SlideShare uma empresa Scribd logo
Princípios de Taxonomia/Sistemática eSistema de ClassificaçãoZoologiaProf. Adenadenomarc@yahoo.com.br
Evolutionary TrendSimple             ComplexAn increase in “Cell Specialization” and “Division of Labor”Classification of theKingdom AnimaliaProtozoansProtostomesRadial SymmetryAsymmetryDeuterostomesMouth forms at the Blastopore* No Body PlanBody Radiates from a Central Point
Anus forms at the BlastoporeRadial SymmetryBilateral Symmetry1. Phylum Porifera(Sponges)Bilateral SymmetryBody Plan IncludesAnterior and Posterior EndsDorsal and Ventral Surfaces“Right” and “Left” sides are mirror images2. Phylum Cnidaria(Jellyfish, Sea Anemone)Coelomates9. Phylum Echinodermata(Starfish, Sea Urchins)10. Phylum Chordata*Class Ichthyes*Class Amphibia*Class Reptilia*Class Aves*Class MammaliaPhyla 1-9 are Invertebrates “Animals without backbones”AcoelomatesPseudocoelomatesCoelomates6. Phylum Annelida(Segmented Worms)3. Phylum Platyhelminthes(Flatworms)4. Phylum Nematoda(Roundworms)7. Phylum Mollusca(Snails, Clams)5. Phylum Rotifera(Rotifers)8. Phylum Arthropoda(Insects, Spiders)Coelom: body cavity found between two layers of mesoderm.
Origem dos seres eucariontesPela hipótese endossimbiótica (LynMargulis), a célula eucariótica surge a partir de várias células procarióticas que se associam numa relação simbiótica, sofrendo alterações durante essa relação.3Prof. Dr. Aden
Quantas espécies existem?4Prof. Dr. Aden
Quantas espécies por descobrir?5Prof. Dr. Aden
Como a biodiversidade está organizada?6Prof. Dr. Aden
Sistema de Classificação7Prof. Dr. Aden
Prof. Dr. Aden8Sistema de Classificação
Cladística (Filogenia)Prof. Dr. Aden9A cladística é um método de análise das relações evolutivas (filogenéticas) entre grupos de seres vivos que possibilita a criação de cladogramas.Cladograma – Gráfico que representa a relação ancestral-descendenteBAedcabAncestral
Cladística (Filogenia)Prof. Dr. Aden10DescentesABCPresenteCertoErradoABCCBPassadoAncestralADicotomiaAncestral
Cladística (Filogenia)Prof. Dr. Aden11Apomorfia -  É uma novidade evolutiva.Pode ser compartilhada (sinapomorfia) ou exclusiva de um grupo(autapomorfia)Cladística (Filogenia)Prof. Dr. Aden12Longo períodoDe gestaçãoCladograma:PlacentaPêlos e glândulas mamáriasColuna vertebral
Cladística (Filogenia) – Matriz de caracteresProf. Dr. Aden13 Em Cladística os agrupamentos são baseados exclusivamente em sinapomorfias!
Prof. Dr. Aden14
Cladística (Filogenia)Prof. Dr. Aden15
Cladística (Filogenia)Prof. Dr. Aden16
Prof. Dr. Aden17Forma e agrupamentostaxonômicosTáxon WTáxon XEspécie HEspécie IEspécie DEspécie FEspécie CEspécie BEspécie GEspécie CTáxon MonofiléticoEspécie A10-06-2011TáxonParafilético
Prof. Dr. Aden18Forma e agrupamentostaxonômicosTáxon YEspécie PEspécie OEspécie MEspécie LEspécie KEspécie NTáxon Z éParafilético.Neste caso, mais trabalhoscom as spp J até P poderiamfinalmente revelar as relaçõesCorretas entre esses táxons.Táxon Y éPolifiléticoPorque contémtáxons que não sãoderivados de um ancestralcomum exclusivo.Espécie J10-06-2011Táxon Z
Prof. Dr. Aden19Forma e agrupamentostaxonômicosParafilético10-06-2011
Prof. Dr. Aden20Taxonomia X SistemáticaSistemáticaUtilizaCritérios de classificaçãoOcupa-seTaxonomiaRegras denomenclaturaUtilizaHistória evolutiva(Filogenia)
Prof. Dr. Aden21Taxonomia X SistemáticaTaxonomia:pode ser definida como “teoria e prática de classificação" e o termo deriva do grego taxon (arranjo) e nomus(lei), primeiramente formulado por Candolle (1813) para a classificação das plantas. É a disciplina que cataloga e nomeia os organismos, sendo uma das mais básicas da Biologia.
A Taxonomia é a parte da sistemática que se ocupa das regras e dos princípios a serem usados para comunicar os resultados da análise sistemática.Prof. Dr. Aden22Taxonomia X SistemáticaSistemática: É a disciplina da Biologia comparada que se ocupa dos métodos para estimar as relações filogenéticas dos seres vivos, ou seja, para reconstruir suas relações de parentesco.Categorias TaxonômicasProf. Dr. Aden23
Categorias taxonômicas (Táxons)Prof. Dr. Aden24ReinoFiloClasseOrdemFamíliaGêneroEspécie
Prof. Dr. Aden25GenéricoEspecífico
Categorias taxonômicasProf. Dr. Aden26
Categorias taxonômicasProf. Dr. Aden27EspécieGêneroFamíliaOrdem
Categorias taxonômicasProf. Dr. Aden28Espécie biológica – Conjunto formado por organismos capazes de realizar intercruzamentos produzindo descendência fétil.PantheratigrisX Pantheraleo
Regras de nomenclatura (Sistema Lineano)Prof. Dr. Aden29O nome científico da espécie deve ser escrito em latim e destacado do texto (negrito, grifado ou itálico)A espécie é binomialO 1º nome deve ser escrito com inicial maúscula e o 2º nome com inicial minúsculaEx.: SusdomesticusEx.: Canis lupusEx.: Canis latransGêneroEpíteto específicoEspécie
Regras de nomenclatura (Sistema Lineano)Prof. Dr. Aden30Todos os táxons superiores a espécie são uninominais.Após a primeira referência o nome da espécie pode ser abreviado.Ex.: E. colie T. rex.A abreviatura “sp.” é usada quando o nome da espécie não pode ou não interessa ser explicado.Ex.: Plasmodiumsp.O nome da família termina em IDAE de superfamílias em OIDEA, de subfamílias em INAE e de tribos em INI.
Regras de nomenclatura (Sistema Lineano)Prof. Dr. Aden31As raças ou sub-espécies são trinominaisEx.: Rhea americana albicans(ema branca)Rhea americana grisea (ema cinza)
Classificação da formigaProf. Dr. Aden32
Divisão dos ReinosProf. Dr. Aden33Sistema Lineano de classificação (Sec. XVIII)Reino animalReino vegetal
Divisão dos ReinosProf. Dr. Aden34Dois Reinos – Aristóteles a Lineu
Divisão dos ReinosProf. Dr. Aden35 Classificação de Haeckel (1866)Três Reinos:AnimalVegetalProtistaBactérias
Algas
Fungos
ProtozoáriosDivisão dos ReinosProf. Dr. Aden36
Divisão dos ReinosProf. Dr. Aden37Classificação de Copeland (1938)Quatro Reinos:AnimalVegetalProtistaMoneraBactérias
Algas azuisDivisão dos ReinosProf. Dr. Aden38Classificação de Whittaker (1969)Cinco Reinos:AnimalVegetalProtistaMoneraFungi
Divisão dos ReinosProf. Dr. Aden39De acordo com Whittaker (1969)Os seres de Monera foram os primeiros organismos vivosOs Protista evoluíram diretamente a partir dos MoneraOs reinos dos fungi, animalia e plantae evoluíram dos protistas por três vias evolucionárias diferentes que foi baseado nas diferenças das formas nutricionais.
Divisão dos ReinosProf. Dr. Aden40
Reinos de WittakerProf. Dr. Aden41Reino Monera – Seres unicelulares, procariontes, auto ou heterotróficosSeres estruturalmente simples e com alta diversidade metabólica
Reinos de WittakerProf. Dr. Aden42Reino Protista – Seres uni ou pluricelulares, eucariontes, auto ou heterotróficos
Reinos de WittakerProf. Dr. Aden43Reino Fungi – Seres uni ou pluricelulares, eucariontes, heterotróficos por absorçãoReinos de WittakerProf. Dr. Aden44Reino Animalia – Seres pluricelulares, eucariontes, heterotróficos por ingestãoReinos de WittakerProf. Dr. Aden45Reino Plantae – Seres pluricelulares, eucariontes, fototrópicosHá 400 milhões de anos as plantas começaram a colonizar as terras emersas; Há 570 milhões de anos os fungos evoluíram, provavelmente a partir de plantas primitivas;Há 670 milhões de anos, protistas hetrotróficos originaram os primeiros animais; Há 1500 milhões de anos surgiram os primeiros protistas, eucariontes unicelulares; Há 3800 milhões de anos surgiram os primeiros organismos vivos da Terra, os procariontes (bactérias).46Prof. Dr. Aden
Divisão dos DomíniosProf. Dr. Aden47Classificação de Woese (1990)Filogenia molecular (baseado no RNAr)Três domínios:Archaea(arqueobactérias)
Bactérias (eubactérias)
EukariaDivisão dos DomíniosProf. Dr. Aden48Critérios:Comparação da seqüência dos genes ribossomais- Presentes em todos os seres vivos - Essenciais à vida - Bem conservados do ponto de vista evolutivoComposição química da parede celular e membrana plasmáticaDados metabólicos
Divisão dos DomíniosProf. Dr. Aden49
Divisão dos DomíniosProf. Dr. Aden50
Reinos da VidaCarl Woese e George Fox, 1977 (Atual)51Prof. Dr. Aden
Filogenia52Fonte: Neil A. Campbell, Jane B. Reece e Lawrence G. Mitchell. Biology. 5th edition. Menlo Park, California: Benjamin/Cummings.p. 524-525, 1999.
Roteiro (manuscrito)1 - Quais são as regras principais para se denominar uma espécie segundo a nomenclatura binomial estabelecida por Lineu?2 - Qual é a diferença, segundo critérios taxonômicos contemporâneos, que diferem o conceito de raça do conceito de sub-espécie? 3 – Pesquise e discuta a diferença entre “Nomenclatura binomial e Nomenclatura binominal”.4 – Escolha um ser vivo qualquer e, em seguida construa uma tabela identificando as categorias taxonômicas e táxons a qual pertence.5- Sobre Nomenclatura zoológica, reconheçam os componente da identificação na frase a seguir: “moleque-da-bananeira (Cosmopolitessordidus(Germar)) (Coleoptera: Curculionidae)”.53Prof. Dr. Aden
Prof. Dr. Aden54
Princípios de taxonomia

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Bactérias 7º Ano
Bactérias 7º Ano Bactérias 7º Ano
Bactérias 7º Ano
guest3519e1
 
Animais Invertebrados
Animais InvertebradosAnimais Invertebrados
Animais Invertebrados
Andrea Barreto
 
Aula Biodiversidade
Aula BiodiversidadeAula Biodiversidade
Aula Biodiversidade
Plínio Gonçalves
 
Gimnospermas
GimnospermasGimnospermas
Gimnospermas
guest78da28
 
Aula grupos vegetais pre
Aula grupos vegetais preAula grupos vegetais pre
Aula grupos vegetais pre
BIOLOGIA Associação Pré-FEDERAL
 
BIOLOGIA: Os peixes (COMPLETO)
BIOLOGIA: Os peixes (COMPLETO)BIOLOGIA: Os peixes (COMPLETO)
BIOLOGIA: Os peixes (COMPLETO)
Ana Maciel
 
Sistematica e filogenia
Sistematica e filogeniaSistematica e filogenia
Sistematica e filogenia
unesp
 
V.2 Briófitas e Pteridófitas
V.2 Briófitas e PteridófitasV.2 Briófitas e Pteridófitas
V.2 Briófitas e Pteridófitas
Rebeca Vale
 
7 ano classificação dos seres vivos
7 ano classificação dos seres vivos7 ano classificação dos seres vivos
7 ano classificação dos seres vivos
crisbassanimedeiros
 
Reino plantae
Reino plantaeReino plantae
Reino plantae
profatatiana
 
Aula nomenclatura botânica
Aula nomenclatura botânicaAula nomenclatura botânica
Aula nomenclatura botânica
Maria Betânia
 
Reino plantae
Reino plantaeReino plantae
Reino plantae
Pedr457
 
Aula de ecologia curso completo
Aula de ecologia   curso completoAula de ecologia   curso completo
Aula de ecologia curso completo
Nelson Costa
 
Fungos - 7º ano - aula 1
Fungos - 7º ano - aula 1Fungos - 7º ano - aula 1
Fungos - 7º ano - aula 1
André Garrido
 
Slides fungos
Slides  fungosSlides  fungos
Slides fungos
Jean Carlos Wittaczik
 
Zoologia geral aulas 1
Zoologia geral aulas 1Zoologia geral aulas 1
Zoologia geral aulas 1
Henrique Zini
 
Protozoarios
ProtozoariosProtozoarios
Nomenclatura zoológica Aula 2
Nomenclatura zoológica Aula 2Nomenclatura zoológica Aula 2
Nomenclatura zoológica Aula 2
Henrique Zini
 
Adaptações dos seres vivos
Adaptações dos seres vivosAdaptações dos seres vivos
Adaptações dos seres vivos
Andrea Barreto
 
Sistemática e filogenética
Sistemática e filogenéticaSistemática e filogenética
Sistemática e filogenética
José Nascimento da Silva Júnior
 

Mais procurados (20)

Bactérias 7º Ano
Bactérias 7º Ano Bactérias 7º Ano
Bactérias 7º Ano
 
Animais Invertebrados
Animais InvertebradosAnimais Invertebrados
Animais Invertebrados
 
Aula Biodiversidade
Aula BiodiversidadeAula Biodiversidade
Aula Biodiversidade
 
Gimnospermas
GimnospermasGimnospermas
Gimnospermas
 
Aula grupos vegetais pre
Aula grupos vegetais preAula grupos vegetais pre
Aula grupos vegetais pre
 
BIOLOGIA: Os peixes (COMPLETO)
BIOLOGIA: Os peixes (COMPLETO)BIOLOGIA: Os peixes (COMPLETO)
BIOLOGIA: Os peixes (COMPLETO)
 
Sistematica e filogenia
Sistematica e filogeniaSistematica e filogenia
Sistematica e filogenia
 
V.2 Briófitas e Pteridófitas
V.2 Briófitas e PteridófitasV.2 Briófitas e Pteridófitas
V.2 Briófitas e Pteridófitas
 
7 ano classificação dos seres vivos
7 ano classificação dos seres vivos7 ano classificação dos seres vivos
7 ano classificação dos seres vivos
 
Reino plantae
Reino plantaeReino plantae
Reino plantae
 
Aula nomenclatura botânica
Aula nomenclatura botânicaAula nomenclatura botânica
Aula nomenclatura botânica
 
Reino plantae
Reino plantaeReino plantae
Reino plantae
 
Aula de ecologia curso completo
Aula de ecologia   curso completoAula de ecologia   curso completo
Aula de ecologia curso completo
 
Fungos - 7º ano - aula 1
Fungos - 7º ano - aula 1Fungos - 7º ano - aula 1
Fungos - 7º ano - aula 1
 
Slides fungos
Slides  fungosSlides  fungos
Slides fungos
 
Zoologia geral aulas 1
Zoologia geral aulas 1Zoologia geral aulas 1
Zoologia geral aulas 1
 
Protozoarios
ProtozoariosProtozoarios
Protozoarios
 
Nomenclatura zoológica Aula 2
Nomenclatura zoológica Aula 2Nomenclatura zoológica Aula 2
Nomenclatura zoológica Aula 2
 
Adaptações dos seres vivos
Adaptações dos seres vivosAdaptações dos seres vivos
Adaptações dos seres vivos
 
Sistemática e filogenética
Sistemática e filogenéticaSistemática e filogenética
Sistemática e filogenética
 

Destaque

Taxonomia
TaxonomiaTaxonomia
Taxonomia
gueste6836123
 
Nomenclatura taxonomia
Nomenclatura taxonomiaNomenclatura taxonomia
Nomenclatura taxonomia
Iuri Fretta Wiggers
 
Taxonomia e sistemática
Taxonomia e sistemáticaTaxonomia e sistemática
Taxonomia e sistemática
Sheila Cassenotte
 
Taxonomia E Reinos
Taxonomia E ReinosTaxonomia E Reinos
Taxonomia E Reinos
Diego Yamazaki Bolano
 
Taxonomia, sistemática e principais grupos de algas e vegetais
Taxonomia, sistemática e principais grupos de algas e vegetaisTaxonomia, sistemática e principais grupos de algas e vegetais
Taxonomia, sistemática e principais grupos de algas e vegetais
Heitor de Oliveira Braga
 
Taxonomia
TaxonomiaTaxonomia
Taxonomia
cejlrodrigues
 
Categorias taxonómicas
Categorias taxonómicasCategorias taxonómicas
Categorias taxonómicas
00367p
 
Biologia 11 sistemas de classificação
Biologia 11   sistemas de classificaçãoBiologia 11   sistemas de classificação
Biologia 11 sistemas de classificação
Nuno Correia
 
A Taxonomia e a Nomenclatura dos Animais
A Taxonomia e a Nomenclatura dos Animais A Taxonomia e a Nomenclatura dos Animais
A Taxonomia e a Nomenclatura dos Animais
João Felix
 
Sistemática vegetal
Sistemática vegetalSistemática vegetal
Sistemática vegetal
emanuel
 
(5) sistemática dos seres vivos
(5) sistemática dos seres vivos(5) sistemática dos seres vivos
(5) sistemática dos seres vivos
Hugo Martins
 
A taxonomia e a nomenclatura em animais
A taxonomia e a nomenclatura em animaisA taxonomia e a nomenclatura em animais
A taxonomia e a nomenclatura em animais
Adrianne Mendonça
 
Classificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivosClassificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivos
silfig
 
Sistemática vegetal
Sistemática  vegetal Sistemática  vegetal
Sistemática vegetal
Adrianne Mendonça
 
Nomenclatura cientifica
Nomenclatura cientificaNomenclatura cientifica
Nomenclatura cientifica
afoxxy
 
sistemática dos seres vivos
sistemática dos seres vivos sistemática dos seres vivos
sistemática dos seres vivos
Mariana Cordeiro
 
Sistemática e classificação biológica
Sistemática e classificação biológicaSistemática e classificação biológica
Sistemática e classificação biológica
Carlaensino
 
Sistemática e classificação dos seres vivos
Sistemática e classificação  dos seres vivosSistemática e classificação  dos seres vivos
Sistemática e classificação dos seres vivos
Ikaro Slipk
 
I.3 classificação seres vivos
I.3 classificação seres vivosI.3 classificação seres vivos
I.3 classificação seres vivos
Rebeca Vale
 
Classificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres VivosClassificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres Vivos
shaleny
 

Destaque (20)

Taxonomia
TaxonomiaTaxonomia
Taxonomia
 
Nomenclatura taxonomia
Nomenclatura taxonomiaNomenclatura taxonomia
Nomenclatura taxonomia
 
Taxonomia e sistemática
Taxonomia e sistemáticaTaxonomia e sistemática
Taxonomia e sistemática
 
Taxonomia E Reinos
Taxonomia E ReinosTaxonomia E Reinos
Taxonomia E Reinos
 
Taxonomia, sistemática e principais grupos de algas e vegetais
Taxonomia, sistemática e principais grupos de algas e vegetaisTaxonomia, sistemática e principais grupos de algas e vegetais
Taxonomia, sistemática e principais grupos de algas e vegetais
 
Taxonomia
TaxonomiaTaxonomia
Taxonomia
 
Categorias taxonómicas
Categorias taxonómicasCategorias taxonómicas
Categorias taxonómicas
 
Biologia 11 sistemas de classificação
Biologia 11   sistemas de classificaçãoBiologia 11   sistemas de classificação
Biologia 11 sistemas de classificação
 
A Taxonomia e a Nomenclatura dos Animais
A Taxonomia e a Nomenclatura dos Animais A Taxonomia e a Nomenclatura dos Animais
A Taxonomia e a Nomenclatura dos Animais
 
Sistemática vegetal
Sistemática vegetalSistemática vegetal
Sistemática vegetal
 
(5) sistemática dos seres vivos
(5) sistemática dos seres vivos(5) sistemática dos seres vivos
(5) sistemática dos seres vivos
 
A taxonomia e a nomenclatura em animais
A taxonomia e a nomenclatura em animaisA taxonomia e a nomenclatura em animais
A taxonomia e a nomenclatura em animais
 
Classificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivosClassificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivos
 
Sistemática vegetal
Sistemática  vegetal Sistemática  vegetal
Sistemática vegetal
 
Nomenclatura cientifica
Nomenclatura cientificaNomenclatura cientifica
Nomenclatura cientifica
 
sistemática dos seres vivos
sistemática dos seres vivos sistemática dos seres vivos
sistemática dos seres vivos
 
Sistemática e classificação biológica
Sistemática e classificação biológicaSistemática e classificação biológica
Sistemática e classificação biológica
 
Sistemática e classificação dos seres vivos
Sistemática e classificação  dos seres vivosSistemática e classificação  dos seres vivos
Sistemática e classificação dos seres vivos
 
I.3 classificação seres vivos
I.3 classificação seres vivosI.3 classificação seres vivos
I.3 classificação seres vivos
 
Classificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres VivosClassificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres Vivos
 

Semelhante a Princípios de taxonomia

Classificação dos seres vivos_CEEP
Classificação dos seres vivos_CEEPClassificação dos seres vivos_CEEP
A classificação dos seres vivos
A classificação dos seres vivosA classificação dos seres vivos
A classificação dos seres vivos
Franck Lobo
 
Resumo - Biologia II
Resumo - Biologia IIResumo - Biologia II
Resumo - Biologia II
Isabella Silva
 
Resumo - Biologia II
Resumo - Biologia IIResumo - Biologia II
Resumo - Biologia II
Isabella Silva
 
Biologia modulo iii
Biologia modulo iiiBiologia modulo iii
Biologia modulo iii
Rita de Cássia Freitas
 
Sistemática e biodiversidade
Sistemática e biodiversidadeSistemática e biodiversidade
Sistemática e biodiversidade
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Classificação taxonomica 2011
Classificação taxonomica 2011Classificação taxonomica 2011
Classificação taxonomica 2011
ISJ
 
Taxonomia dos seres vivos
Taxonomia dos seres vivosTaxonomia dos seres vivos
Taxonomia dos seres vivos
Katia Valeria
 
classificaobiolgica-170222084845.pdf resumo
classificaobiolgica-170222084845.pdf resumoclassificaobiolgica-170222084845.pdf resumo
classificaobiolgica-170222084845.pdf resumo
BrunaLeal72
 
Apresentação para o 3ºano
Apresentação para o 3ºanoApresentação para o 3ºano
Apresentação para o 3ºano
Glauco Duarte
 
Taxonomia
TaxonomiaTaxonomia
Metazoários, poríferos, cnidários...
Metazoários, poríferos, cnidários...Metazoários, poríferos, cnidários...
Metazoários, poríferos, cnidários...
Roberto Bagatini
 
Taxionomia
TaxionomiaTaxionomia
Cap 10 quer ser vivo é esse
Cap 10 quer ser vivo é esseCap 10 quer ser vivo é esse
Cap 10 quer ser vivo é esse
Sarah Lemes
 
7º ano cap 4 biodiversidade e classificação dos seres vivos
7º ano cap 4  biodiversidade e classificação dos seres vivos7º ano cap 4  biodiversidade e classificação dos seres vivos
7º ano cap 4 biodiversidade e classificação dos seres vivos
ISJ
 
Organização dos seres vivos
Organização dos seres vivosOrganização dos seres vivos
Organização dos seres vivos
Edimar Lopes
 
Zoologia 01
Zoologia 01Zoologia 01
1° bimestre classificação dos seres vivos
1° bimestre   classificação dos seres vivos1° bimestre   classificação dos seres vivos
1° bimestre classificação dos seres vivos
santhdalcin
 
Classificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivosClassificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivos
SESI 422 - Americana
 
Taxonomia animal
Taxonomia animalTaxonomia animal
Taxonomia animal
adrianapaulon
 

Semelhante a Princípios de taxonomia (20)

Classificação dos seres vivos_CEEP
Classificação dos seres vivos_CEEPClassificação dos seres vivos_CEEP
Classificação dos seres vivos_CEEP
 
A classificação dos seres vivos
A classificação dos seres vivosA classificação dos seres vivos
A classificação dos seres vivos
 
Resumo - Biologia II
Resumo - Biologia IIResumo - Biologia II
Resumo - Biologia II
 
Resumo - Biologia II
Resumo - Biologia IIResumo - Biologia II
Resumo - Biologia II
 
Biologia modulo iii
Biologia modulo iiiBiologia modulo iii
Biologia modulo iii
 
Sistemática e biodiversidade
Sistemática e biodiversidadeSistemática e biodiversidade
Sistemática e biodiversidade
 
Classificação taxonomica 2011
Classificação taxonomica 2011Classificação taxonomica 2011
Classificação taxonomica 2011
 
Taxonomia dos seres vivos
Taxonomia dos seres vivosTaxonomia dos seres vivos
Taxonomia dos seres vivos
 
classificaobiolgica-170222084845.pdf resumo
classificaobiolgica-170222084845.pdf resumoclassificaobiolgica-170222084845.pdf resumo
classificaobiolgica-170222084845.pdf resumo
 
Apresentação para o 3ºano
Apresentação para o 3ºanoApresentação para o 3ºano
Apresentação para o 3ºano
 
Taxonomia
TaxonomiaTaxonomia
Taxonomia
 
Metazoários, poríferos, cnidários...
Metazoários, poríferos, cnidários...Metazoários, poríferos, cnidários...
Metazoários, poríferos, cnidários...
 
Taxionomia
TaxionomiaTaxionomia
Taxionomia
 
Cap 10 quer ser vivo é esse
Cap 10 quer ser vivo é esseCap 10 quer ser vivo é esse
Cap 10 quer ser vivo é esse
 
7º ano cap 4 biodiversidade e classificação dos seres vivos
7º ano cap 4  biodiversidade e classificação dos seres vivos7º ano cap 4  biodiversidade e classificação dos seres vivos
7º ano cap 4 biodiversidade e classificação dos seres vivos
 
Organização dos seres vivos
Organização dos seres vivosOrganização dos seres vivos
Organização dos seres vivos
 
Zoologia 01
Zoologia 01Zoologia 01
Zoologia 01
 
1° bimestre classificação dos seres vivos
1° bimestre   classificação dos seres vivos1° bimestre   classificação dos seres vivos
1° bimestre classificação dos seres vivos
 
Classificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivosClassificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivos
 
Taxonomia animal
Taxonomia animalTaxonomia animal
Taxonomia animal
 

Mais de Universidade Federal do Oeste Pará

Tipos de reprodução em insetos
Tipos de reprodução em insetosTipos de reprodução em insetos
Tipos de reprodução em insetos
Universidade Federal do Oeste Pará
 
Ecologia de insetos
Ecologia de insetosEcologia de insetos
Sistema sensorial
Sistema sensorialSistema sensorial
Sistema sensorial
Sistema sensorialSistema sensorial
Sistema glandular
Sistema glandularSistema glandular
Morfologia externa tórax e abdome
Morfologia externa   tórax e abdomeMorfologia externa   tórax e abdome
Morfologia externa tórax e abdome
Universidade Federal do Oeste Pará
 
Morfologia externa cabeça e apêndices cefálicos
Morfologia externa   cabeça e apêndices cefálicosMorfologia externa   cabeça e apêndices cefálicos
Morfologia externa cabeça e apêndices cefálicos
Universidade Federal do Oeste Pará
 
Morfologia tegumento
Morfologia   tegumentoMorfologia   tegumento
Animais
AnimaisAnimais
Animais plathyelminthes
Animais   plathyelminthesAnimais   plathyelminthes
Animais plathyelminthes
Universidade Federal do Oeste Pará
 
Animais nematoda
Animais   nematodaAnimais   nematoda
Aula morfologia interna menu
Aula morfologia interna   menuAula morfologia interna   menu
Aula morfologia interna menu
Universidade Federal do Oeste Pará
 
Sistema traqueal respiração
Sistema traqueal   respiraçãoSistema traqueal   respiração
Sistema traqueal respiração
Universidade Federal do Oeste Pará
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema reprodutor
Sistema reprodutorSistema reprodutor
Novo gênero e espécie de portanini linnavuori e notas taxonômicas adenomar
Novo gênero e espécie de portanini linnavuori e notas taxonômicas   adenomarNovo gênero e espécie de portanini linnavuori e notas taxonômicas   adenomar
Novo gênero e espécie de portanini linnavuori e notas taxonômicas adenomar
Universidade Federal do Oeste Pará
 
Tese doutorado
Tese doutoradoTese doutorado
Aula chordata - vertebrata
Aula   chordata - vertebrataAula   chordata - vertebrata
Aula chordata - vertebrata
Universidade Federal do Oeste Pará
 
Aula arthropoda
Aula   arthropodaAula   arthropoda
Embriologia CabeçA E PescoçO
Embriologia CabeçA E PescoçOEmbriologia CabeçA E PescoçO
Embriologia CabeçA E PescoçO
Universidade Federal do Oeste Pará
 

Mais de Universidade Federal do Oeste Pará (20)

Tipos de reprodução em insetos
Tipos de reprodução em insetosTipos de reprodução em insetos
Tipos de reprodução em insetos
 
Ecologia de insetos
Ecologia de insetosEcologia de insetos
Ecologia de insetos
 
Sistema sensorial
Sistema sensorialSistema sensorial
Sistema sensorial
 
Sistema sensorial
Sistema sensorialSistema sensorial
Sistema sensorial
 
Sistema glandular
Sistema glandularSistema glandular
Sistema glandular
 
Morfologia externa tórax e abdome
Morfologia externa   tórax e abdomeMorfologia externa   tórax e abdome
Morfologia externa tórax e abdome
 
Morfologia externa cabeça e apêndices cefálicos
Morfologia externa   cabeça e apêndices cefálicosMorfologia externa   cabeça e apêndices cefálicos
Morfologia externa cabeça e apêndices cefálicos
 
Morfologia tegumento
Morfologia   tegumentoMorfologia   tegumento
Morfologia tegumento
 
Animais
AnimaisAnimais
Animais
 
Animais plathyelminthes
Animais   plathyelminthesAnimais   plathyelminthes
Animais plathyelminthes
 
Animais nematoda
Animais   nematodaAnimais   nematoda
Animais nematoda
 
Aula morfologia interna menu
Aula morfologia interna   menuAula morfologia interna   menu
Aula morfologia interna menu
 
Sistema traqueal respiração
Sistema traqueal   respiraçãoSistema traqueal   respiração
Sistema traqueal respiração
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
 
Sistema reprodutor
Sistema reprodutorSistema reprodutor
Sistema reprodutor
 
Novo gênero e espécie de portanini linnavuori e notas taxonômicas adenomar
Novo gênero e espécie de portanini linnavuori e notas taxonômicas   adenomarNovo gênero e espécie de portanini linnavuori e notas taxonômicas   adenomar
Novo gênero e espécie de portanini linnavuori e notas taxonômicas adenomar
 
Tese doutorado
Tese doutoradoTese doutorado
Tese doutorado
 
Aula chordata - vertebrata
Aula   chordata - vertebrataAula   chordata - vertebrata
Aula chordata - vertebrata
 
Aula arthropoda
Aula   arthropodaAula   arthropoda
Aula arthropoda
 
Embriologia CabeçA E PescoçO
Embriologia CabeçA E PescoçOEmbriologia CabeçA E PescoçO
Embriologia CabeçA E PescoçO
 

Último

Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 

Último (20)

Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 

Princípios de taxonomia

  • 1. Princípios de Taxonomia/Sistemática eSistema de ClassificaçãoZoologiaProf. Adenadenomarc@yahoo.com.br
  • 2. Evolutionary TrendSimple ComplexAn increase in “Cell Specialization” and “Division of Labor”Classification of theKingdom AnimaliaProtozoansProtostomesRadial SymmetryAsymmetryDeuterostomesMouth forms at the Blastopore* No Body PlanBody Radiates from a Central Point
  • 3. Anus forms at the BlastoporeRadial SymmetryBilateral Symmetry1. Phylum Porifera(Sponges)Bilateral SymmetryBody Plan IncludesAnterior and Posterior EndsDorsal and Ventral Surfaces“Right” and “Left” sides are mirror images2. Phylum Cnidaria(Jellyfish, Sea Anemone)Coelomates9. Phylum Echinodermata(Starfish, Sea Urchins)10. Phylum Chordata*Class Ichthyes*Class Amphibia*Class Reptilia*Class Aves*Class MammaliaPhyla 1-9 are Invertebrates “Animals without backbones”AcoelomatesPseudocoelomatesCoelomates6. Phylum Annelida(Segmented Worms)3. Phylum Platyhelminthes(Flatworms)4. Phylum Nematoda(Roundworms)7. Phylum Mollusca(Snails, Clams)5. Phylum Rotifera(Rotifers)8. Phylum Arthropoda(Insects, Spiders)Coelom: body cavity found between two layers of mesoderm.
  • 4. Origem dos seres eucariontesPela hipótese endossimbiótica (LynMargulis), a célula eucariótica surge a partir de várias células procarióticas que se associam numa relação simbiótica, sofrendo alterações durante essa relação.3Prof. Dr. Aden
  • 6. Quantas espécies por descobrir?5Prof. Dr. Aden
  • 7. Como a biodiversidade está organizada?6Prof. Dr. Aden
  • 9. Prof. Dr. Aden8Sistema de Classificação
  • 10. Cladística (Filogenia)Prof. Dr. Aden9A cladística é um método de análise das relações evolutivas (filogenéticas) entre grupos de seres vivos que possibilita a criação de cladogramas.Cladograma – Gráfico que representa a relação ancestral-descendenteBAedcabAncestral
  • 11. Cladística (Filogenia)Prof. Dr. Aden10DescentesABCPresenteCertoErradoABCCBPassadoAncestralADicotomiaAncestral
  • 12. Cladística (Filogenia)Prof. Dr. Aden11Apomorfia - É uma novidade evolutiva.Pode ser compartilhada (sinapomorfia) ou exclusiva de um grupo(autapomorfia)Cladística (Filogenia)Prof. Dr. Aden12Longo períodoDe gestaçãoCladograma:PlacentaPêlos e glândulas mamáriasColuna vertebral
  • 13. Cladística (Filogenia) – Matriz de caracteresProf. Dr. Aden13 Em Cladística os agrupamentos são baseados exclusivamente em sinapomorfias!
  • 17. Prof. Dr. Aden17Forma e agrupamentostaxonômicosTáxon WTáxon XEspécie HEspécie IEspécie DEspécie FEspécie CEspécie BEspécie GEspécie CTáxon MonofiléticoEspécie A10-06-2011TáxonParafilético
  • 18. Prof. Dr. Aden18Forma e agrupamentostaxonômicosTáxon YEspécie PEspécie OEspécie MEspécie LEspécie KEspécie NTáxon Z éParafilético.Neste caso, mais trabalhoscom as spp J até P poderiamfinalmente revelar as relaçõesCorretas entre esses táxons.Táxon Y éPolifiléticoPorque contémtáxons que não sãoderivados de um ancestralcomum exclusivo.Espécie J10-06-2011Táxon Z
  • 19. Prof. Dr. Aden19Forma e agrupamentostaxonômicosParafilético10-06-2011
  • 20. Prof. Dr. Aden20Taxonomia X SistemáticaSistemáticaUtilizaCritérios de classificaçãoOcupa-seTaxonomiaRegras denomenclaturaUtilizaHistória evolutiva(Filogenia)
  • 21. Prof. Dr. Aden21Taxonomia X SistemáticaTaxonomia:pode ser definida como “teoria e prática de classificação" e o termo deriva do grego taxon (arranjo) e nomus(lei), primeiramente formulado por Candolle (1813) para a classificação das plantas. É a disciplina que cataloga e nomeia os organismos, sendo uma das mais básicas da Biologia.
  • 22. A Taxonomia é a parte da sistemática que se ocupa das regras e dos princípios a serem usados para comunicar os resultados da análise sistemática.Prof. Dr. Aden22Taxonomia X SistemáticaSistemática: É a disciplina da Biologia comparada que se ocupa dos métodos para estimar as relações filogenéticas dos seres vivos, ou seja, para reconstruir suas relações de parentesco.Categorias TaxonômicasProf. Dr. Aden23
  • 23. Categorias taxonômicas (Táxons)Prof. Dr. Aden24ReinoFiloClasseOrdemFamíliaGêneroEspécie
  • 26. Categorias taxonômicasProf. Dr. Aden27EspécieGêneroFamíliaOrdem
  • 27. Categorias taxonômicasProf. Dr. Aden28Espécie biológica – Conjunto formado por organismos capazes de realizar intercruzamentos produzindo descendência fétil.PantheratigrisX Pantheraleo
  • 28. Regras de nomenclatura (Sistema Lineano)Prof. Dr. Aden29O nome científico da espécie deve ser escrito em latim e destacado do texto (negrito, grifado ou itálico)A espécie é binomialO 1º nome deve ser escrito com inicial maúscula e o 2º nome com inicial minúsculaEx.: SusdomesticusEx.: Canis lupusEx.: Canis latransGêneroEpíteto específicoEspécie
  • 29. Regras de nomenclatura (Sistema Lineano)Prof. Dr. Aden30Todos os táxons superiores a espécie são uninominais.Após a primeira referência o nome da espécie pode ser abreviado.Ex.: E. colie T. rex.A abreviatura “sp.” é usada quando o nome da espécie não pode ou não interessa ser explicado.Ex.: Plasmodiumsp.O nome da família termina em IDAE de superfamílias em OIDEA, de subfamílias em INAE e de tribos em INI.
  • 30. Regras de nomenclatura (Sistema Lineano)Prof. Dr. Aden31As raças ou sub-espécies são trinominaisEx.: Rhea americana albicans(ema branca)Rhea americana grisea (ema cinza)
  • 32. Divisão dos ReinosProf. Dr. Aden33Sistema Lineano de classificação (Sec. XVIII)Reino animalReino vegetal
  • 33. Divisão dos ReinosProf. Dr. Aden34Dois Reinos – Aristóteles a Lineu
  • 34. Divisão dos ReinosProf. Dr. Aden35 Classificação de Haeckel (1866)Três Reinos:AnimalVegetalProtistaBactérias
  • 35. Algas
  • 38. Divisão dos ReinosProf. Dr. Aden37Classificação de Copeland (1938)Quatro Reinos:AnimalVegetalProtistaMoneraBactérias
  • 39. Algas azuisDivisão dos ReinosProf. Dr. Aden38Classificação de Whittaker (1969)Cinco Reinos:AnimalVegetalProtistaMoneraFungi
  • 40. Divisão dos ReinosProf. Dr. Aden39De acordo com Whittaker (1969)Os seres de Monera foram os primeiros organismos vivosOs Protista evoluíram diretamente a partir dos MoneraOs reinos dos fungi, animalia e plantae evoluíram dos protistas por três vias evolucionárias diferentes que foi baseado nas diferenças das formas nutricionais.
  • 42. Reinos de WittakerProf. Dr. Aden41Reino Monera – Seres unicelulares, procariontes, auto ou heterotróficosSeres estruturalmente simples e com alta diversidade metabólica
  • 43. Reinos de WittakerProf. Dr. Aden42Reino Protista – Seres uni ou pluricelulares, eucariontes, auto ou heterotróficos
  • 44. Reinos de WittakerProf. Dr. Aden43Reino Fungi – Seres uni ou pluricelulares, eucariontes, heterotróficos por absorçãoReinos de WittakerProf. Dr. Aden44Reino Animalia – Seres pluricelulares, eucariontes, heterotróficos por ingestãoReinos de WittakerProf. Dr. Aden45Reino Plantae – Seres pluricelulares, eucariontes, fototrópicosHá 400 milhões de anos as plantas começaram a colonizar as terras emersas; Há 570 milhões de anos os fungos evoluíram, provavelmente a partir de plantas primitivas;Há 670 milhões de anos, protistas hetrotróficos originaram os primeiros animais; Há 1500 milhões de anos surgiram os primeiros protistas, eucariontes unicelulares; Há 3800 milhões de anos surgiram os primeiros organismos vivos da Terra, os procariontes (bactérias).46Prof. Dr. Aden
  • 45. Divisão dos DomíniosProf. Dr. Aden47Classificação de Woese (1990)Filogenia molecular (baseado no RNAr)Três domínios:Archaea(arqueobactérias)
  • 47. EukariaDivisão dos DomíniosProf. Dr. Aden48Critérios:Comparação da seqüência dos genes ribossomais- Presentes em todos os seres vivos - Essenciais à vida - Bem conservados do ponto de vista evolutivoComposição química da parede celular e membrana plasmáticaDados metabólicos
  • 50. Reinos da VidaCarl Woese e George Fox, 1977 (Atual)51Prof. Dr. Aden
  • 51. Filogenia52Fonte: Neil A. Campbell, Jane B. Reece e Lawrence G. Mitchell. Biology. 5th edition. Menlo Park, California: Benjamin/Cummings.p. 524-525, 1999.
  • 52. Roteiro (manuscrito)1 - Quais são as regras principais para se denominar uma espécie segundo a nomenclatura binomial estabelecida por Lineu?2 - Qual é a diferença, segundo critérios taxonômicos contemporâneos, que diferem o conceito de raça do conceito de sub-espécie? 3 – Pesquise e discuta a diferença entre “Nomenclatura binomial e Nomenclatura binominal”.4 – Escolha um ser vivo qualquer e, em seguida construa uma tabela identificando as categorias taxonômicas e táxons a qual pertence.5- Sobre Nomenclatura zoológica, reconheçam os componente da identificação na frase a seguir: “moleque-da-bananeira (Cosmopolitessordidus(Germar)) (Coleoptera: Curculionidae)”.53Prof. Dr. Aden