SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 28
Palavra-chave:
"ESPIRITUALIDADE VERDADEIRA"
Profecia para Judá e Israel
Ano 700 a.C.
O PROFETA
MIQUÉIAS
DIVISÃO
HISTÓRICA DA
BÍBLIA
OS PROFÉTICOS
12 MENORES
OSÉIAS
JOEL
AMÓS
OBADIAS
JONAS
MIQUÉIAS
NAUM
HABACUQUE
SOFONIAS
AGEU
ZACARIAS
MALAQUIAS
SOBRE O PROFETA
• Morastita – da vila de Moresete-
Gate, 32 Km ao Sudoeste de
Jerusalém; região agrícola;
• Seu nome significa: “Quem é como
Javé”
• Foi contemporâneo do mais
famoso profeta de Judá: Isaías
• e dos profetas Oséias e Amós;
• Pregou ao povo simples de Judá.
SOBRE O PROFETA
• Miquéias tinha profunda
consciência e convicção do
chamado divino, a ponto de fazer a
seguinte declaração:
• "Eu, porém, estou cheio do poder
do Espírito do SENHOR, cheio de
juízo e de força, para declarar a
Jacó a sua transgressão e a Israel o
seu pecado" (3.8).
SOBRE O PROFETA
• Pregou no período dos Reis de
Judá: (Reino do Sul)
- Jotão (750-735 a.C.);
- Acaz (735-715 a.C.);
- Ezequias (715-686 a.C.);
• E dos reis de Israel: (reino do
Norte)
- Pecaís
- Peca e
- Oséias
SOBRE O PROFETA
• Recebeu grande influência do
Profeta Isaías;
• Seu estilo é simples e elegante.
• Baseou sua confiança na força
e no caráter de Deus.
CONTEXTO HISTÓRICO
• Miquéias tenha exercido o seu
ministério por uns 30 anos, tendo visto
cumprir-se ao menos uma de suas
profecias:
• a da queda do Reino do Norte, em 722
a.C. (Leia 1.6,7).
CONTEXTO HISTÓRICO
• Judá seguia os maus exemplos de Israel
• Jotão não removeu a idolatria de Judá;
• Acaz foi um rei ímpio;
• Ezequias foi um rei temente ao Senhor, mas o
povo não se voltou totalmente;
• Insegurança em Judá por causa de Israel.
"Ele te declarou, ó homem, o
que é bom;
e que é o que o SENHOR pede
de ti, senão que pratiques a
justiça e ames a misericórdia,
e andes humildemente com o
teu Deus?" (6.8)
Versículo chave
Miquéias, que fala da parte do
SENHOR tanto aos de Israel quanto
aos de Judá, levanta-se para
denunciar:
• juízes que aceitam suborno,
• comerciantes desonestos,
• sacerdotes e profetas mercenários
(que trabalham sem outro interesse
que não a paga),
• povo idólatra, enfim, os pecados da
sociedade de seu tempo.
O Propósito da Profecia
E procura mostrar que há
uma relação integral
entre:
• a verdadeira
espiritualidade,
• o culto aceitável,
• e a ética social.
O Propósito da Profecia
1 - idolatria - 1.5,7
2 - extorsão, roubo - 2.2,8
3 - aprovação e aceitação de
falsos profetas - 2.11
4 - injustiça social - 3.1
5 - profetas mercenários - 3.5
Pecados denunciados por
Miquéias:
6 - perversão do direito - 3.9-
11; 7.3,4
7 - desonestidade - 6.9-11
8 - violência e mentira - 6.12
9 – impiedade
10 - deterioração da família e
do exercício da confiabilidade
- 7.5,6
Pecados denunciados por
Miquéias:
1 - destruição da nação, luto,
exílio - 1.6-16; 4.9,10
2 - orações não respondidas: o
silêncio de Deus - 3.4
3 - vergonha para os profetas: falta-
lhes o que dizer - 3.6,7
4 - fome - 6.14
5 - perda dos bens materiais - 6.14
6 - o trabalho não prospera - 6.15
alguns dos juízos de Deus sobre tais
pecados:
1. DENÚNCIA - Caps. 1 a 3
Divisão do Livro
2. CONSOLAÇÃO - Caps. 4 a 7
1. DENÚNCIA - Caps. 1 a 3
Cap.1 – Profecia contra Israel e Judá
• Samaria e Jerusalém – duas capitais
ameaçadas pela ira do Senhor – 1.2
• A ofensa religiosa de Israel – “o boi
dourado” – Prostituição espiritual.
• Judá contaminou-se com a idolatria
de Israel – 1.7
• A Cidade dos cabeça raspada – luto
-1.16
1. DENÚNCIA - Caps. 1 a 3
Caps.2,3 – Profecia contra os
opressores
• A exploração econômica e a
violência;
• Clamor profético de Justiça social
entre o povo de Deus – 2.2;
• Os falsos profetas babujavam as
coisas santas – 2.6;
• Mas o Senhor protege a sua
herança:2.12
1. CONSOLAÇÃO - Caps. 4 a 7
Caps.4,5 – Profecia de um futuro
remoto e acerca do Messias
• Mensagem predileta dos profetas:
O triunfo absoluto do Senhor ao fim
da história humana
• O triunfo do Messias – 4.13
• A vila de Belém era o local
escolhido e não as capitais
orgulhosas – 5.2
1. CONSOLAÇÃO - Caps. 4 a 7
• Ele teria coração de pastor para
apascentar o povo, traria paz ao
coração humano;
• O reino glorioso do Messias faria
uma limpeza radical no mundo:
Seriam eliminadas as feitiçarias e os
adivinhadores desmoralizados – 5.12
• Traria juízo sobre a imoralidade –
5.14,15.
1. CONSOLAÇÃO - Caps. 4 a 7
Cap.6 – O povo de Deus provado:
• Deus tinha um litígio contra o seu
povo 6.1
• O povo de Deus estava se
corrompendo, veriam os atos de
Justiça de Deus – 6.5
• O que Ele deseja de seu povo é
mudança de atitudes moral e
espiritual, e não uma compensação
com sacrifícios e rituais- 6.7
1. CONSOLAÇÃO - Caps. 4 a 7
- Deus espera ver no homem três
atitudes – 6.8:
1. Que pratique a Justiça –
Obediências às leis de Deus;
2. Que ama a misericórdia – Amor
leal para com Deus e o próximo;
3. Que ande humildemente com seu
Deus – Exclusão total do orgulho
espiritual – mais perto de Deus, mais
humilde!
A MENSAGEM DE MIQUÉIAS
• “Piedosos injustos” – Balança enganosa do
ricos explorando os pobres - 6.10,11;
• Mentira aceita como “necessária” para bons
negócios;
• Deus não aprova uma ética com duplicidade
– 6.16
A MENSAGEM DE MIQUÉIAS
• Cap.7 – Deus Ama com Amor Eterno
• O profeta denuncia uma sociedade sem piedosos,
sem homens honestos de bons frutos – 7.2;
• Nação dirigida por homens injustos, corruptos e
gananciosos, afeta até as famílias – 7.6
• Miquéias confiava no Senhor e em sua justiça - 7.7-
9
• O Senhor é rico de perdão para com o coração
contrito – 7.18,19
CONCLUSÃO PRÁTICA
• Deus espera de nós uma vida reta e santa, cheia de
sua graça e de suas bênçãos, mas os nossos
pecados nos separam de Deus que com
misericórdia nos chama de volta.
• Recebemos o seu perdão, mas o pecado nunca
compensa por causa das suas cicatrizes que deixa
em nós.
• Assim como Miquéias nossa esperança deve estar
firme em Deus e na sua salvação.
CRISTOLOGIA DO LIVRO
• Mensagem Messiânica:
• As denúncias dos diversos pecados cometidos por
Seu povo,
• O anúncio do juízo de Deus como consequência da
prática desses pecados,
• Miquéias intercala preciosissimas mensagens de
esperança, perdão e restauração, todas elas
intimamente ligadas à vinda do Messias.
CRISTOLOGIA DO LIVRO
• A mais conhecida de todas é a do cap. 5:2
onde ele anuncia a cidade onde o Rei deveria
nascer:
"E tu, Belém Efrata, pequena demais para
figurar como grupo de milhares de Judá, de ti me
sairá o que há de reinar em Israel...".
• E acrescenta que Suas origens são "desde os
tempos antigos, desde os dias da eternidade".
Esse Rei viria para ajuntar o restante de Israel no
aprisco (2.12,13).
CRISTOLOGIA DO LIVRO
• Porém, não somente isso: para Ele afluiriam os povos,
"para que nos ensine os seus caminhos, e
andemos pelas suas veredas" (4.1-8).
• Ele viria para apascentar o povo na força do SENHOR,
sendo Ele mesmo "a nossa paz" (5.4,5).
• Ele pisaria aos pés as nossas iniquidades, por ter prazer
na misericórdia (7.18,19)
• Todavia, isso não aconteceria sem que um fato
profundamente triste - horripilante, mesmo -
ocorresse: "ferirão com a vara a face ao juiz de Israel"
(5.1). O sofrimento da cruz!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

31 livro de lamentações de jeremias (rev ildemar berbert)
31 livro de lamentações de jeremias (rev ildemar berbert)31 livro de lamentações de jeremias (rev ildemar berbert)
31 livro de lamentações de jeremias (rev ildemar berbert)Igreja Presbiteriana de Dourados
 
MIQUÉIAS
MIQUÉIASMIQUÉIAS
MIQUÉIASEnerliz
 
Panorama do AT - Malaquias
Panorama do AT - MalaquiasPanorama do AT - Malaquias
Panorama do AT - MalaquiasRespirando Deus
 
Profetas maiores e menores
Profetas maiores e menoresProfetas maiores e menores
Profetas maiores e menoresPaulo Ferreira
 
Proféticos 3 Lamentações
Proféticos 3 LamentaçõesProféticos 3 Lamentações
Proféticos 3 LamentaçõesPastor W. Costa
 
31. Livro de Lamentações de Jeremias (rev ildemar berbert)
31. Livro de Lamentações de Jeremias (rev ildemar berbert)31. Livro de Lamentações de Jeremias (rev ildemar berbert)
31. Livro de Lamentações de Jeremias (rev ildemar berbert)Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Panorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos CânticosPanorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos CânticosRespirando Deus
 
Panorama do AT - Isaías
Panorama do AT - IsaíasPanorama do AT - Isaías
Panorama do AT - IsaíasRespirando Deus
 

Mais procurados (20)

37. O profeta Obadias
37. O profeta Obadias37. O profeta Obadias
37. O profeta Obadias
 
36. O profeta Amós
36. O profeta Amós36. O profeta Amós
36. O profeta Amós
 
31 livro de lamentações de jeremias (rev ildemar berbert)
31 livro de lamentações de jeremias (rev ildemar berbert)31 livro de lamentações de jeremias (rev ildemar berbert)
31 livro de lamentações de jeremias (rev ildemar berbert)
 
4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos
 
42. O Profeta Sofonias
42. O Profeta Sofonias42. O Profeta Sofonias
42. O Profeta Sofonias
 
MIQUÉIAS
MIQUÉIASMIQUÉIAS
MIQUÉIAS
 
Panorama do AT - Malaquias
Panorama do AT - MalaquiasPanorama do AT - Malaquias
Panorama do AT - Malaquias
 
35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel
 
1. período interbíblico
1. período interbíblico1. período interbíblico
1. período interbíblico
 
43. O Profeta Ageu
43. O Profeta Ageu43. O Profeta Ageu
43. O Profeta Ageu
 
20. o livro de esdras
20. o livro de esdras20. o livro de esdras
20. o livro de esdras
 
Profetas maiores e menores
Profetas maiores e menoresProfetas maiores e menores
Profetas maiores e menores
 
Proféticos 3 Lamentações
Proféticos 3 LamentaçõesProféticos 3 Lamentações
Proféticos 3 Lamentações
 
31. Livro de Lamentações de Jeremias (rev ildemar berbert)
31. Livro de Lamentações de Jeremias (rev ildemar berbert)31. Livro de Lamentações de Jeremias (rev ildemar berbert)
31. Livro de Lamentações de Jeremias (rev ildemar berbert)
 
29. O profeta Isaías
29. O profeta Isaías29. O profeta Isaías
29. O profeta Isaías
 
Panorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos CânticosPanorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos Cânticos
 
Panorama do AT - Ageu
Panorama do AT - AgeuPanorama do AT - Ageu
Panorama do AT - Ageu
 
Panorama do AT - Isaías
Panorama do AT - IsaíasPanorama do AT - Isaías
Panorama do AT - Isaías
 
44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias
 
28. Introdução aos Profetas
28. Introdução aos Profetas28. Introdução aos Profetas
28. Introdução aos Profetas
 

Semelhante a 39. O Profeta Miquéias

Lição 4 - Amós - A Justiça Social como Parte da Adoração
Lição 4 - Amós - A Justiça Social como Parte da AdoraçãoLição 4 - Amós - A Justiça Social como Parte da Adoração
Lição 4 - Amós - A Justiça Social como Parte da AdoraçãoAilton da Silva
 
LIÇÃO 8 - FAZENDO A DIFERENÇA
LIÇÃO 8 - FAZENDO A DIFERENÇA LIÇÃO 8 - FAZENDO A DIFERENÇA
LIÇÃO 8 - FAZENDO A DIFERENÇA Marcus Wagner
 
Lição 10 - A Monarquia em Israel
Lição 10 - A Monarquia em IsraelLição 10 - A Monarquia em Israel
Lição 10 - A Monarquia em IsraelÉder Tomé
 
LBJ LIÇÃO 8 - A lembrança da essência da adoração
LBJ LIÇÃO 8  - A lembrança da essência da adoraçãoLBJ LIÇÃO 8  - A lembrança da essência da adoração
LBJ LIÇÃO 8 - A lembrança da essência da adoraçãoNatalino das Neves Neves
 
2016 3 TRI LIÇÃO 4 - O JUÍZO DE JUDÁ E DE JERUSALÉM
2016 3 TRI LIÇÃO 4 -  O JUÍZO DE JUDÁ E DE JERUSALÉM2016 3 TRI LIÇÃO 4 -  O JUÍZO DE JUDÁ E DE JERUSALÉM
2016 3 TRI LIÇÃO 4 - O JUÍZO DE JUDÁ E DE JERUSALÉMNatalino das Neves Neves
 
2016 3 tri lição 4 o juízo de judá e de jerusalém
2016 3 tri lição 4   o juízo de judá e de jerusalém2016 3 tri lição 4   o juízo de judá e de jerusalém
2016 3 tri lição 4 o juízo de judá e de jerusalémboasnovassena
 
2016 3 TRI LBJ LIÇÃO 6 - PARÁBOLA DO CASTIGO E EXÍLIO DE JUDÁ
2016 3 TRI LBJ LIÇÃO 6 - PARÁBOLA DO CASTIGO E EXÍLIO DE JUDÁ2016 3 TRI LBJ LIÇÃO 6 - PARÁBOLA DO CASTIGO E EXÍLIO DE JUDÁ
2016 3 TRI LBJ LIÇÃO 6 - PARÁBOLA DO CASTIGO E EXÍLIO DE JUDÁNatalino das Neves Neves
 
2016 3 TRI LIÇÃO 2 - O contexto da profecia de isaias
2016 3 TRI LIÇÃO 2 - O contexto da profecia de isaias2016 3 TRI LIÇÃO 2 - O contexto da profecia de isaias
2016 3 TRI LIÇÃO 2 - O contexto da profecia de isaiasNatalino das Neves Neves
 
Lição_original com textos_Com os ricos e famosos_812014
Lição_original com textos_Com os ricos e famosos_812014Lição_original com textos_Com os ricos e famosos_812014
Lição_original com textos_Com os ricos e famosos_812014Gerson G. Ramos
 
Lição 12 - Zacarias, o reinado messiânico
Lição 12 - Zacarias, o reinado messiânicoLição 12 - Zacarias, o reinado messiânico
Lição 12 - Zacarias, o reinado messiânicoAilton da Silva
 

Semelhante a 39. O Profeta Miquéias (20)

Profeta Menor Miqueias
Profeta Menor Miqueias Profeta Menor Miqueias
Profeta Menor Miqueias
 
MIQUEAS.pdf
MIQUEAS.pdfMIQUEAS.pdf
MIQUEAS.pdf
 
PROFETAS MENORES (AULA 03 - BÁSICO - IBADEP)
PROFETAS MENORES (AULA 03 - BÁSICO - IBADEP)PROFETAS MENORES (AULA 03 - BÁSICO - IBADEP)
PROFETAS MENORES (AULA 03 - BÁSICO - IBADEP)
 
LIÇÃO 7
LIÇÃO 7LIÇÃO 7
LIÇÃO 7
 
Lição 4 - Amós - A Justiça Social como Parte da Adoração
Lição 4 - Amós - A Justiça Social como Parte da AdoraçãoLição 4 - Amós - A Justiça Social como Parte da Adoração
Lição 4 - Amós - A Justiça Social como Parte da Adoração
 
LIÇÃO 8 - FAZENDO A DIFERENÇA
LIÇÃO 8 - FAZENDO A DIFERENÇA LIÇÃO 8 - FAZENDO A DIFERENÇA
LIÇÃO 8 - FAZENDO A DIFERENÇA
 
Perdido esquecido e encontrado
Perdido esquecido e encontradoPerdido esquecido e encontrado
Perdido esquecido e encontrado
 
Lição 10 - A Monarquia em Israel
Lição 10 - A Monarquia em IsraelLição 10 - A Monarquia em Israel
Lição 10 - A Monarquia em Israel
 
Profetas menores lição 7 - Miquéias
Profetas menores   lição 7 - MiquéiasProfetas menores   lição 7 - Miquéias
Profetas menores lição 7 - Miquéias
 
As setenta semanas
As setenta semanasAs setenta semanas
As setenta semanas
 
Jeremias LiçãO 1
Jeremias LiçãO 1Jeremias LiçãO 1
Jeremias LiçãO 1
 
LBJ LIÇÃO 8 - A lembrança da essência da adoração
LBJ LIÇÃO 8  - A lembrança da essência da adoraçãoLBJ LIÇÃO 8  - A lembrança da essência da adoração
LBJ LIÇÃO 8 - A lembrança da essência da adoração
 
2016 3 TRI LIÇÃO 4 - O JUÍZO DE JUDÁ E DE JERUSALÉM
2016 3 TRI LIÇÃO 4 -  O JUÍZO DE JUDÁ E DE JERUSALÉM2016 3 TRI LIÇÃO 4 -  O JUÍZO DE JUDÁ E DE JERUSALÉM
2016 3 TRI LIÇÃO 4 - O JUÍZO DE JUDÁ E DE JERUSALÉM
 
2016 3 tri lição 4 o juízo de judá e de jerusalém
2016 3 tri lição 4   o juízo de judá e de jerusalém2016 3 tri lição 4   o juízo de judá e de jerusalém
2016 3 tri lição 4 o juízo de judá e de jerusalém
 
Uma igreja verdadeiramente próspera1
Uma igreja verdadeiramente próspera1Uma igreja verdadeiramente próspera1
Uma igreja verdadeiramente próspera1
 
A marca do ímpio
A marca do ímpio A marca do ímpio
A marca do ímpio
 
2016 3 TRI LBJ LIÇÃO 6 - PARÁBOLA DO CASTIGO E EXÍLIO DE JUDÁ
2016 3 TRI LBJ LIÇÃO 6 - PARÁBOLA DO CASTIGO E EXÍLIO DE JUDÁ2016 3 TRI LBJ LIÇÃO 6 - PARÁBOLA DO CASTIGO E EXÍLIO DE JUDÁ
2016 3 TRI LBJ LIÇÃO 6 - PARÁBOLA DO CASTIGO E EXÍLIO DE JUDÁ
 
2016 3 TRI LIÇÃO 2 - O contexto da profecia de isaias
2016 3 TRI LIÇÃO 2 - O contexto da profecia de isaias2016 3 TRI LIÇÃO 2 - O contexto da profecia de isaias
2016 3 TRI LIÇÃO 2 - O contexto da profecia de isaias
 
Lição_original com textos_Com os ricos e famosos_812014
Lição_original com textos_Com os ricos e famosos_812014Lição_original com textos_Com os ricos e famosos_812014
Lição_original com textos_Com os ricos e famosos_812014
 
Lição 12 - Zacarias, o reinado messiânico
Lição 12 - Zacarias, o reinado messiânicoLição 12 - Zacarias, o reinado messiânico
Lição 12 - Zacarias, o reinado messiânico
 

Mais de Igreja Presbiteriana de Dourados (15)

Uma Igreja Para Recordar
Uma Igreja Para RecordarUma Igreja Para Recordar
Uma Igreja Para Recordar
 
10. 2a. epístola de paulo aos corintios
10. 2a. epístola de paulo aos corintios10. 2a. epístola de paulo aos corintios
10. 2a. epístola de paulo aos corintios
 
9. epístola de paulo 1' coríntios
9. epístola de paulo 1' coríntios9. epístola de paulo 1' coríntios
9. epístola de paulo 1' coríntios
 
8. epístola de paulo aos romanos
8. epístola de paulo aos romanos8. epístola de paulo aos romanos
8. epístola de paulo aos romanos
 
8. epístola de paulo aos romanos
8. epístola de paulo aos romanos8. epístola de paulo aos romanos
8. epístola de paulo aos romanos
 
7. atos dos apóstolos
7. atos dos apóstolos7. atos dos apóstolos
7. atos dos apóstolos
 
A Igreja e a Reforma
A Igreja e a ReformaA Igreja e a Reforma
A Igreja e a Reforma
 
5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas
 
3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus
 
2. introdução ao novo testamento
2.  introdução ao novo testamento2.  introdução ao novo testamento
2. introdução ao novo testamento
 
32. O Profeta Ezequiel
32. O Profeta Ezequiel32. O Profeta Ezequiel
32. O Profeta Ezequiel
 
34. O Profeta Oséias
34. O Profeta Oséias34. O Profeta Oséias
34. O Profeta Oséias
 
44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias
 
34. O profeta Oséias
34. O profeta Oséias34. O profeta Oséias
34. O profeta Oséias
 
33. O profeta Daniel
33. O profeta Daniel33. O profeta Daniel
33. O profeta Daniel
 

39. O Profeta Miquéias

  • 1. Palavra-chave: "ESPIRITUALIDADE VERDADEIRA" Profecia para Judá e Israel Ano 700 a.C. O PROFETA MIQUÉIAS
  • 2. DIVISÃO HISTÓRICA DA BÍBLIA OS PROFÉTICOS 12 MENORES OSÉIAS JOEL AMÓS OBADIAS JONAS MIQUÉIAS NAUM HABACUQUE SOFONIAS AGEU ZACARIAS MALAQUIAS
  • 3.
  • 4. SOBRE O PROFETA • Morastita – da vila de Moresete- Gate, 32 Km ao Sudoeste de Jerusalém; região agrícola; • Seu nome significa: “Quem é como Javé” • Foi contemporâneo do mais famoso profeta de Judá: Isaías • e dos profetas Oséias e Amós; • Pregou ao povo simples de Judá.
  • 5. SOBRE O PROFETA • Miquéias tinha profunda consciência e convicção do chamado divino, a ponto de fazer a seguinte declaração: • "Eu, porém, estou cheio do poder do Espírito do SENHOR, cheio de juízo e de força, para declarar a Jacó a sua transgressão e a Israel o seu pecado" (3.8).
  • 6. SOBRE O PROFETA • Pregou no período dos Reis de Judá: (Reino do Sul) - Jotão (750-735 a.C.); - Acaz (735-715 a.C.); - Ezequias (715-686 a.C.); • E dos reis de Israel: (reino do Norte) - Pecaís - Peca e - Oséias
  • 7. SOBRE O PROFETA • Recebeu grande influência do Profeta Isaías; • Seu estilo é simples e elegante. • Baseou sua confiança na força e no caráter de Deus.
  • 8. CONTEXTO HISTÓRICO • Miquéias tenha exercido o seu ministério por uns 30 anos, tendo visto cumprir-se ao menos uma de suas profecias: • a da queda do Reino do Norte, em 722 a.C. (Leia 1.6,7).
  • 9. CONTEXTO HISTÓRICO • Judá seguia os maus exemplos de Israel • Jotão não removeu a idolatria de Judá; • Acaz foi um rei ímpio; • Ezequias foi um rei temente ao Senhor, mas o povo não se voltou totalmente; • Insegurança em Judá por causa de Israel.
  • 10. "Ele te declarou, ó homem, o que é bom; e que é o que o SENHOR pede de ti, senão que pratiques a justiça e ames a misericórdia, e andes humildemente com o teu Deus?" (6.8) Versículo chave
  • 11. Miquéias, que fala da parte do SENHOR tanto aos de Israel quanto aos de Judá, levanta-se para denunciar: • juízes que aceitam suborno, • comerciantes desonestos, • sacerdotes e profetas mercenários (que trabalham sem outro interesse que não a paga), • povo idólatra, enfim, os pecados da sociedade de seu tempo. O Propósito da Profecia
  • 12. E procura mostrar que há uma relação integral entre: • a verdadeira espiritualidade, • o culto aceitável, • e a ética social. O Propósito da Profecia
  • 13. 1 - idolatria - 1.5,7 2 - extorsão, roubo - 2.2,8 3 - aprovação e aceitação de falsos profetas - 2.11 4 - injustiça social - 3.1 5 - profetas mercenários - 3.5 Pecados denunciados por Miquéias:
  • 14. 6 - perversão do direito - 3.9- 11; 7.3,4 7 - desonestidade - 6.9-11 8 - violência e mentira - 6.12 9 – impiedade 10 - deterioração da família e do exercício da confiabilidade - 7.5,6 Pecados denunciados por Miquéias:
  • 15. 1 - destruição da nação, luto, exílio - 1.6-16; 4.9,10 2 - orações não respondidas: o silêncio de Deus - 3.4 3 - vergonha para os profetas: falta- lhes o que dizer - 3.6,7 4 - fome - 6.14 5 - perda dos bens materiais - 6.14 6 - o trabalho não prospera - 6.15 alguns dos juízos de Deus sobre tais pecados:
  • 16. 1. DENÚNCIA - Caps. 1 a 3 Divisão do Livro 2. CONSOLAÇÃO - Caps. 4 a 7
  • 17. 1. DENÚNCIA - Caps. 1 a 3 Cap.1 – Profecia contra Israel e Judá • Samaria e Jerusalém – duas capitais ameaçadas pela ira do Senhor – 1.2 • A ofensa religiosa de Israel – “o boi dourado” – Prostituição espiritual. • Judá contaminou-se com a idolatria de Israel – 1.7 • A Cidade dos cabeça raspada – luto -1.16
  • 18. 1. DENÚNCIA - Caps. 1 a 3 Caps.2,3 – Profecia contra os opressores • A exploração econômica e a violência; • Clamor profético de Justiça social entre o povo de Deus – 2.2; • Os falsos profetas babujavam as coisas santas – 2.6; • Mas o Senhor protege a sua herança:2.12
  • 19. 1. CONSOLAÇÃO - Caps. 4 a 7 Caps.4,5 – Profecia de um futuro remoto e acerca do Messias • Mensagem predileta dos profetas: O triunfo absoluto do Senhor ao fim da história humana • O triunfo do Messias – 4.13 • A vila de Belém era o local escolhido e não as capitais orgulhosas – 5.2
  • 20. 1. CONSOLAÇÃO - Caps. 4 a 7 • Ele teria coração de pastor para apascentar o povo, traria paz ao coração humano; • O reino glorioso do Messias faria uma limpeza radical no mundo: Seriam eliminadas as feitiçarias e os adivinhadores desmoralizados – 5.12 • Traria juízo sobre a imoralidade – 5.14,15.
  • 21. 1. CONSOLAÇÃO - Caps. 4 a 7 Cap.6 – O povo de Deus provado: • Deus tinha um litígio contra o seu povo 6.1 • O povo de Deus estava se corrompendo, veriam os atos de Justiça de Deus – 6.5 • O que Ele deseja de seu povo é mudança de atitudes moral e espiritual, e não uma compensação com sacrifícios e rituais- 6.7
  • 22. 1. CONSOLAÇÃO - Caps. 4 a 7 - Deus espera ver no homem três atitudes – 6.8: 1. Que pratique a Justiça – Obediências às leis de Deus; 2. Que ama a misericórdia – Amor leal para com Deus e o próximo; 3. Que ande humildemente com seu Deus – Exclusão total do orgulho espiritual – mais perto de Deus, mais humilde!
  • 23. A MENSAGEM DE MIQUÉIAS • “Piedosos injustos” – Balança enganosa do ricos explorando os pobres - 6.10,11; • Mentira aceita como “necessária” para bons negócios; • Deus não aprova uma ética com duplicidade – 6.16
  • 24. A MENSAGEM DE MIQUÉIAS • Cap.7 – Deus Ama com Amor Eterno • O profeta denuncia uma sociedade sem piedosos, sem homens honestos de bons frutos – 7.2; • Nação dirigida por homens injustos, corruptos e gananciosos, afeta até as famílias – 7.6 • Miquéias confiava no Senhor e em sua justiça - 7.7- 9 • O Senhor é rico de perdão para com o coração contrito – 7.18,19
  • 25. CONCLUSÃO PRÁTICA • Deus espera de nós uma vida reta e santa, cheia de sua graça e de suas bênçãos, mas os nossos pecados nos separam de Deus que com misericórdia nos chama de volta. • Recebemos o seu perdão, mas o pecado nunca compensa por causa das suas cicatrizes que deixa em nós. • Assim como Miquéias nossa esperança deve estar firme em Deus e na sua salvação.
  • 26. CRISTOLOGIA DO LIVRO • Mensagem Messiânica: • As denúncias dos diversos pecados cometidos por Seu povo, • O anúncio do juízo de Deus como consequência da prática desses pecados, • Miquéias intercala preciosissimas mensagens de esperança, perdão e restauração, todas elas intimamente ligadas à vinda do Messias.
  • 27. CRISTOLOGIA DO LIVRO • A mais conhecida de todas é a do cap. 5:2 onde ele anuncia a cidade onde o Rei deveria nascer: "E tu, Belém Efrata, pequena demais para figurar como grupo de milhares de Judá, de ti me sairá o que há de reinar em Israel...". • E acrescenta que Suas origens são "desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade". Esse Rei viria para ajuntar o restante de Israel no aprisco (2.12,13).
  • 28. CRISTOLOGIA DO LIVRO • Porém, não somente isso: para Ele afluiriam os povos, "para que nos ensine os seus caminhos, e andemos pelas suas veredas" (4.1-8). • Ele viria para apascentar o povo na força do SENHOR, sendo Ele mesmo "a nossa paz" (5.4,5). • Ele pisaria aos pés as nossas iniquidades, por ter prazer na misericórdia (7.18,19) • Todavia, isso não aconteceria sem que um fato profundamente triste - horripilante, mesmo - ocorresse: "ferirão com a vara a face ao juiz de Israel" (5.1). O sofrimento da cruz!