A MODELAGEM DE DADOS NO PROCESSO DA CATALOGAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DO USO DOS FRBR Ms. Elvis Fusco Dra. Plácida L.V. Amorim...
Contextualização da Pesquisa <ul><li>Para fins de conceituação, esta pesquisa adota a visão de Borko (1968) sobre a Ciênci...
Contextualização da Pesquisa <ul><li>A indissociabilidade entre informação e tecnologia na Ciência da Informação. </li></u...
Desafios da Catalogação <ul><li>Representação dos diversos tipos de materiais que surgem a partir das novas tecnologias. <...
Desafios da Catalogação <ul><li>Necessidade de que os profissionais da Ciência da Informação discutam questões sobre a org...
Problema de Pesquisa <ul><li>Os FRBR agem como um modelo de referência e, portanto, operam no  nível conceitual , não leva...
Problema de Pesquisa <ul><li>Necessidade de reflexão e pesquisa para o desenvolvimento de padrões e modelos lógicos e físi...
Relevância da Pesquisa <ul><li>Esta pesquisa defende a necessidade e a urgência da releitura do  processo de Catalogação  ...
Justificativa da Pesquisa <ul><li>Este trabalho justifica-se por mostrar e definir conceitos que são trabalhados por ambas...
Catalogação <ul><li>O objetivo do catálogo é informar ao usuário quais documentos uma unidade de informação possui em seu ...
Processo de Catalogação Acervo (Itens Bibliográficos) Catálogo Digital Sistema de Informação Unidade de Informação Unidade...
Processo de Catalogação <ul><li>O projeto do catálogo : fase em que o  catalogador  baseado em necessidades e  requisitos ...
Processo de Catalogação <ul><li>A descrição do objeto documentário : fase em que o catalogador realiza a entrada de dados ...
Processo de Catalogação Projeto de Catálogos
O Projeto de Catálogo Requisitos Informacionais <ul><li>Regras de Catalogação </li></ul><ul><li>Representação Descritiva <...
Modelagem de Dados Cenário Definição Escopo Levantamento de Requisitos Modelagem Conceitual Projeto Lógico Projeto Físico ...
Considerações Finais <ul><li>O  Modelagem Conceitual  e o  Modelo E-R , proposto pelos  FRBR , permite que se realizem est...
A MODELAGEM DE DADOS NO PROCESSO DA CATALOGAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DO USO DOS FRBR Ms. Elvis Fusco Dra. Plácida L.V. Amorim...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A modelagem de dados no processo da catalogação sob a perspectiva do uso dos FRBR

3.909 visualizações

Publicada em

Apresentação do artigo apresentado no III Seminário em Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina.

Publicada em: Tecnologia, Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.909
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
682
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A modelagem de dados no processo da catalogação sob a perspectiva do uso dos FRBR

  1. 1. A MODELAGEM DE DADOS NO PROCESSO DA CATALOGAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DO USO DOS FRBR Ms. Elvis Fusco Dra. Plácida L.V. Amorim da Costa Santos
  2. 2. Contextualização da Pesquisa <ul><li>Para fins de conceituação, esta pesquisa adota a visão de Borko (1968) sobre a Ciência da Informação: </li></ul><ul><ul><li>É a disciplina que investiga as propriedades e o comportamento da informação, as forças que regem o fluxo informacional e os meios de processamento da informação para a otimização do acesso e uso. Está relacionada com um corpo de conhecimento que abrange a origem, coleta, organização , armazenamento , recuperação , interpretação, transmissão , transformação e utilização da informação. Isto inclui a investigação, as representações da informação tanto no sistema natural, como no artificial, o uso de códigos para uma eficiente transmissão de mensagens e o estudo dos serviços e técnicas de processamento da informação e seus sistemas de programação. </li></ul></ul>
  3. 3. Contextualização da Pesquisa <ul><li>A indissociabilidade entre informação e tecnologia na Ciência da Informação. </li></ul><ul><li>A característica da interdisciplinaridade que a Ciência da Informação mantém com outras áreas, como a Ciência da Computação. </li></ul><ul><li>Expansão do conceito de Catalogação Bibliográfica. </li></ul><ul><li>Necessidade da ampliação do papel do profissional da Catalogação, participando de todos os processos envolvendo a informação. </li></ul><ul><li>Adota-se o catálogo numa perspectiva de representação digital de itens bibliográficos em suporte digital ou não. </li></ul>
  4. 4. Desafios da Catalogação <ul><li>Representação dos diversos tipos de materiais que surgem a partir das novas tecnologias. </li></ul><ul><li>Interoperabilidade de bases informacionais heterogêneas. </li></ul><ul><li>Interfaces mais amigáveis tanto para o profissional catalogador quanto para o usuário final. </li></ul><ul><li>Abstração de complexidades de representação. </li></ul><ul><li>Preservação de documentos digitais para acesso futuro. </li></ul><ul><li>Definição de um parâmetro de padronização que permita um nível global de cooperação. </li></ul>
  5. 5. Desafios da Catalogação <ul><li>Necessidade de que os profissionais da Ciência da Informação discutam questões sobre a organização do conhecimento e sua representação nas mais diferentes formas e práticas. </li></ul><ul><li>Novos estudos da questão da representação informacional de registros bibliográficos no cenário atual. </li></ul>
  6. 6. Problema de Pesquisa <ul><li>Os FRBR agem como um modelo de referência e, portanto, operam no nível conceitual , não levando a análise dos requisitos ao nível necessário para um modelo físico de dados. </li></ul><ul><ul><li>[...] demasiado abstratos e genéricos para ser um modelo de dados: nenhuma base de dados prática poderia realmente ser desenvolvida exclusivamente baseada naquelas entidades, atributos e relacionamentos que são definidos nos FRBR (IFLA, 2006). </li></ul></ul>
  7. 7. Problema de Pesquisa <ul><li>Necessidade de reflexão e pesquisa para o desenvolvimento de padrões e modelos lógicos e físicos de implementação utilizando esses requisitos. </li></ul><ul><li>Pressuposição da existência de uma relação de comunicação entre Catalogação, padrões de metadados, interoperabilidade, modelagem de dados, entrelaçados pelos FRBR na busca e construção de um projeto de catálogo. </li></ul>
  8. 8. Relevância da Pesquisa <ul><li>Esta pesquisa defende a necessidade e a urgência da releitura do processo de Catalogação adicionado de elementos da Ciência da Computação com utilização de metodologias de Tratamento Descritivo da Informação no âmbito da representação da informação em todas as camadas envolvidas em um ambiente informacional digital. </li></ul>
  9. 9. Justificativa da Pesquisa <ul><li>Este trabalho justifica-se por mostrar e definir conceitos que são trabalhados por ambas as áreas e que muitas vezes não são compreendidos pelos pesquisadores dessas áreas e contribui em mostrar como acompanhar os avanços da área da Ciência da Informação sobre a temática abordada, buscando em outra ciência subsídios para aprimorar e estabelecer formas mais eficazes nos processos de representação, persistência, descrição, organização, acesso e recuperação de recursos informacionais, ou seja, o objeto principal da área que é a informação . </li></ul>
  10. 10. Catalogação <ul><li>O objetivo do catálogo é informar ao usuário quais documentos uma unidade de informação possui em seu acervo e, desta forma, segundo Mey (1995, p. 05), a catalogação pode ser definida como </li></ul><ul><ul><ul><li>[...] o estudo, preparação e organização de mensagens codificadas, com base em itens existentes ou passíveis de inclusão em um ou vários acervos, de forma a permitir a intersecção entre as mensagens contidas nos itens e as mensagens internas dos usuários. </li></ul></ul></ul><ul><li>Para os propósitos desta pesquisa, estende-se o conceito de Catalogação com a inclusão de um momento anterior em que se é projetada a estrutura ou o modelo conceitual de dados de um catálogo. </li></ul>
  11. 11. Processo de Catalogação Acervo (Itens Bibliográficos) Catálogo Digital Sistema de Informação Unidade de Informação Unidade de Informação Catálogo Digital Sistema de Informação Interoperabilidade A B Usuário Catalogador Usuário Final
  12. 12. Processo de Catalogação <ul><li>O projeto do catálogo : fase em que o catalogador baseado em necessidades e requisitos informacionais define um modelo contendo os objetos e elementos de representação e seus relacionamentos : </li></ul><ul><ul><li>Regras de Catalogação (AACR2, RDA) </li></ul></ul><ul><ul><li>Representação Descritiva </li></ul></ul><ul><ul><li>Definição de Pontos de Acesso </li></ul></ul><ul><ul><li>Definição de Dados de Localização </li></ul></ul><ul><ul><li>Adoção de Padrões de Metadados </li></ul></ul><ul><ul><li>Necessidades Organizacionais </li></ul></ul><ul><ul><li>Necessidades do Usuário Final </li></ul></ul><ul><ul><li>Necessidades de Interoperabilidade </li></ul></ul>
  13. 13. Processo de Catalogação <ul><li>A descrição do objeto documentário : fase em que o catalogador realiza a entrada de dados em um registro baseado em um padrão de metadados e a definição dos pontos de acesso deste registro com base em normas de catalogação. </li></ul>
  14. 14. Processo de Catalogação Projeto de Catálogos
  15. 15. O Projeto de Catálogo Requisitos Informacionais <ul><li>Regras de Catalogação </li></ul><ul><li>Representação Descritiva </li></ul><ul><li>Definição de Pontos de Acesso </li></ul><ul><li>Definição de Dados de Localização </li></ul><ul><li>Padrões de Metadados </li></ul><ul><li>Necessidades organizacionais </li></ul><ul><li>Necessidades do usuário final </li></ul><ul><li>Necessidades de interoperabilidade </li></ul>Acervo Catálogo Digital Modelo Conceitual de Representação Modelagem Conceitual de Dados Modelo Entidade-Relacionamento Requisitos Funcionais de Registros Bibliográficos (FRBR) Normalização de Dados
  16. 16. Modelagem de Dados Cenário Definição Escopo Levantamento de Requisitos Modelagem Conceitual Projeto Lógico Projeto Físico Domínio do Problema Declaração do Escopo Especificação de Requisitos Esquema Conceitual Esquema Lógico Esquema de Banco de Dados Processos Artefatos Gerados Independente de Tecnologia Dependente de Tecnologia
  17. 17. Considerações Finais <ul><li>O Modelagem Conceitual e o Modelo E-R , proposto pelos FRBR , permite que se realizem estudos na área de representação da informação e possibilita o aperfeiçoamento, do ponto de vista conceitual e de persistência das informações, da automação de unidades de informação. Podem-se considerá-los como uma ferramenta importante no sentido de desenvolver projetos de catálogos que conduzam às normas e padrões biblioteconômicos estabelecidos a satisfazer as necessidades atuais dos usuários no uso de catálogos digitais. </li></ul>
  18. 18. A MODELAGEM DE DADOS NO PROCESSO DA CATALOGAÇÃO SOB A PERSPECTIVA DO USO DOS FRBR Ms. Elvis Fusco Dra. Plácida L.V. Amorim da Costa Santos

×