SlideShare uma empresa Scribd logo
A importância da
Educação de Jovens e Adultos
na vida pessoal e profissional
dos cidadãos de
Pedro do Rosário - MA
Palestrante: prof.ª Auri Viana
31/05/10
Função Social da EJA
 Na história a EJA tem buscado:
 Atender a demanda do trabalho.
 Objetiva a formação humana e acesso à cultura.
 Promover atitudes éticas e compromisso político.
 Fornecer subsídios para sujeitos ativos, críticos e
democráticos.
A escolha certa!
 Estudar sempre foi e sempre será a
melhor escolha para quem quer progredir na
vida pessoal e profissional.
 O jovem e o adulto, bem como o idoso
especificamente, garante seu espaço, pois
acredita que não deve mais se acomodar,
insiste e persiste na evolução deste espaço,
uma vez que atualmente os direitos de
oportunidades são iguais. Seja este indivíduo
de qualquer raça, credo ou cultura.
10/03/2014
Novo olhar
 O sistema educacional passa a ver e valorizar os
educandos da EJA como um sujeito sócio-cultural-
cultural (com conhecimentos acumulados).
 Contempla diferentes culturas.
 Limites devem ser respeitados.
 Apropriação de conhecimentos para o mundo do
trabalho mas também o exercício para a cidadania.
 Desmistifica a divisão social e técnica do trabalho
(começa a repensar os modelos do sistema produtivo a
não preparação só para o trabalho e sim para
emancipação do sujeito).
Perfil do educando da Educação de
Jovens e Adultos
 Mulheres e homens com diferentes
experiências de vida;
 Se afastou da escola devido a fatores
sociais, econômicos, políticos ou culturais;
 Ingresso prematuro no trabalho;
 Evasão ou repetência escolar.
Atualmente...
• Os Adultos são presença marcante nas escolas que
contemplam a modalidade EJA.
• Idosos querem ampliar seus conhecimentos para
oportunidades de convivência social e realização pessoal.
• Destaca-se a presença das mulheres e dos jovens.
• Contempla a presença de educandos com necessidades
especiais.
 Assalariados rurais , assentados ...
 Indígenas.
 Provenientes de quilombos e outros mais...
Em síntese...
 O atendimento escolar da EJA não se
refere somente a uma característica
etária, mas à diversidade cultural de
seu público e busca garantir o retorno
e a permanência desses educandos na
escolarização formal por meio de
políticas públicas específicas,
permanentes e contínuas, enquanto
houver demanda de atendimentos.
oportunidades para todos!!!
 Educação, escola e trabalho situam-se
numa perspectiva mais ampla, formação
intelectual, moral, autonomia e liberdade
individual.
 O trabalho é uma das razões pelas quais
os educandos da EJA, principalmente as
mulheres, procuram a escolaridade.
 Implica reorganização curricular, dos
tempos e dos espaços escolares.
Avalie!!!
Garantir que os jovens e adultos
aprendam a ler e escrever assim que
entram na escola é o seu grande desafio,
professor alfabetizador.
Mas é também a grande
responsabilidade do educando. Para isso
se faz necessário que seja recíproco o
gosto de ensinar e o de aprender, afinal só
aprende quem se disponibiliza a
aprender...
10/03/2014
A pessoa que decide
estudar...
 A sua bagagem diz quem você é para as
pessoas, portanto, se você resolveu
estudar, é porque decidiu aprender algo
a mais e ser responsável por aquilo que
aprender.
10/03/2014
A melhor oportunidade...
 As melhores oportunidades estão abertas
para as pessoas com maior capacidade
de interação, de sabedoria em lidar com
diferentes situações e competentes para
resolver problemas da sua área de
conhecimento.
10/03/2014
10/03/2014
 Dizem por aí que o estudo é uma pedra preciosa única,
pois não tem um preço!
Alguns acham que é balela, mas não é, é verdade!
Aquilo que uns sabem construir, outros não fazem a
mínima ideia nem de como funciona! Cada um tem
“um jeito”, “um dom” para alguma coisa!
A época da escola é a fase dessa descoberta, pois é o
lugar propício para isso: professores, livros e colegas de
classe estão a todo tempo por perto. A todo momento
você pode tirar dúvidas, trocar experiências, se
relacionar com diferentes pessoas, aprender a “lidar
com gente”, com superiores e a ter responsabilidade. A
escola é um lugar de aprendizado: situações que você
vivencia ali e às vezes não dá muita importância, serão
as que você vivenciará na faculdade, na associação,
no trabalho, em uma reunião, no relacionamento
amoroso, etc.
Então, para que estudar?
 Reflita você mesmo sobre o assunto: a
verdade é que ninguém vai te obrigar a
ser a pessoa que você não quer ser. Se
desejar parar hoje e ser quem você é,
daqui há alguns anos, não estará tão
longe de onde parou. Saiba: quem para
de estudar, para no mesmo lugar,
estaciona na vida, não tem nada a
oferecer a si mesmo e a ninguém!
Por isso, o conselho é:
 estude, nunca é tarde!
10/03/2014
Somente a EDUCAÇÃO te
proporcionará asas para
voar!!!
10/03/2014
Dicas de ouro EJA!!!
Nunca mintam, nem para você nem para as pessoas que
amam, pois isso, pode acabar com a sua vida e das outras
pessoas. A verdade dói somente na hora, contudo, a mentira dói
para sempre! Dessa forma, a pior mentira é aquela que você faz
com você mesmo, então amigo (a), vá estudar!
Decida-se para ser feliz, se resolveu começar a estudar, estude
até o final, até passar de ano e lembre-se: Quanto menos
pessoas souberem da sua vida e seus projetos, mas feliz e bem
sucedido você será!
Lembre-se: Todos possuem problemas e os problemas sempre
existirão, assim, o importante é resolve-los e não vive-los
eternamente!
Persevere, seja forte, estude, estude e estude e se faltar força:
procure ajuda com a equipe EJA, esteja você onde estiver!
E seja feliz!!!
10/03/2014
Não quer adoecer? Então, viva, estude e vença na vida!!!
Respeito e amo muito a vida de todos vocês! Papai do Céu
mudou minha vida e pode mudar a sua também, basta
você se esforçar muito!
10/03/2014
PARA REFLETIR...
"O Sucesso não é um
destino, mas sim uma
jornada que você trilha
dia após dia"
31/05/10
Bons estudos!!!
 Que Deus abençoe todos os inseridos na
educação de Pedro do Rosário,
especialmente cada um que faz
acontecer a EJA neste município.
 Boa Sorte!!!
Conte sempre conosco...
Equipe EJA.
10/03/2014

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 2 e 3 FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVA
Aula 2 e 3 FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVAAula 2 e 3 FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVA
Aula 2 e 3 FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVA
Rute Pereira
 
Educação inclusiva
Educação inclusivaEducação inclusiva
Educação inclusiva
Priscila Gomes
 
EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOSEDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
Márcia Castilho de Sales
 
Apresentação eja
Apresentação eja Apresentação eja
Apresentação eja
Izabel Cristina Bonethe
 
Organização do trabalho pedagógico
Organização do trabalho pedagógicoOrganização do trabalho pedagógico
Organização do trabalho pedagógico
Magda Marques
 
Slides educacao inclusiva-e_educacao_especial
Slides educacao inclusiva-e_educacao_especialSlides educacao inclusiva-e_educacao_especial
Slides educacao inclusiva-e_educacao_especial
Dirce Cristiane Camilotti
 
Histórico da EJA
Histórico da EJAHistórico da EJA
Histórico da EJA
Camila Silva
 
Educação de jovens e adultos.pptx
Educação de jovens e adultos.pptxEducação de jovens e adultos.pptx
Educação de jovens e adultos.pptx
Glacemi Loch
 
ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
Arivaldom
 
EJA.pptx
EJA.pptxEJA.pptx
EJA.pptx
INGRID ALMEIDA
 
Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva
Política nacional  de educação especial  na perspectiva da educação inclusivaPolítica nacional  de educação especial  na perspectiva da educação inclusiva
Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva
ceciliaconserva
 
Slide educação especial
Slide educação especialSlide educação especial
Slide educação especial
Andreia Gomes
 
inclusão escolar
inclusão escolarinclusão escolar
inclusão escolar
Ulisses Vakirtzis
 
Tendências Pedagógicas
Tendências PedagógicasTendências Pedagógicas
Tendências Pedagógicas
Marcelo Assis
 
A atuação do pedagogo em espaços não escolares
A atuação do pedagogo em espaços não escolaresA atuação do pedagogo em espaços não escolares
A atuação do pedagogo em espaços não escolares
Elizangela Quintela Miranda Costa
 
LDB - 9394/96
LDB - 9394/96LDB - 9394/96
LDB - 9394/96
Marcelo Assis
 
Metodologia da educação infantil
Metodologia da educação infantilMetodologia da educação infantil
Metodologia da educação infantil
Marília Bogéa
 
Slides Sextas inclusivas- práticas pedagógicas
Slides Sextas inclusivas- práticas pedagógicasSlides Sextas inclusivas- práticas pedagógicas
Slides Sextas inclusivas- práticas pedagógicas
Marily Oliveira
 
FORMAÇÃO DOCENTE: O PROFESSOR DE EJA NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL
FORMAÇÃO DOCENTE: O PROFESSOR DE EJA NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO ESPECIALFORMAÇÃO DOCENTE: O PROFESSOR DE EJA NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL
FORMAÇÃO DOCENTE: O PROFESSOR DE EJA NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL
Janaina Silveira
 
A INCLUSÃO ESCOLAR
A  INCLUSÃO ESCOLAR A  INCLUSÃO ESCOLAR
A INCLUSÃO ESCOLAR
Zélia Cordeiro
 

Mais procurados (20)

Aula 2 e 3 FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVA
Aula 2 e 3 FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVAAula 2 e 3 FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVA
Aula 2 e 3 FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVA
 
Educação inclusiva
Educação inclusivaEducação inclusiva
Educação inclusiva
 
EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOSEDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
 
Apresentação eja
Apresentação eja Apresentação eja
Apresentação eja
 
Organização do trabalho pedagógico
Organização do trabalho pedagógicoOrganização do trabalho pedagógico
Organização do trabalho pedagógico
 
Slides educacao inclusiva-e_educacao_especial
Slides educacao inclusiva-e_educacao_especialSlides educacao inclusiva-e_educacao_especial
Slides educacao inclusiva-e_educacao_especial
 
Histórico da EJA
Histórico da EJAHistórico da EJA
Histórico da EJA
 
Educação de jovens e adultos.pptx
Educação de jovens e adultos.pptxEducação de jovens e adultos.pptx
Educação de jovens e adultos.pptx
 
ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
 
EJA.pptx
EJA.pptxEJA.pptx
EJA.pptx
 
Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva
Política nacional  de educação especial  na perspectiva da educação inclusivaPolítica nacional  de educação especial  na perspectiva da educação inclusiva
Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva
 
Slide educação especial
Slide educação especialSlide educação especial
Slide educação especial
 
inclusão escolar
inclusão escolarinclusão escolar
inclusão escolar
 
Tendências Pedagógicas
Tendências PedagógicasTendências Pedagógicas
Tendências Pedagógicas
 
A atuação do pedagogo em espaços não escolares
A atuação do pedagogo em espaços não escolaresA atuação do pedagogo em espaços não escolares
A atuação do pedagogo em espaços não escolares
 
LDB - 9394/96
LDB - 9394/96LDB - 9394/96
LDB - 9394/96
 
Metodologia da educação infantil
Metodologia da educação infantilMetodologia da educação infantil
Metodologia da educação infantil
 
Slides Sextas inclusivas- práticas pedagógicas
Slides Sextas inclusivas- práticas pedagógicasSlides Sextas inclusivas- práticas pedagógicas
Slides Sextas inclusivas- práticas pedagógicas
 
FORMAÇÃO DOCENTE: O PROFESSOR DE EJA NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL
FORMAÇÃO DOCENTE: O PROFESSOR DE EJA NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO ESPECIALFORMAÇÃO DOCENTE: O PROFESSOR DE EJA NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL
FORMAÇÃO DOCENTE: O PROFESSOR DE EJA NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL
 
A INCLUSÃO ESCOLAR
A  INCLUSÃO ESCOLAR A  INCLUSÃO ESCOLAR
A INCLUSÃO ESCOLAR
 

Semelhante a Palestra eja aula inicial

EJA e Educação Inclusiva
EJA e Educação InclusivaEJA e Educação Inclusiva
EJA e Educação Inclusiva
Lilian Moreira
 
agrupamento de escolas morgado de mateus
agrupamento de escolas morgado de mateusagrupamento de escolas morgado de mateus
agrupamento de escolas morgado de mateus
culturalmente
 
Ppinicio ano letivo33
Ppinicio ano letivo33Ppinicio ano letivo33
Ppinicio ano letivo33
Ana Quelhas
 
Ensino fundamental de 9 anos
Ensino fundamental de 9 anosEnsino fundamental de 9 anos
Ensino fundamental de 9 anos
Naysa Taboada
 
Alunos e allunas de eja
Alunos e allunas de ejaAlunos e allunas de eja
Alunos e allunas de eja
Ricardo Jorge Araújo Sousa Peres
 
Apresentação nufor abril_2011
Apresentação nufor abril_2011Apresentação nufor abril_2011
Apresentação nufor abril_2011
Rakel de Macêdo
 
Atps educação de jovens e adultos etapa 1,2,3
Atps educação de jovens e adultos  etapa 1,2,3Atps educação de jovens e adultos  etapa 1,2,3
Atps educação de jovens e adultos etapa 1,2,3
Rosilenelnunes
 
Ciências peja i e peja ii
Ciências peja i e peja iiCiências peja i e peja ii
Ciências peja i e peja ii
Ivo Fonseca
 
Jornal Corujinha n.72 | 2º semestre 2013
Jornal Corujinha n.72 | 2º semestre 2013Jornal Corujinha n.72 | 2º semestre 2013
Jornal Corujinha n.72 | 2º semestre 2013
Sistema de Ensino Reflexivo
 
Preparando a palestra para professores da Pequeno Príncipe pelo Professor Loc...
Preparando a palestra para professores da Pequeno Príncipe pelo Professor Loc...Preparando a palestra para professores da Pequeno Príncipe pelo Professor Loc...
Preparando a palestra para professores da Pequeno Príncipe pelo Professor Loc...
LOCIMAR MASSALAI
 
Pedagogia afetiva
Pedagogia afetivaPedagogia afetiva
Pedagogia afetiva
ANDREIADIAS116
 
Chalita apresintação pronta
Chalita  apresintação prontaChalita  apresintação pronta
Chalita apresintação pronta
Edna EdnaAraxa
 
Educação Inclusiva
Educação InclusivaEducação Inclusiva
Educação Inclusiva
Liberty Ensino
 
Textos de paulo freire (1) (1)
Textos de paulo freire (1) (1)Textos de paulo freire (1) (1)
Textos de paulo freire (1) (1)
Maria Vieira
 
Perfil do aluno noturno eja
Perfil do aluno noturno ejaPerfil do aluno noturno eja
Perfil do aluno noturno eja
Alexsandra Brito
 
Artigo5
Artigo5Artigo5
6.revista magistério 3 o aluno
6.revista magistério 3 o aluno6.revista magistério 3 o aluno
6.revista magistério 3 o aluno
Ulisses Vakirtzis
 
A Educação Especial e e a Escola: - juntos ou separados?
A Educação Especial e e a Escola: - juntos ou separados?A Educação Especial e e a Escola: - juntos ou separados?
A Educação Especial e e a Escola: - juntos ou separados?
Andreia Campos
 
Repensando o papel do educador
Repensando o papel do educadorRepensando o papel do educador
Repensando o papel do educador
Paula H. S. Biazús
 
Parte I – A escola, o Conselho Escolar e o processo de formação humana
Parte I – A escola, o Conselho Escolar e o processo de formação humanaParte I – A escola, o Conselho Escolar e o processo de formação humana
Parte I – A escola, o Conselho Escolar e o processo de formação humana
UFBA
 

Semelhante a Palestra eja aula inicial (20)

EJA e Educação Inclusiva
EJA e Educação InclusivaEJA e Educação Inclusiva
EJA e Educação Inclusiva
 
agrupamento de escolas morgado de mateus
agrupamento de escolas morgado de mateusagrupamento de escolas morgado de mateus
agrupamento de escolas morgado de mateus
 
Ppinicio ano letivo33
Ppinicio ano letivo33Ppinicio ano letivo33
Ppinicio ano letivo33
 
Ensino fundamental de 9 anos
Ensino fundamental de 9 anosEnsino fundamental de 9 anos
Ensino fundamental de 9 anos
 
Alunos e allunas de eja
Alunos e allunas de ejaAlunos e allunas de eja
Alunos e allunas de eja
 
Apresentação nufor abril_2011
Apresentação nufor abril_2011Apresentação nufor abril_2011
Apresentação nufor abril_2011
 
Atps educação de jovens e adultos etapa 1,2,3
Atps educação de jovens e adultos  etapa 1,2,3Atps educação de jovens e adultos  etapa 1,2,3
Atps educação de jovens e adultos etapa 1,2,3
 
Ciências peja i e peja ii
Ciências peja i e peja iiCiências peja i e peja ii
Ciências peja i e peja ii
 
Jornal Corujinha n.72 | 2º semestre 2013
Jornal Corujinha n.72 | 2º semestre 2013Jornal Corujinha n.72 | 2º semestre 2013
Jornal Corujinha n.72 | 2º semestre 2013
 
Preparando a palestra para professores da Pequeno Príncipe pelo Professor Loc...
Preparando a palestra para professores da Pequeno Príncipe pelo Professor Loc...Preparando a palestra para professores da Pequeno Príncipe pelo Professor Loc...
Preparando a palestra para professores da Pequeno Príncipe pelo Professor Loc...
 
Pedagogia afetiva
Pedagogia afetivaPedagogia afetiva
Pedagogia afetiva
 
Chalita apresintação pronta
Chalita  apresintação prontaChalita  apresintação pronta
Chalita apresintação pronta
 
Educação Inclusiva
Educação InclusivaEducação Inclusiva
Educação Inclusiva
 
Textos de paulo freire (1) (1)
Textos de paulo freire (1) (1)Textos de paulo freire (1) (1)
Textos de paulo freire (1) (1)
 
Perfil do aluno noturno eja
Perfil do aluno noturno ejaPerfil do aluno noturno eja
Perfil do aluno noturno eja
 
Artigo5
Artigo5Artigo5
Artigo5
 
6.revista magistério 3 o aluno
6.revista magistério 3 o aluno6.revista magistério 3 o aluno
6.revista magistério 3 o aluno
 
A Educação Especial e e a Escola: - juntos ou separados?
A Educação Especial e e a Escola: - juntos ou separados?A Educação Especial e e a Escola: - juntos ou separados?
A Educação Especial e e a Escola: - juntos ou separados?
 
Repensando o papel do educador
Repensando o papel do educadorRepensando o papel do educador
Repensando o papel do educador
 
Parte I – A escola, o Conselho Escolar e o processo de formação humana
Parte I – A escola, o Conselho Escolar e o processo de formação humanaParte I – A escola, o Conselho Escolar e o processo de formação humana
Parte I – A escola, o Conselho Escolar e o processo de formação humana
 

Mais de Alekson Morais

Slides pós previdenciário - PARTE 1.pptx
Slides pós previdenciário - PARTE 1.pptxSlides pós previdenciário - PARTE 1.pptx
Slides pós previdenciário - PARTE 1.pptx
Alekson Morais
 
1ª aula Psicologia como ciência e Psicologia Forense julho 2022.pptx
1ª aula Psicologia como ciência e Psicologia Forense julho 2022.pptx1ª aula Psicologia como ciência e Psicologia Forense julho 2022.pptx
1ª aula Psicologia como ciência e Psicologia Forense julho 2022.pptx
Alekson Morais
 
O que-jesus-deseja-que-voce-faca
O que-jesus-deseja-que-voce-facaO que-jesus-deseja-que-voce-faca
O que-jesus-deseja-que-voce-faca
Alekson Morais
 
Gravidez na adolescência
Gravidez na adolescênciaGravidez na adolescência
Gravidez na adolescência
Alekson Morais
 
Textos reflexivos trabalho em equipe
Textos reflexivos   trabalho em equipeTextos reflexivos   trabalho em equipe
Textos reflexivos trabalho em equipe
Alekson Morais
 
Pesque letras
Pesque letrasPesque letras
Pesque letras
Alekson Morais
 
Oficinas capa
Oficinas  capaOficinas  capa
Oficinas capa
Alekson Morais
 
Leitura solidária
Leitura solidáriaLeitura solidária
Leitura solidária
Alekson Morais
 
Formação para professores 2015
Formação para professores 2015Formação para professores 2015
Formação para professores 2015
Alekson Morais
 
Eja método de 8 sem-corrigido
Eja   método de 8 sem-corrigidoEja   método de 8 sem-corrigido
Eja método de 8 sem-corrigido
Alekson Morais
 
Dinamica do cumprimento
Dinamica do cumprimentoDinamica do cumprimento
Dinamica do cumprimento
Alekson Morais
 
Dinamica do amor e da vida
Dinamica do amor e da vidaDinamica do amor e da vida
Dinamica do amor e da vida
Alekson Morais
 
Dado móvel
Dado móvelDado móvel
Dado móvel
Alekson Morais
 
Cartola silábica
Cartola silábicaCartola silábica
Cartola silábica
Alekson Morais
 
Caixinha surpresa com letras e sílabas móveis
Caixinha surpresa com letras e sílabas móveisCaixinha surpresa com letras e sílabas móveis
Caixinha surpresa com letras e sílabas móveis
Alekson Morais
 
Bingo ecológico comentado
Bingo ecológico comentadoBingo ecológico comentado
Bingo ecológico comentado
Alekson Morais
 
Avental mágico
Avental  mágicoAvental  mágico
Avental mágico
Alekson Morais
 
Amarelinha inteligente
Amarelinha inteligenteAmarelinha inteligente
Amarelinha inteligente
Alekson Morais
 
Acróstico Ilustrativo
Acróstico IlustrativoAcróstico Ilustrativo
Acróstico Ilustrativo
Alekson Morais
 
Portaria PME
Portaria PMEPortaria PME
Portaria PME
Alekson Morais
 

Mais de Alekson Morais (20)

Slides pós previdenciário - PARTE 1.pptx
Slides pós previdenciário - PARTE 1.pptxSlides pós previdenciário - PARTE 1.pptx
Slides pós previdenciário - PARTE 1.pptx
 
1ª aula Psicologia como ciência e Psicologia Forense julho 2022.pptx
1ª aula Psicologia como ciência e Psicologia Forense julho 2022.pptx1ª aula Psicologia como ciência e Psicologia Forense julho 2022.pptx
1ª aula Psicologia como ciência e Psicologia Forense julho 2022.pptx
 
O que-jesus-deseja-que-voce-faca
O que-jesus-deseja-que-voce-facaO que-jesus-deseja-que-voce-faca
O que-jesus-deseja-que-voce-faca
 
Gravidez na adolescência
Gravidez na adolescênciaGravidez na adolescência
Gravidez na adolescência
 
Textos reflexivos trabalho em equipe
Textos reflexivos   trabalho em equipeTextos reflexivos   trabalho em equipe
Textos reflexivos trabalho em equipe
 
Pesque letras
Pesque letrasPesque letras
Pesque letras
 
Oficinas capa
Oficinas  capaOficinas  capa
Oficinas capa
 
Leitura solidária
Leitura solidáriaLeitura solidária
Leitura solidária
 
Formação para professores 2015
Formação para professores 2015Formação para professores 2015
Formação para professores 2015
 
Eja método de 8 sem-corrigido
Eja   método de 8 sem-corrigidoEja   método de 8 sem-corrigido
Eja método de 8 sem-corrigido
 
Dinamica do cumprimento
Dinamica do cumprimentoDinamica do cumprimento
Dinamica do cumprimento
 
Dinamica do amor e da vida
Dinamica do amor e da vidaDinamica do amor e da vida
Dinamica do amor e da vida
 
Dado móvel
Dado móvelDado móvel
Dado móvel
 
Cartola silábica
Cartola silábicaCartola silábica
Cartola silábica
 
Caixinha surpresa com letras e sílabas móveis
Caixinha surpresa com letras e sílabas móveisCaixinha surpresa com letras e sílabas móveis
Caixinha surpresa com letras e sílabas móveis
 
Bingo ecológico comentado
Bingo ecológico comentadoBingo ecológico comentado
Bingo ecológico comentado
 
Avental mágico
Avental  mágicoAvental  mágico
Avental mágico
 
Amarelinha inteligente
Amarelinha inteligenteAmarelinha inteligente
Amarelinha inteligente
 
Acróstico Ilustrativo
Acróstico IlustrativoAcróstico Ilustrativo
Acróstico Ilustrativo
 
Portaria PME
Portaria PMEPortaria PME
Portaria PME
 

Último

A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
ClaudiaMainoth
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Pedro Luis Moraes
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 

Último (20)

A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 

Palestra eja aula inicial

  • 1. A importância da Educação de Jovens e Adultos na vida pessoal e profissional dos cidadãos de Pedro do Rosário - MA Palestrante: prof.ª Auri Viana
  • 3. Função Social da EJA  Na história a EJA tem buscado:  Atender a demanda do trabalho.  Objetiva a formação humana e acesso à cultura.  Promover atitudes éticas e compromisso político.  Fornecer subsídios para sujeitos ativos, críticos e democráticos.
  • 4. A escolha certa!  Estudar sempre foi e sempre será a melhor escolha para quem quer progredir na vida pessoal e profissional.  O jovem e o adulto, bem como o idoso especificamente, garante seu espaço, pois acredita que não deve mais se acomodar, insiste e persiste na evolução deste espaço, uma vez que atualmente os direitos de oportunidades são iguais. Seja este indivíduo de qualquer raça, credo ou cultura. 10/03/2014
  • 5. Novo olhar  O sistema educacional passa a ver e valorizar os educandos da EJA como um sujeito sócio-cultural- cultural (com conhecimentos acumulados).  Contempla diferentes culturas.  Limites devem ser respeitados.  Apropriação de conhecimentos para o mundo do trabalho mas também o exercício para a cidadania.  Desmistifica a divisão social e técnica do trabalho (começa a repensar os modelos do sistema produtivo a não preparação só para o trabalho e sim para emancipação do sujeito).
  • 6. Perfil do educando da Educação de Jovens e Adultos  Mulheres e homens com diferentes experiências de vida;  Se afastou da escola devido a fatores sociais, econômicos, políticos ou culturais;  Ingresso prematuro no trabalho;  Evasão ou repetência escolar.
  • 7. Atualmente... • Os Adultos são presença marcante nas escolas que contemplam a modalidade EJA. • Idosos querem ampliar seus conhecimentos para oportunidades de convivência social e realização pessoal. • Destaca-se a presença das mulheres e dos jovens. • Contempla a presença de educandos com necessidades especiais.  Assalariados rurais , assentados ...  Indígenas.  Provenientes de quilombos e outros mais...
  • 8. Em síntese...  O atendimento escolar da EJA não se refere somente a uma característica etária, mas à diversidade cultural de seu público e busca garantir o retorno e a permanência desses educandos na escolarização formal por meio de políticas públicas específicas, permanentes e contínuas, enquanto houver demanda de atendimentos.
  • 9. oportunidades para todos!!!  Educação, escola e trabalho situam-se numa perspectiva mais ampla, formação intelectual, moral, autonomia e liberdade individual.  O trabalho é uma das razões pelas quais os educandos da EJA, principalmente as mulheres, procuram a escolaridade.  Implica reorganização curricular, dos tempos e dos espaços escolares.
  • 10. Avalie!!! Garantir que os jovens e adultos aprendam a ler e escrever assim que entram na escola é o seu grande desafio, professor alfabetizador. Mas é também a grande responsabilidade do educando. Para isso se faz necessário que seja recíproco o gosto de ensinar e o de aprender, afinal só aprende quem se disponibiliza a aprender... 10/03/2014
  • 11. A pessoa que decide estudar...  A sua bagagem diz quem você é para as pessoas, portanto, se você resolveu estudar, é porque decidiu aprender algo a mais e ser responsável por aquilo que aprender. 10/03/2014
  • 12. A melhor oportunidade...  As melhores oportunidades estão abertas para as pessoas com maior capacidade de interação, de sabedoria em lidar com diferentes situações e competentes para resolver problemas da sua área de conhecimento. 10/03/2014
  • 13. 10/03/2014  Dizem por aí que o estudo é uma pedra preciosa única, pois não tem um preço! Alguns acham que é balela, mas não é, é verdade! Aquilo que uns sabem construir, outros não fazem a mínima ideia nem de como funciona! Cada um tem “um jeito”, “um dom” para alguma coisa! A época da escola é a fase dessa descoberta, pois é o lugar propício para isso: professores, livros e colegas de classe estão a todo tempo por perto. A todo momento você pode tirar dúvidas, trocar experiências, se relacionar com diferentes pessoas, aprender a “lidar com gente”, com superiores e a ter responsabilidade. A escola é um lugar de aprendizado: situações que você vivencia ali e às vezes não dá muita importância, serão as que você vivenciará na faculdade, na associação, no trabalho, em uma reunião, no relacionamento amoroso, etc.
  • 14. Então, para que estudar?  Reflita você mesmo sobre o assunto: a verdade é que ninguém vai te obrigar a ser a pessoa que você não quer ser. Se desejar parar hoje e ser quem você é, daqui há alguns anos, não estará tão longe de onde parou. Saiba: quem para de estudar, para no mesmo lugar, estaciona na vida, não tem nada a oferecer a si mesmo e a ninguém! Por isso, o conselho é:  estude, nunca é tarde! 10/03/2014
  • 15. Somente a EDUCAÇÃO te proporcionará asas para voar!!! 10/03/2014
  • 16. Dicas de ouro EJA!!! Nunca mintam, nem para você nem para as pessoas que amam, pois isso, pode acabar com a sua vida e das outras pessoas. A verdade dói somente na hora, contudo, a mentira dói para sempre! Dessa forma, a pior mentira é aquela que você faz com você mesmo, então amigo (a), vá estudar! Decida-se para ser feliz, se resolveu começar a estudar, estude até o final, até passar de ano e lembre-se: Quanto menos pessoas souberem da sua vida e seus projetos, mas feliz e bem sucedido você será! Lembre-se: Todos possuem problemas e os problemas sempre existirão, assim, o importante é resolve-los e não vive-los eternamente! Persevere, seja forte, estude, estude e estude e se faltar força: procure ajuda com a equipe EJA, esteja você onde estiver! E seja feliz!!! 10/03/2014
  • 17. Não quer adoecer? Então, viva, estude e vença na vida!!! Respeito e amo muito a vida de todos vocês! Papai do Céu mudou minha vida e pode mudar a sua também, basta você se esforçar muito! 10/03/2014
  • 18. PARA REFLETIR... "O Sucesso não é um destino, mas sim uma jornada que você trilha dia após dia" 31/05/10
  • 19. Bons estudos!!!  Que Deus abençoe todos os inseridos na educação de Pedro do Rosário, especialmente cada um que faz acontecer a EJA neste município.  Boa Sorte!!! Conte sempre conosco... Equipe EJA. 10/03/2014