SlideShare uma empresa Scribd logo
 Nas últimas décadas do século XIX, a literatura
 brasileira abandonou o sentimentalismo
 dos românticos e percorreu novos caminhos.


 Na prosa, surgiu o Realismo/Naturalismo e na
 poesia, o Parnasianismo e Simbolismo.


                                            ( Danielly Vanessa)
CARACTERÍSTICAS DO
             PARNASIANISMO

 - Preocupação formal.
 - Comparação da poesia com as artes plásticas.
 - Referências a elementos da mitologia grega e latina.
 - Preferência por temas descritivos .
 - Enfoque sensual da mulher.
 - Habilidade na criação dos versos.
 - Vocabulário culto.
 - Objetivismo.
 - Universalismo.
 - Apego à tradição clássica.
                                                   (Carol)
 Os poetas parnasianos achavam que alguns
  princípios adotados pelos românticos esconderam as
  verdadeiras qualidades da poesia.
 Então, propuseram uma literatura mais objetiva,
  com um vocabulário elaborado, racionalista e
  voltada para temas universais.


                                                (Denise)
 A inspiração nos modelos clássicos, ajudaria a
  combater as emoções e fantasias exageradas dos
  românticos, garantindo o equilíbrio que desejavam.
 Desde a década de 1870, as idéias parnasianas já
  estavam sendo divulgadas.
 No final dessa década, o jornal carioca “Diário do Rio
  de Janeiro” publicou uma polêmica em versos que
  ficou conhecida como “Batalha do Parnaso”. De um
  lado, os adeptos do Realismo e Parnasianismo, e, de
  outro os seguidores do Romantismo.
                                                (Amanda Lino)
 Como conseqüência, as idéias parnasianas e realistas
 foram amplamente divulgadas nos meios artísticos e
 intelectuais do país.

 O marco inicial do Parnasianismo brasileiro foi em 1882
 com a publicação de “Fanfarras” de Teófilo Dias.




                                                  (Karine Bianca)
 O Parnasianismo tem seu marco inicial com a
 publicação de “Fanfarras” de Teófilo Dias, em 1882.
 Contudo, Alberto de Oliveira, Olavo Bilac e
 Raimundo Correia também auxiliaram a
 implantação do Parnasianismo no Brasil.




                                                (Amanda K.)
 A estética parnasiana, originada na França,
 valorizava a perfeição formal, o rigor das regras
 clássicas na criação dos poemas, a preferência pelas
 formas fixas (sonetos), a apreciação da rima e
 métrica, a descrição minuciosa, a sensualidade, a
 mitologia greco-romana. Além disso, a doutrina da
 “arte pela arte” esteve presente nos poemas
 parnasianos: alienação e descompromisso quanto à
 realidade.
                                         (Mª de Lourdes)
 Contudo, os parnasianos brasileiros não seguiram
 todos os acordos propostos pelos franceses, pois
 muitos poemas apresentam subjetividade e
 preferência por temas voltados à realidade brasileira,
 contrariando outra característica do parnasianismo
 francês: o universalismo.




                                                 (Thauanna)
Alberto de Oliveira, Raimundo Correia e Olavo
 Bilac – a tríade brasileira do Parnasianismo.
Alberto de Oliveira!

 Alberto de Oliveira fez parte do estilo de época
  chamado Parnasianismo e juntamente com Olavo
  Bilac e Raimundo Correia participou da Tríade
  Parnasiana.
 Foi um poeta tipicamente parnasiano, embora tenha
  presenciado várias transformações na política e
  na sociedade, mudanças que não influenciaram seu
  estilo literário.
                                               (Jaqueline)
Obras

-Canções Românticas
- Meridionais
- Sonetos e Poemas
- Versos e Rimas
-Poesias
Características de suas obras !


 - Perfeição formal
 - Métrica rígida
 - Linguagem rebuscada e trabalhada


 Alberto de Oliveira revela algumas características
 românticas, porém estava longe dos excessos
 sentimentais do Romantismo.

                                                       (Laís)
Raimundo Correia!

 Foi um escritor que pertenceu ao estilo de época
  chamado Parnasianismo, mas somente a partir do
  livro Sinfonias é que o poeta se assume realmente
  parnasiano. Como curiosidade, este livro tem
  prefácio de Machado de Assis.
 Características de sua obras
 Exaltação à natureza
  Perfeição formal
  Cultura clássica
  Pessimismo
  Desilusão
                                                 (Lucivânia)
Olavo Bilac!
 Conhecido por sua atenção a literatura infantil e,
 principalmente, pela participação cívica,
 era republicano e nacionalista; também era defensor
 do serviço militar obrigatório. Bilac escreveu a letra
 do Hino à Bandeira e fez oposição ao governo
 de Floriano Peixoto. Foi membro-fundador
 da Academia Brasileira de Letras, em 1896.



                                                   (Eduardo)
 Foi poeta, cronista (suas crônicas possuem uma
 linguagem mais simples tornando-se mais atraente
 para o leitor), escreveu livros didáticos e também
 textos críticos sobre literatura e questões nacionais.




                                                    (Ayron)
   Equipe:
   Carol
   Danielly Vanessa
   Denise
   Amanda Lino
   Karyne
   Amanda Kelly
   Lucivânia
   Ayron
   Eduardo
   Mª de Lourdes
   Jácqueline
   Laís
   Thauana

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Literatura - Barroco
Literatura - BarrocoLiteratura - Barroco
Literatura - Barroco
CrisBiagio
 
Romantismo no Brasil - 1ª geração
Romantismo no Brasil - 1ª geraçãoRomantismo no Brasil - 1ª geração
Romantismo no Brasil - 1ª geração
Quezia Neves
 
Arcadismo no Brasil
Arcadismo no BrasilArcadismo no Brasil
Arcadismo no Brasil
Bruna Wagner
 
Terceira geração modernista
Terceira geração modernista Terceira geração modernista
Terceira geração modernista
Claudio Soares
 
Pré modernismo-slides
Pré modernismo-slidesPré modernismo-slides
Pré modernismo-slides
Zenia Ferreira
 
3ª fase do modernismo blog
3ª fase do modernismo blog3ª fase do modernismo blog
3ª fase do modernismo blog
Luciene Gomes
 
Realismo e Naturalismo - Literatura
Realismo e Naturalismo - LiteraturaRealismo e Naturalismo - Literatura
Realismo e Naturalismo - Literatura
Cynthia Funchal
 
Arcadismo no Brasil
Arcadismo no BrasilArcadismo no Brasil
Arcadismo no Brasil
Rayane Anchieta
 
Classicismo
ClassicismoClassicismo
Classicismo
Ana Paula Brisolar
 
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
Luciene Gomes
 
Ppt realismo (1)
Ppt realismo (1)Ppt realismo (1)
Ppt realismo (1)
Equipemundi2014
 
O romantismo da segunda geração
O romantismo da segunda geraçãoO romantismo da segunda geração
O romantismo da segunda geração
Antonio Minharro
 
LITERATURA: ESCOLAS LITERÁRIAS
LITERATURA: ESCOLAS LITERÁRIASLITERATURA: ESCOLAS LITERÁRIAS
LITERATURA: ESCOLAS LITERÁRIAS
Amelia Barros
 
Trovadorismo I
Trovadorismo ITrovadorismo I
Trovadorismo I
Cláudia Heloísa
 
O Realismo
O RealismoO Realismo
O Realismo
MissBlackBerryBush
 
O modernismo brasileiro
O modernismo brasileiroO modernismo brasileiro
O modernismo brasileiro
Junior Onildo
 
Arcadismo
ArcadismoArcadismo
Romantismo contexto histórico e características
Romantismo   contexto histórico e característicasRomantismo   contexto histórico e características
Romantismo contexto histórico e características
VIVIAN TROMBINI
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
Lucas Queiroz
 
Figuras de linguagem slide
Figuras de linguagem   slideFiguras de linguagem   slide
Figuras de linguagem slide
Jaciara Mota
 

Mais procurados (20)

Literatura - Barroco
Literatura - BarrocoLiteratura - Barroco
Literatura - Barroco
 
Romantismo no Brasil - 1ª geração
Romantismo no Brasil - 1ª geraçãoRomantismo no Brasil - 1ª geração
Romantismo no Brasil - 1ª geração
 
Arcadismo no Brasil
Arcadismo no BrasilArcadismo no Brasil
Arcadismo no Brasil
 
Terceira geração modernista
Terceira geração modernista Terceira geração modernista
Terceira geração modernista
 
Pré modernismo-slides
Pré modernismo-slidesPré modernismo-slides
Pré modernismo-slides
 
3ª fase do modernismo blog
3ª fase do modernismo blog3ª fase do modernismo blog
3ª fase do modernismo blog
 
Realismo e Naturalismo - Literatura
Realismo e Naturalismo - LiteraturaRealismo e Naturalismo - Literatura
Realismo e Naturalismo - Literatura
 
Arcadismo no Brasil
Arcadismo no BrasilArcadismo no Brasil
Arcadismo no Brasil
 
Classicismo
ClassicismoClassicismo
Classicismo
 
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
 
Ppt realismo (1)
Ppt realismo (1)Ppt realismo (1)
Ppt realismo (1)
 
O romantismo da segunda geração
O romantismo da segunda geraçãoO romantismo da segunda geração
O romantismo da segunda geração
 
LITERATURA: ESCOLAS LITERÁRIAS
LITERATURA: ESCOLAS LITERÁRIASLITERATURA: ESCOLAS LITERÁRIAS
LITERATURA: ESCOLAS LITERÁRIAS
 
Trovadorismo I
Trovadorismo ITrovadorismo I
Trovadorismo I
 
O Realismo
O RealismoO Realismo
O Realismo
 
O modernismo brasileiro
O modernismo brasileiroO modernismo brasileiro
O modernismo brasileiro
 
Arcadismo
ArcadismoArcadismo
Arcadismo
 
Romantismo contexto histórico e características
Romantismo   contexto histórico e característicasRomantismo   contexto histórico e características
Romantismo contexto histórico e características
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Figuras de linguagem slide
Figuras de linguagem   slideFiguras de linguagem   slide
Figuras de linguagem slide
 

Destaque

Slides parnasianismo
Slides parnasianismoSlides parnasianismo
Slides parnasianismo
charlotex3
 
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
Andriane Cursino
 
Parnasianismo
 Parnasianismo Parnasianismo
Unid 3 2gerlane
Unid 3 2gerlaneUnid 3 2gerlane
Unid 3 2gerlane
Gerlane Galvao
 
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
CarolinaVieira741
 
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
Walace Cestari
 
Parnasianismo 2.0
Parnasianismo 2.0Parnasianismo 2.0
Parnasianismo 2.0
José Ricardo Lima
 
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
Cláudia Heloísa
 
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
profconrad
 

Destaque (9)

Slides parnasianismo
Slides parnasianismoSlides parnasianismo
Slides parnasianismo
 
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
 
Parnasianismo
 Parnasianismo Parnasianismo
Parnasianismo
 
Unid 3 2gerlane
Unid 3 2gerlaneUnid 3 2gerlane
Unid 3 2gerlane
 
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
 
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
 
Parnasianismo 2.0
Parnasianismo 2.0Parnasianismo 2.0
Parnasianismo 2.0
 
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
 
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
 

Semelhante a Parnasianismo'

Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
Louyse Tenório
 
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
ggmota93
 
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
Julio Marçal
 
Língua portuguesa
Língua portuguesaLíngua portuguesa
Língua portuguesa
Lucas Alan
 
Unid 3 2gerlane
Unid 3 2gerlaneUnid 3 2gerlane
Unid 3 2gerlane
Ione Dias de Oliveira
 
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
Ione Dias de Oliveira
 
Parnasianismo de Olavo Bilac
Parnasianismo de Olavo BilacParnasianismo de Olavo Bilac
Parnasianismo de Olavo Bilac
Vitor Morais
 
As Escolas Realistas & o Parnasianismo
As Escolas Realistas & o ParnasianismoAs Escolas Realistas & o Parnasianismo
As Escolas Realistas & o Parnasianismo
Luciano Di Lima
 
Parnasianismo slide
Parnasianismo slideParnasianismo slide
Parnasianismo slide
Ellenn Walleska
 
Aula 17 parnasianismo
Aula 17   parnasianismoAula 17   parnasianismo
Aula 17 parnasianismo
Jonatas Carlos
 
Autores e Obras do Romantismo brasileiro.pdf
Autores e Obras do Romantismo brasileiro.pdfAutores e Obras do Romantismo brasileiro.pdf
Autores e Obras do Romantismo brasileiro.pdf
MarianaSantosdaSilva8
 
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
Walace Cestari
 
Parnasianismo em ppt
Parnasianismo em pptParnasianismo em ppt
Parnasianismo em ppt
jace13034
 
LITERATURA - PARNASIANISMO 2 º ANO - REVISÃO.pptx
LITERATURA - PARNASIANISMO 2 º ANO - REVISÃO.pptxLITERATURA - PARNASIANISMO 2 º ANO - REVISÃO.pptx
LITERATURA - PARNASIANISMO 2 º ANO - REVISÃO.pptx
SAMYASEMIAOFREITAS
 
Slides sobre o romantismo poesia
Slides sobre o romantismo poesiaSlides sobre o romantismo poesia
Slides sobre o romantismo poesia
Antonio Marcos
 
Realismo; Natualismo; Parnasianismo Português
Realismo; Natualismo; Parnasianismo PortuguêsRealismo; Natualismo; Parnasianismo Português
Realismo; Natualismo; Parnasianismo Português
Uiles Martins
 
Parnasianismo e simbolismo
Parnasianismo e simbolismo Parnasianismo e simbolismo
Parnasianismo e simbolismo
Elaine Blogger
 
Revisão literatura - com exercícios
Revisão literatura - com exercíciosRevisão literatura - com exercícios
Revisão literatura - com exercícios
Robson Bertoldo
 
Parnasianismo i
Parnasianismo   iParnasianismo   i
Parnasianismo i
ISJ
 

Semelhante a Parnasianismo' (20)

Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
 
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
 
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
 
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
 
Língua portuguesa
Língua portuguesaLíngua portuguesa
Língua portuguesa
 
Unid 3 2gerlane
Unid 3 2gerlaneUnid 3 2gerlane
Unid 3 2gerlane
 
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
 
Parnasianismo de Olavo Bilac
Parnasianismo de Olavo BilacParnasianismo de Olavo Bilac
Parnasianismo de Olavo Bilac
 
As Escolas Realistas & o Parnasianismo
As Escolas Realistas & o ParnasianismoAs Escolas Realistas & o Parnasianismo
As Escolas Realistas & o Parnasianismo
 
Parnasianismo slide
Parnasianismo slideParnasianismo slide
Parnasianismo slide
 
Aula 17 parnasianismo
Aula 17   parnasianismoAula 17   parnasianismo
Aula 17 parnasianismo
 
Autores e Obras do Romantismo brasileiro.pdf
Autores e Obras do Romantismo brasileiro.pdfAutores e Obras do Romantismo brasileiro.pdf
Autores e Obras do Romantismo brasileiro.pdf
 
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
 
Parnasianismo em ppt
Parnasianismo em pptParnasianismo em ppt
Parnasianismo em ppt
 
LITERATURA - PARNASIANISMO 2 º ANO - REVISÃO.pptx
LITERATURA - PARNASIANISMO 2 º ANO - REVISÃO.pptxLITERATURA - PARNASIANISMO 2 º ANO - REVISÃO.pptx
LITERATURA - PARNASIANISMO 2 º ANO - REVISÃO.pptx
 
Slides sobre o romantismo poesia
Slides sobre o romantismo poesiaSlides sobre o romantismo poesia
Slides sobre o romantismo poesia
 
Realismo; Natualismo; Parnasianismo Português
Realismo; Natualismo; Parnasianismo PortuguêsRealismo; Natualismo; Parnasianismo Português
Realismo; Natualismo; Parnasianismo Português
 
Parnasianismo e simbolismo
Parnasianismo e simbolismo Parnasianismo e simbolismo
Parnasianismo e simbolismo
 
Revisão literatura - com exercícios
Revisão literatura - com exercíciosRevisão literatura - com exercícios
Revisão literatura - com exercícios
 
Parnasianismo i
Parnasianismo   iParnasianismo   i
Parnasianismo i
 

Parnasianismo'

  • 1.
  • 2.  Nas últimas décadas do século XIX, a literatura brasileira abandonou o sentimentalismo dos românticos e percorreu novos caminhos.  Na prosa, surgiu o Realismo/Naturalismo e na poesia, o Parnasianismo e Simbolismo. ( Danielly Vanessa)
  • 3. CARACTERÍSTICAS DO PARNASIANISMO  - Preocupação formal. - Comparação da poesia com as artes plásticas. - Referências a elementos da mitologia grega e latina. - Preferência por temas descritivos . - Enfoque sensual da mulher. - Habilidade na criação dos versos. - Vocabulário culto. - Objetivismo. - Universalismo. - Apego à tradição clássica. (Carol)
  • 4.
  • 5.  Os poetas parnasianos achavam que alguns princípios adotados pelos românticos esconderam as verdadeiras qualidades da poesia.  Então, propuseram uma literatura mais objetiva, com um vocabulário elaborado, racionalista e voltada para temas universais. (Denise)
  • 6.  A inspiração nos modelos clássicos, ajudaria a combater as emoções e fantasias exageradas dos românticos, garantindo o equilíbrio que desejavam.  Desde a década de 1870, as idéias parnasianas já estavam sendo divulgadas.  No final dessa década, o jornal carioca “Diário do Rio de Janeiro” publicou uma polêmica em versos que ficou conhecida como “Batalha do Parnaso”. De um lado, os adeptos do Realismo e Parnasianismo, e, de outro os seguidores do Romantismo. (Amanda Lino)
  • 7.
  • 8.  Como conseqüência, as idéias parnasianas e realistas foram amplamente divulgadas nos meios artísticos e intelectuais do país.  O marco inicial do Parnasianismo brasileiro foi em 1882 com a publicação de “Fanfarras” de Teófilo Dias. (Karine Bianca)
  • 9.
  • 10.  O Parnasianismo tem seu marco inicial com a publicação de “Fanfarras” de Teófilo Dias, em 1882. Contudo, Alberto de Oliveira, Olavo Bilac e Raimundo Correia também auxiliaram a implantação do Parnasianismo no Brasil. (Amanda K.)
  • 11.  A estética parnasiana, originada na França, valorizava a perfeição formal, o rigor das regras clássicas na criação dos poemas, a preferência pelas formas fixas (sonetos), a apreciação da rima e métrica, a descrição minuciosa, a sensualidade, a mitologia greco-romana. Além disso, a doutrina da “arte pela arte” esteve presente nos poemas parnasianos: alienação e descompromisso quanto à realidade. (Mª de Lourdes)
  • 12.  Contudo, os parnasianos brasileiros não seguiram todos os acordos propostos pelos franceses, pois muitos poemas apresentam subjetividade e preferência por temas voltados à realidade brasileira, contrariando outra característica do parnasianismo francês: o universalismo. (Thauanna)
  • 13. Alberto de Oliveira, Raimundo Correia e Olavo Bilac – a tríade brasileira do Parnasianismo.
  • 14. Alberto de Oliveira!  Alberto de Oliveira fez parte do estilo de época chamado Parnasianismo e juntamente com Olavo Bilac e Raimundo Correia participou da Tríade Parnasiana.  Foi um poeta tipicamente parnasiano, embora tenha presenciado várias transformações na política e na sociedade, mudanças que não influenciaram seu estilo literário. (Jaqueline)
  • 15. Obras -Canções Românticas - Meridionais - Sonetos e Poemas - Versos e Rimas -Poesias
  • 16. Características de suas obras !  - Perfeição formal - Métrica rígida - Linguagem rebuscada e trabalhada  Alberto de Oliveira revela algumas características românticas, porém estava longe dos excessos sentimentais do Romantismo. (Laís)
  • 17. Raimundo Correia!  Foi um escritor que pertenceu ao estilo de época chamado Parnasianismo, mas somente a partir do livro Sinfonias é que o poeta se assume realmente parnasiano. Como curiosidade, este livro tem prefácio de Machado de Assis.  Características de sua obras  Exaltação à natureza Perfeição formal Cultura clássica Pessimismo Desilusão (Lucivânia)
  • 18.
  • 20.  Conhecido por sua atenção a literatura infantil e, principalmente, pela participação cívica, era republicano e nacionalista; também era defensor do serviço militar obrigatório. Bilac escreveu a letra do Hino à Bandeira e fez oposição ao governo de Floriano Peixoto. Foi membro-fundador da Academia Brasileira de Letras, em 1896. (Eduardo)
  • 21.  Foi poeta, cronista (suas crônicas possuem uma linguagem mais simples tornando-se mais atraente para o leitor), escreveu livros didáticos e também textos críticos sobre literatura e questões nacionais. (Ayron)
  • 22. Equipe:  Carol  Danielly Vanessa  Denise  Amanda Lino  Karyne  Amanda Kelly  Lucivânia  Ayron  Eduardo  Mª de Lourdes  Jácqueline  Laís  Thauana