SlideShare uma empresa Scribd logo
A palestra
espírita e sua
função no
tratamento
espiritual
A todos nós, quando passamos por um tratamento
espiritual, nos recomendam que devemos assistir
às palestras , mas nem todos entendem o porquê.
Aqui ficam, então, algumas perguntas e suas respostas para que possamos
entender por que é importante participar dessas palestras e ainda dos cursos
regulares numa casa espírita.
– Por que alguns de nós só enxergamos o
tratamento nas salas de passe específicas?
Quando vamos a uma casa espírita buscamos a cura de
nossos males e problemas e muitos entendem que o
tratamento só acontecem nas sessões de passe. Porque
podemos ver na sala de passe a movimentação de pessoas, o
processo de passe e suas técnicas, enquanto que na palestra
ficamos sentados imóveis e aparentemente, nada acontece.
Mas o tratamento começa na
palestra . É neste momento
que a espiritualidade começa
a trabalhar. Retira um amigo
necessitado do nosso lado.
Alivia a congestão de
energias em alguma área do
nosso corpo. Energiza algum
ponto que está debilitado e
principalmente atua no nosso
campo mental. E neste
sentido a palestra é vital para
mudar a sintonia mental.
Assim, as palestras ajudarão a pessoa encontrar um equilíbrio
interno, auxiliados pela reflexão e a pela vontade de mudar.
Para a solução de nossos problemas são necessárias três
passos: A mudança no nosso padrão mental. O passe, como
carga energética e o nosso esforço pessoal para a mudança
através do conhecimento e da reflexão. Assim, verificamos que
vamos precisar do passe, dos estudos e o mais importante: a
nossa real vontade de mudar.
Reforma intima
– Qual a importância da palestra para o equilíbrio
emocional e espiritual das pessoas em tratamento .
Durante os momentos que passamos numa palestra construtiva, forças
energéticas e assistência dos nossos mentores e guias espirituais nos dão
as energias necessárias, como um complemento ao obtido na sala de
passe, e, assim, formarmos uma estrutura psicossomática aliada ao
esforço pessoal. Desta mescla de silêncio, análise e recepção de conceitos,
teremos como resultado um equilíbrio, tanto no aspecto físico, como
emocional e espiritual, além do afastamento de Espíritos obsessores, que
também se aproveitam desses ensinamentos.
– De que forma a espiritualidade atua
enquanto estamos ouvindo uma palestra?
Na sala de palestra recebemos energias diretamente do
do plano espiritual É um trabalho de mudança, reflexão e
entendimento. Na sala de passes, as energias vêm dos
trabalhadores encarnados aliadas às energias do plano
espiritual. Estão presentes 2 tipos de energias.
– Qual a relação entre os passes e as palestras?
É um trabalho em conjunto. Enquanto as palestras fazem o
trabalho íntimo de nos “acordar”, mudar nossos
pensamentos. Os passes nos oferecem energias anímicas e
espirituais, que atuam diretamente no nosso perispirito.
Podemos ver que uma complementa a outra. Se assistimos à
palestra para depois tomar os passes, estaremos mais
receptivos para a segunda fase. A palestra nos faz refletir e
nos esclarece. O passe vem completar e fechar todo o
processo.
Assim, devemos entender que há um conjunto
de energias (fluidos) no tratamento “palestra e
passe”. É a aplicação dos ensinos de Jesus de
forma objetiva: “Conheça a verdade e ela vos
libertará”. Outra função importante da palestra
é fortalecer ou despertar a Fé da pessoa. É ela
que vai permitir que as transformações
aconteçam na vida da pessoa.
Importância de
Frequentar as
Palestras
Doutrinárias
Não são poucos os trabalhadores que, à semelhança de
estudantes omissos, preferem não comparecer às
sessões doutrinárias na sua casa espírita alegando os
mais variados motivos. Geralmente, preferem os passes
ou as sessões mediúnicas. E, no entanto, sua presença
é importantíssima nestas palestras doutrinárias.
Porque sempre que alguém precisa de atendimento
espiritual, são os seus acompanhantes espirituais os
que mais necessitam ouvir as palavras
esclarecedoras a fim de que possam mudar sua
maneira de pensar e agir.
Além disso, enquanto se realizam as palestras
doutrinárias, muitos espíritos perturbados que
acompanham os presentes são socorridos, afastados e
encaminhados para tratamento em hospitais do plano
espiritual.
A palestra doutrinaria na casa espirita
Convém lembrar que, onde quer que estejamos, somos sempre cercados
por uma nuvem de testemunhas espirituais, conforme revelou o Apóstolo
Paulo. (Epístola aos Hebreus, 12.1). E Emmanuel complementa que esses
acompanhantes espirituais, entre os quais alguns inimigos nossos de
vidas passadas, são vulgarmente chamados “Espíritos Maus”, quando,
mais propriamente, são Espíritos infelizes.
Zombam de tudo o lhes escape o domínio, supõem-se invencíveis na
cidadela do seu orgulho, escarnecem dos mais altos valores da
Humanidade e acreditam ludibriar o próprio Deus. Decerto que esses
irmãos, enredados em profundo desequilíbrio, estão entre nós adestrando-
nos as forças mais íntimas para que aprendamos a auxiliar. (...) Os
companheiros infelizes, além de serem irmãos com problemas, são
também nossos observadores de cada dia. (Do livro Seara dos Médiuns).
A palestra doutrinaria na casa espirita
Obviamente, tais espíritos detestam ouvir doutrinações. E ficam
influenciando nossos pensamentos, tentando infiltrar-se no dialogo
interno de cada um, com ideias do tipo: estou perdendo meu tempo aqui,
isso não tem nada a ver, lá em casa está melhor, não volto mais, etc. Por
isso, insistimos: é muito importante que você assista as palestras
doutrinárias pois equivalem a um tratamento psico-espiritual, extensivo
também a esses acompanhantes espirituais..
Confirmando Paulo e Emmanuel aqui citados, Kardec, na questão 459 em
O Livro dos Espíritos, faz a seguinte pergunta: interferem os espíritos em
nossos pensamentos e nossa vida? Resposta: Sim, interferem a tal ponto
que são eles que comumente vos dirigem. E uma vez que eles interferem
em nossos pensamentos e atos, eles interferem sobre nossas vidas, que
são forjadas por atos, depois dos nossos pensamentos. Motivos mais do
que suficientes para voltarmos a recomendar, com toda a ênfase: vença
as resistências, evite o desculpas e compareça sempre às palestras
doutrinárias em sua casa espírita.
A palestra doutrinaria na casa espirita

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
Jorge Luiz dos Santos
 
Capitulo XX - OS Obreiros do Senhor
Capitulo XX - OS  Obreiros do SenhorCapitulo XX - OS  Obreiros do Senhor
Capitulo XX - OS Obreiros do Senhor
Jean Dias
 
Viagem Espírita em 1862
Viagem Espírita em 1862Viagem Espírita em 1862
Viagem Espírita em 1862
igmateus
 
A importância da palestra espirita
A importância da palestra espiritaA importância da palestra espirita
A importância da palestra espirita
carlos freire
 
Honrai a vosso pai e a vossa
Honrai a vosso pai e a vossaHonrai a vosso pai e a vossa
Honrai a vosso pai e a vossa
Crisley Carolina Souza e Silva
 
Lei de sociedade - Wilma Badan
Lei de sociedade - Wilma BadanLei de sociedade - Wilma Badan
Lei de sociedade - Wilma Badan
Instituto Espírita de Educação
 
Laços familia
Laços familiaLaços familia
Laços familia
Marilice Passos
 
Roteiro 2 a prece = importância, eficácia e ação
Roteiro 2   a prece = importância, eficácia e açãoRoteiro 2   a prece = importância, eficácia e ação
Roteiro 2 a prece = importância, eficácia e ação
Bruno Cechinel Filho
 
Bem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiososBem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiosos
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Sono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismo
Sono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismoSono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismo
Sono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismo
Deborah Oliver
 
7ª aula desenvolvimento mediunico - coem
7ª aula   desenvolvimento mediunico - coem7ª aula   desenvolvimento mediunico - coem
7ª aula desenvolvimento mediunico - coem
Wagner Quadros
 
Ingratidão dos Filhos e Laços de Família
Ingratidão dos Filhos e Laços de FamíliaIngratidão dos Filhos e Laços de Família
Ingratidão dos Filhos e Laços de Família
igmateus
 
Mediunidade através dos tempos, A-2,0h
Mediunidade através dos tempos, A-2,0hMediunidade através dos tempos, A-2,0h
Mediunidade através dos tempos, A-2,0h
home
 
Palestra Espírita - Lei de amor
Palestra Espírita - Lei de amorPalestra Espírita - Lei de amor
Palestra Espírita - Lei de amor
Divulgador do Espiritismo
 
Temor da Morte
Temor da MorteTemor da Morte
Temor da Morte
igmateus
 
VISÃO ESPÍRITA DA MORTE
VISÃO ESPÍRITA DA MORTEVISÃO ESPÍRITA DA MORTE
VISÃO ESPÍRITA DA MORTE
Jorge Luiz dos Santos
 
Palestra Sexo E Espiritismo
Palestra Sexo E EspiritismoPalestra Sexo E Espiritismo
Palestra Sexo E Espiritismo
cab3032
 
BEM AVENTURADOS OS QUE SOFREM PERSEGUIÇÃO POR AMOR A JUSTIÇA
BEM AVENTURADOS OS QUE SOFREM PERSEGUIÇÃO POR AMOR A JUSTIÇABEM AVENTURADOS OS QUE SOFREM PERSEGUIÇÃO POR AMOR A JUSTIÇA
BEM AVENTURADOS OS QUE SOFREM PERSEGUIÇÃO POR AMOR A JUSTIÇA
Sergio Menezes
 
VISÃO ESPÍRITA DO NATAL
VISÃO ESPÍRITA DO NATALVISÃO ESPÍRITA DO NATAL
VISÃO ESPÍRITA DO NATAL
Jorge Luiz dos Santos
 
Evangeliza - Mediunidade com Jesus
Evangeliza - Mediunidade com JesusEvangeliza - Mediunidade com Jesus
Evangeliza - Mediunidade com Jesus
Antonino Silva
 

Mais procurados (20)

DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
 
Capitulo XX - OS Obreiros do Senhor
Capitulo XX - OS  Obreiros do SenhorCapitulo XX - OS  Obreiros do Senhor
Capitulo XX - OS Obreiros do Senhor
 
Viagem Espírita em 1862
Viagem Espírita em 1862Viagem Espírita em 1862
Viagem Espírita em 1862
 
A importância da palestra espirita
A importância da palestra espiritaA importância da palestra espirita
A importância da palestra espirita
 
Honrai a vosso pai e a vossa
Honrai a vosso pai e a vossaHonrai a vosso pai e a vossa
Honrai a vosso pai e a vossa
 
Lei de sociedade - Wilma Badan
Lei de sociedade - Wilma BadanLei de sociedade - Wilma Badan
Lei de sociedade - Wilma Badan
 
Laços familia
Laços familiaLaços familia
Laços familia
 
Roteiro 2 a prece = importância, eficácia e ação
Roteiro 2   a prece = importância, eficácia e açãoRoteiro 2   a prece = importância, eficácia e ação
Roteiro 2 a prece = importância, eficácia e ação
 
Bem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiososBem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiosos
 
Sono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismo
Sono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismoSono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismo
Sono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismo
 
7ª aula desenvolvimento mediunico - coem
7ª aula   desenvolvimento mediunico - coem7ª aula   desenvolvimento mediunico - coem
7ª aula desenvolvimento mediunico - coem
 
Ingratidão dos Filhos e Laços de Família
Ingratidão dos Filhos e Laços de FamíliaIngratidão dos Filhos e Laços de Família
Ingratidão dos Filhos e Laços de Família
 
Mediunidade através dos tempos, A-2,0h
Mediunidade através dos tempos, A-2,0hMediunidade através dos tempos, A-2,0h
Mediunidade através dos tempos, A-2,0h
 
Palestra Espírita - Lei de amor
Palestra Espírita - Lei de amorPalestra Espírita - Lei de amor
Palestra Espírita - Lei de amor
 
Temor da Morte
Temor da MorteTemor da Morte
Temor da Morte
 
VISÃO ESPÍRITA DA MORTE
VISÃO ESPÍRITA DA MORTEVISÃO ESPÍRITA DA MORTE
VISÃO ESPÍRITA DA MORTE
 
Palestra Sexo E Espiritismo
Palestra Sexo E EspiritismoPalestra Sexo E Espiritismo
Palestra Sexo E Espiritismo
 
BEM AVENTURADOS OS QUE SOFREM PERSEGUIÇÃO POR AMOR A JUSTIÇA
BEM AVENTURADOS OS QUE SOFREM PERSEGUIÇÃO POR AMOR A JUSTIÇABEM AVENTURADOS OS QUE SOFREM PERSEGUIÇÃO POR AMOR A JUSTIÇA
BEM AVENTURADOS OS QUE SOFREM PERSEGUIÇÃO POR AMOR A JUSTIÇA
 
VISÃO ESPÍRITA DO NATAL
VISÃO ESPÍRITA DO NATALVISÃO ESPÍRITA DO NATAL
VISÃO ESPÍRITA DO NATAL
 
Evangeliza - Mediunidade com Jesus
Evangeliza - Mediunidade com JesusEvangeliza - Mediunidade com Jesus
Evangeliza - Mediunidade com Jesus
 

Destaque

1) perdao--das-ofensas
1) perdao--das-ofensas1) perdao--das-ofensas
1) perdao--das-ofensas
carlos freire
 
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucuraPalestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
Divulgador do Espiritismo
 
Benção de Deus (por Emmanuel)
Benção de Deus (por Emmanuel)Benção de Deus (por Emmanuel)
Benção de Deus (por Emmanuel)
carlos freire
 
Visão espírita da atualidade
Visão espírita da atualidadeVisão espírita da atualidade
Visão espírita da atualidade
Izabel Cristina Fonseca
 
Eade i-ii-7-o-cristianismo-maria-mãe-de-jesus
Eade i-ii-7-o-cristianismo-maria-mãe-de-jesusEade i-ii-7-o-cristianismo-maria-mãe-de-jesus
Eade i-ii-7-o-cristianismo-maria-mãe-de-jesus
JoyAlbanez
 
Natal e espiritismo
Natal e espiritismoNatal e espiritismo
Natal e espiritismo
carlos freire
 
O que é ser espírita
O que é ser espírita  O que é ser espírita
O que é ser espírita
Amadeu Wolff
 
Espiritismo doutrina consoladora e bendita
Espiritismo doutrina consoladora e benditaEspiritismo doutrina consoladora e bendita
Espiritismo doutrina consoladora e bendita
Graça Maciel
 
Maria, Mãe de Jesus - um olhar espírita
Maria, Mãe de Jesus - um olhar espíritaMaria, Mãe de Jesus - um olhar espírita
Maria, Mãe de Jesus - um olhar espírita
Fábio Paiva
 
Palestra Espírita - Missão dos espíritas
Palestra Espírita - Missão dos espíritasPalestra Espírita - Missão dos espíritas
Palestra Espírita - Missão dos espíritas
Divulgador do Espiritismo
 
Os tres reinos
Os tres reinosOs tres reinos
Os tres reinos
carlos freire
 
Palestra Natal e Espiritismo
Palestra Natal e EspiritismoPalestra Natal e Espiritismo
Palestra Natal e Espiritismo
Victor Passos
 
Dimensões espirituais do centro espírita!
Dimensões espirituais do centro espírita!Dimensões espirituais do centro espírita!
Dimensões espirituais do centro espírita!
Leonardo Pereira
 
Maria nos dogmas: Maternidade e virgindade
Maria nos dogmas: Maternidade e virgindadeMaria nos dogmas: Maternidade e virgindade
Maria nos dogmas: Maternidade e virgindade
Afonso Murad (FAJE)
 
Aborto na visão Espírita
Aborto na visão EspíritaAborto na visão Espírita
Aborto na visão Espírita
Sergio Lima Dias Junior
 
O suicidio
O suicidioO suicidio
O suicidio
Leisiane Jesus
 
A Verdadeira Historia Do Natal
A Verdadeira Historia Do NatalA Verdadeira Historia Do Natal
A Verdadeira Historia Do Natal
CARLOS ZACARKIM
 
Escutando sentimentos! ( seminário).
Escutando sentimentos! ( seminário).Escutando sentimentos! ( seminário).
Escutando sentimentos! ( seminário).
Leonardo Pereira
 
refletindo sobre a obsess�o
refletindo sobre a obsess�orefletindo sobre a obsess�o
refletindo sobre a obsess�o
Ari Carrasco
 
Os inimigos desencarnados e sua ação contra os grupos espíritas
Os inimigos desencarnados e sua ação contra os grupos espíritasOs inimigos desencarnados e sua ação contra os grupos espíritas
Os inimigos desencarnados e sua ação contra os grupos espíritas
Graça Maciel
 

Destaque (20)

1) perdao--das-ofensas
1) perdao--das-ofensas1) perdao--das-ofensas
1) perdao--das-ofensas
 
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucuraPalestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
 
Benção de Deus (por Emmanuel)
Benção de Deus (por Emmanuel)Benção de Deus (por Emmanuel)
Benção de Deus (por Emmanuel)
 
Visão espírita da atualidade
Visão espírita da atualidadeVisão espírita da atualidade
Visão espírita da atualidade
 
Eade i-ii-7-o-cristianismo-maria-mãe-de-jesus
Eade i-ii-7-o-cristianismo-maria-mãe-de-jesusEade i-ii-7-o-cristianismo-maria-mãe-de-jesus
Eade i-ii-7-o-cristianismo-maria-mãe-de-jesus
 
Natal e espiritismo
Natal e espiritismoNatal e espiritismo
Natal e espiritismo
 
O que é ser espírita
O que é ser espírita  O que é ser espírita
O que é ser espírita
 
Espiritismo doutrina consoladora e bendita
Espiritismo doutrina consoladora e benditaEspiritismo doutrina consoladora e bendita
Espiritismo doutrina consoladora e bendita
 
Maria, Mãe de Jesus - um olhar espírita
Maria, Mãe de Jesus - um olhar espíritaMaria, Mãe de Jesus - um olhar espírita
Maria, Mãe de Jesus - um olhar espírita
 
Palestra Espírita - Missão dos espíritas
Palestra Espírita - Missão dos espíritasPalestra Espírita - Missão dos espíritas
Palestra Espírita - Missão dos espíritas
 
Os tres reinos
Os tres reinosOs tres reinos
Os tres reinos
 
Palestra Natal e Espiritismo
Palestra Natal e EspiritismoPalestra Natal e Espiritismo
Palestra Natal e Espiritismo
 
Dimensões espirituais do centro espírita!
Dimensões espirituais do centro espírita!Dimensões espirituais do centro espírita!
Dimensões espirituais do centro espírita!
 
Maria nos dogmas: Maternidade e virgindade
Maria nos dogmas: Maternidade e virgindadeMaria nos dogmas: Maternidade e virgindade
Maria nos dogmas: Maternidade e virgindade
 
Aborto na visão Espírita
Aborto na visão EspíritaAborto na visão Espírita
Aborto na visão Espírita
 
O suicidio
O suicidioO suicidio
O suicidio
 
A Verdadeira Historia Do Natal
A Verdadeira Historia Do NatalA Verdadeira Historia Do Natal
A Verdadeira Historia Do Natal
 
Escutando sentimentos! ( seminário).
Escutando sentimentos! ( seminário).Escutando sentimentos! ( seminário).
Escutando sentimentos! ( seminário).
 
refletindo sobre a obsess�o
refletindo sobre a obsess�orefletindo sobre a obsess�o
refletindo sobre a obsess�o
 
Os inimigos desencarnados e sua ação contra os grupos espíritas
Os inimigos desencarnados e sua ação contra os grupos espíritasOs inimigos desencarnados e sua ação contra os grupos espíritas
Os inimigos desencarnados e sua ação contra os grupos espíritas
 

Semelhante a A palestra doutrinaria na casa espirita

Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Leonardo Pereira
 
Psicologia espírita um olhar sobre si aula 2
Psicologia espírita um olhar sobre si aula 2Psicologia espírita um olhar sobre si aula 2
Psicologia espírita um olhar sobre si aula 2
Prof. Paulo Ratki
 
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 11 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -doc - 11 docApostila obsessão   lar rubataiana -doc - 11 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 11 doc
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 11 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 11 docApostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 11 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 11 doc
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Curso para doutrinadores
Curso para doutrinadoresCurso para doutrinadores
Curso para doutrinadores
Alencar Santana
 
Curso para doutrinadores
Curso para doutrinadoresCurso para doutrinadores
Curso para doutrinadores
Movimento da Fraternidade
 
Reiki nivel-i-shoden-ic1
Reiki nivel-i-shoden-ic1Reiki nivel-i-shoden-ic1
Reiki nivel-i-shoden-ic1
Liliana Rui Vieira Conde
 
Mediunidade o que é isso apostila 018
Mediunidade o que é isso   apostila 018Mediunidade o que é isso   apostila 018
Mediunidade o que é isso apostila 018
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
O valor do acolhimento na casa espírita
O valor do acolhimento na casa espíritaO valor do acolhimento na casa espírita
O valor do acolhimento na casa espírita
Helio Cruz
 
45 fluiodoterapia- atendimento fraterno
45 fluiodoterapia- atendimento fraterno45 fluiodoterapia- atendimento fraterno
45 fluiodoterapia- atendimento fraterno
Antonio SSantos
 
Slides Seminário: Reunião Mediúnica - 05052018
Slides Seminário: Reunião Mediúnica - 05052018Slides Seminário: Reunião Mediúnica - 05052018
Slides Seminário: Reunião Mediúnica - 05052018
ventofrio
 
Reunião mediunica Clodoaldo versão 2.pptx
Reunião mediunica Clodoaldo versão 2.pptxReunião mediunica Clodoaldo versão 2.pptx
Reunião mediunica Clodoaldo versão 2.pptx
ClodoaldoFernandes5
 
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 09 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 09 docApostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 09 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 09 doc
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Brasilia módulo 1
Brasilia   módulo 1Brasilia   módulo 1
Brasilia módulo 1
Claudionor Pereira Sena .'.
 
Portfolio glalcia dohe
Portfolio glalcia dohePortfolio glalcia dohe
Portfolio glalcia dohe
Glalcia Dohe
 
Conheça a Terapeuta Giorgia Barreto
Conheça a Terapeuta Giorgia BarretoConheça a Terapeuta Giorgia Barreto
Conheça a Terapeuta Giorgia Barreto
Giorgia Barreto Lima Parrião
 
Lições Espirituais
Lições EspirituaisLições Espirituais
Curso DNA Básico Thetahealing
Curso DNA Básico ThetahealingCurso DNA Básico Thetahealing
Curso DNA Básico Thetahealing
Danielle Ballester, PMP,PSM,SFC,SDC,SMC,SPOC,SCT
 
( Espiritismo) # - arleir bellieny - terapia de vida passada
( Espiritismo)   # - arleir bellieny - terapia de vida passada( Espiritismo)   # - arleir bellieny - terapia de vida passada
( Espiritismo) # - arleir bellieny - terapia de vida passada
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
# Arleir bellieny - terapia de vida passada - [ espiritismo]
#   Arleir bellieny - terapia de vida passada - [ espiritismo]#   Arleir bellieny - terapia de vida passada - [ espiritismo]
# Arleir bellieny - terapia de vida passada - [ espiritismo]
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 

Semelhante a A palestra doutrinaria na casa espirita (20)

Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 
Psicologia espírita um olhar sobre si aula 2
Psicologia espírita um olhar sobre si aula 2Psicologia espírita um olhar sobre si aula 2
Psicologia espírita um olhar sobre si aula 2
 
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 11 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -doc - 11 docApostila obsessão   lar rubataiana -doc - 11 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 11 doc
 
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 11 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 11 docApostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 11 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 11 doc
 
Curso para doutrinadores
Curso para doutrinadoresCurso para doutrinadores
Curso para doutrinadores
 
Curso para doutrinadores
Curso para doutrinadoresCurso para doutrinadores
Curso para doutrinadores
 
Reiki nivel-i-shoden-ic1
Reiki nivel-i-shoden-ic1Reiki nivel-i-shoden-ic1
Reiki nivel-i-shoden-ic1
 
Mediunidade o que é isso apostila 018
Mediunidade o que é isso   apostila 018Mediunidade o que é isso   apostila 018
Mediunidade o que é isso apostila 018
 
O valor do acolhimento na casa espírita
O valor do acolhimento na casa espíritaO valor do acolhimento na casa espírita
O valor do acolhimento na casa espírita
 
45 fluiodoterapia- atendimento fraterno
45 fluiodoterapia- atendimento fraterno45 fluiodoterapia- atendimento fraterno
45 fluiodoterapia- atendimento fraterno
 
Slides Seminário: Reunião Mediúnica - 05052018
Slides Seminário: Reunião Mediúnica - 05052018Slides Seminário: Reunião Mediúnica - 05052018
Slides Seminário: Reunião Mediúnica - 05052018
 
Reunião mediunica Clodoaldo versão 2.pptx
Reunião mediunica Clodoaldo versão 2.pptxReunião mediunica Clodoaldo versão 2.pptx
Reunião mediunica Clodoaldo versão 2.pptx
 
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 09 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 09 docApostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 09 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 09 doc
 
Brasilia módulo 1
Brasilia   módulo 1Brasilia   módulo 1
Brasilia módulo 1
 
Portfolio glalcia dohe
Portfolio glalcia dohePortfolio glalcia dohe
Portfolio glalcia dohe
 
Conheça a Terapeuta Giorgia Barreto
Conheça a Terapeuta Giorgia BarretoConheça a Terapeuta Giorgia Barreto
Conheça a Terapeuta Giorgia Barreto
 
Lições Espirituais
Lições EspirituaisLições Espirituais
Lições Espirituais
 
Curso DNA Básico Thetahealing
Curso DNA Básico ThetahealingCurso DNA Básico Thetahealing
Curso DNA Básico Thetahealing
 
( Espiritismo) # - arleir bellieny - terapia de vida passada
( Espiritismo)   # - arleir bellieny - terapia de vida passada( Espiritismo)   # - arleir bellieny - terapia de vida passada
( Espiritismo) # - arleir bellieny - terapia de vida passada
 
# Arleir bellieny - terapia de vida passada - [ espiritismo]
#   Arleir bellieny - terapia de vida passada - [ espiritismo]#   Arleir bellieny - terapia de vida passada - [ espiritismo]
# Arleir bellieny - terapia de vida passada - [ espiritismo]
 

Mais de Carlos Alberto Freire De Souza

Principio da acao e reacao
Principio da acao e reacaoPrincipio da acao e reacao
Principio da acao e reacao
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Os milagres na_visao_espirita-clea alves
Os milagres na_visao_espirita-clea alvesOs milagres na_visao_espirita-clea alves
Os milagres na_visao_espirita-clea alves
Carlos Alberto Freire De Souza
 
9 ciclo-iii-fenomenos de-emancipacao_da_alma
9 ciclo-iii-fenomenos de-emancipacao_da_alma9 ciclo-iii-fenomenos de-emancipacao_da_alma
9 ciclo-iii-fenomenos de-emancipacao_da_alma
Carlos Alberto Freire De Souza
 
2 maneira-de-orar
2 maneira-de-orar2 maneira-de-orar
O que é o perespirito?
O que é o perespirito?O que é o perespirito?
O que é o perespirito?
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Funesdoperespirito 151017123618-lva1-app6892
Funesdoperespirito 151017123618-lva1-app6892Funesdoperespirito 151017123618-lva1-app6892
Funesdoperespirito 151017123618-lva1-app6892
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Liberdade, Igualdade e Fraternidade
Liberdade, Igualdade e FraternidadeLiberdade, Igualdade e Fraternidade
Liberdade, Igualdade e Fraternidade
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Passe 4
Passe 4Passe 4
Foto kirlian
Foto kirlianFoto kirlian
Abenção da vida 2
Abenção da vida 2Abenção da vida 2
Abenção da vida 2
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Sede perfeitos
Sede perfeitosSede perfeitos
091028 conclusão de o livro dos espíritos
091028 conclusão de o livro dos espíritos091028 conclusão de o livro dos espíritos
091028 conclusão de o livro dos espíritos
Carlos Alberto Freire De Souza
 
091021 ação dos espíritos sobre a natureza-combates-bençãos e maldições – cap...
091021 ação dos espíritos sobre a natureza-combates-bençãos e maldições – cap...091021 ação dos espíritos sobre a natureza-combates-bençãos e maldições – cap...
091021 ação dos espíritos sobre a natureza-combates-bençãos e maldições – cap...
Carlos Alberto Freire De Souza
 
091014 possessos-pressentimentos-influência dos espíritos-livro ii,cap9
091014 possessos-pressentimentos-influência dos espíritos-livro ii,cap9091014 possessos-pressentimentos-influência dos espíritos-livro ii,cap9
091014 possessos-pressentimentos-influência dos espíritos-livro ii,cap9
Carlos Alberto Freire De Souza
 
091007 funerais-cap6-a infância-simpatias e antipatias terrenas-cap7-livro ii
091007 funerais-cap6-a infância-simpatias e antipatias terrenas-cap7-livro ii091007 funerais-cap6-a infância-simpatias e antipatias terrenas-cap7-livro ii
091007 funerais-cap6-a infância-simpatias e antipatias terrenas-cap7-livro ii
Carlos Alberto Freire De Souza
 
090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...
090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...
090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...
Carlos Alberto Freire De Souza
 
090916 as relações de além túmulo-metades eternas-recordações – livro ii, cap 6
090916 as relações de além túmulo-metades eternas-recordações – livro ii, cap 6090916 as relações de além túmulo-metades eternas-recordações – livro ii, cap 6
090916 as relações de além túmulo-metades eternas-recordações – livro ii, cap 6
Carlos Alberto Freire De Souza
 
090923 da lei de liberdade-penas temporais
090923 da lei de liberdade-penas temporais090923 da lei de liberdade-penas temporais
090923 da lei de liberdade-penas temporais
Carlos Alberto Freire De Souza
 
090909 da perfeição moral – cap. 12 – livro iii
090909 da perfeição moral – cap. 12 – livro iii090909 da perfeição moral – cap. 12 – livro iii
090909 da perfeição moral – cap. 12 – livro iii
Carlos Alberto Freire De Souza
 
090902 sexo nos espíritos-semelhanças físicas e morais-ideias inatas–livro ii...
090902 sexo nos espíritos-semelhanças físicas e morais-ideias inatas–livro ii...090902 sexo nos espíritos-semelhanças físicas e morais-ideias inatas–livro ii...
090902 sexo nos espíritos-semelhanças físicas e morais-ideias inatas–livro ii...
Carlos Alberto Freire De Souza
 

Mais de Carlos Alberto Freire De Souza (20)

Principio da acao e reacao
Principio da acao e reacaoPrincipio da acao e reacao
Principio da acao e reacao
 
Os milagres na_visao_espirita-clea alves
Os milagres na_visao_espirita-clea alvesOs milagres na_visao_espirita-clea alves
Os milagres na_visao_espirita-clea alves
 
9 ciclo-iii-fenomenos de-emancipacao_da_alma
9 ciclo-iii-fenomenos de-emancipacao_da_alma9 ciclo-iii-fenomenos de-emancipacao_da_alma
9 ciclo-iii-fenomenos de-emancipacao_da_alma
 
2 maneira-de-orar
2 maneira-de-orar2 maneira-de-orar
2 maneira-de-orar
 
O que é o perespirito?
O que é o perespirito?O que é o perespirito?
O que é o perespirito?
 
Funesdoperespirito 151017123618-lva1-app6892
Funesdoperespirito 151017123618-lva1-app6892Funesdoperespirito 151017123618-lva1-app6892
Funesdoperespirito 151017123618-lva1-app6892
 
Liberdade, Igualdade e Fraternidade
Liberdade, Igualdade e FraternidadeLiberdade, Igualdade e Fraternidade
Liberdade, Igualdade e Fraternidade
 
Passe 4
Passe 4Passe 4
Passe 4
 
Foto kirlian
Foto kirlianFoto kirlian
Foto kirlian
 
Abenção da vida 2
Abenção da vida 2Abenção da vida 2
Abenção da vida 2
 
Sede perfeitos
Sede perfeitosSede perfeitos
Sede perfeitos
 
091028 conclusão de o livro dos espíritos
091028 conclusão de o livro dos espíritos091028 conclusão de o livro dos espíritos
091028 conclusão de o livro dos espíritos
 
091021 ação dos espíritos sobre a natureza-combates-bençãos e maldições – cap...
091021 ação dos espíritos sobre a natureza-combates-bençãos e maldições – cap...091021 ação dos espíritos sobre a natureza-combates-bençãos e maldições – cap...
091021 ação dos espíritos sobre a natureza-combates-bençãos e maldições – cap...
 
091014 possessos-pressentimentos-influência dos espíritos-livro ii,cap9
091014 possessos-pressentimentos-influência dos espíritos-livro ii,cap9091014 possessos-pressentimentos-influência dos espíritos-livro ii,cap9
091014 possessos-pressentimentos-influência dos espíritos-livro ii,cap9
 
091007 funerais-cap6-a infância-simpatias e antipatias terrenas-cap7-livro ii
091007 funerais-cap6-a infância-simpatias e antipatias terrenas-cap7-livro ii091007 funerais-cap6-a infância-simpatias e antipatias terrenas-cap7-livro ii
091007 funerais-cap6-a infância-simpatias e antipatias terrenas-cap7-livro ii
 
090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...
090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...
090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...
 
090916 as relações de além túmulo-metades eternas-recordações – livro ii, cap 6
090916 as relações de além túmulo-metades eternas-recordações – livro ii, cap 6090916 as relações de além túmulo-metades eternas-recordações – livro ii, cap 6
090916 as relações de além túmulo-metades eternas-recordações – livro ii, cap 6
 
090923 da lei de liberdade-penas temporais
090923 da lei de liberdade-penas temporais090923 da lei de liberdade-penas temporais
090923 da lei de liberdade-penas temporais
 
090909 da perfeição moral – cap. 12 – livro iii
090909 da perfeição moral – cap. 12 – livro iii090909 da perfeição moral – cap. 12 – livro iii
090909 da perfeição moral – cap. 12 – livro iii
 
090902 sexo nos espíritos-semelhanças físicas e morais-ideias inatas–livro ii...
090902 sexo nos espíritos-semelhanças físicas e morais-ideias inatas–livro ii...090902 sexo nos espíritos-semelhanças físicas e morais-ideias inatas–livro ii...
090902 sexo nos espíritos-semelhanças físicas e morais-ideias inatas–livro ii...
 

Último

A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
CleideTeles3
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 

Último (14)

A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 

A palestra doutrinaria na casa espirita

  • 1. A palestra espírita e sua função no tratamento espiritual
  • 2. A todos nós, quando passamos por um tratamento espiritual, nos recomendam que devemos assistir às palestras , mas nem todos entendem o porquê. Aqui ficam, então, algumas perguntas e suas respostas para que possamos entender por que é importante participar dessas palestras e ainda dos cursos regulares numa casa espírita.
  • 3. – Por que alguns de nós só enxergamos o tratamento nas salas de passe específicas? Quando vamos a uma casa espírita buscamos a cura de nossos males e problemas e muitos entendem que o tratamento só acontecem nas sessões de passe. Porque podemos ver na sala de passe a movimentação de pessoas, o processo de passe e suas técnicas, enquanto que na palestra ficamos sentados imóveis e aparentemente, nada acontece.
  • 4. Mas o tratamento começa na palestra . É neste momento que a espiritualidade começa a trabalhar. Retira um amigo necessitado do nosso lado. Alivia a congestão de energias em alguma área do nosso corpo. Energiza algum ponto que está debilitado e principalmente atua no nosso campo mental. E neste sentido a palestra é vital para mudar a sintonia mental.
  • 5. Assim, as palestras ajudarão a pessoa encontrar um equilíbrio interno, auxiliados pela reflexão e a pela vontade de mudar. Para a solução de nossos problemas são necessárias três passos: A mudança no nosso padrão mental. O passe, como carga energética e o nosso esforço pessoal para a mudança através do conhecimento e da reflexão. Assim, verificamos que vamos precisar do passe, dos estudos e o mais importante: a nossa real vontade de mudar. Reforma intima
  • 6. – Qual a importância da palestra para o equilíbrio emocional e espiritual das pessoas em tratamento . Durante os momentos que passamos numa palestra construtiva, forças energéticas e assistência dos nossos mentores e guias espirituais nos dão as energias necessárias, como um complemento ao obtido na sala de passe, e, assim, formarmos uma estrutura psicossomática aliada ao esforço pessoal. Desta mescla de silêncio, análise e recepção de conceitos, teremos como resultado um equilíbrio, tanto no aspecto físico, como emocional e espiritual, além do afastamento de Espíritos obsessores, que também se aproveitam desses ensinamentos.
  • 7. – De que forma a espiritualidade atua enquanto estamos ouvindo uma palestra? Na sala de palestra recebemos energias diretamente do do plano espiritual É um trabalho de mudança, reflexão e entendimento. Na sala de passes, as energias vêm dos trabalhadores encarnados aliadas às energias do plano espiritual. Estão presentes 2 tipos de energias.
  • 8. – Qual a relação entre os passes e as palestras? É um trabalho em conjunto. Enquanto as palestras fazem o trabalho íntimo de nos “acordar”, mudar nossos pensamentos. Os passes nos oferecem energias anímicas e espirituais, que atuam diretamente no nosso perispirito. Podemos ver que uma complementa a outra. Se assistimos à palestra para depois tomar os passes, estaremos mais receptivos para a segunda fase. A palestra nos faz refletir e nos esclarece. O passe vem completar e fechar todo o processo.
  • 9. Assim, devemos entender que há um conjunto de energias (fluidos) no tratamento “palestra e passe”. É a aplicação dos ensinos de Jesus de forma objetiva: “Conheça a verdade e ela vos libertará”. Outra função importante da palestra é fortalecer ou despertar a Fé da pessoa. É ela que vai permitir que as transformações aconteçam na vida da pessoa.
  • 11. Não são poucos os trabalhadores que, à semelhança de estudantes omissos, preferem não comparecer às sessões doutrinárias na sua casa espírita alegando os mais variados motivos. Geralmente, preferem os passes ou as sessões mediúnicas. E, no entanto, sua presença é importantíssima nestas palestras doutrinárias. Porque sempre que alguém precisa de atendimento espiritual, são os seus acompanhantes espirituais os que mais necessitam ouvir as palavras esclarecedoras a fim de que possam mudar sua maneira de pensar e agir. Além disso, enquanto se realizam as palestras doutrinárias, muitos espíritos perturbados que acompanham os presentes são socorridos, afastados e encaminhados para tratamento em hospitais do plano espiritual.
  • 13. Convém lembrar que, onde quer que estejamos, somos sempre cercados por uma nuvem de testemunhas espirituais, conforme revelou o Apóstolo Paulo. (Epístola aos Hebreus, 12.1). E Emmanuel complementa que esses acompanhantes espirituais, entre os quais alguns inimigos nossos de vidas passadas, são vulgarmente chamados “Espíritos Maus”, quando, mais propriamente, são Espíritos infelizes. Zombam de tudo o lhes escape o domínio, supõem-se invencíveis na cidadela do seu orgulho, escarnecem dos mais altos valores da Humanidade e acreditam ludibriar o próprio Deus. Decerto que esses irmãos, enredados em profundo desequilíbrio, estão entre nós adestrando- nos as forças mais íntimas para que aprendamos a auxiliar. (...) Os companheiros infelizes, além de serem irmãos com problemas, são também nossos observadores de cada dia. (Do livro Seara dos Médiuns).
  • 15. Obviamente, tais espíritos detestam ouvir doutrinações. E ficam influenciando nossos pensamentos, tentando infiltrar-se no dialogo interno de cada um, com ideias do tipo: estou perdendo meu tempo aqui, isso não tem nada a ver, lá em casa está melhor, não volto mais, etc. Por isso, insistimos: é muito importante que você assista as palestras doutrinárias pois equivalem a um tratamento psico-espiritual, extensivo também a esses acompanhantes espirituais.. Confirmando Paulo e Emmanuel aqui citados, Kardec, na questão 459 em O Livro dos Espíritos, faz a seguinte pergunta: interferem os espíritos em nossos pensamentos e nossa vida? Resposta: Sim, interferem a tal ponto que são eles que comumente vos dirigem. E uma vez que eles interferem em nossos pensamentos e atos, eles interferem sobre nossas vidas, que são forjadas por atos, depois dos nossos pensamentos. Motivos mais do que suficientes para voltarmos a recomendar, com toda a ênfase: vença as resistências, evite o desculpas e compareça sempre às palestras doutrinárias em sua casa espírita.