SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 38
Baixar para ler offline
MARCXML
Fabrício Silva Assumpção
fabricioassumpcao.com | assumpcao.f@gmail.com
Tupã – SP, 21 de julho de 2016
Conteúdo
 MARC 21
 Propósitos
 Registros
 ISO 2709 e MARCXML
 Principais campos
 Links úteis
Formato MARC 21
 Surgiu no final da década
de 1960, nos EUA.
 Tornar os dados
catalográficos (até então
analógicos) processáveis
por computadores.
001.42
C419m
4.ed.
45265
Metodologia científica : elaborando projetos
de pesquisa / Amado Luiz Cervo, Pedro Alcino
Bervian. – 5. ed. – São Paulo : Prentice Hall,
2002
242 p. ; 25 cm
ISBN 85-879-1815-X
Cervo, Amado Luiz
1. Trabalhos acadêmicos. 2. Metodologia da
pesquisa. I. Bervian, Pedro Alcino. II. Título
Formatos MARC 21
 Dados bibliográficos
 Dados de autoridade
 Dados de itens
 Dados de classificação
 Informação comunitária
Documentação oficial
 Library of Congress:
 http://www.loc.gov/marc/bibliographic/
 Tradução:
 http://www.dbd.puc-rio.br/MARC21/index.html
Registros MARC 21
 Registro bibliográfico [Conjunto de dados descrevendo uma
determinada edição de uma obra]
 Líder (LDR ou 000)
 Campos de controle (00X)
 Campos de dados (1XX – 9XX)
Líder
 24 caracteres com informações sobre o registro e sobre o
documento representado nele.
01069cam a22003137a 4500
Campos de controle
 Números e códigos utilizados para o processamento do registro.
 Campo (etiqueta com 3 caracteres numéricos) (NR)
 Dado/valor
001 000272065
003 BR-RjBN
005 20130228122856.6
008 110406s2003 spba 001 0 por
Campos de dados
 Campo (R ou NR)
 Primeiro indicador (um caractere numérico)
 Segundo indicador (um caractere numérico)
 Subcampo (código de um caractere alfanumérico) (R ou NR)
 Dado/valor
260 ## $a São Paulo : $b Ática, $c 2016
041 1# $a por $h eng
ISO 2709
 Codificação criada com o primeiro formato MARC.
 Suporte: fitas magnéticas.
 Reconhecida como a norma ISO 2709 em 1981.
 Especifica uma estrutura genérica para a troca de dados.
 http://wiki.bireme.org/pt/img_auth.php/5/5f/2709BR.pdf
 Cada registro é composto por um líder, por um diretório e
pelo conteúdo dos campos
005001700000 008004100017... 260003800291...
Campo, tamanho, posição inicial
Líder Diretório
MARCXML
 Documentação
 http://www.loc.gov/standards/marcxml/
 MARCXML Toolkit
 Esquema XML
 http://www.loc.gov/standards/marcxml/schema/MARC21
slim.xsd
MARCXML
<?xml version="1.0" encoding="UTF-8" ?>
<collection>
<record type=" ">
<leader> </leader>
<controlfield tag="00X"> </controlfield>
<datafield tag="XXX" ind1=" " ind2=" ">
<subfield code="x"> </subfield>
</datafield>
</record>
…
</collection>
Principais campos
 LDR
 001
 003
 005
 008
 020
 022
 082
 080
 1XX
 245
 250
 260
 300
 490
 500
 6XX
 7XX
 856
 9XX
Líder
 24 caracteres com informações
sobre o registro e sobre o
documento representado nele.
01069cam a22003137a 4500
00-04 - Tamanho do registro
05 - Status do registro
06 - Tipo de registro
07 - Nível bibliográfico
08 - Tipo de controle
09 - Esquema de Codificação de Caracteres
10 - Número de indicadores
11 - Número de subcampos
12-16 - Endereço dos dados
17 - Nível de Codificação
18 - Forma de Catalogação Descritiva
19 - Nível de registro de recurso em várias partes
20 - Tamanho da parte correspondente ao
tamanho do campo
21 - Tamanho da posição do caractere de início
22 - Tamanho da parte definida para
implementação
23 - Entrada não definida
Campos de controle (001, 003, 005)
 001 – Número de controle (NR)
 ID do registro
 003 – Identificador do número de controle (NR)
 ID da instituição [Cadastro internacional]
 Ex.: BR-RjBN, BR-SpUEP
 005 – Data e hora da última atualização (NR)
 Ex.: 20130228122856.6
Campos de controle (008)
008 – Elementos de dados de tamanho fixo (NR)
 40 caracteres divididos em posições: 00-39
110406s2003 spba 001 0 por
121113s2011 bl ||||g |0|| 0 por d
00-17 18-34 35-39
Mesmo significado para todos
os tipos de documentos.
Diferentes significados para cada
tipo de documento.
Campos de controle (008)
008 – Elementos de dados de tamanho fixo (NR)
 00-05 - Data de criação do registro
 AAMMDD
 07-10 – Primeira data (ano de publicação)
 AAAA
 35-37 – Idioma
 por, eng, spa... [Lista de códigos de idioma] Vídeo
Campos de controle
Campos de dados (020, 022)
 020 – ISBN (R)
 $a (NR)
 020 ## $a 850300769X
 020 ## $a 9788516045357
 022 – ISSN (R)
 $a (NR)
 022 ## $a 0046-225X
Campos de dados (080, 082)
 080 – Número da Classificação Decimal Universal (CDU) (R)
 $a Número de classificação (NR)
 082 – Número da Classificação Decimal de Dewey (CDD) (R)
 ind1=“0” ind2=“4”
 $a Número de classificação (R)
Campos de dados (1XX)
Entrada principal [responsável principal]
 100 – Pessoa (NR)
 $a Sobrenome, Nome $d AAAA-AAAA
 110 – Entidade coletiva [instituição, grupo, etc.] (NR)
 $a Nome
 111 – Evento [conferência, congresso, seminário, etc.] (NR)
 $a Nome $n (Número : $d AAAA : $c Local)
Demais responsáveis: 7XX
Campos de dados (1XX)
Campos de dados (245)
 245 – Indicação de título (NR)
 ind1
Se houver 1XX  “1”; Se não houver  “0”
 ind2=“0-9”
 $a Título (NR)
 $b subtítulo (NR)
 $c indicação de responsabilidade (NR)
Campos de dados (245)
100 1# $a Tolkien, J. R. R., $d 1892-1973
245 12 $a O senhor dos anéis / $c J. R. R. Tolkien ; tradução
Lenita Maria Rímoli Esteves, Almiro Pisetta.
700 1# $a Rímoli Esteves, Lenita Maria, $d 1963-
700 1# $a Pisetta, Almiro
Campos de dados (245)
Campos de dados (250, 260)
 250 – Edição (R)
 $a Edição (NR)
 250 ## $a 2. ed.
 260 – Imprenta (R)
 $a Local de publicação (R)
 $b Editora (R)
 $c Data de publicação (R)
 260 ## $a São Paulo : $b Martins Fontes, $c 2003
Campos de dados (300)
 300 – Descrição física (R)
 $a Número de páginas (R)
 $b Outros detalhes (ilustrações) (NR)
 $c Dimensões (R)
Campos de dados (490)
 490 – Indicação de série (R)
 Ind1=“0” ou
 ind1=“1” (incluir o título da série também no campo 830
$a)
 $a Título da série (R)
 $v Volume (R)
Campos de dados (5XX – Notas)
 500 – Nota geral (R)
 $a Nota geral (NR)
Campos de dados (6XX – Assuntos)
 600 Pessoa (R)
 610 Instituição (R)
 611 Evento (R)
 648 Período cronológico (R)
 650 Termo tópico (R)
 $a Termo tópico (NR)
 651 Nome geográfico (R)
Campos de dados (7XX – Demais responsáveis)
 700 – Pessoa (R)
 $a Sobrenome, Nome $d AAAA-AAAA
 710 – Entidade coletiva [instituição, grupo, etc.] (R)
 $a Nome
 711 – Evento [conferência, congresso, seminário, etc.] (R)
 $a Nome $n (Número : $d AAAA : $c Local)
Campos de dados (7XX – Demais responsáveis)
Campos de dados (856)
 856 – Localização e acesso eletrônico (R)
 Ind1=“4”
 Ind2=“0”
 $u URL (R)
Campos de dados (9XX)
 Campos criados localmente.
 Dados que não puderam ser incluídos em outros campos.
Links úteis
 http://www.loc.gov/standards/marcxml/
 MarcEdit
 http://marcedit.reeset.net/
 Catálogo da Biblioteca Nacional
 http://acervo.bn.br/
 Conversão para MARC 21
 http://hdl.handle.net/11449/93658
 Análise do MARC 21
 http://hdl.handle.net/11449/93720
 Campos mais frequentes: http://experimental.worldcat.org/marcusage/viz/starburst-
tags.html
Obrigado!
Fabrício Silva Assumpção
fabricioassumpcao.com | assumpcao.f@gmail.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

RDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogação
RDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogaçãoRDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogação
RDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogaçãoFabrício Silva Assumpção
 
Catalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendências
Catalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendênciasCatalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendências
Catalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendênciasFabrício Silva Assumpção
 
RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)
RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)
RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)Fabrício Silva Assumpção
 
Linked Data no domínio bibliográfico: vocabulários para a publicação de dado...
Linked Data no domínio bibliográfico: vocabulários para a publicação de dado...Linked Data no domínio bibliográfico: vocabulários para a publicação de dado...
Linked Data no domínio bibliográfico: vocabulários para a publicação de dado...Fabrício Silva Assumpção
 
SKOS: Interoperabilidade de linguagens documentais
SKOS: Interoperabilidade de linguagens documentaisSKOS: Interoperabilidade de linguagens documentais
SKOS: Interoperabilidade de linguagens documentaisFabrício Silva Assumpção
 
Resource Description and Access (RDA) (UFSC 2020)
Resource Description and Access (RDA) (UFSC 2020)Resource Description and Access (RDA) (UFSC 2020)
Resource Description and Access (RDA) (UFSC 2020)Fabrício Silva Assumpção
 
Conversão de registros em XML para MARC 21: um modelo baseado em XSLT (ENANCI...
Conversão de registros em XML para MARC 21:um modelo baseado em XSLT (ENANCI...Conversão de registros em XML para MARC 21:um modelo baseado em XSLT (ENANCI...
Conversão de registros em XML para MARC 21: um modelo baseado em XSLT (ENANCI...Fabrício Silva Assumpção
 
Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...
Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...
Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...Fabrício Silva Assumpção
 
Resource Description and Access (RDA): introdução e desafios do novo código d...
Resource Description and Access (RDA): introdução e desafios do novo código d...Resource Description and Access (RDA): introdução e desafios do novo código d...
Resource Description and Access (RDA): introdução e desafios do novo código d...Fabrício Silva Assumpção
 
O RDA no controle de autoridades do Sistema de Bibliotecas da Universidade de...
O RDA no controle de autoridades do Sistema de Bibliotecas da Universidade de...O RDA no controle de autoridades do Sistema de Bibliotecas da Universidade de...
O RDA no controle de autoridades do Sistema de Bibliotecas da Universidade de...Marcelo Votto
 
RDA como novo código de catalogação
RDA como novo código de catalogaçãoRDA como novo código de catalogação
RDA como novo código de catalogaçãoMarcelo Votto
 
IFLA-LRM e RDA : panorama do modelo conceitual na norma de catalogação
IFLA-LRM e RDA : panorama do modelo conceitual na norma de catalogaçãoIFLA-LRM e RDA : panorama do modelo conceitual na norma de catalogação
IFLA-LRM e RDA : panorama do modelo conceitual na norma de catalogaçãoMarcelo Votto
 

Mais procurados (20)

Pensando a catalogação a partir do RDA
Pensando a catalogação a partir do RDAPensando a catalogação a partir do RDA
Pensando a catalogação a partir do RDA
 
RDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogação
RDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogaçãoRDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogação
RDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogação
 
Controle de autoridade e RDA (UFG)
Controle de autoridade e RDA (UFG)Controle de autoridade e RDA (UFG)
Controle de autoridade e RDA (UFG)
 
Catalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendências
Catalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendênciasCatalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendências
Catalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendências
 
RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)
RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)
RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)
 
RDA: Dando um passo à frente
RDA:Dando um passo à frenteRDA:Dando um passo à frente
RDA: Dando um passo à frente
 
Linked Data no domínio bibliográfico: vocabulários para a publicação de dado...
Linked Data no domínio bibliográfico: vocabulários para a publicação de dado...Linked Data no domínio bibliográfico: vocabulários para a publicação de dado...
Linked Data no domínio bibliográfico: vocabulários para a publicação de dado...
 
Resource Description and Access (RDA)
Resource Description and Access (RDA)Resource Description and Access (RDA)
Resource Description and Access (RDA)
 
SKOS: Interoperabilidade de linguagens documentais
SKOS: Interoperabilidade de linguagens documentaisSKOS: Interoperabilidade de linguagens documentais
SKOS: Interoperabilidade de linguagens documentais
 
Resource Description and Access (RDA) (UFSC 2020)
Resource Description and Access (RDA) (UFSC 2020)Resource Description and Access (RDA) (UFSC 2020)
Resource Description and Access (RDA) (UFSC 2020)
 
RDA Element Sets e RDA Value Vocabularies
RDA Element Sets e RDA Value VocabulariesRDA Element Sets e RDA Value Vocabularies
RDA Element Sets e RDA Value Vocabularies
 
Conversão de registros em XML para MARC 21: um modelo baseado em XSLT (ENANCI...
Conversão de registros em XML para MARC 21:um modelo baseado em XSLT (ENANCI...Conversão de registros em XML para MARC 21:um modelo baseado em XSLT (ENANCI...
Conversão de registros em XML para MARC 21: um modelo baseado em XSLT (ENANCI...
 
Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...
Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...
Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...
 
Resource Description and Access (RDA): introdução e desafios do novo código d...
Resource Description and Access (RDA): introdução e desafios do novo código d...Resource Description and Access (RDA): introdução e desafios do novo código d...
Resource Description and Access (RDA): introdução e desafios do novo código d...
 
O RDA no controle de autoridades do Sistema de Bibliotecas da Universidade de...
O RDA no controle de autoridades do Sistema de Bibliotecas da Universidade de...O RDA no controle de autoridades do Sistema de Bibliotecas da Universidade de...
O RDA no controle de autoridades do Sistema de Bibliotecas da Universidade de...
 
RDA como novo código de catalogação
RDA como novo código de catalogaçãoRDA como novo código de catalogação
RDA como novo código de catalogação
 
XML: uma introdução (UNESP, GPNTI, BEAM)
XML: uma introdução (UNESP, GPNTI, BEAM)XML: uma introdução (UNESP, GPNTI, BEAM)
XML: uma introdução (UNESP, GPNTI, BEAM)
 
Introdução ao RDA - Módulos 3, 4, 5 e 6
Introdução ao RDA - Módulos 3, 4, 5 e 6Introdução ao RDA - Módulos 3, 4, 5 e 6
Introdução ao RDA - Módulos 3, 4, 5 e 6
 
RDA
RDARDA
RDA
 
IFLA-LRM e RDA : panorama do modelo conceitual na norma de catalogação
IFLA-LRM e RDA : panorama do modelo conceitual na norma de catalogaçãoIFLA-LRM e RDA : panorama do modelo conceitual na norma de catalogação
IFLA-LRM e RDA : panorama do modelo conceitual na norma de catalogação
 

Destaque

A conversão de registros na implantação de repositórios institucionais: o ca...
A conversão de registros na implantação de repositórios institucionais: o ca...A conversão de registros na implantação de repositórios institucionais: o ca...
A conversão de registros na implantação de repositórios institucionais: o ca...Fabrício Silva Assumpção
 
Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...
Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...
Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...Fabrício Silva Assumpção
 
Introdução ao RDA - Módulo 1: Modelos conceituais e desenvolvimento do RDA
Introdução ao RDA - Módulo 1: Modelos conceituais e desenvolvimento do RDAIntrodução ao RDA - Módulo 1: Modelos conceituais e desenvolvimento do RDA
Introdução ao RDA - Módulo 1: Modelos conceituais e desenvolvimento do RDAFabrício Silva Assumpção
 
Introdução ao RDA - Módulo 2: Estrutura do RDA
Introdução ao RDA - Módulo 2: Estrutura do RDAIntrodução ao RDA - Módulo 2: Estrutura do RDA
Introdução ao RDA - Módulo 2: Estrutura do RDAFabrício Silva Assumpção
 
Um estudo sobre os componentes do trabalho de autoridade
Um estudo sobre os componentes do trabalho de autoridadeUm estudo sobre os componentes do trabalho de autoridade
Um estudo sobre os componentes do trabalho de autoridadeFabrício Silva Assumpção
 
Resumen ocupación turística 2009 Galicia
Resumen ocupación turística 2009 GaliciaResumen ocupación turística 2009 Galicia
Resumen ocupación turística 2009 Galiciabotadechaplin
 

Destaque (10)

XSLT: Conceitos iniciais
XSLT: Conceitos iniciaisXSLT: Conceitos iniciais
XSLT: Conceitos iniciais
 
A conversão de registros na implantação de repositórios institucionais: o ca...
A conversão de registros na implantação de repositórios institucionais: o ca...A conversão de registros na implantação de repositórios institucionais: o ca...
A conversão de registros na implantação de repositórios institucionais: o ca...
 
AACR2r Parte II: Pontos de acesso (2015)
AACR2r Parte II: Pontos de acesso (2015)AACR2r Parte II: Pontos de acesso (2015)
AACR2r Parte II: Pontos de acesso (2015)
 
RDA: um exercício prático (23 jun. 2016)
RDA: um exercício prático (23 jun. 2016)RDA: um exercício prático (23 jun. 2016)
RDA: um exercício prático (23 jun. 2016)
 
Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...
Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...
Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...
 
Introdução ao RDA - Módulo 1: Modelos conceituais e desenvolvimento do RDA
Introdução ao RDA - Módulo 1: Modelos conceituais e desenvolvimento do RDAIntrodução ao RDA - Módulo 1: Modelos conceituais e desenvolvimento do RDA
Introdução ao RDA - Módulo 1: Modelos conceituais e desenvolvimento do RDA
 
Introdução ao RDA - Módulo 2: Estrutura do RDA
Introdução ao RDA - Módulo 2: Estrutura do RDAIntrodução ao RDA - Módulo 2: Estrutura do RDA
Introdução ao RDA - Módulo 2: Estrutura do RDA
 
Um estudo sobre os componentes do trabalho de autoridade
Um estudo sobre os componentes do trabalho de autoridadeUm estudo sobre os componentes do trabalho de autoridade
Um estudo sobre os componentes do trabalho de autoridade
 
Tv
TvTv
Tv
 
Resumen ocupación turística 2009 Galicia
Resumen ocupación turística 2009 GaliciaResumen ocupación turística 2009 Galicia
Resumen ocupación turística 2009 Galicia
 

Semelhante a MARCXML formato e campos

I Series 400 Query
I Series 400   QueryI Series 400   Query
I Series 400 QueryLuis Panao
 
Fundamentos de Banco de Dados Relacionais
Fundamentos de Banco de Dados RelacionaisFundamentos de Banco de Dados Relacionais
Fundamentos de Banco de Dados RelacionaisÁlvaro Farias Pinheiro
 
I series 400 query 2014
I series 400   query 2014I series 400   query 2014
I series 400 query 2014Luis Panao
 
Banco de Dados II - Unimep/Pronatec - Aula 5
Banco de Dados II - Unimep/Pronatec - Aula 5Banco de Dados II - Unimep/Pronatec - Aula 5
Banco de Dados II - Unimep/Pronatec - Aula 5André Phillip Bertoletti
 
Nas internas do CartolaFC: como é a nova arquitetura do game feita para supor...
Nas internas do CartolaFC: como é a nova arquitetura do game feita para supor...Nas internas do CartolaFC: como é a nova arquitetura do game feita para supor...
Nas internas do CartolaFC: como é a nova arquitetura do game feita para supor...Alexandre Saboia Fuziyama
 
Banco de Dados II - Unimep/Pronatec - Aula 4
Banco de Dados II - Unimep/Pronatec - Aula 4Banco de Dados II - Unimep/Pronatec - Aula 4
Banco de Dados II - Unimep/Pronatec - Aula 4André Phillip Bertoletti
 
Minicurso de introdução a banco de dados geográficos
Minicurso de introdução a banco de dados geográficosMinicurso de introdução a banco de dados geográficos
Minicurso de introdução a banco de dados geográficosSérgio Souza Costa
 
Tecnologias para a conversão de registros bibliográficos PHL para o Formato M...
Tecnologias para a conversão de registros bibliográficos PHL para o Formato M...Tecnologias para a conversão de registros bibliográficos PHL para o Formato M...
Tecnologias para a conversão de registros bibliográficos PHL para o Formato M...Fabrício Silva Assumpção
 
Progweb Aula7
Progweb Aula7Progweb Aula7
Progweb Aula7softeam
 
Curso Microsoft Excel Specialist
Curso Microsoft Excel SpecialistCurso Microsoft Excel Specialist
Curso Microsoft Excel Specialistvasco marques
 
Aula de Reforço Access
Aula de Reforço Access Aula de Reforço Access
Aula de Reforço Access Daniel da Silva
 
Net Coders Ladies - Introdução a Banco de Dados
Net Coders Ladies - Introdução a Banco de Dados Net Coders Ladies - Introdução a Banco de Dados
Net Coders Ladies - Introdução a Banco de Dados Aline Lavorato
 
Banco de Dados II - Unimep/Pronatec - Aula 6
Banco de Dados II - Unimep/Pronatec - Aula 6Banco de Dados II - Unimep/Pronatec - Aula 6
Banco de Dados II - Unimep/Pronatec - Aula 6André Phillip Bertoletti
 
Curso Intro à Ciência de Dados com R - 1.1 - Carga de dados
Curso Intro à Ciência de Dados com R - 1.1 - Carga de dadosCurso Intro à Ciência de Dados com R - 1.1 - Carga de dados
Curso Intro à Ciência de Dados com R - 1.1 - Carga de dadosJosé Roberto Motta Garcia
 
Processos para a adoção do RDA em Bibliotecas
Processos para a adoção do RDA em BibliotecasProcessos para a adoção do RDA em Bibliotecas
Processos para a adoção do RDA em BibliotecasMarcelo Votto
 
Descbanco
DescbancoDescbanco
Descbancoinetep
 

Semelhante a MARCXML formato e campos (20)

I Series 400 Query
I Series 400   QueryI Series 400   Query
I Series 400 Query
 
Fundamentos de Banco de Dados Relacionais
Fundamentos de Banco de Dados RelacionaisFundamentos de Banco de Dados Relacionais
Fundamentos de Banco de Dados Relacionais
 
I series 400 query 2014
I series 400   query 2014I series 400   query 2014
I series 400 query 2014
 
Banco de Dados II - Unimep/Pronatec - Aula 5
Banco de Dados II - Unimep/Pronatec - Aula 5Banco de Dados II - Unimep/Pronatec - Aula 5
Banco de Dados II - Unimep/Pronatec - Aula 5
 
Nas internas do CartolaFC: como é a nova arquitetura do game feita para supor...
Nas internas do CartolaFC: como é a nova arquitetura do game feita para supor...Nas internas do CartolaFC: como é a nova arquitetura do game feita para supor...
Nas internas do CartolaFC: como é a nova arquitetura do game feita para supor...
 
Banco de Dados II - Unimep/Pronatec - Aula 4
Banco de Dados II - Unimep/Pronatec - Aula 4Banco de Dados II - Unimep/Pronatec - Aula 4
Banco de Dados II - Unimep/Pronatec - Aula 4
 
DP-900-BR-01.pptx
DP-900-BR-01.pptxDP-900-BR-01.pptx
DP-900-BR-01.pptx
 
R para Iniciantes
R para IniciantesR para Iniciantes
R para Iniciantes
 
Aprendendo R
Aprendendo RAprendendo R
Aprendendo R
 
Minicurso de introdução a banco de dados geográficos
Minicurso de introdução a banco de dados geográficosMinicurso de introdução a banco de dados geográficos
Minicurso de introdução a banco de dados geográficos
 
Formatose padrões(1)
Formatose padrões(1)Formatose padrões(1)
Formatose padrões(1)
 
Tecnologias para a conversão de registros bibliográficos PHL para o Formato M...
Tecnologias para a conversão de registros bibliográficos PHL para o Formato M...Tecnologias para a conversão de registros bibliográficos PHL para o Formato M...
Tecnologias para a conversão de registros bibliográficos PHL para o Formato M...
 
Progweb Aula7
Progweb Aula7Progweb Aula7
Progweb Aula7
 
Curso Microsoft Excel Specialist
Curso Microsoft Excel SpecialistCurso Microsoft Excel Specialist
Curso Microsoft Excel Specialist
 
Aula de Reforço Access
Aula de Reforço Access Aula de Reforço Access
Aula de Reforço Access
 
Net Coders Ladies - Introdução a Banco de Dados
Net Coders Ladies - Introdução a Banco de Dados Net Coders Ladies - Introdução a Banco de Dados
Net Coders Ladies - Introdução a Banco de Dados
 
Banco de Dados II - Unimep/Pronatec - Aula 6
Banco de Dados II - Unimep/Pronatec - Aula 6Banco de Dados II - Unimep/Pronatec - Aula 6
Banco de Dados II - Unimep/Pronatec - Aula 6
 
Curso Intro à Ciência de Dados com R - 1.1 - Carga de dados
Curso Intro à Ciência de Dados com R - 1.1 - Carga de dadosCurso Intro à Ciência de Dados com R - 1.1 - Carga de dados
Curso Intro à Ciência de Dados com R - 1.1 - Carga de dados
 
Processos para a adoção do RDA em Bibliotecas
Processos para a adoção do RDA em BibliotecasProcessos para a adoção do RDA em Bibliotecas
Processos para a adoção do RDA em Bibliotecas
 
Descbanco
DescbancoDescbanco
Descbanco
 

MARCXML formato e campos

  • 1. MARCXML Fabrício Silva Assumpção fabricioassumpcao.com | assumpcao.f@gmail.com Tupã – SP, 21 de julho de 2016
  • 2. Conteúdo  MARC 21  Propósitos  Registros  ISO 2709 e MARCXML  Principais campos  Links úteis
  • 3. Formato MARC 21  Surgiu no final da década de 1960, nos EUA.  Tornar os dados catalográficos (até então analógicos) processáveis por computadores.
  • 4. 001.42 C419m 4.ed. 45265 Metodologia científica : elaborando projetos de pesquisa / Amado Luiz Cervo, Pedro Alcino Bervian. – 5. ed. – São Paulo : Prentice Hall, 2002 242 p. ; 25 cm ISBN 85-879-1815-X Cervo, Amado Luiz 1. Trabalhos acadêmicos. 2. Metodologia da pesquisa. I. Bervian, Pedro Alcino. II. Título
  • 5. Formatos MARC 21  Dados bibliográficos  Dados de autoridade  Dados de itens  Dados de classificação  Informação comunitária
  • 6. Documentação oficial  Library of Congress:  http://www.loc.gov/marc/bibliographic/  Tradução:  http://www.dbd.puc-rio.br/MARC21/index.html
  • 7. Registros MARC 21  Registro bibliográfico [Conjunto de dados descrevendo uma determinada edição de uma obra]  Líder (LDR ou 000)  Campos de controle (00X)  Campos de dados (1XX – 9XX)
  • 8. Líder  24 caracteres com informações sobre o registro e sobre o documento representado nele. 01069cam a22003137a 4500
  • 9. Campos de controle  Números e códigos utilizados para o processamento do registro.  Campo (etiqueta com 3 caracteres numéricos) (NR)  Dado/valor 001 000272065 003 BR-RjBN 005 20130228122856.6 008 110406s2003 spba 001 0 por
  • 10. Campos de dados  Campo (R ou NR)  Primeiro indicador (um caractere numérico)  Segundo indicador (um caractere numérico)  Subcampo (código de um caractere alfanumérico) (R ou NR)  Dado/valor 260 ## $a São Paulo : $b Ática, $c 2016 041 1# $a por $h eng
  • 11. ISO 2709  Codificação criada com o primeiro formato MARC.  Suporte: fitas magnéticas.  Reconhecida como a norma ISO 2709 em 1981.  Especifica uma estrutura genérica para a troca de dados.  http://wiki.bireme.org/pt/img_auth.php/5/5f/2709BR.pdf  Cada registro é composto por um líder, por um diretório e pelo conteúdo dos campos
  • 12. 005001700000 008004100017... 260003800291... Campo, tamanho, posição inicial Líder Diretório
  • 13. MARCXML  Documentação  http://www.loc.gov/standards/marcxml/  MARCXML Toolkit  Esquema XML  http://www.loc.gov/standards/marcxml/schema/MARC21 slim.xsd
  • 14. MARCXML <?xml version="1.0" encoding="UTF-8" ?> <collection> <record type=" "> <leader> </leader> <controlfield tag="00X"> </controlfield> <datafield tag="XXX" ind1=" " ind2=" "> <subfield code="x"> </subfield> </datafield> </record> … </collection>
  • 15. Principais campos  LDR  001  003  005  008  020  022  082  080  1XX  245  250  260  300  490  500  6XX  7XX  856  9XX
  • 16. Líder  24 caracteres com informações sobre o registro e sobre o documento representado nele. 01069cam a22003137a 4500 00-04 - Tamanho do registro 05 - Status do registro 06 - Tipo de registro 07 - Nível bibliográfico 08 - Tipo de controle 09 - Esquema de Codificação de Caracteres 10 - Número de indicadores 11 - Número de subcampos 12-16 - Endereço dos dados 17 - Nível de Codificação 18 - Forma de Catalogação Descritiva 19 - Nível de registro de recurso em várias partes 20 - Tamanho da parte correspondente ao tamanho do campo 21 - Tamanho da posição do caractere de início 22 - Tamanho da parte definida para implementação 23 - Entrada não definida
  • 17. Campos de controle (001, 003, 005)  001 – Número de controle (NR)  ID do registro  003 – Identificador do número de controle (NR)  ID da instituição [Cadastro internacional]  Ex.: BR-RjBN, BR-SpUEP  005 – Data e hora da última atualização (NR)  Ex.: 20130228122856.6
  • 18. Campos de controle (008) 008 – Elementos de dados de tamanho fixo (NR)  40 caracteres divididos em posições: 00-39 110406s2003 spba 001 0 por 121113s2011 bl ||||g |0|| 0 por d 00-17 18-34 35-39 Mesmo significado para todos os tipos de documentos. Diferentes significados para cada tipo de documento.
  • 19. Campos de controle (008) 008 – Elementos de dados de tamanho fixo (NR)  00-05 - Data de criação do registro  AAMMDD  07-10 – Primeira data (ano de publicação)  AAAA  35-37 – Idioma  por, eng, spa... [Lista de códigos de idioma] Vídeo
  • 21. Campos de dados (020, 022)  020 – ISBN (R)  $a (NR)  020 ## $a 850300769X  020 ## $a 9788516045357  022 – ISSN (R)  $a (NR)  022 ## $a 0046-225X
  • 22. Campos de dados (080, 082)  080 – Número da Classificação Decimal Universal (CDU) (R)  $a Número de classificação (NR)  082 – Número da Classificação Decimal de Dewey (CDD) (R)  ind1=“0” ind2=“4”  $a Número de classificação (R)
  • 23. Campos de dados (1XX) Entrada principal [responsável principal]  100 – Pessoa (NR)  $a Sobrenome, Nome $d AAAA-AAAA  110 – Entidade coletiva [instituição, grupo, etc.] (NR)  $a Nome  111 – Evento [conferência, congresso, seminário, etc.] (NR)  $a Nome $n (Número : $d AAAA : $c Local) Demais responsáveis: 7XX
  • 25. Campos de dados (245)  245 – Indicação de título (NR)  ind1 Se houver 1XX  “1”; Se não houver  “0”  ind2=“0-9”  $a Título (NR)  $b subtítulo (NR)  $c indicação de responsabilidade (NR)
  • 26. Campos de dados (245) 100 1# $a Tolkien, J. R. R., $d 1892-1973 245 12 $a O senhor dos anéis / $c J. R. R. Tolkien ; tradução Lenita Maria Rímoli Esteves, Almiro Pisetta. 700 1# $a Rímoli Esteves, Lenita Maria, $d 1963- 700 1# $a Pisetta, Almiro
  • 28. Campos de dados (250, 260)  250 – Edição (R)  $a Edição (NR)  250 ## $a 2. ed.  260 – Imprenta (R)  $a Local de publicação (R)  $b Editora (R)  $c Data de publicação (R)  260 ## $a São Paulo : $b Martins Fontes, $c 2003
  • 29. Campos de dados (300)  300 – Descrição física (R)  $a Número de páginas (R)  $b Outros detalhes (ilustrações) (NR)  $c Dimensões (R)
  • 30. Campos de dados (490)  490 – Indicação de série (R)  Ind1=“0” ou  ind1=“1” (incluir o título da série também no campo 830 $a)  $a Título da série (R)  $v Volume (R)
  • 31. Campos de dados (5XX – Notas)  500 – Nota geral (R)  $a Nota geral (NR)
  • 32. Campos de dados (6XX – Assuntos)  600 Pessoa (R)  610 Instituição (R)  611 Evento (R)  648 Período cronológico (R)  650 Termo tópico (R)  $a Termo tópico (NR)  651 Nome geográfico (R)
  • 33. Campos de dados (7XX – Demais responsáveis)  700 – Pessoa (R)  $a Sobrenome, Nome $d AAAA-AAAA  710 – Entidade coletiva [instituição, grupo, etc.] (R)  $a Nome  711 – Evento [conferência, congresso, seminário, etc.] (R)  $a Nome $n (Número : $d AAAA : $c Local)
  • 34. Campos de dados (7XX – Demais responsáveis)
  • 35. Campos de dados (856)  856 – Localização e acesso eletrônico (R)  Ind1=“4”  Ind2=“0”  $u URL (R)
  • 36. Campos de dados (9XX)  Campos criados localmente.  Dados que não puderam ser incluídos em outros campos.
  • 37. Links úteis  http://www.loc.gov/standards/marcxml/  MarcEdit  http://marcedit.reeset.net/  Catálogo da Biblioteca Nacional  http://acervo.bn.br/  Conversão para MARC 21  http://hdl.handle.net/11449/93658  Análise do MARC 21  http://hdl.handle.net/11449/93720  Campos mais frequentes: http://experimental.worldcat.org/marcusage/viz/starburst- tags.html

Notas do Editor

  1. Nessa aula veremos uma pouco mais sobre o papel da descrição bibliográfica e dos pontos de acesso nos catálogos.
  2. Nessa aula veremos uma pouco mais sobre o papel da descrição bibliográfica e dos pontos de acesso nos catálogos.