SlideShare uma empresa Scribd logo
Hoje é domingo, 24 de janeiro de 2021
Agora mesmo são 16:17 h.
Com base no conto O Pior inimigo, do livro Alvorada Cristã, pelo Espírito
Neio Lúcio. Entendo que as páginas de Neio Lúcio são, em verdade, valioso
curso de iluminação espiritual. Conta-nos assim o autor: Um homem,
admirável pelas qualidades de trabalho e pelas formosas virtudes do caráter,
foi visto pelos inimigos da Humanidade que conhecemos por Ignorância,
Calúnia, Maldade, Discórdia, Vaidade, Preguiça e Desânimo, os quais
tramaram, entre si, agir contra ele, conduzindo-o à derrota. O honrado
trabalhador vivia feliz, entre familiares e companheiros, cultivando o campo
e rendendo graças ao Senhor Supremo pelas alegrias que desfrutava no
contentamento de ser útil. A Ignorância começou a cogitar da perseguição,
apresentando-o ao povo como mau observador das obrigações religiosas.
Insulava -se no trato da terra, cheio de ambições desmedidas para enriquecer
à custa do alheio suor. Não tinha fé, nem respeitava os bons costumes. O
lavrador ativo recebeu as notícias do adversário que operava, de longe, sorriu
calmo e falou com sinceridade: - A Ignorância está desculpada. Surgiu,
então, a Calúnia e denunciou-o às autoridades por espião de interesses
estranhos. Aquele homem vivia, quase sozinho, para melhor comunicar-se
com vasta quadrilha de ladrões. O serviço policial tratou de minuciosas
averiguações e, ao término do inquérito vexatório, a vítima afirmou sem
ódio: - a Calúnia estava enganada. Logo após, veio a Maldade, que o atacou
de mais perto. Principiou a ofensiva, incendiando-lhe o campo; destruiu-lhe
milharais enormes; prejudicou-lhe a vinha; poluiu-lhe as fontes.
Todavia, o homem do campo incansável, reconstruindo para o futuro,
respondeu sereno: - contra as sombras do mal, tenho a luz do bem.
Reconhecendo os perseguidores que haviam encontrado um espírito robusto
na fé, instruíram a Discórdia que passou a assediá-lo dentro da própria casa.
Provocações cercaram-no de todos os lados e, a breve tempo, irmãos e
amigos da véspera relegaram-no ao abandono. O servo diligente, dessa vez,
sofreu bastante, mas ergueu os olhos para o Céu e falou: - meu Deus, estou
só, no entanto, continuarei agindo e servindo em teu nome. A Discórdia será
por mim esquecida. Apareceu, então, a Vaidade que o procurou nos
aposentos particulares, afirmando-lhe: - és um grande herói. Venceste
aflições e batalhas! Serás apontado à multidão na auréola dos justos e dos
santos.
O trabalhador sincero repeliu-a: -sou apenas um átomo que respira. Toda
glória pertence a Deus. Ausentando-se a Vaidade com desapontamento,
entrou a Preguiça e, acariciando-lhe a fronte com mãos traiçoeiras, afiançou:
- Teus sacrifícios são excessivos. Vamos ao repouso! Já perdeste as melhores
forças! Vigilante, contudo, o interpelado replicou sem hesitar: - Meu dever é
o de servir em benefício de todos, até ao fim da luta. Afastando-se a
Preguiça, vencida, o Desânimo compareceu. Não atacou de longe, nem de
perto. Entrou no coração do operoso lavrador e começou a perguntar-lhe: -
esforçar-se pra quê?
Vigilante, contudo, o interpelado replicou sem hesitar: - Meu dever é o de
servir em benefício de todos, até ao fim da luta. Servir por quê? Não será
melhor deixar tudo por conta de Deus, mesmo? Não se lembra de que a
morte destruirá tudo? O homem forte e valoroso, que triunfara em muitos
combates, começou a ouvir as interrogações do Desânimo, deitou-se e
passou cem anos sem levantar-se.
REFLEXÃO:
A evolução do homem, em Espírito, o obriga a vencer muitas barreiras,
muitas provas. A fonte das vicissitudes que o visitam, quase sempre se
localiza dentro de si mesmo, mesmo que o incentivo possa vir de fora dele.
O caminho da virtude obriga-o a superar as paixões inferiores, provenientes
do seu estado de fraqueza espiritual. Enquanto os sentimentos e emoções
provenientes do ser animal o puxa para trás, estacionando-o em posições
ilusórias, os valores do Espírito impulsiona-o para frente, para seu destino
glorioso. A fraqueza do homem aflora quando ele se deixa visitar por
examinadores que testam a sua constância de propósitos. São eles: egoísmo,
orgulho, inveja, ciúme, vaidade, maledicência, preguiça. O homem, de uma
forma geral, reage aos impulsos exteriores ou às tentações conforme o seu
estado evolutivo, deixando-se arrastar, muitas vezes, pela invigilância de
suas ações. Muitas são as visitas que recebemos, e, para as quais ainda não
nos preparamos para lidarmos com elas.
As consequências dessas visitas serão sempre dores e vicissitudes, de maior
ou menor intensidade, em função da capacidade que desenvolvemos de
perceber e vigiar. Quem de nós poderia afirmar que jamais se deixou abater
pelo desânimo? Quem de nós poderia dizer que jamais questionou os
porquês de tudo que fazemos ou sentimos? Quem de nós poderia garantir
estar preparado para os percalços da vida, sem se deixar abraçar pelo
desânimo? Como lutar contra esse inimigo das trevas que nos abate sem
piedade, levando-nos à autocompaixão, à inércia e à agonia? Jesus nos
trouxe em seu evangelho a indicação, o caminho: “Orai e vigiai”.
A oração reforça a vontade interior, predispondo o espírito à ação. Mas, por
si só não basta para assegurar que não vamos cair. Mesmo com o auxílio da
espiritualidade superior nos encontramos caindo quando em vez, incapazes
de dominar o visitador das trevas que nos abate. Oração sem vigilância não
proporciona a eficácia no combate à inferioridade. A vigilância talvez seja a
ação mais importante a ser tomada por aquele que ambiciona crescimento
espiritual. O conhecimento de si mesmo e o combate às fraquezas que
habitam em nós, frutos da vida instintiva que ainda trazemos, ajuda a vencê-
las. Reconhecer-se e caminhar para vencer a si próprio é o melhor guia para
a evolução. Nossas fraquezas de hoje poderão ser nossas forças de amanhã.
Bastando que ajamos no sentido de identificá-las e vencê-las.
Mas nossa força de hoje pode ser nossa fraqueza de amanhã, se nos
limitarmos a pensar que já somos capazes de vencer as inferioridades. As
circunstâncias podem abater o ânimo do trabalhador do bem. Todos
conhecemos histórias de pessoas que perseveraram longo tempo no caminho
do trabalho edificante, exercitando tolerância, compreensão, amor e
caridade, e, que, repentinamente, abandonaram tudo para permanecerem
inertes no mundo em que vive. A humildade requerida do homem frente à
Criação não implica em postura de inferioridade ou questionamento de que
nada adianta fazer porque não faremos diferença. Existe certa história que
bem reflete a necessidade de exercitar a fé e a ação.
Contam, que certo escritor um dia recolheu-se à casa de praia para meditar
sobre o significado da vida, na razão de ser de cada indivíduo. Pretendia
escrever a respeito. Certa manhã, levantou-se cedo para caminhar na praia.
Observou um vulto que parecia dançar na areia. Indo e vindo na direção da
arrebentação do mar. Ao aproximar-se, verificou tratar-se de um rapaz que se
abaixava, recolhia as estrelas do mar na areia e as devolvia ao oceano. O
rapaz não se cansava de repetir aquele gesto. Chegando junto dele,
perguntou: -o que fazes? Ao que ele respondeu: -a maré está baixando, e se
eu não devolver as estrelas do mar que ficam na areia, elas morrerão. O
escritor achou um absurdo, e lhe disse: -não vês que existem quilômetros e
quilômetros de praia e milhões de estrelas do mar?
Você não será capaz de fazer diferença com esse seu gesto. O rapaz, ao invés
de desanimar, olhou para o escritor, abaixou-se, pegou outra estrela do mar,
correu para a arrebentação e lançou-a para o oceano. Voltando para junto do
escritor, disse-lhe: -fez diferença para aquela que joguei. O escritor ficou
desconcertado, e recolheu-se à sua casa, não conseguindo apagar aquela
imagem do jovem lançando estrelas ao mar. No dia seguinte, acordou cedo e,
imbuindo-se de coragem, passou toda manhã ajudando o rapaz a lançar as
estrelas de volta ao mar. Aquele que pensa que as ações humildes ou
modestas do dia-a-dia não servem para nada e abandona o serviço, movido
pelo desânimo, deve pensar nesta história. Por mais singela que seja a ação
no bem, ela sempre fará diferença neste mundo de expiações e provas.
Não se deixe visitar pelo desânimo; não se deixe abater pela contestação de
suas ações. Tudo que vem de Deus é útil para a criação. Não acredite que
você não faça diferença. Todos somos importantes, e todas as coisas que
fazemos tem uma razão de ser. Assim, caros irmãos, façamos uma reflexão
sobre o que o Desânimo pode fazer na vida do homem. Vamos nos preparar
para vencer esse visitador que nos derruba quando em vez. Saibamos, pois,
que podemos ser os intermediários do Mestre Jesus, em qualquer parte. Basta
que compreendamos a obrigação fundamental no trabalho do bem. “Não
desprezes o dom que há em ti”. (Paulo. I Timóteo, 4:14)
Muita Paz!
Visite o meu Blog: http://espiritual-espiritual.blogspot.com.br
A serviço da Doutrina Espírita; com estudos comentados, cujo objetivo é
levar as pessoas a uma reflexão sobre a vida.
Leia Kardec! Estude Kardec! Pratique Kardec! Divulgue Kardec!
O amanhã é sempre um dia a ser conquistado! Pense nisso!
Visite também o meu Site: compartilhando-espiritualidade.webnode.com
Agora, Compartilhando Espiritualidade formou um Grupo para troca de
mensagens.
Compartilhando-espiritualidade@googlegroups.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A razde rejeiojoycemeyer
A razde rejeiojoycemeyerA razde rejeiojoycemeyer
A razde rejeiojoycemeyer
Diana Machado
 
O homem que Deus usa - Oswald Smith
O homem que Deus usa - Oswald SmithO homem que Deus usa - Oswald Smith
O homem que Deus usa - Oswald Smith
Helio Colombe
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 22 - Inconstantes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 22 - InconstantesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 22 - Inconstantes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 22 - Inconstantes
Ricardo Azevedo
 
155856 eu e_minha_boca_grande
155856 eu e_minha_boca_grande155856 eu e_minha_boca_grande
155856 eu e_minha_boca_grande
zanzasilva
 
Fonte viva
Fonte vivaFonte viva
A036 EAE DM - O SERMÃO DO MONTE 20170503
A036 EAE DM - O SERMÃO DO MONTE 20170503A036 EAE DM - O SERMÃO DO MONTE 20170503
A036 EAE DM - O SERMÃO DO MONTE 20170503
Daniel de Melo
 
Bem e mal sofrer
Bem e mal sofrerBem e mal sofrer
Bem e mal sofrer
Helio Cruz
 
A decisão mais importante que você deve tomar
A decisão mais importante que você deve tomarA decisão mais importante que você deve tomar
A decisão mais importante que você deve tomar
Luiz Santos
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 34 - Escandâlo e nós
Série Evangelho no Lar - Cap. 34 - Escandâlo e nósSérie Evangelho no Lar - Cap. 34 - Escandâlo e nós
Série Evangelho no Lar - Cap. 34 - Escandâlo e nós
Ricardo Azevedo
 
Sopro divino
Sopro divinoSopro divino
Sopro divino
Helio Cruz
 
Um Jovem Segundo O Coração de Deus - Jim George
Um Jovem Segundo O Coração de Deus - Jim GeorgeUm Jovem Segundo O Coração de Deus - Jim George
Um Jovem Segundo O Coração de Deus - Jim George
Evandro Santos
 
Aquietai
AquietaiAquietai
Palestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritual
Palestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritualPalestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritual
Palestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritual
Caroline Calaça
 
O discípulo de perto
O discípulo de pertoO discípulo de perto
O discípulo de perto
Helio Cruz
 
Quatro estágios importantes na jornada da vida
Quatro estágios importantes na jornada da vidaQuatro estágios importantes na jornada da vida
Quatro estágios importantes na jornada da vida
Escola Bíblica Ministério Missões
 
2579110 Curando Os Enfermos Charles E Frances Hunter
2579110 Curando Os Enfermos Charles E Frances Hunter2579110 Curando Os Enfermos Charles E Frances Hunter
2579110 Curando Os Enfermos Charles E Frances Hunter
guestf5f9194
 
JORMIi - jornal missionário nº 82
JORMIi  - jornal missionário nº 82JORMIi  - jornal missionário nº 82
JORMIi - jornal missionário nº 82
Almir Rodrigues
 
Evangeliza - O dever
Evangeliza - O deverEvangeliza - O dever
Evangeliza - O dever
Antonino Silva
 
Mulheres moldadas pela Palavra de Deus
Mulheres moldadas pela Palavra de Deus Mulheres moldadas pela Palavra de Deus
Mulheres moldadas pela Palavra de Deus
Cacilda Barbosa Santiago
 

Mais procurados (19)

A razde rejeiojoycemeyer
A razde rejeiojoycemeyerA razde rejeiojoycemeyer
A razde rejeiojoycemeyer
 
O homem que Deus usa - Oswald Smith
O homem que Deus usa - Oswald SmithO homem que Deus usa - Oswald Smith
O homem que Deus usa - Oswald Smith
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 22 - Inconstantes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 22 - InconstantesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 22 - Inconstantes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 22 - Inconstantes
 
155856 eu e_minha_boca_grande
155856 eu e_minha_boca_grande155856 eu e_minha_boca_grande
155856 eu e_minha_boca_grande
 
Fonte viva
Fonte vivaFonte viva
Fonte viva
 
A036 EAE DM - O SERMÃO DO MONTE 20170503
A036 EAE DM - O SERMÃO DO MONTE 20170503A036 EAE DM - O SERMÃO DO MONTE 20170503
A036 EAE DM - O SERMÃO DO MONTE 20170503
 
Bem e mal sofrer
Bem e mal sofrerBem e mal sofrer
Bem e mal sofrer
 
A decisão mais importante que você deve tomar
A decisão mais importante que você deve tomarA decisão mais importante que você deve tomar
A decisão mais importante que você deve tomar
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 34 - Escandâlo e nós
Série Evangelho no Lar - Cap. 34 - Escandâlo e nósSérie Evangelho no Lar - Cap. 34 - Escandâlo e nós
Série Evangelho no Lar - Cap. 34 - Escandâlo e nós
 
Sopro divino
Sopro divinoSopro divino
Sopro divino
 
Um Jovem Segundo O Coração de Deus - Jim George
Um Jovem Segundo O Coração de Deus - Jim GeorgeUm Jovem Segundo O Coração de Deus - Jim George
Um Jovem Segundo O Coração de Deus - Jim George
 
Aquietai
AquietaiAquietai
Aquietai
 
Palestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritual
Palestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritualPalestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritual
Palestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritual
 
O discípulo de perto
O discípulo de pertoO discípulo de perto
O discípulo de perto
 
Quatro estágios importantes na jornada da vida
Quatro estágios importantes na jornada da vidaQuatro estágios importantes na jornada da vida
Quatro estágios importantes na jornada da vida
 
2579110 Curando Os Enfermos Charles E Frances Hunter
2579110 Curando Os Enfermos Charles E Frances Hunter2579110 Curando Os Enfermos Charles E Frances Hunter
2579110 Curando Os Enfermos Charles E Frances Hunter
 
JORMIi - jornal missionário nº 82
JORMIi  - jornal missionário nº 82JORMIi  - jornal missionário nº 82
JORMIi - jornal missionário nº 82
 
Evangeliza - O dever
Evangeliza - O deverEvangeliza - O dever
Evangeliza - O dever
 
Mulheres moldadas pela Palavra de Deus
Mulheres moldadas pela Palavra de Deus Mulheres moldadas pela Palavra de Deus
Mulheres moldadas pela Palavra de Deus
 

Semelhante a O pior inimigo

O Pior inimigo
O Pior inimigoO Pior inimigo
O Pior inimigo
Helio Cruz
 
Boletim 010613
Boletim   010613Boletim   010613
Boletim 010613
Marcio Lira
 
JORMI - Jornal Missionário nº 100
JORMI - Jornal Missionário nº 100JORMI - Jornal Missionário nº 100
JORMI - Jornal Missionário nº 100
Almir Rodrigues
 
Aprender com perguntas - Paulo e Estevão 03
Aprender com perguntas - Paulo e Estevão 03Aprender com perguntas - Paulo e Estevão 03
Aprender com perguntas - Paulo e Estevão 03
Candice Gunther
 
Desperte e seja feliz!
Desperte e seja feliz!Desperte e seja feliz!
Desperte e seja feliz!
Leonardo Pereira
 
As 12 Pedras do Alicerce — Aula 11A - Superando problemas - Passos para a vit...
As 12 Pedras do Alicerce — Aula 11A - Superando problemas - Passos para a vit...As 12 Pedras do Alicerce — Aula 11A - Superando problemas - Passos para a vit...
As 12 Pedras do Alicerce — Aula 11A - Superando problemas - Passos para a vit...
Freekidstories
 
( Espiritismo) # - africa espirita - doutrina espirita e consolo
( Espiritismo)   # - africa espirita - doutrina espirita e consolo( Espiritismo)   # - africa espirita - doutrina espirita e consolo
( Espiritismo) # - africa espirita - doutrina espirita e consolo
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
No caminho da redenção
No caminho da redençãoNo caminho da redenção
No caminho da redenção
Helio Cruz
 
O serviço e a utilidade
O serviço e a utilidadeO serviço e a utilidade
O serviço e a utilidade
Helio Cruz
 
Boletim 220613
Boletim   220613Boletim   220613
Boletim 220613
Marcio Lira
 
Livro dos Espiritos 549 e ESE cap 5
Livro dos Espiritos 549 e ESE cap 5Livro dos Espiritos 549 e ESE cap 5
Livro dos Espiritos 549 e ESE cap 5
Patricia Farias
 
No caminho da redenção
No caminho da redençãoNo caminho da redenção
No caminho da redenção
Helio Cruz
 
Jormi - jornal missionário n° 60
Jormi -  jornal missionário n° 60Jormi -  jornal missionário n° 60
Jormi - jornal missionário n° 60
trabalho como autonomo
 
O retorno de Chico Xavier à Espiritualidade
O retorno de Chico Xavier à EspiritualidadeO retorno de Chico Xavier à Espiritualidade
O retorno
O retornoO retorno
O retorno
Paz Mel
 
Boletim 85
Boletim 85Boletim 85
Boletim 85
CEJG
 
Livro de respostas de 21 à 25 - espírito emmanuel
Livro de respostas de 21 à 25 - espírito emmanuel Livro de respostas de 21 à 25 - espírito emmanuel
Livro de respostas de 21 à 25 - espírito emmanuel
Adilson Garbi
 
Acréscimo de misericórdia
Acréscimo de misericórdiaAcréscimo de misericórdia
Acréscimo de misericórdia
Helio Cruz
 
Oportunidades para refazer
Oportunidades para refazerOportunidades para refazer
Oportunidades para refazer
Helio Cruz
 
Oportunidades para refazer
Oportunidades para refazerOportunidades para refazer
Oportunidades para refazer
Helio Cruz
 

Semelhante a O pior inimigo (20)

O Pior inimigo
O Pior inimigoO Pior inimigo
O Pior inimigo
 
Boletim 010613
Boletim   010613Boletim   010613
Boletim 010613
 
JORMI - Jornal Missionário nº 100
JORMI - Jornal Missionário nº 100JORMI - Jornal Missionário nº 100
JORMI - Jornal Missionário nº 100
 
Aprender com perguntas - Paulo e Estevão 03
Aprender com perguntas - Paulo e Estevão 03Aprender com perguntas - Paulo e Estevão 03
Aprender com perguntas - Paulo e Estevão 03
 
Desperte e seja feliz!
Desperte e seja feliz!Desperte e seja feliz!
Desperte e seja feliz!
 
As 12 Pedras do Alicerce — Aula 11A - Superando problemas - Passos para a vit...
As 12 Pedras do Alicerce — Aula 11A - Superando problemas - Passos para a vit...As 12 Pedras do Alicerce — Aula 11A - Superando problemas - Passos para a vit...
As 12 Pedras do Alicerce — Aula 11A - Superando problemas - Passos para a vit...
 
( Espiritismo) # - africa espirita - doutrina espirita e consolo
( Espiritismo)   # - africa espirita - doutrina espirita e consolo( Espiritismo)   # - africa espirita - doutrina espirita e consolo
( Espiritismo) # - africa espirita - doutrina espirita e consolo
 
No caminho da redenção
No caminho da redençãoNo caminho da redenção
No caminho da redenção
 
O serviço e a utilidade
O serviço e a utilidadeO serviço e a utilidade
O serviço e a utilidade
 
Boletim 220613
Boletim   220613Boletim   220613
Boletim 220613
 
Livro dos Espiritos 549 e ESE cap 5
Livro dos Espiritos 549 e ESE cap 5Livro dos Espiritos 549 e ESE cap 5
Livro dos Espiritos 549 e ESE cap 5
 
No caminho da redenção
No caminho da redençãoNo caminho da redenção
No caminho da redenção
 
Jormi - jornal missionário n° 60
Jormi -  jornal missionário n° 60Jormi -  jornal missionário n° 60
Jormi - jornal missionário n° 60
 
O retorno de Chico Xavier à Espiritualidade
O retorno de Chico Xavier à EspiritualidadeO retorno de Chico Xavier à Espiritualidade
O retorno de Chico Xavier à Espiritualidade
 
O retorno
O retornoO retorno
O retorno
 
Boletim 85
Boletim 85Boletim 85
Boletim 85
 
Livro de respostas de 21 à 25 - espírito emmanuel
Livro de respostas de 21 à 25 - espírito emmanuel Livro de respostas de 21 à 25 - espírito emmanuel
Livro de respostas de 21 à 25 - espírito emmanuel
 
Acréscimo de misericórdia
Acréscimo de misericórdiaAcréscimo de misericórdia
Acréscimo de misericórdia
 
Oportunidades para refazer
Oportunidades para refazerOportunidades para refazer
Oportunidades para refazer
 
Oportunidades para refazer
Oportunidades para refazerOportunidades para refazer
Oportunidades para refazer
 

Mais de Helio Cruz

Entusiasmo e responsabilidade
Entusiasmo e responsabilidadeEntusiasmo e responsabilidade
Entusiasmo e responsabilidade
Helio Cruz
 
A candeia debaixo do alqueire
A candeia debaixo do alqueireA candeia debaixo do alqueire
A candeia debaixo do alqueire
Helio Cruz
 
O credor incompassivo
O credor incompassivoO credor incompassivo
O credor incompassivo
Helio Cruz
 
O poder das palavras
O poder das palavrasO poder das palavras
O poder das palavras
Helio Cruz
 
Pedir e obter
Pedir e obterPedir e obter
Pedir e obter
Helio Cruz
 
A virtude os superiores e os inferiores
A virtude   os superiores e os inferioresA virtude   os superiores e os inferiores
A virtude os superiores e os inferiores
Helio Cruz
 
Universidade de amor
Universidade de amorUniversidade de amor
Universidade de amor
Helio Cruz
 
A parentela corporal e espiritual
A parentela corporal e espiritualA parentela corporal e espiritual
A parentela corporal e espiritual
Helio Cruz
 
O homem e a vida espiritual
O homem e a vida espiritualO homem e a vida espiritual
O homem e a vida espiritual
Helio Cruz
 
O dom esquecido
O dom esquecidoO dom esquecido
O dom esquecido
Helio Cruz
 
Dia nacional da caridade
Dia nacional da caridadeDia nacional da caridade
Dia nacional da caridade
Helio Cruz
 
Marta e maria
Marta e mariaMarta e maria
Marta e maria
Helio Cruz
 
O progresso espiritual
O progresso espiritualO progresso espiritual
O progresso espiritual
Helio Cruz
 
Viver para deus
Viver para deusViver para deus
Viver para deus
Helio Cruz
 
O Marco inicial do Espiritismo
O Marco inicial do EspiritismoO Marco inicial do Espiritismo
O Marco inicial do Espiritismo
Helio Cruz
 
A quaresma e o espiritismo
A quaresma e o espiritismoA quaresma e o espiritismo
A quaresma e o espiritismo
Helio Cruz
 
Os nossos julgamentos
Os nossos julgamentosOs nossos julgamentos
Os nossos julgamentos
Helio Cruz
 
Sal da terra e luz do mundo
Sal da terra e luz do mundoSal da terra e luz do mundo
Sal da terra e luz do mundo
Helio Cruz
 
Realismo no novo ano
Realismo no novo anoRealismo no novo ano
Realismo no novo ano
Helio Cruz
 
A Astrologia e o Espiritismo
A Astrologia e o EspiritismoA Astrologia e o Espiritismo
A Astrologia e o Espiritismo
Helio Cruz
 

Mais de Helio Cruz (20)

Entusiasmo e responsabilidade
Entusiasmo e responsabilidadeEntusiasmo e responsabilidade
Entusiasmo e responsabilidade
 
A candeia debaixo do alqueire
A candeia debaixo do alqueireA candeia debaixo do alqueire
A candeia debaixo do alqueire
 
O credor incompassivo
O credor incompassivoO credor incompassivo
O credor incompassivo
 
O poder das palavras
O poder das palavrasO poder das palavras
O poder das palavras
 
Pedir e obter
Pedir e obterPedir e obter
Pedir e obter
 
A virtude os superiores e os inferiores
A virtude   os superiores e os inferioresA virtude   os superiores e os inferiores
A virtude os superiores e os inferiores
 
Universidade de amor
Universidade de amorUniversidade de amor
Universidade de amor
 
A parentela corporal e espiritual
A parentela corporal e espiritualA parentela corporal e espiritual
A parentela corporal e espiritual
 
O homem e a vida espiritual
O homem e a vida espiritualO homem e a vida espiritual
O homem e a vida espiritual
 
O dom esquecido
O dom esquecidoO dom esquecido
O dom esquecido
 
Dia nacional da caridade
Dia nacional da caridadeDia nacional da caridade
Dia nacional da caridade
 
Marta e maria
Marta e mariaMarta e maria
Marta e maria
 
O progresso espiritual
O progresso espiritualO progresso espiritual
O progresso espiritual
 
Viver para deus
Viver para deusViver para deus
Viver para deus
 
O Marco inicial do Espiritismo
O Marco inicial do EspiritismoO Marco inicial do Espiritismo
O Marco inicial do Espiritismo
 
A quaresma e o espiritismo
A quaresma e o espiritismoA quaresma e o espiritismo
A quaresma e o espiritismo
 
Os nossos julgamentos
Os nossos julgamentosOs nossos julgamentos
Os nossos julgamentos
 
Sal da terra e luz do mundo
Sal da terra e luz do mundoSal da terra e luz do mundo
Sal da terra e luz do mundo
 
Realismo no novo ano
Realismo no novo anoRealismo no novo ano
Realismo no novo ano
 
A Astrologia e o Espiritismo
A Astrologia e o EspiritismoA Astrologia e o Espiritismo
A Astrologia e o Espiritismo
 

Último

Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
GABRIELADIASDUTRA1
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
marcobueno2024
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Elton Zanoni
 
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
Oziete SS
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 

Último (10)

Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
 
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 

O pior inimigo

  • 1. Hoje é domingo, 24 de janeiro de 2021 Agora mesmo são 16:17 h.
  • 2. Com base no conto O Pior inimigo, do livro Alvorada Cristã, pelo Espírito Neio Lúcio. Entendo que as páginas de Neio Lúcio são, em verdade, valioso curso de iluminação espiritual. Conta-nos assim o autor: Um homem, admirável pelas qualidades de trabalho e pelas formosas virtudes do caráter, foi visto pelos inimigos da Humanidade que conhecemos por Ignorância, Calúnia, Maldade, Discórdia, Vaidade, Preguiça e Desânimo, os quais tramaram, entre si, agir contra ele, conduzindo-o à derrota. O honrado trabalhador vivia feliz, entre familiares e companheiros, cultivando o campo e rendendo graças ao Senhor Supremo pelas alegrias que desfrutava no contentamento de ser útil. A Ignorância começou a cogitar da perseguição, apresentando-o ao povo como mau observador das obrigações religiosas.
  • 3. Insulava -se no trato da terra, cheio de ambições desmedidas para enriquecer à custa do alheio suor. Não tinha fé, nem respeitava os bons costumes. O lavrador ativo recebeu as notícias do adversário que operava, de longe, sorriu calmo e falou com sinceridade: - A Ignorância está desculpada. Surgiu, então, a Calúnia e denunciou-o às autoridades por espião de interesses estranhos. Aquele homem vivia, quase sozinho, para melhor comunicar-se com vasta quadrilha de ladrões. O serviço policial tratou de minuciosas averiguações e, ao término do inquérito vexatório, a vítima afirmou sem ódio: - a Calúnia estava enganada. Logo após, veio a Maldade, que o atacou de mais perto. Principiou a ofensiva, incendiando-lhe o campo; destruiu-lhe milharais enormes; prejudicou-lhe a vinha; poluiu-lhe as fontes.
  • 4. Todavia, o homem do campo incansável, reconstruindo para o futuro, respondeu sereno: - contra as sombras do mal, tenho a luz do bem. Reconhecendo os perseguidores que haviam encontrado um espírito robusto na fé, instruíram a Discórdia que passou a assediá-lo dentro da própria casa. Provocações cercaram-no de todos os lados e, a breve tempo, irmãos e amigos da véspera relegaram-no ao abandono. O servo diligente, dessa vez, sofreu bastante, mas ergueu os olhos para o Céu e falou: - meu Deus, estou só, no entanto, continuarei agindo e servindo em teu nome. A Discórdia será por mim esquecida. Apareceu, então, a Vaidade que o procurou nos aposentos particulares, afirmando-lhe: - és um grande herói. Venceste aflições e batalhas! Serás apontado à multidão na auréola dos justos e dos santos.
  • 5. O trabalhador sincero repeliu-a: -sou apenas um átomo que respira. Toda glória pertence a Deus. Ausentando-se a Vaidade com desapontamento, entrou a Preguiça e, acariciando-lhe a fronte com mãos traiçoeiras, afiançou: - Teus sacrifícios são excessivos. Vamos ao repouso! Já perdeste as melhores forças! Vigilante, contudo, o interpelado replicou sem hesitar: - Meu dever é o de servir em benefício de todos, até ao fim da luta. Afastando-se a Preguiça, vencida, o Desânimo compareceu. Não atacou de longe, nem de perto. Entrou no coração do operoso lavrador e começou a perguntar-lhe: - esforçar-se pra quê?
  • 6. Vigilante, contudo, o interpelado replicou sem hesitar: - Meu dever é o de servir em benefício de todos, até ao fim da luta. Servir por quê? Não será melhor deixar tudo por conta de Deus, mesmo? Não se lembra de que a morte destruirá tudo? O homem forte e valoroso, que triunfara em muitos combates, começou a ouvir as interrogações do Desânimo, deitou-se e passou cem anos sem levantar-se. REFLEXÃO: A evolução do homem, em Espírito, o obriga a vencer muitas barreiras, muitas provas. A fonte das vicissitudes que o visitam, quase sempre se localiza dentro de si mesmo, mesmo que o incentivo possa vir de fora dele.
  • 7. O caminho da virtude obriga-o a superar as paixões inferiores, provenientes do seu estado de fraqueza espiritual. Enquanto os sentimentos e emoções provenientes do ser animal o puxa para trás, estacionando-o em posições ilusórias, os valores do Espírito impulsiona-o para frente, para seu destino glorioso. A fraqueza do homem aflora quando ele se deixa visitar por examinadores que testam a sua constância de propósitos. São eles: egoísmo, orgulho, inveja, ciúme, vaidade, maledicência, preguiça. O homem, de uma forma geral, reage aos impulsos exteriores ou às tentações conforme o seu estado evolutivo, deixando-se arrastar, muitas vezes, pela invigilância de suas ações. Muitas são as visitas que recebemos, e, para as quais ainda não nos preparamos para lidarmos com elas.
  • 8. As consequências dessas visitas serão sempre dores e vicissitudes, de maior ou menor intensidade, em função da capacidade que desenvolvemos de perceber e vigiar. Quem de nós poderia afirmar que jamais se deixou abater pelo desânimo? Quem de nós poderia dizer que jamais questionou os porquês de tudo que fazemos ou sentimos? Quem de nós poderia garantir estar preparado para os percalços da vida, sem se deixar abraçar pelo desânimo? Como lutar contra esse inimigo das trevas que nos abate sem piedade, levando-nos à autocompaixão, à inércia e à agonia? Jesus nos trouxe em seu evangelho a indicação, o caminho: “Orai e vigiai”.
  • 9. A oração reforça a vontade interior, predispondo o espírito à ação. Mas, por si só não basta para assegurar que não vamos cair. Mesmo com o auxílio da espiritualidade superior nos encontramos caindo quando em vez, incapazes de dominar o visitador das trevas que nos abate. Oração sem vigilância não proporciona a eficácia no combate à inferioridade. A vigilância talvez seja a ação mais importante a ser tomada por aquele que ambiciona crescimento espiritual. O conhecimento de si mesmo e o combate às fraquezas que habitam em nós, frutos da vida instintiva que ainda trazemos, ajuda a vencê- las. Reconhecer-se e caminhar para vencer a si próprio é o melhor guia para a evolução. Nossas fraquezas de hoje poderão ser nossas forças de amanhã. Bastando que ajamos no sentido de identificá-las e vencê-las.
  • 10. Mas nossa força de hoje pode ser nossa fraqueza de amanhã, se nos limitarmos a pensar que já somos capazes de vencer as inferioridades. As circunstâncias podem abater o ânimo do trabalhador do bem. Todos conhecemos histórias de pessoas que perseveraram longo tempo no caminho do trabalho edificante, exercitando tolerância, compreensão, amor e caridade, e, que, repentinamente, abandonaram tudo para permanecerem inertes no mundo em que vive. A humildade requerida do homem frente à Criação não implica em postura de inferioridade ou questionamento de que nada adianta fazer porque não faremos diferença. Existe certa história que bem reflete a necessidade de exercitar a fé e a ação.
  • 11. Contam, que certo escritor um dia recolheu-se à casa de praia para meditar sobre o significado da vida, na razão de ser de cada indivíduo. Pretendia escrever a respeito. Certa manhã, levantou-se cedo para caminhar na praia. Observou um vulto que parecia dançar na areia. Indo e vindo na direção da arrebentação do mar. Ao aproximar-se, verificou tratar-se de um rapaz que se abaixava, recolhia as estrelas do mar na areia e as devolvia ao oceano. O rapaz não se cansava de repetir aquele gesto. Chegando junto dele, perguntou: -o que fazes? Ao que ele respondeu: -a maré está baixando, e se eu não devolver as estrelas do mar que ficam na areia, elas morrerão. O escritor achou um absurdo, e lhe disse: -não vês que existem quilômetros e quilômetros de praia e milhões de estrelas do mar?
  • 12. Você não será capaz de fazer diferença com esse seu gesto. O rapaz, ao invés de desanimar, olhou para o escritor, abaixou-se, pegou outra estrela do mar, correu para a arrebentação e lançou-a para o oceano. Voltando para junto do escritor, disse-lhe: -fez diferença para aquela que joguei. O escritor ficou desconcertado, e recolheu-se à sua casa, não conseguindo apagar aquela imagem do jovem lançando estrelas ao mar. No dia seguinte, acordou cedo e, imbuindo-se de coragem, passou toda manhã ajudando o rapaz a lançar as estrelas de volta ao mar. Aquele que pensa que as ações humildes ou modestas do dia-a-dia não servem para nada e abandona o serviço, movido pelo desânimo, deve pensar nesta história. Por mais singela que seja a ação no bem, ela sempre fará diferença neste mundo de expiações e provas.
  • 13. Não se deixe visitar pelo desânimo; não se deixe abater pela contestação de suas ações. Tudo que vem de Deus é útil para a criação. Não acredite que você não faça diferença. Todos somos importantes, e todas as coisas que fazemos tem uma razão de ser. Assim, caros irmãos, façamos uma reflexão sobre o que o Desânimo pode fazer na vida do homem. Vamos nos preparar para vencer esse visitador que nos derruba quando em vez. Saibamos, pois, que podemos ser os intermediários do Mestre Jesus, em qualquer parte. Basta que compreendamos a obrigação fundamental no trabalho do bem. “Não desprezes o dom que há em ti”. (Paulo. I Timóteo, 4:14)
  • 14. Muita Paz! Visite o meu Blog: http://espiritual-espiritual.blogspot.com.br A serviço da Doutrina Espírita; com estudos comentados, cujo objetivo é levar as pessoas a uma reflexão sobre a vida. Leia Kardec! Estude Kardec! Pratique Kardec! Divulgue Kardec! O amanhã é sempre um dia a ser conquistado! Pense nisso! Visite também o meu Site: compartilhando-espiritualidade.webnode.com Agora, Compartilhando Espiritualidade formou um Grupo para troca de mensagens. Compartilhando-espiritualidade@googlegroups.com