SlideShare uma empresa Scribd logo
EDITORIAL

A CAMINHO DE DAMASCO


A transformação de Saulo de Tarso em Paulo, o       que fica deste episódio é a assertiva de Saulo,
apóstolo de Cristo; a transformação de              quando de joelhos e chorando copiosamente diz:
perseguidor em “Vaso Vivo do Cristo”, no            “... Que quereis que eu faça, Senhor” despindo-
caminho de Damasco, é uma das maiores lições        se naquele momento de todo orgulho e vaidade.
a serem seguidas por nós, se quisermos, um dia,     Ele, o Doutor da Lei, se coloca em humilde
sermos chamados de filhos de Deus. Notemos          posição de servo, lembrando os ensinamentos de
que essa transformação ocorreu em vida. Este é      Jesus: “Aquele que quiser ser o maior, que seja o
o primeiro ensinamento. As pessoas pensam,          servo de todos” e, neste momento sublime,
erroneamente, que a mudança só acontece             começa a despir, a retirar de si o homem velho e
quando passamos do mundo material para o            a vestir, a construir, em si, o homem novo. Assim
mundo espiritual, isto é, quando desencarnamos.     como       Paulo,      cada      um    de    nós,
Ledo engano. Ninguém vira “Santo” porque            independentemente da religião que seguimos,
morre. A vida eterna é uma seqüência infinita de    deveremos encontrar nossa Porta de Damasco,
vidas, onde, em cada uma delas, vamos               que abrirá em nossas vidas a percepção do
aprendendo algo de proveitoso para o nosso          grandioso mestre Jesus, invadindo nossos
espírito.    Assim,       vamos      palmilhando,   corações e,      extasiados por este momento,
transformando nossas vidas em ações que um          enxergaremos a figura de Cristo, abençoando e
dia nos levarão à perfeição. Note que cada dia se   iluminando a nossa trajetória, convidando-nos a
apresenta como “presente”, isto mesmo, o hoje       entrar na sua Damasco. Assim como Paulo se
nosso é o presente de Deus, para que                converteu e, por isso, passou a ser reconhecido
exercitemos a cada minuto, a cada segundo,          como um autêntico filho de Deus, que cada dia
ações fraternas e despretensiosas, movidas pelo     de nossas vidas seja uma viagem a caminho de
nosso coração, transformando substancialmente       Damasco, a caminho da transformação que pede
nossas vidas e daqueles que nos cercam. É pelo      Jesus.
exemplo de vida que alertamos nossos                                                     PAZ A TODOS
companheiros de jornada da necessidade de                                             IRMÃO ESTEVÃO
reformularmos     os     nossos    conceitos    e
transformarmos nossa trajetória, como fez o
convertido de Damasco, Paulo. A segunda lição
A SEMENTE                                                                                              Pagina 2




MENSAGEM DELUZ:

Aproveite o Ensejo

Não é o companheiro dócil que exige a sua compreensão fraternal mais imediata, E aquele que ainda luta por domar
a ferocidade da ira, dentro do próprio peito.
Não é o irmão cheio de entendimento evangélico que reclama suas atenções inadiáveis. É aquele que ainda não
conseguiu eliminar a víbora da malícia do campo do coração.
Não é o amigo que marcha em paz, na senda do bem, quem solicita seu cuidado insistente. É aquele que se perdeu
no cipoal da discórdia e da incompreensão, sem forças para tornar ao caminho reto.
Não é a criatura que respire no trabalho normal que requisita socorro urgente. É aquela que não teve suficiente
recurso para vencer as circunstâncias constrangedoras da experiência humana e se precipitou na zona escura do
desequilíbrio.
É muito provável que, por enquanto, seja plenamente dispensável a sua cooperação no paraíso. É indiscutível,
porém, a realidade de que, no momento, o seu lugar de servir e aprender, ajudar e amar, é na Terra mesmo.

                                                                   Autor: André Luiz// Psicografia de Chico Xavier
A SEMENTE                                                                                           Página 3

APRENDENDO COM O LIVRO DOS ESPÍRITOS – questão comentada
Questão de nº 894.
Há pessoas que fazem o bem espontaneamente, sem que precisem vencer quaisquer sentimentos que
lhes sejam opostos. Terão tanto mérito, quanto as que se vêem na contingência de lutar contra a
natureza que lhes é própria e a vencem?

Resposta dos Espíritos: “Só não têm que lutar aqueles em quem já há progresso realizado. Esses lutaram
outrora e triunfaram. Por isso é que os bons sentimentos nenhum esforço lhes custam e suas ações lhes
parecem simplíssimas. O bem se lhes tornou um hábito. Devidas lhes são as honras que se costumam tributar
a velhos guerreiros que conquistaram seus altos postos. Como ainda estais longe da perfeição, tais exemplos
vos espantam pelo contraste com o que tendes à vista e tanto mais os admirais, quanto mais raros são. Ficai
sabendo, porém, que, nos mundos mais adiantados do que o vosso, constitui a regra o que entre vós
representa a exceção. Em todos os pontos desses mundos, o sentimento do bem é espontâneo, porque
somente bons Espíritos os habitam. Lá, uma só intenção maligna seria monstruosa exceção. Eis por que neles
os homens são ditosos. O mesmo se dará na Terra, quando a Humanidade se houver transformado, quando
compreender e praticar a caridade na sua verdadeira acepção.”

                            Comentário do Espírito Miramez: INGENTES ESFORÇOS
 As leis espirituais não violentam ninguém; elas, inspirando todos os seres, procuram despertar-lhes os
conhecimentos adquiridos nas experiências de cada dia. O Espírito deve procurar esforçar-se, todos os dias, no
aprendizado comum a todos os seres, pois que neste ingente trabalho de melhorar, o que lhe faltar será suprido
pelas bênçãos do Criador. Não há quem fique sem o amparo da Divindade. Onde quer que estejamos, aí Deus
se encontra e, se abrirmos a porta do coração, Ele passará a ficar mais visível na nossa consciência. Quando
começamos a entender essa ciência de vida, será mais fácil nos prepararmos para o banquete de luz na
intimidade da vida.
Quanto à indagação sobre por que essa diferença de uns se esforçarem usando as últimas forças para
melhorar, enquanto outros, com poucos esforços, vencem com facilidade muitos problemas, deixando em
seguida muitos vícios e hábitos que incomodam a consciência, respondemos que, os que com facilidade estão
no aprendizado assimilando e vivendo as lições do Evangelho, é por terem muita vivência neste campo de
reformas e a tiveram em vidas passadas, ao passo que os companheiros que encontram muitas dificuldades no
aprendizado, podem estar começando agora as mudanças internas. (...)
Os maiores demônios que conhecemos são as nossas fraquezas, que se chamam orgulho, ciúme, inveja,
egoísmo, ingratidão e preguiça. Daí, partimos para muitos outros que moram dentro de nós.
 Trabalhemos para transformá-los no amor – este o nosso trabalho individual, estabelecendo luz nos nossos
corações e paz nas nossas consciências.

PRESTANDO CONTAS:
BALANCETE FINACEIRO-OUTUBRO DE 2011               TEXTO REFLEXÃO
A SEMENTE                                                                                                         Página 4




ARTIGO DOUTRINÁRIO
Caminhos e Descaminhos
             “Uma pessoa de sucesso é aquela que consegue construir a fundação de uma firma
                                com os tijolos que os outros atiram nela”
                                                     David Brinkley

Você está com problemas ou são os outros que estão? Você sofre com isso?
Não percebemos, mas grande parte do desgaste emocional que experimentamos vem da preocupação com os
problemas alheios. Em família, isso ocorre com mais freqüência. Sofremos muito por causa de nossos familiares;
sofremos mais ainda quando desejamos dar solução ao problema dos outros e eles não aceitam a nossa opinião.
Embora a preocupação com aqueles que amamos seja comportamento normal em nossa vida, necessitamos
compreender que cada um é responsável pelas lições que lhe cabe aprender. Colocar em nossas costas as dificuldades
alheias não é demonstração de amor.
Devemos procurar nos manter em equilíbrio para poder auxiliar aquele que porventura esteja sofrendo provação.
As dificuldades são degraus preciosos para que todos aprendam e apreendam as lições da vida. Não podemos esquecer
que cada um faz suas escolhas e que elas devem ser respeitadas.
Não devemos ser indiferentes aos problemas dos outros; entretanto devemos manter uma distância psicológica segura
para que não nos contaminemos emocionalmente, a ponto de assumir a dificuldade muito mais do que a pessoa
responsável pelo erro. Indiferença não; prudência sempre.
Afinal, você está com problemas ou está contaminado e sofrendo pelos problemas alheios que não pode e nem
consegue resolver?
Não nos esqueçamos que todos aqui na Terra sofrem; uns mais, outros menos. A diferença é o valor que damos ao
sofrimento. A dor de hoje provém de ação equivocada, anteriormente praticada. Experimentar a dor é aprender com
os próprios erros.
Amar significa amparar nossos amigos e entes queridos em suas dificuldades; é compreender que somos responsáveis
pelas escolhas que fazemos e que as conseqüências são inevitáveis. Amar é aceitar a recusa da ajuda; é aceitar que não
seguir os nossos conselhos, ainda que dados com a melhor das intenções é direito de cada um. Devemos, além disso,
estar cientes de que os conselhos que damos estão fundamentados na nossa experiência de vida e que, como espíritos
imperfeitos que somos, a chance destes conselhos estarem equivocados é muito grande. Amar é respeitar,
compreender, apoiar, amparar, mas não é viver a vida do outro e nem querer que o outro viva a vida como nós a
pensamos. Se alguém que amamos estiver em caminho difícil, por uma escolha infeliz, não podemos negar-lhe o livre
arbítrio e é imperioso que estejamos ao seu lado, sempre e, principalmente, quando o momento da aprendizagem
chegar.
Existem jornadas que só nós podemos realizar. Os caminhos e descaminhos que escolhemos, por livre vontade, são
rotas seguras para nossa evolução.

                                     Algemas invisíveis – Adeilson Salles, pag 139/140. (inserções de Linda Maria F Sant Anna)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

6481950 curando-feridas-emocionais-j-m-
6481950 curando-feridas-emocionais-j-m-6481950 curando-feridas-emocionais-j-m-
6481950 curando-feridas-emocionais-j-m-
Wstallony Gomes
 
Mc52-artefinal
Mc52-artefinalMc52-artefinal
Mc52-artefinal
Helen Fernandes
 
Apresentação paciência vânia silva
Apresentação paciência vânia silvaApresentação paciência vânia silva
Apresentação paciência vânia silva
Vania Silva
 
Joyce Meyer - Beleza em vez de cinzas
Joyce Meyer - Beleza em vez de cinzasJoyce Meyer - Beleza em vez de cinzas
Joyce Meyer - Beleza em vez de cinzas
Rogéria Cristina
 
Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010
Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010
Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010
Mocidade Bezzerra de Menezes
 
# Crbbm - ser espirita e (juvenil) - [ espiritismo]
#   Crbbm - ser espirita e (juvenil) - [ espiritismo]#   Crbbm - ser espirita e (juvenil) - [ espiritismo]
# Crbbm - ser espirita e (juvenil) - [ espiritismo]
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Resumo de todos os livros Rush Godllywoord
Resumo de todos os livros Rush GodllywoordResumo de todos os livros Rush Godllywoord
Resumo de todos os livros Rush Godllywoord
Crisciane Cardoso
 
Dicas de santidade
Dicas de santidadeDicas de santidade
Dicas de santidade
Alexandria Católica
 
Cáritas
CáritasCáritas
Cáritas
Jorge da Cruz
 
PODANDO IRRITAÇÕES - Blog Partida e Chegada
PODANDO IRRITAÇÕES - Blog Partida e ChegadaPODANDO IRRITAÇÕES - Blog Partida e Chegada
PODANDO IRRITAÇÕES - Blog Partida e Chegada
Partida e Chegada
 
( Espiritismo) # - aparecida cruz - fazer o bem sem ostentacao
( Espiritismo)   # - aparecida cruz - fazer o bem sem ostentacao( Espiritismo)   # - aparecida cruz - fazer o bem sem ostentacao
( Espiritismo) # - aparecida cruz - fazer o bem sem ostentacao
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Moral cristã e caridade
Moral cristã e caridadeMoral cristã e caridade
Moral cristã e caridade
Marcel Jefferson Gonçalves
 
Evangeliza - O dever
Evangeliza - O deverEvangeliza - O dever
Evangeliza - O dever
Antonino Silva
 
Livro dos Espiritos Q.746a751 e ESE cap9_item7
Livro dos Espiritos Q.746a751 e ESE cap9_item7Livro dos Espiritos Q.746a751 e ESE cap9_item7
Livro dos Espiritos Q.746a751 e ESE cap9_item7
Patricia Farias
 
120979601 cirurgia-moral-joao-nunes-maia-espirito-de-lancellin
120979601 cirurgia-moral-joao-nunes-maia-espirito-de-lancellin120979601 cirurgia-moral-joao-nunes-maia-espirito-de-lancellin
120979601 cirurgia-moral-joao-nunes-maia-espirito-de-lancellin
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Beleza em Vez de Cinzas
Beleza em Vez de CinzasBeleza em Vez de Cinzas
Beleza em Vez de Cinzas
www.osEXgays.com
 
Exame de consciência
Exame de consciênciaExame de consciência
Exame de consciência
António José Fonseca
 
Jesus E A Caridade
Jesus E A CaridadeJesus E A Caridade
Jesus E A Caridade
meebpeixotinho
 
Livro dos espiritos cap. vi questoes 742 - 745 - flagelos destruidores: gue...
Livro dos espiritos   cap. vi questoes 742 - 745 - flagelos destruidores: gue...Livro dos espiritos   cap. vi questoes 742 - 745 - flagelos destruidores: gue...
Livro dos espiritos cap. vi questoes 742 - 745 - flagelos destruidores: gue...
Antonio Braga
 
Indulgencia - Apresentação
Indulgencia - ApresentaçãoIndulgencia - Apresentação
Indulgencia - Apresentação
Lauro K. Saito
 

Mais procurados (20)

6481950 curando-feridas-emocionais-j-m-
6481950 curando-feridas-emocionais-j-m-6481950 curando-feridas-emocionais-j-m-
6481950 curando-feridas-emocionais-j-m-
 
Mc52-artefinal
Mc52-artefinalMc52-artefinal
Mc52-artefinal
 
Apresentação paciência vânia silva
Apresentação paciência vânia silvaApresentação paciência vânia silva
Apresentação paciência vânia silva
 
Joyce Meyer - Beleza em vez de cinzas
Joyce Meyer - Beleza em vez de cinzasJoyce Meyer - Beleza em vez de cinzas
Joyce Meyer - Beleza em vez de cinzas
 
Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010
Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010
Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010
 
# Crbbm - ser espirita e (juvenil) - [ espiritismo]
#   Crbbm - ser espirita e (juvenil) - [ espiritismo]#   Crbbm - ser espirita e (juvenil) - [ espiritismo]
# Crbbm - ser espirita e (juvenil) - [ espiritismo]
 
Resumo de todos os livros Rush Godllywoord
Resumo de todos os livros Rush GodllywoordResumo de todos os livros Rush Godllywoord
Resumo de todos os livros Rush Godllywoord
 
Dicas de santidade
Dicas de santidadeDicas de santidade
Dicas de santidade
 
Cáritas
CáritasCáritas
Cáritas
 
PODANDO IRRITAÇÕES - Blog Partida e Chegada
PODANDO IRRITAÇÕES - Blog Partida e ChegadaPODANDO IRRITAÇÕES - Blog Partida e Chegada
PODANDO IRRITAÇÕES - Blog Partida e Chegada
 
( Espiritismo) # - aparecida cruz - fazer o bem sem ostentacao
( Espiritismo)   # - aparecida cruz - fazer o bem sem ostentacao( Espiritismo)   # - aparecida cruz - fazer o bem sem ostentacao
( Espiritismo) # - aparecida cruz - fazer o bem sem ostentacao
 
Moral cristã e caridade
Moral cristã e caridadeMoral cristã e caridade
Moral cristã e caridade
 
Evangeliza - O dever
Evangeliza - O deverEvangeliza - O dever
Evangeliza - O dever
 
Livro dos Espiritos Q.746a751 e ESE cap9_item7
Livro dos Espiritos Q.746a751 e ESE cap9_item7Livro dos Espiritos Q.746a751 e ESE cap9_item7
Livro dos Espiritos Q.746a751 e ESE cap9_item7
 
120979601 cirurgia-moral-joao-nunes-maia-espirito-de-lancellin
120979601 cirurgia-moral-joao-nunes-maia-espirito-de-lancellin120979601 cirurgia-moral-joao-nunes-maia-espirito-de-lancellin
120979601 cirurgia-moral-joao-nunes-maia-espirito-de-lancellin
 
Beleza em Vez de Cinzas
Beleza em Vez de CinzasBeleza em Vez de Cinzas
Beleza em Vez de Cinzas
 
Exame de consciência
Exame de consciênciaExame de consciência
Exame de consciência
 
Jesus E A Caridade
Jesus E A CaridadeJesus E A Caridade
Jesus E A Caridade
 
Livro dos espiritos cap. vi questoes 742 - 745 - flagelos destruidores: gue...
Livro dos espiritos   cap. vi questoes 742 - 745 - flagelos destruidores: gue...Livro dos espiritos   cap. vi questoes 742 - 745 - flagelos destruidores: gue...
Livro dos espiritos cap. vi questoes 742 - 745 - flagelos destruidores: gue...
 
Indulgencia - Apresentação
Indulgencia - ApresentaçãoIndulgencia - Apresentação
Indulgencia - Apresentação
 

Semelhante a A SEMENTE 4 novembro

Pps reflexão 2
Pps reflexão 2Pps reflexão 2
Pps reflexão 2
ACEAlcobaca
 
Estudo do livro Roteiro lição 33
Estudo do livro Roteiro lição 33Estudo do livro Roteiro lição 33
Estudo do livro Roteiro lição 33
Candice Gunther
 
Boletim maio 2014
Boletim maio 2014Boletim maio 2014
Boletim maio 2014
Maringil
 
O poder liberador do perdão
O poder liberador do perdãoO poder liberador do perdão
O poder liberador do perdão
Rosa Luzia Da Hora
 
O Perdão,lei de Evolução e Progresso
O Perdão,lei de Evolução e ProgressoO Perdão,lei de Evolução e Progresso
O Perdão,lei de Evolução e Progresso
Ceile Bernardo
 
Beume xx (3)
Beume xx (3)Beume xx (3)
Beume xx (3)
decoumsm
 
Beume xx (3)
Beume xx (3)Beume xx (3)
Beume xx (3)
decoumsm
 
Reforma-Intíma-sem-martírio.pdf
Reforma-Intíma-sem-martírio.pdfReforma-Intíma-sem-martírio.pdf
Reforma-Intíma-sem-martírio.pdf
DeniseTofanello
 
Estudo do livro Roteiro lição 20
Estudo do livro Roteiro lição 20Estudo do livro Roteiro lição 20
Estudo do livro Roteiro lição 20
Candice Gunther
 
Perdo 130429173017-phpapp01
Perdo 130429173017-phpapp01Perdo 130429173017-phpapp01
Perdo 130429173017-phpapp01
apqbarros
 
Estudo do livro Roteiro lição 39
Estudo do livro Roteiro lição 39Estudo do livro Roteiro lição 39
Estudo do livro Roteiro lição 39
Candice Gunther
 
Resenha de estudos espiritas 04
Resenha de estudos espiritas 04Resenha de estudos espiritas 04
Resenha de estudos espiritas 04
MRS
 
O bom servidor euripedes
O bom servidor euripedesO bom servidor euripedes
O bom servidor euripedes
Márcia Ap Rodrigues
 
Manifestação da mente de deus
Manifestação da mente de deusManifestação da mente de deus
Manifestação da mente de deus
Alice Negrão
 
O Perdão - Espirtismo
O Perdão - EspirtismoO Perdão - Espirtismo
O Perdão - Espirtismo
Valéria Domingues
 
As bases do transformar se
As bases do transformar seAs bases do transformar se
As bases do transformar se
paikachambi
 
By F@ Cura... Auto Cura Ou TercerizaçãO
By F@ Cura... Auto Cura Ou TercerizaçãOBy F@ Cura... Auto Cura Ou TercerizaçãO
By F@ Cura... Auto Cura Ou TercerizaçãO
Apometria Bauru
 
Chico Xavier - Emmanuel - Caminho, Verdade e Vida
Chico Xavier - Emmanuel - Caminho, Verdade e VidaChico Xavier - Emmanuel - Caminho, Verdade e Vida
Chico Xavier - Emmanuel - Caminho, Verdade e Vida
. Sobrenome
 
A parentela corporal e espiritual
A parentela corporal e espiritualA parentela corporal e espiritual
A parentela corporal e espiritual
Helio Cruz
 
Respostas da vida
Respostas da vidaRespostas da vida
Respostas da vida
Antonio SSantos
 

Semelhante a A SEMENTE 4 novembro (20)

Pps reflexão 2
Pps reflexão 2Pps reflexão 2
Pps reflexão 2
 
Estudo do livro Roteiro lição 33
Estudo do livro Roteiro lição 33Estudo do livro Roteiro lição 33
Estudo do livro Roteiro lição 33
 
Boletim maio 2014
Boletim maio 2014Boletim maio 2014
Boletim maio 2014
 
O poder liberador do perdão
O poder liberador do perdãoO poder liberador do perdão
O poder liberador do perdão
 
O Perdão,lei de Evolução e Progresso
O Perdão,lei de Evolução e ProgressoO Perdão,lei de Evolução e Progresso
O Perdão,lei de Evolução e Progresso
 
Beume xx (3)
Beume xx (3)Beume xx (3)
Beume xx (3)
 
Beume xx (3)
Beume xx (3)Beume xx (3)
Beume xx (3)
 
Reforma-Intíma-sem-martírio.pdf
Reforma-Intíma-sem-martírio.pdfReforma-Intíma-sem-martírio.pdf
Reforma-Intíma-sem-martírio.pdf
 
Estudo do livro Roteiro lição 20
Estudo do livro Roteiro lição 20Estudo do livro Roteiro lição 20
Estudo do livro Roteiro lição 20
 
Perdo 130429173017-phpapp01
Perdo 130429173017-phpapp01Perdo 130429173017-phpapp01
Perdo 130429173017-phpapp01
 
Estudo do livro Roteiro lição 39
Estudo do livro Roteiro lição 39Estudo do livro Roteiro lição 39
Estudo do livro Roteiro lição 39
 
Resenha de estudos espiritas 04
Resenha de estudos espiritas 04Resenha de estudos espiritas 04
Resenha de estudos espiritas 04
 
O bom servidor euripedes
O bom servidor euripedesO bom servidor euripedes
O bom servidor euripedes
 
Manifestação da mente de deus
Manifestação da mente de deusManifestação da mente de deus
Manifestação da mente de deus
 
O Perdão - Espirtismo
O Perdão - EspirtismoO Perdão - Espirtismo
O Perdão - Espirtismo
 
As bases do transformar se
As bases do transformar seAs bases do transformar se
As bases do transformar se
 
By F@ Cura... Auto Cura Ou TercerizaçãO
By F@ Cura... Auto Cura Ou TercerizaçãOBy F@ Cura... Auto Cura Ou TercerizaçãO
By F@ Cura... Auto Cura Ou TercerizaçãO
 
Chico Xavier - Emmanuel - Caminho, Verdade e Vida
Chico Xavier - Emmanuel - Caminho, Verdade e VidaChico Xavier - Emmanuel - Caminho, Verdade e Vida
Chico Xavier - Emmanuel - Caminho, Verdade e Vida
 
A parentela corporal e espiritual
A parentela corporal e espiritualA parentela corporal e espiritual
A parentela corporal e espiritual
 
Respostas da vida
Respostas da vidaRespostas da vida
Respostas da vida
 

Último

de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
marcobueno2024
 
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
Oziete SS
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdfJesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
REFORMADOR PROTESTANTE
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
REFORMADOR PROTESTANTE
 
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdfA Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
claudiovieira83
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Elton Zanoni
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
GABRIELADIASDUTRA1
 

Último (12)

de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
 
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdfJesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
 
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdfA Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
 

A SEMENTE 4 novembro

  • 1. EDITORIAL A CAMINHO DE DAMASCO A transformação de Saulo de Tarso em Paulo, o que fica deste episódio é a assertiva de Saulo, apóstolo de Cristo; a transformação de quando de joelhos e chorando copiosamente diz: perseguidor em “Vaso Vivo do Cristo”, no “... Que quereis que eu faça, Senhor” despindo- caminho de Damasco, é uma das maiores lições se naquele momento de todo orgulho e vaidade. a serem seguidas por nós, se quisermos, um dia, Ele, o Doutor da Lei, se coloca em humilde sermos chamados de filhos de Deus. Notemos posição de servo, lembrando os ensinamentos de que essa transformação ocorreu em vida. Este é Jesus: “Aquele que quiser ser o maior, que seja o o primeiro ensinamento. As pessoas pensam, servo de todos” e, neste momento sublime, erroneamente, que a mudança só acontece começa a despir, a retirar de si o homem velho e quando passamos do mundo material para o a vestir, a construir, em si, o homem novo. Assim mundo espiritual, isto é, quando desencarnamos. como Paulo, cada um de nós, Ledo engano. Ninguém vira “Santo” porque independentemente da religião que seguimos, morre. A vida eterna é uma seqüência infinita de deveremos encontrar nossa Porta de Damasco, vidas, onde, em cada uma delas, vamos que abrirá em nossas vidas a percepção do aprendendo algo de proveitoso para o nosso grandioso mestre Jesus, invadindo nossos espírito. Assim, vamos palmilhando, corações e, extasiados por este momento, transformando nossas vidas em ações que um enxergaremos a figura de Cristo, abençoando e dia nos levarão à perfeição. Note que cada dia se iluminando a nossa trajetória, convidando-nos a apresenta como “presente”, isto mesmo, o hoje entrar na sua Damasco. Assim como Paulo se nosso é o presente de Deus, para que converteu e, por isso, passou a ser reconhecido exercitemos a cada minuto, a cada segundo, como um autêntico filho de Deus, que cada dia ações fraternas e despretensiosas, movidas pelo de nossas vidas seja uma viagem a caminho de nosso coração, transformando substancialmente Damasco, a caminho da transformação que pede nossas vidas e daqueles que nos cercam. É pelo Jesus. exemplo de vida que alertamos nossos PAZ A TODOS companheiros de jornada da necessidade de IRMÃO ESTEVÃO reformularmos os nossos conceitos e transformarmos nossa trajetória, como fez o convertido de Damasco, Paulo. A segunda lição
  • 2. A SEMENTE Pagina 2 MENSAGEM DELUZ: Aproveite o Ensejo Não é o companheiro dócil que exige a sua compreensão fraternal mais imediata, E aquele que ainda luta por domar a ferocidade da ira, dentro do próprio peito. Não é o irmão cheio de entendimento evangélico que reclama suas atenções inadiáveis. É aquele que ainda não conseguiu eliminar a víbora da malícia do campo do coração. Não é o amigo que marcha em paz, na senda do bem, quem solicita seu cuidado insistente. É aquele que se perdeu no cipoal da discórdia e da incompreensão, sem forças para tornar ao caminho reto. Não é a criatura que respire no trabalho normal que requisita socorro urgente. É aquela que não teve suficiente recurso para vencer as circunstâncias constrangedoras da experiência humana e se precipitou na zona escura do desequilíbrio. É muito provável que, por enquanto, seja plenamente dispensável a sua cooperação no paraíso. É indiscutível, porém, a realidade de que, no momento, o seu lugar de servir e aprender, ajudar e amar, é na Terra mesmo. Autor: André Luiz// Psicografia de Chico Xavier
  • 3. A SEMENTE Página 3 APRENDENDO COM O LIVRO DOS ESPÍRITOS – questão comentada Questão de nº 894. Há pessoas que fazem o bem espontaneamente, sem que precisem vencer quaisquer sentimentos que lhes sejam opostos. Terão tanto mérito, quanto as que se vêem na contingência de lutar contra a natureza que lhes é própria e a vencem? Resposta dos Espíritos: “Só não têm que lutar aqueles em quem já há progresso realizado. Esses lutaram outrora e triunfaram. Por isso é que os bons sentimentos nenhum esforço lhes custam e suas ações lhes parecem simplíssimas. O bem se lhes tornou um hábito. Devidas lhes são as honras que se costumam tributar a velhos guerreiros que conquistaram seus altos postos. Como ainda estais longe da perfeição, tais exemplos vos espantam pelo contraste com o que tendes à vista e tanto mais os admirais, quanto mais raros são. Ficai sabendo, porém, que, nos mundos mais adiantados do que o vosso, constitui a regra o que entre vós representa a exceção. Em todos os pontos desses mundos, o sentimento do bem é espontâneo, porque somente bons Espíritos os habitam. Lá, uma só intenção maligna seria monstruosa exceção. Eis por que neles os homens são ditosos. O mesmo se dará na Terra, quando a Humanidade se houver transformado, quando compreender e praticar a caridade na sua verdadeira acepção.” Comentário do Espírito Miramez: INGENTES ESFORÇOS As leis espirituais não violentam ninguém; elas, inspirando todos os seres, procuram despertar-lhes os conhecimentos adquiridos nas experiências de cada dia. O Espírito deve procurar esforçar-se, todos os dias, no aprendizado comum a todos os seres, pois que neste ingente trabalho de melhorar, o que lhe faltar será suprido pelas bênçãos do Criador. Não há quem fique sem o amparo da Divindade. Onde quer que estejamos, aí Deus se encontra e, se abrirmos a porta do coração, Ele passará a ficar mais visível na nossa consciência. Quando começamos a entender essa ciência de vida, será mais fácil nos prepararmos para o banquete de luz na intimidade da vida. Quanto à indagação sobre por que essa diferença de uns se esforçarem usando as últimas forças para melhorar, enquanto outros, com poucos esforços, vencem com facilidade muitos problemas, deixando em seguida muitos vícios e hábitos que incomodam a consciência, respondemos que, os que com facilidade estão no aprendizado assimilando e vivendo as lições do Evangelho, é por terem muita vivência neste campo de reformas e a tiveram em vidas passadas, ao passo que os companheiros que encontram muitas dificuldades no aprendizado, podem estar começando agora as mudanças internas. (...) Os maiores demônios que conhecemos são as nossas fraquezas, que se chamam orgulho, ciúme, inveja, egoísmo, ingratidão e preguiça. Daí, partimos para muitos outros que moram dentro de nós. Trabalhemos para transformá-los no amor – este o nosso trabalho individual, estabelecendo luz nos nossos corações e paz nas nossas consciências. PRESTANDO CONTAS: BALANCETE FINACEIRO-OUTUBRO DE 2011 TEXTO REFLEXÃO
  • 4. A SEMENTE Página 4 ARTIGO DOUTRINÁRIO Caminhos e Descaminhos “Uma pessoa de sucesso é aquela que consegue construir a fundação de uma firma com os tijolos que os outros atiram nela” David Brinkley Você está com problemas ou são os outros que estão? Você sofre com isso? Não percebemos, mas grande parte do desgaste emocional que experimentamos vem da preocupação com os problemas alheios. Em família, isso ocorre com mais freqüência. Sofremos muito por causa de nossos familiares; sofremos mais ainda quando desejamos dar solução ao problema dos outros e eles não aceitam a nossa opinião. Embora a preocupação com aqueles que amamos seja comportamento normal em nossa vida, necessitamos compreender que cada um é responsável pelas lições que lhe cabe aprender. Colocar em nossas costas as dificuldades alheias não é demonstração de amor. Devemos procurar nos manter em equilíbrio para poder auxiliar aquele que porventura esteja sofrendo provação. As dificuldades são degraus preciosos para que todos aprendam e apreendam as lições da vida. Não podemos esquecer que cada um faz suas escolhas e que elas devem ser respeitadas. Não devemos ser indiferentes aos problemas dos outros; entretanto devemos manter uma distância psicológica segura para que não nos contaminemos emocionalmente, a ponto de assumir a dificuldade muito mais do que a pessoa responsável pelo erro. Indiferença não; prudência sempre. Afinal, você está com problemas ou está contaminado e sofrendo pelos problemas alheios que não pode e nem consegue resolver? Não nos esqueçamos que todos aqui na Terra sofrem; uns mais, outros menos. A diferença é o valor que damos ao sofrimento. A dor de hoje provém de ação equivocada, anteriormente praticada. Experimentar a dor é aprender com os próprios erros. Amar significa amparar nossos amigos e entes queridos em suas dificuldades; é compreender que somos responsáveis pelas escolhas que fazemos e que as conseqüências são inevitáveis. Amar é aceitar a recusa da ajuda; é aceitar que não seguir os nossos conselhos, ainda que dados com a melhor das intenções é direito de cada um. Devemos, além disso, estar cientes de que os conselhos que damos estão fundamentados na nossa experiência de vida e que, como espíritos imperfeitos que somos, a chance destes conselhos estarem equivocados é muito grande. Amar é respeitar, compreender, apoiar, amparar, mas não é viver a vida do outro e nem querer que o outro viva a vida como nós a pensamos. Se alguém que amamos estiver em caminho difícil, por uma escolha infeliz, não podemos negar-lhe o livre arbítrio e é imperioso que estejamos ao seu lado, sempre e, principalmente, quando o momento da aprendizagem chegar. Existem jornadas que só nós podemos realizar. Os caminhos e descaminhos que escolhemos, por livre vontade, são rotas seguras para nossa evolução. Algemas invisíveis – Adeilson Salles, pag 139/140. (inserções de Linda Maria F Sant Anna)