SlideShare uma empresa Scribd logo
As manifestações do
Espírito Santo
www.ebdemfoco.comErberson R. Pinheiro dos Santos
Lição 10
“Porque a promessa vos diz respeito a
vós, a vossos filhos e a todos os que estão
longe: a tantos quantos Deus, nosso
Senhor, chamar” (At 2.39)."
Texto Áureo
Cremos na atualidade do batismo no
Espírito Santo e dos dons espirituais
distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja
para sua edificação."
Verdade prática
Atos 2
1 — Cumprindo-se o dia de Pentecostes, estavam todos
reunidos no mesmo lugar;
2 — e, de repente, veio do céu um som, como de um vento
veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam
assentados.
3 — E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de
fogo, as quais pousaram sobre cada um deles.
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
(Atos 2.1-6; 1 Coríntios 12.1-7.)
4 — E todos foram cheios do Espírito Santo e começaram a
falar em outras línguas, conforme o Espírito Santo lhes
concedia que falassem.
5 — E em Jerusalém estavam habitando judeus, varões
religiosos, de todas as nações que estão debaixo do céu.
6 — E, correndo aquela voz, ajuntou-se uma multidão e estava
confusa, porque cada um os ouvia falar na sua própria língua.
1 Coríntios 12
1 — Acerca dos dons espirituais, não quero, irmãos, que sejais
ignorantes.
2 — Vós bem sabeis que éreis gentios, levados aos ídolos
mudos, conforme éreis guiados.
3 — Portanto, vos quero fazer compreender que ninguém que
fala pelo Espírito de Deus diz: Jesus é anátema! E ninguém
pode dizer que Jesus é o Senhor, senão pelo Espírito Santo.
4 — Ora, há diversidade de dons, mas o Espírito é o mesmo.
5 — E há diversidade de ministérios, mas o Senhor é o mesmo.
6 — E há diversidade de operações, mas é o mesmo Deus que
opera tudo em todos.
7 — Mas a manifestação do Espírito é dada a cada um para o
que for útil.
Introdução
www.ebdemfoco.com
As manifestações do Espírito de Deus, tais como
veremos, dizem respeito, primeiramente ao
batismo no Espírito Santo e aos dons espirituais.
São dois temas da teologia pentecostal que nunca se esgotam.
Os dons do Espírito nunca cessaram.
Não somente a Bíblia, mas também o testemunho da
história, e da experiência cristã, corrobora essa verdade.
A Descida do
Espírito Santo
I
www.ebemfoco.com
1. A experiência do
Pentecostes
Não é difícil descobrir na Bíblia o que é o
batismo no Espírito Santo.
João Batista disse
E eu, em verdade, vos batizo com
água, para o arrependimento;
mas aquele que vem após mim é
mais poderoso do que eu; não sou
digno de levar as suas sandálias;
ele vos batizará com o Espírito
Santo e com fogo (Mt 3.11).
O próprio Senhor Jesus se referiu a esse batismo
como a promessa do Pai (At 1.4) e acrescentou:
Porque, na verdade, João batizou com água, mas vós
sereis batizados com o Espírito Santo, não muito
depois destes dias” (At 1.5).
Mateus 3.11 Atos 2.2-4
O apóstolo Pedro identificou a experiência de Cornélio Com a promessa
anunciada por João Batista e reiterada pelo Senhor Jesus.
E, dizendo Pedro ainda estas palavras, caiu o Espírito Santo
sobre todos os que ouviam a palavra. Atos 10:44
mas vós sereis batizados com
o Espírito Santo. Atos 11:16
2. Batismo “no” Espírito Santo ou
“com o” Espírito Santo?
A ideia de batismo no Novo
Testamento é de imersão,
submersão (Rm 6.3,4; Cl 2.12).
As duas traduções são
legítimas à luz da
gramática grega e
aceitáveis de acordo
com o contexto.
Eu vos batizo com água, para
arrependimento; mas aquele que vem
depois de mim é mais poderoso do que
eu, cujas sandálias não sou digno de
levar. Ele vos batizará com o Espírito
Santo e com fogo. Mateus 3.11
A Almeida Revista e Atualizada tem uma nota em
Mateus 3.11 e Atos 1.5
Eu vos batizo com água, para
arrependimento; mas aquele que vem
depois de mim é mais poderoso do que
eu, cujas sandálias não sou digno de
levar. Ele vos batizará com o Espírito
Santo e com fogo. Mateus 3.11
A Almeida Revista e Atualizada tem uma nota em
Mateus 3.11 e Atos 1.5
Em Em + o = no
Tradução
válida.
A Versão Almeida Revisada da Imprensa
Bíblica Brasileira emprega:
• “batizar em água”
• “batizar no Espírito Santo”
Em água
Com água Dá a ideia de
aspersão.
Dá a ideia de
imersão.
3. Os sinais
sobrenaturais.
Há três sinais que mostram a ação sobrenatural do Espírito
Santo por ocasião de sua descida no dia de Pentecostes:
O som como de um
vento (At 2.2).
A visão das línguas
repartidas como que de
fogo (2.3)
O falar em línguas
(2.4).
1
2
3
Os dois primeiros sinais
jamais se repetirão.
Vento Fogo
O nascimento de Jesus teve
sinais extraordinários,
porém diferente.
tiveram como objetivo
anunciar a chegada do
Espírito Santo.
O dia de pentecostes.
Inaugurou a Igreja.
Marcou a chegada do
Espírito Santo
E de repente veio do céu um som, como de um vento
veemente e impetuoso, Atos 2:2
Mas não era vento.
E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de
fogo, as quais pousaram sobre cada um deles. Atos 2:3
E apareceu-lhe o anjo do Senhor em uma chama de fogo do
meio duma sarça; e olhou, e eis que a sarça ardia no fogo, e a
sarça não se consumia. Êxodo 3:2
lembrava o fogo de Deus
A Natureza das
Línguas
II
www.ebdemfoco.com
1. Fonte
As línguas do Pentecostes eram sobrenaturais.
outro de tipo
diferente
E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar
noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que
falassem. Atos 2:4
héterais
Há quem
questione.
Línguas
estranhas?
Mas a fonte delas é
o próprio Espírito
Santo.
“cada um os ouvia falar em sua
própria língua” Atos 2.6.
A outra evidência está
presente na audição
Como, pois, os ouvimos, cada
um, na nossa própria língua em
que somos nascidos? Atos 2:8
todos nós temos ouvido em
nossas próprias línguas falar das
grandezas de Deus. Atos 2:11
2. A glossolalia.
Manifestação das
línguas estranhas
no batismo no
Espírito Santo.
Manifestação das
línguas estranhas
como um dos
dons espirituais.
Glossa = língua, idioma Lalía = modo de falar
porque o que profetiza é maior do que o que fala em línguas,
a não ser que também interprete para que a igreja receba
edificação. 1 Coríntios 14:5
lalein glosais
outras línguas.
As línguas manifestas
no dia de Pentecostes.
São as mesmas que
aparecem na lista dos
dons espirituais.
3. Sua continuação
O falar em “outras línguas, conforme o Espírito Santo lhes
concedia que falassem” (At 2.4).
É a evidência inicial do batismo no Espírito Santo.
Aconteceu na casa do
centurião Cornélio
(At 10.45,46).
Aconteceu com a
chegada de Paulo em
Éfeso (At 19.6).
Acontece hoje.
As línguas, as profecias e a
ciência são válidas para os
nossos dias.
Mas vão cessar por
ocasião da vinda de Jesus
(1Co 13.8-10).
Significado e
Propósito
III
www.ebdemfoco.com
1. O batismo no Espírito Santo
não é sinônimo de salvação
Salvação Batismo no Espírito Santo.
Todos os crentes em Jesus já têm o Espírito Santo.
O que é nascido da carne é
carne, e o que é nascido do
Espírito é espírito. Jo 3.6
Na regeneração, o Espírito
promove o novo nascimento,
O pecador recebe o Espírito
no exato momento em que
aceita, de verdade, a Jesus
e, tendo nele também crido,
fostes selados com o Espírito
Santo da promessa; Efésios 1:13
alegrai-vos antes por estarem os
vossos nomes escritos nos céus
Lucas 10:20
Antes do
pentecostes
Tinham o nome
nos céus.
Antes do
pentecostes
Recebei o Espírito Santo.
João 20:22
Tinham o
Espírito Santo.
2. Definição e propósitos.
O batismo no Espírito Santo é o recebimento de poder
espiritual para realizar a obra da expansão do Evangelho
em todo o mundo.
E em seu nome se pregasse o arrependimento e a remissão dos
pecados, em todas as nações, começando por Jerusalém.
Lucas 24:47
O seu propósito é capacitar o crente a viver uma vida
cristã vitoriosa e, sobretudo, para testemunhar com
ousadia sobre a sua fé em Cristo.
Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre
vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em
toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra.
Atos 1:8
É um revestimento de poder para viver a vida regenerada.
Um poder espiritual que
contribui para a edificação
interior da vida cristã do
crente e que o ajuda quando a
mente não pode fazê-lo.
Os Dons
Espirituais
IV
www.ebdemfoco.com
1. Os dons espirituais.
Nos capacita a continuar a
missão de Cristo.
Poder na vida da igreja.
A Igreja não se
sustenta sozinha
Por isso o Senhor Jesus
enviou o Espírito Santo.
E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro
Consolador, para que fique convosco
para sempre; João 14:16
Há pelo menos três listas dos dons espirituais
Romanos 12.6-8 1 Coríntios 12.8-10 1 Coríntios 12.28-30
1. Palavra de sabedoria;
2. Palavra da ciência;
3. Fé;
4. Cura;
5. Operação de maravilhas;
6. Profecia;
7. Discernimento de Espírito;
8. Variedade de línguas;
9. Interpretação de línguas.
1. Apóstolos;
2. Profetas;
3. Doutores;
4. Milagres;
5. Curas;
6. Socorros;
7. Governos;
8. Variedade de línguas.
1. Profecia;
2. Ministrar;
3. Ensinar;
4. Exortar;
5. Repartir;
6. Presidir;
7. Exercer
misericórdia.
2. Os dons são dados aos
crentes individualmente.
A manifestação dos dons ocorre por meio das três Pessoas da Trindade
Pelo Espírito, na
“diversidade de
dons” (1Co 12.4);
Pelo Senhor, na
“diversidade de
ministérios” (v.5);
Pelo Deus Pai, na “diversidade
de operações” (v.6).
O Espírito Santo é a fonte.
Essa manifestação é dada
por Ele “a cada um para o
que for útil” (1Co 12.7)
Não é para exibição ou ostentação
do crente, porque o mérito é do
Senhor Jesus (At 3.12).
Mas um só e o mesmo Espírito opera todas estas coisas,
repartindo particularmente a cada um como quer.
1 Coríntios 12:11
Conclusão
A descida do Espírito Santo é acompanhada dos
dons espirituais. Eles são atuais na vida da Igreja e
são dados a cada um para o que for útil, sempre
para o bem da igreja local. Trata-se de ferramentas
importantes e indispensáveis para os crentes,
razão pela qual devemos lhes dar a devida atenção.
Qual sinal sobrenatural ocorrido no dia de Pentecostes
que se repete na história da Igreja?
A glossolalia.
O que é a glossolalia?
É a manifestação das línguas estranhas no batismo no Espírito
Santo bem como das línguas como um dos dons espirituais.
Qual é a evidência inicial do batismo no Espírito Santo?
O falar em “outras línguas, conforme o Espírito Santo lhes
concedia que falassem” (At 2.4), é a evidência inicial do batismo
no Espírito Santo.
Qual o propósito do batismo no Espírito Santo?
O seu propósito é capacitar o crente a viver uma vida cristã
vitoriosa e, sobretudo, para testemunhar com ousadia sobre a
sua fé em Cristo (At 1.8).
Que são dons espirituais?
São manifestações do poder de Deus que nos capacitam a
continuar a missão de Cristo no mundo e as demonstrações
desse poder na vida da Igreja (At 1.8).
Bibliografia recomendada
www.ebdemfoco.com
Vantagens do slide em PowerPoint:
 Você pode editar;
 Tem muitas animações;
 É mais interativo.
Baixe em Power Point
www.ebdemfoco.com Cursos de capacitação
Cursos do EBD em Foco
Aulas ao vivo sobre educação cristã
www.ebdemfoco.com/p/aovivo
Fique por dentro do conteúdo da Escola
Bíblica Dominical. Acesse o site
www.ebdemfoco.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Teologia Sistemática - Aula 1 - Apresentação
Teologia Sistemática - Aula 1 - ApresentaçãoTeologia Sistemática - Aula 1 - Apresentação
Teologia Sistemática - Aula 1 - Apresentação
Missões Adoração
 
Lição 1 - As Cartas de Pedro: Vivendo em Esperança e Firmados na Verdade
Lição 1 - As Cartas de Pedro: Vivendo em Esperança e Firmados na VerdadeLição 1 - As Cartas de Pedro: Vivendo em Esperança e Firmados na Verdade
Lição 1 - As Cartas de Pedro: Vivendo em Esperança e Firmados na Verdade
Éder Tomé
 
Homilética
HomiléticaHomilética
Homilética
Moisés Sampaio
 
Lição 10 - O discípulo e o discipulado
Lição 10 - O discípulo e o discipuladoLição 10 - O discípulo e o discipulado
Lição 10 - O discípulo e o discipulado
Erberson Pinheiro
 
Escatologia, o estudo das últimas coisas
Escatologia, o estudo das últimas coisas Escatologia, o estudo das últimas coisas
Escatologia, o estudo das últimas coisas
ANTONIO CORDEIRO DA SILVA - ADORADOR
 
Panorama da História do Cristianismo
Panorama da História do CristianismoPanorama da História do Cristianismo
Panorama da História do Cristianismo
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
INTRODUÇÃO A HISTÓRIA DA IGREJA - CURSO BÁSICO EM TEOLOGIA
INTRODUÇÃO A HISTÓRIA DA IGREJA - CURSO BÁSICO EM TEOLOGIAINTRODUÇÃO A HISTÓRIA DA IGREJA - CURSO BÁSICO EM TEOLOGIA
INTRODUÇÃO A HISTÓRIA DA IGREJA - CURSO BÁSICO EM TEOLOGIA
Francelia Carvalho Oliveira
 
Curso de teologia IBADEP
Curso de teologia IBADEPCurso de teologia IBADEP
Curso de teologia IBADEP
Moisés Sampaio
 
14 periodo da igreja primitiva
14  periodo da igreja primitiva14  periodo da igreja primitiva
14 periodo da igreja primitiva
PIB Penha
 
Lição 7 - A ordenança do batismo em águas
Lição 7 - A ordenança do batismo em águasLição 7 - A ordenança do batismo em águas
Lição 7 - A ordenança do batismo em águas
Erberson Pinheiro
 
Ressurreição
RessurreiçãoRessurreição
Ressurreição
Dókimos Aprovado
 
O Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da IgrejaO Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da Igreja
Márcio Martins
 
O batismo nas águas
O  batismo nas águasO  batismo nas águas
O batismo nas águas
Marcelo Santos
 
Esmirna, a igreja confessante e mártir
Esmirna, a igreja confessante e mártirEsmirna, a igreja confessante e mártir
Esmirna, a igreja confessante e mártir
Jonas Martins Olímpio
 
O propósito dos dons espirituais
O propósito dos dons espirituaisO propósito dos dons espirituais
O propósito dos dons espirituais
Moisés Sampaio
 
Evangelismo estudo pratico
Evangelismo   estudo pratico Evangelismo   estudo pratico
Evangelismo estudo pratico
Prof Edilson Porfírio
 
Historia da igreja i aula 1
Historia da igreja i  aula 1Historia da igreja i  aula 1
Historia da igreja i aula 1
Moisés Sampaio
 
O tribunal de cristo e os galardões
O tribunal de cristo e os galardõesO tribunal de cristo e os galardões
O tribunal de cristo e os galardões
Márcio Martins
 
Lição 2 a morte
Lição 2 a morteLição 2 a morte
Lição 2 a morte
Leonardo Batista dos Santos
 
Dons espirituais
Dons espirituaisDons espirituais
Dons espirituais
Dagmar Wendt
 

Mais procurados (20)

Teologia Sistemática - Aula 1 - Apresentação
Teologia Sistemática - Aula 1 - ApresentaçãoTeologia Sistemática - Aula 1 - Apresentação
Teologia Sistemática - Aula 1 - Apresentação
 
Lição 1 - As Cartas de Pedro: Vivendo em Esperança e Firmados na Verdade
Lição 1 - As Cartas de Pedro: Vivendo em Esperança e Firmados na VerdadeLição 1 - As Cartas de Pedro: Vivendo em Esperança e Firmados na Verdade
Lição 1 - As Cartas de Pedro: Vivendo em Esperança e Firmados na Verdade
 
Homilética
HomiléticaHomilética
Homilética
 
Lição 10 - O discípulo e o discipulado
Lição 10 - O discípulo e o discipuladoLição 10 - O discípulo e o discipulado
Lição 10 - O discípulo e o discipulado
 
Escatologia, o estudo das últimas coisas
Escatologia, o estudo das últimas coisas Escatologia, o estudo das últimas coisas
Escatologia, o estudo das últimas coisas
 
Panorama da História do Cristianismo
Panorama da História do CristianismoPanorama da História do Cristianismo
Panorama da História do Cristianismo
 
INTRODUÇÃO A HISTÓRIA DA IGREJA - CURSO BÁSICO EM TEOLOGIA
INTRODUÇÃO A HISTÓRIA DA IGREJA - CURSO BÁSICO EM TEOLOGIAINTRODUÇÃO A HISTÓRIA DA IGREJA - CURSO BÁSICO EM TEOLOGIA
INTRODUÇÃO A HISTÓRIA DA IGREJA - CURSO BÁSICO EM TEOLOGIA
 
Curso de teologia IBADEP
Curso de teologia IBADEPCurso de teologia IBADEP
Curso de teologia IBADEP
 
14 periodo da igreja primitiva
14  periodo da igreja primitiva14  periodo da igreja primitiva
14 periodo da igreja primitiva
 
Lição 7 - A ordenança do batismo em águas
Lição 7 - A ordenança do batismo em águasLição 7 - A ordenança do batismo em águas
Lição 7 - A ordenança do batismo em águas
 
Ressurreição
RessurreiçãoRessurreição
Ressurreição
 
O Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da IgrejaO Arrebatamento da Igreja
O Arrebatamento da Igreja
 
O batismo nas águas
O  batismo nas águasO  batismo nas águas
O batismo nas águas
 
Esmirna, a igreja confessante e mártir
Esmirna, a igreja confessante e mártirEsmirna, a igreja confessante e mártir
Esmirna, a igreja confessante e mártir
 
O propósito dos dons espirituais
O propósito dos dons espirituaisO propósito dos dons espirituais
O propósito dos dons espirituais
 
Evangelismo estudo pratico
Evangelismo   estudo pratico Evangelismo   estudo pratico
Evangelismo estudo pratico
 
Historia da igreja i aula 1
Historia da igreja i  aula 1Historia da igreja i  aula 1
Historia da igreja i aula 1
 
O tribunal de cristo e os galardões
O tribunal de cristo e os galardõesO tribunal de cristo e os galardões
O tribunal de cristo e os galardões
 
Lição 2 a morte
Lição 2 a morteLição 2 a morte
Lição 2 a morte
 
Dons espirituais
Dons espirituaisDons espirituais
Dons espirituais
 

Semelhante a Lição 10 - As manifestações do espírito santo

As manifestaçoes do Espirito Santo
As manifestaçoes do Espirito SantoAs manifestaçoes do Espirito Santo
As manifestaçoes do Espirito Santo
Hamilton Souza
 
As Manifestações do Espírito Santo.
As Manifestações do Espírito Santo.As Manifestações do Espírito Santo.
As Manifestações do Espírito Santo.
Márcio Martins
 
Apresentao batismo com esprito santo
Apresentao   batismo com esprito santoApresentao   batismo com esprito santo
Apresentao batismo com esprito santo
Jairosoliveira
 
As Manifestações do Espírito Santo - Lição 10 – CPAD – 3 Trim./2017
As Manifestações do Espírito Santo - Lição 10 – CPAD – 3 Trim./2017As Manifestações do Espírito Santo - Lição 10 – CPAD – 3 Trim./2017
As Manifestações do Espírito Santo - Lição 10 – CPAD – 3 Trim./2017
José Pereira
 
As Manifestações do Espírito Santo
As Manifestações do Espírito SantoAs Manifestações do Espírito Santo
As Manifestações do Espírito Santo
Luciana Evangelista
 
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 10 - As manifestações do Espírito Santo
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 10 - As manifestações do Espírito SantoLBA 2017 3 TRI LIÇÃO 10 - As manifestações do Espírito Santo
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 10 - As manifestações do Espírito Santo
Natalino das Neves Neves
 
007 conhecimento de deus - j.i.packer - espirito-vf
007   conhecimento de deus - j.i.packer - espirito-vf007   conhecimento de deus - j.i.packer - espirito-vf
007 conhecimento de deus - j.i.packer - espirito-vf
airtonbatista
 
Lição 10 - As Manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As Manifestações do Espírito SantoLição 10 - As Manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As Manifestações do Espírito Santo
I.A.D.F.J - SAMAMABAIA SUL
 
Lição 10 - As manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As manifestações do Espírito SantoLição 10 - As manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As manifestações do Espírito Santo
Éder Tomé
 
Pregação-Vento Impetuoso
Pregação-Vento ImpetuosoPregação-Vento Impetuoso
Pregação-Vento Impetuoso
Gustavo Pereira dos Santos
 
A doutrina do espírito santo.ppt 2
A doutrina do espírito santo.ppt 2A doutrina do espírito santo.ppt 2
A doutrina do espírito santo.ppt 2
ESTUDANTETEOLOGIA
 
[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 7 - A oração ...
[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 7 - A oração ...[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 7 - A oração ...
[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 7 - A oração ...
José Carlos Polozi
 
SLIDES - EBD - Lição 8 - A Sutileza do Enfraquecimento da Identidade Pentecos...
SLIDES - EBD - Lição 8 - A Sutileza do Enfraquecimento da Identidade Pentecos...SLIDES - EBD - Lição 8 - A Sutileza do Enfraquecimento da Identidade Pentecos...
SLIDES - EBD - Lição 8 - A Sutileza do Enfraquecimento da Identidade Pentecos...
José Laurindo
 
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 10
E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 10E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 10
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 10
Joel Silva
 
Lição 2 - E todos foram cheios do Espírito Santo
Lição 2 - E todos foram cheios do Espírito SantoLição 2 - E todos foram cheios do Espírito Santo
Lição 2 - E todos foram cheios do Espírito Santo
Éder Tomé
 
Fogo
FogoFogo
Batismo com o Espírito Santo
Batismo com o Espírito SantoBatismo com o Espírito Santo
Batismo com o Espírito Santo
Joselito Machado
 
Fogo
FogoFogo
Licao 2 2 trim - 2020 a sublimidade das bencaos espirituais em cristo
Licao 2   2 trim - 2020 a sublimidade das bencaos espirituais em cristoLicao 2   2 trim - 2020 a sublimidade das bencaos espirituais em cristo
Licao 2 2 trim - 2020 a sublimidade das bencaos espirituais em cristo
Vilma Longuini
 
Cetadeb sonora- ms
Cetadeb  sonora- msCetadeb  sonora- ms
Cetadeb sonora- ms
Anjela Paes Bueno
 

Semelhante a Lição 10 - As manifestações do espírito santo (20)

As manifestaçoes do Espirito Santo
As manifestaçoes do Espirito SantoAs manifestaçoes do Espirito Santo
As manifestaçoes do Espirito Santo
 
As Manifestações do Espírito Santo.
As Manifestações do Espírito Santo.As Manifestações do Espírito Santo.
As Manifestações do Espírito Santo.
 
Apresentao batismo com esprito santo
Apresentao   batismo com esprito santoApresentao   batismo com esprito santo
Apresentao batismo com esprito santo
 
As Manifestações do Espírito Santo - Lição 10 – CPAD – 3 Trim./2017
As Manifestações do Espírito Santo - Lição 10 – CPAD – 3 Trim./2017As Manifestações do Espírito Santo - Lição 10 – CPAD – 3 Trim./2017
As Manifestações do Espírito Santo - Lição 10 – CPAD – 3 Trim./2017
 
As Manifestações do Espírito Santo
As Manifestações do Espírito SantoAs Manifestações do Espírito Santo
As Manifestações do Espírito Santo
 
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 10 - As manifestações do Espírito Santo
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 10 - As manifestações do Espírito SantoLBA 2017 3 TRI LIÇÃO 10 - As manifestações do Espírito Santo
LBA 2017 3 TRI LIÇÃO 10 - As manifestações do Espírito Santo
 
007 conhecimento de deus - j.i.packer - espirito-vf
007   conhecimento de deus - j.i.packer - espirito-vf007   conhecimento de deus - j.i.packer - espirito-vf
007 conhecimento de deus - j.i.packer - espirito-vf
 
Lição 10 - As Manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As Manifestações do Espírito SantoLição 10 - As Manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As Manifestações do Espírito Santo
 
Lição 10 - As manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As manifestações do Espírito SantoLição 10 - As manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As manifestações do Espírito Santo
 
Pregação-Vento Impetuoso
Pregação-Vento ImpetuosoPregação-Vento Impetuoso
Pregação-Vento Impetuoso
 
A doutrina do espírito santo.ppt 2
A doutrina do espírito santo.ppt 2A doutrina do espírito santo.ppt 2
A doutrina do espírito santo.ppt 2
 
[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 7 - A oração ...
[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 7 - A oração ...[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 7 - A oração ...
[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 7 - A oração ...
 
SLIDES - EBD - Lição 8 - A Sutileza do Enfraquecimento da Identidade Pentecos...
SLIDES - EBD - Lição 8 - A Sutileza do Enfraquecimento da Identidade Pentecos...SLIDES - EBD - Lição 8 - A Sutileza do Enfraquecimento da Identidade Pentecos...
SLIDES - EBD - Lição 8 - A Sutileza do Enfraquecimento da Identidade Pentecos...
 
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 10
E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 10E.b.d   adultos 3ºtrimestre 2017 lição 10
E.b.d adultos 3ºtrimestre 2017 lição 10
 
Lição 2 - E todos foram cheios do Espírito Santo
Lição 2 - E todos foram cheios do Espírito SantoLição 2 - E todos foram cheios do Espírito Santo
Lição 2 - E todos foram cheios do Espírito Santo
 
Fogo
FogoFogo
Fogo
 
Batismo com o Espírito Santo
Batismo com o Espírito SantoBatismo com o Espírito Santo
Batismo com o Espírito Santo
 
Fogo
FogoFogo
Fogo
 
Licao 2 2 trim - 2020 a sublimidade das bencaos espirituais em cristo
Licao 2   2 trim - 2020 a sublimidade das bencaos espirituais em cristoLicao 2   2 trim - 2020 a sublimidade das bencaos espirituais em cristo
Licao 2 2 trim - 2020 a sublimidade das bencaos espirituais em cristo
 
Cetadeb sonora- ms
Cetadeb  sonora- msCetadeb  sonora- ms
Cetadeb sonora- ms
 

Mais de Erberson Pinheiro

A bíblia: origem e propósito
A bíblia: origem e propósitoA bíblia: origem e propósito
A bíblia: origem e propósito
Erberson Pinheiro
 
Lição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristã
Lição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristãLição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristã
Lição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristã
Erberson Pinheiro
 
Lição 7 - A salvação pela graça
Lição 7 - A salvação pela graçaLição 7 - A salvação pela graça
Lição 7 - A salvação pela graça
Erberson Pinheiro
 
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvaçãoLição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Erberson Pinheiro
 
Lutero e a reforma protestante
Lutero e a reforma protestanteLutero e a reforma protestante
Lutero e a reforma protestante
Erberson Pinheiro
 
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus CristoLição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Erberson Pinheiro
 
Lição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade social
Lição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade socialLição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade social
Lição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade social
Erberson Pinheiro
 
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deusLição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
Erberson Pinheiro
 
Lição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutíferoLição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Erberson Pinheiro
 
Lição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneo
Lição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneoLição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneo
Lição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneo
Erberson Pinheiro
 
Lição 3 - A salvação e o advento do Salvador
Lição 3 - A salvação e o advento do SalvadorLição 3 - A salvação e o advento do Salvador
Lição 3 - A salvação e o advento do Salvador
Erberson Pinheiro
 
Lição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deus
Lição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deusLição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deus
Lição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deus
Erberson Pinheiro
 
Lição 2 - Pecado uma realidade humana
Lição 2 - Pecado uma realidade humanaLição 2 - Pecado uma realidade humana
Lição 2 - Pecado uma realidade humana
Erberson Pinheiro
 
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelouLição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
Erberson Pinheiro
 
Lição 1 - Relevantes como o sal, resplandecentes como a luz
Lição 1 - Relevantes como o sal, resplandecentes como a luzLição 1 - Relevantes como o sal, resplandecentes como a luz
Lição 1 - Relevantes como o sal, resplandecentes como a luz
Erberson Pinheiro
 
Lição 1 - Uma promessa de salvação
Lição 1 - Uma promessa de salvaçãoLição 1 - Uma promessa de salvação
Lição 1 - Uma promessa de salvação
Erberson Pinheiro
 
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Erberson Pinheiro
 
Lição 13 - O tempo de deus está próximo
Lição 13 - O tempo de deus está próximoLição 13 - O tempo de deus está próximo
Lição 13 - O tempo de deus está próximo
Erberson Pinheiro
 
Lição 13 - Sobre a família e a sua natureza
Lição 13 - Sobre a família e a sua naturezaLição 13 - Sobre a família e a sua natureza
Lição 13 - Sobre a família e a sua natureza
Erberson Pinheiro
 
Lição 12 - O mundo vindouro
Lição 12 - O mundo vindouroLição 12 - O mundo vindouro
Lição 12 - O mundo vindouro
Erberson Pinheiro
 

Mais de Erberson Pinheiro (20)

A bíblia: origem e propósito
A bíblia: origem e propósitoA bíblia: origem e propósito
A bíblia: origem e propósito
 
Lição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristã
Lição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristãLição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristã
Lição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristã
 
Lição 7 - A salvação pela graça
Lição 7 - A salvação pela graçaLição 7 - A salvação pela graça
Lição 7 - A salvação pela graça
 
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvaçãoLição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
 
Lutero e a reforma protestante
Lutero e a reforma protestanteLutero e a reforma protestante
Lutero e a reforma protestante
 
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus CristoLição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
 
Lição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade social
Lição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade socialLição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade social
Lição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade social
 
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deusLição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
 
Lição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutíferoLição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
 
Lição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneo
Lição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneoLição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneo
Lição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneo
 
Lição 3 - A salvação e o advento do Salvador
Lição 3 - A salvação e o advento do SalvadorLição 3 - A salvação e o advento do Salvador
Lição 3 - A salvação e o advento do Salvador
 
Lição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deus
Lição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deusLição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deus
Lição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deus
 
Lição 2 - Pecado uma realidade humana
Lição 2 - Pecado uma realidade humanaLição 2 - Pecado uma realidade humana
Lição 2 - Pecado uma realidade humana
 
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelouLição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
 
Lição 1 - Relevantes como o sal, resplandecentes como a luz
Lição 1 - Relevantes como o sal, resplandecentes como a luzLição 1 - Relevantes como o sal, resplandecentes como a luz
Lição 1 - Relevantes como o sal, resplandecentes como a luz
 
Lição 1 - Uma promessa de salvação
Lição 1 - Uma promessa de salvaçãoLição 1 - Uma promessa de salvação
Lição 1 - Uma promessa de salvação
 
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
 
Lição 13 - O tempo de deus está próximo
Lição 13 - O tempo de deus está próximoLição 13 - O tempo de deus está próximo
Lição 13 - O tempo de deus está próximo
 
Lição 13 - Sobre a família e a sua natureza
Lição 13 - Sobre a família e a sua naturezaLição 13 - Sobre a família e a sua natureza
Lição 13 - Sobre a família e a sua natureza
 
Lição 12 - O mundo vindouro
Lição 12 - O mundo vindouroLição 12 - O mundo vindouro
Lição 12 - O mundo vindouro
 

Último

PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
André Ricardo Marcondes
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 

Último (16)

PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 

Lição 10 - As manifestações do espírito santo

  • 1. As manifestações do Espírito Santo www.ebdemfoco.comErberson R. Pinheiro dos Santos Lição 10
  • 2. “Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos e a todos os que estão longe: a tantos quantos Deus, nosso Senhor, chamar” (At 2.39)." Texto Áureo
  • 3. Cremos na atualidade do batismo no Espírito Santo e dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação." Verdade prática
  • 4. Atos 2 1 — Cumprindo-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar; 2 — e, de repente, veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados. 3 — E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles. LEITURA BÍBLICA EM CLASSE (Atos 2.1-6; 1 Coríntios 12.1-7.)
  • 5. 4 — E todos foram cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem. 5 — E em Jerusalém estavam habitando judeus, varões religiosos, de todas as nações que estão debaixo do céu. 6 — E, correndo aquela voz, ajuntou-se uma multidão e estava confusa, porque cada um os ouvia falar na sua própria língua.
  • 6. 1 Coríntios 12 1 — Acerca dos dons espirituais, não quero, irmãos, que sejais ignorantes. 2 — Vós bem sabeis que éreis gentios, levados aos ídolos mudos, conforme éreis guiados. 3 — Portanto, vos quero fazer compreender que ninguém que fala pelo Espírito de Deus diz: Jesus é anátema! E ninguém pode dizer que Jesus é o Senhor, senão pelo Espírito Santo.
  • 7. 4 — Ora, há diversidade de dons, mas o Espírito é o mesmo. 5 — E há diversidade de ministérios, mas o Senhor é o mesmo. 6 — E há diversidade de operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos. 7 — Mas a manifestação do Espírito é dada a cada um para o que for útil.
  • 9. As manifestações do Espírito de Deus, tais como veremos, dizem respeito, primeiramente ao batismo no Espírito Santo e aos dons espirituais. São dois temas da teologia pentecostal que nunca se esgotam.
  • 10. Os dons do Espírito nunca cessaram. Não somente a Bíblia, mas também o testemunho da história, e da experiência cristã, corrobora essa verdade.
  • 11. A Descida do Espírito Santo I www.ebemfoco.com
  • 12. 1. A experiência do Pentecostes
  • 13. Não é difícil descobrir na Bíblia o que é o batismo no Espírito Santo. João Batista disse E eu, em verdade, vos batizo com água, para o arrependimento; mas aquele que vem após mim é mais poderoso do que eu; não sou digno de levar as suas sandálias; ele vos batizará com o Espírito Santo e com fogo (Mt 3.11).
  • 14. O próprio Senhor Jesus se referiu a esse batismo como a promessa do Pai (At 1.4) e acrescentou: Porque, na verdade, João batizou com água, mas vós sereis batizados com o Espírito Santo, não muito depois destes dias” (At 1.5). Mateus 3.11 Atos 2.2-4
  • 15. O apóstolo Pedro identificou a experiência de Cornélio Com a promessa anunciada por João Batista e reiterada pelo Senhor Jesus. E, dizendo Pedro ainda estas palavras, caiu o Espírito Santo sobre todos os que ouviam a palavra. Atos 10:44 mas vós sereis batizados com o Espírito Santo. Atos 11:16
  • 16. 2. Batismo “no” Espírito Santo ou “com o” Espírito Santo?
  • 17. A ideia de batismo no Novo Testamento é de imersão, submersão (Rm 6.3,4; Cl 2.12). As duas traduções são legítimas à luz da gramática grega e aceitáveis de acordo com o contexto.
  • 18. Eu vos batizo com água, para arrependimento; mas aquele que vem depois de mim é mais poderoso do que eu, cujas sandálias não sou digno de levar. Ele vos batizará com o Espírito Santo e com fogo. Mateus 3.11 A Almeida Revista e Atualizada tem uma nota em Mateus 3.11 e Atos 1.5
  • 19. Eu vos batizo com água, para arrependimento; mas aquele que vem depois de mim é mais poderoso do que eu, cujas sandálias não sou digno de levar. Ele vos batizará com o Espírito Santo e com fogo. Mateus 3.11 A Almeida Revista e Atualizada tem uma nota em Mateus 3.11 e Atos 1.5 Em Em + o = no Tradução válida.
  • 20. A Versão Almeida Revisada da Imprensa Bíblica Brasileira emprega: • “batizar em água” • “batizar no Espírito Santo” Em água Com água Dá a ideia de aspersão. Dá a ideia de imersão.
  • 22. Há três sinais que mostram a ação sobrenatural do Espírito Santo por ocasião de sua descida no dia de Pentecostes: O som como de um vento (At 2.2). A visão das línguas repartidas como que de fogo (2.3) O falar em línguas (2.4). 1 2 3
  • 23. Os dois primeiros sinais jamais se repetirão. Vento Fogo O nascimento de Jesus teve sinais extraordinários, porém diferente. tiveram como objetivo anunciar a chegada do Espírito Santo.
  • 24. O dia de pentecostes. Inaugurou a Igreja. Marcou a chegada do Espírito Santo
  • 25. E de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, Atos 2:2 Mas não era vento. E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles. Atos 2:3 E apareceu-lhe o anjo do Senhor em uma chama de fogo do meio duma sarça; e olhou, e eis que a sarça ardia no fogo, e a sarça não se consumia. Êxodo 3:2 lembrava o fogo de Deus
  • 28. As línguas do Pentecostes eram sobrenaturais. outro de tipo diferente E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem. Atos 2:4 héterais Há quem questione. Línguas estranhas? Mas a fonte delas é o próprio Espírito Santo.
  • 29. “cada um os ouvia falar em sua própria língua” Atos 2.6. A outra evidência está presente na audição Como, pois, os ouvimos, cada um, na nossa própria língua em que somos nascidos? Atos 2:8 todos nós temos ouvido em nossas próprias línguas falar das grandezas de Deus. Atos 2:11
  • 31. Manifestação das línguas estranhas no batismo no Espírito Santo. Manifestação das línguas estranhas como um dos dons espirituais. Glossa = língua, idioma Lalía = modo de falar
  • 32. porque o que profetiza é maior do que o que fala em línguas, a não ser que também interprete para que a igreja receba edificação. 1 Coríntios 14:5 lalein glosais outras línguas. As línguas manifestas no dia de Pentecostes. São as mesmas que aparecem na lista dos dons espirituais.
  • 34. O falar em “outras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem” (At 2.4). É a evidência inicial do batismo no Espírito Santo. Aconteceu na casa do centurião Cornélio (At 10.45,46). Aconteceu com a chegada de Paulo em Éfeso (At 19.6). Acontece hoje.
  • 35. As línguas, as profecias e a ciência são válidas para os nossos dias. Mas vão cessar por ocasião da vinda de Jesus (1Co 13.8-10).
  • 37. 1. O batismo no Espírito Santo não é sinônimo de salvação
  • 38. Salvação Batismo no Espírito Santo. Todos os crentes em Jesus já têm o Espírito Santo.
  • 39. O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito. Jo 3.6 Na regeneração, o Espírito promove o novo nascimento, O pecador recebe o Espírito no exato momento em que aceita, de verdade, a Jesus e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa; Efésios 1:13
  • 40. alegrai-vos antes por estarem os vossos nomes escritos nos céus Lucas 10:20 Antes do pentecostes Tinham o nome nos céus.
  • 41. Antes do pentecostes Recebei o Espírito Santo. João 20:22 Tinham o Espírito Santo.
  • 42. 2. Definição e propósitos.
  • 43. O batismo no Espírito Santo é o recebimento de poder espiritual para realizar a obra da expansão do Evangelho em todo o mundo. E em seu nome se pregasse o arrependimento e a remissão dos pecados, em todas as nações, começando por Jerusalém. Lucas 24:47
  • 44. O seu propósito é capacitar o crente a viver uma vida cristã vitoriosa e, sobretudo, para testemunhar com ousadia sobre a sua fé em Cristo. Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra. Atos 1:8
  • 45. É um revestimento de poder para viver a vida regenerada. Um poder espiritual que contribui para a edificação interior da vida cristã do crente e que o ajuda quando a mente não pode fazê-lo.
  • 47. 1. Os dons espirituais.
  • 48. Nos capacita a continuar a missão de Cristo. Poder na vida da igreja.
  • 49. A Igreja não se sustenta sozinha Por isso o Senhor Jesus enviou o Espírito Santo. E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre; João 14:16
  • 50. Há pelo menos três listas dos dons espirituais Romanos 12.6-8 1 Coríntios 12.8-10 1 Coríntios 12.28-30 1. Palavra de sabedoria; 2. Palavra da ciência; 3. Fé; 4. Cura; 5. Operação de maravilhas; 6. Profecia; 7. Discernimento de Espírito; 8. Variedade de línguas; 9. Interpretação de línguas. 1. Apóstolos; 2. Profetas; 3. Doutores; 4. Milagres; 5. Curas; 6. Socorros; 7. Governos; 8. Variedade de línguas. 1. Profecia; 2. Ministrar; 3. Ensinar; 4. Exortar; 5. Repartir; 6. Presidir; 7. Exercer misericórdia.
  • 51. 2. Os dons são dados aos crentes individualmente.
  • 52. A manifestação dos dons ocorre por meio das três Pessoas da Trindade Pelo Espírito, na “diversidade de dons” (1Co 12.4); Pelo Senhor, na “diversidade de ministérios” (v.5); Pelo Deus Pai, na “diversidade de operações” (v.6).
  • 53. O Espírito Santo é a fonte. Essa manifestação é dada por Ele “a cada um para o que for útil” (1Co 12.7) Não é para exibição ou ostentação do crente, porque o mérito é do Senhor Jesus (At 3.12). Mas um só e o mesmo Espírito opera todas estas coisas, repartindo particularmente a cada um como quer. 1 Coríntios 12:11
  • 54. Conclusão A descida do Espírito Santo é acompanhada dos dons espirituais. Eles são atuais na vida da Igreja e são dados a cada um para o que for útil, sempre para o bem da igreja local. Trata-se de ferramentas importantes e indispensáveis para os crentes, razão pela qual devemos lhes dar a devida atenção.
  • 55. Qual sinal sobrenatural ocorrido no dia de Pentecostes que se repete na história da Igreja? A glossolalia. O que é a glossolalia? É a manifestação das línguas estranhas no batismo no Espírito Santo bem como das línguas como um dos dons espirituais. Qual é a evidência inicial do batismo no Espírito Santo? O falar em “outras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem” (At 2.4), é a evidência inicial do batismo no Espírito Santo.
  • 56. Qual o propósito do batismo no Espírito Santo? O seu propósito é capacitar o crente a viver uma vida cristã vitoriosa e, sobretudo, para testemunhar com ousadia sobre a sua fé em Cristo (At 1.8). Que são dons espirituais? São manifestações do poder de Deus que nos capacitam a continuar a missão de Cristo no mundo e as demonstrações desse poder na vida da Igreja (At 1.8).
  • 58. Vantagens do slide em PowerPoint:  Você pode editar;  Tem muitas animações;  É mais interativo. Baixe em Power Point www.ebdemfoco.com Cursos de capacitação
  • 59. Cursos do EBD em Foco
  • 60. Aulas ao vivo sobre educação cristã www.ebdemfoco.com/p/aovivo
  • 61. Fique por dentro do conteúdo da Escola Bíblica Dominical. Acesse o site www.ebdemfoco.com