SlideShare uma empresa Scribd logo
A oração “O Pai-Nosso”
“ PRECE DOMINICAL”   E.S.E., CAP. XXVIII Pai nosso que estais no céu Santificado seja o Vosso Nome Venha a nós o Vosso Reino Seja feita a Vossa vontade Assim na Terra como no céu O Pão Nosso de cada dia nos dai hoje Perdoai as nossas  dívidas Assim como perdoamos aos nossos  devedores Não nos deixeis cair em tentações, Mas livrai-nos de todo mal Que assim seja!
Variação do “PAI-NOSSO” Nosso Pai, que estás em toda parte; Santificado seja o teu nome, no louvor de toda as criaturas; Venha a nós o teu reino de amor e sabedoria Seja feita a  tua vontade, acima dos nossos desejos; Tanto na terra, quanto nos círculos espirituais; O pão nosso do corpo da mente dá-nos hoje; Perdoa as nossas dívidas, ensinando-nos a perdoar nossos devedores com esquecimento de todo mal; Não permitas que venhamos a cair sob os golpes da tentação de nossa própria inferioridade; Livra-nos do mal que ainda reside em nós mesmos; Porque só em ti brilha a luz eterna do reino e do poder, da glória e da paz, da justiça e do amor para sempre! Assim seja! Espírito :  Emmanuel  –  livro : “Fonte Viva” Psicografia :   Francisco Cândido Xavier
Variação do “PAI-NOSSO” Pai nosso que estás nos céus Na luz dos sóis infinitos Pai de todos os aflitos Neste mundo de escarcéus Santificado, Senhor Seja teu nome sublime Que em todo o universo exprime Ternura, Concórdia e Amor Venha ao nosso coração O teu reino de bondade De paz e de claridade Na estrada da redenção Cumpra-se o teu mandamento Que não vacila nem erra Nos céus, como em toda a Terra De luta e de sofrimento Evita-nos todo o mal Dá-nos o pão no caminho, Feito de luz, no carinho De pão espiritual. Espírito : José Silvério Horta ( Monsenhor Horta ) Psicografia :   Francisco Cândido Xavier Perdoa-nos, Senhor Os débitos tenebrosos De passados escabrosos De iniqüidade e de dor Auxilia-nos também, Nos sentimentos cristãos A amar os nossos irmãos Que vivem distantes do bem Com a proteção de Jesus Livra nossa alma do erro Neste mundo de desterro Distante da tua luz Que o nosso ideal igreja Seja o altar da Caridade Onde se faça a vontade De teu amor... Assim seja.
Pai-Nosso em Aramaico Ligue o som   
Abwun d’bwashmaya Nethqadash shmakh Teytey malkuthakh Nehwey tzevyanach aykanna  d’bwashmaya aph b’arha. Hawvlan lachma d’sunqanan yaomana. Washboqlan khaubayn (wakhtahayn) aykana daph khnan shbwoqan l’khayyabayn. Wela tahlan I’nesyuna Ela patzan min bisha Metol dilakhie malkutha wahayla wateshbukhta l’ahlam almin. Ameyn
O aramaico era um idioma  originário da Alta Mesopotâmia,  (séc. VI a.c.), e a língua usada pelos povos da região. Jesus sempre falava ao povo em  idioma aramaico.  A tradução direta do aramaico para o português,  (sem a interferência da Igreja), nos mostra como esta oração é bela,  profunda e verdadeira...
"Pai-Mãe, respiração da Vida,  Fonte do som, Ação sem  palavras, Criador do Cosmos!  Faça sua Luz brilhar dentro  de nós, entre nós e  fora de nós para que  possamos torná-la útil. Ajude-nos a seguir nosso  caminho, respirando  apenas o sentimento  que emana do Senhor...
...Nosso EU, no mesmo passo, possa estar com o Seu, para que caminhemos como Reis e Rainhas com todas as outras criaturas. Que o Seu e o nosso desejo, sejam um só,  em toda a Luz, assim como em todas as formas, em toda existência individual, assim como em todas as comunidades...
O “Pai-Nosso” no Evangelho Mat. 6:5-15 5. Quando orardes, não sejais como os hipócritas, que gostam de orar de pé nas sinagogas e nas esquinas das praças, para serem vistos pelos homens; em verdade vos digo, já receberam sua recompensa. 6. Tu, porém, quando orares, entra em teu quarto e, fechada a porta, ora a teu Pai que está no secreto; e teu Pai que vê no secreto te retribuirá (na luz plena). 7. Quando orais, não useis de repetições inúteis como os gentios, pensam que pelas muitas palavras serão ouvidos. 8. Não sejais como eles, porque vosso Pai sabe o que vos é necessário antes que lho peçais. 9. Portanto, orai vós deste modo: "Nosso Pai, que estás nos céus; santificado seja teu Nome; 10. venha o teu reino; seja feita tua vontade, como no céu, assim na terra; 11. o pão nosso sobressubstan-cial dá-nos hoje; 12. e perdoa-nos nossas dívidas assim como nós já perdoamos aos nossos devedores; 13. e não nos induzas em tentação, mas liberta-nos do mal". 14. Porque se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará; 15. Mas se não perdoardes aos homens as suas ofensas, tampouco vosso Pai celestial perdoará vossas ofensas.   Marc. 11 :25-26 25. Quando estiverdes de pé, orando, se tendes alguma coisa contra alguém, perdoai-lha; para que também vosso Pai que está nos céus vos perdoe vossas ofensas. 26. Mas se não perdoardes, também vosso Pai que está nos céus não vos perdoará vossas ofensas.  Lc. 11:1-4 1. E aconteceu que estava (Jesus) orando em certo lugar e, quando acabou, um de seus discípulos disse-lhe: "Senhor, ensina-nos a orar como João ensinou a seus discípulos". 2. Ele lhes respondeu: quando orardes, dizei: Pai, santificado seja teu Nome; venha teu reino; 3. O pão nosso sobressubstancial dá-nos diariamente; 4. E perdoa-nos nossos erros, porque também perdoamos a todo aquele que nos deve; e não nos entregues à tentação".
DIVISÃO DO "PAI NOSSO" INVOCAÇÃO  -    “Pai nosso que está nos céus” Dirigimo-nos a Deus como  PAI ;  PAI  de todas as criaturas .  1ª PETIÇÃO -    “Seja santificado Teu nome”   O nome é usado como expressão da essência, como um filho diria a seu pai: " que possa eu honrar, com meu comportamento, o teu nome usado por mim ".   2ª PETIÇÃO -    “Venha o Teu reino”   Exprime o desejo ardente de que o mundo se coloque sob o reinado do Pai -  Espírito  - e não do materialismo terreno.   3ª PETIÇÃO - “Seja feita Tua vontade na Terra, como nos céus” Exprime a aspiração firme de que saibamos conformar-nos à vontade do Pai, respeitando as circunstâncias que surgem em nossa vida com amor, ao invés de pretender fazer prevalecer nossa vontade pequena, caprichosa e, sobretudo, ignorante.
DIVISÃO DO "PAI NOSSO" 4ª PETIÇÃO -  “Dá-nos hoje o pão sobressubstancial ” Refere-se ao intelecto e solicita o alimento do  espírito , o conhecimento da Espiritualidade, a Sabedoria, o contato com o Eu Superior.   5ª PETIÇÃO - "Perdoa nossas dívidas, assim como já perdoamos  aos nossos devedores"   Jesus salienta a importância do perdão. Se não soubermos perdoar, não poderemos jamais ser perdoados. 6ª PETIÇÃO -  “Não nos deixeis cair em tentação”   A ilusão da posse; a mentira do prazer engana-nos com alegrias que amanhã se transformarão em sofrimentos; mas nada disso percebemos. 7ª PETIÇÃO - “Mas livra-nos do mal ” Muito mais que proteção, esta frase leva-nos a uma interpretação profunda: Jesus nos prepara para a libertação da matéria - a verdeira vida espiritual.
REFLEXÕES SOBRE O "PAI NOSSO" Se em minha vida não ajo como filho de Deus, fechando meu coração ao amor, será inútil dizer: PAI NOSSO Se os meus valores são representados pelos bens da Terra, será inútil dizer: QUE ESTAIS NO CÉU Se penso apenas em ser cristão por medo, superstição e comodismo, será inútil dizer: SANTIFICADO SEJA O VOSSO NOME Se acho tão sedutora a vida aqui, cheia de supérfluos e futilidades, será inútil dizer: VENHA A NÓS O VOSSO REINO Se no fundo o que eu quero mesmo é que todos os meus desejos se realizem, será inútil dizer: SEJA FEITA A VOSSA VONTADE
REFLEXÕES SOBRE O "PAI NOSSO" Se prefiro acumular riquezas, desprezando meus irmãos que passam fome, será inútil dizer: O PÃO NOSSO DE CADA DIA NOS DAÍ HOJE Se não importo em ferir, oprimir e magoar, nem com as injustiças para com os que atravessam o meu caminho, será inútil dizer: PERDOAI AS NOSSAS OFENSAS, ASSIM COMO NÓS PERDOAMOS A QUEM NOS TEM OFENDIDO  Se escolho sempre o caminho mais fácil, que nem sempre é o caminho do Cristo , será inútil dizer: E NÃO NOS DEIXEIS CAIR EM TENTAÇÃO Se por minha vontade procuro os prazeres materiais e tudo o que é proibido me seduz, será inútil dizer: LIVRAI-NOS DO MAL Se sabendo que sou assim, continuo me omitindo e nada faço para me modificar, será inútil dizer: QUE ASSIM SEJA (Amém)
O Pai responde ?
RESPOSTA DO PAI CELESTIAL Pai Nosso que estais nos Céus, santificado seja o Vosso nome, Filho meu que estás na Terra, preocupado, confundido, desorientado, solitário, triste, angustiado...  Eu conheço perfeitamente teu nome, e o pronuncio abençoando-te porque te amo.  Venha a nós o Vosso reino, seja feita a Vossa vontade, na Terra como no Céu,  Não!.. Não estás sozinho, porque Eu habito em ti; juntos construiremos este Reino, do qual serás meu herdeiro. Desejo que sempre faças minha vontade, porque minha vontade é que sejas feliz.  O pão nosso de cada dia nos dai hoje, Deves saber que contas sempre comigo porque nunca te abandonarei e que terás o pão para hoje. Não te preocupes. Só te peço que sempre o compartilhes com teu próximo... com teus irmãos.
RESPOSTA DO PAI CELESTIAL Perdoai as minhas ofensas, assim como eu tenho perdoado a quem me tem ofendido;   Deves saber que sempre perdôo todas tuas ofensas, todas as tuas dívidas de passado, antes inclusive de que as cometas, ainda sabendo que as farás; por isso te peço que faças o mesmo com os que te ofendem, com aqueles que te são  devedores  há tempo.  E não me deixeis cair em tentação e livrai-me de todo mal.  Desejo que nunca caias em tentação, por isso segure bem forte a minha mão e sempre confie em mim e eu te libertarei do mal. Recorde e nunca te esqueças que TE AMO desde o início de teus dias, e te amarei até o fim dos mesmos...  EU TE AMAREI SEMPRE, PORQUE SOU TEU PAI ! Que Minha Bênção fique contigo e que Meu eterno amor e paz te cubram sempre, porque ... EU SOU O AMOR E A PAZ !
Muita PAZ a todos !

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerda o que dê a vossa mão direita
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerdao que dê a vossa mão direitaCap 13 Não saiba a vossa mão esquerdao que dê a vossa mão direita
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerda o que dê a vossa mão direita
gmo1973
 
Bons Espíritas
Bons EspíritasBons Espíritas
Bons Espíritas
Izabel Cristina Fonseca
 
Palestra ESE cap 8 bem aventurados puros
Palestra ESE cap 8 bem aventurados purosPalestra ESE cap 8 bem aventurados puros
Palestra ESE cap 8 bem aventurados puros
Tiburcio Santos
 
O Dever
O DeverO Dever
O Dever
CEENA_SS
 
VISÃO ESPÍRITA DO NATAL
VISÃO ESPÍRITA DO NATALVISÃO ESPÍRITA DO NATAL
VISÃO ESPÍRITA DO NATAL
Jorge Luiz dos Santos
 
3 palestra sobre transição planetaria
3 palestra sobre transição planetaria3 palestra sobre transição planetaria
3 palestra sobre transição planetaria
umecamaqua
 
Mundos de Regeneração
Mundos de RegeneraçãoMundos de Regeneração
Mundos de Regeneração
Leonardo Araújo
 
O Papel do Centro Espírita
O Papel do Centro EspíritaO Papel do Centro Espírita
O Papel do Centro Espírita
Ricardo Azevedo
 
Laços familia
Laços familiaLaços familia
Laços familia
Marilice Passos
 
Os trabalhadores da ultima hora - Evangelho Segundo o Espiritismo
Os trabalhadores da ultima hora - Evangelho Segundo o EspiritismoOs trabalhadores da ultima hora - Evangelho Segundo o Espiritismo
Os trabalhadores da ultima hora - Evangelho Segundo o Espiritismo
carlos freire
 
Causas das aflições slideshare
Causas das aflições slideshareCausas das aflições slideshare
Causas das aflições slideshare
Almir Silva
 
Vois sois a luz do mundo
Vois sois a luz do mundo Vois sois a luz do mundo
Vois sois a luz do mundo
Sergio Menezes
 
Cap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa Mãe
Cap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa MãeCap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa Mãe
Cap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa Mãe
gmo1973
 
ESE Cap. XVIII - Muitos os chamados, poucos os escolhidos
ESE Cap. XVIII -  Muitos os chamados, poucos os escolhidosESE Cap. XVIII -  Muitos os chamados, poucos os escolhidos
ESE Cap. XVIII - Muitos os chamados, poucos os escolhidos
grupodepaisceb
 
3.11 - Lei de justiça, de amor e de caridade.pptx
3.11 - Lei de justiça, de amor e de caridade.pptx3.11 - Lei de justiça, de amor e de caridade.pptx
3.11 - Lei de justiça, de amor e de caridade.pptx
Marta Gomes
 
Datashow - Os vícios na visão espírita
Datashow  - Os vícios na visão espíritaDatashow  - Os vícios na visão espírita
Datashow - Os vícios na visão espírita
Alfredo Lopes
 
Evangelização - Escola de Espíritos - versão 2
Evangelização - Escola de Espíritos - versão 2Evangelização - Escola de Espíritos - versão 2
Evangelização - Escola de Espíritos - versão 2
Ricardo Azevedo
 
Perdão na visão espírita
Perdão na visão espíritaPerdão na visão espírita
Perdão na visão espírita
Eduardo Ottonelli Pithan
 
O maior mandamento
O maior mandamentoO maior mandamento
O maior mandamento
Lorena Dias
 
Objetivo da encarnação
Objetivo da encarnaçãoObjetivo da encarnação
Objetivo da encarnação
Izabel Cristina Fonseca
 

Mais procurados (20)

Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerda o que dê a vossa mão direita
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerdao que dê a vossa mão direitaCap 13 Não saiba a vossa mão esquerdao que dê a vossa mão direita
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerda o que dê a vossa mão direita
 
Bons Espíritas
Bons EspíritasBons Espíritas
Bons Espíritas
 
Palestra ESE cap 8 bem aventurados puros
Palestra ESE cap 8 bem aventurados purosPalestra ESE cap 8 bem aventurados puros
Palestra ESE cap 8 bem aventurados puros
 
O Dever
O DeverO Dever
O Dever
 
VISÃO ESPÍRITA DO NATAL
VISÃO ESPÍRITA DO NATALVISÃO ESPÍRITA DO NATAL
VISÃO ESPÍRITA DO NATAL
 
3 palestra sobre transição planetaria
3 palestra sobre transição planetaria3 palestra sobre transição planetaria
3 palestra sobre transição planetaria
 
Mundos de Regeneração
Mundos de RegeneraçãoMundos de Regeneração
Mundos de Regeneração
 
O Papel do Centro Espírita
O Papel do Centro EspíritaO Papel do Centro Espírita
O Papel do Centro Espírita
 
Laços familia
Laços familiaLaços familia
Laços familia
 
Os trabalhadores da ultima hora - Evangelho Segundo o Espiritismo
Os trabalhadores da ultima hora - Evangelho Segundo o EspiritismoOs trabalhadores da ultima hora - Evangelho Segundo o Espiritismo
Os trabalhadores da ultima hora - Evangelho Segundo o Espiritismo
 
Causas das aflições slideshare
Causas das aflições slideshareCausas das aflições slideshare
Causas das aflições slideshare
 
Vois sois a luz do mundo
Vois sois a luz do mundo Vois sois a luz do mundo
Vois sois a luz do mundo
 
Cap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa Mãe
Cap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa MãeCap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa Mãe
Cap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa Mãe
 
ESE Cap. XVIII - Muitos os chamados, poucos os escolhidos
ESE Cap. XVIII -  Muitos os chamados, poucos os escolhidosESE Cap. XVIII -  Muitos os chamados, poucos os escolhidos
ESE Cap. XVIII - Muitos os chamados, poucos os escolhidos
 
3.11 - Lei de justiça, de amor e de caridade.pptx
3.11 - Lei de justiça, de amor e de caridade.pptx3.11 - Lei de justiça, de amor e de caridade.pptx
3.11 - Lei de justiça, de amor e de caridade.pptx
 
Datashow - Os vícios na visão espírita
Datashow  - Os vícios na visão espíritaDatashow  - Os vícios na visão espírita
Datashow - Os vícios na visão espírita
 
Evangelização - Escola de Espíritos - versão 2
Evangelização - Escola de Espíritos - versão 2Evangelização - Escola de Espíritos - versão 2
Evangelização - Escola de Espíritos - versão 2
 
Perdão na visão espírita
Perdão na visão espíritaPerdão na visão espírita
Perdão na visão espírita
 
O maior mandamento
O maior mandamentoO maior mandamento
O maior mandamento
 
Objetivo da encarnação
Objetivo da encarnaçãoObjetivo da encarnação
Objetivo da encarnação
 

Destaque

Palestra Prece
Palestra PrecePalestra Prece
Palestra Prece
Grupo Espírita Cristão
 
A Vontade
A VontadeA Vontade
A Vontade
Ceile Bernardo
 
Interpretando a Oração Pai Nosso
Interpretando a Oração Pai NossoInterpretando a Oração Pai Nosso
Interpretando a Oração Pai Nosso
Helio Cruz
 
A Eficácia da Prece
A Eficácia da PreceA Eficácia da Prece
A Eficácia da Prece
igmateus
 
A Prece
A PreceA Prece
Estudo sobre prece!
Estudo sobre prece!Estudo sobre prece!
Estudo sobre prece!
Leonardo Pereira
 
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Divulgador do Espiritismo
 

Destaque (7)

Palestra Prece
Palestra PrecePalestra Prece
Palestra Prece
 
A Vontade
A VontadeA Vontade
A Vontade
 
Interpretando a Oração Pai Nosso
Interpretando a Oração Pai NossoInterpretando a Oração Pai Nosso
Interpretando a Oração Pai Nosso
 
A Eficácia da Prece
A Eficácia da PreceA Eficácia da Prece
A Eficácia da Prece
 
A Prece
A PreceA Prece
A Prece
 
Estudo sobre prece!
Estudo sobre prece!Estudo sobre prece!
Estudo sobre prece!
 
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
 

Semelhante a Pai Nosso - Instituto Espírita de Educação

Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
MariadaSilva95
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
MariadaSilva95
 
Reflexão do Retiro dos Mensageiros
Reflexão do Retiro dos MensageirosReflexão do Retiro dos Mensageiros
Reflexão do Retiro dos Mensageiros
Lisandra Rego
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
MariadaSilva95
 
Nos Ensina a Orar-Aula 2.pptx
Nos Ensina a Orar-Aula 2.pptxNos Ensina a Orar-Aula 2.pptx
Nos Ensina a Orar-Aula 2.pptx
JorgeVieira668836
 
Pai nosso
Pai nossoPai nosso
Pai nosso
Rogerio Souza
 
Novena
NovenaNovena
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
MariadaSilva95
 
manual_culto.pdf
manual_culto.pdfmanual_culto.pdf
manual_culto.pdf
ComunidadeEstoril
 
Missa_PDF_exemplo
Missa_PDF_exemploMissa_PDF_exemplo
Missa_PDF_exemplo
Valdir Lima
 
As orações
As oraçõesAs orações
missal 191 anos - 2
missal 191 anos - 2missal 191 anos - 2
missal 191 anos - 2
Victor Cavalcanti
 
Guião pai nosso 2017
Guião pai nosso   2017Guião pai nosso   2017
Guião pai nosso 2017
InfanciaSaoJose
 
missa 25.06 - NOITE.pptx0000000000000000
missa 25.06 - NOITE.pptx0000000000000000missa 25.06 - NOITE.pptx0000000000000000
missa 25.06 - NOITE.pptx0000000000000000
rogeriofernandolima3
 
Painosso 130128102443-phpapp01
Painosso 130128102443-phpapp01Painosso 130128102443-phpapp01
Painosso 130128102443-phpapp01
Gabriela Batista
 
ORAÇÃO DIÁRIA - DAY PRAY
ORAÇÃO DIÁRIA - DAY PRAYORAÇÃO DIÁRIA - DAY PRAY
ORAÇÃO DIÁRIA - DAY PRAY
GRUPO DE ORAÇÃO ANJO RAFAEL
 
Fraternidade e a vida no planeta
Fraternidade e a vida no planetaFraternidade e a vida no planeta
Fraternidade e a vida no planeta
daniela-bertoncello
 
Liturgia 22 de junho de 2014
Liturgia 22 de junho de 2014Liturgia 22 de junho de 2014
Liturgia 22 de junho de 2014
(R) Paróquia Anglicana de Santos
 
02 preparacao
02 preparacao02 preparacao
02 preparacao
Bruna Brito
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
MariadaSilva95
 

Semelhante a Pai Nosso - Instituto Espírita de Educação (20)

Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
Reflexão do Retiro dos Mensageiros
Reflexão do Retiro dos MensageirosReflexão do Retiro dos Mensageiros
Reflexão do Retiro dos Mensageiros
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
Nos Ensina a Orar-Aula 2.pptx
Nos Ensina a Orar-Aula 2.pptxNos Ensina a Orar-Aula 2.pptx
Nos Ensina a Orar-Aula 2.pptx
 
Pai nosso
Pai nossoPai nosso
Pai nosso
 
Novena
NovenaNovena
Novena
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
manual_culto.pdf
manual_culto.pdfmanual_culto.pdf
manual_culto.pdf
 
Missa_PDF_exemplo
Missa_PDF_exemploMissa_PDF_exemplo
Missa_PDF_exemplo
 
As orações
As oraçõesAs orações
As orações
 
missal 191 anos - 2
missal 191 anos - 2missal 191 anos - 2
missal 191 anos - 2
 
Guião pai nosso 2017
Guião pai nosso   2017Guião pai nosso   2017
Guião pai nosso 2017
 
missa 25.06 - NOITE.pptx0000000000000000
missa 25.06 - NOITE.pptx0000000000000000missa 25.06 - NOITE.pptx0000000000000000
missa 25.06 - NOITE.pptx0000000000000000
 
Painosso 130128102443-phpapp01
Painosso 130128102443-phpapp01Painosso 130128102443-phpapp01
Painosso 130128102443-phpapp01
 
ORAÇÃO DIÁRIA - DAY PRAY
ORAÇÃO DIÁRIA - DAY PRAYORAÇÃO DIÁRIA - DAY PRAY
ORAÇÃO DIÁRIA - DAY PRAY
 
Fraternidade e a vida no planeta
Fraternidade e a vida no planetaFraternidade e a vida no planeta
Fraternidade e a vida no planeta
 
Liturgia 22 de junho de 2014
Liturgia 22 de junho de 2014Liturgia 22 de junho de 2014
Liturgia 22 de junho de 2014
 
02 preparacao
02 preparacao02 preparacao
02 preparacao
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 

Mais de Instituto Espírita de Educação

O Livro dos Espíritos - Wilma Badan
O Livro dos Espíritos - Wilma BadanO Livro dos Espíritos - Wilma Badan
O Livro dos Espíritos - Wilma Badan
Instituto Espírita de Educação
 
O médium e a mediunidade - Wilma Badan
O médium e a mediunidade - Wilma BadanO médium e a mediunidade - Wilma Badan
O médium e a mediunidade - Wilma Badan
Instituto Espírita de Educação
 
O que buscar na casa espírita - Wilma Badan c.g. - iee - 19.10.11 (white spac...
O que buscar na casa espírita - Wilma Badan c.g. - iee - 19.10.11 (white spac...O que buscar na casa espírita - Wilma Badan c.g. - iee - 19.10.11 (white spac...
O que buscar na casa espírita - Wilma Badan c.g. - iee - 19.10.11 (white spac...
Instituto Espírita de Educação
 
Lei de sociedade - Wilma Badan
Lei de sociedade - Wilma BadanLei de sociedade - Wilma Badan
Lei de sociedade - Wilma Badan
Instituto Espírita de Educação
 
Penas e gozos futuros - Wilma Badan
Penas e gozos futuros - Wilma BadanPenas e gozos futuros - Wilma Badan
Penas e gozos futuros - Wilma Badan
Instituto Espírita de Educação
 
Penas e gozos futuros - Wilma Badan
Penas e gozos futuros - Wilma BadanPenas e gozos futuros - Wilma Badan
Penas e gozos futuros - Wilma Badan
Instituto Espírita de Educação
 
Mãe e Mulher - Wilma Badan
Mãe e Mulher - Wilma BadanMãe e Mulher - Wilma Badan
Mãe e Mulher - Wilma Badan
Instituto Espírita de Educação
 
Gratidão - Wilma Badan
Gratidão - Wilma BadanGratidão - Wilma Badan
Gratidão - Wilma Badan
Instituto Espírita de Educação
 
Gratidão - Wilma Badan
Gratidão - Wilma BadanGratidão - Wilma Badan
Gratidão - Wilma Badan
Instituto Espírita de Educação
 
Falsos Cristos e Falsos Profetas - Wilma Badan
Falsos Cristos e Falsos Profetas - Wilma BadanFalsos Cristos e Falsos Profetas - Wilma Badan
Falsos Cristos e Falsos Profetas - Wilma Badan
Instituto Espírita de Educação
 
Ação do Pensamento - Wilma Badan
Ação do Pensamento - Wilma BadanAção do Pensamento - Wilma Badan
Ação do Pensamento - Wilma Badan
Instituto Espírita de Educação
 
A melhor Medida - Wilma Badan
A melhor Medida - Wilma BadanA melhor Medida - Wilma Badan
A melhor Medida - Wilma Badan
Instituto Espírita de Educação
 
Paulo e Estevão
Paulo e EstevãoPaulo e Estevão
Vinícius e a Educação - Instituto Espírita de Educação
Vinícius e a Educação - Instituto Espírita de EducaçãoVinícius e a Educação - Instituto Espírita de Educação
Vinícius e a Educação - Instituto Espírita de Educação
Instituto Espírita de Educação
 
Reconhecimento das próprias qualidades e limitações autoperdão - Instituto...
Reconhecimento das próprias qualidades e limitações   autoperdão  - Instituto...Reconhecimento das próprias qualidades e limitações   autoperdão  - Instituto...
Reconhecimento das próprias qualidades e limitações autoperdão - Instituto...
Instituto Espírita de Educação
 
Hoje em dia e o espiritismo - Instituto Espírita de Educação
Hoje em dia e o espiritismo - Instituto Espírita de EducaçãoHoje em dia e o espiritismo - Instituto Espírita de Educação
Hoje em dia e o espiritismo - Instituto Espírita de Educação
Instituto Espírita de Educação
 
Volta à Terra - Instituto Espírita de Educação
Volta à Terra - Instituto Espírita de EducaçãoVolta à Terra - Instituto Espírita de Educação
Volta à Terra - Instituto Espírita de Educação
Instituto Espírita de Educação
 
Quem somos nós - Instituto Espírita de Educação
Quem somos nós - Instituto Espírita de EducaçãoQuem somos nós - Instituto Espírita de Educação
Quem somos nós - Instituto Espírita de Educação
Instituto Espírita de Educação
 
Identificação dos espíritos - Instituto Espírita de Educação
Identificação dos espíritos - Instituto Espírita de EducaçãoIdentificação dos espíritos - Instituto Espírita de Educação
Identificação dos espíritos - Instituto Espírita de Educação
Instituto Espírita de Educação
 
Gratidão - Instituto Espírita de Educação
Gratidão - Instituto Espírita de EducaçãoGratidão - Instituto Espírita de Educação
Gratidão - Instituto Espírita de Educação
Instituto Espírita de Educação
 

Mais de Instituto Espírita de Educação (20)

O Livro dos Espíritos - Wilma Badan
O Livro dos Espíritos - Wilma BadanO Livro dos Espíritos - Wilma Badan
O Livro dos Espíritos - Wilma Badan
 
O médium e a mediunidade - Wilma Badan
O médium e a mediunidade - Wilma BadanO médium e a mediunidade - Wilma Badan
O médium e a mediunidade - Wilma Badan
 
O que buscar na casa espírita - Wilma Badan c.g. - iee - 19.10.11 (white spac...
O que buscar na casa espírita - Wilma Badan c.g. - iee - 19.10.11 (white spac...O que buscar na casa espírita - Wilma Badan c.g. - iee - 19.10.11 (white spac...
O que buscar na casa espírita - Wilma Badan c.g. - iee - 19.10.11 (white spac...
 
Lei de sociedade - Wilma Badan
Lei de sociedade - Wilma BadanLei de sociedade - Wilma Badan
Lei de sociedade - Wilma Badan
 
Penas e gozos futuros - Wilma Badan
Penas e gozos futuros - Wilma BadanPenas e gozos futuros - Wilma Badan
Penas e gozos futuros - Wilma Badan
 
Penas e gozos futuros - Wilma Badan
Penas e gozos futuros - Wilma BadanPenas e gozos futuros - Wilma Badan
Penas e gozos futuros - Wilma Badan
 
Mãe e Mulher - Wilma Badan
Mãe e Mulher - Wilma BadanMãe e Mulher - Wilma Badan
Mãe e Mulher - Wilma Badan
 
Gratidão - Wilma Badan
Gratidão - Wilma BadanGratidão - Wilma Badan
Gratidão - Wilma Badan
 
Gratidão - Wilma Badan
Gratidão - Wilma BadanGratidão - Wilma Badan
Gratidão - Wilma Badan
 
Falsos Cristos e Falsos Profetas - Wilma Badan
Falsos Cristos e Falsos Profetas - Wilma BadanFalsos Cristos e Falsos Profetas - Wilma Badan
Falsos Cristos e Falsos Profetas - Wilma Badan
 
Ação do Pensamento - Wilma Badan
Ação do Pensamento - Wilma BadanAção do Pensamento - Wilma Badan
Ação do Pensamento - Wilma Badan
 
A melhor Medida - Wilma Badan
A melhor Medida - Wilma BadanA melhor Medida - Wilma Badan
A melhor Medida - Wilma Badan
 
Paulo e Estevão
Paulo e EstevãoPaulo e Estevão
Paulo e Estevão
 
Vinícius e a Educação - Instituto Espírita de Educação
Vinícius e a Educação - Instituto Espírita de EducaçãoVinícius e a Educação - Instituto Espírita de Educação
Vinícius e a Educação - Instituto Espírita de Educação
 
Reconhecimento das próprias qualidades e limitações autoperdão - Instituto...
Reconhecimento das próprias qualidades e limitações   autoperdão  - Instituto...Reconhecimento das próprias qualidades e limitações   autoperdão  - Instituto...
Reconhecimento das próprias qualidades e limitações autoperdão - Instituto...
 
Hoje em dia e o espiritismo - Instituto Espírita de Educação
Hoje em dia e o espiritismo - Instituto Espírita de EducaçãoHoje em dia e o espiritismo - Instituto Espírita de Educação
Hoje em dia e o espiritismo - Instituto Espírita de Educação
 
Volta à Terra - Instituto Espírita de Educação
Volta à Terra - Instituto Espírita de EducaçãoVolta à Terra - Instituto Espírita de Educação
Volta à Terra - Instituto Espírita de Educação
 
Quem somos nós - Instituto Espírita de Educação
Quem somos nós - Instituto Espírita de EducaçãoQuem somos nós - Instituto Espírita de Educação
Quem somos nós - Instituto Espírita de Educação
 
Identificação dos espíritos - Instituto Espírita de Educação
Identificação dos espíritos - Instituto Espírita de EducaçãoIdentificação dos espíritos - Instituto Espírita de Educação
Identificação dos espíritos - Instituto Espírita de Educação
 
Gratidão - Instituto Espírita de Educação
Gratidão - Instituto Espírita de EducaçãoGratidão - Instituto Espírita de Educação
Gratidão - Instituto Espírita de Educação
 

Pai Nosso - Instituto Espírita de Educação

  • 1. A oração “O Pai-Nosso”
  • 2. “ PRECE DOMINICAL” E.S.E., CAP. XXVIII Pai nosso que estais no céu Santificado seja o Vosso Nome Venha a nós o Vosso Reino Seja feita a Vossa vontade Assim na Terra como no céu O Pão Nosso de cada dia nos dai hoje Perdoai as nossas dívidas Assim como perdoamos aos nossos devedores Não nos deixeis cair em tentações, Mas livrai-nos de todo mal Que assim seja!
  • 3. Variação do “PAI-NOSSO” Nosso Pai, que estás em toda parte; Santificado seja o teu nome, no louvor de toda as criaturas; Venha a nós o teu reino de amor e sabedoria Seja feita a tua vontade, acima dos nossos desejos; Tanto na terra, quanto nos círculos espirituais; O pão nosso do corpo da mente dá-nos hoje; Perdoa as nossas dívidas, ensinando-nos a perdoar nossos devedores com esquecimento de todo mal; Não permitas que venhamos a cair sob os golpes da tentação de nossa própria inferioridade; Livra-nos do mal que ainda reside em nós mesmos; Porque só em ti brilha a luz eterna do reino e do poder, da glória e da paz, da justiça e do amor para sempre! Assim seja! Espírito : Emmanuel – livro : “Fonte Viva” Psicografia : Francisco Cândido Xavier
  • 4. Variação do “PAI-NOSSO” Pai nosso que estás nos céus Na luz dos sóis infinitos Pai de todos os aflitos Neste mundo de escarcéus Santificado, Senhor Seja teu nome sublime Que em todo o universo exprime Ternura, Concórdia e Amor Venha ao nosso coração O teu reino de bondade De paz e de claridade Na estrada da redenção Cumpra-se o teu mandamento Que não vacila nem erra Nos céus, como em toda a Terra De luta e de sofrimento Evita-nos todo o mal Dá-nos o pão no caminho, Feito de luz, no carinho De pão espiritual. Espírito : José Silvério Horta ( Monsenhor Horta ) Psicografia : Francisco Cândido Xavier Perdoa-nos, Senhor Os débitos tenebrosos De passados escabrosos De iniqüidade e de dor Auxilia-nos também, Nos sentimentos cristãos A amar os nossos irmãos Que vivem distantes do bem Com a proteção de Jesus Livra nossa alma do erro Neste mundo de desterro Distante da tua luz Que o nosso ideal igreja Seja o altar da Caridade Onde se faça a vontade De teu amor... Assim seja.
  • 5. Pai-Nosso em Aramaico Ligue o som 
  • 6. Abwun d’bwashmaya Nethqadash shmakh Teytey malkuthakh Nehwey tzevyanach aykanna d’bwashmaya aph b’arha. Hawvlan lachma d’sunqanan yaomana. Washboqlan khaubayn (wakhtahayn) aykana daph khnan shbwoqan l’khayyabayn. Wela tahlan I’nesyuna Ela patzan min bisha Metol dilakhie malkutha wahayla wateshbukhta l’ahlam almin. Ameyn
  • 7. O aramaico era um idioma originário da Alta Mesopotâmia, (séc. VI a.c.), e a língua usada pelos povos da região. Jesus sempre falava ao povo em idioma aramaico. A tradução direta do aramaico para o português, (sem a interferência da Igreja), nos mostra como esta oração é bela, profunda e verdadeira...
  • 8. "Pai-Mãe, respiração da Vida, Fonte do som, Ação sem palavras, Criador do Cosmos! Faça sua Luz brilhar dentro de nós, entre nós e fora de nós para que possamos torná-la útil. Ajude-nos a seguir nosso caminho, respirando apenas o sentimento que emana do Senhor...
  • 9. ...Nosso EU, no mesmo passo, possa estar com o Seu, para que caminhemos como Reis e Rainhas com todas as outras criaturas. Que o Seu e o nosso desejo, sejam um só, em toda a Luz, assim como em todas as formas, em toda existência individual, assim como em todas as comunidades...
  • 10. O “Pai-Nosso” no Evangelho Mat. 6:5-15 5. Quando orardes, não sejais como os hipócritas, que gostam de orar de pé nas sinagogas e nas esquinas das praças, para serem vistos pelos homens; em verdade vos digo, já receberam sua recompensa. 6. Tu, porém, quando orares, entra em teu quarto e, fechada a porta, ora a teu Pai que está no secreto; e teu Pai que vê no secreto te retribuirá (na luz plena). 7. Quando orais, não useis de repetições inúteis como os gentios, pensam que pelas muitas palavras serão ouvidos. 8. Não sejais como eles, porque vosso Pai sabe o que vos é necessário antes que lho peçais. 9. Portanto, orai vós deste modo: "Nosso Pai, que estás nos céus; santificado seja teu Nome; 10. venha o teu reino; seja feita tua vontade, como no céu, assim na terra; 11. o pão nosso sobressubstan-cial dá-nos hoje; 12. e perdoa-nos nossas dívidas assim como nós já perdoamos aos nossos devedores; 13. e não nos induzas em tentação, mas liberta-nos do mal". 14. Porque se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará; 15. Mas se não perdoardes aos homens as suas ofensas, tampouco vosso Pai celestial perdoará vossas ofensas. Marc. 11 :25-26 25. Quando estiverdes de pé, orando, se tendes alguma coisa contra alguém, perdoai-lha; para que também vosso Pai que está nos céus vos perdoe vossas ofensas. 26. Mas se não perdoardes, também vosso Pai que está nos céus não vos perdoará vossas ofensas. Lc. 11:1-4 1. E aconteceu que estava (Jesus) orando em certo lugar e, quando acabou, um de seus discípulos disse-lhe: "Senhor, ensina-nos a orar como João ensinou a seus discípulos". 2. Ele lhes respondeu: quando orardes, dizei: Pai, santificado seja teu Nome; venha teu reino; 3. O pão nosso sobressubstancial dá-nos diariamente; 4. E perdoa-nos nossos erros, porque também perdoamos a todo aquele que nos deve; e não nos entregues à tentação".
  • 11. DIVISÃO DO "PAI NOSSO" INVOCAÇÃO - “Pai nosso que está nos céus” Dirigimo-nos a Deus como PAI ; PAI de todas as criaturas . 1ª PETIÇÃO - “Seja santificado Teu nome” O nome é usado como expressão da essência, como um filho diria a seu pai: " que possa eu honrar, com meu comportamento, o teu nome usado por mim ". 2ª PETIÇÃO - “Venha o Teu reino” Exprime o desejo ardente de que o mundo se coloque sob o reinado do Pai - Espírito - e não do materialismo terreno. 3ª PETIÇÃO - “Seja feita Tua vontade na Terra, como nos céus” Exprime a aspiração firme de que saibamos conformar-nos à vontade do Pai, respeitando as circunstâncias que surgem em nossa vida com amor, ao invés de pretender fazer prevalecer nossa vontade pequena, caprichosa e, sobretudo, ignorante.
  • 12. DIVISÃO DO "PAI NOSSO" 4ª PETIÇÃO - “Dá-nos hoje o pão sobressubstancial ” Refere-se ao intelecto e solicita o alimento do espírito , o conhecimento da Espiritualidade, a Sabedoria, o contato com o Eu Superior. 5ª PETIÇÃO - "Perdoa nossas dívidas, assim como já perdoamos aos nossos devedores" Jesus salienta a importância do perdão. Se não soubermos perdoar, não poderemos jamais ser perdoados. 6ª PETIÇÃO - “Não nos deixeis cair em tentação” A ilusão da posse; a mentira do prazer engana-nos com alegrias que amanhã se transformarão em sofrimentos; mas nada disso percebemos. 7ª PETIÇÃO - “Mas livra-nos do mal ” Muito mais que proteção, esta frase leva-nos a uma interpretação profunda: Jesus nos prepara para a libertação da matéria - a verdeira vida espiritual.
  • 13. REFLEXÕES SOBRE O "PAI NOSSO" Se em minha vida não ajo como filho de Deus, fechando meu coração ao amor, será inútil dizer: PAI NOSSO Se os meus valores são representados pelos bens da Terra, será inútil dizer: QUE ESTAIS NO CÉU Se penso apenas em ser cristão por medo, superstição e comodismo, será inútil dizer: SANTIFICADO SEJA O VOSSO NOME Se acho tão sedutora a vida aqui, cheia de supérfluos e futilidades, será inútil dizer: VENHA A NÓS O VOSSO REINO Se no fundo o que eu quero mesmo é que todos os meus desejos se realizem, será inútil dizer: SEJA FEITA A VOSSA VONTADE
  • 14. REFLEXÕES SOBRE O "PAI NOSSO" Se prefiro acumular riquezas, desprezando meus irmãos que passam fome, será inútil dizer: O PÃO NOSSO DE CADA DIA NOS DAÍ HOJE Se não importo em ferir, oprimir e magoar, nem com as injustiças para com os que atravessam o meu caminho, será inútil dizer: PERDOAI AS NOSSAS OFENSAS, ASSIM COMO NÓS PERDOAMOS A QUEM NOS TEM OFENDIDO Se escolho sempre o caminho mais fácil, que nem sempre é o caminho do Cristo , será inútil dizer: E NÃO NOS DEIXEIS CAIR EM TENTAÇÃO Se por minha vontade procuro os prazeres materiais e tudo o que é proibido me seduz, será inútil dizer: LIVRAI-NOS DO MAL Se sabendo que sou assim, continuo me omitindo e nada faço para me modificar, será inútil dizer: QUE ASSIM SEJA (Amém)
  • 16. RESPOSTA DO PAI CELESTIAL Pai Nosso que estais nos Céus, santificado seja o Vosso nome, Filho meu que estás na Terra, preocupado, confundido, desorientado, solitário, triste, angustiado... Eu conheço perfeitamente teu nome, e o pronuncio abençoando-te porque te amo. Venha a nós o Vosso reino, seja feita a Vossa vontade, na Terra como no Céu, Não!.. Não estás sozinho, porque Eu habito em ti; juntos construiremos este Reino, do qual serás meu herdeiro. Desejo que sempre faças minha vontade, porque minha vontade é que sejas feliz. O pão nosso de cada dia nos dai hoje, Deves saber que contas sempre comigo porque nunca te abandonarei e que terás o pão para hoje. Não te preocupes. Só te peço que sempre o compartilhes com teu próximo... com teus irmãos.
  • 17. RESPOSTA DO PAI CELESTIAL Perdoai as minhas ofensas, assim como eu tenho perdoado a quem me tem ofendido; Deves saber que sempre perdôo todas tuas ofensas, todas as tuas dívidas de passado, antes inclusive de que as cometas, ainda sabendo que as farás; por isso te peço que faças o mesmo com os que te ofendem, com aqueles que te são devedores há tempo. E não me deixeis cair em tentação e livrai-me de todo mal. Desejo que nunca caias em tentação, por isso segure bem forte a minha mão e sempre confie em mim e eu te libertarei do mal. Recorde e nunca te esqueças que TE AMO desde o início de teus dias, e te amarei até o fim dos mesmos... EU TE AMAREI SEMPRE, PORQUE SOU TEU PAI ! Que Minha Bênção fique contigo e que Meu eterno amor e paz te cubram sempre, porque ... EU SOU O AMOR E A PAZ !
  • 18. Muita PAZ a todos !