SlideShare uma empresa Scribd logo
Hoje é domingo, 16 de agosto de 2020
Agora mesmo são 16:58 h.
Quando o princípio espiritual conquistou a condição de exercitar sua
evolução através do ser “hominal”, isto é, na forma de homem, adquiriu o
direito de escolher os próprios caminhos, passando a ser uma entidade
individualizada pela sua inteligência e pela sua vontade. Apesar de todos
nós termos iniciado essa caminhada como seres simples e ignorantes, nos
diferenciamos uns dos outros pelas escolhas que fizemos dos caminhos que
desejávamos percorrer.
Em todas as jornadas escolhidas, voluntária ou involuntariamente, existem
lições a serem aprendidas, provas a serem vencidas, flores e espinhos a
serem colhidos, pedra e lama a serem ultrapassadas.
O Espírito não regride. Caminha sem ajuda a procura de iluminação.
Aprende sempre nas experiências felizes e, principalmente, nas infelizes,
onde é obrigado a compreender como a vontade e a justiça de Deus se
fazem presentes em sua vida. O Espírito aprende sempre, mesmo que
permaneça prisioneiro em lições mais demoradas de serem compreendidas.
O Espírito traz em si um impulso irresistível e contínuo para buscar a luz,
que provém de Deus.
Em todas as experiências na carne e no plano espiritual, onde se mantém
aguardando novas oportunidades, existem valores a serem entendidos,
aprendidos e incorporados definitivamente no ser.
Poderíamos mesmo dizer que esses valores vão sendo agregados pelo
Espírito no caminho da virtude que ele tem que percorrer.
Independentemente do caminho escolhido os valores imperecíveis deverão
ser conquistados. O termo mais apropriado para este aprendizado é
realmente conquistado. Não é uma simples aquisição por troca como
fazemos no plano terreno da matéria. Mas por mérito, por condição
definitiva. Aqueles que já podem vislumbrar, mesmo que tenuamente, o
caminho da verdade podem escolher as provas que julgam convenientes
experimentar, e as expiações que necessitam vivenciar para reparação do
caminho. Porém, aqueles que não conseguem perceber, o recebem como
imposição de Deus, assim como os pais matriculam contra a vontade dos
filhos nos seus primeiros anos escolares.
Poderíamos considerar o planeta Terra e toda a atmosfera à sua volta, onde
gravitam bilhões de seres entre mergulhos na carne e espera na erraticidade,
como uma universidade de amor, onde alguns evoluem baseados num
sistema de créditos, escolhendo as matérias que devem estudar a cada ciclo
reencarnatório. Quando encarnado, o ser consegue vivenciar suas próprias
experiências na relação com seus semelhantes, buscando tirar delas os
valores necessários para a sua evolução. Assim, podemos dizer que há
criaturas que nos ensinam o correto uso do dinheiro; que nos ensinam a
necessidade de perseverar; que nos induzem a compreender o valor da
solidariedade e da afetividade; que nos ensinam a aplicação do poder da
autoridade e suas consequências ilusórias.
Na relação com seus semelhantes, o homem aprende a necessidade de
desenvolver o trabalho edificante e educativo que forja a paciência e o
ensina a valorizar a humildade e a doação.
Com certeza, a Terra é uma universidade espiritual, onde cada um de nós
curte suas experiências, escolhe suas provas, e conquista por mérito o viver
no caminho do bem. O currículo de elevação espiritual que nos é próprio,
nos níveis inferiores à infância espiritual, as provas e as experiências são
impostas, e a liberdade de escolha é limitada. Nos níveis superiores, as
missões substituem as provas e consubstanciam em ações sublimes o
aprendizado do amor.
O direito de escolher os dons que nos serão concedidos ou as experiências
que devemos viver é proporcional ao mérito e aos valores que já foram
adquiridos pelo Espírito. Daí, a verdade na sabedoria popular que afirma
que Deus não dá fardos pesados a ombros fracos.
No auge do desenvolvimento na universidade terrena, o Espírito consegue
perceber o sentido da unidade exemplificada por Jesus quando dizia: Eu e o
Pai somos um. Eu estou Nele e Ele está em mim.
Assim, meu irmão, minha irmã, observa o caminho que hoje você percorre.
Se colhe dores, sofrimentos, ingratidão e incompreensão; se erra, padece de
doenças do corpo e desequilíbrio do espírito, crê, és um Espírito livre,
matriculado na universidade do amor.
Todas as suas provas foram por você escolhidas ou condicionadas para que
pudesse conquistar os valores da virtude e do amor. Não se lastime. Não
tema, confia. Permanece ligado ao Mestre Jesus. Pede força para que você
consiga sair das experiências de hoje como um ser mais evoluído. Mais belo
e capaz de distribuir o amor de Deus por todas as criaturas.
Muita Paz!
Visite o meu Blog: http://espiritual-espiritual.blogspot.com.br
A serviço da Doutrina Espírita; com estudos comentados, cujo objetivo é
levar as pessoas a uma reflexão sobre a vida.
Leia Kardec! Estude Kardec! Pratique Kardec! Divulgue Kardec!
O amanhã é sempre um dia a ser conquistado! Pense nisso!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Conhece-te a ti mesmo
Conhece-te a ti mesmoConhece-te a ti mesmo
Conhece-te a ti mesmo
Amanda Figueirêdo
 
Eae 91 normas da vida espiritual
Eae   91 normas da vida espiritualEae   91 normas da vida espiritual
Eae 91 normas da vida espiritual
Norberto Scavone Augusto
 
O reino do espírito
O reino do espíritoO reino do espírito
O reino do espírito
Silvio Dutra
 
Influência do Pensamento Positivo- Espiritismo
Influência do Pensamento Positivo- EspiritismoInfluência do Pensamento Positivo- Espiritismo
Influência do Pensamento Positivo- Espiritismo
Valéria Domingues
 
Fé e Obras
Fé e Obras Fé e Obras
Fé e Obras
Ceile Bernardo
 
Aula 3 - Mocidade Espírita Chico Xavier - Se eu quiser falar com Deus
Aula 3 - Mocidade Espírita Chico Xavier - Se eu quiser falar com DeusAula 3 - Mocidade Espírita Chico Xavier - Se eu quiser falar com Deus
Aula 3 - Mocidade Espírita Chico Xavier - Se eu quiser falar com Deus
Sergio Lima Dias Junior
 
Joel s. goldsmith consciência do único poder
Joel s. goldsmith consciência do único poderJoel s. goldsmith consciência do único poder
Joel s. goldsmith consciência do único poder
Actor Quantum
 
ESDE - Módulo XVII - Roteiro 2: conhecimento de si mesmo.
ESDE - Módulo XVII - Roteiro 2: conhecimento de si mesmo.ESDE - Módulo XVII - Roteiro 2: conhecimento de si mesmo.
ESDE - Módulo XVII - Roteiro 2: conhecimento de si mesmo.
Núcleo de Promoção Humana Vinha de Luz
 
Eae 86 - o plano divino e a lei da evolução
Eae   86 - o plano divino e a lei da evoluçãoEae   86 - o plano divino e a lei da evolução
Eae 86 - o plano divino e a lei da evolução
Norberto Scavone Augusto
 
Aula 104 regras para educação e aperfeiçoamento dos seres ii - escola de ap...
Aula 104   regras para educação e aperfeiçoamento dos seres ii - escola de ap...Aula 104   regras para educação e aperfeiçoamento dos seres ii - escola de ap...
Aula 104 regras para educação e aperfeiçoamento dos seres ii - escola de ap...
Denise Tofoli
 
Palestra reforma íntima
Palestra   reforma íntimaPalestra   reforma íntima
Palestra reforma íntima
KATIA MARIA FARAH V DA SILVA
 
Bondade
BondadeBondade
Desapego
DesapegoDesapego
Desapego
Helio Cruz
 
Esde x lei de liberdade - roteiro ii
Esde x  lei de liberdade - roteiro iiEsde x  lei de liberdade - roteiro ii
Esde x lei de liberdade - roteiro ii
Deborah Oliver
 
A verdade é deus!
A verdade é deus!A verdade é deus!
A verdade é deus!
Dalila Melo
 
Desapego familiar (Hammed)
Desapego familiar (Hammed)Desapego familiar (Hammed)
Desapego familiar (Hammed)
Charlies Ponciano
 
Conheça o Espiritismo
Conheça o EspiritismoConheça o Espiritismo
Conheça o Espiritismo
Helio Cruz
 
A113 EAE DM - REGRAS PARA A EDUCAÇÃO, CONDUTA E APERFEIÇOAMENTO DOS SERES I
A113 EAE DM - REGRAS PARA A EDUCAÇÃO, CONDUTA E APERFEIÇOAMENTO DOS SERES IA113 EAE DM - REGRAS PARA A EDUCAÇÃO, CONDUTA E APERFEIÇOAMENTO DOS SERES I
A113 EAE DM - REGRAS PARA A EDUCAÇÃO, CONDUTA E APERFEIÇOAMENTO DOS SERES I
Daniel de Melo
 
Aulas 108 e 109 Escola de Aprendizes do Evangelho
Aulas 108 e 109 Escola de Aprendizes do EvangelhoAulas 108 e 109 Escola de Aprendizes do Evangelho
Aulas 108 e 109 Escola de Aprendizes do Evangelho
liliancostadias
 
Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014
Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014
Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014
grupodepaisceb
 

Mais procurados (20)

Conhece-te a ti mesmo
Conhece-te a ti mesmoConhece-te a ti mesmo
Conhece-te a ti mesmo
 
Eae 91 normas da vida espiritual
Eae   91 normas da vida espiritualEae   91 normas da vida espiritual
Eae 91 normas da vida espiritual
 
O reino do espírito
O reino do espíritoO reino do espírito
O reino do espírito
 
Influência do Pensamento Positivo- Espiritismo
Influência do Pensamento Positivo- EspiritismoInfluência do Pensamento Positivo- Espiritismo
Influência do Pensamento Positivo- Espiritismo
 
Fé e Obras
Fé e Obras Fé e Obras
Fé e Obras
 
Aula 3 - Mocidade Espírita Chico Xavier - Se eu quiser falar com Deus
Aula 3 - Mocidade Espírita Chico Xavier - Se eu quiser falar com DeusAula 3 - Mocidade Espírita Chico Xavier - Se eu quiser falar com Deus
Aula 3 - Mocidade Espírita Chico Xavier - Se eu quiser falar com Deus
 
Joel s. goldsmith consciência do único poder
Joel s. goldsmith consciência do único poderJoel s. goldsmith consciência do único poder
Joel s. goldsmith consciência do único poder
 
ESDE - Módulo XVII - Roteiro 2: conhecimento de si mesmo.
ESDE - Módulo XVII - Roteiro 2: conhecimento de si mesmo.ESDE - Módulo XVII - Roteiro 2: conhecimento de si mesmo.
ESDE - Módulo XVII - Roteiro 2: conhecimento de si mesmo.
 
Eae 86 - o plano divino e a lei da evolução
Eae   86 - o plano divino e a lei da evoluçãoEae   86 - o plano divino e a lei da evolução
Eae 86 - o plano divino e a lei da evolução
 
Aula 104 regras para educação e aperfeiçoamento dos seres ii - escola de ap...
Aula 104   regras para educação e aperfeiçoamento dos seres ii - escola de ap...Aula 104   regras para educação e aperfeiçoamento dos seres ii - escola de ap...
Aula 104 regras para educação e aperfeiçoamento dos seres ii - escola de ap...
 
Palestra reforma íntima
Palestra   reforma íntimaPalestra   reforma íntima
Palestra reforma íntima
 
Bondade
BondadeBondade
Bondade
 
Desapego
DesapegoDesapego
Desapego
 
Esde x lei de liberdade - roteiro ii
Esde x  lei de liberdade - roteiro iiEsde x  lei de liberdade - roteiro ii
Esde x lei de liberdade - roteiro ii
 
A verdade é deus!
A verdade é deus!A verdade é deus!
A verdade é deus!
 
Desapego familiar (Hammed)
Desapego familiar (Hammed)Desapego familiar (Hammed)
Desapego familiar (Hammed)
 
Conheça o Espiritismo
Conheça o EspiritismoConheça o Espiritismo
Conheça o Espiritismo
 
A113 EAE DM - REGRAS PARA A EDUCAÇÃO, CONDUTA E APERFEIÇOAMENTO DOS SERES I
A113 EAE DM - REGRAS PARA A EDUCAÇÃO, CONDUTA E APERFEIÇOAMENTO DOS SERES IA113 EAE DM - REGRAS PARA A EDUCAÇÃO, CONDUTA E APERFEIÇOAMENTO DOS SERES I
A113 EAE DM - REGRAS PARA A EDUCAÇÃO, CONDUTA E APERFEIÇOAMENTO DOS SERES I
 
Aulas 108 e 109 Escola de Aprendizes do Evangelho
Aulas 108 e 109 Escola de Aprendizes do EvangelhoAulas 108 e 109 Escola de Aprendizes do Evangelho
Aulas 108 e 109 Escola de Aprendizes do Evangelho
 
Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014
Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014
Crescimento espiritual - base para a verdadeira felicidade - junho 2014
 

Semelhante a Universidade de amor

Universidade de amor
Universidade de amorUniversidade de amor
Universidade de amor
Helio Cruz
 
Universalismo crístico apostila - 023 - 2011 - lar
Universalismo crístico   apostila - 023 - 2011 - larUniversalismo crístico   apostila - 023 - 2011 - lar
Universalismo crístico apostila - 023 - 2011 - lar
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Segunda parte i vida - experiência
Segunda parte   i vida - experiênciaSegunda parte   i vida - experiência
Segunda parte i vida - experiência
Fatoze
 
Palestra espirita escolha das provas
Palestra espirita escolha das provasPalestra espirita escolha das provas
Palestra espirita escolha das provas
Felipe Guedes
 
Escolha das provas
Escolha das provasEscolha das provas
Escolha das provas
Helio Cruz
 
Boletim o pae julho 2018
Boletim o pae   julho 2018Boletim o pae   julho 2018
Boletim o pae julho 2018
O PAE PAE
 
Relacionamento consigo-mesmo
Relacionamento consigo-mesmoRelacionamento consigo-mesmo
Relacionamento consigo-mesmo
Carlos Santana
 
7 aula reencarnação
7   aula reencarnação7   aula reencarnação
7 aula reencarnação
Sergio Lima Dias Junior
 
Resenha de estudos espiritas 08
Resenha de estudos espiritas 08Resenha de estudos espiritas 08
Resenha de estudos espiritas 08
MRS
 
A parentela corporal e espiritual
A parentela corporal e espiritualA parentela corporal e espiritual
A parentela corporal e espiritual
Helio Cruz
 
Estudo do livro Roteiro lição 33
Estudo do livro Roteiro lição 33Estudo do livro Roteiro lição 33
Estudo do livro Roteiro lição 33
Candice Gunther
 
Reencarnacao como processo_educativo-samara_n
Reencarnacao como processo_educativo-samara_nReencarnacao como processo_educativo-samara_n
Reencarnacao como processo_educativo-samara_n
carlos freire
 
Primeira Parte Introdução Orientação
Primeira Parte   Introdução   OrientaçãoPrimeira Parte   Introdução   Orientação
Primeira Parte Introdução Orientação
jmeirelles
 
Parentesco e Filiação
Parentesco e FiliaçãoParentesco e Filiação
Parentesco e Filiação
Associação Espirita Lagos
 
Reencarnação instrumento pedagógico
Reencarnação instrumento pedagógicoReencarnação instrumento pedagógico
Reencarnação instrumento pedagógico
Helio Cruz
 
Caridade e lei do amor
Caridade e lei do amorCaridade e lei do amor
Caridade e lei do amor
Alice Lirio
 
Grupo de aconselhamnto
Grupo de aconselhamntoGrupo de aconselhamnto
Grupo de aconselhamnto
MAE, DONA DE CASA
 
Pps reflexão 2
Pps reflexão 2Pps reflexão 2
Pps reflexão 2
ACEAlcobaca
 
Entusiasmo e responsabilidade
Entusiasmo e responsabilidadeEntusiasmo e responsabilidade
Entusiasmo e responsabilidade
Helio Cruz
 
O dom esquecido
O dom esquecidoO dom esquecido
O dom esquecido
Helio Cruz
 

Semelhante a Universidade de amor (20)

Universidade de amor
Universidade de amorUniversidade de amor
Universidade de amor
 
Universalismo crístico apostila - 023 - 2011 - lar
Universalismo crístico   apostila - 023 - 2011 - larUniversalismo crístico   apostila - 023 - 2011 - lar
Universalismo crístico apostila - 023 - 2011 - lar
 
Segunda parte i vida - experiência
Segunda parte   i vida - experiênciaSegunda parte   i vida - experiência
Segunda parte i vida - experiência
 
Palestra espirita escolha das provas
Palestra espirita escolha das provasPalestra espirita escolha das provas
Palestra espirita escolha das provas
 
Escolha das provas
Escolha das provasEscolha das provas
Escolha das provas
 
Boletim o pae julho 2018
Boletim o pae   julho 2018Boletim o pae   julho 2018
Boletim o pae julho 2018
 
Relacionamento consigo-mesmo
Relacionamento consigo-mesmoRelacionamento consigo-mesmo
Relacionamento consigo-mesmo
 
7 aula reencarnação
7   aula reencarnação7   aula reencarnação
7 aula reencarnação
 
Resenha de estudos espiritas 08
Resenha de estudos espiritas 08Resenha de estudos espiritas 08
Resenha de estudos espiritas 08
 
A parentela corporal e espiritual
A parentela corporal e espiritualA parentela corporal e espiritual
A parentela corporal e espiritual
 
Estudo do livro Roteiro lição 33
Estudo do livro Roteiro lição 33Estudo do livro Roteiro lição 33
Estudo do livro Roteiro lição 33
 
Reencarnacao como processo_educativo-samara_n
Reencarnacao como processo_educativo-samara_nReencarnacao como processo_educativo-samara_n
Reencarnacao como processo_educativo-samara_n
 
Primeira Parte Introdução Orientação
Primeira Parte   Introdução   OrientaçãoPrimeira Parte   Introdução   Orientação
Primeira Parte Introdução Orientação
 
Parentesco e Filiação
Parentesco e FiliaçãoParentesco e Filiação
Parentesco e Filiação
 
Reencarnação instrumento pedagógico
Reencarnação instrumento pedagógicoReencarnação instrumento pedagógico
Reencarnação instrumento pedagógico
 
Caridade e lei do amor
Caridade e lei do amorCaridade e lei do amor
Caridade e lei do amor
 
Grupo de aconselhamnto
Grupo de aconselhamntoGrupo de aconselhamnto
Grupo de aconselhamnto
 
Pps reflexão 2
Pps reflexão 2Pps reflexão 2
Pps reflexão 2
 
Entusiasmo e responsabilidade
Entusiasmo e responsabilidadeEntusiasmo e responsabilidade
Entusiasmo e responsabilidade
 
O dom esquecido
O dom esquecidoO dom esquecido
O dom esquecido
 

Mais de Helio Cruz

O pior inimigo
O pior inimigoO pior inimigo
O pior inimigo
Helio Cruz
 
Entusiasmo e responsabilidade
Entusiasmo e responsabilidadeEntusiasmo e responsabilidade
Entusiasmo e responsabilidade
Helio Cruz
 
A candeia debaixo do alqueire
A candeia debaixo do alqueireA candeia debaixo do alqueire
A candeia debaixo do alqueire
Helio Cruz
 
O credor incompassivo
O credor incompassivoO credor incompassivo
O credor incompassivo
Helio Cruz
 
O poder das palavras
O poder das palavrasO poder das palavras
O poder das palavras
Helio Cruz
 
A virtude os superiores e os inferiores
A virtude   os superiores e os inferioresA virtude   os superiores e os inferiores
A virtude os superiores e os inferiores
Helio Cruz
 
O peso da luz
O peso da luzO peso da luz
O peso da luz
Helio Cruz
 
Dia nacional da caridade
Dia nacional da caridadeDia nacional da caridade
Dia nacional da caridade
Helio Cruz
 
Marta e maria
Marta e mariaMarta e maria
Marta e maria
Helio Cruz
 
O progresso espiritual
O progresso espiritualO progresso espiritual
O progresso espiritual
Helio Cruz
 
Viver para deus
Viver para deusViver para deus
Viver para deus
Helio Cruz
 
O Marco inicial do Espiritismo
O Marco inicial do EspiritismoO Marco inicial do Espiritismo
O Marco inicial do Espiritismo
Helio Cruz
 
A quaresma e o espiritismo
A quaresma e o espiritismoA quaresma e o espiritismo
A quaresma e o espiritismo
Helio Cruz
 
Os nossos julgamentos
Os nossos julgamentosOs nossos julgamentos
Os nossos julgamentos
Helio Cruz
 
Sal da terra e luz do mundo
Sal da terra e luz do mundoSal da terra e luz do mundo
Sal da terra e luz do mundo
Helio Cruz
 
Realismo no novo ano
Realismo no novo anoRealismo no novo ano
Realismo no novo ano
Helio Cruz
 
A Astrologia e o Espiritismo
A Astrologia e o EspiritismoA Astrologia e o Espiritismo
A Astrologia e o Espiritismo
Helio Cruz
 
O peru pregador
O peru pregadorO peru pregador
O peru pregador
Helio Cruz
 
Saber escutar e enxergar
Saber escutar e enxergarSaber escutar e enxergar
Saber escutar e enxergar
Helio Cruz
 
Removendo e aproveitando as pedras do caminho
Removendo e aproveitando as pedras do caminhoRemovendo e aproveitando as pedras do caminho
Removendo e aproveitando as pedras do caminho
Helio Cruz
 

Mais de Helio Cruz (20)

O pior inimigo
O pior inimigoO pior inimigo
O pior inimigo
 
Entusiasmo e responsabilidade
Entusiasmo e responsabilidadeEntusiasmo e responsabilidade
Entusiasmo e responsabilidade
 
A candeia debaixo do alqueire
A candeia debaixo do alqueireA candeia debaixo do alqueire
A candeia debaixo do alqueire
 
O credor incompassivo
O credor incompassivoO credor incompassivo
O credor incompassivo
 
O poder das palavras
O poder das palavrasO poder das palavras
O poder das palavras
 
A virtude os superiores e os inferiores
A virtude   os superiores e os inferioresA virtude   os superiores e os inferiores
A virtude os superiores e os inferiores
 
O peso da luz
O peso da luzO peso da luz
O peso da luz
 
Dia nacional da caridade
Dia nacional da caridadeDia nacional da caridade
Dia nacional da caridade
 
Marta e maria
Marta e mariaMarta e maria
Marta e maria
 
O progresso espiritual
O progresso espiritualO progresso espiritual
O progresso espiritual
 
Viver para deus
Viver para deusViver para deus
Viver para deus
 
O Marco inicial do Espiritismo
O Marco inicial do EspiritismoO Marco inicial do Espiritismo
O Marco inicial do Espiritismo
 
A quaresma e o espiritismo
A quaresma e o espiritismoA quaresma e o espiritismo
A quaresma e o espiritismo
 
Os nossos julgamentos
Os nossos julgamentosOs nossos julgamentos
Os nossos julgamentos
 
Sal da terra e luz do mundo
Sal da terra e luz do mundoSal da terra e luz do mundo
Sal da terra e luz do mundo
 
Realismo no novo ano
Realismo no novo anoRealismo no novo ano
Realismo no novo ano
 
A Astrologia e o Espiritismo
A Astrologia e o EspiritismoA Astrologia e o Espiritismo
A Astrologia e o Espiritismo
 
O peru pregador
O peru pregadorO peru pregador
O peru pregador
 
Saber escutar e enxergar
Saber escutar e enxergarSaber escutar e enxergar
Saber escutar e enxergar
 
Removendo e aproveitando as pedras do caminho
Removendo e aproveitando as pedras do caminhoRemovendo e aproveitando as pedras do caminho
Removendo e aproveitando as pedras do caminho
 

Último

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Ricardo Azevedo
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
AlexandreCarvalho858758
 
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
OBrasilParaCristoRad
 
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
PIB Penha
 
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.pptA VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
FranciscoAudisio2
 
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptxO MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
valneirocha
 
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
PIB Penha
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
PIB Penha
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
PIB Penha
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
SanturioTacararu
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
nadeclarice
 
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
PIB Penha
 
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptxLição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
LaerciodeSouzaSilva1
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
Especialidade  Arqueologia  Bíblica.pptxEspecialidade  Arqueologia  Bíblica.pptx
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
AlexandreJr7
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
DavidBertelli3
 
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.128 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
PIB Penha
 
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
EdimarEdigesso
 

Último (20)

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
 
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
 
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
 
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.pptA VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
 
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptxO MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
 
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
 
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
 
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptxLição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
Especialidade  Arqueologia  Bíblica.pptxEspecialidade  Arqueologia  Bíblica.pptx
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
 
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.128 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
 
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
 

Universidade de amor

  • 1. Hoje é domingo, 16 de agosto de 2020 Agora mesmo são 16:58 h.
  • 2. Quando o princípio espiritual conquistou a condição de exercitar sua evolução através do ser “hominal”, isto é, na forma de homem, adquiriu o direito de escolher os próprios caminhos, passando a ser uma entidade individualizada pela sua inteligência e pela sua vontade. Apesar de todos nós termos iniciado essa caminhada como seres simples e ignorantes, nos diferenciamos uns dos outros pelas escolhas que fizemos dos caminhos que desejávamos percorrer. Em todas as jornadas escolhidas, voluntária ou involuntariamente, existem lições a serem aprendidas, provas a serem vencidas, flores e espinhos a serem colhidos, pedra e lama a serem ultrapassadas.
  • 3. O Espírito não regride. Caminha sem ajuda a procura de iluminação. Aprende sempre nas experiências felizes e, principalmente, nas infelizes, onde é obrigado a compreender como a vontade e a justiça de Deus se fazem presentes em sua vida. O Espírito aprende sempre, mesmo que permaneça prisioneiro em lições mais demoradas de serem compreendidas. O Espírito traz em si um impulso irresistível e contínuo para buscar a luz, que provém de Deus. Em todas as experiências na carne e no plano espiritual, onde se mantém aguardando novas oportunidades, existem valores a serem entendidos, aprendidos e incorporados definitivamente no ser.
  • 4. Poderíamos mesmo dizer que esses valores vão sendo agregados pelo Espírito no caminho da virtude que ele tem que percorrer. Independentemente do caminho escolhido os valores imperecíveis deverão ser conquistados. O termo mais apropriado para este aprendizado é realmente conquistado. Não é uma simples aquisição por troca como fazemos no plano terreno da matéria. Mas por mérito, por condição definitiva. Aqueles que já podem vislumbrar, mesmo que tenuamente, o caminho da verdade podem escolher as provas que julgam convenientes experimentar, e as expiações que necessitam vivenciar para reparação do caminho. Porém, aqueles que não conseguem perceber, o recebem como imposição de Deus, assim como os pais matriculam contra a vontade dos filhos nos seus primeiros anos escolares.
  • 5. Poderíamos considerar o planeta Terra e toda a atmosfera à sua volta, onde gravitam bilhões de seres entre mergulhos na carne e espera na erraticidade, como uma universidade de amor, onde alguns evoluem baseados num sistema de créditos, escolhendo as matérias que devem estudar a cada ciclo reencarnatório. Quando encarnado, o ser consegue vivenciar suas próprias experiências na relação com seus semelhantes, buscando tirar delas os valores necessários para a sua evolução. Assim, podemos dizer que há criaturas que nos ensinam o correto uso do dinheiro; que nos ensinam a necessidade de perseverar; que nos induzem a compreender o valor da solidariedade e da afetividade; que nos ensinam a aplicação do poder da autoridade e suas consequências ilusórias.
  • 6. Na relação com seus semelhantes, o homem aprende a necessidade de desenvolver o trabalho edificante e educativo que forja a paciência e o ensina a valorizar a humildade e a doação. Com certeza, a Terra é uma universidade espiritual, onde cada um de nós curte suas experiências, escolhe suas provas, e conquista por mérito o viver no caminho do bem. O currículo de elevação espiritual que nos é próprio, nos níveis inferiores à infância espiritual, as provas e as experiências são impostas, e a liberdade de escolha é limitada. Nos níveis superiores, as missões substituem as provas e consubstanciam em ações sublimes o aprendizado do amor.
  • 7. O direito de escolher os dons que nos serão concedidos ou as experiências que devemos viver é proporcional ao mérito e aos valores que já foram adquiridos pelo Espírito. Daí, a verdade na sabedoria popular que afirma que Deus não dá fardos pesados a ombros fracos. No auge do desenvolvimento na universidade terrena, o Espírito consegue perceber o sentido da unidade exemplificada por Jesus quando dizia: Eu e o Pai somos um. Eu estou Nele e Ele está em mim. Assim, meu irmão, minha irmã, observa o caminho que hoje você percorre. Se colhe dores, sofrimentos, ingratidão e incompreensão; se erra, padece de doenças do corpo e desequilíbrio do espírito, crê, és um Espírito livre, matriculado na universidade do amor.
  • 8. Todas as suas provas foram por você escolhidas ou condicionadas para que pudesse conquistar os valores da virtude e do amor. Não se lastime. Não tema, confia. Permanece ligado ao Mestre Jesus. Pede força para que você consiga sair das experiências de hoje como um ser mais evoluído. Mais belo e capaz de distribuir o amor de Deus por todas as criaturas. Muita Paz! Visite o meu Blog: http://espiritual-espiritual.blogspot.com.br A serviço da Doutrina Espírita; com estudos comentados, cujo objetivo é levar as pessoas a uma reflexão sobre a vida. Leia Kardec! Estude Kardec! Pratique Kardec! Divulgue Kardec! O amanhã é sempre um dia a ser conquistado! Pense nisso!