Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)

6.198 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre RDA, FRBR, MARC 21, AACR2 realizada para a Rede de Bibliotecas da UNESP em 25 de agosto de 2015.

Publicada em: Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)

  1. 1. Mudanças e desafios na utilização do RDA Fabrício Silva Assumpção fabricioassumpcao.com | assumpcao.f@gmail.com Rede de Bibliotecas da UNESP 25 de agosto de 2015
  2. 2. Necessidade de mudanças Novos tipos de documentos Novos tipos de conteúdo Novas formas de acesso Novos suportes para o armazenamento ... Novas necessidades de informação
  3. 3. AACR  Código de Catalogação Anglo- Americano  1967, 1978,... 2002  Organizado por tipo de documento  Regras de catalogação para um contexto não digital
  4. 4. RDA  Recursos: Descrição e Acesso  Descrição de Recursos e Acesso
  5. 5. RDA  O RDA é um código de catalogação. “Voltado ao ambiente digital.” “Descrição de todo tipo de conteúdo e de mídia.” “Para ser utilizado além da comunidade de bibliotecas.”
  6. 6. Substituição do AACR2  Surgiu a partir dos estudos para a atualização do AACR (AACR3).  Manter a compatibilidade entre os registros criados com o AACR2 e os registros criados com o RDA.
  7. 7. Desenvolvimento 1997 2004 2005 2007 2008 2010 jul. 2010 maio 2011 31 mar. 2013 Conferência sobre o futuro do AACR2 Início do AACR3 Novo título: RDA Estrutura baseada no FRBR Rascunho quase completo Lançamento do RDA Toolkit U.S. Test Recomendação Day One for RDA na LC
  8. 8. Entidades do Grupo 1 É exemplificada pelo Obra Expressão Manifestação Item É realizada através da Está contida na
  9. 9. Harry Potter and the Philosopher's Stone É realizada através da Está contida na É exemplificada pelo Obra Expressão Manifestação Item Harry Potter and the Philosopher's Stone Publicação da editora Bloomsbury em 1997 Exemplar que está na estante da biblioteca X
  10. 10. “ideia” Texto em inglês Texto em português Editora X, 2004 Editora A, PDF, 2008 Editora A, 2011 Item 1 Item 1 Item 2 Item 3 Item 4 Item 1 Item 2 ObraExpressõesItensManifestações
  11. 11. Entidades do Grupo 2 Obra É criada por Expressão É realizada por Manifestação É produzida por Item É guardado por Pessoa Entidade coletiva
  12. 12. Entidades do Grupo 3 Obra Expressão Item Manifestação Pessoa Entidade coletiva Conceito Objeto Evento Lugar Obra Tem como assunto Tem como assunto Tem como assunto
  13. 13. Relacionamentos  Obra ↔ Obra  Sequencial  Suplemento  Transformação  Todo-parte  ...
  14. 14. Relacionamentos  Expressão ↔ Expressão  Revisão  Tradução  ...  Manifestação ↔ Manifestação  Reprodução  Alternativa  ...  Item↔ Item
  15. 15. Estrutura do RDA  Partes I (descrição) e II (pontos de acesso)  Capítulos  Áreas Elementos Regras AACR2  Partes (Atributos e Relacionamentos)  Seções  Capítulos Elementos Regras RDA
  16. 16. Seções do RDA Manifestação e item Obra e expressão Pessoa, família e entidade coletiva Conceito, objeto, evento e lugar Relacionamentos principais Pessoas, famílias e entidades coletivas e o recurso Assuntos Obras, expressões, manifestações e itens Pessoas, famílias e entidades coletivas Conceitos, objetos, eventos e lugares
  17. 17. Registro dos Atributos 1. Manifestação e item  Título principal  Indicação de responsabilidade  Edição  Local de publicação, publicador e data de publicação  Indicação de série  ISBN  Tipo de mídia e tipo de suporte  Extensão, dimensões, características de arquivos digitais  URL
  18. 18. Registro dos Atributos 2. Obra e expressão Título da obra Data de criação Forma da obra Idioma da expressão Tipo de conteúdo
  19. 19. Registro dos Atributos 3. Pessoa, família e entidade coletiva Nome preferido Nomes variantes Locais associados Datas associadas
  20. 20. RDA Toolkit  Ferramenta online (rdatoolkit.org) Funcionalidades de busca e de navegação Personalização Conteúdo adicional  Inscrição anual  Único usuário: US$ 180  Versão impressa: US$ 150
  21. 21. RDA Toolkit Demonstração das principais funcionalidades: http://www.youtube.com/watch?v=IhCnGgHRgew
  22. 22. Ok, legal... Mas quais são as mudanças?
  23. 23. Pontuação  RDA: padrão para registro dos dados, e não para a apresentação dos dados.  A pontuação não é obrigatória.  Apêndice D: instruções para uso da pontuação.  Utilizar ou não a pontuação é uma decisão institucional.
  24. 24. Abreviaturas  As abreviaturas são utilizadas somente quando constam na fonte de informação.  Exceto: unidades de medida, abreviaturas tradicionais, etc.  local de publicação não identificado  publicador não identificado
  25. 25. Registro e transcrição  Registrar: “ajustar” a informação  Transcrever: utilizar a informação como consta na fonte  Título  Indicação de responsabilidade  Indicação de edição  ...
  26. 26. Registro e transcrição http://lccn.loc.gov/2012541442 http://lccn.loc.gov/2013010854
  27. 27. Novos elementos  6.9 Tipo de conteúdo cartographic image, computer program, notated music, sounds, still image, tactile image, tactile text, text, three- dimensional form, two-dimensional moving image, etc.  3.2 Tipo de mídia audio, computer, microform, microscopic, projected, stereographic, unmediated, video  3.3 Tipo de suporte computer disc, online resource, microfilm roll, film roll, card, sheet, volume, object, videocassette, etc. AACR2 (DGM): $h [texto] $h [recurso eletrônico] RDA: Tipo de conteúdo: texto Tipo de mídia: não midiático Tipo de suporte: volume Tipo de conteúdo: texto Tipo de mídia: computador Tipo de suporte: recurso online
  28. 28. Novos elementos  Produção, Publicação, Distribuição, Manufatura  Características de arquivos digitais (tamanho, tipo de arquivo, extensão, resolução)  Elementos para a descrição de Pessoas, Famílias e Entidades coletivas
  29. 29. Novos elementos http://lccn.loc.gov/2014371815
  30. 30. Elementos essenciais  Core elements  Elementos que, se aplicáveis, devem ser registrados.
  31. 31. “Regra dos três”
  32. 32. http://lccn.loc.gov/2013335260 “Regra dos três”
  33. 33. Designadores de relacionamento
  34. 34. E o MARC 21?
  35. 35. RDA e MARC 21  Regras de catalogação (AACR2, RDA, etc.)  Formatos (MARC 21, UNIMARC, Dublin Core, etc.)  As regras de catalogação independem dos formatos (pelo menos em teoria!).
  36. 36. Acesso gratuito!
  37. 37. Novos campos Registros bibliográficos  264 – Produção, publicação, distribuição, manufatura e copyright  336 – Tipo de conteúdo  337 – Tipo de mídia  338 – Tipo de suporte  347 – Características de arquivo digital  380 – Forma da obra  382 – Meio de performance
  38. 38. Novos campos Registros de autoridade  370 – Local associado  371 – Endereço  372 – Campo de atividade  373 – Grupo associado  374 – Ocupação  375 – Gênero  376 – Informação sobre a família  378 – Forma completa do nome pessoal
  39. 39. Desafios
  40. 40. Utilização do RDA  Bibliotecas nacionais  Canadá, Inglaterra, Estados Unidos, Singapura, Austrália, Malásia, Filipinas  Alemanha, Holanda, Finlândia, Irlanda, Escócia  Outras bibliotecas  Cambridge University (UK)  North Carolina State University (US)  OLIS/Bodleian Library (UK)  University of Chicago (US)  ... http://rdatoolkit.org/RDA_institutions
  41. 41. Desafios  Conhecimentos  FRBR  Terminologia e estrutura do RDA  Principais diferenças em relação ao AACR2r  Ensino de catalogação
  42. 42. Desafios  Ações  Tradução brasileira  Empresas de software  Questionar o RDA!  Formatos mais adequados aos dados do RDA
  43. 43. Transição  Catálogos “mistos”.  Alterações automáticas nos registros já existentes.  Registros híbridos.  O RDA nunca será utilizado por todos.
  44. 44. RDA...  Código de catalogação  Substituir o AACR2r  “Dar conta” do novo cenário  Mudanças com compatibilidade  Utilização atual com o Formato MARC 21 É perfeito? Não!
  45. 45. Questões!? Fabrício Silva Assumpção fabricioassumpcao.com| assumpcao.f@gmail.com Rede de Bibliotecas da UNESP 25 de agosto de 2015

×