SlideShare uma empresa Scribd logo
Professor Luiz Leal
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA
BIOLOGIA
A origem da Biologia• Etimologicamente
Do grego Bios= vida; logos= estudo
Bio= vida; logia= estudo
• Biologia é o ramo da ciência que estuda a vida e todos
os seres vivos da terra, em seus mais diversos aspectos.
• estuda as características e os comportamentos tanto dos
organismos individuais como das espécies no seu
conjunto, assim como a reprodução dos seres vivos e as
interações entre eles e o meio.
• Esta ciência analisa a estrutura e a dinâmica funcional
comum a todos os seres vivos, com o objetivo de
estabelecer as leis gerais que regem a vida.
1. Embriologia – Formação e desenvolvimento do embrião;
2. Botânica – Plantas.
3. Zoologia – Animais.
4. Fisiologia – Funcionamento do corpo;
5. Genética – A hereditariedade;
6. Evolução – Surgimento e desaparecimento de espécies;
7. Ecologia – Relação dos seres com o ambiente;
8. Sistemática – Classificação dos seres vivos;
9. Paleontologia – Estuda os fosseis
10. Taxonomia – Estuda a classificação dos seres vivos
Afinal, o que é vida?
• Todos nós temos idéia do que ela signifique; no
entanto, não é simples conceituá-la.
• Um conjunto de características que mantêm os
seres vivos em constante atividade e que são
comuns a todos eles.
• Quando somamos todos os aspectos que
mantêm a sobrevivência dos organismos,
trabalhamos então o significado de vida.
Níveis de organização
dos seres vivos
Átomo
Molécula
Organela
Célula
Tecido
Órgão
Sistema
Organismo
População
Comunidade
Ecossistema
Biosfera
População
• Conjunto de indivíduos da mesma espécie
vivendo numa mesma região.
• Se um gato é um indivíduo, muitos gatos são
uma população de gatos.
• Então podemos dizer que população é o
conjunto de indivíduos da mesma espécie que
vivem numa mesma região.
Comunidade ou Biocenose
• Conjunto de populações coexistindo numa mesma
região.
• Considere todas as populações que coexistem numa
mesma região, como as populações de cabras, de
roseiras, de coelhos e de formigas.
• Neste caso, temos uma comunidade
• Numa comunidade, os seres vivos interagem, isto é,
estabelecem relações entre si. Diz-se que existe uma
interdependência entre os seres vivos.
• Se, por exemplo, os vegetais desaparecessem, toda a
comunidade ficaria ameaçada, pois os animais não
encontrariam mais alimentos e acabariam morrendo.
• Outro exemplo: O extermínio de cobras em uma
determinada região pode favorecer um aumento excessivo
no número de ratos e outros roedores, que servem de
alimento às cobras.
• O aumento exagerado das populações de ratos e outros
roedores pode provocar na região uma grande redução na
população de gramíneas e vegetais herbáceos, que servem
de alimento a esses animais. Sem a cobertura vegetal, o solo
fica exposto à erosão pelas águas das chuvas e tende a ficar
estéril, dificultando o desenvolvimento de plantas nessa
área.
Ecossistema
• Assim como uma célula pode ser considerada a unidade
fundamental da vida, os ecossistemas podem ser
considerados a unidade fundamental de estudo da
ecologia.
• O ecossistema é constituído por organismos e pelo meio
ambiente em que vivem, é onde ocorre a relação dos
seres entre si e com o meio.
Ecossistema = comunidade + meio
ambiente
• Você já tem três níveis de organização dos seres vivos:
Primeiro nível: os indivíduos;
Segundo nível: as populações;
Terceiro nível: as comunidades.
• Os seres vivos de uma comunidade são os componentes bióticos
de um ecossistema; fatores físico-químicos do ambiente (luz, água,
calor, gás oxigênio, etc.) são os componentes abióticos de um
ecossistema.
• Assim, um lago, um rio, um campo ou uma floresta são exemplos
de ecossistemas. Neles, encontramos seres vivos diversos
(componentes bióticos) que se relacionam entre si e com os vários
fatores ambientais, como a luz, a água, etc. (componentes
abióticos).
.
CARACTERÍSTICAS
GERAIS DOS SERES
VIVOS
São várias as propriedades que, sozinhas ou em
conjunto, diferem um ser vivo de um ser bruto.
Dentre elas, as mais importantes são: organização
celular, composição química, reprodução, material
genético, metabolismo, respiração, nutrição,
evolução (seleção natural, adaptação) movimento,
crescimento, regeneração, ciclo vital e respostas a
estímulos ambientais.
A) Organização Celular
 Em cada um dos
organismos vivos existe
uma estrutura na qual
acontecem diversos
processos responsáveis
pela manutenção da vida
– a célula.
 Por isso, definimos a
célula como a unidade
básica para a vida.
.
De acordo com sua estrutura celular as células são
classificadas em eucarióticas e procarióticas.
QUANTO AO NÚMERO DE CÉLULAS
PODEMOS CLASSIFICAR EM:
b) Composição química:
As substâncias orgânicas são formadas por moléculas complexas e têm o
carbono como elemento principal. São elas: os carboidratos, os lipídios, os
protídios e os ácidos nucléicos.
As substâncias inorgânicas são formadas por moléculas simples, com pequeno
número de átomos. São elas, principalmente: a água e os sais minerais.
Através da composição química, pode-se diferenciar seres vivos de seres
brutos.
C) Metabolismo: (metábole = mudar)
É o conjunto de reações químicas que ocorrem nos
organismos, como por exemplo nutrição, respiração,
fotossíntese, ...
d) Reprodução
 É a capacidade que os
seres vivos têm de
gerar descendentes.
e) Evolução: Os seres vivos podem sofrer modificações ao
longo do tempo através de processos que os levam a uma
maior adaptação ao meio. Os ácidos nucléicos (DNA, RNA)
são fundamentais nos processos evolutivos.
f) Movimento e Locomoção: Os seres vivos apresentam movimentos
em respostas a múltiplos estímulos. Movimento é qualquer alteração
na posição inicial de um corpo. Um tipo especial de movimento é a
locomoção- deslocamento do indivíduo por suas próprias forças.
Ser capaz de se locomover (sai do lugar)
ser incapaz de
se locomover
Girassol segue o
movimento do sol
Movimento - é tudo que se faz com o
corpo. Abanar o rabo, olhar p um
lado ou para o outro, piscar,
movimentar as mão, os pés, seguir a
luz do sol ...
Locomoção - é a forma como se sai
do lugar.
g) Alimentação: é necessária para a sobrevivência e
crescimento dos seres. Fornece energia. São
classificados:
Ex: vegetais, cianobactérias.
Ex: animais, fungos, bactérias, protistas.
h) Respiração: Absorção do oxigênio e liberação de gás
carbônico. Os seres vivos são classificados em 2 tipos:
I) regeneração: é recuperar partes perdidas.
Ex: cicatrização
j) Ciclo vital: Compreende a variação recorrente
desde o nascimento de um organismo até a morte,
quando há o retorno da matéria ao ambiente.
Nasce , cresce, reproduz,
morre.
L) Crescimento: Os seres vivos podem aumentar de tamanho
em decorrência do aumento no número de suas células ou no
volume celular.
m) Reação: Todos os seres vivos têm a capacidade
de perceber e de reagir a estímulos do meio.
dormideira
n) Excreção: O organismo dos seres vivos não
aproveita tudo o que absorve dos alimentos e produz
restos que precisam ser eliminados.
Nos seres humanos a eliminação é feita:
pelos rins  urina
pela respiração  gás carbônico
pela transpiração  suor
pela defecação  fezes

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Maquinas simples
Maquinas simplesMaquinas simples
Maquinas simples
Elisabete Trentin
 
Aula Citologia
Aula CitologiaAula Citologia
Aula Citologia
bradok157
 
Fluxo de energia e pirâmides ecológicas
Fluxo de energia e pirâmides ecológicasFluxo de energia e pirâmides ecológicas
Fluxo de energia e pirâmides ecológicas
Silvana Sanches
 
Aula sobre células
Aula sobre célulasAula sobre células
Aula sobre células
cienciasdinamica
 
Níveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivosNíveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivos
Fatima Comiotto
 
Ecologia 3º ano
Ecologia 3º anoEcologia 3º ano
Ecologia 3º ano
Renata Magalhães
 
Reino Animal
Reino AnimalReino Animal
Aula citologia
Aula citologiaAula citologia
Aula citologia
Adrianne Mendonça
 
Plano de aula completo Citologia: Tipos e formas de células
Plano de aula completo Citologia: Tipos e formas de células Plano de aula completo Citologia: Tipos e formas de células
Plano de aula completo Citologia: Tipos e formas de células
João Monteiro
 
I. 2 Origem da vida
I. 2 Origem da vidaI. 2 Origem da vida
I. 2 Origem da vida
Rebeca Vale
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
Gabriela Bruno
 
Plano de aula 1º bimestre biologia - 2º ano matutino - 2022
Plano de aula 1º bimestre   biologia - 2º ano matutino - 2022Plano de aula 1º bimestre   biologia - 2º ano matutino - 2022
Plano de aula 1º bimestre biologia - 2º ano matutino - 2022
dibugiu
 
Aula completa reino protista
Aula completa reino protistaAula completa reino protista
Aula completa reino protista
Nelson Costa
 
Organização do corpo humano
Organização do corpo humanoOrganização do corpo humano
Organização do corpo humano
Eliando Oliveira
 
Células
CélulasCélulas
Células
Killer Max
 
Reprodução assexuada e sexuada
Reprodução assexuada  e sexuadaReprodução assexuada  e sexuada
Reprodução assexuada e sexuada
Matheus Faria do Valle
 
Reino Plantas
Reino PlantasReino Plantas
Reino Plantas
infoeducp2
 
Reprodução humana - 8º ano
Reprodução humana - 8º anoReprodução humana - 8º ano
Reprodução humana - 8º ano
Governo do Estado do Rio Grande do Sul
 
Transformações químicas da matéria
Transformações químicas da matériaTransformações químicas da matéria
Transformações químicas da matéria
Layanne Caetano
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
PIBID Joel Job
 

Mais procurados (20)

Maquinas simples
Maquinas simplesMaquinas simples
Maquinas simples
 
Aula Citologia
Aula CitologiaAula Citologia
Aula Citologia
 
Fluxo de energia e pirâmides ecológicas
Fluxo de energia e pirâmides ecológicasFluxo de energia e pirâmides ecológicas
Fluxo de energia e pirâmides ecológicas
 
Aula sobre células
Aula sobre célulasAula sobre células
Aula sobre células
 
Níveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivosNíveis de organização dos seres vivos
Níveis de organização dos seres vivos
 
Ecologia 3º ano
Ecologia 3º anoEcologia 3º ano
Ecologia 3º ano
 
Reino Animal
Reino AnimalReino Animal
Reino Animal
 
Aula citologia
Aula citologiaAula citologia
Aula citologia
 
Plano de aula completo Citologia: Tipos e formas de células
Plano de aula completo Citologia: Tipos e formas de células Plano de aula completo Citologia: Tipos e formas de células
Plano de aula completo Citologia: Tipos e formas de células
 
I. 2 Origem da vida
I. 2 Origem da vidaI. 2 Origem da vida
I. 2 Origem da vida
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
 
Plano de aula 1º bimestre biologia - 2º ano matutino - 2022
Plano de aula 1º bimestre   biologia - 2º ano matutino - 2022Plano de aula 1º bimestre   biologia - 2º ano matutino - 2022
Plano de aula 1º bimestre biologia - 2º ano matutino - 2022
 
Aula completa reino protista
Aula completa reino protistaAula completa reino protista
Aula completa reino protista
 
Organização do corpo humano
Organização do corpo humanoOrganização do corpo humano
Organização do corpo humano
 
Células
CélulasCélulas
Células
 
Reprodução assexuada e sexuada
Reprodução assexuada  e sexuadaReprodução assexuada  e sexuada
Reprodução assexuada e sexuada
 
Reino Plantas
Reino PlantasReino Plantas
Reino Plantas
 
Reprodução humana - 8º ano
Reprodução humana - 8º anoReprodução humana - 8º ano
Reprodução humana - 8º ano
 
Transformações químicas da matéria
Transformações químicas da matériaTransformações químicas da matéria
Transformações químicas da matéria
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
 

Destaque

Introdução à biologia 1º ano
Introdução à biologia   1º anoIntrodução à biologia   1º ano
Introdução à biologia 1º ano
Luciana Mendes
 
Aula 2 introdução a biologia - 1º ano
Aula 2 introdução a biologia - 1º anoAula 2 introdução a biologia - 1º ano
Aula 2 introdução a biologia - 1º ano
camaceio
 
Introdução a biologia
Introdução a biologiaIntrodução a biologia
Introdução a biologia
Matheus de Paula Medeiros
 
Biologia introdução
Biologia introduçãoBiologia introdução
Biologia introdução
Marcos Santos
 
Aula introdutória - Conceito de Biologia
Aula introdutória - Conceito de BiologiaAula introdutória - Conceito de Biologia
Aula introdutória - Conceito de Biologia
Universidade Federal Rural do Semi-Árido
 
Introdução à Biologia
Introdução à BiologiaIntrodução à Biologia
Introdução à Biologia
Nathan Aguiar
 
Biologia a ciência da vida
Biologia a ciência da vidaBiologia a ciência da vida
Biologia a ciência da vida
letyap
 
Caderno De Biologia 1 º ano E.M
Caderno De Biologia 1 º ano E.MCaderno De Biologia 1 º ano E.M
Caderno De Biologia 1 º ano E.M
Lucas De David
 
Introdução ao estudo da biologia
Introdução ao estudo da biologiaIntrodução ao estudo da biologia
Introdução ao estudo da biologia
Paulo França
 
Aula de biologia
Aula de biologiaAula de biologia
Aula de biologia
Catiaprof
 
Introdução a biologia e citologia objetivo
Introdução a biologia e citologia objetivoIntrodução a biologia e citologia objetivo
Introdução a biologia e citologia objetivo
Marcos Albuquerque
 
Introdução à Biologia
Introdução à BiologiaIntrodução à Biologia
Introdução à Biologia
Noeli2013
 
Biologia ciencia e vida
Biologia ciencia e vidaBiologia ciencia e vida
Introdução à biologia 2011 m tg3_ljizljexms4ymzo0
Introdução à biologia 2011 m tg3_ljizljexms4ymzo0Introdução à biologia 2011 m tg3_ljizljexms4ymzo0
Introdução à biologia 2011 m tg3_ljizljexms4ymzo0
Jorge Rabelo
 
Características dos seres vivos 1º ano
Características dos seres vivos 1º ano Características dos seres vivos 1º ano
Introdução à biologia
Introdução à biologiaIntrodução à biologia
Introdução à biologia
Grupo UNIASSELVI
 
Características dos Seres Vivos
Características dos Seres VivosCaracterísticas dos Seres Vivos
Características dos Seres Vivos
Fábio Roque
 
Características gerais dos seres vivos
Características gerais dos seres vivosCaracterísticas gerais dos seres vivos
Características gerais dos seres vivos
Carlos Alexandre Ribeiro Dorte
 
Apresentação de slide 7º ano
Apresentação de slide 7º anoApresentação de slide 7º ano
Apresentação de slide 7º ano
zelia49
 
I - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICA
I - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICAI - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICA
I - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICA
sandranascimento
 

Destaque (20)

Introdução à biologia 1º ano
Introdução à biologia   1º anoIntrodução à biologia   1º ano
Introdução à biologia 1º ano
 
Aula 2 introdução a biologia - 1º ano
Aula 2 introdução a biologia - 1º anoAula 2 introdução a biologia - 1º ano
Aula 2 introdução a biologia - 1º ano
 
Introdução a biologia
Introdução a biologiaIntrodução a biologia
Introdução a biologia
 
Biologia introdução
Biologia introduçãoBiologia introdução
Biologia introdução
 
Aula introdutória - Conceito de Biologia
Aula introdutória - Conceito de BiologiaAula introdutória - Conceito de Biologia
Aula introdutória - Conceito de Biologia
 
Introdução à Biologia
Introdução à BiologiaIntrodução à Biologia
Introdução à Biologia
 
Biologia a ciência da vida
Biologia a ciência da vidaBiologia a ciência da vida
Biologia a ciência da vida
 
Caderno De Biologia 1 º ano E.M
Caderno De Biologia 1 º ano E.MCaderno De Biologia 1 º ano E.M
Caderno De Biologia 1 º ano E.M
 
Introdução ao estudo da biologia
Introdução ao estudo da biologiaIntrodução ao estudo da biologia
Introdução ao estudo da biologia
 
Aula de biologia
Aula de biologiaAula de biologia
Aula de biologia
 
Introdução a biologia e citologia objetivo
Introdução a biologia e citologia objetivoIntrodução a biologia e citologia objetivo
Introdução a biologia e citologia objetivo
 
Introdução à Biologia
Introdução à BiologiaIntrodução à Biologia
Introdução à Biologia
 
Biologia ciencia e vida
Biologia ciencia e vidaBiologia ciencia e vida
Biologia ciencia e vida
 
Introdução à biologia 2011 m tg3_ljizljexms4ymzo0
Introdução à biologia 2011 m tg3_ljizljexms4ymzo0Introdução à biologia 2011 m tg3_ljizljexms4ymzo0
Introdução à biologia 2011 m tg3_ljizljexms4ymzo0
 
Características dos seres vivos 1º ano
Características dos seres vivos 1º ano Características dos seres vivos 1º ano
Características dos seres vivos 1º ano
 
Introdução à biologia
Introdução à biologiaIntrodução à biologia
Introdução à biologia
 
Características dos Seres Vivos
Características dos Seres VivosCaracterísticas dos Seres Vivos
Características dos Seres Vivos
 
Características gerais dos seres vivos
Características gerais dos seres vivosCaracterísticas gerais dos seres vivos
Características gerais dos seres vivos
 
Apresentação de slide 7º ano
Apresentação de slide 7º anoApresentação de slide 7º ano
Apresentação de slide 7º ano
 
I - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICA
I - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICAI - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICA
I - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICA
 

Semelhante a 1 introdução ao Estudo da Biologia 1º ano

Introducao a biologia_2
Introducao a biologia_2Introducao a biologia_2
Introducao a biologia_2
Filipe Almeida
 
Slide sobre fotores abioticos, bioticos e relacoes ecologicas
Slide sobre fotores abioticos, bioticos e relacoes ecologicasSlide sobre fotores abioticos, bioticos e relacoes ecologicas
Slide sobre fotores abioticos, bioticos e relacoes ecologicas
Grazi! !!
 
Apostila de-biologia
Apostila de-biologiaApostila de-biologia
Apostila de-biologia
Samira Silva Franca
 
Dinâmica dos ecossistemas
Dinâmica dos ecossistemasDinâmica dos ecossistemas
Dinâmica dos ecossistemas
inessalgado
 
Nt6
Nt6Nt6
Nt6
dcl3007
 
Biosfera power point
Biosfera  power point Biosfera  power point
Biosfera power point
margaridabt
 
1 biodiversidade
1   biodiversidade1   biodiversidade
1 biodiversidade
margaridabt
 
Nt4
Nt4Nt4
Nt4
dcl3007
 
Resumos 8 ano
Resumos 8 anoResumos 8 ano
Resumos 8 ano
Franc Knap Junior
 
Vida e composição dos seres vivos
Vida e composição dos seres vivosVida e composição dos seres vivos
Vida e composição dos seres vivos
Jolealpp
 
Aula 7º ano revisão do 6º ano-introdução ao 7º ano
Aula 7º ano   revisão do 6º ano-introdução ao 7º anoAula 7º ano   revisão do 6º ano-introdução ao 7º ano
Aula 7º ano revisão do 6º ano-introdução ao 7º ano
Leonardo Kaplan
 
Cejain medio bio_termo1
Cejain medio bio_termo1Cejain medio bio_termo1
Cejain medio bio_termo1
CEJAINSV
 
Aula 7º ano revisão do 6º ano-introdução ao 7º ano
Aula 7º ano   revisão do 6º ano-introdução ao 7º anoAula 7º ano   revisão do 6º ano-introdução ao 7º ano
Aula 7º ano revisão do 6º ano-introdução ao 7º ano
Leonardo Kaplan
 
Apostila de ecologia
Apostila de ecologiaApostila de ecologia
Apostila de ecologia
Paulo Lobo
 
1o Ano Ecologia I
1o Ano   Ecologia I1o Ano   Ecologia I
1o Ano Ecologia I
SESI 422 - Americana
 
Os NíVeis De OrganizaçãO Dos Seres Vivos
Os NíVeis De OrganizaçãO Dos Seres VivosOs NíVeis De OrganizaçãO Dos Seres Vivos
Os NíVeis De OrganizaçãO Dos Seres Vivos
lilisouza
 
REVISÃO - CIÊNCIAS 7º ANO.ppt
REVISÃO - CIÊNCIAS 7º ANO.pptREVISÃO - CIÊNCIAS 7º ANO.ppt
REVISÃO - CIÊNCIAS 7º ANO.ppt
GiovannaMendes34
 
Ecossistema: Fatores bióticos e abióticos
Ecossistema: Fatores bióticos e abióticosEcossistema: Fatores bióticos e abióticos
Ecossistema: Fatores bióticos e abióticos
Carlos Priante
 
Ecologia - conceitos básicos
Ecologia - conceitos básicosEcologia - conceitos básicos
Ecologia - conceitos básicos
SESI 422 - Americana
 
Ciencias para o 6º ano ver
Ciencias para o 6º ano   verCiencias para o 6º ano   ver
Ciencias para o 6º ano ver
Cezanildo Oliveira
 

Semelhante a 1 introdução ao Estudo da Biologia 1º ano (20)

Introducao a biologia_2
Introducao a biologia_2Introducao a biologia_2
Introducao a biologia_2
 
Slide sobre fotores abioticos, bioticos e relacoes ecologicas
Slide sobre fotores abioticos, bioticos e relacoes ecologicasSlide sobre fotores abioticos, bioticos e relacoes ecologicas
Slide sobre fotores abioticos, bioticos e relacoes ecologicas
 
Apostila de-biologia
Apostila de-biologiaApostila de-biologia
Apostila de-biologia
 
Dinâmica dos ecossistemas
Dinâmica dos ecossistemasDinâmica dos ecossistemas
Dinâmica dos ecossistemas
 
Nt6
Nt6Nt6
Nt6
 
Biosfera power point
Biosfera  power point Biosfera  power point
Biosfera power point
 
1 biodiversidade
1   biodiversidade1   biodiversidade
1 biodiversidade
 
Nt4
Nt4Nt4
Nt4
 
Resumos 8 ano
Resumos 8 anoResumos 8 ano
Resumos 8 ano
 
Vida e composição dos seres vivos
Vida e composição dos seres vivosVida e composição dos seres vivos
Vida e composição dos seres vivos
 
Aula 7º ano revisão do 6º ano-introdução ao 7º ano
Aula 7º ano   revisão do 6º ano-introdução ao 7º anoAula 7º ano   revisão do 6º ano-introdução ao 7º ano
Aula 7º ano revisão do 6º ano-introdução ao 7º ano
 
Cejain medio bio_termo1
Cejain medio bio_termo1Cejain medio bio_termo1
Cejain medio bio_termo1
 
Aula 7º ano revisão do 6º ano-introdução ao 7º ano
Aula 7º ano   revisão do 6º ano-introdução ao 7º anoAula 7º ano   revisão do 6º ano-introdução ao 7º ano
Aula 7º ano revisão do 6º ano-introdução ao 7º ano
 
Apostila de ecologia
Apostila de ecologiaApostila de ecologia
Apostila de ecologia
 
1o Ano Ecologia I
1o Ano   Ecologia I1o Ano   Ecologia I
1o Ano Ecologia I
 
Os NíVeis De OrganizaçãO Dos Seres Vivos
Os NíVeis De OrganizaçãO Dos Seres VivosOs NíVeis De OrganizaçãO Dos Seres Vivos
Os NíVeis De OrganizaçãO Dos Seres Vivos
 
REVISÃO - CIÊNCIAS 7º ANO.ppt
REVISÃO - CIÊNCIAS 7º ANO.pptREVISÃO - CIÊNCIAS 7º ANO.ppt
REVISÃO - CIÊNCIAS 7º ANO.ppt
 
Ecossistema: Fatores bióticos e abióticos
Ecossistema: Fatores bióticos e abióticosEcossistema: Fatores bióticos e abióticos
Ecossistema: Fatores bióticos e abióticos
 
Ecologia - conceitos básicos
Ecologia - conceitos básicosEcologia - conceitos básicos
Ecologia - conceitos básicos
 
Ciencias para o 6º ano ver
Ciencias para o 6º ano   verCiencias para o 6º ano   ver
Ciencias para o 6º ano ver
 

Último

000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
YeniferGarcia36
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 

1 introdução ao Estudo da Biologia 1º ano

  • 3. A origem da Biologia• Etimologicamente Do grego Bios= vida; logos= estudo Bio= vida; logia= estudo • Biologia é o ramo da ciência que estuda a vida e todos os seres vivos da terra, em seus mais diversos aspectos. • estuda as características e os comportamentos tanto dos organismos individuais como das espécies no seu conjunto, assim como a reprodução dos seres vivos e as interações entre eles e o meio. • Esta ciência analisa a estrutura e a dinâmica funcional comum a todos os seres vivos, com o objetivo de estabelecer as leis gerais que regem a vida.
  • 4. 1. Embriologia – Formação e desenvolvimento do embrião; 2. Botânica – Plantas. 3. Zoologia – Animais. 4. Fisiologia – Funcionamento do corpo; 5. Genética – A hereditariedade; 6. Evolução – Surgimento e desaparecimento de espécies; 7. Ecologia – Relação dos seres com o ambiente; 8. Sistemática – Classificação dos seres vivos; 9. Paleontologia – Estuda os fosseis 10. Taxonomia – Estuda a classificação dos seres vivos
  • 5. Afinal, o que é vida? • Todos nós temos idéia do que ela signifique; no entanto, não é simples conceituá-la. • Um conjunto de características que mantêm os seres vivos em constante atividade e que são comuns a todos eles. • Quando somamos todos os aspectos que mantêm a sobrevivência dos organismos, trabalhamos então o significado de vida.
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 11. População • Conjunto de indivíduos da mesma espécie vivendo numa mesma região. • Se um gato é um indivíduo, muitos gatos são uma população de gatos. • Então podemos dizer que população é o conjunto de indivíduos da mesma espécie que vivem numa mesma região.
  • 12.
  • 13. Comunidade ou Biocenose • Conjunto de populações coexistindo numa mesma região. • Considere todas as populações que coexistem numa mesma região, como as populações de cabras, de roseiras, de coelhos e de formigas. • Neste caso, temos uma comunidade
  • 14.
  • 15. • Numa comunidade, os seres vivos interagem, isto é, estabelecem relações entre si. Diz-se que existe uma interdependência entre os seres vivos. • Se, por exemplo, os vegetais desaparecessem, toda a comunidade ficaria ameaçada, pois os animais não encontrariam mais alimentos e acabariam morrendo. • Outro exemplo: O extermínio de cobras em uma determinada região pode favorecer um aumento excessivo no número de ratos e outros roedores, que servem de alimento às cobras. • O aumento exagerado das populações de ratos e outros roedores pode provocar na região uma grande redução na população de gramíneas e vegetais herbáceos, que servem de alimento a esses animais. Sem a cobertura vegetal, o solo fica exposto à erosão pelas águas das chuvas e tende a ficar estéril, dificultando o desenvolvimento de plantas nessa área.
  • 16. Ecossistema • Assim como uma célula pode ser considerada a unidade fundamental da vida, os ecossistemas podem ser considerados a unidade fundamental de estudo da ecologia. • O ecossistema é constituído por organismos e pelo meio ambiente em que vivem, é onde ocorre a relação dos seres entre si e com o meio.
  • 17. Ecossistema = comunidade + meio ambiente • Você já tem três níveis de organização dos seres vivos: Primeiro nível: os indivíduos; Segundo nível: as populações; Terceiro nível: as comunidades. • Os seres vivos de uma comunidade são os componentes bióticos de um ecossistema; fatores físico-químicos do ambiente (luz, água, calor, gás oxigênio, etc.) são os componentes abióticos de um ecossistema. • Assim, um lago, um rio, um campo ou uma floresta são exemplos de ecossistemas. Neles, encontramos seres vivos diversos (componentes bióticos) que se relacionam entre si e com os vários fatores ambientais, como a luz, a água, etc. (componentes abióticos).
  • 19. São várias as propriedades que, sozinhas ou em conjunto, diferem um ser vivo de um ser bruto. Dentre elas, as mais importantes são: organização celular, composição química, reprodução, material genético, metabolismo, respiração, nutrição, evolução (seleção natural, adaptação) movimento, crescimento, regeneração, ciclo vital e respostas a estímulos ambientais.
  • 20. A) Organização Celular  Em cada um dos organismos vivos existe uma estrutura na qual acontecem diversos processos responsáveis pela manutenção da vida – a célula.  Por isso, definimos a célula como a unidade básica para a vida.
  • 21. . De acordo com sua estrutura celular as células são classificadas em eucarióticas e procarióticas.
  • 22. QUANTO AO NÚMERO DE CÉLULAS PODEMOS CLASSIFICAR EM:
  • 23. b) Composição química: As substâncias orgânicas são formadas por moléculas complexas e têm o carbono como elemento principal. São elas: os carboidratos, os lipídios, os protídios e os ácidos nucléicos. As substâncias inorgânicas são formadas por moléculas simples, com pequeno número de átomos. São elas, principalmente: a água e os sais minerais. Através da composição química, pode-se diferenciar seres vivos de seres brutos.
  • 24. C) Metabolismo: (metábole = mudar) É o conjunto de reações químicas que ocorrem nos organismos, como por exemplo nutrição, respiração, fotossíntese, ...
  • 25. d) Reprodução  É a capacidade que os seres vivos têm de gerar descendentes.
  • 26.
  • 27.
  • 28. e) Evolução: Os seres vivos podem sofrer modificações ao longo do tempo através de processos que os levam a uma maior adaptação ao meio. Os ácidos nucléicos (DNA, RNA) são fundamentais nos processos evolutivos.
  • 29. f) Movimento e Locomoção: Os seres vivos apresentam movimentos em respostas a múltiplos estímulos. Movimento é qualquer alteração na posição inicial de um corpo. Um tipo especial de movimento é a locomoção- deslocamento do indivíduo por suas próprias forças. Ser capaz de se locomover (sai do lugar) ser incapaz de se locomover Girassol segue o movimento do sol Movimento - é tudo que se faz com o corpo. Abanar o rabo, olhar p um lado ou para o outro, piscar, movimentar as mão, os pés, seguir a luz do sol ... Locomoção - é a forma como se sai do lugar.
  • 30. g) Alimentação: é necessária para a sobrevivência e crescimento dos seres. Fornece energia. São classificados: Ex: vegetais, cianobactérias. Ex: animais, fungos, bactérias, protistas.
  • 31. h) Respiração: Absorção do oxigênio e liberação de gás carbônico. Os seres vivos são classificados em 2 tipos:
  • 32. I) regeneração: é recuperar partes perdidas. Ex: cicatrização
  • 33. j) Ciclo vital: Compreende a variação recorrente desde o nascimento de um organismo até a morte, quando há o retorno da matéria ao ambiente. Nasce , cresce, reproduz, morre.
  • 34. L) Crescimento: Os seres vivos podem aumentar de tamanho em decorrência do aumento no número de suas células ou no volume celular.
  • 35. m) Reação: Todos os seres vivos têm a capacidade de perceber e de reagir a estímulos do meio. dormideira
  • 36. n) Excreção: O organismo dos seres vivos não aproveita tudo o que absorve dos alimentos e produz restos que precisam ser eliminados. Nos seres humanos a eliminação é feita: pelos rins  urina pela respiração  gás carbônico pela transpiração  suor pela defecação  fezes