SlideShare uma empresa Scribd logo
Massagem Desportiva
Definição: A massagem Terapêutica específica para atletas,
normalmente denominada Massagem Desportiva, define-se como uma
forma criteriosa e intuitiva de aplicação de massagem, movimento e
alongamento para indivíduos fisicamente activos.




                          Hugo Pedrosa 2009
Massagem Desportiva
Que variáveis para diferenciarmos a massagem a
efectuar a cada indivíduo?
1 - Condições físicas
2 - Momento de aplicação
3 - Modalidade
4 - Estado do tecido
5 - História médica do indivíduo
6 – Áreas comuns de tensão
7 - O calendário de treinos e competições




                           Hugo Pedrosa 2009
Massagem Desportiva
CATEGORIAS DE MASSAGEM DESPORTIVA
Alguns artigos dividem a M.D em 5 aplicações:

1 - Recuperação,
2 - Tratamento,
3 - Reabilitação,
4 - Manutenção
5 - Evento.

Contudo, as diferenças entre tratamento, reabilitação e recuperação
são reduzidas e podem não ser tão úteis para o terapeuta como uma
divisão mais simples:

1 – Massagem de Evento
2 – Massagem de Manutenção
3 – Massagem de Tratamento
                              Hugo Pedrosa 2009
Massagem Desportiva
1 - MASSAGEM DE EVENTO

 a - Pré-evento
 b - Inter-evento (entre provas/competições/jogos)
 c - Pós-evento

 Palavras chave:

 Ritmo
 Duração
 Preparação para o esforço
 Recuperação do esforço
 Grandes grupos musculares




                         Hugo Pedrosa 2009

Recomendado para você

A importância do toque
A importância do toque A importância do toque
A importância do toque

1) A Yoga Massagem Ayurvédica combina a sabedoria da massagem ayurvédica com a arte milenar do yoga para promover benefícios físicos, emocionais e espirituais ao indivíduo. 2) A técnica estimula o sistema nervoso, circulação sanguínea, sistema imunológico e promove relaxamento profundo, alívio do estresse e liberação de endorfinas. 3) A terapia pode auxiliar a psicoterapia na eliminação de estados como depressão, ansiedade e

massagem yoga terapia
Massagem
MassagemMassagem
Massagem

Este documento fornece informações sobre diferentes técnicas de massagem, incluindo seus benefícios e contraindicações. Ele discute a história da massagem, tipos como anma, ayurvédica, drenagem linfática e reflexologia podal. Também fornece recomendações para sessões de massagem e descreve movimentos básicos como pressão ao longo da coluna e "beliscões" nas costas.

Definicao Massagem Terapeutica
Definicao Massagem TerapeuticaDefinicao Massagem Terapeutica
Definicao Massagem Terapeutica

A massagem terapêutica é uma rotina de massagens dedicada à cura de traumas ou lesões e é realizada por um massagista terapêutico que utiliza ferramentas para ajudar na recuperação de lesões e melhorar a função corporal, requerendo conhecimentos sobre o funcionamento saudável e disfuncional do corpo e terapias que podem influenciá-lo.

massagemterapeutica
Massagem Desportiva
2 - MASSAGEM DE MANUTENÇÃO


 Palavras chave:

 Ambiente clinico
 Minimizar efeitos do exercício
 Manutenção performance
 Flexibilidade e tónus muscular
 Preventiva
 Conjugação de manobras: MD, MF e NM




                      Hugo Pedrosa 2009
Massagem Desportiva
3 - MASSAGEM DE TRATAMENTO


  Palavras chave:

  Lesão aguda
  Tendinite de sobrecarga
  Diminuição da performance
  Circunscrita à lesão


Objectivo: assegurar um correcto processo evolutivo (fisiológico) da
lesão ajudando a encurtar o mesmo (com respectivo retorno mais breve
à actividade).


                        Hugo Pedrosa 2009
Massagem Desportiva
3 - MASSAGEM DE TRATAMENTO
Esta abordagem é desenhada especificamente de acordo com o
tipo de lesão, etapa de lesão, severidade da lesão e as outras
modalidades a utilizar pelo terapeuta. Todas as técnicas base de:
a) massagem desportiva,
b) miofascial
c) neuromuscular

…são usadas neste processo e as:

d) técnicas da facilitação linfática são adicionadas.

Esta junção da abordagem linfática para os protocolos correntes,
oferece aos técnicos um novo, único e simples método de aceder
ao edema traumático com segura base de investigação.

                          Hugo Pedrosa 2009
Massagem Desportiva
Grandes objectivos
Atletas prepararem-se para...
... recuperarem de...

Cargas impostas pelo exercício


OBJECTIVO PRINCIPAL DA MASSAGEM DE EVENTO

- Cria condições internas óptimas para a
  preparação e recuperação de estruturas
  sobrecarregadas.




                          Hugo Pedrosa 2009

Recomendado para você

Massagem modeladora
Massagem modeladoraMassagem modeladora
Massagem modeladora

Este documento fornece informações sobre massagem modeladora e a técnica HAMAUE de redução de medidas. Ele define massagem modeladora, lista seus efeitos fisiológicos e terapêuticos, indicações, contraindicações e passo a passo da técnica. Também discute avaliação do cliente, associação com cosmética, recursos terapêuticos e referências bibliográficas.

massagemmodeladora
CONTRATURAS
CONTRATURASCONTRATURAS
CONTRATURAS

Contraturas musculares e pontos-gatilho são regiões dolorosas e enrijecidas nos músculos, geralmente causadas por sobrecarga muscular. Pontos-gatilho são pontos altamente irritáveis que produzem dor e limitam o alongamento muscular. Massagem auxilia no tratamento, alongando e relaxando os músculos afetados para desativar os pontos-gatilho.

dficitneurolgicocontraturas
Massagens corporal
Massagens corporalMassagens corporal
Massagens corporal

O documento descreve um curso de massagem corporal com 4 técnicas, sendo elas: massagem modeladora, terapia das pedras quentes, massagem sueca e massagem relaxante. Detalha cada uma das técnicas, incluindo seus objetivos, benefícios, contraindicações e como devem ser realizadas.

Massagem Desportiva
OBJECTIVOS DA MASSAGEM DE PRÉ-EVENTO

- Actualmente, a performance de um atleta é um conjunto de variáveis onde a
massagem desempenha um papel importante.

- Possui a mesma intenção que o aquecimento, no entanto, não o substitui já
que não mobiliza tecido suficiente para criar alterações circulatórias e de
temperatura necessárias para as necessidades do atleta.




                          Hugo Pedrosa 2009
Massagem em eventos desportivos
 Os objectivos incluem:

 1 - “Amolecer” e libertar a fáscia e outras estruturas de tecido conjuntivo

  2 - Diminuir a tensão muscular generalizada

 3 - Aumentar a resposta de hipermia nos músculos a serem utilizados na
 actividade
 4 - Providenciar mais sentido cinestésico que ajuda a criar uma atitude positiva
 (os atletas sentem os músculos mais relaxados o que significa potencialmente
 mais confiança e menor risco de lesão).




                              Hugo Pedrosa 2009
Massagem em eventos desportivos
 Os efeitos estruturais da massagem (redução da tensão/tónus muscular e a
 libertação da componente fascial/tendinosa) contribuem para o potencial de
 performance de duas formas:


 1 – Melhorias significativas na amplitude de movimento/potência;

 2 – Benefícios inerentes à sensação de o atleta se sentir relaxado/”liberto”;




                             Hugo Pedrosa 2009
Massagem em eventos desportivos
 OBJECTIVOS DA MASSAGEM DE INTER-EVENTO
 *Tal como a categoria anterior, não pode tomar o lugar do aquecimento


 1 - O objectivo primário é identificar e aceder a quaisquer áreas de tensão
 excessiva que se desenvolvem durante o exercício;

 2 - Os atletas podem “encaminhar” as mãos do técnico para um ponto de dor;

 Se estamos perante duas a três provas no mesmo dia, os objectivos passam
 também por:

 1 - Melhorar o movimento linfático o que pode melhorar a velocidade de
 Recuperação;

 2 - Tal como na massagem de pré-evento o técnico deve evitar sedar o atleta;

                                   Hugo Pedrosa 2009

Recomendado para você

História da massagem thiago nishida
História da massagem   thiago nishidaHistória da massagem   thiago nishida
História da massagem thiago nishida

A história da massagem remonta a 2700 a.C. na China e Índia, onde o Imperador Amarelo descreveu os meridianos da acupuntura e a massagem ayurvédica foi desenvolvida com fins curativos. Ao longo dos séculos, figuras como Hipócrates e Asclepiades promoveram o uso terapêutico da massagem, embora na Grécia e Roma antigas ela tenha sido associada à erotismo. A massagem moderna emergiu no século XIX com o desenvolvimento da massagem sueca,

história da massagemmassagem anti-stress
Tipos de massagem
Tipos de massagem Tipos de massagem
Tipos de massagem

Este documento fornece informações sobre diferentes tipos de massagem, incluindo massagem modeladora, terapia com pedras quentes e seus benefícios. A massagem modeladora utiliza movimentos vigorosos para modelar a silhueta, melhorar o tônus muscular e reduzir medidas, enquanto a terapia com pedras quentes promove relaxamento profundo e equilíbrio energético por meio da condução de calor de pedras vulcânicas nos chakras e ao longo da coluna. Ambas as técnicas trazem benefícios

massagem
Como fazer massagem relaxante
Como fazer massagem relaxanteComo fazer massagem relaxante
Como fazer massagem relaxante

1. As massagens no rosto, cabeça e pescoço ajudam a relaxar a área. Comece batendo no rosto e depois faça movimentos circulares nas têmporas. 2. Massageie o maxilar com suavidade e firmeza. Com o polegar e indicador, dê pequenos beliscões nas sobrancelhas. 3. Massageie os músculos do pescoço com movimentos firmes de baixo para cima.

Massagem em eventos desportivos
OBJECTIVOS DA MASSAGEM DE PÓS-EVENTO

 Esta categoria assiste o organismo em determinados processos fisiológicos:

 1 - Aumento do metabolismo para recolocar o déficit de O2
 2 - Reciclagem de sub-produtos metabólitos)
 3 – redução da tensão muscular generalizada
 4 – Facilitação da circulação linfática
 5 - Remoção de edema
 6 – Devolver flexibilidade ao tecido muscular e conjuntivo.

Os objectivos incluem:

a) Ajudar os músculos a alcançar índices normais de tónus e alongamento;
b) Ajudar no retorno venoso para potenciar a recuperação metabólica;
c) Desactivar pontos-gatilho que se podem ter desenvolvido;
d) Reduzir o risco de rigidez muscular tardia;
                             Hugo Pedrosa 2009
Momento, ritmo e duração da massagem de evento

 Massagem de pré-evento

 - Deve realizada a menos de 1 hora do início da prova/jogo;

  - Podem ser feitas algumas manobras a alguns músculos específicos,
   seguindo-se o aquecimento e depois a rotina normal de massagem;

 - Deve terminar pelo menos 10 minutos antes do início da prova/jogo;

 - Duração – 10 a 15 minutos nunca excedendo os 20 minutos;

 - O ritmo é mais rápido (quer para ocupar correctamente o tempo
   disponível quer para evitar a sedar);

 - Atletas muito ansiosos podem necessitar de uma abordagem mais
   lenta;


                         Hugo Pedrosa 2009
Momento, ritmo e duração da massagem de evento

 Massagem de inter-evento

  - O momento de aplicação é óbvio;

  - A massagem complementa a rotina regular entre eventos;

  - Desenhada para aceder apenas a alguns músculos/áreas corporais;

  - Cadência um pouco mais lenta;

  - Duração / 5 a 10 minutos nunca excedendo os 15;




                        Hugo Pedrosa 2009
Momento, ritmo e duração da massagem de evento

 Massagem de pós-evento

  - Não possui rigidez de duração;

  - Será mais proveitosa para o atleta se for realizada cerca de 2h
    após o final da prova;
  - Coadjuvante do processo de arrefecimento (administrada após o final
    dessa rotina específica);

  - Massagem continua a ser curta e dirigida a grandes grupos musculares
    (até porque o técnico pode ter de trabalhar sobre diversos atletas);

  - Cadência mais lenta (aprofundando a pressão de forma progressiva);

  - Investigação demonstra a importância do timing de aplicação para evitar
    a rigidez muscular tardia (aparentemente quebra um dos primeiros passos
    do processo de inflamação – acumulação de neutrófilos);

                         Hugo Pedrosa 2009

Recomendado para você

Massoterapia
MassoterapiaMassoterapia
Massoterapia

O documento descreve a massoterapia como um conjunto de toques aplicados com as mãos para relaxamento, alívio de tensão e melhoria da circulação sanguínea. Apresenta vantagens como relaxamento, libertação de tensão e aumento da circulação, mas também desvantagens como não ser recomendada para pessoas com doenças contagiosas ou ferimentos. Explica que a medicina alternativa atua sobre as energias de forma mais lenta que a medicina tradicional.

52759046 apostila-principal-de-massoterapia-aplicada-1
52759046 apostila-principal-de-massoterapia-aplicada-152759046 apostila-principal-de-massoterapia-aplicada-1
52759046 apostila-principal-de-massoterapia-aplicada-1

O documento fornece informações sobre diferentes tipos de massagem aplicadas no esporte, incluindo massagem desportiva, desintoxicante, estimulante, tonificante e calmantes. Detalha os objetivos, métodos e técnicas de cada tipo de massagem para auxiliar no condicionamento, tratamento, pré e pós-competição dos atletas.

Massagem para Alívio da Dor
Massagem para Alívio da DorMassagem para Alívio da Dor
Massagem para Alívio da Dor

1) O documento descreve os fundamentos da massagem chinesa para alívio da dor, incluindo conceitos como Qi, Yin Yang, Canais e Vísceras. 2) A massagem atua nos Canais, pontos de acupuntura e áreas doloridas para melhorar a circulação de energia e aliviar a dor. 3) O livro ensina técnicas de massagem, localização de Canais e pontos, e como aplicar a massagem para diferentes problemas de saúde.

Massagem de manutenção
Entende-se que a massagem de manutenção minimiza os efeitos
negativos do movimento repetido através da identificação e tratamento
de áreas tensas ou com restrições.

Objectivo principal – Manter o atleta no pico de performance

Comparação entre a massagem de evento e de manutenção



Anatomicamente mais dirigida



Para origens, inserções, tendões, ligamentos, ligações miotendinosas e
estruturas miofasciais.


                            Hugo Pedrosa 2009
Massagem de manutenção
a) Combina as técnicas base de massagem desportiva com técnicas
miofasciais e neuromusculares;

b) Duração (30 a 90 minutos);

c) A frequência da massagem de manutenção pode relacionar-se,
com o facto de alguns atletas/modalidades terem regularmente
fisiopatologias crónicas associadas ao esforço desenvolvido;




                         Hugo Pedrosa 2009
Massagem de manutenção
Objectivos e benefícios da massagem de manutenção

a) Não podemos assegurar que esta rotina previna totalmente lesões;


b) A lesão aguda é variável, imprevisível e na maior parte das vezes
impossível de prevenir;

c) No entanto, aplicamos o maior número de medidas preventivas com o
objectivo de baixar a probabilidade de acontecer um episódio agudo;

d) Actua-se em grande parte sobre regiões onde as lesões crónicas se
instalam. Não esquecer alguns factores preventivos associados ao desporto;




                             Hugo Pedrosa 2009
Massagem de manutenção
Nota: Importante lembrar que ao invés de efeitos/alterações imediatas nos
tecidos, a Massagem Desportiva provoca nos atletas um efeito gradual
e cumulativo e esta mensagem é importante passar .


Principais objectivos:

1 - Reduzir hipertonicidade/espasmo muscular;


 2 - Alongar e libertar tecido conjuntivo nas áreas de stress comum;


 3 - Potenciar flexibilidade em geral e a amplitude de movimento;

 4 - Diminuir o impacto da rigidez muscular pós-exercício e as pequenas
 rupturas estruturais associadas a esforços de grande intensidade;

                           Hugo Pedrosa 2009

Recomendado para você

A arte da massagem apostila 1
A arte da massagem apostila 1A arte da massagem apostila 1
A arte da massagem apostila 1

O documento apresenta uma apostila sobre a arte da massagem. A introdução explica que o material foi compilado a partir de diversas fontes, incluindo experiências pessoais e pesquisas, com o objetivo de orientar sobre técnicas básicas de massagem. Um termo de responsabilidade isenta de culpa por possíveis danos resultantes das informações fornecidas.

O livro de massagem
O livro de massagemO livro de massagem
O livro de massagem

1) O documento é um capítulo de um livro sobre massagem que fornece instruções sobre como fazer massagens no chão de forma confortável e efetiva. 2) Recomenda-se usar um acolchoado macio no chão, como espuma ou sacos de dormir, para melhorar o conforto tanto da pessoa massageada quanto do massagista. 3) É importante proteger o acolchoado com um plástico e um lençol para evitar derramamento de óleo.

Massagem relaxante costal
Massagem relaxante costalMassagem relaxante costal
Massagem relaxante costal

O documento fornece instruções detalhadas para realizar uma massagem reflexológica da coluna vertebral, incluindo 22 etapas com diferentes técnicas como deslizamentos, amassamentos e compressões nas regiões cervical, torácica, lombar e sacral, além da escápula, visando aliviar tensões musculares.

Massagem de manutenção
Notas importantes:
- Conhecer métodos de treino (geral), técnicas específicas/gestos
técnicos, calendários e biomecânica dos desportos com os quais
trabalhamos;
- Sugestão de calendarização… normalmente as modalidades variam
entre dias de treino intenso com dias de treino de menor intensidade;

 - Deveremos preferir dias com treino de menor intensidade
  - … principalmente porque, como já foi referido, a massagem ajuda no
  processo de recuperação
 - Um atleta que treina 5 dias por semana e compete regularmente
 deverá receber uma sessão por semana (corpo inteiro)
  - Em semanas de trabalho intenso é benéfico que os atletas recebam
  3 sessões semanais de 30 minutos em vez de sessões gerais de corpo
  inteiro
                          Hugo Pedrosa 2009
Massagem de manutenção
 Não esquecer…

 Etapas a respeitar:

 1 – Perceber se o desporto é predominantemente SUPERIOR
 ou INFERIOR no que diz respeito à especificidade dos gestos
 técnicos;

 2 – Estimularmos em primeiro lugar os principais elementos
 miofasciais da região;
 ;
 3 – De seguida iniciar trabalho sobre grupos musculares principais
 que estão regularmente em sobrecarga;
 4 – Não esquecer que temos de trabalhar as regiões miotendinosas,
 “estações” fasciais com respectivas linhas e finalmente a relação
 por vezes problemática entre os epimísios dos principais ventres
 musculares;
                       Hugo Pedrosa 2009

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Quick Massagem
Quick MassagemQuick Massagem
Quick Massagem
Stephan Mazzaro
 
52523128 apostila-massoterapia-lt
52523128 apostila-massoterapia-lt52523128 apostila-massoterapia-lt
52523128 apostila-massoterapia-lt
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Pontos gatilho
Pontos gatilhoPontos gatilho
Pontos gatilho
Hugo Pedrosa
 
A importância do toque
A importância do toque A importância do toque
A importância do toque
Rita Barros
 
Massagem
MassagemMassagem
Massagem
Aline Ramos
 
Definicao Massagem Terapeutica
Definicao Massagem TerapeuticaDefinicao Massagem Terapeutica
Definicao Massagem Terapeutica
Massagem Pro
 
Massagem modeladora
Massagem modeladoraMassagem modeladora
Massagem modeladora
Amanda Hamaue
 
CONTRATURAS
CONTRATURASCONTRATURAS
Massagens corporal
Massagens corporalMassagens corporal
Massagens corporal
Carlos Titi Tomasi
 
História da massagem thiago nishida
História da massagem   thiago nishidaHistória da massagem   thiago nishida
História da massagem thiago nishida
Thiago Nishida
 
Tipos de massagem
Tipos de massagem Tipos de massagem
Tipos de massagem
amanda Bomfim
 
Como fazer massagem relaxante
Como fazer massagem relaxanteComo fazer massagem relaxante
Como fazer massagem relaxante
Rosiane Bezerra
 
Massoterapia
MassoterapiaMassoterapia
Massoterapia
efacanico
 
52759046 apostila-principal-de-massoterapia-aplicada-1
52759046 apostila-principal-de-massoterapia-aplicada-152759046 apostila-principal-de-massoterapia-aplicada-1
52759046 apostila-principal-de-massoterapia-aplicada-1
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Massagem para Alívio da Dor
Massagem para Alívio da DorMassagem para Alívio da Dor
Massagem para Alívio da Dor
projetacursosba
 
A arte da massagem apostila 1
A arte da massagem apostila 1A arte da massagem apostila 1
A arte da massagem apostila 1
wellizyf
 
O livro de massagem
O livro de massagemO livro de massagem
O livro de massagem
projetacursosba
 
Massagem relaxante costal
Massagem relaxante costalMassagem relaxante costal
Massagem relaxante costal
Tatiane F. S. Medeiros
 
Reabilitação aquática débora marques
Reabilitação aquática débora marquesReabilitação aquática débora marques
Reabilitação aquática débora marques
Debora_Marques
 
Pedras bambu e argila
Pedras bambu e argilaPedras bambu e argila
Pedras bambu e argila
Super Senha Amanda Paz
 

Mais procurados (20)

Quick Massagem
Quick MassagemQuick Massagem
Quick Massagem
 
52523128 apostila-massoterapia-lt
52523128 apostila-massoterapia-lt52523128 apostila-massoterapia-lt
52523128 apostila-massoterapia-lt
 
Pontos gatilho
Pontos gatilhoPontos gatilho
Pontos gatilho
 
A importância do toque
A importância do toque A importância do toque
A importância do toque
 
Massagem
MassagemMassagem
Massagem
 
Definicao Massagem Terapeutica
Definicao Massagem TerapeuticaDefinicao Massagem Terapeutica
Definicao Massagem Terapeutica
 
Massagem modeladora
Massagem modeladoraMassagem modeladora
Massagem modeladora
 
CONTRATURAS
CONTRATURASCONTRATURAS
CONTRATURAS
 
Massagens corporal
Massagens corporalMassagens corporal
Massagens corporal
 
História da massagem thiago nishida
História da massagem   thiago nishidaHistória da massagem   thiago nishida
História da massagem thiago nishida
 
Tipos de massagem
Tipos de massagem Tipos de massagem
Tipos de massagem
 
Como fazer massagem relaxante
Como fazer massagem relaxanteComo fazer massagem relaxante
Como fazer massagem relaxante
 
Massoterapia
MassoterapiaMassoterapia
Massoterapia
 
52759046 apostila-principal-de-massoterapia-aplicada-1
52759046 apostila-principal-de-massoterapia-aplicada-152759046 apostila-principal-de-massoterapia-aplicada-1
52759046 apostila-principal-de-massoterapia-aplicada-1
 
Massagem para Alívio da Dor
Massagem para Alívio da DorMassagem para Alívio da Dor
Massagem para Alívio da Dor
 
A arte da massagem apostila 1
A arte da massagem apostila 1A arte da massagem apostila 1
A arte da massagem apostila 1
 
O livro de massagem
O livro de massagemO livro de massagem
O livro de massagem
 
Massagem relaxante costal
Massagem relaxante costalMassagem relaxante costal
Massagem relaxante costal
 
Reabilitação aquática débora marques
Reabilitação aquática débora marquesReabilitação aquática débora marques
Reabilitação aquática débora marques
 
Pedras bambu e argila
Pedras bambu e argilaPedras bambu e argila
Pedras bambu e argila
 

Destaque

Palpacao - Importancia da avaliacao dos tecidos na massagem
Palpacao - Importancia da avaliacao dos tecidos na massagemPalpacao - Importancia da avaliacao dos tecidos na massagem
Palpacao - Importancia da avaliacao dos tecidos na massagem
Hugo Pedrosa
 
Recursos terapeuticos manuais introducao
Recursos terapeuticos manuais introducaoRecursos terapeuticos manuais introducao
Recursos terapeuticos manuais introducao
Nay Ribeiro
 
Manual de massagem terapêutica
Manual de massagem terapêuticaManual de massagem terapêutica
Manual de massagem terapêutica
SGC
 
Ponto gatilho e dor referida.
Ponto gatilho e dor referida.Ponto gatilho e dor referida.
Ponto gatilho e dor referida.
Cleusa Kochhann
 
Manual.de.massagem.livro
Manual.de.massagem.livroManual.de.massagem.livro
Manual.de.massagem.livro
Super Senha Amanda Paz
 
Apostila de zen shiatsu
Apostila de zen shiatsuApostila de zen shiatsu
Apostila de zen shiatsu
Eli Júnior
 
Curso de especialização em massagem desportiva
Curso de especialização em massagem desportivaCurso de especialização em massagem desportiva
Curso de especialização em massagem desportiva
CFM - Centro Formação Massagistas
 
Fascias e pompages impressao
Fascias e pompages impressaoFascias e pompages impressao
Fascias e pompages impressao
pamellabartolomeu
 
(Massagem clasica)
(Massagem clasica)(Massagem clasica)
(Massagem clasica)
jujulyane
 
Técnicas de Osteopatia para el Tratamiento Miofascial
Técnicas de Osteopatia para el Tratamiento MiofascialTécnicas de Osteopatia para el Tratamiento Miofascial
Técnicas de Osteopatia para el Tratamiento Miofascial
Colégio Brasileiro de Osteopatia
 
Mobilização Articular da Coluna Torácica - RTM
Mobilização Articular da Coluna Torácica - RTMMobilização Articular da Coluna Torácica - RTM
Mobilização Articular da Coluna Torácica - RTM
Universidade Norte do Paraná
 
Portfolio Massagem Cadeira
Portfolio Massagem CadeiraPortfolio Massagem Cadeira
Portfolio Massagem Cadeira
Hugo Pedrosa
 
Portfolio Formacao Massagem Tailandesa
Portfolio Formacao Massagem TailandesaPortfolio Formacao Massagem Tailandesa
Portfolio Formacao Massagem Tailandesa
Hugo Pedrosa
 
Portfolio Mecanica Corporal do Massoterapeuta
Portfolio Mecanica Corporal do MassoterapeutaPortfolio Mecanica Corporal do Massoterapeuta
Portfolio Mecanica Corporal do Massoterapeuta
Hugo Pedrosa
 
Slide share i simpósio de fisioterapia esportiva aplicada ao futebol.pps
Slide share i simpósio de fisioterapia esportiva aplicada ao futebol.ppsSlide share i simpósio de fisioterapia esportiva aplicada ao futebol.pps
Slide share i simpósio de fisioterapia esportiva aplicada ao futebol.pps
Claudionor Delgado
 
Reflexologia Podal
Reflexologia PodalReflexologia Podal
Reflexologia Podal
Hugo Pedrosa
 
Os efeitos psicológicos da massoterapia
Os efeitos psicológicos da massoterapiaOs efeitos psicológicos da massoterapia
Os efeitos psicológicos da massoterapia
Mah HS
 
Massagem para gestante e shantala
Massagem para gestante e shantalaMassagem para gestante e shantala
Massagem para gestante e shantala
Tatiane F. S. Medeiros
 
Avaliação cinesiológica funcional
Avaliação cinesiológica funcionalAvaliação cinesiológica funcional
Avaliação cinesiológica funcional
Fabio Mazzola
 

Destaque (19)

Palpacao - Importancia da avaliacao dos tecidos na massagem
Palpacao - Importancia da avaliacao dos tecidos na massagemPalpacao - Importancia da avaliacao dos tecidos na massagem
Palpacao - Importancia da avaliacao dos tecidos na massagem
 
Recursos terapeuticos manuais introducao
Recursos terapeuticos manuais introducaoRecursos terapeuticos manuais introducao
Recursos terapeuticos manuais introducao
 
Manual de massagem terapêutica
Manual de massagem terapêuticaManual de massagem terapêutica
Manual de massagem terapêutica
 
Ponto gatilho e dor referida.
Ponto gatilho e dor referida.Ponto gatilho e dor referida.
Ponto gatilho e dor referida.
 
Manual.de.massagem.livro
Manual.de.massagem.livroManual.de.massagem.livro
Manual.de.massagem.livro
 
Apostila de zen shiatsu
Apostila de zen shiatsuApostila de zen shiatsu
Apostila de zen shiatsu
 
Curso de especialização em massagem desportiva
Curso de especialização em massagem desportivaCurso de especialização em massagem desportiva
Curso de especialização em massagem desportiva
 
Fascias e pompages impressao
Fascias e pompages impressaoFascias e pompages impressao
Fascias e pompages impressao
 
(Massagem clasica)
(Massagem clasica)(Massagem clasica)
(Massagem clasica)
 
Técnicas de Osteopatia para el Tratamiento Miofascial
Técnicas de Osteopatia para el Tratamiento MiofascialTécnicas de Osteopatia para el Tratamiento Miofascial
Técnicas de Osteopatia para el Tratamiento Miofascial
 
Mobilização Articular da Coluna Torácica - RTM
Mobilização Articular da Coluna Torácica - RTMMobilização Articular da Coluna Torácica - RTM
Mobilização Articular da Coluna Torácica - RTM
 
Portfolio Massagem Cadeira
Portfolio Massagem CadeiraPortfolio Massagem Cadeira
Portfolio Massagem Cadeira
 
Portfolio Formacao Massagem Tailandesa
Portfolio Formacao Massagem TailandesaPortfolio Formacao Massagem Tailandesa
Portfolio Formacao Massagem Tailandesa
 
Portfolio Mecanica Corporal do Massoterapeuta
Portfolio Mecanica Corporal do MassoterapeutaPortfolio Mecanica Corporal do Massoterapeuta
Portfolio Mecanica Corporal do Massoterapeuta
 
Slide share i simpósio de fisioterapia esportiva aplicada ao futebol.pps
Slide share i simpósio de fisioterapia esportiva aplicada ao futebol.ppsSlide share i simpósio de fisioterapia esportiva aplicada ao futebol.pps
Slide share i simpósio de fisioterapia esportiva aplicada ao futebol.pps
 
Reflexologia Podal
Reflexologia PodalReflexologia Podal
Reflexologia Podal
 
Os efeitos psicológicos da massoterapia
Os efeitos psicológicos da massoterapiaOs efeitos psicológicos da massoterapia
Os efeitos psicológicos da massoterapia
 
Massagem para gestante e shantala
Massagem para gestante e shantalaMassagem para gestante e shantala
Massagem para gestante e shantala
 
Avaliação cinesiológica funcional
Avaliação cinesiológica funcionalAvaliação cinesiológica funcional
Avaliação cinesiológica funcional
 

Semelhante a Massagem Desportiva

ginástica laboral
ginástica laboralginástica laboral
ginástica laboral
Ajudar Pessoas
 
Documento
DocumentoDocumento
Documento
Gustavo Victor
 
248047190 apostila-massagem-estetica-modeladora
248047190 apostila-massagem-estetica-modeladora248047190 apostila-massagem-estetica-modeladora
248047190 apostila-massagem-estetica-modeladora
Eliseu Correa
 
Fadiga | Recuperação
Fadiga | RecuperaçãoFadiga | Recuperação
Fadiga | Recuperação
Edilson Oliveira
 
A importância do alongamento em atividades físicas
A importância do alongamento em atividades físicasA importância do alongamento em atividades físicas
A importância do alongamento em atividades físicas
Alexandra Nurhan
 
SLIDE - VD2 Técnicas para melhorar a flexibilidade.pdf
SLIDE - VD2  Técnicas para melhorar a flexibilidade.pdfSLIDE - VD2  Técnicas para melhorar a flexibilidade.pdf
SLIDE - VD2 Técnicas para melhorar a flexibilidade.pdf
RenataNogueira70
 
Projeto ginástico laboral (nadieli) (2)
Projeto ginástico laboral (nadieli) (2)Projeto ginástico laboral (nadieli) (2)
Projeto ginástico laboral (nadieli) (2)
herafanu
 
2º ano prova bimestral 4º bim.
2º ano prova bimestral 4º bim.2º ano prova bimestral 4º bim.
2º ano prova bimestral 4º bim.
Tony
 
Massagem triatleta
Massagem triatletaMassagem triatleta
Massagem triatleta
Stephan Mazzaro
 
Promoção da saude
Promoção da saudePromoção da saude
Promoção da saude
Catalin Danu
 
Ginástica laboral
Ginástica laboralGinástica laboral
Ginástica laboral
Jaqueline de Paulo
 
Cuidador de idoso_19
Cuidador de idoso_19Cuidador de idoso_19
Cuidador de idoso_19
Liberty Ensino
 
Portfolio Massagem Tecidos Profundos
Portfolio Massagem Tecidos ProfundosPortfolio Massagem Tecidos Profundos
Portfolio Massagem Tecidos Profundos
Hugo Pedrosa
 
Lesoes
LesoesLesoes
Lesoes
LesoesLesoes
Guia CrossFit Seguro
Guia CrossFit Seguro Guia CrossFit Seguro
Guia CrossFit Seguro
GrupoIPub1
 
Palestra alongamento x flexionamento.pptx
Palestra alongamento x flexionamento.pptxPalestra alongamento x flexionamento.pptx
Palestra alongamento x flexionamento.pptx
Linda Moreira
 
Atividade Fisica na Atencao Primaria
Atividade Fisica na Atencao PrimariaAtividade Fisica na Atencao Primaria
Resistência muscular localizada rml
Resistência muscular localizada   rmlResistência muscular localizada   rml
Resistência muscular localizada rml
pagodes
 
Cuidador de idoso_21
Cuidador de idoso_21Cuidador de idoso_21
Cuidador de idoso_21
Liberty Ensino
 

Semelhante a Massagem Desportiva (20)

ginástica laboral
ginástica laboralginástica laboral
ginástica laboral
 
Documento
DocumentoDocumento
Documento
 
248047190 apostila-massagem-estetica-modeladora
248047190 apostila-massagem-estetica-modeladora248047190 apostila-massagem-estetica-modeladora
248047190 apostila-massagem-estetica-modeladora
 
Fadiga | Recuperação
Fadiga | RecuperaçãoFadiga | Recuperação
Fadiga | Recuperação
 
A importância do alongamento em atividades físicas
A importância do alongamento em atividades físicasA importância do alongamento em atividades físicas
A importância do alongamento em atividades físicas
 
SLIDE - VD2 Técnicas para melhorar a flexibilidade.pdf
SLIDE - VD2  Técnicas para melhorar a flexibilidade.pdfSLIDE - VD2  Técnicas para melhorar a flexibilidade.pdf
SLIDE - VD2 Técnicas para melhorar a flexibilidade.pdf
 
Projeto ginástico laboral (nadieli) (2)
Projeto ginástico laboral (nadieli) (2)Projeto ginástico laboral (nadieli) (2)
Projeto ginástico laboral (nadieli) (2)
 
2º ano prova bimestral 4º bim.
2º ano prova bimestral 4º bim.2º ano prova bimestral 4º bim.
2º ano prova bimestral 4º bim.
 
Massagem triatleta
Massagem triatletaMassagem triatleta
Massagem triatleta
 
Promoção da saude
Promoção da saudePromoção da saude
Promoção da saude
 
Ginástica laboral
Ginástica laboralGinástica laboral
Ginástica laboral
 
Cuidador de idoso_19
Cuidador de idoso_19Cuidador de idoso_19
Cuidador de idoso_19
 
Portfolio Massagem Tecidos Profundos
Portfolio Massagem Tecidos ProfundosPortfolio Massagem Tecidos Profundos
Portfolio Massagem Tecidos Profundos
 
Lesoes
LesoesLesoes
Lesoes
 
Lesoes
LesoesLesoes
Lesoes
 
Guia CrossFit Seguro
Guia CrossFit Seguro Guia CrossFit Seguro
Guia CrossFit Seguro
 
Palestra alongamento x flexionamento.pptx
Palestra alongamento x flexionamento.pptxPalestra alongamento x flexionamento.pptx
Palestra alongamento x flexionamento.pptx
 
Atividade Fisica na Atencao Primaria
Atividade Fisica na Atencao PrimariaAtividade Fisica na Atencao Primaria
Atividade Fisica na Atencao Primaria
 
Resistência muscular localizada rml
Resistência muscular localizada   rmlResistência muscular localizada   rml
Resistência muscular localizada rml
 
Cuidador de idoso_21
Cuidador de idoso_21Cuidador de idoso_21
Cuidador de idoso_21
 

Mais de Hugo Pedrosa

Bibliografia 1
Bibliografia 1Bibliografia 1
Bibliografia 1
Hugo Pedrosa
 
Apresentação - Curso de Reflexologia
Apresentação - Curso de ReflexologiaApresentação - Curso de Reflexologia
Apresentação - Curso de Reflexologia
Hugo Pedrosa
 
Biblioteca 5 guia de patologias para massoterapeutas
Biblioteca 5   guia de patologias para massoterapeutasBiblioteca 5   guia de patologias para massoterapeutas
Biblioteca 5 guia de patologias para massoterapeutas
Hugo Pedrosa
 
Biblioteca 4 - Massoterapia Clínica
Biblioteca 4 - Massoterapia ClínicaBiblioteca 4 - Massoterapia Clínica
Biblioteca 4 - Massoterapia Clínica
Hugo Pedrosa
 
Efeitos da Massagem
Efeitos da MassagemEfeitos da Massagem
Efeitos da Massagem
Hugo Pedrosa
 
Biblioteca 3 - Yokochi Atlas FotográFico De Anatomia
Biblioteca 3 - Yokochi Atlas FotográFico De AnatomiaBiblioteca 3 - Yokochi Atlas FotográFico De Anatomia
Biblioteca 3 - Yokochi Atlas FotográFico De Anatomia
Hugo Pedrosa
 
Biblioteca 2 - Stretching Anatomy
Biblioteca 2 - Stretching AnatomyBiblioteca 2 - Stretching Anatomy
Biblioteca 2 - Stretching Anatomy
Hugo Pedrosa
 
Apresentações
ApresentaçõesApresentações
Apresentações
Hugo Pedrosa
 
Biblioteca 1 - Técnicas Neuromusculares Modernas
Biblioteca 1 - Técnicas Neuromusculares ModernasBiblioteca 1 - Técnicas Neuromusculares Modernas
Biblioteca 1 - Técnicas Neuromusculares Modernas
Hugo Pedrosa
 
Expectativas Formador
Expectativas FormadorExpectativas Formador
Expectativas Formador
Hugo Pedrosa
 
Ligaduras Funcionais
Ligaduras FuncionaisLigaduras Funcionais
Ligaduras Funcionais
Hugo Pedrosa
 
Miologia posterior do tronco
Miologia posterior do troncoMiologia posterior do tronco
Miologia posterior do tronco
Hugo Pedrosa
 
Manual Thera Cane
Manual Thera CaneManual Thera Cane
Manual Thera Cane
Hugo Pedrosa
 
Anamnese
AnamneseAnamnese
Anamnese
Hugo Pedrosa
 
Fisiologia Muscular
Fisiologia MuscularFisiologia Muscular
Fisiologia Muscular
Hugo Pedrosa
 
CV tradicional versus Portfólio fotografico
CV tradicional versus Portfólio fotograficoCV tradicional versus Portfólio fotografico
CV tradicional versus Portfólio fotografico
Hugo Pedrosa
 
Excerto do manual de Massagem dos Tecidos Profundos
Excerto do manual de Massagem dos Tecidos ProfundosExcerto do manual de Massagem dos Tecidos Profundos
Excerto do manual de Massagem dos Tecidos Profundos
Hugo Pedrosa
 
Excerto do manual de Massagem Terapêutica
Excerto do manual de Massagem TerapêuticaExcerto do manual de Massagem Terapêutica
Excerto do manual de Massagem Terapêutica
Hugo Pedrosa
 
Curso de Massagem Geotermal
Curso de Massagem GeotermalCurso de Massagem Geotermal
Curso de Massagem Geotermal
Hugo Pedrosa
 
Termoterapia
TermoterapiaTermoterapia
Termoterapia
Hugo Pedrosa
 

Mais de Hugo Pedrosa (20)

Bibliografia 1
Bibliografia 1Bibliografia 1
Bibliografia 1
 
Apresentação - Curso de Reflexologia
Apresentação - Curso de ReflexologiaApresentação - Curso de Reflexologia
Apresentação - Curso de Reflexologia
 
Biblioteca 5 guia de patologias para massoterapeutas
Biblioteca 5   guia de patologias para massoterapeutasBiblioteca 5   guia de patologias para massoterapeutas
Biblioteca 5 guia de patologias para massoterapeutas
 
Biblioteca 4 - Massoterapia Clínica
Biblioteca 4 - Massoterapia ClínicaBiblioteca 4 - Massoterapia Clínica
Biblioteca 4 - Massoterapia Clínica
 
Efeitos da Massagem
Efeitos da MassagemEfeitos da Massagem
Efeitos da Massagem
 
Biblioteca 3 - Yokochi Atlas FotográFico De Anatomia
Biblioteca 3 - Yokochi Atlas FotográFico De AnatomiaBiblioteca 3 - Yokochi Atlas FotográFico De Anatomia
Biblioteca 3 - Yokochi Atlas FotográFico De Anatomia
 
Biblioteca 2 - Stretching Anatomy
Biblioteca 2 - Stretching AnatomyBiblioteca 2 - Stretching Anatomy
Biblioteca 2 - Stretching Anatomy
 
Apresentações
ApresentaçõesApresentações
Apresentações
 
Biblioteca 1 - Técnicas Neuromusculares Modernas
Biblioteca 1 - Técnicas Neuromusculares ModernasBiblioteca 1 - Técnicas Neuromusculares Modernas
Biblioteca 1 - Técnicas Neuromusculares Modernas
 
Expectativas Formador
Expectativas FormadorExpectativas Formador
Expectativas Formador
 
Ligaduras Funcionais
Ligaduras FuncionaisLigaduras Funcionais
Ligaduras Funcionais
 
Miologia posterior do tronco
Miologia posterior do troncoMiologia posterior do tronco
Miologia posterior do tronco
 
Manual Thera Cane
Manual Thera CaneManual Thera Cane
Manual Thera Cane
 
Anamnese
AnamneseAnamnese
Anamnese
 
Fisiologia Muscular
Fisiologia MuscularFisiologia Muscular
Fisiologia Muscular
 
CV tradicional versus Portfólio fotografico
CV tradicional versus Portfólio fotograficoCV tradicional versus Portfólio fotografico
CV tradicional versus Portfólio fotografico
 
Excerto do manual de Massagem dos Tecidos Profundos
Excerto do manual de Massagem dos Tecidos ProfundosExcerto do manual de Massagem dos Tecidos Profundos
Excerto do manual de Massagem dos Tecidos Profundos
 
Excerto do manual de Massagem Terapêutica
Excerto do manual de Massagem TerapêuticaExcerto do manual de Massagem Terapêutica
Excerto do manual de Massagem Terapêutica
 
Curso de Massagem Geotermal
Curso de Massagem GeotermalCurso de Massagem Geotermal
Curso de Massagem Geotermal
 
Termoterapia
TermoterapiaTermoterapia
Termoterapia
 

Último

Apostila APH.- ATENDIMENTO PRE HOSPITALAR
Apostila APH.- ATENDIMENTO PRE HOSPITALARApostila APH.- ATENDIMENTO PRE HOSPITALAR
Apostila APH.- ATENDIMENTO PRE HOSPITALAR
cbttreinamentos
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Memória e identidade registro fotoetnográfico do Território Quilombola Nova J...
Memória e identidade registro fotoetnográfico do Território Quilombola Nova J...Memória e identidade registro fotoetnográfico do Território Quilombola Nova J...
Memória e identidade registro fotoetnográfico do Território Quilombola Nova J...
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
Mary Alvarenga
 
Ferias-2º-Ano FUNDAMENTAL atividades de férias
Ferias-2º-Ano FUNDAMENTAL  atividades de fériasFerias-2º-Ano FUNDAMENTAL  atividades de férias
Ferias-2º-Ano FUNDAMENTAL atividades de férias
RobertaBenittesdeFre
 
Slides Lição 1, Betel, A relevância da Palavra de DEUS, para edificação doutr...
Slides Lição 1, Betel, A relevância da Palavra de DEUS, para edificação doutr...Slides Lição 1, Betel, A relevância da Palavra de DEUS, para edificação doutr...
Slides Lição 1, Betel, A relevância da Palavra de DEUS, para edificação doutr...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
beathrizalves131
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
SEQUÊNCIA NÃO ME TOCA, SEU BOBOCA, Violência sexual infantilil
SEQUÊNCIA NÃO ME TOCA, SEU BOBOCA, Violência sexual infantililSEQUÊNCIA NÃO ME TOCA, SEU BOBOCA, Violência sexual infantilil
SEQUÊNCIA NÃO ME TOCA, SEU BOBOCA, Violência sexual infantilil
menesabi
 
SLIDE - A CONCEPÇÃO NATURALISTA DA EDUCAÇÃO _20240603_163811_0000 (1).pptx
SLIDE - A CONCEPÇÃO NATURALISTA DA EDUCAÇÃO _20240603_163811_0000 (1).pptxSLIDE - A CONCEPÇÃO NATURALISTA DA EDUCAÇÃO _20240603_163811_0000 (1).pptx
SLIDE - A CONCEPÇÃO NATURALISTA DA EDUCAÇÃO _20240603_163811_0000 (1).pptx
jaimedeiro
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Falcão Brasil
 
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
Texto e atividade -  Fontes alternativas de energiaTexto e atividade -  Fontes alternativas de energia
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
Mary Alvarenga
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
marcos oliveira
 
Apostila Legislação - Gerenciamento- Requalificação.pdf
Apostila Legislação - Gerenciamento- Requalificação.pdfApostila Legislação - Gerenciamento- Requalificação.pdf
Apostila Legislação - Gerenciamento- Requalificação.pdf
cbttreinamentos
 
Marcelo Valle Silveira Mello -- Universidade Católica de Brasília
Marcelo Valle Silveira Mello -- Universidade Católica de BrasíliaMarcelo Valle Silveira Mello -- Universidade Católica de Brasília
Marcelo Valle Silveira Mello -- Universidade Católica de Brasília
xopoke8750
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 

Último (20)

Apostila APH.- ATENDIMENTO PRE HOSPITALAR
Apostila APH.- ATENDIMENTO PRE HOSPITALARApostila APH.- ATENDIMENTO PRE HOSPITALAR
Apostila APH.- ATENDIMENTO PRE HOSPITALAR
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Memória e identidade registro fotoetnográfico do Território Quilombola Nova J...
Memória e identidade registro fotoetnográfico do Território Quilombola Nova J...Memória e identidade registro fotoetnográfico do Território Quilombola Nova J...
Memória e identidade registro fotoetnográfico do Território Quilombola Nova J...
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
 
Ferias-2º-Ano FUNDAMENTAL atividades de férias
Ferias-2º-Ano FUNDAMENTAL  atividades de fériasFerias-2º-Ano FUNDAMENTAL  atividades de férias
Ferias-2º-Ano FUNDAMENTAL atividades de férias
 
Slides Lição 1, Betel, A relevância da Palavra de DEUS, para edificação doutr...
Slides Lição 1, Betel, A relevância da Palavra de DEUS, para edificação doutr...Slides Lição 1, Betel, A relevância da Palavra de DEUS, para edificação doutr...
Slides Lição 1, Betel, A relevância da Palavra de DEUS, para edificação doutr...
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
SEQUÊNCIA NÃO ME TOCA, SEU BOBOCA, Violência sexual infantilil
SEQUÊNCIA NÃO ME TOCA, SEU BOBOCA, Violência sexual infantililSEQUÊNCIA NÃO ME TOCA, SEU BOBOCA, Violência sexual infantilil
SEQUÊNCIA NÃO ME TOCA, SEU BOBOCA, Violência sexual infantilil
 
SLIDE - A CONCEPÇÃO NATURALISTA DA EDUCAÇÃO _20240603_163811_0000 (1).pptx
SLIDE - A CONCEPÇÃO NATURALISTA DA EDUCAÇÃO _20240603_163811_0000 (1).pptxSLIDE - A CONCEPÇÃO NATURALISTA DA EDUCAÇÃO _20240603_163811_0000 (1).pptx
SLIDE - A CONCEPÇÃO NATURALISTA DA EDUCAÇÃO _20240603_163811_0000 (1).pptx
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
 
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
Texto e atividade -  Fontes alternativas de energiaTexto e atividade -  Fontes alternativas de energia
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
 
Apostila Legislação - Gerenciamento- Requalificação.pdf
Apostila Legislação - Gerenciamento- Requalificação.pdfApostila Legislação - Gerenciamento- Requalificação.pdf
Apostila Legislação - Gerenciamento- Requalificação.pdf
 
Marcelo Valle Silveira Mello -- Universidade Católica de Brasília
Marcelo Valle Silveira Mello -- Universidade Católica de BrasíliaMarcelo Valle Silveira Mello -- Universidade Católica de Brasília
Marcelo Valle Silveira Mello -- Universidade Católica de Brasília
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 

Massagem Desportiva

  • 1. Massagem Desportiva Definição: A massagem Terapêutica específica para atletas, normalmente denominada Massagem Desportiva, define-se como uma forma criteriosa e intuitiva de aplicação de massagem, movimento e alongamento para indivíduos fisicamente activos. Hugo Pedrosa 2009
  • 2. Massagem Desportiva Que variáveis para diferenciarmos a massagem a efectuar a cada indivíduo? 1 - Condições físicas 2 - Momento de aplicação 3 - Modalidade 4 - Estado do tecido 5 - História médica do indivíduo 6 – Áreas comuns de tensão 7 - O calendário de treinos e competições Hugo Pedrosa 2009
  • 3. Massagem Desportiva CATEGORIAS DE MASSAGEM DESPORTIVA Alguns artigos dividem a M.D em 5 aplicações: 1 - Recuperação, 2 - Tratamento, 3 - Reabilitação, 4 - Manutenção 5 - Evento. Contudo, as diferenças entre tratamento, reabilitação e recuperação são reduzidas e podem não ser tão úteis para o terapeuta como uma divisão mais simples: 1 – Massagem de Evento 2 – Massagem de Manutenção 3 – Massagem de Tratamento Hugo Pedrosa 2009
  • 4. Massagem Desportiva 1 - MASSAGEM DE EVENTO a - Pré-evento b - Inter-evento (entre provas/competições/jogos) c - Pós-evento Palavras chave: Ritmo Duração Preparação para o esforço Recuperação do esforço Grandes grupos musculares Hugo Pedrosa 2009
  • 5. Massagem Desportiva 2 - MASSAGEM DE MANUTENÇÃO Palavras chave: Ambiente clinico Minimizar efeitos do exercício Manutenção performance Flexibilidade e tónus muscular Preventiva Conjugação de manobras: MD, MF e NM Hugo Pedrosa 2009
  • 6. Massagem Desportiva 3 - MASSAGEM DE TRATAMENTO Palavras chave: Lesão aguda Tendinite de sobrecarga Diminuição da performance Circunscrita à lesão Objectivo: assegurar um correcto processo evolutivo (fisiológico) da lesão ajudando a encurtar o mesmo (com respectivo retorno mais breve à actividade). Hugo Pedrosa 2009
  • 7. Massagem Desportiva 3 - MASSAGEM DE TRATAMENTO Esta abordagem é desenhada especificamente de acordo com o tipo de lesão, etapa de lesão, severidade da lesão e as outras modalidades a utilizar pelo terapeuta. Todas as técnicas base de: a) massagem desportiva, b) miofascial c) neuromuscular …são usadas neste processo e as: d) técnicas da facilitação linfática são adicionadas. Esta junção da abordagem linfática para os protocolos correntes, oferece aos técnicos um novo, único e simples método de aceder ao edema traumático com segura base de investigação. Hugo Pedrosa 2009
  • 8. Massagem Desportiva Grandes objectivos Atletas prepararem-se para... ... recuperarem de... Cargas impostas pelo exercício OBJECTIVO PRINCIPAL DA MASSAGEM DE EVENTO - Cria condições internas óptimas para a preparação e recuperação de estruturas sobrecarregadas. Hugo Pedrosa 2009
  • 9. Massagem Desportiva OBJECTIVOS DA MASSAGEM DE PRÉ-EVENTO - Actualmente, a performance de um atleta é um conjunto de variáveis onde a massagem desempenha um papel importante. - Possui a mesma intenção que o aquecimento, no entanto, não o substitui já que não mobiliza tecido suficiente para criar alterações circulatórias e de temperatura necessárias para as necessidades do atleta. Hugo Pedrosa 2009
  • 10. Massagem em eventos desportivos Os objectivos incluem: 1 - “Amolecer” e libertar a fáscia e outras estruturas de tecido conjuntivo 2 - Diminuir a tensão muscular generalizada 3 - Aumentar a resposta de hipermia nos músculos a serem utilizados na actividade 4 - Providenciar mais sentido cinestésico que ajuda a criar uma atitude positiva (os atletas sentem os músculos mais relaxados o que significa potencialmente mais confiança e menor risco de lesão). Hugo Pedrosa 2009
  • 11. Massagem em eventos desportivos Os efeitos estruturais da massagem (redução da tensão/tónus muscular e a libertação da componente fascial/tendinosa) contribuem para o potencial de performance de duas formas: 1 – Melhorias significativas na amplitude de movimento/potência; 2 – Benefícios inerentes à sensação de o atleta se sentir relaxado/”liberto”; Hugo Pedrosa 2009
  • 12. Massagem em eventos desportivos OBJECTIVOS DA MASSAGEM DE INTER-EVENTO *Tal como a categoria anterior, não pode tomar o lugar do aquecimento 1 - O objectivo primário é identificar e aceder a quaisquer áreas de tensão excessiva que se desenvolvem durante o exercício; 2 - Os atletas podem “encaminhar” as mãos do técnico para um ponto de dor; Se estamos perante duas a três provas no mesmo dia, os objectivos passam também por: 1 - Melhorar o movimento linfático o que pode melhorar a velocidade de Recuperação; 2 - Tal como na massagem de pré-evento o técnico deve evitar sedar o atleta; Hugo Pedrosa 2009
  • 13. Massagem em eventos desportivos OBJECTIVOS DA MASSAGEM DE PÓS-EVENTO Esta categoria assiste o organismo em determinados processos fisiológicos: 1 - Aumento do metabolismo para recolocar o déficit de O2 2 - Reciclagem de sub-produtos metabólitos) 3 – redução da tensão muscular generalizada 4 – Facilitação da circulação linfática 5 - Remoção de edema 6 – Devolver flexibilidade ao tecido muscular e conjuntivo. Os objectivos incluem: a) Ajudar os músculos a alcançar índices normais de tónus e alongamento; b) Ajudar no retorno venoso para potenciar a recuperação metabólica; c) Desactivar pontos-gatilho que se podem ter desenvolvido; d) Reduzir o risco de rigidez muscular tardia; Hugo Pedrosa 2009
  • 14. Momento, ritmo e duração da massagem de evento Massagem de pré-evento - Deve realizada a menos de 1 hora do início da prova/jogo; - Podem ser feitas algumas manobras a alguns músculos específicos, seguindo-se o aquecimento e depois a rotina normal de massagem; - Deve terminar pelo menos 10 minutos antes do início da prova/jogo; - Duração – 10 a 15 minutos nunca excedendo os 20 minutos; - O ritmo é mais rápido (quer para ocupar correctamente o tempo disponível quer para evitar a sedar); - Atletas muito ansiosos podem necessitar de uma abordagem mais lenta; Hugo Pedrosa 2009
  • 15. Momento, ritmo e duração da massagem de evento Massagem de inter-evento - O momento de aplicação é óbvio; - A massagem complementa a rotina regular entre eventos; - Desenhada para aceder apenas a alguns músculos/áreas corporais; - Cadência um pouco mais lenta; - Duração / 5 a 10 minutos nunca excedendo os 15; Hugo Pedrosa 2009
  • 16. Momento, ritmo e duração da massagem de evento Massagem de pós-evento - Não possui rigidez de duração; - Será mais proveitosa para o atleta se for realizada cerca de 2h após o final da prova; - Coadjuvante do processo de arrefecimento (administrada após o final dessa rotina específica); - Massagem continua a ser curta e dirigida a grandes grupos musculares (até porque o técnico pode ter de trabalhar sobre diversos atletas); - Cadência mais lenta (aprofundando a pressão de forma progressiva); - Investigação demonstra a importância do timing de aplicação para evitar a rigidez muscular tardia (aparentemente quebra um dos primeiros passos do processo de inflamação – acumulação de neutrófilos); Hugo Pedrosa 2009
  • 17. Massagem de manutenção Entende-se que a massagem de manutenção minimiza os efeitos negativos do movimento repetido através da identificação e tratamento de áreas tensas ou com restrições. Objectivo principal – Manter o atleta no pico de performance Comparação entre a massagem de evento e de manutenção Anatomicamente mais dirigida Para origens, inserções, tendões, ligamentos, ligações miotendinosas e estruturas miofasciais. Hugo Pedrosa 2009
  • 18. Massagem de manutenção a) Combina as técnicas base de massagem desportiva com técnicas miofasciais e neuromusculares; b) Duração (30 a 90 minutos); c) A frequência da massagem de manutenção pode relacionar-se, com o facto de alguns atletas/modalidades terem regularmente fisiopatologias crónicas associadas ao esforço desenvolvido; Hugo Pedrosa 2009
  • 19. Massagem de manutenção Objectivos e benefícios da massagem de manutenção a) Não podemos assegurar que esta rotina previna totalmente lesões; b) A lesão aguda é variável, imprevisível e na maior parte das vezes impossível de prevenir; c) No entanto, aplicamos o maior número de medidas preventivas com o objectivo de baixar a probabilidade de acontecer um episódio agudo; d) Actua-se em grande parte sobre regiões onde as lesões crónicas se instalam. Não esquecer alguns factores preventivos associados ao desporto; Hugo Pedrosa 2009
  • 20. Massagem de manutenção Nota: Importante lembrar que ao invés de efeitos/alterações imediatas nos tecidos, a Massagem Desportiva provoca nos atletas um efeito gradual e cumulativo e esta mensagem é importante passar . Principais objectivos: 1 - Reduzir hipertonicidade/espasmo muscular; 2 - Alongar e libertar tecido conjuntivo nas áreas de stress comum; 3 - Potenciar flexibilidade em geral e a amplitude de movimento; 4 - Diminuir o impacto da rigidez muscular pós-exercício e as pequenas rupturas estruturais associadas a esforços de grande intensidade; Hugo Pedrosa 2009
  • 21. Massagem de manutenção Notas importantes: - Conhecer métodos de treino (geral), técnicas específicas/gestos técnicos, calendários e biomecânica dos desportos com os quais trabalhamos; - Sugestão de calendarização… normalmente as modalidades variam entre dias de treino intenso com dias de treino de menor intensidade; - Deveremos preferir dias com treino de menor intensidade - … principalmente porque, como já foi referido, a massagem ajuda no processo de recuperação - Um atleta que treina 5 dias por semana e compete regularmente deverá receber uma sessão por semana (corpo inteiro) - Em semanas de trabalho intenso é benéfico que os atletas recebam 3 sessões semanais de 30 minutos em vez de sessões gerais de corpo inteiro Hugo Pedrosa 2009
  • 22. Massagem de manutenção Não esquecer… Etapas a respeitar: 1 – Perceber se o desporto é predominantemente SUPERIOR ou INFERIOR no que diz respeito à especificidade dos gestos técnicos; 2 – Estimularmos em primeiro lugar os principais elementos miofasciais da região; ; 3 – De seguida iniciar trabalho sobre grupos musculares principais que estão regularmente em sobrecarga; 4 – Não esquecer que temos de trabalhar as regiões miotendinosas, “estações” fasciais com respectivas linhas e finalmente a relação por vezes problemática entre os epimísios dos principais ventres musculares; Hugo Pedrosa 2009