SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
Centro de Ensino Edison
             Lobão
   Data: 27/11   3° ano “A”
  Luana Lima Ribeiro     n°
           24



TRABALHO DE ARTES
Principais obras :
                                               - A boba
                                               - As margaridas de Mário
                                               - Natureza Morta - objetos de Mário
                                               - A Estudante Russa
                                               - O homem das sete cores
                                               - Nu Cubista
                                               - O homem amarelo
                                               - A Chinesa
                                               - Arvoredo
                                               - Interior de Mônaco




Anita Malfatti é considerada a primeira representante do modernismo no Brasil. Ela nasceu
em São Paulo em 2 de dezembro de 1889 e faleceu aos 74 anos, em 6 de novembro de
1964. Aos 19 anos Anita formou-se professora pela Escola Normal e em 1910 mudou-se
para Berlim onde, no ano seguinte, matriculou-se na Academia Real de Belas Artes. Em
visita a uma exposição ela conheceria uma arte ―rebelde‖ cujas regras não eram ditadas
pelo academicismo da época. Foi com esta arte que ela se identificou.
Lasar Segall- O trabalho de Segall tem influências do impressionismo, expressionismo
e modernismo. Seus temas mais significativos foram representações pictóricas do
sofrimento humano: a guerra, a perseguição e a prostituição , desde cedo manifestou
interesse pelo desenho. Iniciou seus estudos em 1905, quando entrou para a Academia
de Desenho de Vilna , depois mudou-se para Dresden, estudando na Academia de
Vicente do Rego Monteiro - Sua peculiaridade é a insistência com que abordou temas
nacionais, o que o transforma em precursor de uma tendência artística latino-americana.
Seu mundo de idéias oscilava entre as figuras do panteão americano e a Bíblia, os clássicos
e outros temas grandiloquentes, que tornam sua arte grave e profunda. Mas ele sentiu
também, como poucos, a sedução do movimento fascinado que era pela dança e pelo
esporte — e, homem de seu tempo, em determinada fase da carreira viu-se empolgado pelo
não figurativismo.




                                                  ―Pastor‖. Óleo sobre Tela.
Foi um artista múltiplo: pintor, desenhista, muralista, escultor e poeta. Frequentou a Academia em
Paris , de 1911 a 1914, voltando ao Brasil para morar no Rio de Janeiro. Em 1920 expôs algumas
obras em São Paulo , conhecendo o grupo de modernistas da cidade e abrindo caminho para a
exposição de oito obras suas na Semana de Arte Moderna de 1922, enfatizando temas nacionais.
Tarsila do Amaral – foi uma pintura e desenhista brasileira é uma das
figuras centrais da pintura brasileira e da primeira fase do movimento
modernista brasileiro, ao lado de Anita Malfatti. Seu quadro Abaporu, de
1928, inaugura o movimento antropofágico nas artes plásticas.




 ―Abaporu‖




                                                   ―Caipirinha‖
Em sua produção destacam-se:
                                               "Ídolo" (1921)
              Monumento às Bandeiras
                                               "Fauno" (1942)
                                               "Depois do Banho" (1945)
                                               "O Índio e Sasuapara" (1951)
                                               "Monumento às Bandeiras" (1953)
                                               "Monumento a Duque de Caxias" (1960
Victor Brecheret - foi um escultor ,
considerado um dos mais importantes do país.
É responsável pela introdução do modernismo
na escultura brasileira. Sua figura ficou
marcada pela boina que costumava vestir,
ressaltando uma imagem tradicional do
Candido Portinari pintou quase cinco mil obras (de
  pequenos esboços e pinturas de proporções padrão
  como O Lavrador de Café à gigantescos murais, como os
  painéis Guerra e Paz, presenteados à sede da ONU em
 Nova Iorque em 1956 e que em dezembro de 2010).
  Portinari hoje é considerado um dos artistas mais
  prestigiados do país e foi o pintor brasileiro a alcançar
  maior projeção internacional. Em suas obras, o pintor
  conseguiu retratar questões sociais sem desagradar ao
  governo e aproximou-se da arte moderna europeia sem
  perder a admiração do grande público. Suas pinturas se
  aproximam do cubismo, surrealismo e dos pintores
  muralistas mexicanos, sem, contudo, se distanciar
  totalmente da arte figurativa e das tradições da pintura. O
  resultado é uma arte de características modernas.




                ― O sofrimento do Laio ―
A arte de Cícero Dias nos
prova que ―a pintura pode
perfeitamente expressar um
profundo sentimento de vida
e de movimento, tem intenso
sentido orgânico, sem
recorrer às formas da nossa
realidade quotidiana. Ao
primeiro contato com esta
arte alegre e violeta o
espectador sente
imediatamente uma explosão
de cor e, logo após, um
subsequente sentimento de
"Candangos"




Bruno Giorgi - foi um escultor e professor brasileiro. Do realismo inicial, em que
retratou vultos da história, como Camões, o escultor Bruno Giorgi passou a formas
estilizadas e de definição cada vez mais simples. A influência do barroco e do inglês
Henry Moore se percebe principalmente na série de figuras deitadas ou reclinadas.
Francisco Rebolo é considerado um dos mais importantes paisagistas
da pintura brasileira. Sua obra, com um total estimado superior a 3.000
pinturas, centenas de desenhos e um conjunto de cinquenta diferentes
gravuras, de variadas técnicas, além das paisagens, envolve também
como temática um expressivo conjunto de retratos figuras, naturezas-
mortas e flores. Hoje, os trabalhos de Rebolo estão nos principais
museus brasileiros, no acervo de órgãos culturais e governamentais e em
coleções particulares em todo o Brasil.
Alfredo Volpi - Atuou como pintor decorador de residências
de famílias da alta sociedade paulistana, fazendo pinturas em
paredes e murais. Ganhou o prêmio de melhor pintor nacional
na Bienal de Artes de 1953, fez afrescos na Capela São Pedro
de Monte Alegre.
Explorou as formas e composição de cores com grande
impacto visual. Nos anos 50 enveredou para o campo do
abstracionismo geométrico. Foi neste período que começou a
retratar bandeirinhas de festas juninas.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Modernismo brasileiro2
Modernismo brasileiro2Modernismo brasileiro2
Modernismo brasileiro2
CEF16
 
Biografia de alfredo volpi todas as turmas
Biografia de alfredo volpi todas as turmasBiografia de alfredo volpi todas as turmas
Biografia de alfredo volpi todas as turmas
ESCOLAIRMAEDITH
 
Anita malffati.pptx iris.pptx pronto 2
Anita malffati.pptx iris.pptx pronto 2Anita malffati.pptx iris.pptx pronto 2
Anita malffati.pptx iris.pptx pronto 2
Maria José Monteiro
 

Mais procurados (20)

Centro de ensino edison lobão bruno
Centro de ensino edison lobão brunoCentro de ensino edison lobão bruno
Centro de ensino edison lobão bruno
 
Século xx no brasil (1) consuello
Século xx no brasil (1)   consuelloSéculo xx no brasil (1)   consuello
Século xx no brasil (1) consuello
 
Bruno Giorgi - Artes
Bruno Giorgi - Artes Bruno Giorgi - Artes
Bruno Giorgi - Artes
 
Luana lima ribeiro
Luana lima ribeiroLuana lima ribeiro
Luana lima ribeiro
 
Arte moderna principais artistas
Arte moderna   principais artistasArte moderna   principais artistas
Arte moderna principais artistas
 
Alfredo volpi
Alfredo volpiAlfredo volpi
Alfredo volpi
 
Modernismo brasileiro2
Modernismo brasileiro2Modernismo brasileiro2
Modernismo brasileiro2
 
Artistas plásticos brasileiros
Artistas plásticos brasileirosArtistas plásticos brasileiros
Artistas plásticos brasileiros
 
Alfredo Volpi E Sua Vida
Alfredo Volpi E Sua VidaAlfredo Volpi E Sua Vida
Alfredo Volpi E Sua Vida
 
Gjdjdtdtujdtyuj
GjdjdtdtujdtyujGjdjdtdtujdtyuj
Gjdjdtdtujdtyuj
 
Obras dos pintores artes
Obras dos pintores  artesObras dos pintores  artes
Obras dos pintores artes
 
Volpi
VolpiVolpi
Volpi
 
Semana de arte moderna
Semana de arte modernaSemana de arte moderna
Semana de arte moderna
 
Arquitetura moderna e grupo santa helena
Arquitetura moderna e grupo santa helenaArquitetura moderna e grupo santa helena
Arquitetura moderna e grupo santa helena
 
Biografia de alfredo volpi todas as turmas
Biografia de alfredo volpi todas as turmasBiografia de alfredo volpi todas as turmas
Biografia de alfredo volpi todas as turmas
 
Alfredo volpi
Alfredo volpiAlfredo volpi
Alfredo volpi
 
Século xix no brasil (i)
Século xix no brasil (i)Século xix no brasil (i)
Século xix no brasil (i)
 
Arte contemporânea
Arte contemporâneaArte contemporânea
Arte contemporânea
 
Alfredo volpi
Alfredo volpiAlfredo volpi
Alfredo volpi
 
Anita malffati.pptx iris.pptx pronto 2
Anita malffati.pptx iris.pptx pronto 2Anita malffati.pptx iris.pptx pronto 2
Anita malffati.pptx iris.pptx pronto 2
 

Destaque

Destaque (20)

Artes (5)
Artes (5)Artes (5)
Artes (5)
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
Movimento neoconcreto
Movimento neoconcretoMovimento neoconcreto
Movimento neoconcreto
 
Missa de requiem
Missa de requiemMissa de requiem
Missa de requiem
 
Teatro medieval jesuita
Teatro medieval jesuitaTeatro medieval jesuita
Teatro medieval jesuita
 
Arte e tecnologia
Arte e tecnologiaArte e tecnologia
Arte e tecnologia
 
Linguagem visual
Linguagem visualLinguagem visual
Linguagem visual
 
Musica barroca
Musica barrocaMusica barroca
Musica barroca
 
Teatro medieval
Teatro medievalTeatro medieval
Teatro medieval
 
História da Fotografia
História da FotografiaHistória da Fotografia
História da Fotografia
 
As melhores fotografias do mundo
As melhores fotografias do mundoAs melhores fotografias do mundo
As melhores fotografias do mundo
 
Tropicalismo
TropicalismoTropicalismo
Tropicalismo
 
61 idade média resumo [modo de compatibilidade]
61 idade média resumo [modo de compatibilidade]61 idade média resumo [modo de compatibilidade]
61 idade média resumo [modo de compatibilidade]
 
A arte no egito
A arte no egitoA arte no egito
A arte no egito
 
A História da Música
A História da MúsicaA História da Música
A História da Música
 
Arte barroca slides 33
Arte barroca slides 33Arte barroca slides 33
Arte barroca slides 33
 
Gênero retrato e autorretrato
Gênero retrato e autorretratoGênero retrato e autorretrato
Gênero retrato e autorretrato
 
Idade Média: Gótico
Idade Média: GóticoIdade Média: Gótico
Idade Média: Gótico
 
Arte Rupestre
Arte Rupestre Arte Rupestre
Arte Rupestre
 
Folclore de Mato Grosso do Sul
Folclore de Mato Grosso do SulFolclore de Mato Grosso do Sul
Folclore de Mato Grosso do Sul
 

Semelhante a Luana lima ribeiro

O modernismo brasileiro
O modernismo brasileiroO modernismo brasileiro
O modernismo brasileiro
Junior Onildo
 
Seminários história da arte 1 b 10
Seminários história da arte 1 b   10Seminários história da arte 1 b   10
Seminários história da arte 1 b 10
Gabriela Lemos
 
ARTES_ O USO DA IMAGEM NA EJA
ARTES_ O USO DA IMAGEM NA EJAARTES_ O USO DA IMAGEM NA EJA
ARTES_ O USO DA IMAGEM NA EJA
DafianaCarlos
 
Representação do negro nas artes plásticas
Representação do negro nas artes plásticasRepresentação do negro nas artes plásticas
Representação do negro nas artes plásticas
CEF16
 

Semelhante a Luana lima ribeiro (20)

Modernismo Modernismo
Modernismo   ModernismoModernismo   Modernismo
Modernismo Modernismo
 
Modernismo
ModernismoModernismo
Modernismo
 
O modernismo brasileiro
O modernismo brasileiroO modernismo brasileiro
O modernismo brasileiro
 
Aula 2
Aula 2 Aula 2
Aula 2
 
Aula 2 Novo Colégio
Aula 2 Novo ColégioAula 2 Novo Colégio
Aula 2 Novo Colégio
 
Semana da Arte Moderna
Semana da Arte Moderna Semana da Arte Moderna
Semana da Arte Moderna
 
Expressionismo e surrealismo no brasil
Expressionismo e surrealismo no brasilExpressionismo e surrealismo no brasil
Expressionismo e surrealismo no brasil
 
Tarsila do amaral 2
Tarsila do amaral 2Tarsila do amaral 2
Tarsila do amaral 2
 
Modernismo 8ºano
Modernismo 8ºanoModernismo 8ºano
Modernismo 8ºano
 
Arte do Modernismo ao Contemporâneo Brasil.pptx
Arte  do Modernismo ao Contemporâneo Brasil.pptxArte  do Modernismo ao Contemporâneo Brasil.pptx
Arte do Modernismo ao Contemporâneo Brasil.pptx
 
Galeria de Arte - Expressionismo e Surrealismo no Brasil
Galeria de Arte - Expressionismo e Surrealismo no BrasilGaleria de Arte - Expressionismo e Surrealismo no Brasil
Galeria de Arte - Expressionismo e Surrealismo no Brasil
 
Seminários história da arte 1 b 10
Seminários história da arte 1 b   10Seminários história da arte 1 b   10
Seminários história da arte 1 b 10
 
Arte moderna
Arte modernaArte moderna
Arte moderna
 
ARTES_ O USO DA IMAGEM NA EJA
ARTES_ O USO DA IMAGEM NA EJAARTES_ O USO DA IMAGEM NA EJA
ARTES_ O USO DA IMAGEM NA EJA
 
História da Arte Aula 4 , Modernismo Brasileiro, abstrato e Pop Art
 História da Arte Aula 4 , Modernismo Brasileiro, abstrato e Pop Art História da Arte Aula 4 , Modernismo Brasileiro, abstrato e Pop Art
História da Arte Aula 4 , Modernismo Brasileiro, abstrato e Pop Art
 
Arte moderna
Arte modernaArte moderna
Arte moderna
 
Representação do negro nas artes plásticas
Representação do negro nas artes plásticasRepresentação do negro nas artes plásticas
Representação do negro nas artes plásticas
 
Semana da Arte Moderna
Semana da Arte ModernaSemana da Arte Moderna
Semana da Arte Moderna
 
Texto
TextoTexto
Texto
 
HCA grupo D
HCA   grupo DHCA   grupo D
HCA grupo D
 

Mais de centrodeensinoedisonlobao

Mais de centrodeensinoedisonlobao (18)

Calendário edison lobão 2012
Calendário edison lobão 2012Calendário edison lobão 2012
Calendário edison lobão 2012
 
Calendário edison lobão 2012
Calendário edison lobão 2012Calendário edison lobão 2012
Calendário edison lobão 2012
 
Calendário edison lobão 2012
Calendário edison lobão 2012Calendário edison lobão 2012
Calendário edison lobão 2012
 
Calendário Edison Lobão 2012
Calendário Edison Lobão 2012Calendário Edison Lobão 2012
Calendário Edison Lobão 2012
 
Calendário Edison Lobão 2012
Calendário Edison Lobão 2012Calendário Edison Lobão 2012
Calendário Edison Lobão 2012
 
Calendário edison lobão 2012
Calendário edison lobão 2012Calendário edison lobão 2012
Calendário edison lobão 2012
 
Apresentação plano de ação 2012
Apresentação plano de ação 2012Apresentação plano de ação 2012
Apresentação plano de ação 2012
 
Apresentação plano de ação 2012
Apresentação plano de ação 2012Apresentação plano de ação 2012
Apresentação plano de ação 2012
 
Apresentação plano de ação 2012
Apresentação plano de ação 2012Apresentação plano de ação 2012
Apresentação plano de ação 2012
 
Projeto concurso teatral 2011 (1)
Projeto concurso teatral 2011 (1)Projeto concurso teatral 2011 (1)
Projeto concurso teatral 2011 (1)
 
Projeto concurso teatral 2011 (1)
Projeto concurso teatral 2011 (1)Projeto concurso teatral 2011 (1)
Projeto concurso teatral 2011 (1)
 
Projeto concurso teatral 2011 (1)
Projeto concurso teatral 2011 (1)Projeto concurso teatral 2011 (1)
Projeto concurso teatral 2011 (1)
 
Exercícios com questões sobre
Exercícios com  questões sobreExercícios com  questões sobre
Exercícios com questões sobre
 
A arquitetura moderna
A arquitetura modernaA arquitetura moderna
A arquitetura moderna
 
A arquitetura moderna
A arquitetura modernaA arquitetura moderna
A arquitetura moderna
 
Arte contemporanea 2
Arte contemporanea 2Arte contemporanea 2
Arte contemporanea 2
 
Arte contemporanea 2
Arte contemporanea 2Arte contemporanea 2
Arte contemporanea 2
 
Arte contemporanea 2
Arte contemporanea 2Arte contemporanea 2
Arte contemporanea 2
 

Luana lima ribeiro

  • 1. Centro de Ensino Edison Lobão Data: 27/11 3° ano “A” Luana Lima Ribeiro n° 24 TRABALHO DE ARTES
  • 2. Principais obras : - A boba - As margaridas de Mário - Natureza Morta - objetos de Mário - A Estudante Russa - O homem das sete cores - Nu Cubista - O homem amarelo - A Chinesa - Arvoredo - Interior de Mônaco Anita Malfatti é considerada a primeira representante do modernismo no Brasil. Ela nasceu em São Paulo em 2 de dezembro de 1889 e faleceu aos 74 anos, em 6 de novembro de 1964. Aos 19 anos Anita formou-se professora pela Escola Normal e em 1910 mudou-se para Berlim onde, no ano seguinte, matriculou-se na Academia Real de Belas Artes. Em visita a uma exposição ela conheceria uma arte ―rebelde‖ cujas regras não eram ditadas pelo academicismo da época. Foi com esta arte que ela se identificou.
  • 3. Lasar Segall- O trabalho de Segall tem influências do impressionismo, expressionismo e modernismo. Seus temas mais significativos foram representações pictóricas do sofrimento humano: a guerra, a perseguição e a prostituição , desde cedo manifestou interesse pelo desenho. Iniciou seus estudos em 1905, quando entrou para a Academia de Desenho de Vilna , depois mudou-se para Dresden, estudando na Academia de
  • 4. Vicente do Rego Monteiro - Sua peculiaridade é a insistência com que abordou temas nacionais, o que o transforma em precursor de uma tendência artística latino-americana. Seu mundo de idéias oscilava entre as figuras do panteão americano e a Bíblia, os clássicos e outros temas grandiloquentes, que tornam sua arte grave e profunda. Mas ele sentiu também, como poucos, a sedução do movimento fascinado que era pela dança e pelo esporte — e, homem de seu tempo, em determinada fase da carreira viu-se empolgado pelo não figurativismo. ―Pastor‖. Óleo sobre Tela. Foi um artista múltiplo: pintor, desenhista, muralista, escultor e poeta. Frequentou a Academia em Paris , de 1911 a 1914, voltando ao Brasil para morar no Rio de Janeiro. Em 1920 expôs algumas obras em São Paulo , conhecendo o grupo de modernistas da cidade e abrindo caminho para a exposição de oito obras suas na Semana de Arte Moderna de 1922, enfatizando temas nacionais.
  • 5. Tarsila do Amaral – foi uma pintura e desenhista brasileira é uma das figuras centrais da pintura brasileira e da primeira fase do movimento modernista brasileiro, ao lado de Anita Malfatti. Seu quadro Abaporu, de 1928, inaugura o movimento antropofágico nas artes plásticas. ―Abaporu‖  ―Caipirinha‖
  • 6. Em sua produção destacam-se: "Ídolo" (1921) Monumento às Bandeiras "Fauno" (1942) "Depois do Banho" (1945) "O Índio e Sasuapara" (1951) "Monumento às Bandeiras" (1953) "Monumento a Duque de Caxias" (1960 Victor Brecheret - foi um escultor , considerado um dos mais importantes do país. É responsável pela introdução do modernismo na escultura brasileira. Sua figura ficou marcada pela boina que costumava vestir, ressaltando uma imagem tradicional do
  • 7. Candido Portinari pintou quase cinco mil obras (de pequenos esboços e pinturas de proporções padrão como O Lavrador de Café à gigantescos murais, como os painéis Guerra e Paz, presenteados à sede da ONU em  Nova Iorque em 1956 e que em dezembro de 2010). Portinari hoje é considerado um dos artistas mais prestigiados do país e foi o pintor brasileiro a alcançar maior projeção internacional. Em suas obras, o pintor conseguiu retratar questões sociais sem desagradar ao governo e aproximou-se da arte moderna europeia sem perder a admiração do grande público. Suas pinturas se aproximam do cubismo, surrealismo e dos pintores muralistas mexicanos, sem, contudo, se distanciar totalmente da arte figurativa e das tradições da pintura. O resultado é uma arte de características modernas. ― O sofrimento do Laio ―
  • 8. A arte de Cícero Dias nos prova que ―a pintura pode perfeitamente expressar um profundo sentimento de vida e de movimento, tem intenso sentido orgânico, sem recorrer às formas da nossa realidade quotidiana. Ao primeiro contato com esta arte alegre e violeta o espectador sente imediatamente uma explosão de cor e, logo após, um subsequente sentimento de
  • 9. "Candangos" Bruno Giorgi - foi um escultor e professor brasileiro. Do realismo inicial, em que retratou vultos da história, como Camões, o escultor Bruno Giorgi passou a formas estilizadas e de definição cada vez mais simples. A influência do barroco e do inglês Henry Moore se percebe principalmente na série de figuras deitadas ou reclinadas.
  • 10. Francisco Rebolo é considerado um dos mais importantes paisagistas da pintura brasileira. Sua obra, com um total estimado superior a 3.000 pinturas, centenas de desenhos e um conjunto de cinquenta diferentes gravuras, de variadas técnicas, além das paisagens, envolve também como temática um expressivo conjunto de retratos figuras, naturezas- mortas e flores. Hoje, os trabalhos de Rebolo estão nos principais museus brasileiros, no acervo de órgãos culturais e governamentais e em coleções particulares em todo o Brasil.
  • 11. Alfredo Volpi - Atuou como pintor decorador de residências de famílias da alta sociedade paulistana, fazendo pinturas em paredes e murais. Ganhou o prêmio de melhor pintor nacional na Bienal de Artes de 1953, fez afrescos na Capela São Pedro de Monte Alegre. Explorou as formas e composição de cores com grande impacto visual. Nos anos 50 enveredou para o campo do abstracionismo geométrico. Foi neste período que começou a retratar bandeirinhas de festas juninas.