material também é importante

Conformismo                     Crença no progresso
Natureza = fonte do pecado      Natureza = beleza, onde o homem se insere

Ascetismo                       Hedonismo
Dogmatismo                      Fé diferente da razão
Renascimento cultural
   QUATROCENTO (séc XV):
      família Médici (mecenas);
      Florença (principal centro);
      pintura com maior destaque (técnica da pintura a
       óleo);
      Masaccio – geometria em perspectiva. “A Expulsão
       de Adão e Eva do Paraíso”, “Tributo”, Distribuição de
       esmolas por São Pedro”;
      Botticelli – figuras leves, delicadeza, inocência.
       “Nascimento de Vênus”, “Alegoria da Primavera”
      Da Vinci – maior nome do renascimento. Pintor,
       escultor, urbanista, engenheiro, músico, físico,
       botânico... “Gioconda” (Mona Lisa), “Santa Ceia”,
       Virgens das Rochas”.
A ARTE DE SANDRO BOTTICELLI




NASCIMENTO DE VÊNUS
ALEGORIA DA PRIMAVERA
A OBRA DE LEONARDO DA VINCI
Renascimento cultural
A ARTE DE RAFAEL SANZIO




                O CASAMENTO DA VIRGEM
Renascimento cultural
A ARTE DE MICHELANGELO




A CRIAÇÃO DE ADÃO




                            MOISÉS


                                     DAVI
                    PIETÁ
O RENASCIMENTO FORA DA ITÁLIA
     HIERONYMUS BOSCH


                                       PIETER BRUGHEL
                                       BANQUETE DE NÚPCIAS




JARDINS DAS DELÍCIAS CARROÇA DE FENO
O RENASCIMENTO FORA DA ITÁLIA
               EL GRECO                ALBRECHT
                                         DÜRER
                                       AUTO-RETRATO




O ENTERRO DO
               VISTA DE TOLEDO SOB A
CONDE ORGAZ         TEMPESTADE

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
Edenilson Morais
 
Renascimento e Humanismo
Renascimento e HumanismoRenascimento e Humanismo
Renascimento e Humanismo
Dalton Lopes Reis Jr.
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Josefa Libório
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
eunamahcado
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
João Lima
 
9. revolução inglesa
9. revolução inglesa9. revolução inglesa
9. revolução inglesa
José Augusto Fiorin
 
Reforma e contrarreforma
Reforma e contrarreformaReforma e contrarreforma
Reforma e contrarreforma
Fabiana Tonsis
 
A contrarreforma
A contrarreformaA contrarreforma
A contrarreforma
Fatima Freitas
 
Aula i média baixa idade média
Aula i média baixa idade médiaAula i média baixa idade média
Aula i média baixa idade média
De Janks
 
Renascimento
Renascimento Renascimento
Renascimento
Alan
 
Idade Moderna
Idade ModernaIdade Moderna
Idade Moderna
Bruno Conti
 
As Grandes Navegações
As Grandes NavegaçõesAs Grandes Navegações
As Grandes Navegações
Henrique Tobal Jr.
 
O Iluminismo, O Século das Luzes
O Iluminismo, O Século das LuzesO Iluminismo, O Século das Luzes
O Iluminismo, O Século das Luzes
Samara Coimbra
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
Paulo Alexandre
 
1º ano - Reforma Religiosa
1º ano - Reforma Religiosa1º ano - Reforma Religiosa
1º ano - Reforma Religiosa
Daniel Alves Bronstrup
 
O império carolíngio
O império carolíngioO império carolíngio
O império carolíngio
Dalton Lopes Reis Jr.
 
Ideologias políticas do século xix
Ideologias políticas do século xixIdeologias políticas do século xix
Ideologias políticas do século xix
Privada
 
Reforma Protestante
Reforma ProtestanteReforma Protestante
Reforma Protestante
josepinho
 
A Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados NacionaisA Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados Nacionais
Douglas Barraqui
 
Reformas religiosas
Reformas religiosasReformas religiosas
Reformas religiosas
Nelson Faustino
 

Mais procurados (20)

Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
 
Renascimento e Humanismo
Renascimento e HumanismoRenascimento e Humanismo
Renascimento e Humanismo
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
 
9. revolução inglesa
9. revolução inglesa9. revolução inglesa
9. revolução inglesa
 
Reforma e contrarreforma
Reforma e contrarreformaReforma e contrarreforma
Reforma e contrarreforma
 
A contrarreforma
A contrarreformaA contrarreforma
A contrarreforma
 
Aula i média baixa idade média
Aula i média baixa idade médiaAula i média baixa idade média
Aula i média baixa idade média
 
Renascimento
Renascimento Renascimento
Renascimento
 
Idade Moderna
Idade ModernaIdade Moderna
Idade Moderna
 
As Grandes Navegações
As Grandes NavegaçõesAs Grandes Navegações
As Grandes Navegações
 
O Iluminismo, O Século das Luzes
O Iluminismo, O Século das LuzesO Iluminismo, O Século das Luzes
O Iluminismo, O Século das Luzes
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
 
1º ano - Reforma Religiosa
1º ano - Reforma Religiosa1º ano - Reforma Religiosa
1º ano - Reforma Religiosa
 
O império carolíngio
O império carolíngioO império carolíngio
O império carolíngio
 
Ideologias políticas do século xix
Ideologias políticas do século xixIdeologias políticas do século xix
Ideologias políticas do século xix
 
Reforma Protestante
Reforma ProtestanteReforma Protestante
Reforma Protestante
 
A Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados NacionaisA Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados Nacionais
 
Reformas religiosas
Reformas religiosasReformas religiosas
Reformas religiosas
 

Destaque

Sermão de Santo António aos Peixes
Sermão de Santo António aos PeixesSermão de Santo António aos Peixes
Sermão de Santo António aos Peixes
Paula Oliveira Cruz
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
PROFºWILTONREIS
 
Trabalho - Renascimento
Trabalho - RenascimentoTrabalho - Renascimento
Trabalho - Renascimento
Felipe B. Vianna
 
Apres peixes para blog
Apres peixes para blogApres peixes para blog
Apres peixes para blog
ecolealcamara
 
Sermão de Santo António aos Peixes
Sermão de Santo António aos PeixesSermão de Santo António aos Peixes
Sermão de Santo António aos Peixes
Paula Oliveira Cruz
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Mariana Dias
 
Renascimento - História Geral
Renascimento - História GeralRenascimento - História Geral
Renascimento - História Geral
Valéria Shoujofan
 
O Renascimento - 8ºano
O Renascimento - 8ºanoO Renascimento - 8ºano
O Renascimento - 8ºano
Vasco Pires
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
Carlos Pinheiro
 
Cap v repreensões particular
Cap v repreensões particularCap v repreensões particular
Cap v repreensões particular
Helena Coutinho
 

Destaque (10)

Sermão de Santo António aos Peixes
Sermão de Santo António aos PeixesSermão de Santo António aos Peixes
Sermão de Santo António aos Peixes
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
Trabalho - Renascimento
Trabalho - RenascimentoTrabalho - Renascimento
Trabalho - Renascimento
 
Apres peixes para blog
Apres peixes para blogApres peixes para blog
Apres peixes para blog
 
Sermão de Santo António aos Peixes
Sermão de Santo António aos PeixesSermão de Santo António aos Peixes
Sermão de Santo António aos Peixes
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento - História Geral
Renascimento - História GeralRenascimento - História Geral
Renascimento - História Geral
 
O Renascimento - 8ºano
O Renascimento - 8ºanoO Renascimento - 8ºano
O Renascimento - 8ºano
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
 
Cap v repreensões particular
Cap v repreensões particularCap v repreensões particular
Cap v repreensões particular
 

Semelhante a Renascimento cultural

Renascimento cultural 1
Renascimento cultural 1Renascimento cultural 1
Renascimento cultural 1
Damião Fagundes
 
Aula 4- Renascimento cultural.pptx
Aula 4- Renascimento cultural.pptxAula 4- Renascimento cultural.pptx
Aula 4- Renascimento cultural.pptx
RobsonAbreuProfessor
 
Renascimento show de bola
Renascimento show de bolaRenascimento show de bola
Renascimento show de bola
mundica broda
 
Renascimento Cultural.ppt.pptx
Renascimento Cultural.ppt.pptxRenascimento Cultural.ppt.pptx
Renascimento Cultural.ppt.pptx
CarlosHenriqueAveiro1
 
RENASCIMENTO
RENASCIMENTORENASCIMENTO
RENASCIMENTO
ZalexRibeiro
 
Renascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na Renascença
Renascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na RenascençaRenascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na Renascença
Renascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na Renascença
CRAFTA
 
7
77
Renascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientificoRenascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientifico
Marcelo Ferreira Boia
 
Renascimento 120628154736-phpapp01
Renascimento 120628154736-phpapp01Renascimento 120628154736-phpapp01
Renascimento 120628154736-phpapp01
marlete andrade
 
HISTÓRIA DA ARTE REVISÃO ENEM 1.pdf
HISTÓRIA DA ARTE REVISÃO ENEM 1.pdfHISTÓRIA DA ARTE REVISÃO ENEM 1.pdf
HISTÓRIA DA ARTE REVISÃO ENEM 1.pdf
jarbas5
 
Renascimento1
Renascimento1Renascimento1
Renascimento1
rosecrisnato
 
Renascimento Cultural - Prof. Altair Aguilar
Renascimento Cultural - Prof. Altair AguilarRenascimento Cultural - Prof. Altair Aguilar
Renascimento Cultural - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Renascimento Artístico Cultural - 7º ano
Renascimento Artístico Cultural - 7º anoRenascimento Artístico Cultural - 7º ano
Renascimento Artístico Cultural - 7º ano
7 de Setembro
 
1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural
Daniel Alves Bronstrup
 
oficinahg16.pptx
oficinahg16.pptxoficinahg16.pptx
oficinahg16.pptx
Juliana618850
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
IdinneyMax1
 
História da Arte
História da ArteHistória da Arte
História da Arte
Marco Silva
 
Renascimento2
Renascimento2Renascimento2
Renascimento2
carmelguerreiro
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
Edenilson Morais
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento

Semelhante a Renascimento cultural (20)

Renascimento cultural 1
Renascimento cultural 1Renascimento cultural 1
Renascimento cultural 1
 
Aula 4- Renascimento cultural.pptx
Aula 4- Renascimento cultural.pptxAula 4- Renascimento cultural.pptx
Aula 4- Renascimento cultural.pptx
 
Renascimento show de bola
Renascimento show de bolaRenascimento show de bola
Renascimento show de bola
 
Renascimento Cultural.ppt.pptx
Renascimento Cultural.ppt.pptxRenascimento Cultural.ppt.pptx
Renascimento Cultural.ppt.pptx
 
RENASCIMENTO
RENASCIMENTORENASCIMENTO
RENASCIMENTO
 
Renascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na Renascença
Renascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na RenascençaRenascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na Renascença
Renascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na Renascença
 
7
77
7
 
Renascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientificoRenascimento cultural e cientifico
Renascimento cultural e cientifico
 
Renascimento 120628154736-phpapp01
Renascimento 120628154736-phpapp01Renascimento 120628154736-phpapp01
Renascimento 120628154736-phpapp01
 
HISTÓRIA DA ARTE REVISÃO ENEM 1.pdf
HISTÓRIA DA ARTE REVISÃO ENEM 1.pdfHISTÓRIA DA ARTE REVISÃO ENEM 1.pdf
HISTÓRIA DA ARTE REVISÃO ENEM 1.pdf
 
Renascimento1
Renascimento1Renascimento1
Renascimento1
 
Renascimento Cultural - Prof. Altair Aguilar
Renascimento Cultural - Prof. Altair AguilarRenascimento Cultural - Prof. Altair Aguilar
Renascimento Cultural - Prof. Altair Aguilar
 
Renascimento Artístico Cultural - 7º ano
Renascimento Artístico Cultural - 7º anoRenascimento Artístico Cultural - 7º ano
Renascimento Artístico Cultural - 7º ano
 
1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural
 
oficinahg16.pptx
oficinahg16.pptxoficinahg16.pptx
oficinahg16.pptx
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
História da Arte
História da ArteHistória da Arte
História da Arte
 
Renascimento2
Renascimento2Renascimento2
Renascimento2
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 

Mais de secretaria estadual de educação

Anos rebeldes 1960 e 1970
Anos rebeldes 1960 e 1970Anos rebeldes 1960 e 1970
Anos rebeldes 1960 e 1970
secretaria estadual de educação
 
O Estado e o Espaço Geográfico.
O Estado e o Espaço Geográfico.O Estado e o Espaço Geográfico.
O Estado e o Espaço Geográfico.
secretaria estadual de educação
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Sociedade mineradora - Brasil Colonial
Sociedade mineradora - Brasil ColonialSociedade mineradora - Brasil Colonial
Sociedade mineradora - Brasil Colonial
secretaria estadual de educação
 
Feudalismo (1)
Feudalismo (1)Feudalismo (1)
Revisão do conteúdo do 7º ano.
Revisão do conteúdo do 7º ano.Revisão do conteúdo do 7º ano.
Revisão do conteúdo do 7º ano.
secretaria estadual de educação
 
Nova ordem mundial
Nova ordem mundialNova ordem mundial
A Crise do Feudalismo
A Crise do FeudalismoA Crise do Feudalismo
A Crise do Feudalismo
secretaria estadual de educação
 
Nazifascismo
NazifascismoNazifascismo
Crise do capitalismo liberal
Crise do capitalismo liberalCrise do capitalismo liberal
Crise do capitalismo liberal
secretaria estadual de educação
 
Imperialismo aulas 31 e 32
Imperialismo   aulas 31 e 32Imperialismo   aulas 31 e 32
Imperialismo aulas 31 e 32
secretaria estadual de educação
 
República velha
República velhaRepública velha
Arevoluofrancesa 100613205417-phpapp02
Arevoluofrancesa 100613205417-phpapp02Arevoluofrancesa 100613205417-phpapp02
Arevoluofrancesa 100613205417-phpapp02
secretaria estadual de educação
 
Idade média
Idade médiaIdade média
Bárbaros e feudalismo (1)
Bárbaros e feudalismo (1)Bárbaros e feudalismo (1)
Bárbaros e feudalismo (1)
secretaria estadual de educação
 
Crise do império romano
Crise do império romanoCrise do império romano
Crise do império romano
secretaria estadual de educação
 
Revisão 8º ano
Revisão 8º anoRevisão 8º ano
Do regime militar_a_nova_republica
Do regime militar_a_nova_republicaDo regime militar_a_nova_republica
Do regime militar_a_nova_republica
secretaria estadual de educação
 
O período democrático
O período democráticoO período democrático
O período democrático
secretaria estadual de educação
 
Era vargas
Era vargasEra vargas

Mais de secretaria estadual de educação (20)

Anos rebeldes 1960 e 1970
Anos rebeldes 1960 e 1970Anos rebeldes 1960 e 1970
Anos rebeldes 1960 e 1970
 
O Estado e o Espaço Geográfico.
O Estado e o Espaço Geográfico.O Estado e o Espaço Geográfico.
O Estado e o Espaço Geográfico.
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
 
Sociedade mineradora - Brasil Colonial
Sociedade mineradora - Brasil ColonialSociedade mineradora - Brasil Colonial
Sociedade mineradora - Brasil Colonial
 
Feudalismo (1)
Feudalismo (1)Feudalismo (1)
Feudalismo (1)
 
Revisão do conteúdo do 7º ano.
Revisão do conteúdo do 7º ano.Revisão do conteúdo do 7º ano.
Revisão do conteúdo do 7º ano.
 
Nova ordem mundial
Nova ordem mundialNova ordem mundial
Nova ordem mundial
 
A Crise do Feudalismo
A Crise do FeudalismoA Crise do Feudalismo
A Crise do Feudalismo
 
Nazifascismo
NazifascismoNazifascismo
Nazifascismo
 
Crise do capitalismo liberal
Crise do capitalismo liberalCrise do capitalismo liberal
Crise do capitalismo liberal
 
Imperialismo aulas 31 e 32
Imperialismo   aulas 31 e 32Imperialismo   aulas 31 e 32
Imperialismo aulas 31 e 32
 
República velha
República velhaRepública velha
República velha
 
Arevoluofrancesa 100613205417-phpapp02
Arevoluofrancesa 100613205417-phpapp02Arevoluofrancesa 100613205417-phpapp02
Arevoluofrancesa 100613205417-phpapp02
 
Idade média
Idade médiaIdade média
Idade média
 
Bárbaros e feudalismo (1)
Bárbaros e feudalismo (1)Bárbaros e feudalismo (1)
Bárbaros e feudalismo (1)
 
Crise do império romano
Crise do império romanoCrise do império romano
Crise do império romano
 
Revisão 8º ano
Revisão 8º anoRevisão 8º ano
Revisão 8º ano
 
Do regime militar_a_nova_republica
Do regime militar_a_nova_republicaDo regime militar_a_nova_republica
Do regime militar_a_nova_republica
 
O período democrático
O período democráticoO período democrático
O período democrático
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Era vargas
 

Renascimento cultural

  • 1. RENASCIMENTO CULTURAL XIV e XVI Itália berço do Renascimento
  • 3.  Em oposição à cultura feudal, o Renascimento foi um movimento cultural que expressou a mentalidade burguesa.Ocorreu na Europa durante os séculos XIV, XV, XVI.
  • 4. FLORENÇA: capital das artes  Cidade do renascimento. Depois da "longa noite de trevas" que foi a idade média, a humanidade renasceu para a cultura. Esse renascimento começou em Florença, quando poetas, pintores, escultores e arquitetos criaram entre os séculos XIII e XV uma quantidade infinita de obras de arte.
  • 5. MECENATO...  Mecenas: burguesia,princípes e até Papas financiaravam e protegiam as artes e os artistas  Entre as famílias mais ricas de Florença contavam-se os Médicis, que acabaram por controlar o governo da  Lourenço de Médici cidade e tornar-se mecenas generosos.
  • 6. Os seus fundamentos são:  antropocentrismo,  racionalismo  individualismo em oposição ao teocentrismo e às concepções da filosofia escolástica. A ciência ocupou o seu lugar. Esta nova concepção se expressou nas Artes Plásticas e na Literatura e fez desenvolver o estudo da Medicina, da Física, entre outras
  • 7. Humanismo: volta aos valores da Antiguidade Clássica  O Nascimento de Vênus
  • 8. Descobrir o Mundo...Descobrir o Homem  “O homem é a medida de todas as coisas”:Tratava-se na verdade de valorizar as pessoas em si, encontrar nelas as qualidades e as virtudes negadas pelo pensamento católico medieval.
  • 9.  O ideal de universalidade: Os renascentistas acreditavam que uma pessoa poderia vir a aprender e saber tudo o que se conhece.
  • 10. MIGUEL ANGELO  O grandioso esquema compositivo para o teto da capela Sistina estabelece uma narrativa do velho testamento, desde o Gênesis ao Dilúvio, a que se juntou, na parede do altar, uma enorme composição plena de dramatismo, interpretando o Julgamento Final (1536-1541).
  • 12. FASES DO RENASCIMENTO: TRECENTO  No século XIV manifesta-se predominantemente na Itália, mais especificamente na cidade de Florença, pólo político, econômico e cultural da região.  Giotto, Boccaccio e Petrarca estão entre seus representantes.  Nascimento de Jesus -Giotto
  • 13. Quatrocentos  (século XV) o Renascimento espalha-se pela península itálica, atingindo seu auge. Neste período atuam  Botticelli  Leonardo da Vinci  Rafael  Michelangelo (que já prenuncia certos ideais anti-clássicos utilizando-se da linguagem clássica, o que caracteriza o Maneirismo, a etapa final do Renascimento, considerados os três últimos o "trio sagrado" da Renascença.  Auto-retrato de Leonardo da Vinci
  • 14. CINQÜECENTO:  O Renascimento torna-se no século XVI um movimento universal europeu, tendo, no entanto, iniciado sua decadência. Ocorrem as primeiras manifestações Maneiristas e a Contra Reforma instaura o Barroco como estilo oficial  Estilo Barroco da Igreja Católica.
  • 15. CINQÜECENTO:  Na literatura atuaram Ludovico Ariosto Torquato Tasso e Nicolau Maquiavel, já na pintura eram Rafael e Michelangelo.  O Renascimento marcou o declínio das bibliotecas de tipo monástico: as primeiras coleções particulares dos humanistas podem ser consideradas como o ponto de partida das bibliotecas  Biblioteca do Vaticano modernas
  • 16.  Michelangelo: Capela Sistina particular do Juízo Final
  • 17. Nicolau Maquiavel "O homem prudente deve seguir sempre as vias traçadas pelos grandes personagens…".
  • 18. ARQUITETURA  Avanços arquitetônicos possibilitaram o desenvolvimento do estilo gótico.
  • 19.  Cúpula da Santa Maria del Fiore, em Florença, Itália.
  • 20. Leonardo da Vinci  Foi um dos mais notáveis pintores do Renascimento e possivelmente seu maior gênio, por ser também anatomista, engenheiro, matemático músico, naturalista, arquiteto e escultor.
  • 22. Revela tridimensionalidade, presença, individualidade e profundidade psicológica não encontradas em  O casamento de Arnolfini, pintado em óleo sobre obras anteriores. madeira por Jan van Eyck em 1434
  • 23.  A Escola de Atenas, de Rafael Sanzio é uma obra exemplar da relação do Renascimento com o Humanismo e o Classicismo
  • 24.  Cúpula da Santa Maria del Fiore, em Florença, Itália.
  • 25.  Cidadão do mundo, em constante desejo de enriquecimento pessoal, científico, literário e humano, o humanista encontra nas cartas um meio privilegiado de saciar a sua sempre viva sede de conhecimento.
  • 26.  O físico e astrônomo italiano Galileu afirmava que a Terra girava ao redor do Sol, contra as crenças da Igreja Católica, segundo a qual a Terra era o centro do Universo. Negou-se a retratar- se, apesar das ordens de Roma, e foi sentenciado à prisão perpétua.
  • 27. Heliocentrismo Geocentrismo
  • 30. Diferenças entre o pensamento medieval e o renascentista: PENSAMENTO PENSAMENTO MEDIEVAL RENASCENTISTA Teocentrismo Antropocentrismo Verdade = Bíblia Verdade = experimentação, observação Vida material sem importância Vida terrena e material também é importante Conformismo Crença no progresso Natureza = fonte do pecado Natureza = beleza, onde o homem se insere Ascetismo Hedonismo Dogmatismo Fé diferente da razão
  • 32. QUATROCENTO (séc XV):  família Médici (mecenas);  Florença (principal centro);  pintura com maior destaque (técnica da pintura a óleo);  Masaccio – geometria em perspectiva. “A Expulsão de Adão e Eva do Paraíso”, “Tributo”, Distribuição de esmolas por São Pedro”;  Botticelli – figuras leves, delicadeza, inocência. “Nascimento de Vênus”, “Alegoria da Primavera”  Da Vinci – maior nome do renascimento. Pintor, escultor, urbanista, engenheiro, músico, físico, botânico... “Gioconda” (Mona Lisa), “Santa Ceia”, Virgens das Rochas”.
  • 33. A ARTE DE SANDRO BOTTICELLI NASCIMENTO DE VÊNUS
  • 35. A OBRA DE LEONARDO DA VINCI
  • 37. A ARTE DE RAFAEL SANZIO O CASAMENTO DA VIRGEM
  • 39. A ARTE DE MICHELANGELO A CRIAÇÃO DE ADÃO MOISÉS DAVI PIETÁ
  • 40. O RENASCIMENTO FORA DA ITÁLIA HIERONYMUS BOSCH PIETER BRUGHEL BANQUETE DE NÚPCIAS JARDINS DAS DELÍCIAS CARROÇA DE FENO
  • 41. O RENASCIMENTO FORA DA ITÁLIA EL GRECO ALBRECHT DÜRER AUTO-RETRATO O ENTERRO DO VISTA DE TOLEDO SOB A CONDE ORGAZ TEMPESTADE