SlideShare uma empresa Scribd logo
Henrique VieiraCentro Espírita Luz Eterna 20.07.2016
O Evangelho Segundo o Espiritismo
Cap. XVI
711. O uso dos bens da Terra é um direito de todos os
homens?
“Esse direito é consequente da necessidade de viver. Deus não
imporia um dever sem dar ao homem o meio de cumpri-lo.”
Allan Kardec / O Livro dos Espíritos
712. Com que fim pôs Deus atributos no gozo dos bens materiais?
“Para instigar o homem ao cumprimento da sua missão e para experimentá-lo por
meio da tentação.”
a) Qual o objetivo dessa tentação?
“Desenvolver-lhe a razão, que deve preservá-lo dos excessos.”
“Se o homem só fosse instigado a usar dos bens terrenos pela utilidade que têm,
sua indiferença houvera talvez comprometido a harmonia do Universo. Deus
imprimiu a esse uso o atrativo do prazer, porque assim é o homem impelido ao
cumprimento dos desígnios providenciais. Mas, além disso, dando àquele uso esse
atrativo, quis Deus também experimentar o homem por meio da tentação , que o
arrasta para o abuso, de que deve a razão defendê-lo.”
“- Vende tudo quanto tens , reparte-o pelos pobres,
e terás um tesouro no céu; vem, e segue-me (…)
- Permite-me primeiro – conseguiu articular,
vencendo a emoção que o transfigurava – competir
em Cesareia, logo mais, disputando para Israel os
triunfos dos jogos…”
Divaldo Pereira Franco / Primícias do reino
“- Não posso esperar. O Reino dos Céus começa hoje
e agora para o teu espírito. Não há tempo a perder.”
“- Aguardei muito essa ocasião e ela se avizinha, com a chegada do período das
competições… Exercitei-me, contratei escravos que me adestraram… aos partos
comprei, por uma fortuna, duas parelhas de fogosos cavalos… os jogos estão
próximos…”
“- Renuncia, e segue-me!”
“- Não posso… não posso seguir-Te agora… Perdoa-me, se me amas!”
19:23 Disse Jesus aos seus discípulos: Amén vos digo que um rico dificilmente
entrará no Reino dos Céus. 19:24 Novamente, vos digo: É mais fácil um
camelo passar pelo buraco de uma agulha, do que um rico entrar no Reino de
Deus.
(MATEUS, 19:23-24)
“- Este é Sadock Bem Eliazar, (…) deseja participar do empreendimento no qual nos
encontramos engajados.”
“- Aqui temos Melquíades Bar Josafá, (…) Justo e bom, sentiu-se atraído, graças às
informações que lhe dei, a cooperar com a tarefa que delineia.”
“- Este é Benjamin, que vem da casa de Judá, e é especialista em estratégia militar .”
Divaldo Pereira Franco / Pelos caminhos de Jesus
“Zaqueu, - falou o Visitante
Sublime – desce depressa,
porque hoje me convém
pousar em tua casa”.
Divaldo Pereira Franco / Primícias do reino
“16:19 Havia um homem rico que se vestia de púrpura e linho fino deleitando-se
a cada dia esplendidamente. 16:20 E um pobre, de nome Lázaro, coberto de
chagas, estava lançado junto ao portão dele 16:21 desejando saciar-se do que
caía da mesa do rico. Além disso, os cães vinham lamber-lhe as chagas.”
(Novo Testamento /Lucas)
Divaldo Pereira Franco / Depois da vida
“A consciência de culpa produz um ácido que
queima e requeima interiormente, retirando
por completo a paz do calceta enganador.”
“A consciência culpada é o mais impenitente
algoz de que se tem notícia.”
“… leis estabelecidas na consciência humana
erguem o tribunal que julga delitos e aplica
penas, jamais ludibriado pela mais astuta
inteligência, que se lhe submete quando
começa a fase da reabilitação.”
Lei de causa e efeito
A tortura do rico
Um abismo
Os bens materiais
Arrependimento forçado
Comunicabilidade dos Espíritos
Allan Kardec / O Livro dos Espíritos
“A perturbação que se segue à morte nada tem de penosa para o homem de bem,
que se conserva calmo, semelhante em tudo a quem acompanha as fases de um
tranquilo despertar. Para aquele cuja consciência ainda não está pura, a perturbação
é cheia de ansiedade e de angústias, que aumentam à proporção que ele da sua
situação se compenetra.”
163. A alma tem consciência de si mesma
imediatamente depois de deixar o corpo?
“Imediatamente não é bem o termo. A alma
passa algum tempo em estado de
perturbação.”
164. A perturbação que se segue à separação da alma e do corpo é do mesmo
grau e da mesma duração para todos os Espíritos?
“Não; depende da elevação de cada um. Aquele que já está purificado, se
reconhece quase imediatamente, pois que se libertou da matéria antes que
cessasse a vida do corpo, enquanto que o homem carnal, aquele cuja consciência
ainda não está pura, guarda por muito mais tempo a impressão da matéria.”
“Ao lado de extensa galeria, dois cavalheiros e três
damas admiravam singular espelho, junto do qual se
mantinha uma jovem desencarnada com expressão
de grande tristeza.(…)
- Toquei o objeto para informar-me. Este espelho
originalíssimo foi confiado à jovem por um rapaz
que lhe prometeu casamento. (…) Despediu-se da
noiva e lhe implorou guardasse a peça como
lembrança, até que pudesse voltar, e serem então
felizes para sempre… (…) Contudo, distraído na
França pelos encantos de outra mulher, não mais
regressou (…)
- A pobrezinha, no entanto, fixou-se na promessa
ouvida e continua a esperá-lo. O espelho é o
penhor da sua felicidade.”
Francisco Cândido Xavier / Nos Domínios da Mediunidade
Allan Kardec / O Céu e o Inferno
“Fui no mundo um ser inútil; não fiz uso algum proveitoso das minhas faculdades; a
fortuna serviu apenas à satisfação das minhas paixões, aos meus caprichos de luxo e à
minha vaidade; não pensei senão nos gozos do corpo, desprezando os da alma e a
própria alma. (…) Orai para que Ele me perdoe…”
“A insistência do Espírito, para que se orasse sobre o seu túmulo,
é uma particularidade notável, mas que tinha sua razão de ser se
levarmos em conta a tenacidade dos laços que ao corpo o
prendiam, à dificuldade do desprendimento, em consequência
da materialidade da sua existência.”
Esbanjar a
riqueza não é
Desprendimento
dos bens terrenos
É
Descaso e
indiferença
A riqueza pode e deve ser utilizada para a construção de um mundo melhor.
“- O dinheiro fomenta o progresso da sociedade, equilibra a família, dignifica o
homem, estimula a fraternidade, gera alegria e estrutura a esperança. Sem dúvida,
que tem sido mal empregado, produzindo a usura e a insensatez dos quais decorrem
males sem conta, que respondem pela miséria moral, social e geral no mundo.
Deus não colocaria na Terra o dinheiro, se ele não tivesse a missão de acompanhar o
homem na sua marcha ascensional na busca da perfeição. Dia virá em que a troca de
valores se fará por meio de outras técnicas e de outros recursos, dispensando o
dinheiro. Por enquanto, porém, ele é veículo para o bem e a felicidade que a todos
cumpre desenvolver, mediante a correta aplicação dos tesouros que chegarem a
quaisquer mãos.
Abençoada seja a riqueza que gera paz, a moeda que liberta do sofrimento, o dinheiro
que impele à felicidade, o recurso que santifica no exercício do desprendimento e na
ação do bem.”
Divaldo Pereira Franco / Pelos caminhos de Jesus
Referências bibliográficas

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Cap. 1 NãO Vim Destruir A Lei
Cap. 1 NãO Vim Destruir A LeiCap. 1 NãO Vim Destruir A Lei
Cap. 1 NãO Vim Destruir A Lei
Cavalcante Melo Junior Eudes
 
Capítulo IV - Evangelho Segundo Espiritismo
Capítulo IV - Evangelho Segundo EspiritismoCapítulo IV - Evangelho Segundo Espiritismo
Capítulo IV - Evangelho Segundo Espiritismo
Jean Dias
 
Palestra ESE13 que a mão esquerda...
Palestra ESE13 que a mão esquerda... Palestra ESE13 que a mão esquerda...
Palestra ESE13 que a mão esquerda...
Tiburcio Santos
 
Os Inimigos Desencarnados(Ese)
Os Inimigos Desencarnados(Ese)Os Inimigos Desencarnados(Ese)
Os Inimigos Desencarnados(Ese)
Grupo Espírita Cristão
 
Cap 12 Amar os vossos Inimigos
Cap 12 Amar os vossos InimigosCap 12 Amar os vossos Inimigos
Cap 12 Amar os vossos Inimigos
gmo1973
 
Estudo sobre prece!
Estudo sobre prece!Estudo sobre prece!
Estudo sobre prece!
Leonardo Pereira
 
Casamento na ótica espirita
Casamento na ótica espiritaCasamento na ótica espirita
Casamento na ótica espirita
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Palestra Espírita - A paciência
Palestra Espírita - A paciênciaPalestra Espírita - A paciência
Palestra Espírita - A paciência
Divulgador do Espiritismo
 
FELIZ ANO NOVO!
FELIZ ANO NOVO!FELIZ ANO NOVO!
FELIZ ANO NOVO!
Jorge Luiz dos Santos
 
Reencarnação
ReencarnaçãoReencarnação
Reencarnação
paikachambi
 
Cap xi Amar ao proximo como a si mesmo
Cap xi Amar ao proximo como a si mesmoCap xi Amar ao proximo como a si mesmo
Cap xi Amar ao proximo como a si mesmo
gmo1973
 
Bem aventurados os mansos e pacíficos
Bem aventurados os mansos e pacíficosBem aventurados os mansos e pacíficos
Bem aventurados os mansos e pacíficos
Eduardo Ottonelli Pithan
 
A piedade
A piedadeA piedade
A piedade
Dalila Melo
 
Não vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Não vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEMNão vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Não vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
Fora da caridade não há salvação
Fora da caridade não há salvaçãoFora da caridade não há salvação
Fora da caridade não há salvação
Anderson Dias
 
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
Jorge Luiz dos Santos
 
Fé pela ótica espírita
Fé pela ótica espíritaFé pela ótica espírita
Fé pela ótica espírita
Eduardo Ottonelli Pithan
 
O homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafioO homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafio
Graça Maciel
 
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerda o que dê a vossa mão direita
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerdao que dê a vossa mão direitaCap 13 Não saiba a vossa mão esquerdao que dê a vossa mão direita
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerda o que dê a vossa mão direita
gmo1973
 
Os trabalhadores da última hora
Os trabalhadores da última horaOs trabalhadores da última hora
Os trabalhadores da última hora
Isnande Mota Barros
 

Mais procurados (20)

Cap. 1 NãO Vim Destruir A Lei
Cap. 1 NãO Vim Destruir A LeiCap. 1 NãO Vim Destruir A Lei
Cap. 1 NãO Vim Destruir A Lei
 
Capítulo IV - Evangelho Segundo Espiritismo
Capítulo IV - Evangelho Segundo EspiritismoCapítulo IV - Evangelho Segundo Espiritismo
Capítulo IV - Evangelho Segundo Espiritismo
 
Palestra ESE13 que a mão esquerda...
Palestra ESE13 que a mão esquerda... Palestra ESE13 que a mão esquerda...
Palestra ESE13 que a mão esquerda...
 
Os Inimigos Desencarnados(Ese)
Os Inimigos Desencarnados(Ese)Os Inimigos Desencarnados(Ese)
Os Inimigos Desencarnados(Ese)
 
Cap 12 Amar os vossos Inimigos
Cap 12 Amar os vossos InimigosCap 12 Amar os vossos Inimigos
Cap 12 Amar os vossos Inimigos
 
Estudo sobre prece!
Estudo sobre prece!Estudo sobre prece!
Estudo sobre prece!
 
Casamento na ótica espirita
Casamento na ótica espiritaCasamento na ótica espirita
Casamento na ótica espirita
 
Palestra Espírita - A paciência
Palestra Espírita - A paciênciaPalestra Espírita - A paciência
Palestra Espírita - A paciência
 
FELIZ ANO NOVO!
FELIZ ANO NOVO!FELIZ ANO NOVO!
FELIZ ANO NOVO!
 
Reencarnação
ReencarnaçãoReencarnação
Reencarnação
 
Cap xi Amar ao proximo como a si mesmo
Cap xi Amar ao proximo como a si mesmoCap xi Amar ao proximo como a si mesmo
Cap xi Amar ao proximo como a si mesmo
 
Bem aventurados os mansos e pacíficos
Bem aventurados os mansos e pacíficosBem aventurados os mansos e pacíficos
Bem aventurados os mansos e pacíficos
 
A piedade
A piedadeA piedade
A piedade
 
Não vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Não vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEMNão vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Não vim destruir a lei-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
 
Fora da caridade não há salvação
Fora da caridade não há salvaçãoFora da caridade não há salvação
Fora da caridade não há salvação
 
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
 
Fé pela ótica espírita
Fé pela ótica espíritaFé pela ótica espírita
Fé pela ótica espírita
 
O homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafioO homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafio
 
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerda o que dê a vossa mão direita
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerdao que dê a vossa mão direitaCap 13 Não saiba a vossa mão esquerdao que dê a vossa mão direita
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerda o que dê a vossa mão direita
 
Os trabalhadores da última hora
Os trabalhadores da última horaOs trabalhadores da última hora
Os trabalhadores da última hora
 

Destaque

Irony of life
Irony of lifeIrony of life
Irony of life
Irony of lifeIrony of life
10 истор мокрогуз_розумієнко_пособ_2010_укр
10 истор мокрогуз_розумієнко_пособ_2010_укр10 истор мокрогуз_розумієнко_пособ_2010_укр
10 истор мокрогуз_розумієнко_пособ_2010_укр
Aira_Roo
 
MCA 6th Sem Project Report
MCA 6th Sem Project ReportMCA 6th Sem Project Report
MCA 6th Sem Project Report
PRADEEP GUPTA
 
IRC_GBV_RA_Bentiu_June 2014_Final
IRC_GBV_RA_Bentiu_June 2014_FinalIRC_GBV_RA_Bentiu_June 2014_Final
IRC_GBV_RA_Bentiu_June 2014_Final
Patricia Gray
 
Next-gen Network Telemetry is Within Your Packets: In-band OAM
Next-gen Network Telemetry is Within Your Packets: In-band OAMNext-gen Network Telemetry is Within Your Packets: In-band OAM
Next-gen Network Telemetry is Within Your Packets: In-band OAM
Frank Brockners
 
DSL Construction with Ruby - ThoughtWorks Masterclass Series 2009
DSL Construction with Ruby - ThoughtWorks Masterclass Series 2009DSL Construction with Ruby - ThoughtWorks Masterclass Series 2009
DSL Construction with Ruby - ThoughtWorks Masterclass Series 2009
Harshal Hayatnagarkar
 
Societal Impact
Societal ImpactSocietal Impact
Societal Impact
Nicolas Robinson-Garcia
 
O culto dos mortos a luz do espiritismo
O culto dos mortos a luz do espiritismoO culto dos mortos a luz do espiritismo
O culto dos mortos a luz do espiritismo
Henrique Vieira
 
Cuento ines
Cuento inesCuento ines
Cuento ines
AnaMariaMADRID
 
Praveen sinha work profile
Praveen sinha work profilePraveen sinha work profile
Praveen sinha work profile
praveensinha007
 
Suresh resume 2016__2_
Suresh resume 2016__2_Suresh resume 2016__2_
Suresh resume 2016__2_
NARVA SURESH KUMAR
 
Lonavala trip with hns team families - 2002
Lonavala trip with hns team families - 2002Lonavala trip with hns team families - 2002
Lonavala trip with hns team families - 2002
HardnSoft
 
Mp179net1
Mp179net1Mp179net1
Mp179net1
Veritra Pay,VSI
 

Destaque (15)

Irony of life
Irony of lifeIrony of life
Irony of life
 
Irony of life
Irony of lifeIrony of life
Irony of life
 
10 истор мокрогуз_розумієнко_пособ_2010_укр
10 истор мокрогуз_розумієнко_пособ_2010_укр10 истор мокрогуз_розумієнко_пособ_2010_укр
10 истор мокрогуз_розумієнко_пособ_2010_укр
 
MCA 6th Sem Project Report
MCA 6th Sem Project ReportMCA 6th Sem Project Report
MCA 6th Sem Project Report
 
IRC_GBV_RA_Bentiu_June 2014_Final
IRC_GBV_RA_Bentiu_June 2014_FinalIRC_GBV_RA_Bentiu_June 2014_Final
IRC_GBV_RA_Bentiu_June 2014_Final
 
Next-gen Network Telemetry is Within Your Packets: In-band OAM
Next-gen Network Telemetry is Within Your Packets: In-band OAMNext-gen Network Telemetry is Within Your Packets: In-band OAM
Next-gen Network Telemetry is Within Your Packets: In-band OAM
 
DSL Construction with Ruby - ThoughtWorks Masterclass Series 2009
DSL Construction with Ruby - ThoughtWorks Masterclass Series 2009DSL Construction with Ruby - ThoughtWorks Masterclass Series 2009
DSL Construction with Ruby - ThoughtWorks Masterclass Series 2009
 
Societal Impact
Societal ImpactSocietal Impact
Societal Impact
 
O culto dos mortos a luz do espiritismo
O culto dos mortos a luz do espiritismoO culto dos mortos a luz do espiritismo
O culto dos mortos a luz do espiritismo
 
Cuento ines
Cuento inesCuento ines
Cuento ines
 
aaa
aaaaaa
aaa
 
Praveen sinha work profile
Praveen sinha work profilePraveen sinha work profile
Praveen sinha work profile
 
Suresh resume 2016__2_
Suresh resume 2016__2_Suresh resume 2016__2_
Suresh resume 2016__2_
 
Lonavala trip with hns team families - 2002
Lonavala trip with hns team families - 2002Lonavala trip with hns team families - 2002
Lonavala trip with hns team families - 2002
 
Mp179net1
Mp179net1Mp179net1
Mp179net1
 

Semelhante a Desprendimento dos bens terrenos

Ponto de vista
Ponto de vistaPonto de vista
Ponto de vista
eduhpimentel
 
Não viver para passar o tempo
Não viver para passar o tempoNão viver para passar o tempo
Não viver para passar o tempo
Helio Cruz
 
Não viver para passar o tempo
Não viver para passar o tempoNão viver para passar o tempo
Não viver para passar o tempo
Helio Cruz
 
Lei de reproducao: Populacao do Globo / Orgulho e Humildade
Lei de reproducao: Populacao do Globo / Orgulho e HumildadeLei de reproducao: Populacao do Globo / Orgulho e Humildade
Lei de reproducao: Populacao do Globo / Orgulho e Humildade
Antonio Braga
 
Buscai e achareis
Buscai e achareisBuscai e achareis
Buscai e achareis
Henrique Vieira
 
Os Valores Da Vida
Os Valores Da VidaOs Valores Da Vida
Os Valores Da Vida
Grupo Espírita Cristão
 
Roteiro 7 a terra - mundo de expiação e provas
Roteiro 7   a terra - mundo de expiação e provasRoteiro 7   a terra - mundo de expiação e provas
Roteiro 7 a terra - mundo de expiação e provas
Bruno Cechinel Filho
 
Os tesouros divinos em vasos de barro
Os tesouros divinos em vasos de barroOs tesouros divinos em vasos de barro
Os tesouros divinos em vasos de barro
Clelia Oliveira
 
Boletim informatio o consolador maio 2014 impressão
Boletim informatio o consolador   maio 2014 impressãoBoletim informatio o consolador   maio 2014 impressão
Boletim informatio o consolador maio 2014 impressão
Ume Maria
 
090819 das penas e gozos terrenos–livro iv, cap. i
090819 das penas e gozos terrenos–livro iv, cap. i090819 das penas e gozos terrenos–livro iv, cap. i
090819 das penas e gozos terrenos–livro iv, cap. i
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Entre o bem e o mal - chico xavier
Entre o bem e o mal  - chico xavier Entre o bem e o mal  - chico xavier
Entre o bem e o mal - chico xavier
Francisco de Assis Alencar
 
Livro dos Espíritos Q373 ESE cap.28 item40
Livro dos Espíritos Q373 ESE cap.28 item40Livro dos Espíritos Q373 ESE cap.28 item40
Livro dos Espíritos Q373 ESE cap.28 item40
Patricia Farias
 
Resenha espirita on line 154
Resenha espirita on line 154Resenha espirita on line 154
Resenha espirita on line 154
MRS
 
Livro dos Espíritos Questões 790 a 793 + Evangelho Segundo o Espiritismo - ...
Livro dos Espíritos Questões 790  a 793 + Evangelho Segundo o Espiritismo -  ...Livro dos Espíritos Questões 790  a 793 + Evangelho Segundo o Espiritismo -  ...
Livro dos Espíritos Questões 790 a 793 + Evangelho Segundo o Espiritismo - ...
Antonio Braga
 
As parábolas de Jesus
As parábolas de Jesus  As parábolas de Jesus
As parábolas de Jesus
Ponte de Luz ASEC
 
LE 893 ESE_cap13_item11
LE 893 ESE_cap13_item11LE 893 ESE_cap13_item11
LE 893 ESE_cap13_item11
Patricia Farias
 
Não vos afadigueis pela posse do ouro
Não vos afadigueis pela posse do ouroNão vos afadigueis pela posse do ouro
Não vos afadigueis pela posse do ouro
Henrique Vieira
 
Jesus um homem extraordinario
Jesus um homem extraordinarioJesus um homem extraordinario
Jesus um homem extraordinario
Henrique Vieira
 
A Passagem - Uma visão espírita sobre o momento da morte
A Passagem - Uma visão espírita sobre o momento da morteA Passagem - Uma visão espírita sobre o momento da morte
A Passagem - Uma visão espírita sobre o momento da morte
Ricardo Azevedo
 
Livro dos Espiritos Q238 ESE cap17 item10
Livro dos Espiritos Q238 ESE cap17 item10Livro dos Espiritos Q238 ESE cap17 item10
Livro dos Espiritos Q238 ESE cap17 item10
Patricia Farias
 

Semelhante a Desprendimento dos bens terrenos (20)

Ponto de vista
Ponto de vistaPonto de vista
Ponto de vista
 
Não viver para passar o tempo
Não viver para passar o tempoNão viver para passar o tempo
Não viver para passar o tempo
 
Não viver para passar o tempo
Não viver para passar o tempoNão viver para passar o tempo
Não viver para passar o tempo
 
Lei de reproducao: Populacao do Globo / Orgulho e Humildade
Lei de reproducao: Populacao do Globo / Orgulho e HumildadeLei de reproducao: Populacao do Globo / Orgulho e Humildade
Lei de reproducao: Populacao do Globo / Orgulho e Humildade
 
Buscai e achareis
Buscai e achareisBuscai e achareis
Buscai e achareis
 
Os Valores Da Vida
Os Valores Da VidaOs Valores Da Vida
Os Valores Da Vida
 
Roteiro 7 a terra - mundo de expiação e provas
Roteiro 7   a terra - mundo de expiação e provasRoteiro 7   a terra - mundo de expiação e provas
Roteiro 7 a terra - mundo de expiação e provas
 
Os tesouros divinos em vasos de barro
Os tesouros divinos em vasos de barroOs tesouros divinos em vasos de barro
Os tesouros divinos em vasos de barro
 
Boletim informatio o consolador maio 2014 impressão
Boletim informatio o consolador   maio 2014 impressãoBoletim informatio o consolador   maio 2014 impressão
Boletim informatio o consolador maio 2014 impressão
 
090819 das penas e gozos terrenos–livro iv, cap. i
090819 das penas e gozos terrenos–livro iv, cap. i090819 das penas e gozos terrenos–livro iv, cap. i
090819 das penas e gozos terrenos–livro iv, cap. i
 
Entre o bem e o mal - chico xavier
Entre o bem e o mal  - chico xavier Entre o bem e o mal  - chico xavier
Entre o bem e o mal - chico xavier
 
Livro dos Espíritos Q373 ESE cap.28 item40
Livro dos Espíritos Q373 ESE cap.28 item40Livro dos Espíritos Q373 ESE cap.28 item40
Livro dos Espíritos Q373 ESE cap.28 item40
 
Resenha espirita on line 154
Resenha espirita on line 154Resenha espirita on line 154
Resenha espirita on line 154
 
Livro dos Espíritos Questões 790 a 793 + Evangelho Segundo o Espiritismo - ...
Livro dos Espíritos Questões 790  a 793 + Evangelho Segundo o Espiritismo -  ...Livro dos Espíritos Questões 790  a 793 + Evangelho Segundo o Espiritismo -  ...
Livro dos Espíritos Questões 790 a 793 + Evangelho Segundo o Espiritismo - ...
 
As parábolas de Jesus
As parábolas de Jesus  As parábolas de Jesus
As parábolas de Jesus
 
LE 893 ESE_cap13_item11
LE 893 ESE_cap13_item11LE 893 ESE_cap13_item11
LE 893 ESE_cap13_item11
 
Não vos afadigueis pela posse do ouro
Não vos afadigueis pela posse do ouroNão vos afadigueis pela posse do ouro
Não vos afadigueis pela posse do ouro
 
Jesus um homem extraordinario
Jesus um homem extraordinarioJesus um homem extraordinario
Jesus um homem extraordinario
 
A Passagem - Uma visão espírita sobre o momento da morte
A Passagem - Uma visão espírita sobre o momento da morteA Passagem - Uma visão espírita sobre o momento da morte
A Passagem - Uma visão espírita sobre o momento da morte
 
Livro dos Espiritos Q238 ESE cap17 item10
Livro dos Espiritos Q238 ESE cap17 item10Livro dos Espiritos Q238 ESE cap17 item10
Livro dos Espiritos Q238 ESE cap17 item10
 

Último

Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
Oziete SS
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
marcobueno2024
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Elton Zanoni
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
GABRIELADIASDUTRA1
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 

Último (10)

Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 

Desprendimento dos bens terrenos

  • 1. Henrique VieiraCentro Espírita Luz Eterna 20.07.2016 O Evangelho Segundo o Espiritismo Cap. XVI
  • 2. 711. O uso dos bens da Terra é um direito de todos os homens? “Esse direito é consequente da necessidade de viver. Deus não imporia um dever sem dar ao homem o meio de cumpri-lo.” Allan Kardec / O Livro dos Espíritos 712. Com que fim pôs Deus atributos no gozo dos bens materiais? “Para instigar o homem ao cumprimento da sua missão e para experimentá-lo por meio da tentação.” a) Qual o objetivo dessa tentação? “Desenvolver-lhe a razão, que deve preservá-lo dos excessos.” “Se o homem só fosse instigado a usar dos bens terrenos pela utilidade que têm, sua indiferença houvera talvez comprometido a harmonia do Universo. Deus imprimiu a esse uso o atrativo do prazer, porque assim é o homem impelido ao cumprimento dos desígnios providenciais. Mas, além disso, dando àquele uso esse atrativo, quis Deus também experimentar o homem por meio da tentação , que o arrasta para o abuso, de que deve a razão defendê-lo.”
  • 3. “- Vende tudo quanto tens , reparte-o pelos pobres, e terás um tesouro no céu; vem, e segue-me (…) - Permite-me primeiro – conseguiu articular, vencendo a emoção que o transfigurava – competir em Cesareia, logo mais, disputando para Israel os triunfos dos jogos…” Divaldo Pereira Franco / Primícias do reino “- Não posso esperar. O Reino dos Céus começa hoje e agora para o teu espírito. Não há tempo a perder.” “- Aguardei muito essa ocasião e ela se avizinha, com a chegada do período das competições… Exercitei-me, contratei escravos que me adestraram… aos partos comprei, por uma fortuna, duas parelhas de fogosos cavalos… os jogos estão próximos…” “- Renuncia, e segue-me!” “- Não posso… não posso seguir-Te agora… Perdoa-me, se me amas!”
  • 4. 19:23 Disse Jesus aos seus discípulos: Amén vos digo que um rico dificilmente entrará no Reino dos Céus. 19:24 Novamente, vos digo: É mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha, do que um rico entrar no Reino de Deus. (MATEUS, 19:23-24)
  • 5. “- Este é Sadock Bem Eliazar, (…) deseja participar do empreendimento no qual nos encontramos engajados.” “- Aqui temos Melquíades Bar Josafá, (…) Justo e bom, sentiu-se atraído, graças às informações que lhe dei, a cooperar com a tarefa que delineia.” “- Este é Benjamin, que vem da casa de Judá, e é especialista em estratégia militar .” Divaldo Pereira Franco / Pelos caminhos de Jesus
  • 6. “Zaqueu, - falou o Visitante Sublime – desce depressa, porque hoje me convém pousar em tua casa”. Divaldo Pereira Franco / Primícias do reino
  • 7. “16:19 Havia um homem rico que se vestia de púrpura e linho fino deleitando-se a cada dia esplendidamente. 16:20 E um pobre, de nome Lázaro, coberto de chagas, estava lançado junto ao portão dele 16:21 desejando saciar-se do que caía da mesa do rico. Além disso, os cães vinham lamber-lhe as chagas.” (Novo Testamento /Lucas)
  • 8. Divaldo Pereira Franco / Depois da vida “A consciência de culpa produz um ácido que queima e requeima interiormente, retirando por completo a paz do calceta enganador.” “A consciência culpada é o mais impenitente algoz de que se tem notícia.” “… leis estabelecidas na consciência humana erguem o tribunal que julga delitos e aplica penas, jamais ludibriado pela mais astuta inteligência, que se lhe submete quando começa a fase da reabilitação.”
  • 9. Lei de causa e efeito A tortura do rico Um abismo Os bens materiais Arrependimento forçado Comunicabilidade dos Espíritos
  • 10. Allan Kardec / O Livro dos Espíritos “A perturbação que se segue à morte nada tem de penosa para o homem de bem, que se conserva calmo, semelhante em tudo a quem acompanha as fases de um tranquilo despertar. Para aquele cuja consciência ainda não está pura, a perturbação é cheia de ansiedade e de angústias, que aumentam à proporção que ele da sua situação se compenetra.” 163. A alma tem consciência de si mesma imediatamente depois de deixar o corpo? “Imediatamente não é bem o termo. A alma passa algum tempo em estado de perturbação.” 164. A perturbação que se segue à separação da alma e do corpo é do mesmo grau e da mesma duração para todos os Espíritos? “Não; depende da elevação de cada um. Aquele que já está purificado, se reconhece quase imediatamente, pois que se libertou da matéria antes que cessasse a vida do corpo, enquanto que o homem carnal, aquele cuja consciência ainda não está pura, guarda por muito mais tempo a impressão da matéria.”
  • 11. “Ao lado de extensa galeria, dois cavalheiros e três damas admiravam singular espelho, junto do qual se mantinha uma jovem desencarnada com expressão de grande tristeza.(…) - Toquei o objeto para informar-me. Este espelho originalíssimo foi confiado à jovem por um rapaz que lhe prometeu casamento. (…) Despediu-se da noiva e lhe implorou guardasse a peça como lembrança, até que pudesse voltar, e serem então felizes para sempre… (…) Contudo, distraído na França pelos encantos de outra mulher, não mais regressou (…) - A pobrezinha, no entanto, fixou-se na promessa ouvida e continua a esperá-lo. O espelho é o penhor da sua felicidade.” Francisco Cândido Xavier / Nos Domínios da Mediunidade
  • 12. Allan Kardec / O Céu e o Inferno “Fui no mundo um ser inútil; não fiz uso algum proveitoso das minhas faculdades; a fortuna serviu apenas à satisfação das minhas paixões, aos meus caprichos de luxo e à minha vaidade; não pensei senão nos gozos do corpo, desprezando os da alma e a própria alma. (…) Orai para que Ele me perdoe…” “A insistência do Espírito, para que se orasse sobre o seu túmulo, é uma particularidade notável, mas que tinha sua razão de ser se levarmos em conta a tenacidade dos laços que ao corpo o prendiam, à dificuldade do desprendimento, em consequência da materialidade da sua existência.”
  • 13. Esbanjar a riqueza não é Desprendimento dos bens terrenos É Descaso e indiferença A riqueza pode e deve ser utilizada para a construção de um mundo melhor.
  • 14. “- O dinheiro fomenta o progresso da sociedade, equilibra a família, dignifica o homem, estimula a fraternidade, gera alegria e estrutura a esperança. Sem dúvida, que tem sido mal empregado, produzindo a usura e a insensatez dos quais decorrem males sem conta, que respondem pela miséria moral, social e geral no mundo. Deus não colocaria na Terra o dinheiro, se ele não tivesse a missão de acompanhar o homem na sua marcha ascensional na busca da perfeição. Dia virá em que a troca de valores se fará por meio de outras técnicas e de outros recursos, dispensando o dinheiro. Por enquanto, porém, ele é veículo para o bem e a felicidade que a todos cumpre desenvolver, mediante a correta aplicação dos tesouros que chegarem a quaisquer mãos. Abençoada seja a riqueza que gera paz, a moeda que liberta do sofrimento, o dinheiro que impele à felicidade, o recurso que santifica no exercício do desprendimento e na ação do bem.” Divaldo Pereira Franco / Pelos caminhos de Jesus

Notas do Editor

  1. A prova da riqueza é de uma dificuldade imensa, a que muitos não conseguem resistir. Lembramo-nos de um jovem se aproximou correndo, ajoelhou diante d’Ele (Jesus) e Lhe perguntou: «Bom Mestre, que hei-de fazer para alcançar a vida eterna?». Jesus respondeu: «Porque Me chamas bom? Ninguém é bom senão Deus. Tu sabes os mandamentos: ‘Não mates; não cometas adultério; não roubes; não levantes falso testemunho; não cometas fraudes; honra pai e mãe». O jovem disse a Jesus: «Mestre, tudo isso tenho eu cumprido desde a juventude». Jesus olhou para ele com simpatia e respondeu: «Falta-te uma coisa: vai vender o que tens, dá o dinheiro aos pobres e terás um tesouro no Céu. Depois, vem e segue-Me». Ao ouvir estas palavras, o jovem ficou abatido e retirou-se pesaroso, porque era muito rico. Então Jesus, olhando à sua volta, disse aos discípulos: «Como será difícil para os que têm riquezas entrar no reino de Deus!». Os discípulos ficaram admirados com estas palavras. Pag. 69 Uma semana depois Cesareia era a capital do ócio, do prazer. Cesareia era uma cidade importante, o seu porto marítimo recebia embarcações de toda a parte, o que a tornava uma cidade onde havia muito dinheiro. Isso era visível nas apostas que se realizavam nos jogos. O clima agradável, estilo Algarve, tornava-a a residência dos procuradores romanos em Israel. Seria aí que este moço iria desencarnar, a sua quadriga virou-se e ele foi despedaçado pelos cavalos. No entanto segundo Amélia Rodrigues Jesus foi recebê-lo no plano espiritual.