SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 44
Baixar para ler offline
Resource
Description
and Access
RDA
Fabrício Silva Assumpção
fabricioassumpcao.com | assumpcao.f@gmail.com
Introdução e desafios do
novo código de catalogação
X Semana de Estudos de Ciências da Informação e da Documentação
USP, Ribeirão Preto, 17 de outubro de 2013
Catálogos
Usuário Catálogo Acervo
Catalogação
• Atividade de elaborar representações de documentos
de modo a identificá-los, individualizá-los e permitir
sua recuperação de modo mais eficiente possível,
poupando tempo e energia do usuário do catálogo.
• “Poupe o tempo do leitor”
Poupe o tempo do catalogador!
Regras de catalogação
• Escopo das regras de catalogação
• Descrição dos aspectos de forma (descrição bibliográfica)
• Atribuição dos pontos de acesso de responsabilidade e
de títulos
AACR2
• Código de Catalogação Anglo-
Americano
• 1967, 1978,... 2002
• Organizado por tipo de documento
• Regras de catalogação para um
contexto não digital
Necessidade de mudanças
• Impacto das Tecnologias de Informação e
Comunicação no cenário informacional
• Novos tipos de documentos
• Novos tipos de conteúdo
• Novas formas de acesso
• Novos suportes para o armazenamento
• Novas necessidades de informação
Objetivos do RDA
Recursos: Descrição e Acesso
Descrição de Recursos e Acesso
• O RDA é um código de catalogação
• Voltado ao ambiente digital
• Descrição de todo tipo de conteúdo e de mídia
• Para ser utilizado além da comunidade de bibliotecas
Substituição do AACR2
• Surgiu a partir dos estudos para a atualização do
AACR (AACR3)
• Manter a compatibilidade entre os registros criados
com o AACR2 e os registros criados com o RDA
RDA Toolkit
• Ferramenta online
• Funcionalidades de busca e de navegação
• Personalização
• Conteúdo adicional
• Inscrição anual
• Único usuário: US$ 195
• Instituição: US$ 325 + US$ 55 (por usuário)
• Versão impressa: US$ 150
RDA Toolkit
Screen image from the RDA Toolkit (www.rdatoolkit.org) used by permission of the Co-Publishers for RDA (American Library Association, Canadian Library
Association, and CILIP: Chartered Institute of Library and Information Professionals)
Screen image from the RDA Toolkit (www.rdatoolkit.org) used by permission of the Co-Publishers for RDA (American Library Association, Canadian Library
Association, and CILIP: Chartered Institute of Library and Information Professionals)
RDA e FRBR
• A organização do RDA segue o FRBR
• FRBR - Requisitos Funcionais para Registros
Bibliográficos
• Modelo conceitual
• Define
• Objetos que são de interesse dos usuários (entidades)
• Características dos objetos (atributos)
• Relações entre os objetos (relacionamentos)
FRBR
É exemplificada pelo
Obra
Expressão
Manifestação
Item
É realizada
através da
Está contida na
Registro
bibliográfico
(atual)
FRBR
Obra
É criada por
Expressão
É realizada por
Manifestação
É produzida por
Item
É guardado por
Pessoa
Entidade coletiva
FRBR
Obra
Expressão
Item
Manifestação
Pessoa
Entidade coletiva
Conceito
Objeto
Evento
Lugar
Obra
Tem como assunto
Tem como assunto
Tem como assunto
Estrutura do RDA
AACR2
 Partes (I e II)
 Capítulos
 Áreas
 Elementos
 Regras
 Partes (Atributos e
Relacionamentos)
 Seções
 Capítulos
 Elementos
 Regras
RDA
Registro dos Atributos
Manifestação e item
1
Obra e expressão
2
Pessoa, família e entidade coletiva
3
Conceito, objeto, evento e lugar
4
Registro dos Relacionamentos
Relacionamentos primários
5
Pessoas, famílias e entidades coletivas e o recurso
6
Assuntos
7
Obras, expressões, manifestações e itens
8
Pessoas, famílias e entidades coletivas
9
Conceitos, objetos, eventos e lugares
10
Estrutura do RDA
Cada seção contém um capítulo inicial com regras
gerais e capítulos com regras específicas
• Seção 1: Registro dos atributos de manifestação e de item
• Capítulo 1: Diretrizes gerais para o registro dos atributos
de manifestações e de itens
• Capítulo 2: Identificação de manifestações e de itens
• Capítulo 3: Descrição dos suportes
• Capítulo 4: Provendo aquisição e acesso à informação
Redação das regras
• 2.5 Indicação de edição
• 2.5.2 Designação de edição
• 2.5.2.1 Escopo
• 2.5.2.2 Fonte de informação
• 2.5.2.3 Registro da designação de edição
• Registre a designação de edição aplicando as instruções básicas
dadas em 2.5.1.
Quais são as
mudanças
trazidas pelo RDA?
Pontuação e transcrição
Fonte: LC
Abreviaturas
Novos elementos
“Regra de três”
Designadores de relacionamento
RDA+MARC 21
é possível?
RDA e MARC 21
• Regras de catalogação (AACR2, RDA, etc.)
• Conjuntos de instruções para o registro dos dados
catalográficos
• Formatos (MARC 21, MODS, UNIMARC, etc.)
• Estruturas para a identificação dos dados catalográficos
durante seu processamento por computadores
As regras de catalogação independem dos formatos
Screen image from the RDA Toolkit (www.rdatoolkit.org) used by permission of the Co-Publishers for RDA (American Library Association, Canadian Library
Association, and CILIP: Chartered Institute of Library and Information Professionals)
Screen image from the RDA Toolkit (www.rdatoolkit.org) used by permission of the Co-Publishers for RDA (American Library Association, Canadian Library
Association, and CILIP: Chartered Institute of Library and Information Professionals)
Novos campos/subcampos
Registros bibliográficos:
• 264 – Produção, publicação, distribuição, manufatura e copyright
• 336 – Tipo de conteúdo
• 337 – Tipo de mídia
• 338 – Tipo de suporte
• 347 – Características de arquivo digital
• $a – Tipo de arquivo
• $b – Formato de codificação
• $c – Tamanho do arquivo
• $d – Resolução
• 380 – Forma da obra
• 382 – Meio de performance
Novos campos/subcampos
Registros de autoridade:
• 368 – Outros atributos de pessoa ou de entidade coletiva
• 370 – Local associado
• 371 – Endereço
• 372 – Campo de atividade
• 373 – Grupo associado
• 374 – Ocupação
• 375 – Gênero
• 376 – Informação sobre a família
• 378 – Forma completa do nome pessoal
Registros RDA/MARC 21
Registros RDA/MARC 21
Quem já está utilizando o RDA
• Austrália
• National Library of Australia
• Singapura
• National Library of Board of Singapore
• Reino Unido e Irlanda
• British Library, Bibliographic Data Services, Cambridge University
Library, OLIS/Bodleian Library, Trinity College, University of Warwick
• Estados Unidos
• Library of Congress, National Agricultural Library, National Library of
Medicine, Brigham Young University, Stanford University, University
of Chicago
Who's Cataloging in RDA, 2013
Quem já está utilizando o RDA
• No Brasil: Universidade de Caxias do Sul
Votto, 2013
Implementação do RDA
• Criação/adaptação dos padrões de metadados
• Adequação dos sistemas de bibliotecas
• Catalogadores e usuários finais
• Capacitações
• Traduções
• Benefícios perceptíveis somente a longo prazo
• Situação atual: registros híbridos (AACR2r+RDA)
Implementação do RDA
• Questões:
• A integração/relacionamento/linking dos dados
catalográficos com dados de outras comunidades é uma
meta?
• Com o RDA(FRBR) estamos nos aproximando dessa
meta?
Preparação para o RDA
• RDA Toolkit
• rdatoolkit.org
• Acesso livre por 30 dias: rdatoolkit.org/trial
• Tutoriais
• Inglês: rdatoolkit.org/training
• Espanhol:
loc.gov/catworkshop/courses/rda_naco_spanish.html
Bibliografia brasileira sobre o RDA
• Livros
• Artigos
• Dissertações e trabalhos de conclusão de curso
• Slides
• Cursos e eventos
fabricioassumpcao.com/bibliografia-rda
Em síntese...
• Catalogação & Códigos de catalogação
• RDA: substituto do AACR2
• RDA
• Ambiente digital
• Conteúdo e mídia
• FRBR
• Diferenças entre AACR2 e RDA
• RDA no MARC 21
• Bibliografia RDA, eventos e cursos
Você não está mais
catalogando em uma
ficha, então não aja
como se estivesse!
Bibliotecário,
o que o RDA está tentando dizer é...
Resource
Description
and Access
RDA
Fabrício Silva Assumpção
fabricioassumpcao.com | assumpcao.f@gmail.com
Obrigado!
X Semana de Estudos de Ciências da Informação e da Documentação
USP, Ribeirão Preto, 17 de outubro de 2013
Referências
• CÓDIGO de catalogação anglo-americano. 2. ed., rev. 2002. São Paulo: FEBAB, 2004.
• FUNCTIONAL requirements for bibliographic records: final report. München: K.G. Saur,
2009.
• LIBRARY OF CONGRESS. Library of Congress Online Catalog. Washington, DC, 2013.
Disponível em: <http://catalog.loc.gov>. Acesso em: 04 jun. 2013.
• LIBRARY OF CONGRESS. MARC 21 Standards. Washington, D.C., 2013. Disponível em:
<http://www.loc.gov/marc/>. Acesso em: 04 jun. 2013.
• MEY, E. S. A. Introdução à catalogação. Brasília: Briquet de Lemos, 1995.
• RESOURCE Description and Access (RDA). Chicago: American Library Association, 2013.
• VOTTO, Marcelo. Biblioteca da UCS passa a utilizar os campos do RDA para MARC
Autoridades. In: Processo Técnico BICE/UCS. Caxias do Sul: UCS, 2013. Disponível em:
<http://processotecnicoucs.wordpress.com/2013/02/18/biblioteca-da-ucs-passa-a-
utilizar-os-campos-da-rda-para-marc-autoridades>. Acesso em: 04 jun. 2013.
• WHO'S Cataloging in RDA. Disponível em: <http://www.rdatoolkit.org/RDA_institutions>.
Acesso em: 04 jun. 2013.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

RDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogação
RDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogaçãoRDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogação
RDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogaçãoFabrício Silva Assumpção
 
Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)
Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)
Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)Fabrício Silva Assumpção
 
Resource Description and Access (RDA) (UFSC 2020)
Resource Description and Access (RDA) (UFSC 2020)Resource Description and Access (RDA) (UFSC 2020)
Resource Description and Access (RDA) (UFSC 2020)Fabrício Silva Assumpção
 
Catalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendências
Catalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendênciasCatalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendências
Catalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendênciasFabrício Silva Assumpção
 
RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)
RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)
RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)Fabrício Silva Assumpção
 
SKOS: Interoperabilidade de linguagens documentais
SKOS: Interoperabilidade de linguagens documentaisSKOS: Interoperabilidade de linguagens documentais
SKOS: Interoperabilidade de linguagens documentaisFabrício Silva Assumpção
 
Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...
Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...
Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...Fabrício Silva Assumpção
 
RDA como novo código de catalogação
RDA como novo código de catalogaçãoRDA como novo código de catalogação
RDA como novo código de catalogaçãoMarcelo Votto
 
Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...
Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...
Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...Fabrício Silva Assumpção
 
Introdução ao RDA - Módulo 1: Modelos conceituais e desenvolvimento do RDA
Introdução ao RDA - Módulo 1: Modelos conceituais e desenvolvimento do RDAIntrodução ao RDA - Módulo 1: Modelos conceituais e desenvolvimento do RDA
Introdução ao RDA - Módulo 1: Modelos conceituais e desenvolvimento do RDAFabrício Silva Assumpção
 
RDA – Recursos: Descrição e Acesso Caminhos da Catalogação
RDA – Recursos: Descrição e Acesso Caminhos da CatalogaçãoRDA – Recursos: Descrição e Acesso Caminhos da Catalogação
RDA – Recursos: Descrição e Acesso Caminhos da CatalogaçãoUniversidade de São Paulo
 
Conversão de registros em XML para MARC 21: um modelo baseado em XSLT (ENANCI...
Conversão de registros em XML para MARC 21:um modelo baseado em XSLT (ENANCI...Conversão de registros em XML para MARC 21:um modelo baseado em XSLT (ENANCI...
Conversão de registros em XML para MARC 21: um modelo baseado em XSLT (ENANCI...Fabrício Silva Assumpção
 
As contribuições da Web Semântica para a Catalogação
As contribuições da Web Semântica para a CatalogaçãoAs contribuições da Web Semântica para a Catalogação
As contribuições da Web Semântica para a CatalogaçãoUNESP
 
Conversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLT
Conversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLTConversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLT
Conversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLTFabrício Silva Assumpção
 

Mais procurados (20)

RDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogação
RDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogaçãoRDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogação
RDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogação
 
Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)
Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)
Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)
 
Resource Description and Access (RDA) (UFSC 2020)
Resource Description and Access (RDA) (UFSC 2020)Resource Description and Access (RDA) (UFSC 2020)
Resource Description and Access (RDA) (UFSC 2020)
 
Catalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendências
Catalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendênciasCatalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendências
Catalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendências
 
RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)
RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)
RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)
 
SKOS: Interoperabilidade de linguagens documentais
SKOS: Interoperabilidade de linguagens documentaisSKOS: Interoperabilidade de linguagens documentais
SKOS: Interoperabilidade de linguagens documentais
 
Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...
Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...
Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...
 
RDA como novo código de catalogação
RDA como novo código de catalogaçãoRDA como novo código de catalogação
RDA como novo código de catalogação
 
Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...
Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...
Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...
 
MARCXML
MARCXMLMARCXML
MARCXML
 
Mudanças e desafios na utilização do RDA
Mudanças e desafios na utilização do RDAMudanças e desafios na utilização do RDA
Mudanças e desafios na utilização do RDA
 
Introdução ao RDA - Módulos 3, 4, 5 e 6
Introdução ao RDA - Módulos 3, 4, 5 e 6Introdução ao RDA - Módulos 3, 4, 5 e 6
Introdução ao RDA - Módulos 3, 4, 5 e 6
 
Introdução ao RDA - Módulo 1: Modelos conceituais e desenvolvimento do RDA
Introdução ao RDA - Módulo 1: Modelos conceituais e desenvolvimento do RDAIntrodução ao RDA - Módulo 1: Modelos conceituais e desenvolvimento do RDA
Introdução ao RDA - Módulo 1: Modelos conceituais e desenvolvimento do RDA
 
RDA Element Sets e RDA Value Vocabularies
RDA Element Sets e RDA Value VocabulariesRDA Element Sets e RDA Value Vocabularies
RDA Element Sets e RDA Value Vocabularies
 
Eu ainda preciso aprender AACR2 e MARC 21?
Eu ainda preciso aprender AACR2 e MARC 21? Eu ainda preciso aprender AACR2 e MARC 21?
Eu ainda preciso aprender AACR2 e MARC 21?
 
RDA – Recursos: Descrição e Acesso Caminhos da Catalogação
RDA – Recursos: Descrição e Acesso Caminhos da CatalogaçãoRDA – Recursos: Descrição e Acesso Caminhos da Catalogação
RDA – Recursos: Descrição e Acesso Caminhos da Catalogação
 
Conversão de registros em XML para MARC 21: um modelo baseado em XSLT (ENANCI...
Conversão de registros em XML para MARC 21:um modelo baseado em XSLT (ENANCI...Conversão de registros em XML para MARC 21:um modelo baseado em XSLT (ENANCI...
Conversão de registros em XML para MARC 21: um modelo baseado em XSLT (ENANCI...
 
As contribuições da Web Semântica para a Catalogação
As contribuições da Web Semântica para a CatalogaçãoAs contribuições da Web Semântica para a Catalogação
As contribuições da Web Semântica para a Catalogação
 
RDA
RDARDA
RDA
 
Conversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLT
Conversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLTConversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLT
Conversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLT
 

Destaque

A conversão de registros na implantação de repositórios institucionais: o ca...
A conversão de registros na implantação de repositórios institucionais: o ca...A conversão de registros na implantação de repositórios institucionais: o ca...
A conversão de registros na implantação de repositórios institucionais: o ca...Fabrício Silva Assumpção
 
Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...
Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...
Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...Fabrício Silva Assumpção
 
Um estudo sobre os componentes do trabalho de autoridade
Um estudo sobre os componentes do trabalho de autoridadeUm estudo sobre os componentes do trabalho de autoridade
Um estudo sobre os componentes do trabalho de autoridadeFabrício Silva Assumpção
 
Introdução ao RDA - Módulo 2: Estrutura do RDA
Introdução ao RDA - Módulo 2: Estrutura do RDAIntrodução ao RDA - Módulo 2: Estrutura do RDA
Introdução ao RDA - Módulo 2: Estrutura do RDAFabrício Silva Assumpção
 
Script para a edição de registros convertidos pela folha de estilo PHL2MARC21
Script para a edição de registros convertidos pela folha de estilo PHL2MARC21Script para a edição de registros convertidos pela folha de estilo PHL2MARC21
Script para a edição de registros convertidos pela folha de estilo PHL2MARC21Fabrício Silva Assumpção
 
Conversão de registros em MARC 21 para Dublin Core utilizando o MarcEdit 5.5
Conversão de registros em MARC 21 para Dublin Core utilizando o MarcEdit 5.5Conversão de registros em MARC 21 para Dublin Core utilizando o MarcEdit 5.5
Conversão de registros em MARC 21 para Dublin Core utilizando o MarcEdit 5.5Fabrício Silva Assumpção
 
Introdução ao Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER/OJS)
Introdução ao Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER/OJS)Introdução ao Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER/OJS)
Introdução ao Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER/OJS)Fabrício Silva Assumpção
 

Destaque (12)

XML: uma introdução (UNESP, GPNTI, BEAM)
XML: uma introdução (UNESP, GPNTI, BEAM)XML: uma introdução (UNESP, GPNTI, BEAM)
XML: uma introdução (UNESP, GPNTI, BEAM)
 
A conversão de registros na implantação de repositórios institucionais: o ca...
A conversão de registros na implantação de repositórios institucionais: o ca...A conversão de registros na implantação de repositórios institucionais: o ca...
A conversão de registros na implantação de repositórios institucionais: o ca...
 
RDA: um exercício prático (23 jun. 2016)
RDA: um exercício prático (23 jun. 2016)RDA: um exercício prático (23 jun. 2016)
RDA: um exercício prático (23 jun. 2016)
 
XSLT: Conceitos iniciais
XSLT: Conceitos iniciaisXSLT: Conceitos iniciais
XSLT: Conceitos iniciais
 
Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...
Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...
Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...
 
Um estudo sobre os componentes do trabalho de autoridade
Um estudo sobre os componentes do trabalho de autoridadeUm estudo sobre os componentes do trabalho de autoridade
Um estudo sobre os componentes do trabalho de autoridade
 
Introdução ao RDA - Módulo 2: Estrutura do RDA
Introdução ao RDA - Módulo 2: Estrutura do RDAIntrodução ao RDA - Módulo 2: Estrutura do RDA
Introdução ao RDA - Módulo 2: Estrutura do RDA
 
Formatos MARC 21
Formatos MARC 21Formatos MARC 21
Formatos MARC 21
 
AACR2r Parte II: Pontos de acesso (2015)
AACR2r Parte II: Pontos de acesso (2015)AACR2r Parte II: Pontos de acesso (2015)
AACR2r Parte II: Pontos de acesso (2015)
 
Script para a edição de registros convertidos pela folha de estilo PHL2MARC21
Script para a edição de registros convertidos pela folha de estilo PHL2MARC21Script para a edição de registros convertidos pela folha de estilo PHL2MARC21
Script para a edição de registros convertidos pela folha de estilo PHL2MARC21
 
Conversão de registros em MARC 21 para Dublin Core utilizando o MarcEdit 5.5
Conversão de registros em MARC 21 para Dublin Core utilizando o MarcEdit 5.5Conversão de registros em MARC 21 para Dublin Core utilizando o MarcEdit 5.5
Conversão de registros em MARC 21 para Dublin Core utilizando o MarcEdit 5.5
 
Introdução ao Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER/OJS)
Introdução ao Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER/OJS)Introdução ao Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER/OJS)
Introdução ao Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER/OJS)
 

Semelhante a Resource Description and Access (RDA): introdução e desafios do novo código de catalogação

Resource Description and Access (RDA): objetivos, características e desenvolv...
Resource Description and Access (RDA): objetivos, características e desenvolv...Resource Description and Access (RDA): objetivos, características e desenvolv...
Resource Description and Access (RDA): objetivos, características e desenvolv...Fabrício Silva Assumpção
 
ESTUDO COMPARATIVO DA NORMA BRASILEIRA DE DESCRIÇÃO ARQUIVÍSTICA (NOBRADE) E ...
ESTUDO COMPARATIVO DA NORMA BRASILEIRA DE DESCRIÇÃO ARQUIVÍSTICA (NOBRADE) E ...ESTUDO COMPARATIVO DA NORMA BRASILEIRA DE DESCRIÇÃO ARQUIVÍSTICA (NOBRADE) E ...
ESTUDO COMPARATIVO DA NORMA BRASILEIRA DE DESCRIÇÃO ARQUIVÍSTICA (NOBRADE) E ...Daniel Ribeiro dos Santos
 
A modelagem de dados no processo da catalogação sob a perspectiva do uso dos ...
A modelagem de dados no processo da catalogação sob a perspectiva do uso dos ...A modelagem de dados no processo da catalogação sob a perspectiva do uso dos ...
A modelagem de dados no processo da catalogação sob a perspectiva do uso dos ...Elvis Fusco
 
Padroes descricao boas_praticas_recursos_musicais
Padroes descricao boas_praticas_recursos_musicaisPadroes descricao boas_praticas_recursos_musicais
Padroes descricao boas_praticas_recursos_musicaisRosana Lanzelotte
 
Introdução a banco de dados
Introdução a banco de dadosIntrodução a banco de dados
Introdução a banco de dadosOdwald Schreder
 
CATALOGAÇÃO DE RECURSOS BIBLIOGRÁFICOS DIGITAIS NO PADRÃO DE METADADOS DUBLIN...
CATALOGAÇÃO DE RECURSOS BIBLIOGRÁFICOS DIGITAIS NO PADRÃO DE METADADOS DUBLIN...CATALOGAÇÃO DE RECURSOS BIBLIOGRÁFICOS DIGITAIS NO PADRÃO DE METADADOS DUBLIN...
CATALOGAÇÃO DE RECURSOS BIBLIOGRÁFICOS DIGITAIS NO PADRÃO DE METADADOS DUBLIN...Felipe Arakaki
 
Jornadas 2016: PTCRIS_Parte II
Jornadas 2016: PTCRIS_Parte IIJornadas 2016: PTCRIS_Parte II
Jornadas 2016: PTCRIS_Parte IIPTCRIS FCT
 
Banco de Dados em Grafos com Neo4J
Banco de Dados em Grafos com Neo4J  Banco de Dados em Grafos com Neo4J
Banco de Dados em Grafos com Neo4J Daniel San Martin
 
Lilacs application profile
Lilacs application  profileLilacs application  profile
Lilacs application profileSueli Suga
 
Banco de Dados - Part01
Banco de Dados - Part01Banco de Dados - Part01
Banco de Dados - Part01Rangel Javier
 
Questões e conteúdos do IFCE 2016 [Cargo Bibliotecário-Documentalista]
Questões e conteúdos do IFCE 2016 [Cargo Bibliotecário-Documentalista]Questões e conteúdos do IFCE 2016 [Cargo Bibliotecário-Documentalista]
Questões e conteúdos do IFCE 2016 [Cargo Bibliotecário-Documentalista]notas_sobre_biblioteconomia
 

Semelhante a Resource Description and Access (RDA): introdução e desafios do novo código de catalogação (20)

Rda
RdaRda
Rda
 
RDA
RDARDA
RDA
 
Resource Description and Access (RDA): objetivos, características e desenvolv...
Resource Description and Access (RDA): objetivos, características e desenvolv...Resource Description and Access (RDA): objetivos, características e desenvolv...
Resource Description and Access (RDA): objetivos, características e desenvolv...
 
Oficina 5 confoa 2013 - Boas práticas para a construção de repositórios ins...
Oficina 5   confoa 2013 - Boas práticas para a construção de repositórios ins...Oficina 5   confoa 2013 - Boas práticas para a construção de repositórios ins...
Oficina 5 confoa 2013 - Boas práticas para a construção de repositórios ins...
 
ESTUDO COMPARATIVO DA NORMA BRASILEIRA DE DESCRIÇÃO ARQUIVÍSTICA (NOBRADE) E ...
ESTUDO COMPARATIVO DA NORMA BRASILEIRA DE DESCRIÇÃO ARQUIVÍSTICA (NOBRADE) E ...ESTUDO COMPARATIVO DA NORMA BRASILEIRA DE DESCRIÇÃO ARQUIVÍSTICA (NOBRADE) E ...
ESTUDO COMPARATIVO DA NORMA BRASILEIRA DE DESCRIÇÃO ARQUIVÍSTICA (NOBRADE) E ...
 
Minicurso - Catalogação em RDA
Minicurso - Catalogação em RDAMinicurso - Catalogação em RDA
Minicurso - Catalogação em RDA
 
A modelagem de dados no processo da catalogação sob a perspectiva do uso dos ...
A modelagem de dados no processo da catalogação sob a perspectiva do uso dos ...A modelagem de dados no processo da catalogação sob a perspectiva do uso dos ...
A modelagem de dados no processo da catalogação sob a perspectiva do uso dos ...
 
Padroes descricao boas_praticas_recursos_musicais
Padroes descricao boas_praticas_recursos_musicaisPadroes descricao boas_praticas_recursos_musicais
Padroes descricao boas_praticas_recursos_musicais
 
Introdução a banco de dados
Introdução a banco de dadosIntrodução a banco de dados
Introdução a banco de dados
 
CATALOGAÇÃO DE RECURSOS BIBLIOGRÁFICOS DIGITAIS NO PADRÃO DE METADADOS DUBLIN...
CATALOGAÇÃO DE RECURSOS BIBLIOGRÁFICOS DIGITAIS NO PADRÃO DE METADADOS DUBLIN...CATALOGAÇÃO DE RECURSOS BIBLIOGRÁFICOS DIGITAIS NO PADRÃO DE METADADOS DUBLIN...
CATALOGAÇÃO DE RECURSOS BIBLIOGRÁFICOS DIGITAIS NO PADRÃO DE METADADOS DUBLIN...
 
Modelagem de dados
Modelagem de dados Modelagem de dados
Modelagem de dados
 
Aula 01 Revisão
Aula 01   RevisãoAula 01   Revisão
Aula 01 Revisão
 
Jornadas 2016: PTCRIS_Parte II
Jornadas 2016: PTCRIS_Parte IIJornadas 2016: PTCRIS_Parte II
Jornadas 2016: PTCRIS_Parte II
 
Banco de Dados em Grafos com Neo4J
Banco de Dados em Grafos com Neo4J  Banco de Dados em Grafos com Neo4J
Banco de Dados em Grafos com Neo4J
 
7 AULA_SRI.ppt
7 AULA_SRI.ppt7 AULA_SRI.ppt
7 AULA_SRI.ppt
 
Lilacs application profile
Lilacs application  profileLilacs application  profile
Lilacs application profile
 
A presença das bibliotecas digitais de teses e dissertações nos diretórios RO...
A presença das bibliotecas digitais de teses e dissertações nos diretórios RO...A presença das bibliotecas digitais de teses e dissertações nos diretórios RO...
A presença das bibliotecas digitais de teses e dissertações nos diretórios RO...
 
SQL Oracle
SQL OracleSQL Oracle
SQL Oracle
 
Banco de Dados - Part01
Banco de Dados - Part01Banco de Dados - Part01
Banco de Dados - Part01
 
Questões e conteúdos do IFCE 2016 [Cargo Bibliotecário-Documentalista]
Questões e conteúdos do IFCE 2016 [Cargo Bibliotecário-Documentalista]Questões e conteúdos do IFCE 2016 [Cargo Bibliotecário-Documentalista]
Questões e conteúdos do IFCE 2016 [Cargo Bibliotecário-Documentalista]
 

Último

v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptxErivaldoLima15
 
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mimJunto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mimWashingtonSampaio5
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira partecoletivoddois
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?MrciaRocha48
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadoA população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadodanieligomes4
 

Último (20)

v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
 
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mimJunto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadoA população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
 

Resource Description and Access (RDA): introdução e desafios do novo código de catalogação

  • 1. Resource Description and Access RDA Fabrício Silva Assumpção fabricioassumpcao.com | assumpcao.f@gmail.com Introdução e desafios do novo código de catalogação X Semana de Estudos de Ciências da Informação e da Documentação USP, Ribeirão Preto, 17 de outubro de 2013
  • 3. Catalogação • Atividade de elaborar representações de documentos de modo a identificá-los, individualizá-los e permitir sua recuperação de modo mais eficiente possível, poupando tempo e energia do usuário do catálogo. • “Poupe o tempo do leitor” Poupe o tempo do catalogador!
  • 4. Regras de catalogação • Escopo das regras de catalogação • Descrição dos aspectos de forma (descrição bibliográfica) • Atribuição dos pontos de acesso de responsabilidade e de títulos
  • 5. AACR2 • Código de Catalogação Anglo- Americano • 1967, 1978,... 2002 • Organizado por tipo de documento • Regras de catalogação para um contexto não digital
  • 6. Necessidade de mudanças • Impacto das Tecnologias de Informação e Comunicação no cenário informacional • Novos tipos de documentos • Novos tipos de conteúdo • Novas formas de acesso • Novos suportes para o armazenamento • Novas necessidades de informação
  • 7. Objetivos do RDA Recursos: Descrição e Acesso Descrição de Recursos e Acesso • O RDA é um código de catalogação • Voltado ao ambiente digital • Descrição de todo tipo de conteúdo e de mídia • Para ser utilizado além da comunidade de bibliotecas
  • 8. Substituição do AACR2 • Surgiu a partir dos estudos para a atualização do AACR (AACR3) • Manter a compatibilidade entre os registros criados com o AACR2 e os registros criados com o RDA
  • 9. RDA Toolkit • Ferramenta online • Funcionalidades de busca e de navegação • Personalização • Conteúdo adicional • Inscrição anual • Único usuário: US$ 195 • Instituição: US$ 325 + US$ 55 (por usuário) • Versão impressa: US$ 150
  • 10. RDA Toolkit Screen image from the RDA Toolkit (www.rdatoolkit.org) used by permission of the Co-Publishers for RDA (American Library Association, Canadian Library Association, and CILIP: Chartered Institute of Library and Information Professionals)
  • 11. Screen image from the RDA Toolkit (www.rdatoolkit.org) used by permission of the Co-Publishers for RDA (American Library Association, Canadian Library Association, and CILIP: Chartered Institute of Library and Information Professionals)
  • 12. RDA e FRBR • A organização do RDA segue o FRBR • FRBR - Requisitos Funcionais para Registros Bibliográficos • Modelo conceitual • Define • Objetos que são de interesse dos usuários (entidades) • Características dos objetos (atributos) • Relações entre os objetos (relacionamentos)
  • 13. FRBR É exemplificada pelo Obra Expressão Manifestação Item É realizada através da Está contida na Registro bibliográfico (atual)
  • 14. FRBR Obra É criada por Expressão É realizada por Manifestação É produzida por Item É guardado por Pessoa Entidade coletiva
  • 16. Estrutura do RDA AACR2  Partes (I e II)  Capítulos  Áreas  Elementos  Regras  Partes (Atributos e Relacionamentos)  Seções  Capítulos  Elementos  Regras RDA
  • 17. Registro dos Atributos Manifestação e item 1 Obra e expressão 2 Pessoa, família e entidade coletiva 3 Conceito, objeto, evento e lugar 4
  • 18. Registro dos Relacionamentos Relacionamentos primários 5 Pessoas, famílias e entidades coletivas e o recurso 6 Assuntos 7 Obras, expressões, manifestações e itens 8 Pessoas, famílias e entidades coletivas 9 Conceitos, objetos, eventos e lugares 10
  • 19. Estrutura do RDA Cada seção contém um capítulo inicial com regras gerais e capítulos com regras específicas • Seção 1: Registro dos atributos de manifestação e de item • Capítulo 1: Diretrizes gerais para o registro dos atributos de manifestações e de itens • Capítulo 2: Identificação de manifestações e de itens • Capítulo 3: Descrição dos suportes • Capítulo 4: Provendo aquisição e acesso à informação
  • 20. Redação das regras • 2.5 Indicação de edição • 2.5.2 Designação de edição • 2.5.2.1 Escopo • 2.5.2.2 Fonte de informação • 2.5.2.3 Registro da designação de edição • Registre a designação de edição aplicando as instruções básicas dadas em 2.5.1.
  • 28. RDA e MARC 21 • Regras de catalogação (AACR2, RDA, etc.) • Conjuntos de instruções para o registro dos dados catalográficos • Formatos (MARC 21, MODS, UNIMARC, etc.) • Estruturas para a identificação dos dados catalográficos durante seu processamento por computadores As regras de catalogação independem dos formatos
  • 29. Screen image from the RDA Toolkit (www.rdatoolkit.org) used by permission of the Co-Publishers for RDA (American Library Association, Canadian Library Association, and CILIP: Chartered Institute of Library and Information Professionals)
  • 30. Screen image from the RDA Toolkit (www.rdatoolkit.org) used by permission of the Co-Publishers for RDA (American Library Association, Canadian Library Association, and CILIP: Chartered Institute of Library and Information Professionals)
  • 31. Novos campos/subcampos Registros bibliográficos: • 264 – Produção, publicação, distribuição, manufatura e copyright • 336 – Tipo de conteúdo • 337 – Tipo de mídia • 338 – Tipo de suporte • 347 – Características de arquivo digital • $a – Tipo de arquivo • $b – Formato de codificação • $c – Tamanho do arquivo • $d – Resolução • 380 – Forma da obra • 382 – Meio de performance
  • 32. Novos campos/subcampos Registros de autoridade: • 368 – Outros atributos de pessoa ou de entidade coletiva • 370 – Local associado • 371 – Endereço • 372 – Campo de atividade • 373 – Grupo associado • 374 – Ocupação • 375 – Gênero • 376 – Informação sobre a família • 378 – Forma completa do nome pessoal
  • 35. Quem já está utilizando o RDA • Austrália • National Library of Australia • Singapura • National Library of Board of Singapore • Reino Unido e Irlanda • British Library, Bibliographic Data Services, Cambridge University Library, OLIS/Bodleian Library, Trinity College, University of Warwick • Estados Unidos • Library of Congress, National Agricultural Library, National Library of Medicine, Brigham Young University, Stanford University, University of Chicago Who's Cataloging in RDA, 2013
  • 36. Quem já está utilizando o RDA • No Brasil: Universidade de Caxias do Sul Votto, 2013
  • 37. Implementação do RDA • Criação/adaptação dos padrões de metadados • Adequação dos sistemas de bibliotecas • Catalogadores e usuários finais • Capacitações • Traduções • Benefícios perceptíveis somente a longo prazo • Situação atual: registros híbridos (AACR2r+RDA)
  • 38. Implementação do RDA • Questões: • A integração/relacionamento/linking dos dados catalográficos com dados de outras comunidades é uma meta? • Com o RDA(FRBR) estamos nos aproximando dessa meta?
  • 39. Preparação para o RDA • RDA Toolkit • rdatoolkit.org • Acesso livre por 30 dias: rdatoolkit.org/trial • Tutoriais • Inglês: rdatoolkit.org/training • Espanhol: loc.gov/catworkshop/courses/rda_naco_spanish.html
  • 40. Bibliografia brasileira sobre o RDA • Livros • Artigos • Dissertações e trabalhos de conclusão de curso • Slides • Cursos e eventos fabricioassumpcao.com/bibliografia-rda
  • 41. Em síntese... • Catalogação & Códigos de catalogação • RDA: substituto do AACR2 • RDA • Ambiente digital • Conteúdo e mídia • FRBR • Diferenças entre AACR2 e RDA • RDA no MARC 21 • Bibliografia RDA, eventos e cursos
  • 42. Você não está mais catalogando em uma ficha, então não aja como se estivesse! Bibliotecário, o que o RDA está tentando dizer é...
  • 43. Resource Description and Access RDA Fabrício Silva Assumpção fabricioassumpcao.com | assumpcao.f@gmail.com Obrigado! X Semana de Estudos de Ciências da Informação e da Documentação USP, Ribeirão Preto, 17 de outubro de 2013
  • 44. Referências • CÓDIGO de catalogação anglo-americano. 2. ed., rev. 2002. São Paulo: FEBAB, 2004. • FUNCTIONAL requirements for bibliographic records: final report. München: K.G. Saur, 2009. • LIBRARY OF CONGRESS. Library of Congress Online Catalog. Washington, DC, 2013. Disponível em: <http://catalog.loc.gov>. Acesso em: 04 jun. 2013. • LIBRARY OF CONGRESS. MARC 21 Standards. Washington, D.C., 2013. Disponível em: <http://www.loc.gov/marc/>. Acesso em: 04 jun. 2013. • MEY, E. S. A. Introdução à catalogação. Brasília: Briquet de Lemos, 1995. • RESOURCE Description and Access (RDA). Chicago: American Library Association, 2013. • VOTTO, Marcelo. Biblioteca da UCS passa a utilizar os campos do RDA para MARC Autoridades. In: Processo Técnico BICE/UCS. Caxias do Sul: UCS, 2013. Disponível em: <http://processotecnicoucs.wordpress.com/2013/02/18/biblioteca-da-ucs-passa-a- utilizar-os-campos-da-rda-para-marc-autoridades>. Acesso em: 04 jun. 2013. • WHO'S Cataloging in RDA. Disponível em: <http://www.rdatoolkit.org/RDA_institutions>. Acesso em: 04 jun. 2013.