SlideShare uma empresa Scribd logo
A IMPORTÂNCIA DO CENTRO ESPÍRITA 
EM NOSSA ATUAL EXISTÊNCIA
Cada pessoa é uma história; conhecer a história da 
pessoa que está diante de nós, faz com que 
modifiquemos a nossa maneira de estar, conviver e 
nos comunicar com ela. 
A relação do ser humano com o Centro Espírita é 
construída. 
Respostas 
 Consolo 
 Caridade 
 Acolhimento 
 Religião 
 Ensino 
 Tratamento 
 Esclarecimento
CENTRO ESPÍRITA E A 
COMUNIDADE 
Implantação 
O centro e a comunidade 
Função e Significado 
Disciplina fraterna 
Educação 
Serviços assistenciais 
Religião 
Reforma Íntima (auto análise)
IMPLANTAÇÃO 
É fundamental para o desenvolvimento seguro da 
Doutrina e suas práticas. Kardec avaliou a sua 
importância significativa no plano da divulgação e da 
orientação dos Grupos, explicando ser preferível a 
existência de vários Centros pequenos e modestos numa 
cidade ou num bairro, à existência de um único centro 
grande e suntuoso.
CENTRO ESPÍRITA E A COMUNIDADE 
“O Espiritismo é uma doutrina de bom senso, de equilíbrio, 
de esclarecimento positivo dos problemas espirituais, e 
não de hipóteses sem base ou de suposições imaginosas” 
Herculano Pires 
FUNÇÃO E SIGNIFICADO 
Estudo e prática, divulgação e orientação da Doutrina. 
O Centro Espírita significa uma fortaleza espiritual, para o 
restabelecimento da verdade cristã na terra, devendo ser 
encarado este fato de forma racional e não mística.
PESTALOZZI 
“O êxito da educação é conseqüência de três elementos 
indissociáveis: o Trabalho, a Solidariedade e a 
Perseverança”. 
KARDEC 
TRABALHO para todos 
SOLIDARIEDADE entre todos 
TOLERÂNCIA para com todos ESCOLA (de almas) 
OFICINA 
HOSPITAL 
JOANNA DE ÂNGELIS TEMPLO 
ESPIRITIZAR 
QUALIFICAR 
HUMANIZAR
DISCIPLINA FRATERNA 
JESUS É O MESTRE, SOMOS TODOS APRENDIZES. 
COMUNICAÇÃO 
FLEXIBILIDADE 
TOLERÂNCIA 
EMPATIA 
SOLIDARIEDADE 
Ato de bondade para com o próximo ou um sentimento, uma 
união de simpatias, interesses ou propósitos entre os 
membros de um grupo.
EDUCAÇÃO 
Estudo da Doutrina no seu aspecto teórico e prático 
Palestras públicas 
Cursos 
Evangelização 
Grupos de Estudo 
Capacitação permanente 
Valorizar o potencial humano 
Compartilhar conhecimento 
Incentivar as parcerias institucionais 
Espíritas! amai-vos, este o primeiro ensinamento; instruí-vos, este 
o segundo..." ( O Espírito de Verdade - Paris, 1860)
SERVIÇOS ASSISTENCIAIS 
Acolhimento 
Atendimento físico, moral e espiritual 
Ética 
Humanismo 
Responsabilidade Social 
Reconhecer a dimensão física, psicológica, intelectual, social e 
espiritual dos freqüentadores. 
Sejamos nós aqueles que amam, que servem, que perdoam, que entendem e 
que passam... transferindo para Jesus todas as homenagens que o mundo, 
por acaso, alguma vez nos ofereça. 
Divaldo Franco
ESCOLA DE ALMAS (RELACIONAMENTO 
NO CENTRO ESPÍRITA) 
RELIGIÃO 
AUTOANÁLISE
O NOSSO OBRIGADO
FUNDADORES 
Carlos Manoel da Silva 
Milton Rodrigues Serra 
Antonio Alves Ramos 
Agostinho José Rodrigues 
Manoel Motta Teixeira 
Antônio Corrêa Villela 
Manoel Machado Soares 
Antonio dos Santos 
Joaquim do Rosário 
Rosa dos Santos 
Benta Rodrigues D. Rosa e Sr. Santos
A importância do centro espírita na nossa atual existência
A importância do centro espírita na nossa atual existência
A importância do centro espírita na nossa atual existência
A importância do centro espírita na nossa atual existência
PRESIDENTES DA CASA
A importância do centro espírita na nossa atual existência
A importância do centro espírita na nossa atual existência
A importância do centro espírita na nossa atual existência
A importância do centro espírita na nossa atual existência
SERVIÇOS ASSISTENCIAIS
A importância do centro espírita na nossa atual existência
A importância do centro espírita na nossa atual existência
A importância do centro espírita na nossa atual existência
A importância do centro espírita na nossa atual existência
A importância do centro espírita na nossa atual existência
A importância do centro espírita na nossa atual existência
A importância do centro espírita na nossa atual existência
A importância do centro espírita na nossa atual existência
PARABÉNS! 
AMOR, CARIDADE E ESPERANÇA. 
1º DE SETEMBRO DE 1942

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Palestra espirita escolha das provas
Palestra espirita escolha das provasPalestra espirita escolha das provas
Palestra espirita escolha das provas
Felipe Guedes
 
Justiça das Aflições
Justiça das AfliçõesJustiça das Aflições
Justiça das Aflições
igmateus
 
O Espiritismo e o Dia das Mães
O Espiritismo e o Dia das MãesO Espiritismo e o Dia das Mães
O Espiritismo e o Dia das Mães
Carlos Correa
 
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueireEvangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
grupodepaisceb
 
Palestra Espírita_ Dai gratuitamente o que gratuitamente recebeste out20
Palestra Espírita_ Dai gratuitamente o que gratuitamente recebeste  out20Palestra Espírita_ Dai gratuitamente o que gratuitamente recebeste  out20
Palestra Espírita_ Dai gratuitamente o que gratuitamente recebeste out20
manumino
 
O centro espírita
O centro espíritaO centro espírita
O centro espírita
nelmarvoc
 
Parábola dos Talentos - Propósito
Parábola dos Talentos - PropósitoParábola dos Talentos - Propósito
Parábola dos Talentos - Propósito
Ricardo Azevedo
 
Ressurreição e Reencarnação (Palestra Espírita)
Ressurreição e Reencarnação (Palestra Espírita)Ressurreição e Reencarnação (Palestra Espírita)
Ressurreição e Reencarnação (Palestra Espírita)
Marcos Antônio Alves
 
Livro dos Espíritos Q.287 ESE cap.24 item8
Livro dos Espíritos Q.287 ESE cap.24 item8Livro dos Espíritos Q.287 ESE cap.24 item8
Livro dos Espíritos Q.287 ESE cap.24 item8
Patricia Farias
 
O sacrificio mais agradável a Deus
O sacrificio mais agradável a DeusO sacrificio mais agradável a Deus
O sacrificio mais agradável a Deus
Izabel Cristina Fonseca
 
Lei de causa e efeito
Lei de causa e efeitoLei de causa e efeito
Lei de causa e efeito
Ronaldo Pereira Rodrigues
 
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitosPalestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Divulgador do Espiritismo
 
Retorno à Vida Corporal
Retorno à Vida CorporalRetorno à Vida Corporal
Retorno à Vida Corporal
contatodoutrina2013
 
O centro espírita na era de regeneração
O centro espírita na era de regeneraçãoO centro espírita na era de regeneração
O centro espírita na era de regeneração
umecamaqua
 
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃOBEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
Sergio Menezes
 
O Centro Espírita - ESDE
O Centro Espírita - ESDEO Centro Espírita - ESDE
O compromisso com a tarefa
O compromisso com a tarefaO compromisso com a tarefa
O compromisso com a tarefa
umecamaqua
 
Buscai e Achareis - ESE Cap 25
Buscai e Achareis - ESE Cap 25Buscai e Achareis - ESE Cap 25
Buscai e Achareis - ESE Cap 25
Fábio Paiva
 
Cap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa Mãe
Cap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa MãeCap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa Mãe
Cap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa Mãe
gmo1973
 
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Eduardo Ottonelli Pithan
 

Mais procurados (20)

Palestra espirita escolha das provas
Palestra espirita escolha das provasPalestra espirita escolha das provas
Palestra espirita escolha das provas
 
Justiça das Aflições
Justiça das AfliçõesJustiça das Aflições
Justiça das Aflições
 
O Espiritismo e o Dia das Mães
O Espiritismo e o Dia das MãesO Espiritismo e o Dia das Mães
O Espiritismo e o Dia das Mães
 
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueireEvangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
 
Palestra Espírita_ Dai gratuitamente o que gratuitamente recebeste out20
Palestra Espírita_ Dai gratuitamente o que gratuitamente recebeste  out20Palestra Espírita_ Dai gratuitamente o que gratuitamente recebeste  out20
Palestra Espírita_ Dai gratuitamente o que gratuitamente recebeste out20
 
O centro espírita
O centro espíritaO centro espírita
O centro espírita
 
Parábola dos Talentos - Propósito
Parábola dos Talentos - PropósitoParábola dos Talentos - Propósito
Parábola dos Talentos - Propósito
 
Ressurreição e Reencarnação (Palestra Espírita)
Ressurreição e Reencarnação (Palestra Espírita)Ressurreição e Reencarnação (Palestra Espírita)
Ressurreição e Reencarnação (Palestra Espírita)
 
Livro dos Espíritos Q.287 ESE cap.24 item8
Livro dos Espíritos Q.287 ESE cap.24 item8Livro dos Espíritos Q.287 ESE cap.24 item8
Livro dos Espíritos Q.287 ESE cap.24 item8
 
O sacrificio mais agradável a Deus
O sacrificio mais agradável a DeusO sacrificio mais agradável a Deus
O sacrificio mais agradável a Deus
 
Lei de causa e efeito
Lei de causa e efeitoLei de causa e efeito
Lei de causa e efeito
 
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitosPalestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
 
Retorno à Vida Corporal
Retorno à Vida CorporalRetorno à Vida Corporal
Retorno à Vida Corporal
 
O centro espírita na era de regeneração
O centro espírita na era de regeneraçãoO centro espírita na era de regeneração
O centro espírita na era de regeneração
 
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃOBEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
BEM AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO
 
O Centro Espírita - ESDE
O Centro Espírita - ESDEO Centro Espírita - ESDE
O Centro Espírita - ESDE
 
O compromisso com a tarefa
O compromisso com a tarefaO compromisso com a tarefa
O compromisso com a tarefa
 
Buscai e Achareis - ESE Cap 25
Buscai e Achareis - ESE Cap 25Buscai e Achareis - ESE Cap 25
Buscai e Achareis - ESE Cap 25
 
Cap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa Mãe
Cap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa MãeCap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa Mãe
Cap XIV Honrai a vosso Pai e a vossa Mãe
 
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
 

Destaque

Por que frequentar o centro espírita!
Por que frequentar o centro espírita!Por que frequentar o centro espírita!
Por que frequentar o centro espírita!
Leonardo Pereira
 
O PAPEL SOCIAL DA CASA ESPÍRITA
O PAPEL SOCIAL DA CASA ESPÍRITAO PAPEL SOCIAL DA CASA ESPÍRITA
O PAPEL SOCIAL DA CASA ESPÍRITA
Fatima Carvalho
 
Apresentação a missão da casa espírita
Apresentação a missão da casa espíritaApresentação a missão da casa espírita
Apresentação a missão da casa espírita
Daniela Azevedo
 
O CENTRO ESPÍRITA SEGUNDO ALLAN KARDEC
O CENTRO ESPÍRITA SEGUNDO ALLAN KARDECO CENTRO ESPÍRITA SEGUNDO ALLAN KARDEC
O CENTRO ESPÍRITA SEGUNDO ALLAN KARDEC
Jorge Luiz dos Santos
 
Saberes Necessários à Evangelização
Saberes Necessários à EvangelizaçãoSaberes Necessários à Evangelização
Saberes Necessários à Evangelização
igmateus
 
O centro espírita e nós!
O centro espírita e nós!O centro espírita e nós!
O centro espírita e nós!
Leonardo Pereira
 
Por que ir a casa espirita
Por que ir a casa espiritaPor que ir a casa espirita
Por que ir a casa espirita
Ponte de Luz ASEC
 
Prestação de contas out a dez 2014 oscal
Prestação de contas out a dez 2014 oscalPrestação de contas out a dez 2014 oscal
Prestação de contas out a dez 2014 oscal
Movimento da Fraternidade
 
20/09/2013 Porque ir à Casa Espírita?
20/09/2013 Porque ir à Casa Espírita?20/09/2013 Porque ir à Casa Espírita?
20/09/2013 Porque ir à Casa Espírita?
Lar Irmã Zarabatana
 
Visão da assistência social espírita
Visão da assistência social espíritaVisão da assistência social espírita
Visão da assistência social espírita
Movimento da Fraternidade
 
O Papel do Centro Espírita
O Papel do Centro EspíritaO Papel do Centro Espírita
O Papel do Centro Espírita
Ricardo Azevedo
 
Curso visitação fraterna
Curso visitação fraternaCurso visitação fraterna
Curso visitação fraterna
Movimento da Fraternidade
 
FRASES DE CHICO XAVIER - Blog Partida e Chegada
FRASES DE CHICO XAVIER - Blog Partida e ChegadaFRASES DE CHICO XAVIER - Blog Partida e Chegada
FRASES DE CHICO XAVIER - Blog Partida e Chegada
Partida e Chegada
 
Prisões mentais
Prisões mentaisPrisões mentais
Prisões mentais
Leonardo Pereira
 
Grupo de perseverança
Grupo de perseverançaGrupo de perseverança
Grupo de perseverança
Carlos Junior
 
Palestra trabalhadores da última hora - daura - seja - 2014
Palestra   trabalhadores da última hora - daura - seja - 2014Palestra   trabalhadores da última hora - daura - seja - 2014
Palestra trabalhadores da última hora - daura - seja - 2014
Daura Alves
 
Cartilha Maria -Aula especial
Cartilha Maria -Aula especialCartilha Maria -Aula especial
Cartilha Maria -Aula especial
Roberta Andrade
 
Trabalhadores Da úLtima Hora
Trabalhadores Da úLtima HoraTrabalhadores Da úLtima Hora
Trabalhadores Da úLtima Hora
Sergio Menezes
 
Homossexualidade na Visão Espírita
Homossexualidade na Visão EspíritaHomossexualidade na Visão Espírita
Homossexualidade na Visão Espírita
CEJG
 
Obreiros do senhor!
Obreiros do senhor!Obreiros do senhor!
Obreiros do senhor!
Dalila Melo
 

Destaque (20)

Por que frequentar o centro espírita!
Por que frequentar o centro espírita!Por que frequentar o centro espírita!
Por que frequentar o centro espírita!
 
O PAPEL SOCIAL DA CASA ESPÍRITA
O PAPEL SOCIAL DA CASA ESPÍRITAO PAPEL SOCIAL DA CASA ESPÍRITA
O PAPEL SOCIAL DA CASA ESPÍRITA
 
Apresentação a missão da casa espírita
Apresentação a missão da casa espíritaApresentação a missão da casa espírita
Apresentação a missão da casa espírita
 
O CENTRO ESPÍRITA SEGUNDO ALLAN KARDEC
O CENTRO ESPÍRITA SEGUNDO ALLAN KARDECO CENTRO ESPÍRITA SEGUNDO ALLAN KARDEC
O CENTRO ESPÍRITA SEGUNDO ALLAN KARDEC
 
Saberes Necessários à Evangelização
Saberes Necessários à EvangelizaçãoSaberes Necessários à Evangelização
Saberes Necessários à Evangelização
 
O centro espírita e nós!
O centro espírita e nós!O centro espírita e nós!
O centro espírita e nós!
 
Por que ir a casa espirita
Por que ir a casa espiritaPor que ir a casa espirita
Por que ir a casa espirita
 
Prestação de contas out a dez 2014 oscal
Prestação de contas out a dez 2014 oscalPrestação de contas out a dez 2014 oscal
Prestação de contas out a dez 2014 oscal
 
20/09/2013 Porque ir à Casa Espírita?
20/09/2013 Porque ir à Casa Espírita?20/09/2013 Porque ir à Casa Espírita?
20/09/2013 Porque ir à Casa Espírita?
 
Visão da assistência social espírita
Visão da assistência social espíritaVisão da assistência social espírita
Visão da assistência social espírita
 
O Papel do Centro Espírita
O Papel do Centro EspíritaO Papel do Centro Espírita
O Papel do Centro Espírita
 
Curso visitação fraterna
Curso visitação fraternaCurso visitação fraterna
Curso visitação fraterna
 
FRASES DE CHICO XAVIER - Blog Partida e Chegada
FRASES DE CHICO XAVIER - Blog Partida e ChegadaFRASES DE CHICO XAVIER - Blog Partida e Chegada
FRASES DE CHICO XAVIER - Blog Partida e Chegada
 
Prisões mentais
Prisões mentaisPrisões mentais
Prisões mentais
 
Grupo de perseverança
Grupo de perseverançaGrupo de perseverança
Grupo de perseverança
 
Palestra trabalhadores da última hora - daura - seja - 2014
Palestra   trabalhadores da última hora - daura - seja - 2014Palestra   trabalhadores da última hora - daura - seja - 2014
Palestra trabalhadores da última hora - daura - seja - 2014
 
Cartilha Maria -Aula especial
Cartilha Maria -Aula especialCartilha Maria -Aula especial
Cartilha Maria -Aula especial
 
Trabalhadores Da úLtima Hora
Trabalhadores Da úLtima HoraTrabalhadores Da úLtima Hora
Trabalhadores Da úLtima Hora
 
Homossexualidade na Visão Espírita
Homossexualidade na Visão EspíritaHomossexualidade na Visão Espírita
Homossexualidade na Visão Espírita
 
Obreiros do senhor!
Obreiros do senhor!Obreiros do senhor!
Obreiros do senhor!
 

Semelhante a A importância do centro espírita na nossa atual existência

Humanizar , Espiritiza Qualificar
Humanizar , Espiritiza QualificarHumanizar , Espiritiza Qualificar
Humanizar , Espiritiza Qualificar
Rodrigo Martins Dos Santos
 
APRESENTAÇÃO REPASSE CF 2022 3º DEUZIMAR SERRA. 3ª PARTE A. pptx
APRESENTAÇÃO REPASSE CF 2022 3º DEUZIMAR SERRA. 3ª PARTE A. pptxAPRESENTAÇÃO REPASSE CF 2022 3º DEUZIMAR SERRA. 3ª PARTE A. pptx
APRESENTAÇÃO REPASSE CF 2022 3º DEUZIMAR SERRA. 3ª PARTE A. pptx
Paulo David
 
Portas abertas
Portas abertasPortas abertas
Portas abertas
Alexander Schio
 
Evangelização e educação reflexões visita pastoral
Evangelização e educação reflexões visita pastoralEvangelização e educação reflexões visita pastoral
Evangelização e educação reflexões visita pastoral
Antonio De Assis Ribeiro
 
APRESENTAÇÃO OFICIAL
APRESENTAÇÃO OFICIALAPRESENTAÇÃO OFICIAL
APRESENTAÇÃO OFICIAL
Markson Cézar
 
DGAE 2011 2015 padrekleber
DGAE 2011 2015 padrekleberDGAE 2011 2015 padrekleber
DGAE 2011 2015 padrekleber
Kleber Silva
 
Dgae 2011 2015 visitapastoral
Dgae 2011 2015 visitapastoralDgae 2011 2015 visitapastoral
Dgae 2011 2015 visitapastoral
Kleber Silva
 
O centro espírita os médiuns e a prática cópia
O centro espírita os médiuns e a prática   cópiaO centro espírita os médiuns e a prática   cópia
O centro espírita os médiuns e a prática cópia
Leonardo Pereira
 
Dimensao espiritual do centro esprita
Dimensao  espiritual do centro espritaDimensao  espiritual do centro esprita
Dimensao espiritual do centro esprita
Claudio Macedo
 
Eae 108 O Cristão no meio religioso e no meio profano
Eae 108 O Cristão no meio religioso e no meio profanoEae 108 O Cristão no meio religioso e no meio profano
Eae 108 O Cristão no meio religioso e no meio profano
PatiSousa1
 
Evangelizar comjesus 5encontrodeevangelizadores2011
Evangelizar comjesus 5encontrodeevangelizadores2011Evangelizar comjesus 5encontrodeevangelizadores2011
Evangelizar comjesus 5encontrodeevangelizadores2011
Alice Lirio
 
Diretrizes evangelização Arquidiocese de Manaus
Diretrizes evangelização Arquidiocese de ManausDiretrizes evangelização Arquidiocese de Manaus
Diretrizes evangelização Arquidiocese de Manaus
Paróquia Nossa Senhora das Mercês
 
Pastoral da acolhida
Pastoral da acolhidaPastoral da acolhida
Pastoral da acolhida
Carlindo Gomes Da Silva Filho
 
Say-Yes-.-apresentação-do-projeto-Diocese-do-PORTO.ppt
Say-Yes-.-apresentação-do-projeto-Diocese-do-PORTO.pptSay-Yes-.-apresentação-do-projeto-Diocese-do-PORTO.ppt
Say-Yes-.-apresentação-do-projeto-Diocese-do-PORTO.ppt
alessandraoliveira324
 
O dia da caridade
O dia da caridadeO dia da caridade
O dia da caridade
Helio Cruz
 
Ceijo jornal set e out
Ceijo   jornal set e outCeijo   jornal set e out
Ceijo jornal set e out
frangel2012
 
Liderança com jesus 1
Liderança com jesus 1Liderança com jesus 1
Liderança com jesus 1
Grupo Espírita Mensageiros
 
Liderança com jesus 1
Liderança com jesus 1Liderança com jesus 1
Liderança com jesus 1
Grupo Espírita Mensageiros
 
Liderança com jesus 1
Liderança com jesus 1Liderança com jesus 1
Liderança com jesus 1
Grupo Espírita Mensageiros
 
7º PPO – Encontro de Espiritualidade: Padre Nadai
7º PPO – Encontro de Espiritualidade: Padre Nadai7º PPO – Encontro de Espiritualidade: Padre Nadai
7º PPO – Encontro de Espiritualidade: Padre Nadai
Rodrigo Catini Flaibam
 

Semelhante a A importância do centro espírita na nossa atual existência (20)

Humanizar , Espiritiza Qualificar
Humanizar , Espiritiza QualificarHumanizar , Espiritiza Qualificar
Humanizar , Espiritiza Qualificar
 
APRESENTAÇÃO REPASSE CF 2022 3º DEUZIMAR SERRA. 3ª PARTE A. pptx
APRESENTAÇÃO REPASSE CF 2022 3º DEUZIMAR SERRA. 3ª PARTE A. pptxAPRESENTAÇÃO REPASSE CF 2022 3º DEUZIMAR SERRA. 3ª PARTE A. pptx
APRESENTAÇÃO REPASSE CF 2022 3º DEUZIMAR SERRA. 3ª PARTE A. pptx
 
Portas abertas
Portas abertasPortas abertas
Portas abertas
 
Evangelização e educação reflexões visita pastoral
Evangelização e educação reflexões visita pastoralEvangelização e educação reflexões visita pastoral
Evangelização e educação reflexões visita pastoral
 
APRESENTAÇÃO OFICIAL
APRESENTAÇÃO OFICIALAPRESENTAÇÃO OFICIAL
APRESENTAÇÃO OFICIAL
 
DGAE 2011 2015 padrekleber
DGAE 2011 2015 padrekleberDGAE 2011 2015 padrekleber
DGAE 2011 2015 padrekleber
 
Dgae 2011 2015 visitapastoral
Dgae 2011 2015 visitapastoralDgae 2011 2015 visitapastoral
Dgae 2011 2015 visitapastoral
 
O centro espírita os médiuns e a prática cópia
O centro espírita os médiuns e a prática   cópiaO centro espírita os médiuns e a prática   cópia
O centro espírita os médiuns e a prática cópia
 
Dimensao espiritual do centro esprita
Dimensao  espiritual do centro espritaDimensao  espiritual do centro esprita
Dimensao espiritual do centro esprita
 
Eae 108 O Cristão no meio religioso e no meio profano
Eae 108 O Cristão no meio religioso e no meio profanoEae 108 O Cristão no meio religioso e no meio profano
Eae 108 O Cristão no meio religioso e no meio profano
 
Evangelizar comjesus 5encontrodeevangelizadores2011
Evangelizar comjesus 5encontrodeevangelizadores2011Evangelizar comjesus 5encontrodeevangelizadores2011
Evangelizar comjesus 5encontrodeevangelizadores2011
 
Diretrizes evangelização Arquidiocese de Manaus
Diretrizes evangelização Arquidiocese de ManausDiretrizes evangelização Arquidiocese de Manaus
Diretrizes evangelização Arquidiocese de Manaus
 
Pastoral da acolhida
Pastoral da acolhidaPastoral da acolhida
Pastoral da acolhida
 
Say-Yes-.-apresentação-do-projeto-Diocese-do-PORTO.ppt
Say-Yes-.-apresentação-do-projeto-Diocese-do-PORTO.pptSay-Yes-.-apresentação-do-projeto-Diocese-do-PORTO.ppt
Say-Yes-.-apresentação-do-projeto-Diocese-do-PORTO.ppt
 
O dia da caridade
O dia da caridadeO dia da caridade
O dia da caridade
 
Ceijo jornal set e out
Ceijo   jornal set e outCeijo   jornal set e out
Ceijo jornal set e out
 
Liderança com jesus 1
Liderança com jesus 1Liderança com jesus 1
Liderança com jesus 1
 
Liderança com jesus 1
Liderança com jesus 1Liderança com jesus 1
Liderança com jesus 1
 
Liderança com jesus 1
Liderança com jesus 1Liderança com jesus 1
Liderança com jesus 1
 
7º PPO – Encontro de Espiritualidade: Padre Nadai
7º PPO – Encontro de Espiritualidade: Padre Nadai7º PPO – Encontro de Espiritualidade: Padre Nadai
7º PPO – Encontro de Espiritualidade: Padre Nadai
 

Último

Angelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.ppt
Angelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.pptAngelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.ppt
Angelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.ppt
mfixa3824
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
DavidBertelli3
 
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptxLição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
LaerciodeSouzaSilva1
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
AlexandreCarvalho858758
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptxO MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
valneirocha
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Ricardo Azevedo
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
nadeclarice
 
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
PIB Penha
 
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
Especialidade  Arqueologia  Bíblica.pptxEspecialidade  Arqueologia  Bíblica.pptx
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
AlexandreJr7
 
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.pptA VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
FranciscoAudisio2
 
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdfauxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
EzeirAlvesdaSilva
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.128 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
PIB Penha
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
EdimarEdigesso
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
PIB Penha
 
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
PIB Penha
 
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
PIB Penha
 

Último (20)

Angelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.ppt
Angelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.pptAngelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.ppt
Angelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.ppt
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
 
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptxLição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptxO MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
 
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
 
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
Especialidade  Arqueologia  Bíblica.pptxEspecialidade  Arqueologia  Bíblica.pptx
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
 
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.pptA VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
 
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdfauxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.128 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
 
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
 
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
 

A importância do centro espírita na nossa atual existência

  • 1. A IMPORTÂNCIA DO CENTRO ESPÍRITA EM NOSSA ATUAL EXISTÊNCIA
  • 2. Cada pessoa é uma história; conhecer a história da pessoa que está diante de nós, faz com que modifiquemos a nossa maneira de estar, conviver e nos comunicar com ela. A relação do ser humano com o Centro Espírita é construída. Respostas  Consolo  Caridade  Acolhimento  Religião  Ensino  Tratamento  Esclarecimento
  • 3. CENTRO ESPÍRITA E A COMUNIDADE Implantação O centro e a comunidade Função e Significado Disciplina fraterna Educação Serviços assistenciais Religião Reforma Íntima (auto análise)
  • 4. IMPLANTAÇÃO É fundamental para o desenvolvimento seguro da Doutrina e suas práticas. Kardec avaliou a sua importância significativa no plano da divulgação e da orientação dos Grupos, explicando ser preferível a existência de vários Centros pequenos e modestos numa cidade ou num bairro, à existência de um único centro grande e suntuoso.
  • 5. CENTRO ESPÍRITA E A COMUNIDADE “O Espiritismo é uma doutrina de bom senso, de equilíbrio, de esclarecimento positivo dos problemas espirituais, e não de hipóteses sem base ou de suposições imaginosas” Herculano Pires FUNÇÃO E SIGNIFICADO Estudo e prática, divulgação e orientação da Doutrina. O Centro Espírita significa uma fortaleza espiritual, para o restabelecimento da verdade cristã na terra, devendo ser encarado este fato de forma racional e não mística.
  • 6. PESTALOZZI “O êxito da educação é conseqüência de três elementos indissociáveis: o Trabalho, a Solidariedade e a Perseverança”. KARDEC TRABALHO para todos SOLIDARIEDADE entre todos TOLERÂNCIA para com todos ESCOLA (de almas) OFICINA HOSPITAL JOANNA DE ÂNGELIS TEMPLO ESPIRITIZAR QUALIFICAR HUMANIZAR
  • 7. DISCIPLINA FRATERNA JESUS É O MESTRE, SOMOS TODOS APRENDIZES. COMUNICAÇÃO FLEXIBILIDADE TOLERÂNCIA EMPATIA SOLIDARIEDADE Ato de bondade para com o próximo ou um sentimento, uma união de simpatias, interesses ou propósitos entre os membros de um grupo.
  • 8. EDUCAÇÃO Estudo da Doutrina no seu aspecto teórico e prático Palestras públicas Cursos Evangelização Grupos de Estudo Capacitação permanente Valorizar o potencial humano Compartilhar conhecimento Incentivar as parcerias institucionais Espíritas! amai-vos, este o primeiro ensinamento; instruí-vos, este o segundo..." ( O Espírito de Verdade - Paris, 1860)
  • 9. SERVIÇOS ASSISTENCIAIS Acolhimento Atendimento físico, moral e espiritual Ética Humanismo Responsabilidade Social Reconhecer a dimensão física, psicológica, intelectual, social e espiritual dos freqüentadores. Sejamos nós aqueles que amam, que servem, que perdoam, que entendem e que passam... transferindo para Jesus todas as homenagens que o mundo, por acaso, alguma vez nos ofereça. Divaldo Franco
  • 10. ESCOLA DE ALMAS (RELACIONAMENTO NO CENTRO ESPÍRITA) RELIGIÃO AUTOANÁLISE
  • 12. FUNDADORES Carlos Manoel da Silva Milton Rodrigues Serra Antonio Alves Ramos Agostinho José Rodrigues Manoel Motta Teixeira Antônio Corrêa Villela Manoel Machado Soares Antonio dos Santos Joaquim do Rosário Rosa dos Santos Benta Rodrigues D. Rosa e Sr. Santos
  • 31. PARABÉNS! AMOR, CARIDADE E ESPERANÇA. 1º DE SETEMBRO DE 1942

Notas do Editor

  1. presidentes
  2. festa
  3. Assis.social
  4. Assistência social
  5. Assis. social
  6. Assis.social
  7. estudo
  8. Festa caipira e natal