SlideShare uma empresa Scribd logo
A Bíblia
Sua origem e propósito.
Erberson R. Pinheiro dos Santos
www.ebdemfoco.com
Sumário
 O cânon das Escrituras
 O cânon do Antigo Testamento
 O cânon do Novo Testamento
 A inspiração das Escrituras
 O propósito das Escrituras
 A clareza da Bíblia
 A necessidade da Bíblia
 A suficiência da Bíblia
 Conclusão
 Referências bibliográficas www.ebdemfoco.com
Introdução
Foi escrita por mais de 40
autores.
A Bíblia foi escrita ao longo de um período de 1600 anos.Gênesis Apocalipse
1440 a.C. 96 d.C.
Foi escrita em tempo de guerras e
tempo de paz.
 Reis;
 Profetas;
 Sacerdotes;
 Simples pescadores;
 Médico (Lucas),
Introdução
Não contém erro algum.
A Bíblia é um Livro exato
O que mais impacta a humanidade é
que, apesar de tudo isso... Toda a Escritura é divinamente
inspirada, e proveitosa para
ensinar, para redarguir, para
corrigir, para instruir em justiça;
Para que o homem de Deus seja
perfeito, e perfeitamente
instruído para toda a boa obra. 2
Timóteo 3:16,17
O cânon das Escrituras
O cânon das Escrituras
O que é um
cânon? A lista dos escritos
reconhecidos pela
igreja como
documentos de
revelação divina.
Cânon
κανών = kanon
No grego
Vara reta, usada
como régua.
O cânon do Antigo
Testamento
O cânon das Escrituras: Os dois testamentos
A palavra testamento em
português normalmente significa
os últimos desejos (a “última
vontade e testamento” de alguém).
Mas este não é o sentido que a palavra é
usada no que diz respeito às duas partes
da Bíblia cristã.
O cânon das Escrituras: Os dois testamentos
Tem um significado mais amplo.
Testamento
Διαθήκη = Diatheke
No grego
Testamento ou Aliança.
Um acordo entre Deus e os seres
humanos.
O cânon das Escrituras: Os dois testamentos
A parte superior concede
certos privilégios à outra
parte que é inferior.
A parte inferior assume
certas obrigações com a
parte superior.
Deus fez uma
aliança com Noé.
Deus fez uma
aliança com Abraão.
Deus fez uma aliança
com o povo de Israel.
Deus fez uma NOVA
aliança com o seu povo.
O cânon das Escrituras: Os dois testamentos
Cada uma dessas alianças
Antiga no Sinai A nova inaugurada por
JesusGerou uma coleção
especial de literatura
que vieram a ser
conhecidas na igreja
como “Os livros da
Antiga Aliança” e
“Os Livros da Nova
Aliança”.
O cânon das Escrituras: O Antigo Testamento
Na Bíblia hebraica, os
livros estão dispostos em
três divisões:
A lei Os profetas Os escritos
O cânon das Escrituras: O Antigo Testamento
O cânon das Escrituras: O Antigo Testamento
A origem da organização dos livros na
Bíblia hebraica não pode ser rastreada.
Acredita-se que a divisão em três partes corresponda às três
etapas nas quais os livros receberam reconhecimento canônico.
A primeira parte a ser
canonizada foi a Lei.
Depois do retorno
do exílio.
A segunda parte a ser
canonizada foi os profetas.
No final do século
III a. C.
A terceira parte a ser
canonizada foi os escritos.
No século I d. C.
Deve-se indicar, todavia, que apesar de todos os seus atrativos,
esta explicação é totalmente hipotética. Não existe, seja no Antigo
Testamento ou em qualquer outro lugar, a menor evidência
documental para ela.
O cânon das Escrituras: O Antigo Testamento
Lembre-se que apresar de não sabermos quando
o A. T. foi organizado, todos o seu conteúdo
sempre foi considerado a palavra de Deus.
Êx 24.3-7
Dt 31.26
2Rs 23.1-3
Ne 8.1 – 9.38
e disseram a Esdras, o
escriba, que trouxesse o
livro da lei de Moisés, que o
SENHOR tinha ordenado a
Israel. Neemias 8:1
O cânon das Escrituras: O Antigo Testamento
A divisão do Antigo Testamento de acordo com o cristianismo protestante.
O cânon do Novo
Testamento
O cânon das Escrituras: O Novo Testamento
O Novo Testamento foi escrito dentro de um período de cinquenta anos.
1. Século I
2. Primeira Metade do Século II
3. Segunda Metade do Século II
4. Século III
5. Século IV
A canonização dos
livros do Novo
Testamento foi um
processo lento e
gradual.
Aconteceu em 5 períodos.
1 Tessalonicenses Apocalipse
50 d. C. 96 d. C.
O cânon das Escrituras: O Novo Testamento
1. Século I
Naturalmente, muitos livros
foram escritos, mas também
já começaram a ser copiados
e divulgados pelas igrejas.
2. Primeira Metade do Século II
À medida que iam se tornando cada
vez mais conhecidos e apreciados
pelo que continham, passaram a ser
citados como fonte de autoridade.
Clemente, Policarpo e Inácio, usaram grande parte
do material do Novo Testamento.
O cânon das Escrituras: O Novo Testamento
3. Segunda Metade do Século II 4. Século III
5. Século IV
Já detinham um lugar reconhecido
ao lado do Antigo Testamento como
"Escritura", quando então passaram
a ser traduzidos para as línguas
regionais.
A compilação de livros em um "Novo
Testamento" completo estava em
andamento, juntamente com um processo
de seleção que os ia distinguindo das
outras literaturas cristãs.
Os pais da Igreja do século IV afirmando
que conclusões relacionadas ao cânon
haviam sido alcançadas, o que indica a
aceitação por toda a Igreja.
O cânon das Escrituras: O Novo Testamento
Critérios para um livro ser aceito
no Novo Testamento.
1º Critério
O livro tinha que ser escrito por um
apóstolo ou por alguém estritamente
associado a ele.
2º Critério
O livro tinha que ter consistência
doutrinária. Com o padrão do A. T. e o
ensino dos apóstolos.
3º Critério
O livro tinha que ter sido aceito nas
igrejas continuamente por um tempo.
O cânon das Escrituras: O Novo Testamento
O cânon das Escrituras: O Novo Testamento
Os escritos dos apóstolos se revestiam da mesma autoridade
dos livros do Antigo Testamento já desde a Era Apostólica.
E tende por salvação a longanimidade de nosso Senhor; como também o nosso
amado irmão Paulo vos escreveu, segundo a sabedoria que lhe foi dada;
Falando disto, como em todas as suas epístolas, entre as quais há pontos
difíceis de entender, que os indoutos e inconstantes torcem, e igualmente as
outras Escrituras, para sua própria perdição. 2 Pedro 3:15,16
O cânon das Escrituras: O Novo Testamento
Não ligarás a boca ao boi que debulha. Dt 25.7
Digno é o obreiro do seu salário. Lc 10.7
Chamando ambas de “Escritura.
Porque diz a Escritura:
Não ligarás a boca ao boi
que debulha. E: Digno é o
obreiro do seu salário”
(1Tm 5.18).
A inspiração das Escrituras
A inspiração das Escrituras
Deus se revelou. Mas como
se deu o registro dessa
revelação?
O registro dessa revelação sob a
influência do Espírito Santo.
Através da
inspiração.
A inspiração das Escrituras
“homens santos falaram da parte de Deus, movidos pelo Espírito Santo”
(2Pe 1.21).
Escreveram 66 livros
inspirados.
A inspiração das Escrituras
Eles receberam os oráculos
divinos de forma:
 Especial
 Exclusiva
 Única
 Milagrosa
Ninguém mais,
além deles, foi
usado por Deus
dessa maneira
específica.
Palavra
de Deus.
A inspiração das Escrituras
“Toda a Escritura é inspirada por Deus” (v.16, ARA).
theopneustos
Theos = Deus Pneo = soprar.
Isso significa que o
texto sagrado foi
“soprado por Deus”.
A inspiração das Escrituras
teopneustia Inspiração divina da Bíblia
Inspiração divina que
presidiu à redação das
Sagradas Escrituras.
Essa ideia foi
defendida
pelos pais da
igreja.
A inspiração das Escrituras
O apóstolo Paulo deixa isso muito claro quando afirma que “toda
a Escritura é divinamente inspirada”.
Toda! ADe
Menos inspiradoMais inspirado Isso não existe.
Todos têm o mesmo grau
de inspiração e autoridade.
A inspiração das Escrituras
E também que as ideias vieram de Deus (2Pe 1.21).
Cada palavra foi inspirada pelo Espírito Santo (1Co 2.13);
A inspiração das Escrituras
Amós era pastor. Daniel era político. Ezequiel era sacerdote. Lucas era médico.
Deus usou cada escritor em sua geração e em sua cultura, com seus
diversos graus de instrução.
Eles não foram tratados como meras máquinas, mas como
instrumentos usados pelo Espírito Santo.
O propósito das Escrituras
O propósito das Escrituras
Qual o propósito das
escrituras?
Ensinar a salvação em Cristo.
E que desde a tua meninice sabes as sagradas
Escrituras, que podem fazer-te sábio para a
salvação, pela fé que há em Cristo Jesus.
2 Timóteo 3:15
O propósito das Escrituras
A Bíblia e Cristo são inseparáveis.
Do Antigo ao Novo Testamento, Ele é o personagem central.
O propósito das Escrituras
para instruir em justiça;
2 Timóteo 3:16
Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar,
para redarguir, para corrigir
A clareza da Bíblia
A clareza da Bíblia
A Bíblia é escrita de tal forma que todas as
coisas necessárias para alguém tornar
cristão, viver como cristão e crescer como
cristão estão claras.
Embora alguns trechos das
escrituras pareçam difíceis de
compreender.
A clareza da Bíblia
A compreensão adequada das escrituras
frequentemente é mais influenciada pela
condição espiritual de um indivíduo do
que pela sua capacidade espiritual.
Ora, o homem natural não
compreende as coisas do
Espírito de Deus, porque lhe
parecem loucura; e não pode
entendê-las, porque elas se
discernem espiritualmente.
1 Coríntios 2:14
A clareza da Bíblia
Quando as pessoas discordam acerca da
interpretação adequada de uma
passagem bíblica.
O problema não está na Bíblia, está
em nós.
A necessidade da Bíblia
A necessidade da Bíblia
Precisamos ler a Bíblia ou ouvir
alguém dizer o que está nela.
Para que possamos conhecer a Deus,
pedir perdão dos pecados e saber a
vontade de Deus.
A necessidade da Bíblia
A vida cristã não somente começa
com a Bíblia, mas também cresce
floresce por meio dela.
Ele, porém, respondendo, disse: Está
escrito: Nem só de pão viverá o homem,
mas de toda a palavra que sai da boca de
Deus. Mateus 4:4
Assim como a nossa
vida física é mantida
pelo alimento físico
diário.
Assim a nossa vida
espiritual é mantida
pelo alimento diário
da Palavra de Deus.
A suficiência da Bíblia
A suficiência da Bíblia
Hoje temos acesso ao Antigo
e ao Novo Testamento.
A revelação completa de
Deus para nós.
É apenas na Bíblia que
buscamos as palavras
de Deus para nós.
Tudo o que Deus quis
dizer ao seu povo, pode
ser encontrado nas
páginas da Bíblia.
Redenção
Regras de conduta
Felicidade eterna
A suficiência da Bíblia
E quando não
encontramos o
que buscamos?
Não temos permissão para
ACRESCENTAR nada nas Escrituras.
Também não temos permissão para
RETIRAR algo da Bíblia.
Devemos nos
contentar com o
que Deus nos
disse na Bíblia.
Conclusão
Conclusão
Cremos que a Bíblia é a única revelação
escrita de Deus para toda a humanidade e
que Deus usou pessoas comuns para escrever
as suas palavras, por meio da inspiração do
Espírito Santo.
A Bíblia é a nossa única regra de fé. Através
dela, chegamos à salvação em Cristo e
vivemos uma vida cristã completa.
www.ebdemfoco.com
Referências bibliográficas
 Entenda a fé cristã (Wayne Grudem)
 Teologia sistemática (Wayne Grudem)
 O cânon das escrituras (F. F. Bruce)
 Introdução ao estudo do Novo Testamento (Broadus David Halle)
www.ebdemfoco.com
Atenção
Se você adquiriu esse slide fora do site oficial do EBD em
Foco, saiba que ele foi pirateado.
O EBD em Foco não autoriza a venda e a distribuição dos
seus slides em PowerPoint fora da sua plataforma.
Os slides em PDF são gratuitos e podem ser distribuídos.
www.ebdemfoco.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O pentateuco
O pentateucoO pentateuco
Aula 02- O Cânon Sagrado
Aula 02- O Cânon SagradoAula 02- O Cânon Sagrado
Aula 02- O Cânon Sagrado
Maxsuel Aquino
 
COMO A BÍBLIA CHEGOU ATÉ NÓS
COMO A BÍBLIA CHEGOU ATÉ NÓSCOMO A BÍBLIA CHEGOU ATÉ NÓS
COMO A BÍBLIA CHEGOU ATÉ NÓS
Antonio Marcos
 
Bibliologia - Introdução - Aula 01
Bibliologia - Introdução - Aula 01Bibliologia - Introdução - Aula 01
Bibliologia - Introdução - Aula 01
Erivelton Rodrigues Nunes
 
Hermenêutica Bíblica
Hermenêutica Bíblica Hermenêutica Bíblica
Hermenêutica Bíblica
Marcos Aurélio
 
O Cânone Das Escrituras
O Cânone Das EscriturasO Cânone Das Escrituras
O Cânone Das Escrituras
DimensaoCatolica
 
O cânon do novo testamento
O cânon do novo testamentoO cânon do novo testamento
O cânon do novo testamento
Bruno Cesar Santos de Sousa
 
A formação da bíblia
A formação da bíbliaA formação da bíblia
A formação da bíblia
Bruno Cesar Santos de Sousa
 
Bibliologia - Inspiração - Cânon das Escrituras Sagradas
Bibliologia - Inspiração - Cânon das Escrituras SagradasBibliologia - Inspiração - Cânon das Escrituras Sagradas
Bibliologia - Inspiração - Cânon das Escrituras Sagradas
Erivelton Rodrigues Nunes
 
Slide Teologia
Slide TeologiaSlide Teologia
Slide Teologia
valmarques
 
estudo do evangelho de Mateus
estudo do evangelho de Mateusestudo do evangelho de Mateus
estudo do evangelho de Mateus
RODRIGO FERREIRA
 
Bibliologia - IBADEP: AULA 01
Bibliologia - IBADEP: AULA 01Bibliologia - IBADEP: AULA 01
Bibliologia - IBADEP: AULA 01
Coop. Fabio Silva
 
1º Aula do Pentateuco
1º Aula do Pentateuco1º Aula do Pentateuco
1º Aula do Pentateuco
Jefferson Evangelista
 
Panorama do pentateuco
Panorama do pentateucoPanorama do pentateuco
Panorama do pentateuco
Paulo Ferreira
 
Novo testamento
Novo testamentoNovo testamento
Novo testamento
António José Fonseca
 
Bibliologia - Estudo da Bíblia
Bibliologia - Estudo da BíbliaBibliologia - Estudo da Bíblia
Bibliologia - Estudo da Bíblia
Marcos Aurélio
 
Hermenêutica Parte 1
Hermenêutica Parte 1Hermenêutica Parte 1
Hermenêutica Parte 1
Jovens Do Caminho
 
Tipologia biblica aula 2
Tipologia biblica aula 2Tipologia biblica aula 2
Tipologia biblica aula 2
jaime junior
 
Teologia Sistemática - Aula 1 - Apresentação
Teologia Sistemática - Aula 1 - ApresentaçãoTeologia Sistemática - Aula 1 - Apresentação
Teologia Sistemática - Aula 1 - Apresentação
Missões Adoração
 
Antropologia Teológica Unidade II
Antropologia Teológica   Unidade IIAntropologia Teológica   Unidade II
Antropologia Teológica Unidade II
Coop. Fabio Silva
 

Mais procurados (20)

O pentateuco
O pentateucoO pentateuco
O pentateuco
 
Aula 02- O Cânon Sagrado
Aula 02- O Cânon SagradoAula 02- O Cânon Sagrado
Aula 02- O Cânon Sagrado
 
COMO A BÍBLIA CHEGOU ATÉ NÓS
COMO A BÍBLIA CHEGOU ATÉ NÓSCOMO A BÍBLIA CHEGOU ATÉ NÓS
COMO A BÍBLIA CHEGOU ATÉ NÓS
 
Bibliologia - Introdução - Aula 01
Bibliologia - Introdução - Aula 01Bibliologia - Introdução - Aula 01
Bibliologia - Introdução - Aula 01
 
Hermenêutica Bíblica
Hermenêutica Bíblica Hermenêutica Bíblica
Hermenêutica Bíblica
 
O Cânone Das Escrituras
O Cânone Das EscriturasO Cânone Das Escrituras
O Cânone Das Escrituras
 
O cânon do novo testamento
O cânon do novo testamentoO cânon do novo testamento
O cânon do novo testamento
 
A formação da bíblia
A formação da bíbliaA formação da bíblia
A formação da bíblia
 
Bibliologia - Inspiração - Cânon das Escrituras Sagradas
Bibliologia - Inspiração - Cânon das Escrituras SagradasBibliologia - Inspiração - Cânon das Escrituras Sagradas
Bibliologia - Inspiração - Cânon das Escrituras Sagradas
 
Slide Teologia
Slide TeologiaSlide Teologia
Slide Teologia
 
estudo do evangelho de Mateus
estudo do evangelho de Mateusestudo do evangelho de Mateus
estudo do evangelho de Mateus
 
Bibliologia - IBADEP: AULA 01
Bibliologia - IBADEP: AULA 01Bibliologia - IBADEP: AULA 01
Bibliologia - IBADEP: AULA 01
 
1º Aula do Pentateuco
1º Aula do Pentateuco1º Aula do Pentateuco
1º Aula do Pentateuco
 
Panorama do pentateuco
Panorama do pentateucoPanorama do pentateuco
Panorama do pentateuco
 
Novo testamento
Novo testamentoNovo testamento
Novo testamento
 
Bibliologia - Estudo da Bíblia
Bibliologia - Estudo da BíbliaBibliologia - Estudo da Bíblia
Bibliologia - Estudo da Bíblia
 
Hermenêutica Parte 1
Hermenêutica Parte 1Hermenêutica Parte 1
Hermenêutica Parte 1
 
Tipologia biblica aula 2
Tipologia biblica aula 2Tipologia biblica aula 2
Tipologia biblica aula 2
 
Teologia Sistemática - Aula 1 - Apresentação
Teologia Sistemática - Aula 1 - ApresentaçãoTeologia Sistemática - Aula 1 - Apresentação
Teologia Sistemática - Aula 1 - Apresentação
 
Antropologia Teológica Unidade II
Antropologia Teológica   Unidade IIAntropologia Teológica   Unidade II
Antropologia Teológica Unidade II
 

Semelhante a A bíblia: origem e propósito

A Historicidade da Bíblia
A Historicidade da BíbliaA Historicidade da Bíblia
A Historicidade da Bíblia
Escola Bíblica Digital
 
Lição 1 - O Que Cremos Sobre a Bíblia
Lição 1 - O Que Cremos Sobre a BíbliaLição 1 - O Que Cremos Sobre a Bíblia
Lição 1 - O Que Cremos Sobre a Bíblia
Respirando Deus
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
antonio211075
 
Conhecendo a biblia lição 3 - 21-05-17
Conhecendo a biblia   lição 3 - 21-05-17Conhecendo a biblia   lição 3 - 21-05-17
Conhecendo a biblia lição 3 - 21-05-17
PIB Penha
 
Por read-01
Por read-01Por read-01
Cat03
Cat03Cat03
Introdução ao Estudo do Antigo Testamento - completo
Introdução ao Estudo do Antigo Testamento - completoIntrodução ao Estudo do Antigo Testamento - completo
Introdução ao Estudo do Antigo Testamento - completo
Francelia Carvalho Oliveira
 
Conhecendo a biblia lição 2 - 14-05-17
Conhecendo a biblia   lição 2 - 14-05-17Conhecendo a biblia   lição 2 - 14-05-17
Conhecendo a biblia lição 2 - 14-05-17
PIB Penha
 
TEMA BIBLIA para crisma 2° encontro
TEMA BIBLIA para crisma 2° encontroTEMA BIBLIA para crisma 2° encontro
TEMA BIBLIA para crisma 2° encontro
Emanuel Costa
 
Bíblia - introdução
Bíblia - introduçãoBíblia - introdução
Aula #004 A Bíblia [2011]
Aula #004   A Bíblia [2011]Aula #004   A Bíblia [2011]
Aula #004 A Bíblia [2011]
TH
 
1 a bã­blia a palavra de deus
1 a bã­blia a palavra de deus1 a bã­blia a palavra de deus
1 a bã­blia a palavra de deus
talmidimted
 
Introdução Bíblica - atualizado
Introdução Bíblica - atualizadoIntrodução Bíblica - atualizado
Introdução Bíblica - atualizado
Viva a Igreja
 
1 - BIBLIOLOGIA.doc
1 -  BIBLIOLOGIA.doc1 -  BIBLIOLOGIA.doc
1 - BIBLIOLOGIA.doc
HumanizaTeologia
 
Curso biblico da igreja batista adore de palhoça sc
Curso biblico da igreja batista adore de palhoça scCurso biblico da igreja batista adore de palhoça sc
Curso biblico da igreja batista adore de palhoça sc
polianysbernal
 
Bíblia sagrada
Bíblia sagradaBíblia sagrada
Bíblia sagrada
Manoel Francisco Xavier
 
Bíblia sagrada
Bíblia sagradaBíblia sagrada
Bíblia sagrada
Manoel Francisco Xavier
 
Bibliologia apostila do aluno
Bibliologia apostila do alunoBibliologia apostila do aluno
Bibliologia apostila do aluno
Presb Anderson Emanoel
 
A Bíblia que Jesus Lia
A Bíblia que Jesus LiaA Bíblia que Jesus Lia
A Bíblia que Jesus Lia
Gabriel Valle
 
Biblia lider
Biblia liderBiblia lider
Biblia lider
Magaly Costa
 

Semelhante a A bíblia: origem e propósito (20)

A Historicidade da Bíblia
A Historicidade da BíbliaA Historicidade da Bíblia
A Historicidade da Bíblia
 
Lição 1 - O Que Cremos Sobre a Bíblia
Lição 1 - O Que Cremos Sobre a BíbliaLição 1 - O Que Cremos Sobre a Bíblia
Lição 1 - O Que Cremos Sobre a Bíblia
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
 
Conhecendo a biblia lição 3 - 21-05-17
Conhecendo a biblia   lição 3 - 21-05-17Conhecendo a biblia   lição 3 - 21-05-17
Conhecendo a biblia lição 3 - 21-05-17
 
Por read-01
Por read-01Por read-01
Por read-01
 
Cat03
Cat03Cat03
Cat03
 
Introdução ao Estudo do Antigo Testamento - completo
Introdução ao Estudo do Antigo Testamento - completoIntrodução ao Estudo do Antigo Testamento - completo
Introdução ao Estudo do Antigo Testamento - completo
 
Conhecendo a biblia lição 2 - 14-05-17
Conhecendo a biblia   lição 2 - 14-05-17Conhecendo a biblia   lição 2 - 14-05-17
Conhecendo a biblia lição 2 - 14-05-17
 
TEMA BIBLIA para crisma 2° encontro
TEMA BIBLIA para crisma 2° encontroTEMA BIBLIA para crisma 2° encontro
TEMA BIBLIA para crisma 2° encontro
 
Bíblia - introdução
Bíblia - introduçãoBíblia - introdução
Bíblia - introdução
 
Aula #004 A Bíblia [2011]
Aula #004   A Bíblia [2011]Aula #004   A Bíblia [2011]
Aula #004 A Bíblia [2011]
 
1 a bã­blia a palavra de deus
1 a bã­blia a palavra de deus1 a bã­blia a palavra de deus
1 a bã­blia a palavra de deus
 
Introdução Bíblica - atualizado
Introdução Bíblica - atualizadoIntrodução Bíblica - atualizado
Introdução Bíblica - atualizado
 
1 - BIBLIOLOGIA.doc
1 -  BIBLIOLOGIA.doc1 -  BIBLIOLOGIA.doc
1 - BIBLIOLOGIA.doc
 
Curso biblico da igreja batista adore de palhoça sc
Curso biblico da igreja batista adore de palhoça scCurso biblico da igreja batista adore de palhoça sc
Curso biblico da igreja batista adore de palhoça sc
 
Bíblia sagrada
Bíblia sagradaBíblia sagrada
Bíblia sagrada
 
Bíblia sagrada
Bíblia sagradaBíblia sagrada
Bíblia sagrada
 
Bibliologia apostila do aluno
Bibliologia apostila do alunoBibliologia apostila do aluno
Bibliologia apostila do aluno
 
A Bíblia que Jesus Lia
A Bíblia que Jesus LiaA Bíblia que Jesus Lia
A Bíblia que Jesus Lia
 
Biblia lider
Biblia liderBiblia lider
Biblia lider
 

Mais de Erberson Pinheiro

Lição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristã
Lição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristãLição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristã
Lição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristã
Erberson Pinheiro
 
Lição 7 - A ordenança do batismo em águas
Lição 7 - A ordenança do batismo em águasLição 7 - A ordenança do batismo em águas
Lição 7 - A ordenança do batismo em águas
Erberson Pinheiro
 
Lição 7 - A salvação pela graça
Lição 7 - A salvação pela graçaLição 7 - A salvação pela graça
Lição 7 - A salvação pela graça
Erberson Pinheiro
 
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvaçãoLição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Erberson Pinheiro
 
Lutero e a reforma protestante
Lutero e a reforma protestanteLutero e a reforma protestante
Lutero e a reforma protestante
Erberson Pinheiro
 
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus CristoLição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Erberson Pinheiro
 
Lição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade social
Lição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade socialLição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade social
Lição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade social
Erberson Pinheiro
 
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deusLição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
Erberson Pinheiro
 
Lição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutíferoLição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Erberson Pinheiro
 
Lição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneo
Lição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneoLição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneo
Lição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneo
Erberson Pinheiro
 
Lição 3 - A salvação e o advento do Salvador
Lição 3 - A salvação e o advento do SalvadorLição 3 - A salvação e o advento do Salvador
Lição 3 - A salvação e o advento do Salvador
Erberson Pinheiro
 
Lição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deus
Lição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deusLição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deus
Lição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deus
Erberson Pinheiro
 
Lição 2 - Pecado uma realidade humana
Lição 2 - Pecado uma realidade humanaLição 2 - Pecado uma realidade humana
Lição 2 - Pecado uma realidade humana
Erberson Pinheiro
 
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelouLição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
Erberson Pinheiro
 
Lição 1 - Relevantes como o sal, resplandecentes como a luz
Lição 1 - Relevantes como o sal, resplandecentes como a luzLição 1 - Relevantes como o sal, resplandecentes como a luz
Lição 1 - Relevantes como o sal, resplandecentes como a luz
Erberson Pinheiro
 
Lição 1 - Uma promessa de salvação
Lição 1 - Uma promessa de salvaçãoLição 1 - Uma promessa de salvação
Lição 1 - Uma promessa de salvação
Erberson Pinheiro
 
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Erberson Pinheiro
 
Lição 13 - O tempo de deus está próximo
Lição 13 - O tempo de deus está próximoLição 13 - O tempo de deus está próximo
Lição 13 - O tempo de deus está próximo
Erberson Pinheiro
 
Lição 13 - Sobre a família e a sua natureza
Lição 13 - Sobre a família e a sua naturezaLição 13 - Sobre a família e a sua natureza
Lição 13 - Sobre a família e a sua natureza
Erberson Pinheiro
 
Lição 12 - O mundo vindouro
Lição 12 - O mundo vindouroLição 12 - O mundo vindouro
Lição 12 - O mundo vindouro
Erberson Pinheiro
 

Mais de Erberson Pinheiro (20)

Lição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristã
Lição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristãLição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristã
Lição 7 - Política e corrupção na perspectiva cristã
 
Lição 7 - A ordenança do batismo em águas
Lição 7 - A ordenança do batismo em águasLição 7 - A ordenança do batismo em águas
Lição 7 - A ordenança do batismo em águas
 
Lição 7 - A salvação pela graça
Lição 7 - A salvação pela graçaLição 7 - A salvação pela graça
Lição 7 - A salvação pela graça
 
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvaçãoLição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
 
Lutero e a reforma protestante
Lutero e a reforma protestanteLutero e a reforma protestante
Lutero e a reforma protestante
 
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus CristoLição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
 
Lição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade social
Lição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade socialLição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade social
Lição 4 - O cristão diante da pobreza e da desigualdade social
 
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deusLição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
Lição 4 - Salvação - o amor e a misericórdia de deus
 
Lição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutíferoLição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 4 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
 
Lição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneo
Lição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneoLição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneo
Lição 3 - O problema da fome no mundo contemporâneo
 
Lição 3 - A salvação e o advento do Salvador
Lição 3 - A salvação e o advento do SalvadorLição 3 - A salvação e o advento do Salvador
Lição 3 - A salvação e o advento do Salvador
 
Lição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deus
Lição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deusLição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deus
Lição 3 - A maravilhosa e inefável graça de deus
 
Lição 2 - Pecado uma realidade humana
Lição 2 - Pecado uma realidade humanaLição 2 - Pecado uma realidade humana
Lição 2 - Pecado uma realidade humana
 
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelouLição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
Lição 1 - O Deus todo poderoso se revelou
 
Lição 1 - Relevantes como o sal, resplandecentes como a luz
Lição 1 - Relevantes como o sal, resplandecentes como a luzLição 1 - Relevantes como o sal, resplandecentes como a luz
Lição 1 - Relevantes como o sal, resplandecentes como a luz
 
Lição 1 - Uma promessa de salvação
Lição 1 - Uma promessa de salvaçãoLição 1 - Uma promessa de salvação
Lição 1 - Uma promessa de salvação
 
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de jesus cristo
 
Lição 13 - O tempo de deus está próximo
Lição 13 - O tempo de deus está próximoLição 13 - O tempo de deus está próximo
Lição 13 - O tempo de deus está próximo
 
Lição 13 - Sobre a família e a sua natureza
Lição 13 - Sobre a família e a sua naturezaLição 13 - Sobre a família e a sua natureza
Lição 13 - Sobre a família e a sua natureza
 
Lição 12 - O mundo vindouro
Lição 12 - O mundo vindouroLição 12 - O mundo vindouro
Lição 12 - O mundo vindouro
 

Último

O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
SrgioLinsPessoa
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
André Ricardo Marcondes
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docxPONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
ElijainaVelozoGonalv
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 

Último (18)

O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docxPONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 

A bíblia: origem e propósito

  • 1. A Bíblia Sua origem e propósito. Erberson R. Pinheiro dos Santos www.ebdemfoco.com
  • 2. Sumário  O cânon das Escrituras  O cânon do Antigo Testamento  O cânon do Novo Testamento  A inspiração das Escrituras  O propósito das Escrituras  A clareza da Bíblia  A necessidade da Bíblia  A suficiência da Bíblia  Conclusão  Referências bibliográficas www.ebdemfoco.com
  • 3. Introdução Foi escrita por mais de 40 autores. A Bíblia foi escrita ao longo de um período de 1600 anos.Gênesis Apocalipse 1440 a.C. 96 d.C. Foi escrita em tempo de guerras e tempo de paz.  Reis;  Profetas;  Sacerdotes;  Simples pescadores;  Médico (Lucas),
  • 4. Introdução Não contém erro algum. A Bíblia é um Livro exato O que mais impacta a humanidade é que, apesar de tudo isso... Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça; Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra. 2 Timóteo 3:16,17
  • 5. O cânon das Escrituras
  • 6. O cânon das Escrituras O que é um cânon? A lista dos escritos reconhecidos pela igreja como documentos de revelação divina. Cânon κανών = kanon No grego Vara reta, usada como régua.
  • 7. O cânon do Antigo Testamento
  • 8. O cânon das Escrituras: Os dois testamentos A palavra testamento em português normalmente significa os últimos desejos (a “última vontade e testamento” de alguém). Mas este não é o sentido que a palavra é usada no que diz respeito às duas partes da Bíblia cristã.
  • 9. O cânon das Escrituras: Os dois testamentos Tem um significado mais amplo. Testamento Διαθήκη = Diatheke No grego Testamento ou Aliança. Um acordo entre Deus e os seres humanos.
  • 10. O cânon das Escrituras: Os dois testamentos A parte superior concede certos privilégios à outra parte que é inferior. A parte inferior assume certas obrigações com a parte superior. Deus fez uma aliança com Noé. Deus fez uma aliança com Abraão. Deus fez uma aliança com o povo de Israel. Deus fez uma NOVA aliança com o seu povo.
  • 11. O cânon das Escrituras: Os dois testamentos Cada uma dessas alianças Antiga no Sinai A nova inaugurada por JesusGerou uma coleção especial de literatura que vieram a ser conhecidas na igreja como “Os livros da Antiga Aliança” e “Os Livros da Nova Aliança”.
  • 12. O cânon das Escrituras: O Antigo Testamento Na Bíblia hebraica, os livros estão dispostos em três divisões: A lei Os profetas Os escritos
  • 13. O cânon das Escrituras: O Antigo Testamento
  • 14. O cânon das Escrituras: O Antigo Testamento A origem da organização dos livros na Bíblia hebraica não pode ser rastreada. Acredita-se que a divisão em três partes corresponda às três etapas nas quais os livros receberam reconhecimento canônico. A primeira parte a ser canonizada foi a Lei. Depois do retorno do exílio. A segunda parte a ser canonizada foi os profetas. No final do século III a. C. A terceira parte a ser canonizada foi os escritos. No século I d. C. Deve-se indicar, todavia, que apesar de todos os seus atrativos, esta explicação é totalmente hipotética. Não existe, seja no Antigo Testamento ou em qualquer outro lugar, a menor evidência documental para ela.
  • 15. O cânon das Escrituras: O Antigo Testamento Lembre-se que apresar de não sabermos quando o A. T. foi organizado, todos o seu conteúdo sempre foi considerado a palavra de Deus. Êx 24.3-7 Dt 31.26 2Rs 23.1-3 Ne 8.1 – 9.38 e disseram a Esdras, o escriba, que trouxesse o livro da lei de Moisés, que o SENHOR tinha ordenado a Israel. Neemias 8:1
  • 16. O cânon das Escrituras: O Antigo Testamento A divisão do Antigo Testamento de acordo com o cristianismo protestante.
  • 17. O cânon do Novo Testamento
  • 18. O cânon das Escrituras: O Novo Testamento O Novo Testamento foi escrito dentro de um período de cinquenta anos. 1. Século I 2. Primeira Metade do Século II 3. Segunda Metade do Século II 4. Século III 5. Século IV A canonização dos livros do Novo Testamento foi um processo lento e gradual. Aconteceu em 5 períodos. 1 Tessalonicenses Apocalipse 50 d. C. 96 d. C.
  • 19. O cânon das Escrituras: O Novo Testamento 1. Século I Naturalmente, muitos livros foram escritos, mas também já começaram a ser copiados e divulgados pelas igrejas. 2. Primeira Metade do Século II À medida que iam se tornando cada vez mais conhecidos e apreciados pelo que continham, passaram a ser citados como fonte de autoridade. Clemente, Policarpo e Inácio, usaram grande parte do material do Novo Testamento.
  • 20. O cânon das Escrituras: O Novo Testamento 3. Segunda Metade do Século II 4. Século III 5. Século IV Já detinham um lugar reconhecido ao lado do Antigo Testamento como "Escritura", quando então passaram a ser traduzidos para as línguas regionais. A compilação de livros em um "Novo Testamento" completo estava em andamento, juntamente com um processo de seleção que os ia distinguindo das outras literaturas cristãs. Os pais da Igreja do século IV afirmando que conclusões relacionadas ao cânon haviam sido alcançadas, o que indica a aceitação por toda a Igreja.
  • 21. O cânon das Escrituras: O Novo Testamento Critérios para um livro ser aceito no Novo Testamento. 1º Critério O livro tinha que ser escrito por um apóstolo ou por alguém estritamente associado a ele. 2º Critério O livro tinha que ter consistência doutrinária. Com o padrão do A. T. e o ensino dos apóstolos. 3º Critério O livro tinha que ter sido aceito nas igrejas continuamente por um tempo.
  • 22. O cânon das Escrituras: O Novo Testamento
  • 23. O cânon das Escrituras: O Novo Testamento Os escritos dos apóstolos se revestiam da mesma autoridade dos livros do Antigo Testamento já desde a Era Apostólica. E tende por salvação a longanimidade de nosso Senhor; como também o nosso amado irmão Paulo vos escreveu, segundo a sabedoria que lhe foi dada; Falando disto, como em todas as suas epístolas, entre as quais há pontos difíceis de entender, que os indoutos e inconstantes torcem, e igualmente as outras Escrituras, para sua própria perdição. 2 Pedro 3:15,16
  • 24. O cânon das Escrituras: O Novo Testamento Não ligarás a boca ao boi que debulha. Dt 25.7 Digno é o obreiro do seu salário. Lc 10.7 Chamando ambas de “Escritura. Porque diz a Escritura: Não ligarás a boca ao boi que debulha. E: Digno é o obreiro do seu salário” (1Tm 5.18).
  • 25. A inspiração das Escrituras
  • 26. A inspiração das Escrituras Deus se revelou. Mas como se deu o registro dessa revelação? O registro dessa revelação sob a influência do Espírito Santo. Através da inspiração.
  • 27. A inspiração das Escrituras “homens santos falaram da parte de Deus, movidos pelo Espírito Santo” (2Pe 1.21). Escreveram 66 livros inspirados.
  • 28. A inspiração das Escrituras Eles receberam os oráculos divinos de forma:  Especial  Exclusiva  Única  Milagrosa Ninguém mais, além deles, foi usado por Deus dessa maneira específica. Palavra de Deus.
  • 29. A inspiração das Escrituras “Toda a Escritura é inspirada por Deus” (v.16, ARA). theopneustos Theos = Deus Pneo = soprar. Isso significa que o texto sagrado foi “soprado por Deus”.
  • 30. A inspiração das Escrituras teopneustia Inspiração divina da Bíblia Inspiração divina que presidiu à redação das Sagradas Escrituras. Essa ideia foi defendida pelos pais da igreja.
  • 31. A inspiração das Escrituras O apóstolo Paulo deixa isso muito claro quando afirma que “toda a Escritura é divinamente inspirada”. Toda! ADe Menos inspiradoMais inspirado Isso não existe. Todos têm o mesmo grau de inspiração e autoridade.
  • 32. A inspiração das Escrituras E também que as ideias vieram de Deus (2Pe 1.21). Cada palavra foi inspirada pelo Espírito Santo (1Co 2.13);
  • 33. A inspiração das Escrituras Amós era pastor. Daniel era político. Ezequiel era sacerdote. Lucas era médico. Deus usou cada escritor em sua geração e em sua cultura, com seus diversos graus de instrução. Eles não foram tratados como meras máquinas, mas como instrumentos usados pelo Espírito Santo.
  • 34. O propósito das Escrituras
  • 35. O propósito das Escrituras Qual o propósito das escrituras? Ensinar a salvação em Cristo. E que desde a tua meninice sabes as sagradas Escrituras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus. 2 Timóteo 3:15
  • 36. O propósito das Escrituras A Bíblia e Cristo são inseparáveis. Do Antigo ao Novo Testamento, Ele é o personagem central.
  • 37. O propósito das Escrituras para instruir em justiça; 2 Timóteo 3:16 Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir
  • 38. A clareza da Bíblia
  • 39. A clareza da Bíblia A Bíblia é escrita de tal forma que todas as coisas necessárias para alguém tornar cristão, viver como cristão e crescer como cristão estão claras. Embora alguns trechos das escrituras pareçam difíceis de compreender.
  • 40. A clareza da Bíblia A compreensão adequada das escrituras frequentemente é mais influenciada pela condição espiritual de um indivíduo do que pela sua capacidade espiritual. Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. 1 Coríntios 2:14
  • 41. A clareza da Bíblia Quando as pessoas discordam acerca da interpretação adequada de uma passagem bíblica. O problema não está na Bíblia, está em nós.
  • 42. A necessidade da Bíblia
  • 43. A necessidade da Bíblia Precisamos ler a Bíblia ou ouvir alguém dizer o que está nela. Para que possamos conhecer a Deus, pedir perdão dos pecados e saber a vontade de Deus.
  • 44. A necessidade da Bíblia A vida cristã não somente começa com a Bíblia, mas também cresce floresce por meio dela. Ele, porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus. Mateus 4:4 Assim como a nossa vida física é mantida pelo alimento físico diário. Assim a nossa vida espiritual é mantida pelo alimento diário da Palavra de Deus.
  • 45. A suficiência da Bíblia
  • 46. A suficiência da Bíblia Hoje temos acesso ao Antigo e ao Novo Testamento. A revelação completa de Deus para nós. É apenas na Bíblia que buscamos as palavras de Deus para nós. Tudo o que Deus quis dizer ao seu povo, pode ser encontrado nas páginas da Bíblia. Redenção Regras de conduta Felicidade eterna
  • 47. A suficiência da Bíblia E quando não encontramos o que buscamos? Não temos permissão para ACRESCENTAR nada nas Escrituras. Também não temos permissão para RETIRAR algo da Bíblia. Devemos nos contentar com o que Deus nos disse na Bíblia.
  • 49. Conclusão Cremos que a Bíblia é a única revelação escrita de Deus para toda a humanidade e que Deus usou pessoas comuns para escrever as suas palavras, por meio da inspiração do Espírito Santo. A Bíblia é a nossa única regra de fé. Através dela, chegamos à salvação em Cristo e vivemos uma vida cristã completa. www.ebdemfoco.com
  • 50. Referências bibliográficas  Entenda a fé cristã (Wayne Grudem)  Teologia sistemática (Wayne Grudem)  O cânon das escrituras (F. F. Bruce)  Introdução ao estudo do Novo Testamento (Broadus David Halle) www.ebdemfoco.com
  • 51. Atenção Se você adquiriu esse slide fora do site oficial do EBD em Foco, saiba que ele foi pirateado. O EBD em Foco não autoriza a venda e a distribuição dos seus slides em PowerPoint fora da sua plataforma. Os slides em PDF são gratuitos e podem ser distribuídos. www.ebdemfoco.com