SlideShare uma empresa Scribd logo
A Salvação e o advento do
Salvador
www.ebdemfoco.comErberson R. Pinheiro dos Santos
Lição 3
“E o Verbo se fez carne e habitou entre nós,
e vimos a sua glória, como a glória do
Unigênito do Pai, cheio de graça e de
verdade” (Jo 1.14)."
Texto Áureo
O nascimento de Jesus Cristo se deu
dentro do plano divino para salvar a
humanidade."
Verdade prática
1 — No princípio, era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o
Verbo era Deus.
2 — Ele estava no princípio com Deus.
3 — Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que
foi feito se fez.
4 — Nele, estava a vida e a vida era a luz dos homens;
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
(João 1.1-14.)
5 — e a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a
compreenderam.
6 — Houve um homem enviado de Deus, cujo nome era João.
7 — Este veio para testemunho para que testificasse da luz, para
que todos cressem por ele.
8 — Não era ele a luz, mas veio para que testificasse da luz.
9 — Ali estava a luz verdadeira, que alumia a todo homem que
vem ao mundo,
10 — estava no mundo, e o mundo foi feito por ele e o mundo não o
conheceu.
11 — Veio para o que era seu, e os seus não o receberam.
12 — Mas a todos quantos o receberam deu-lhes o poder de serem feitos
filhos de Deus: aos que creem no seu nome,
13 — os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da
vontade do varão, mas de Deus.
14 — E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, e vimos a sua glória,
como a glória do Unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.
Introdução
www.ebdemfoco.com
Deus não abandonou o ser humano no pecado.
Por isso, o nascimento
de Jesus marca o início
de uma nova era para a
humanidade
Perdão e
salvação para
o pecador.
O ANÚNCIO DO
NASCIMENTO DO
SALVADOR
I
www.ebdemfoco.com
1. No Antigo Testamento
(Lc 24.27).
O Antigo Testamento dá abundantes predições sobre a vinda
do Messias ao mundo:
Na queda dos nossos
primeiros pais.
E porei inimizade entre ti e a mulher,
e entre a tua semente e a sua semente;
esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o
calcanhar. Gênesis 3:15
Deus anunciou a
vinda do salvador.
No sangue de animais no
umbral das portas na noite
da Páscoa (Êx 12.1-13).
No êxodo do povo judeu do
Egito (Êx 12.37-51; 13.17-22);
Nos 26 salmos messiânicos (Sl 2.7; 16.10;
22.1ss; 35.19; 72.1ss; 118.22 e outros);
Na volta do exílio babilônico. Nos profetas, especialmente o
livro de Isaías.
O povo que andava em trevas, viu uma grande
luz, e sobre os que habitavam na região da
sombra da morte resplandeceu a luz. Isaías 9:2
2. Anunciado pelos anjos.
O anjo Gabriel apareceu a Maria e lhe deu instruções de como
ela conceberia milagrosamente o menino Jesus
Disse-lhe, então, o anjo:
Maria, não temas,
porque achaste graça
diante de Deus. E eis
que em teu ventre
conceberás e darás à luz
um filho, e pôr-lhe-ás o
nome de Jesus. Lucas
1:30,31
Quando os anjos anunciaram o nascimento do Salvador aos
pastores, estes foram tomados de grande alegria e glória do Senhor.
Ao ouvirem palavras tão alentadoras e
o coral de anjos cantando foram
imediatamente à procura do Salvador
(Lc 2.13-18).
3. Desfrutado pela humanidade.
A visita dos pastores e dos
sábios.
Simboliza toda a raça
humana à procura de Deus.
Simples manjedoura cheia de
animais e palha; um lugar
inóspito para o grande Rei e
Salvador.
Ali estava a luz verdadeira, que ilumina a todo o homem que
vem ao mundo. João 1:9
Mas foi ali que Deus
mostrou-se em toda sua
singeleza e simplicidade.
Quando foi ao encontro do homem
pecador uma vez perdido e
entregue ao opróbrio do pecado.
A CONCEPÇÃO DO
SALVADOR
II
www.ebdemfoco.com
1. Um plano concebido desde
a fundação do mundo.
Jesus Cristo é o Cordeiro de Deus que foi
morto desde a fundação do mundo
E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses
cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro
que foi morto desde a fundação do mundo. Apocalipse 13:8
Antes do homem
pecar, Deus havia
provido um salvador.
Quando o ser humano
pecou, Deus não foi
pego de surpresa.
Pecado
Em seu eterno amor pela
humanidade, o Altíssimo
havia planejado o resgate
dos pecadores.
Criação perfeita
2. O nascimento do
Salvador.
Porque Deus amou o
mundo de tal maneira que
deu o seu Filho unigênito,
para que todo aquele que
nele crê não pereça, mas
tenha a vida eterna.
João 3:16
O nascimento do Salvador é um
evento emblemático e simbólico
acerca do propósito que Ele veio
realizar: salvar o mundo
O Filho se esvaziou de sua glória para habitar de maneira
humilde entre os homens.
Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo,
fazendo-se semelhante aos homens; Filipenses 2:7
3. Um roteiro divino de
vida.
Desde a fundação do mundo,
Jesus foi o Salvador.
A partir de seu nascimento,
essa realidade foi confirmada.
Ele foi concebido
por uma virgem
O que atesta o fato milagroso
de ser o Filho de Deus.
Jesus nasceu num
contexto de pobreza
O que mostra sua humilhação
e serviço aos desafortunados.
O Filho de Maria
cresceu numa família
O que mostra a importância
que Deus dá à célula mater da
sociedade.
Assim, o ministério
terreno de Jesus
seria abrangente
(Lc 2.49),
O reino dos Céus já chegou
(Lc 10.9,11).
“O VERBO SE FEZ
CARNE E HABITOU
ENTRE NÓS”
III
www.ebdemfoco.com
1. A encarnação do
“Verbo”.
A Bíblia afirma, reiteradas
vezes, que o Filho de Deus se
tornou “carne”
Uma pessoa inteira, de
carne e osso, em pleno
uso de suas funções
psíquicas.
Deus se manifestou em
carne, foi justificado no
Espírito, visto dos anjos,
pregado aos gentios, crido
no mundo, recebido acima
na glória. 1 Timóteo 3:16
Se fez “carne” e habitou
entre os homens, assumiu a
humanidade juntamente
com as fragilidades próprias
dela.
Jesus chorou em
público (Jo 11.35).
sentiu saudades
(Jo 11.36).
Experimentou
dor (Mt 27.50).
Sentiu tristeza de
morte (Mt 26.38).
Sentiu-se
cansado (Jo 4.6).
Teve sede
(Jo 19.28).
Teve dificuldades familiares
(Jo 7.3-5).
Foi tido como louco
(Mc 3.21).
mostrou que a privacidade e a oração são
períodos essenciais para a sobrevivência espiritual
(Mc 1.35; 6.30-32,45,46; Lc 5.16).
E, quando os seus ouviram isto,
saíram para o prender; porque
diziam: Está fora de si. Marcos 3:21
2. A humilhação do
servo.
A humilhação de
Jesus teve início
com o esvaziamento
de sua glória.
E culminou com
o sofrimento na
cruz.
para tomar a forma
de servo.
Sua humilhação está relacionada aos seus sofrimentos
Como ao ser perseguido,
desprezado pelas autoridades.
Silenciado diante de
seus acusadores.
Açoitado impiedosamente
Injustamente julgado
diante de Pilatos e Caifás.
Finalmente morto.
Assim se cumpriu
cada detalhe da
profecia a respeito
do Servo Sofredor
(Is 53).
3. O exemplo a ser
seguido.
Quando andou na Terra, Jesus nos ofereceu o melhor exemplo.
Fazendo a vontade do Pai e
amando o próximo com um
amor sem igual.
O Espírito do Senhor é sobre
mim, Pois que me ungiu para
evangelizar os pobres. Enviou-
me a curar os quebrantados de
coração, A pregar liberdade aos
cativos, E restauração da vista
aos cegos, A pôr em liberdade os
oprimidos, A anunciar o ano
aceitável do Senhor.
Lucas 4:18,19
A partir da vida do Salvador
Não permitindo que nada tome
o seu lugar em nosso coração.
DeusDemais
coisas
Demais
coisas
Temos que amar o próximo na força do mesmo amor que o Pai
tem por nós.
Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de
todo o teu coração, e de toda a tua
alma, e de todo o teu entendimento, e
de todas as tuas forças Marcos 12:30
Amarás o teu próximo como
a ti mesmo. Não há outro
mandamento maior do que
estes. Marcos 12:31
Conclusão
As boas novas do Evangelho se materializaram em
Jesus quando de seu nascimento em Belém. Sua obra
salvadora foi profetizada ao longo de todo o Antigo
Testamento, anunciada pelos anjos aos pastores e ecoa,
de forma abrangente, por todo o Universo.
Ele se encarnou, se humilhou, e finalmente,
triunfou gloriosamente mediante a sua
ressurreição para, assim, nos garantir a salvação.
Como os pastores receberam o nascimento de Jesus?
Quando os anjos anunciaram o nascimento do Salvador aos pastores, estes foram
tomados de grande alegria e glória do Senhor.
Qual foi o plano concebido por Deus desde a fundação do mundo?
Jesus Cristo é o Cordeiro de Deus que foi morto desde a fundação do mundo, pois
antes de o homem pecar, o Pai, em sua presciência, já havia provido um Salvador.
O que a Bíblia afirma sobre a doutrina da encarnação?
A Bíblia afirma, reiteradas vezes, que o Filho de Deus se tornou “carne”, ou seja,
uma pessoa inteira, de carne e osso, em pleno uso de suas funções psíquicas. Sobre
isso, o apóstolo Paulo escreveu que Jesus realizou a reconciliação “no corpo da sua
carne” (Cl 1.21,22), isto é, quando se fez “carne” e habitou entre os homens, assumiu
a humanidade juntamente com as fragilidades próprias dela.
Como aconteceu a humilhação de Jesus?
A humilhação de Jesus teve início com o esvaziamento de sua glória
para tomar a forma de servo e culminou com o sofrimento na cruz (Fp
2.7,8). Sua humilhação está relacionada aos seus sofrimentos, como ao
ser perseguido, desprezado pelas autoridades, discriminado (Jo 1.46),
silenciado diante de seus acusadores, açoitado impiedosamente,
injustamente julgado diante de Pilatos e Caifás e, finalmente, morto.
Qual foi o exemplo de Jesus para nós humanos?
Quando andou na Terra, Jesus nos ofereceu o melhor exemplo, fazendo
a vontade do Pai e amando o próximo.
Bibliografia recomendada
Cursos do EBD em Foco
Baixe em Power Point
Slide em PowerPoint Slide em PDF
Você pode editar
Tem animações
É interativo
O slide em PowerPoint é muito melhor.
www.ebdemfoco.com
Fique por dentro do conteúdo da Escola
Bíblica Dominical. Acesse o site
www.ebdemfoco.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O advento do messias
O advento do messiasO advento do messias
O advento do messias
Cleonilson Freitas
 
Lição 7 - Missões no Antigo Testamento
Lição 7 - Missões no Antigo TestamentoLição 7 - Missões no Antigo Testamento
Lição 7 - Missões no Antigo Testamento
Éder Tomé
 
Lição 9 - O legado missionário da igreja primitiva
Lição 9 - O legado missionário da igreja primitivaLição 9 - O legado missionário da igreja primitiva
Lição 9 - O legado missionário da igreja primitiva
Erberson Pinheiro
 
LBA LIÇÃO 3 - A salvação e o advento do salvador
LBA LIÇÃO 3 - A salvação e o advento do salvadorLBA LIÇÃO 3 - A salvação e o advento do salvador
LBA LIÇÃO 3 - A salvação e o advento do salvador
Natalino das Neves Neves
 
Lição 13- Sobre a Família e a sua Natureza
Lição 13- Sobre a Família e a sua NaturezaLição 13- Sobre a Família e a sua Natureza
Lição 13- Sobre a Família e a sua Natureza
Éder Tomé
 
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 9 - A necessidade de termos uma vida santa
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 9 - A necessidade de termos uma vida santaLBA 2017 3 TRI LIÇÃO 9 - A necessidade de termos uma vida santa
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 9 - A necessidade de termos uma vida santa
Natalino das Neves Neves
 
Lição 08 - Salvação e Livre-Arbítrio
Lição 08 - Salvação e Livre-ArbítrioLição 08 - Salvação e Livre-Arbítrio
Lição 08 - Salvação e Livre-Arbítrio
Éder Tomé
 
Lição 3 - O batismo de Jesus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018
Lição 3 - O batismo de Jesus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018Lição 3 - O batismo de Jesus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018
Lição 3 - O batismo de Jesus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018
Natalino das Neves Neves
 
Lição 7 - A Necessidade do Novo Nascimento
Lição 7 - A Necessidade do Novo NascimentoLição 7 - A Necessidade do Novo Nascimento
Lição 7 - A Necessidade do Novo Nascimento
Éder Tomé
 
Sacramentos: Batismo e Ceia
Sacramentos: Batismo e Ceia Sacramentos: Batismo e Ceia
Sacramentos: Batismo e Ceia
Geversom Sousa
 
igreja de tiatira
 igreja de tiatira igreja de tiatira
igreja de tiatira
cristovaoalves4
 
LBA 2017 3 TRI LIÇÃ 7 - A necessidade do novo nascimento
LBA 2017 3 TRI LIÇÃ 7 - A necessidade do novo nascimentoLBA 2017 3 TRI LIÇÃ 7 - A necessidade do novo nascimento
LBA 2017 3 TRI LIÇÃ 7 - A necessidade do novo nascimento
Natalino das Neves Neves
 
Deus: o Espírito Santo
Deus: o Espírito Santo Deus: o Espírito Santo
Deus: o Espírito Santo
Geversom Sousa
 
Estudo Livro de Apocalipse - aula II
Estudo Livro de Apocalipse - aula IIEstudo Livro de Apocalipse - aula II
Estudo Livro de Apocalipse - aula II
Daniel de Carvalho Luz
 
Visão missionária na bíblia
Visão missionária na bíbliaVisão missionária na bíblia
Visão missionária na bíblia
PauloGuima1
 
Lição 11 - O processo de formação do discipulado i
Lição 11 - O processo de formação do discipulado iLição 11 - O processo de formação do discipulado i
Lição 11 - O processo de formação do discipulado i
Erberson Pinheiro
 
Slide Lição 3 - O Despertamento Renova o Altar
Slide Lição 3 - O Despertamento Renova o AltarSlide Lição 3 - O Despertamento Renova o Altar
Slide Lição 3 - O Despertamento Renova o Altar
Éder Tomé
 
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus CristoLição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Ailton da Silva
 
Lição 1 - E recebereis a virtude do Espírito Santo
Lição 1 - E recebereis a virtude do Espírito SantoLição 1 - E recebereis a virtude do Espírito Santo
Lição 1 - E recebereis a virtude do Espírito Santo
Éder Tomé
 
Lição 2 - Uma Salvação Grandiosa
Lição 2 - Uma Salvação GrandiosaLição 2 - Uma Salvação Grandiosa
Lição 2 - Uma Salvação Grandiosa
Éder Tomé
 

Mais procurados (20)

O advento do messias
O advento do messiasO advento do messias
O advento do messias
 
Lição 7 - Missões no Antigo Testamento
Lição 7 - Missões no Antigo TestamentoLição 7 - Missões no Antigo Testamento
Lição 7 - Missões no Antigo Testamento
 
Lição 9 - O legado missionário da igreja primitiva
Lição 9 - O legado missionário da igreja primitivaLição 9 - O legado missionário da igreja primitiva
Lição 9 - O legado missionário da igreja primitiva
 
LBA LIÇÃO 3 - A salvação e o advento do salvador
LBA LIÇÃO 3 - A salvação e o advento do salvadorLBA LIÇÃO 3 - A salvação e o advento do salvador
LBA LIÇÃO 3 - A salvação e o advento do salvador
 
Lição 13- Sobre a Família e a sua Natureza
Lição 13- Sobre a Família e a sua NaturezaLição 13- Sobre a Família e a sua Natureza
Lição 13- Sobre a Família e a sua Natureza
 
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 9 - A necessidade de termos uma vida santa
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 9 - A necessidade de termos uma vida santaLBA 2017 3 TRI LIÇÃO 9 - A necessidade de termos uma vida santa
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 9 - A necessidade de termos uma vida santa
 
Lição 08 - Salvação e Livre-Arbítrio
Lição 08 - Salvação e Livre-ArbítrioLição 08 - Salvação e Livre-Arbítrio
Lição 08 - Salvação e Livre-Arbítrio
 
Lição 3 - O batismo de Jesus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018
Lição 3 - O batismo de Jesus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018Lição 3 - O batismo de Jesus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018
Lição 3 - O batismo de Jesus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018
 
Lição 7 - A Necessidade do Novo Nascimento
Lição 7 - A Necessidade do Novo NascimentoLição 7 - A Necessidade do Novo Nascimento
Lição 7 - A Necessidade do Novo Nascimento
 
Sacramentos: Batismo e Ceia
Sacramentos: Batismo e Ceia Sacramentos: Batismo e Ceia
Sacramentos: Batismo e Ceia
 
igreja de tiatira
 igreja de tiatira igreja de tiatira
igreja de tiatira
 
LBA 2017 3 TRI LIÇÃ 7 - A necessidade do novo nascimento
LBA 2017 3 TRI LIÇÃ 7 - A necessidade do novo nascimentoLBA 2017 3 TRI LIÇÃ 7 - A necessidade do novo nascimento
LBA 2017 3 TRI LIÇÃ 7 - A necessidade do novo nascimento
 
Deus: o Espírito Santo
Deus: o Espírito Santo Deus: o Espírito Santo
Deus: o Espírito Santo
 
Estudo Livro de Apocalipse - aula II
Estudo Livro de Apocalipse - aula IIEstudo Livro de Apocalipse - aula II
Estudo Livro de Apocalipse - aula II
 
Visão missionária na bíblia
Visão missionária na bíbliaVisão missionária na bíblia
Visão missionária na bíblia
 
Lição 11 - O processo de formação do discipulado i
Lição 11 - O processo de formação do discipulado iLição 11 - O processo de formação do discipulado i
Lição 11 - O processo de formação do discipulado i
 
Slide Lição 3 - O Despertamento Renova o Altar
Slide Lição 3 - O Despertamento Renova o AltarSlide Lição 3 - O Despertamento Renova o Altar
Slide Lição 3 - O Despertamento Renova o Altar
 
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus CristoLição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
 
Lição 1 - E recebereis a virtude do Espírito Santo
Lição 1 - E recebereis a virtude do Espírito SantoLição 1 - E recebereis a virtude do Espírito Santo
Lição 1 - E recebereis a virtude do Espírito Santo
 
Lição 2 - Uma Salvação Grandiosa
Lição 2 - Uma Salvação GrandiosaLição 2 - Uma Salvação Grandiosa
Lição 2 - Uma Salvação Grandiosa
 

Destaque

Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvaçãoLição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Erberson Pinheiro
 
Lição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutíferoLição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Erberson Pinheiro
 
caderno do futuro Port. 5 ano
caderno do futuro Port. 5 ano caderno do futuro Port. 5 ano
caderno do futuro Port. 5 ano
Adriana Priscila
 
Lição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deus
Lição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deusLição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deus
Lição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deus
Erberson Pinheiro
 
Lição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade social
Lição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade socialLição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade social
Lição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade social
Erberson Pinheiro
 
Lição 2 - Pecado uma realidade humana
Lição 2 - Pecado uma realidade humanaLição 2 - Pecado uma realidade humana
Lição 2 - Pecado uma realidade humana
Erberson Pinheiro
 
Lição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneo
Lição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneoLição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneo
Lição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneo
Erberson Pinheiro
 
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelouLição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
Erberson Pinheiro
 
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deusLição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
Erberson Pinheiro
 
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus CristoLição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Erberson Pinheiro
 
Lição 7 - A ordenança do batismo em águas
Lição 7 - A ordenança do batismo em águasLição 7 - A ordenança do batismo em águas
Lição 7 - A ordenança do batismo em águas
Erberson Pinheiro
 
Lição 7 - A salvação pela graça
Lição 7 - A salvação pela graçaLição 7 - A salvação pela graça
Lição 7 - A salvação pela graça
Erberson Pinheiro
 
Lutero e a reforma protestante
Lutero e a reforma protestanteLutero e a reforma protestante
Lutero e a reforma protestante
Erberson Pinheiro
 
Lição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristã
Lição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristãLição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristã
Lição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristã
Erberson Pinheiro
 

Destaque (14)

Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvaçãoLição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
 
Lição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutíferoLição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
 
caderno do futuro Port. 5 ano
caderno do futuro Port. 5 ano caderno do futuro Port. 5 ano
caderno do futuro Port. 5 ano
 
Lição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deus
Lição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deusLição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deus
Lição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deus
 
Lição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade social
Lição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade socialLição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade social
Lição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade social
 
Lição 2 - Pecado uma realidade humana
Lição 2 - Pecado uma realidade humanaLição 2 - Pecado uma realidade humana
Lição 2 - Pecado uma realidade humana
 
Lição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneo
Lição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneoLição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneo
Lição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneo
 
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelouLição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
 
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deusLição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
 
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus CristoLição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
 
Lição 7 - A ordenança do batismo em águas
Lição 7 - A ordenança do batismo em águasLição 7 - A ordenança do batismo em águas
Lição 7 - A ordenança do batismo em águas
 
Lição 7 - A salvação pela graça
Lição 7 - A salvação pela graçaLição 7 - A salvação pela graça
Lição 7 - A salvação pela graça
 
Lutero e a reforma protestante
Lutero e a reforma protestanteLutero e a reforma protestante
Lutero e a reforma protestante
 
Lição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristã
Lição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristãLição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristã
Lição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristã
 

Semelhante a Lição 3 - A salvação e o advento do Salvador

A Salvação e o Advento do Salvador.
A Salvação e o Advento do Salvador.A Salvação e o Advento do Salvador.
A Salvação e o Advento do Salvador.
Márcio Martins
 
Lição 3 - A Salvação e o Advento do Salvador
Lição 3 - A Salvação e o Advento do SalvadorLição 3 - A Salvação e o Advento do Salvador
Lição 3 - A Salvação e o Advento do Salvador
I.A.D.F.J - SAMAMABAIA SUL
 
Lição 03 - A Salvação e o Advento do Salvador
Lição 03 - A Salvação e o Advento do SalvadorLição 03 - A Salvação e o Advento do Salvador
Lição 03 - A Salvação e o Advento do Salvador
Éder Tomé
 
Seminário de apresentação para o estudo do livro Nisto Cremos
Seminário de apresentação para o estudo do livro Nisto CremosSeminário de apresentação para o estudo do livro Nisto Cremos
Seminário de apresentação para o estudo do livro Nisto Cremos
TullyEhlers1
 
LIÇÃO 13 - Jesus cristo, o modelo supremo de caráter
LIÇÃO 13 - Jesus cristo, o modelo supremo de caráterLIÇÃO 13 - Jesus cristo, o modelo supremo de caráter
LIÇÃO 13 - Jesus cristo, o modelo supremo de caráter
Natalino das Neves Neves
 
Lição 5 Hebreus
Lição 5   Hebreus Lição 5   Hebreus
Lição 5 Hebreus
Escola Bíblica Sem Fronteiras
 
6 .NISTO CREMOS crenças adventistas .pptx
6 .NISTO CREMOS crenças adventistas .pptx6 .NISTO CREMOS crenças adventistas .pptx
6 .NISTO CREMOS crenças adventistas .pptx
rafaeloliveiracv10
 
Quatro substantivos femininos
Quatro substantivos femininosQuatro substantivos femininos
Quatro substantivos femininos
Pastor Robson Colaço
 
Lição 13 jesus cristo o modelo supremo de caráter_editado
Lição 13 jesus cristo o modelo supremo de caráter_editadoLição 13 jesus cristo o modelo supremo de caráter_editado
Lição 13 jesus cristo o modelo supremo de caráter_editado
Pr Neto
 
Lição 8 - Jesus o missionário excelente
Lição 8 - Jesus o missionário excelenteLição 8 - Jesus o missionário excelente
Lição 8 - Jesus o missionário excelente
Erberson Pinheiro
 
Lição 02: A visão do Cristo Glorificado (IEAD-Cacimba do Povo)
Lição 02: A visão do Cristo Glorificado (IEAD-Cacimba do Povo)Lição 02: A visão do Cristo Glorificado (IEAD-Cacimba do Povo)
Lição 02: A visão do Cristo Glorificado (IEAD-Cacimba do Povo)
Assembleia De Deus Da Cacimba Do Povo
 
Airton evangelista da_costa_-_150_perguntas_e_respostas
Airton evangelista da_costa_-_150_perguntas_e_respostasAirton evangelista da_costa_-_150_perguntas_e_respostas
Airton evangelista da_costa_-_150_perguntas_e_respostas
INOVAR CLUB
 
Comentário: 2° Domingo da Quaresma - Ano A
Comentário: 2° Domingo da Quaresma - Ano AComentário: 2° Domingo da Quaresma - Ano A
Comentário: 2° Domingo da Quaresma - Ano A
José Lima
 
@Lição 05 cristo
@Lição 05   cristo@Lição 05   cristo
@Lição 05 cristo
ajcm3110
 
Jesus Cristo, o Modelo Supremo de Caráter
Jesus Cristo, o Modelo Supremo de CaráterJesus Cristo, o Modelo Supremo de Caráter
Jesus Cristo, o Modelo Supremo de Caráter
Márcio Martins
 
Lição 8 - Jesus, o Missionário Excelente.
Lição 8 - Jesus, o Missionário Excelente.Lição 8 - Jesus, o Missionário Excelente.
Lição 8 - Jesus, o Missionário Excelente.
Éder Tomé
 
Lição 5 - A Identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A Identidade do Espírito SantoLição 5 - A Identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A Identidade do Espírito Santo
I.A.D.F.J - SAMAMABAIA SUL
 
Basicão em pdf
Basicão em pdfBasicão em pdf
ESPÍRITO SANTO
ESPÍRITO SANTOESPÍRITO SANTO
ESPÍRITO SANTO
Elias Silva
 
CADEIRA DA DOUTRINA DE CRISTO.pptx
CADEIRA DA DOUTRINA DE CRISTO.pptxCADEIRA DA DOUTRINA DE CRISTO.pptx
CADEIRA DA DOUTRINA DE CRISTO.pptx
PerogilSolutionsLimi
 

Semelhante a Lição 3 - A salvação e o advento do Salvador (20)

A Salvação e o Advento do Salvador.
A Salvação e o Advento do Salvador.A Salvação e o Advento do Salvador.
A Salvação e o Advento do Salvador.
 
Lição 3 - A Salvação e o Advento do Salvador
Lição 3 - A Salvação e o Advento do SalvadorLição 3 - A Salvação e o Advento do Salvador
Lição 3 - A Salvação e o Advento do Salvador
 
Lição 03 - A Salvação e o Advento do Salvador
Lição 03 - A Salvação e o Advento do SalvadorLição 03 - A Salvação e o Advento do Salvador
Lição 03 - A Salvação e o Advento do Salvador
 
Seminário de apresentação para o estudo do livro Nisto Cremos
Seminário de apresentação para o estudo do livro Nisto CremosSeminário de apresentação para o estudo do livro Nisto Cremos
Seminário de apresentação para o estudo do livro Nisto Cremos
 
LIÇÃO 13 - Jesus cristo, o modelo supremo de caráter
LIÇÃO 13 - Jesus cristo, o modelo supremo de caráterLIÇÃO 13 - Jesus cristo, o modelo supremo de caráter
LIÇÃO 13 - Jesus cristo, o modelo supremo de caráter
 
Lição 5 Hebreus
Lição 5   Hebreus Lição 5   Hebreus
Lição 5 Hebreus
 
6 .NISTO CREMOS crenças adventistas .pptx
6 .NISTO CREMOS crenças adventistas .pptx6 .NISTO CREMOS crenças adventistas .pptx
6 .NISTO CREMOS crenças adventistas .pptx
 
Quatro substantivos femininos
Quatro substantivos femininosQuatro substantivos femininos
Quatro substantivos femininos
 
Lição 13 jesus cristo o modelo supremo de caráter_editado
Lição 13 jesus cristo o modelo supremo de caráter_editadoLição 13 jesus cristo o modelo supremo de caráter_editado
Lição 13 jesus cristo o modelo supremo de caráter_editado
 
Lição 8 - Jesus o missionário excelente
Lição 8 - Jesus o missionário excelenteLição 8 - Jesus o missionário excelente
Lição 8 - Jesus o missionário excelente
 
Lição 02: A visão do Cristo Glorificado (IEAD-Cacimba do Povo)
Lição 02: A visão do Cristo Glorificado (IEAD-Cacimba do Povo)Lição 02: A visão do Cristo Glorificado (IEAD-Cacimba do Povo)
Lição 02: A visão do Cristo Glorificado (IEAD-Cacimba do Povo)
 
Airton evangelista da_costa_-_150_perguntas_e_respostas
Airton evangelista da_costa_-_150_perguntas_e_respostasAirton evangelista da_costa_-_150_perguntas_e_respostas
Airton evangelista da_costa_-_150_perguntas_e_respostas
 
Comentário: 2° Domingo da Quaresma - Ano A
Comentário: 2° Domingo da Quaresma - Ano AComentário: 2° Domingo da Quaresma - Ano A
Comentário: 2° Domingo da Quaresma - Ano A
 
@Lição 05 cristo
@Lição 05   cristo@Lição 05   cristo
@Lição 05 cristo
 
Jesus Cristo, o Modelo Supremo de Caráter
Jesus Cristo, o Modelo Supremo de CaráterJesus Cristo, o Modelo Supremo de Caráter
Jesus Cristo, o Modelo Supremo de Caráter
 
Lição 8 - Jesus, o Missionário Excelente.
Lição 8 - Jesus, o Missionário Excelente.Lição 8 - Jesus, o Missionário Excelente.
Lição 8 - Jesus, o Missionário Excelente.
 
Lição 5 - A Identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A Identidade do Espírito SantoLição 5 - A Identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A Identidade do Espírito Santo
 
Basicão em pdf
Basicão em pdfBasicão em pdf
Basicão em pdf
 
ESPÍRITO SANTO
ESPÍRITO SANTOESPÍRITO SANTO
ESPÍRITO SANTO
 
CADEIRA DA DOUTRINA DE CRISTO.pptx
CADEIRA DA DOUTRINA DE CRISTO.pptxCADEIRA DA DOUTRINA DE CRISTO.pptx
CADEIRA DA DOUTRINA DE CRISTO.pptx
 

Mais de Erberson Pinheiro

A bíblia: origem e propósito
A bíblia: origem e propósitoA bíblia: origem e propósito
A bíblia: origem e propósito
Erberson Pinheiro
 
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Erberson Pinheiro
 
Lição 13 - Sobre a família e a sua natureza
Lição 13 - Sobre a família e a sua naturezaLição 13 - Sobre a família e a sua natureza
Lição 13 - Sobre a família e a sua natureza
Erberson Pinheiro
 
Lição 12 - O mundo vindouro
Lição 12 - O mundo vindouroLição 12 - O mundo vindouro
Lição 12 - O mundo vindouro
Erberson Pinheiro
 
Lição 12 - Milagres no nosso tempo
Lição 12 - Milagres no nosso tempo Lição 12 - Milagres no nosso tempo
Lição 12 - Milagres no nosso tempo
Erberson Pinheiro
 
Lição 12 - O processo de formação do discípulo II
Lição 12 - O processo de formação do discípulo IILição 12 - O processo de formação do discípulo II
Lição 12 - O processo de formação do discípulo II
Erberson Pinheiro
 
Lição 11 - Crenças religiosas
Lição 11 - Crenças religiosasLição 11 - Crenças religiosas
Lição 11 - Crenças religiosas
Erberson Pinheiro
 
Lição 11 - A segunda vinda de cristo
Lição 11 - A segunda vinda de cristoLição 11 - A segunda vinda de cristo
Lição 11 - A segunda vinda de cristo
Erberson Pinheiro
 
Lição 10 - O discípulo e o discipulado
Lição 10 - O discípulo e o discipuladoLição 10 - O discípulo e o discipulado
Lição 10 - O discípulo e o discipulado
Erberson Pinheiro
 
Lição 10 - O perigo do materialismo
Lição 10 - O perigo do materialismoLição 10 - O perigo do materialismo
Lição 10 - O perigo do materialismo
Erberson Pinheiro
 
Lição 10 - As manifestações do espírito santo
Lição 10 - As manifestações do espírito santoLição 10 - As manifestações do espírito santo
Lição 10 - As manifestações do espírito santo
Erberson Pinheiro
 
Lição 9 - Hedonismo, um perigo do nosso tempo
Lição 9 - Hedonismo, um perigo do nosso tempo Lição 9 - Hedonismo, um perigo do nosso tempo
Lição 9 - Hedonismo, um perigo do nosso tempo
Erberson Pinheiro
 

Mais de Erberson Pinheiro (12)

A bíblia: origem e propósito
A bíblia: origem e propósitoA bíblia: origem e propósito
A bíblia: origem e propósito
 
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
 
Lição 13 - Sobre a família e a sua natureza
Lição 13 - Sobre a família e a sua naturezaLição 13 - Sobre a família e a sua natureza
Lição 13 - Sobre a família e a sua natureza
 
Lição 12 - O mundo vindouro
Lição 12 - O mundo vindouroLição 12 - O mundo vindouro
Lição 12 - O mundo vindouro
 
Lição 12 - Milagres no nosso tempo
Lição 12 - Milagres no nosso tempo Lição 12 - Milagres no nosso tempo
Lição 12 - Milagres no nosso tempo
 
Lição 12 - O processo de formação do discípulo II
Lição 12 - O processo de formação do discípulo IILição 12 - O processo de formação do discípulo II
Lição 12 - O processo de formação do discípulo II
 
Lição 11 - Crenças religiosas
Lição 11 - Crenças religiosasLição 11 - Crenças religiosas
Lição 11 - Crenças religiosas
 
Lição 11 - A segunda vinda de cristo
Lição 11 - A segunda vinda de cristoLição 11 - A segunda vinda de cristo
Lição 11 - A segunda vinda de cristo
 
Lição 10 - O discípulo e o discipulado
Lição 10 - O discípulo e o discipuladoLição 10 - O discípulo e o discipulado
Lição 10 - O discípulo e o discipulado
 
Lição 10 - O perigo do materialismo
Lição 10 - O perigo do materialismoLição 10 - O perigo do materialismo
Lição 10 - O perigo do materialismo
 
Lição 10 - As manifestações do espírito santo
Lição 10 - As manifestações do espírito santoLição 10 - As manifestações do espírito santo
Lição 10 - As manifestações do espírito santo
 
Lição 9 - Hedonismo, um perigo do nosso tempo
Lição 9 - Hedonismo, um perigo do nosso tempo Lição 9 - Hedonismo, um perigo do nosso tempo
Lição 9 - Hedonismo, um perigo do nosso tempo
 

Último

O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introduçãoEstudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsxBíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Janilson Noca
 
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxZacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
lindalva da cruz
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhorCultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
MasaCalixto2
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
ceciliafonseca16
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
ESCRIBA DE CRISTO
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
ESCRIBA DE CRISTO
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 

Último (18)

O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introduçãoEstudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
 
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsxBíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
 
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxZacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhorCultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 

Lição 3 - A salvação e o advento do Salvador

  • 1. A Salvação e o advento do Salvador www.ebdemfoco.comErberson R. Pinheiro dos Santos Lição 3
  • 2. “E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do Unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade” (Jo 1.14)." Texto Áureo
  • 3. O nascimento de Jesus Cristo se deu dentro do plano divino para salvar a humanidade." Verdade prática
  • 4. 1 — No princípio, era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. 2 — Ele estava no princípio com Deus. 3 — Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez. 4 — Nele, estava a vida e a vida era a luz dos homens; LEITURA BÍBLICA EM CLASSE (João 1.1-14.)
  • 5. 5 — e a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam. 6 — Houve um homem enviado de Deus, cujo nome era João. 7 — Este veio para testemunho para que testificasse da luz, para que todos cressem por ele. 8 — Não era ele a luz, mas veio para que testificasse da luz. 9 — Ali estava a luz verdadeira, que alumia a todo homem que vem ao mundo,
  • 6. 10 — estava no mundo, e o mundo foi feito por ele e o mundo não o conheceu. 11 — Veio para o que era seu, e os seus não o receberam. 12 — Mas a todos quantos o receberam deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus: aos que creem no seu nome, 13 — os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do varão, mas de Deus. 14 — E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do Unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.
  • 8. Deus não abandonou o ser humano no pecado. Por isso, o nascimento de Jesus marca o início de uma nova era para a humanidade Perdão e salvação para o pecador.
  • 9. O ANÚNCIO DO NASCIMENTO DO SALVADOR I www.ebdemfoco.com
  • 10. 1. No Antigo Testamento (Lc 24.27).
  • 11. O Antigo Testamento dá abundantes predições sobre a vinda do Messias ao mundo: Na queda dos nossos primeiros pais. E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar. Gênesis 3:15 Deus anunciou a vinda do salvador.
  • 12. No sangue de animais no umbral das portas na noite da Páscoa (Êx 12.1-13). No êxodo do povo judeu do Egito (Êx 12.37-51; 13.17-22); Nos 26 salmos messiânicos (Sl 2.7; 16.10; 22.1ss; 35.19; 72.1ss; 118.22 e outros);
  • 13. Na volta do exílio babilônico. Nos profetas, especialmente o livro de Isaías. O povo que andava em trevas, viu uma grande luz, e sobre os que habitavam na região da sombra da morte resplandeceu a luz. Isaías 9:2
  • 15. O anjo Gabriel apareceu a Maria e lhe deu instruções de como ela conceberia milagrosamente o menino Jesus Disse-lhe, então, o anjo: Maria, não temas, porque achaste graça diante de Deus. E eis que em teu ventre conceberás e darás à luz um filho, e pôr-lhe-ás o nome de Jesus. Lucas 1:30,31
  • 16. Quando os anjos anunciaram o nascimento do Salvador aos pastores, estes foram tomados de grande alegria e glória do Senhor. Ao ouvirem palavras tão alentadoras e o coral de anjos cantando foram imediatamente à procura do Salvador (Lc 2.13-18).
  • 17. 3. Desfrutado pela humanidade.
  • 18. A visita dos pastores e dos sábios. Simboliza toda a raça humana à procura de Deus. Simples manjedoura cheia de animais e palha; um lugar inóspito para o grande Rei e Salvador.
  • 19. Ali estava a luz verdadeira, que ilumina a todo o homem que vem ao mundo. João 1:9 Mas foi ali que Deus mostrou-se em toda sua singeleza e simplicidade. Quando foi ao encontro do homem pecador uma vez perdido e entregue ao opróbrio do pecado.
  • 21. 1. Um plano concebido desde a fundação do mundo.
  • 22. Jesus Cristo é o Cordeiro de Deus que foi morto desde a fundação do mundo E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo. Apocalipse 13:8
  • 23. Antes do homem pecar, Deus havia provido um salvador. Quando o ser humano pecou, Deus não foi pego de surpresa. Pecado Em seu eterno amor pela humanidade, o Altíssimo havia planejado o resgate dos pecadores. Criação perfeita
  • 24. 2. O nascimento do Salvador.
  • 25. Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3:16 O nascimento do Salvador é um evento emblemático e simbólico acerca do propósito que Ele veio realizar: salvar o mundo
  • 26. O Filho se esvaziou de sua glória para habitar de maneira humilde entre os homens. Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; Filipenses 2:7
  • 27. 3. Um roteiro divino de vida.
  • 28. Desde a fundação do mundo, Jesus foi o Salvador. A partir de seu nascimento, essa realidade foi confirmada.
  • 29. Ele foi concebido por uma virgem O que atesta o fato milagroso de ser o Filho de Deus. Jesus nasceu num contexto de pobreza O que mostra sua humilhação e serviço aos desafortunados.
  • 30. O Filho de Maria cresceu numa família O que mostra a importância que Deus dá à célula mater da sociedade. Assim, o ministério terreno de Jesus seria abrangente (Lc 2.49), O reino dos Céus já chegou (Lc 10.9,11).
  • 31. “O VERBO SE FEZ CARNE E HABITOU ENTRE NÓS” III www.ebdemfoco.com
  • 32. 1. A encarnação do “Verbo”.
  • 33. A Bíblia afirma, reiteradas vezes, que o Filho de Deus se tornou “carne” Uma pessoa inteira, de carne e osso, em pleno uso de suas funções psíquicas. Deus se manifestou em carne, foi justificado no Espírito, visto dos anjos, pregado aos gentios, crido no mundo, recebido acima na glória. 1 Timóteo 3:16 Se fez “carne” e habitou entre os homens, assumiu a humanidade juntamente com as fragilidades próprias dela.
  • 34. Jesus chorou em público (Jo 11.35). sentiu saudades (Jo 11.36). Experimentou dor (Mt 27.50). Sentiu tristeza de morte (Mt 26.38). Sentiu-se cansado (Jo 4.6). Teve sede (Jo 19.28).
  • 35. Teve dificuldades familiares (Jo 7.3-5). Foi tido como louco (Mc 3.21). mostrou que a privacidade e a oração são períodos essenciais para a sobrevivência espiritual (Mc 1.35; 6.30-32,45,46; Lc 5.16). E, quando os seus ouviram isto, saíram para o prender; porque diziam: Está fora de si. Marcos 3:21
  • 36. 2. A humilhação do servo.
  • 37. A humilhação de Jesus teve início com o esvaziamento de sua glória. E culminou com o sofrimento na cruz. para tomar a forma de servo.
  • 38. Sua humilhação está relacionada aos seus sofrimentos Como ao ser perseguido, desprezado pelas autoridades. Silenciado diante de seus acusadores. Açoitado impiedosamente Injustamente julgado diante de Pilatos e Caifás. Finalmente morto. Assim se cumpriu cada detalhe da profecia a respeito do Servo Sofredor (Is 53).
  • 39. 3. O exemplo a ser seguido.
  • 40. Quando andou na Terra, Jesus nos ofereceu o melhor exemplo. Fazendo a vontade do Pai e amando o próximo com um amor sem igual. O Espírito do Senhor é sobre mim, Pois que me ungiu para evangelizar os pobres. Enviou- me a curar os quebrantados de coração, A pregar liberdade aos cativos, E restauração da vista aos cegos, A pôr em liberdade os oprimidos, A anunciar o ano aceitável do Senhor. Lucas 4:18,19
  • 41. A partir da vida do Salvador Não permitindo que nada tome o seu lugar em nosso coração. DeusDemais coisas Demais coisas
  • 42. Temos que amar o próximo na força do mesmo amor que o Pai tem por nós. Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças Marcos 12:30 Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes. Marcos 12:31
  • 43. Conclusão As boas novas do Evangelho se materializaram em Jesus quando de seu nascimento em Belém. Sua obra salvadora foi profetizada ao longo de todo o Antigo Testamento, anunciada pelos anjos aos pastores e ecoa, de forma abrangente, por todo o Universo. Ele se encarnou, se humilhou, e finalmente, triunfou gloriosamente mediante a sua ressurreição para, assim, nos garantir a salvação.
  • 44. Como os pastores receberam o nascimento de Jesus? Quando os anjos anunciaram o nascimento do Salvador aos pastores, estes foram tomados de grande alegria e glória do Senhor. Qual foi o plano concebido por Deus desde a fundação do mundo? Jesus Cristo é o Cordeiro de Deus que foi morto desde a fundação do mundo, pois antes de o homem pecar, o Pai, em sua presciência, já havia provido um Salvador. O que a Bíblia afirma sobre a doutrina da encarnação? A Bíblia afirma, reiteradas vezes, que o Filho de Deus se tornou “carne”, ou seja, uma pessoa inteira, de carne e osso, em pleno uso de suas funções psíquicas. Sobre isso, o apóstolo Paulo escreveu que Jesus realizou a reconciliação “no corpo da sua carne” (Cl 1.21,22), isto é, quando se fez “carne” e habitou entre os homens, assumiu a humanidade juntamente com as fragilidades próprias dela.
  • 45. Como aconteceu a humilhação de Jesus? A humilhação de Jesus teve início com o esvaziamento de sua glória para tomar a forma de servo e culminou com o sofrimento na cruz (Fp 2.7,8). Sua humilhação está relacionada aos seus sofrimentos, como ao ser perseguido, desprezado pelas autoridades, discriminado (Jo 1.46), silenciado diante de seus acusadores, açoitado impiedosamente, injustamente julgado diante de Pilatos e Caifás e, finalmente, morto. Qual foi o exemplo de Jesus para nós humanos? Quando andou na Terra, Jesus nos ofereceu o melhor exemplo, fazendo a vontade do Pai e amando o próximo.
  • 47. Cursos do EBD em Foco
  • 48. Baixe em Power Point Slide em PowerPoint Slide em PDF Você pode editar Tem animações É interativo O slide em PowerPoint é muito melhor. www.ebdemfoco.com
  • 49. Fique por dentro do conteúdo da Escola Bíblica Dominical. Acesse o site www.ebdemfoco.com