SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 37
Baixar para ler offline
Resource Description
and Access (RDA)
Fabrício Silva Assumpção
fabricioassumpcao.com | assumpcao.f@gmail.com
Introdução e panorama atual
XII Encontro Nacional de
Usuários da Rede Pergamum
Curitiba, 7 de junho de 2013
Catálogos
Usuário Catálogo Acervo
Catalogação
Atividade de elaborar representações de
documentos de modo a identificá-los,
individualizá-los e permitir sua recuperação de
modo mais eficiente possível, poupando tempo e
energia do usuário.
“Poupe o tempo do leitor”
Poupe o tempo do catalogador!
Regras de catalogação
Escopo das regras de catalogação
Descrição dos aspectos de forma (descrição
bibliográfica)
Atribuição dos pontos de acesso de
responsabilidade e de títulos
AACR2
Código de Catalogação
Anglo-Americano
1967, 1978,... 2002
Organizado pelo tipo de
documento
Regras de catalogação para
um contexto não digital
Necessidade de mudanças
Impacto das Tecnologias de Informação e
Comunicação no cenário informacional
Novos tipos de documentos
Novos tipos de conteúdo
Novas formas de acesso
Novos suportes para o armazenamento
Novas necessidades de informação
Objetivos do RDA
Resource Description and Access
 Recursos: Descrição e Acesso
 Descrição de Recursos e Acesso
O RDA é um código de catalogação
 Voltado ao ambiente digital
 Para ser utilizado além da comunidade de bibliotecas
 Descrição de todo tipo de conteúdo e de mídia
Substituição do AACR2
Surgiu a partir dos estudos para a atualização do
AACR (AACR3)
Manter a compatibilidade entre os registros
criados com o AACR2 e os registros criados com o
RDA
RDA Toolkit
Ferramenta online
Funcionalidades de busca e de navegação
Personalização
Conteúdo adicional
Inscrição anual
Único usuário: US$ 195
Instituição: US$ 325 + US$ 55 (por usuário)
Versão impressa: US$ 150
RDA Toolkit
Screen image from the RDA Toolkit (www.rdatoolkit.org) used by permission of the Co-Publishers for RDA (American Library Association, Canadian Library
Association, and CILIP: Chartered Institute of Library and Information Professionals)
RDA e FRBR
A organização do RDA segue o FRBR
FRBR - Requisitos Funcionais para Registros
Bibliográficos
Modelo conceitual
Define
 Objetos que são de interesse dos usuários
(entidades)
 Características dos objetos (atributos)
 Relações entre os objetos (relacionamentos)
Estrutura do RDA
AACR2
Partes (I e II)
Capítulos
Áreas
Elementos
Regras
Partes (Atributos e
Relacionamentos)
Seções
Capítulos
Elementos
Regras
RDA
Registro dos Atributos
Manifestação e item
1
Obra e expressão
2
Pessoa, família e entidade coletiva
3
Conceito, objeto, evento e lugar
4
Registro dos Relacionamentos
Relacionamentos primários
5
Pessoas, famílias e entidades coletivas e o recurso
6
Assuntos
7
Obras, expressões, manifestações e itens
8
Pessoas, famílias e entidades coletivas
9
Conceitos, objetos, eventos e lugares
10
Estrutura do RDA
Cada seção contém um capítulo inicial com regras
gerais e capítulos com regras específicas
 Seção 1: Registro dos atributos de manifestação e
de item
 Capítulo 1: Diretrizes gerais para o registro dos atributos
de manifestações e de itens
 Capítulo 2: Identificação de manifestações e de itens
 Capítulo 3: Descrição dos suportes
 Capítulo 4: Provendo aquisição e acesso à informação
Redação das regras
2.5 Indicação de edição
2.5.2 Designação de edição
2.5.2.1 Escopo
2.5.2.2 Fonte de informação
2.5.2.3 Registro da designação de edição
Registre a designação de edição aplicando
as instruções básicas dadas em 2.5.1.
O que muda
com o RDA?
Pontuação e transcrição
Fonte: LC
Abreviaturas
Novos elementos
“Regra de três”
Designadores de relacionamento
RDA e MARC 21
É possível?
RDA e MARC 21
Regras de catalogação (AACR2, RDA, etc.)
Conjuntos de instruções para o registro dos
dados catalográficos
Formatos (MARC 21, MODS, UNIMARC, etc.)
Estruturas para a identificação dos dados
catalográficos de modo processável por
computadores
As regras de catalogação independem dos
formatos
Screen image from the RDA Toolkit (www.rdatoolkit.org) used by permission of the Co-Publishers for RDA (American Library Association, Canadian Library
Association, and CILIP: Chartered Institute of Library and Information Professionals)
Novos campos/subcampos
Registros bibliográficos:
 264 – Produção, publicação, distribuição, manufatura e
copyright
 336 – Tipo de conteúdo
 337 – Tipo de mídia
 338 – Tipo de suporte
 347 – Características de arquivo digital
 $a – Tipo de arquivo
 $b – Formato de codificação
 $c – Tamanho do arquivo
 $d – Resolução
 380 – Forma da obra
 382 – Meio de performance
Novos campos/subcampos
Registros de autoridade:
 368 – Outros atributos de pessoa ou de entidade
coletiva
 370 – Local associado
 371 – Endereço
 372 – Campo de atividade
 373 – Grupo associado
 374 – Ocupação
 375 – Gênero
 376 – Informação sobre a família
 378 – Forma completa do nome pessoal
Registros RDA/MARC 21
Registros RDA/MARC 21
Quem já está utilizando o RDA
 Austrália
 National Library of Australia e outras bibliotecas
 Singapura
 National Library of Board of Singapore
 Reino Unido e Irlanda
 British Library, Bibliographic Data Services, Cambridge University
Library, OLIS/Bodleian Library, Trinity College, University of Warwick
 Estados Unidos
 Library of Congress, National Agricultural Library, National Library of
Medicine, Brigham Young University, Stanford University, University
of Chicago
Who's Cataloging in RDA, 2013
Quem já está utilizando o RDA
 No Brasil: Universidade de Caxias do Sul
Votto, 2013
Preparação para o RDA
RDA Toolkit: rdatoolkit.org
Acesso livre por 30 dias: rdatoolkit.org/trial
Tutoriais
Inglês: rdatoolkit.org/training
Espanhol:
loc.gov/catworkshop/courses/rda_naco_spanish.html
Bibliografia brasileira sobre o RDA
Livros
Artigos
Dissertações e trabalhos de conclusão de curso
Slides
Cursos e eventos
fabricioassumpcao.com/bibliografia-rda
Em síntese...
Catalogação & Códigos de catalogação
RDA: substituto do AACR2
RDA
Ambiente digital
Conteúdo e mídia
FRBR
Diferenças entre AACR2 e RDA
RDA no MARC 21
Bibliografia RDA, eventos e cursos
Bibliotecário, o que o RDA está
tentando dizer é...
Você não está mais catalogando em
uma ficha, então não aja como se
estivesse!
Referências
 CÓDIGO de catalogação anglo-americano. 2. ed., rev. 2002. São Paulo: FEBAB,
2004.
 FUNCTIONAL requirements for bibliographic records: final report. München:
K.G. Saur, 2009.
 LIBRARY OF CONGRESS. Library of Congress Online Catalog. Washington, DC,
2013. Disponível em: <http://catalog.loc.gov>. Acesso em: 04 jun. 2013.
 LIBRARY OF CONGRESS. MARC 21 Standards. Washington, D.C., 2013.
Disponível em: <http://www.loc.gov/marc/>. Acesso em: 04 jun. 2013.
 MEY, E. S. A. Introdução à catalogação. Brasília: Briquet de Lemos, 1995.
 RESOURCE Description and Access (RDA). Chicago: American Library
Association, 2013.
 VOTTO, Marcelo. Biblioteca da UCS passa a utilizar os campos do RDA para
MARC Autoridades. In: Processo Técnico BICE/UCS. Caxias do Sul: UCS, 2013.
Disponível em:
<http://processotecnicoucs.wordpress.com/2013/02/18/biblioteca-da-ucs-
passa-a-utilizar-os-campos-da-rda-para-marc-autoridades>. Acesso em: 04
jun. 2013.
 WHO'S Cataloging in RDA. Disponível em:
<http://www.rdatoolkit.org/RDA_institutions>. Acesso em: 04 jun. 2013.
Obrigado!
Fabrício Silva Assumpção
fabricioassumpcao.com | assumpcao.f@gmail.com
XII Encontro Nacional de
Usuários da Rede Pergamum
Curitiba, 7 de junho de 2013

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

RDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogação
RDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogaçãoRDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogação
RDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogaçãoFabrício Silva Assumpção
 
Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)
Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)
Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)Fabrício Silva Assumpção
 
RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)
RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)
RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)Fabrício Silva Assumpção
 
Catalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendências
Catalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendênciasCatalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendências
Catalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendênciasFabrício Silva Assumpção
 
Resource Description and Access (RDA) (UFSC 2020)
Resource Description and Access (RDA) (UFSC 2020)Resource Description and Access (RDA) (UFSC 2020)
Resource Description and Access (RDA) (UFSC 2020)Fabrício Silva Assumpção
 
Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...
Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...
Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...Fabrício Silva Assumpção
 
SKOS: Interoperabilidade de linguagens documentais
SKOS: Interoperabilidade de linguagens documentaisSKOS: Interoperabilidade de linguagens documentais
SKOS: Interoperabilidade de linguagens documentaisFabrício Silva Assumpção
 
Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...
Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...
Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...Fabrício Silva Assumpção
 
Conversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLT
Conversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLTConversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLT
Conversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLTFabrício Silva Assumpção
 
Conversão de registros em XML para MARC 21: um modelo baseado em XSLT (ENANCI...
Conversão de registros em XML para MARC 21:um modelo baseado em XSLT (ENANCI...Conversão de registros em XML para MARC 21:um modelo baseado em XSLT (ENANCI...
Conversão de registros em XML para MARC 21: um modelo baseado em XSLT (ENANCI...Fabrício Silva Assumpção
 
RDA como novo código de catalogação
RDA como novo código de catalogaçãoRDA como novo código de catalogação
RDA como novo código de catalogaçãoMarcelo Votto
 
RDA – Recursos: Descrição e Acesso Caminhos da Catalogação
RDA – Recursos: Descrição e Acesso Caminhos da CatalogaçãoRDA – Recursos: Descrição e Acesso Caminhos da Catalogação
RDA – Recursos: Descrição e Acesso Caminhos da CatalogaçãoUniversidade de São Paulo
 
O RDA no controle de autoridades do Sistema de Bibliotecas da Universidade de...
O RDA no controle de autoridades do Sistema de Bibliotecas da Universidade de...O RDA no controle de autoridades do Sistema de Bibliotecas da Universidade de...
O RDA no controle de autoridades do Sistema de Bibliotecas da Universidade de...Marcelo Votto
 
As contribuições da Web Semântica para a Catalogação
As contribuições da Web Semântica para a CatalogaçãoAs contribuições da Web Semântica para a Catalogação
As contribuições da Web Semântica para a CatalogaçãoUNESP
 

Mais procurados (20)

RDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogação
RDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogaçãoRDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogação
RDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogação
 
Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)
Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)
Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)
 
RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)
RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)
RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)
 
Catalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendências
Catalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendênciasCatalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendências
Catalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendências
 
Resource Description and Access (RDA) (UFSC 2020)
Resource Description and Access (RDA) (UFSC 2020)Resource Description and Access (RDA) (UFSC 2020)
Resource Description and Access (RDA) (UFSC 2020)
 
Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...
Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...
Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...
 
Mudanças e desafios na utilização do RDA
Mudanças e desafios na utilização do RDAMudanças e desafios na utilização do RDA
Mudanças e desafios na utilização do RDA
 
SKOS: Interoperabilidade de linguagens documentais
SKOS: Interoperabilidade de linguagens documentaisSKOS: Interoperabilidade de linguagens documentais
SKOS: Interoperabilidade de linguagens documentais
 
MARCXML
MARCXMLMARCXML
MARCXML
 
Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...
Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...
Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...
 
Conversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLT
Conversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLTConversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLT
Conversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLT
 
Conversão de registros em XML para MARC 21: um modelo baseado em XSLT (ENANCI...
Conversão de registros em XML para MARC 21:um modelo baseado em XSLT (ENANCI...Conversão de registros em XML para MARC 21:um modelo baseado em XSLT (ENANCI...
Conversão de registros em XML para MARC 21: um modelo baseado em XSLT (ENANCI...
 
RDA como novo código de catalogação
RDA como novo código de catalogaçãoRDA como novo código de catalogação
RDA como novo código de catalogação
 
RDA Element Sets e RDA Value Vocabularies
RDA Element Sets e RDA Value VocabulariesRDA Element Sets e RDA Value Vocabularies
RDA Element Sets e RDA Value Vocabularies
 
Eu ainda preciso aprender AACR2 e MARC 21?
Eu ainda preciso aprender AACR2 e MARC 21? Eu ainda preciso aprender AACR2 e MARC 21?
Eu ainda preciso aprender AACR2 e MARC 21?
 
RDA
RDARDA
RDA
 
Introdução ao RDA - Módulos 3, 4, 5 e 6
Introdução ao RDA - Módulos 3, 4, 5 e 6Introdução ao RDA - Módulos 3, 4, 5 e 6
Introdução ao RDA - Módulos 3, 4, 5 e 6
 
RDA – Recursos: Descrição e Acesso Caminhos da Catalogação
RDA – Recursos: Descrição e Acesso Caminhos da CatalogaçãoRDA – Recursos: Descrição e Acesso Caminhos da Catalogação
RDA – Recursos: Descrição e Acesso Caminhos da Catalogação
 
O RDA no controle de autoridades do Sistema de Bibliotecas da Universidade de...
O RDA no controle de autoridades do Sistema de Bibliotecas da Universidade de...O RDA no controle de autoridades do Sistema de Bibliotecas da Universidade de...
O RDA no controle de autoridades do Sistema de Bibliotecas da Universidade de...
 
As contribuições da Web Semântica para a Catalogação
As contribuições da Web Semântica para a CatalogaçãoAs contribuições da Web Semântica para a Catalogação
As contribuições da Web Semântica para a Catalogação
 

Semelhante a RDA na prática: uma introdução ao novo código de catalogação

Resource Description and Access (RDA): objetivos, características e desenvolv...
Resource Description and Access (RDA): objetivos, características e desenvolv...Resource Description and Access (RDA): objetivos, características e desenvolv...
Resource Description and Access (RDA): objetivos, características e desenvolv...Fabrício Silva Assumpção
 
A modelagem de dados no processo da catalogação sob a perspectiva do uso dos ...
A modelagem de dados no processo da catalogação sob a perspectiva do uso dos ...A modelagem de dados no processo da catalogação sob a perspectiva do uso dos ...
A modelagem de dados no processo da catalogação sob a perspectiva do uso dos ...Elvis Fusco
 
Questões e conteúdos do IFCE 2016 [Cargo Bibliotecário-Documentalista]
Questões e conteúdos do IFCE 2016 [Cargo Bibliotecário-Documentalista]Questões e conteúdos do IFCE 2016 [Cargo Bibliotecário-Documentalista]
Questões e conteúdos do IFCE 2016 [Cargo Bibliotecário-Documentalista]notas_sobre_biblioteconomia
 
Bancos de Dados para Bibliotecários
Bancos de Dados para BibliotecáriosBancos de Dados para Bibliotecários
Bancos de Dados para BibliotecáriosLuciano Ramalho
 
FRBR_DESAFIANDO LIMITES
FRBR_DESAFIANDO LIMITESFRBR_DESAFIANDO LIMITES
FRBR_DESAFIANDO LIMITESRita Almeida
 
Banco de Dados - Part01
Banco de Dados - Part01Banco de Dados - Part01
Banco de Dados - Part01Rangel Javier
 
Padroes descricao boas_praticas_recursos_musicais
Padroes descricao boas_praticas_recursos_musicaisPadroes descricao boas_praticas_recursos_musicais
Padroes descricao boas_praticas_recursos_musicaisRosana Lanzelotte
 
Bibliotecas digitais21
Bibliotecas digitais21Bibliotecas digitais21
Bibliotecas digitais21silviaalves
 
Bibliotecas digitais21
Bibliotecas digitais21Bibliotecas digitais21
Bibliotecas digitais21silviaalves
 
ESTUDO COMPARATIVO DA NORMA BRASILEIRA DE DESCRIÇÃO ARQUIVÍSTICA (NOBRADE) E ...
ESTUDO COMPARATIVO DA NORMA BRASILEIRA DE DESCRIÇÃO ARQUIVÍSTICA (NOBRADE) E ...ESTUDO COMPARATIVO DA NORMA BRASILEIRA DE DESCRIÇÃO ARQUIVÍSTICA (NOBRADE) E ...
ESTUDO COMPARATIVO DA NORMA BRASILEIRA DE DESCRIÇÃO ARQUIVÍSTICA (NOBRADE) E ...Daniel Ribeiro dos Santos
 
CATALOGAÇÃO DE RECURSOS BIBLIOGRÁFICOS DIGITAIS NO PADRÃO DE METADADOS DUBLIN...
CATALOGAÇÃO DE RECURSOS BIBLIOGRÁFICOS DIGITAIS NO PADRÃO DE METADADOS DUBLIN...CATALOGAÇÃO DE RECURSOS BIBLIOGRÁFICOS DIGITAIS NO PADRÃO DE METADADOS DUBLIN...
CATALOGAÇÃO DE RECURSOS BIBLIOGRÁFICOS DIGITAIS NO PADRÃO DE METADADOS DUBLIN...Felipe Arakaki
 
IFLA-LRM e RDA : panorama do modelo conceitual na norma de catalogação
IFLA-LRM e RDA : panorama do modelo conceitual na norma de catalogaçãoIFLA-LRM e RDA : panorama do modelo conceitual na norma de catalogação
IFLA-LRM e RDA : panorama do modelo conceitual na norma de catalogaçãoMarcelo Votto
 
Recursos didáticos: produzir, encontrar, remixar, organizar, catalogar
Recursos didáticos: produzir, encontrar, remixar, organizar, catalogarRecursos didáticos: produzir, encontrar, remixar, organizar, catalogar
Recursos didáticos: produzir, encontrar, remixar, organizar, catalogarBianca Santana
 
Bases de Dados, Metadados e Formatos de intercâmbio de dados
Bases de Dados, Metadados e Formatos de intercâmbio de dadosBases de Dados, Metadados e Formatos de intercâmbio de dados
Bases de Dados, Metadados e Formatos de intercâmbio de dadosPriscyla Patrício
 
Mer - Modelo Entidade Relacionamento
Mer - Modelo Entidade RelacionamentoMer - Modelo Entidade Relacionamento
Mer - Modelo Entidade RelacionamentoRademaker Siena
 

Semelhante a RDA na prática: uma introdução ao novo código de catalogação (20)

Resource Description and Access (RDA): objetivos, características e desenvolv...
Resource Description and Access (RDA): objetivos, características e desenvolv...Resource Description and Access (RDA): objetivos, características e desenvolv...
Resource Description and Access (RDA): objetivos, características e desenvolv...
 
RDA
RDARDA
RDA
 
Rda
RdaRda
Rda
 
Minicurso - Catalogação em RDA
Minicurso - Catalogação em RDAMinicurso - Catalogação em RDA
Minicurso - Catalogação em RDA
 
A modelagem de dados no processo da catalogação sob a perspectiva do uso dos ...
A modelagem de dados no processo da catalogação sob a perspectiva do uso dos ...A modelagem de dados no processo da catalogação sob a perspectiva do uso dos ...
A modelagem de dados no processo da catalogação sob a perspectiva do uso dos ...
 
Questões e conteúdos do IFCE 2016 [Cargo Bibliotecário-Documentalista]
Questões e conteúdos do IFCE 2016 [Cargo Bibliotecário-Documentalista]Questões e conteúdos do IFCE 2016 [Cargo Bibliotecário-Documentalista]
Questões e conteúdos do IFCE 2016 [Cargo Bibliotecário-Documentalista]
 
Bancos de Dados para Bibliotecários
Bancos de Dados para BibliotecáriosBancos de Dados para Bibliotecários
Bancos de Dados para Bibliotecários
 
FRBR_DESAFIANDO LIMITES
FRBR_DESAFIANDO LIMITESFRBR_DESAFIANDO LIMITES
FRBR_DESAFIANDO LIMITES
 
Banco de Dados - Part01
Banco de Dados - Part01Banco de Dados - Part01
Banco de Dados - Part01
 
Padroes descricao boas_praticas_recursos_musicais
Padroes descricao boas_praticas_recursos_musicaisPadroes descricao boas_praticas_recursos_musicais
Padroes descricao boas_praticas_recursos_musicais
 
Formatose padrões(1)
Formatose padrões(1)Formatose padrões(1)
Formatose padrões(1)
 
Bibliotecas digitais21
Bibliotecas digitais21Bibliotecas digitais21
Bibliotecas digitais21
 
Bibliotecas digitais21
Bibliotecas digitais21Bibliotecas digitais21
Bibliotecas digitais21
 
ESTUDO COMPARATIVO DA NORMA BRASILEIRA DE DESCRIÇÃO ARQUIVÍSTICA (NOBRADE) E ...
ESTUDO COMPARATIVO DA NORMA BRASILEIRA DE DESCRIÇÃO ARQUIVÍSTICA (NOBRADE) E ...ESTUDO COMPARATIVO DA NORMA BRASILEIRA DE DESCRIÇÃO ARQUIVÍSTICA (NOBRADE) E ...
ESTUDO COMPARATIVO DA NORMA BRASILEIRA DE DESCRIÇÃO ARQUIVÍSTICA (NOBRADE) E ...
 
CATALOGAÇÃO DE RECURSOS BIBLIOGRÁFICOS DIGITAIS NO PADRÃO DE METADADOS DUBLIN...
CATALOGAÇÃO DE RECURSOS BIBLIOGRÁFICOS DIGITAIS NO PADRÃO DE METADADOS DUBLIN...CATALOGAÇÃO DE RECURSOS BIBLIOGRÁFICOS DIGITAIS NO PADRÃO DE METADADOS DUBLIN...
CATALOGAÇÃO DE RECURSOS BIBLIOGRÁFICOS DIGITAIS NO PADRÃO DE METADADOS DUBLIN...
 
IFLA-LRM e RDA : panorama do modelo conceitual na norma de catalogação
IFLA-LRM e RDA : panorama do modelo conceitual na norma de catalogaçãoIFLA-LRM e RDA : panorama do modelo conceitual na norma de catalogação
IFLA-LRM e RDA : panorama do modelo conceitual na norma de catalogação
 
MARC21.pdf.pdf
MARC21.pdf.pdfMARC21.pdf.pdf
MARC21.pdf.pdf
 
Recursos didáticos: produzir, encontrar, remixar, organizar, catalogar
Recursos didáticos: produzir, encontrar, remixar, organizar, catalogarRecursos didáticos: produzir, encontrar, remixar, organizar, catalogar
Recursos didáticos: produzir, encontrar, remixar, organizar, catalogar
 
Bases de Dados, Metadados e Formatos de intercâmbio de dados
Bases de Dados, Metadados e Formatos de intercâmbio de dadosBases de Dados, Metadados e Formatos de intercâmbio de dados
Bases de Dados, Metadados e Formatos de intercâmbio de dados
 
Mer - Modelo Entidade Relacionamento
Mer - Modelo Entidade RelacionamentoMer - Modelo Entidade Relacionamento
Mer - Modelo Entidade Relacionamento
 

Último

19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 

Último (20)

19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 

RDA na prática: uma introdução ao novo código de catalogação

  • 1. Resource Description and Access (RDA) Fabrício Silva Assumpção fabricioassumpcao.com | assumpcao.f@gmail.com Introdução e panorama atual XII Encontro Nacional de Usuários da Rede Pergamum Curitiba, 7 de junho de 2013
  • 3. Catalogação Atividade de elaborar representações de documentos de modo a identificá-los, individualizá-los e permitir sua recuperação de modo mais eficiente possível, poupando tempo e energia do usuário. “Poupe o tempo do leitor” Poupe o tempo do catalogador!
  • 4. Regras de catalogação Escopo das regras de catalogação Descrição dos aspectos de forma (descrição bibliográfica) Atribuição dos pontos de acesso de responsabilidade e de títulos
  • 5. AACR2 Código de Catalogação Anglo-Americano 1967, 1978,... 2002 Organizado pelo tipo de documento Regras de catalogação para um contexto não digital
  • 6. Necessidade de mudanças Impacto das Tecnologias de Informação e Comunicação no cenário informacional Novos tipos de documentos Novos tipos de conteúdo Novas formas de acesso Novos suportes para o armazenamento Novas necessidades de informação
  • 7. Objetivos do RDA Resource Description and Access  Recursos: Descrição e Acesso  Descrição de Recursos e Acesso O RDA é um código de catalogação  Voltado ao ambiente digital  Para ser utilizado além da comunidade de bibliotecas  Descrição de todo tipo de conteúdo e de mídia
  • 8. Substituição do AACR2 Surgiu a partir dos estudos para a atualização do AACR (AACR3) Manter a compatibilidade entre os registros criados com o AACR2 e os registros criados com o RDA
  • 9. RDA Toolkit Ferramenta online Funcionalidades de busca e de navegação Personalização Conteúdo adicional Inscrição anual Único usuário: US$ 195 Instituição: US$ 325 + US$ 55 (por usuário) Versão impressa: US$ 150
  • 10. RDA Toolkit Screen image from the RDA Toolkit (www.rdatoolkit.org) used by permission of the Co-Publishers for RDA (American Library Association, Canadian Library Association, and CILIP: Chartered Institute of Library and Information Professionals)
  • 11. RDA e FRBR A organização do RDA segue o FRBR FRBR - Requisitos Funcionais para Registros Bibliográficos Modelo conceitual Define  Objetos que são de interesse dos usuários (entidades)  Características dos objetos (atributos)  Relações entre os objetos (relacionamentos)
  • 12. Estrutura do RDA AACR2 Partes (I e II) Capítulos Áreas Elementos Regras Partes (Atributos e Relacionamentos) Seções Capítulos Elementos Regras RDA
  • 13. Registro dos Atributos Manifestação e item 1 Obra e expressão 2 Pessoa, família e entidade coletiva 3 Conceito, objeto, evento e lugar 4
  • 14. Registro dos Relacionamentos Relacionamentos primários 5 Pessoas, famílias e entidades coletivas e o recurso 6 Assuntos 7 Obras, expressões, manifestações e itens 8 Pessoas, famílias e entidades coletivas 9 Conceitos, objetos, eventos e lugares 10
  • 15. Estrutura do RDA Cada seção contém um capítulo inicial com regras gerais e capítulos com regras específicas  Seção 1: Registro dos atributos de manifestação e de item  Capítulo 1: Diretrizes gerais para o registro dos atributos de manifestações e de itens  Capítulo 2: Identificação de manifestações e de itens  Capítulo 3: Descrição dos suportes  Capítulo 4: Provendo aquisição e acesso à informação
  • 16. Redação das regras 2.5 Indicação de edição 2.5.2 Designação de edição 2.5.2.1 Escopo 2.5.2.2 Fonte de informação 2.5.2.3 Registro da designação de edição Registre a designação de edição aplicando as instruções básicas dadas em 2.5.1.
  • 17. O que muda com o RDA?
  • 23. RDA e MARC 21 É possível?
  • 24. RDA e MARC 21 Regras de catalogação (AACR2, RDA, etc.) Conjuntos de instruções para o registro dos dados catalográficos Formatos (MARC 21, MODS, UNIMARC, etc.) Estruturas para a identificação dos dados catalográficos de modo processável por computadores As regras de catalogação independem dos formatos
  • 25. Screen image from the RDA Toolkit (www.rdatoolkit.org) used by permission of the Co-Publishers for RDA (American Library Association, Canadian Library Association, and CILIP: Chartered Institute of Library and Information Professionals)
  • 26. Novos campos/subcampos Registros bibliográficos:  264 – Produção, publicação, distribuição, manufatura e copyright  336 – Tipo de conteúdo  337 – Tipo de mídia  338 – Tipo de suporte  347 – Características de arquivo digital  $a – Tipo de arquivo  $b – Formato de codificação  $c – Tamanho do arquivo  $d – Resolução  380 – Forma da obra  382 – Meio de performance
  • 27. Novos campos/subcampos Registros de autoridade:  368 – Outros atributos de pessoa ou de entidade coletiva  370 – Local associado  371 – Endereço  372 – Campo de atividade  373 – Grupo associado  374 – Ocupação  375 – Gênero  376 – Informação sobre a família  378 – Forma completa do nome pessoal
  • 30. Quem já está utilizando o RDA  Austrália  National Library of Australia e outras bibliotecas  Singapura  National Library of Board of Singapore  Reino Unido e Irlanda  British Library, Bibliographic Data Services, Cambridge University Library, OLIS/Bodleian Library, Trinity College, University of Warwick  Estados Unidos  Library of Congress, National Agricultural Library, National Library of Medicine, Brigham Young University, Stanford University, University of Chicago Who's Cataloging in RDA, 2013
  • 31. Quem já está utilizando o RDA  No Brasil: Universidade de Caxias do Sul Votto, 2013
  • 32. Preparação para o RDA RDA Toolkit: rdatoolkit.org Acesso livre por 30 dias: rdatoolkit.org/trial Tutoriais Inglês: rdatoolkit.org/training Espanhol: loc.gov/catworkshop/courses/rda_naco_spanish.html
  • 33. Bibliografia brasileira sobre o RDA Livros Artigos Dissertações e trabalhos de conclusão de curso Slides Cursos e eventos fabricioassumpcao.com/bibliografia-rda
  • 34. Em síntese... Catalogação & Códigos de catalogação RDA: substituto do AACR2 RDA Ambiente digital Conteúdo e mídia FRBR Diferenças entre AACR2 e RDA RDA no MARC 21 Bibliografia RDA, eventos e cursos
  • 35. Bibliotecário, o que o RDA está tentando dizer é... Você não está mais catalogando em uma ficha, então não aja como se estivesse!
  • 36. Referências  CÓDIGO de catalogação anglo-americano. 2. ed., rev. 2002. São Paulo: FEBAB, 2004.  FUNCTIONAL requirements for bibliographic records: final report. München: K.G. Saur, 2009.  LIBRARY OF CONGRESS. Library of Congress Online Catalog. Washington, DC, 2013. Disponível em: <http://catalog.loc.gov>. Acesso em: 04 jun. 2013.  LIBRARY OF CONGRESS. MARC 21 Standards. Washington, D.C., 2013. Disponível em: <http://www.loc.gov/marc/>. Acesso em: 04 jun. 2013.  MEY, E. S. A. Introdução à catalogação. Brasília: Briquet de Lemos, 1995.  RESOURCE Description and Access (RDA). Chicago: American Library Association, 2013.  VOTTO, Marcelo. Biblioteca da UCS passa a utilizar os campos do RDA para MARC Autoridades. In: Processo Técnico BICE/UCS. Caxias do Sul: UCS, 2013. Disponível em: <http://processotecnicoucs.wordpress.com/2013/02/18/biblioteca-da-ucs- passa-a-utilizar-os-campos-da-rda-para-marc-autoridades>. Acesso em: 04 jun. 2013.  WHO'S Cataloging in RDA. Disponível em: <http://www.rdatoolkit.org/RDA_institutions>. Acesso em: 04 jun. 2013.
  • 37. Obrigado! Fabrício Silva Assumpção fabricioassumpcao.com | assumpcao.f@gmail.com XII Encontro Nacional de Usuários da Rede Pergamum Curitiba, 7 de junho de 2013