SlideShare uma empresa Scribd logo
Tema 2.  Intervalos de Números Reais 31 de Janeiro de 2011 Professora Filipa Guerreiro
Pense… ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],O que se poderia dizer quanto a estas afirmações?  
Todas as afirmações transmitem a ideia de intervalo: intervalo de tempo, intervalo espacial… Tal como no nosso quotidiano, também na Matemática é comum o uso de intervalos.   Hoje vamos estudar intervalos muito especiais:  Intervalos  de Números Reais . Nota: Intervalos de Números Reais são subconjuntos do conjunto  dos Números Reais.
[object Object],[object Object],[object Object],Mas será sempre possível escrever todos os elementos de um conjunto?
[object Object],[object Object],[object Object],- 5  - 4  - 3  - 2  - 1  0  1  2  3  4
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],- 1  0  1  2 A bola fechada significa que – 1 e 2 pertencem ao intervalo, ou seja,  x  pode ser – 1 e 2.  Os parênteses rectos fechados indicam  intervalo fechado  nos dois extremos, o que significa que – 1 e 2 pertencem ao conjunto.
Subtema 2.1.  Tipos de Intervalos de Números Reais ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],- 1  0  1  2 A bola fechada significa que – 1 e 2 pertencem ao intervalo, ou seja,  x  pode ser – 1 e 2.  Os parênteses rectos fechados indicam  intervalo fechado  nos dois extremos, o que significa que – 1 e 2 pertencem ao conjunto.
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Subtema 2.1.  Tipos de Intervalos de Números Reais - 1  0  1  2 A bola aberta significa que – 1 e 2 não pertencem ao intervalo, ou seja,  x  não pode ser – 1 e 2.  Os parênteses rectos abertos indicam  intervalo aberto  nos dois extremos, o que significa que – 1 e 2 não pertencem ao conjunto.
Subtema 2.1.  Tipos de Intervalos de Números Reais ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],- 1  0  1  2 O parênteses recto fechado à esquerda e aberto à direita indica que – 1 pertence ao conjunto e 2 não pertence ao conjunto.  A bola fechada significa que – 1 pertence ao intervalo e a bola aberta significa que 2 não pertence, ou seja,  x  pode ser – 1 mas não pode ser 2.
Subtema 2.1.  Tipos de Intervalos de Números Reais ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],- 1  0  1  2 O parênteses recto aberto à esquerda e fechado à direita indica que – 1 não pertence ao conjunto e 2 pertence ao conjunto.  A bola fechada significa que 2 pertence ao intervalo e a bola aberta significa que – 1  não pertence, ou seja,  x  pode ser 2 mas não pode ser – 1.
Subtema 2.1.  Tipos de Intervalos de Números Reais ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],- 1  0  1  2 O parênteses recto fechado à esquerda indica que – 1 pertence ao conjunto. A bola fechada significa que – 1 pertence ao conjunto, ou seja,  x  pode ser – 1.
Subtema 2.1.  Tipos de Intervalos de Números Reais ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],- 1  0  1  2 O parênteses recto fechado à direita indica que 2 pertence ao conjunto. A bola fechada significa que – 1 pertence ao conjunto, ou seja,  x  pode ser – 1.
Subtema 2.1. Tipos de Intervalos de Números Reais ,[object Object],[object Object],[object Object]
Subtema 2.2.  Operações com Intervalos de Números Reais ,[object Object]
Subtema 2.2. Operações com Intervalos de Números Reais ,[object Object]
Subtema 2.2.  Operações com Intervalos de Números Reais ,[object Object]
Subtema 2.2.  Operações com Intervalos de Números Reais ,[object Object]
Subtema 2.2.  Operações com Intervalos de Números Reais ,[object Object],[object Object]
Obrigada pela atenção!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Proporcionalidade direta
Proporcionalidade diretaProporcionalidade direta
Proporcionalidade direta
Helena Borralho
 
Caderno de apoio_fichas_testes.pdf
Caderno de apoio_fichas_testes.pdfCaderno de apoio_fichas_testes.pdf
Caderno de apoio_fichas_testes.pdf
Nuno Belo
 
Ficha de gramática12º
Ficha de gramática12ºFicha de gramática12º
Ficha de gramática12º
quintaldasletras
 
Testes
TestesTestes
Paratextos 8º ano teste 3 com soluções
Paratextos 8º ano teste 3 com soluçõesParatextos 8º ano teste 3 com soluções
Paratextos 8º ano teste 3 com soluções
Zélia fernandes
 
Critérios de paralelismo e perpendicularidade
Critérios de paralelismo e perpendicularidadeCritérios de paralelismo e perpendicularidade
Critérios de paralelismo e perpendicularidade
Joana Ferreira
 
10º testes leya
10º testes leya10º testes leya
10º testes leya
Graça Gomes
 
Ficha de avaliação (Deriva continental, tectónica de placas e fundos oceânicos)
Ficha de avaliação (Deriva continental, tectónica de placas e fundos oceânicos)Ficha de avaliação (Deriva continental, tectónica de placas e fundos oceânicos)
Ficha de avaliação (Deriva continental, tectónica de placas e fundos oceânicos)
Francisca Santos
 
Texto de opinião
Texto de opiniãoTexto de opinião
Texto de opinião
Cláudia Cardoso
 
Auto da-barca-do-inferno-analise-cenas
Auto da-barca-do-inferno-analise-cenasAuto da-barca-do-inferno-analise-cenas
Auto da-barca-do-inferno-analise-cenas
Claudia Lazarini
 
06 retas-e-planos
06 retas-e-planos06 retas-e-planos
06 retas-e-planos
Juraci Sousa
 
Ae mt7 ficha_aval_2_n1 (2) (3)
Ae mt7 ficha_aval_2_n1 (2) (3)Ae mt7 ficha_aval_2_n1 (2) (3)
Ae mt7 ficha_aval_2_n1 (2) (3)
rosibel gomes pinho
 
1 teste 9ano_com_correção
1 teste 9ano_com_correção1 teste 9ano_com_correção
1 teste 9ano_com_correção
Ivone Schofield
 
Inequacoes1
Inequacoes1Inequacoes1
Inequacoes1
Anabela Ferreira
 
Análise de Os Lusíadas
Análise de Os Lusíadas Análise de Os Lusíadas
Análise de Os Lusíadas
Lurdes Augusto
 
Ficha diagnóstica de matemática - 6º ano
Ficha diagnóstica de matemática - 6º anoFicha diagnóstica de matemática - 6º ano
Ficha diagnóstica de matemática - 6º ano
Agrupamento de Escolas de Mortágua
 
Pdfcoffee.com ficha trabalho-gramatica-10-ano-pdf-free
Pdfcoffee.com ficha trabalho-gramatica-10-ano-pdf-freePdfcoffee.com ficha trabalho-gramatica-10-ano-pdf-free
Pdfcoffee.com ficha trabalho-gramatica-10-ano-pdf-free
Marta Pereira
 
Processos fonológicos
Processos fonológicosProcessos fonológicos
Processos fonológicos
Sílvia Faim
 
Caderno de apoio ao professor 10 f
Caderno de apoio ao professor 10 fCaderno de apoio ao professor 10 f
Caderno de apoio ao professor 10 f
Silvia Couto
 
Síntese do consílio dos deuses
Síntese do consílio dos deusesSíntese do consílio dos deuses
Síntese do consílio dos deuses
Eva Antunes
 

Mais procurados (20)

Proporcionalidade direta
Proporcionalidade diretaProporcionalidade direta
Proporcionalidade direta
 
Caderno de apoio_fichas_testes.pdf
Caderno de apoio_fichas_testes.pdfCaderno de apoio_fichas_testes.pdf
Caderno de apoio_fichas_testes.pdf
 
Ficha de gramática12º
Ficha de gramática12ºFicha de gramática12º
Ficha de gramática12º
 
Testes
TestesTestes
Testes
 
Paratextos 8º ano teste 3 com soluções
Paratextos 8º ano teste 3 com soluçõesParatextos 8º ano teste 3 com soluções
Paratextos 8º ano teste 3 com soluções
 
Critérios de paralelismo e perpendicularidade
Critérios de paralelismo e perpendicularidadeCritérios de paralelismo e perpendicularidade
Critérios de paralelismo e perpendicularidade
 
10º testes leya
10º testes leya10º testes leya
10º testes leya
 
Ficha de avaliação (Deriva continental, tectónica de placas e fundos oceânicos)
Ficha de avaliação (Deriva continental, tectónica de placas e fundos oceânicos)Ficha de avaliação (Deriva continental, tectónica de placas e fundos oceânicos)
Ficha de avaliação (Deriva continental, tectónica de placas e fundos oceânicos)
 
Texto de opinião
Texto de opiniãoTexto de opinião
Texto de opinião
 
Auto da-barca-do-inferno-analise-cenas
Auto da-barca-do-inferno-analise-cenasAuto da-barca-do-inferno-analise-cenas
Auto da-barca-do-inferno-analise-cenas
 
06 retas-e-planos
06 retas-e-planos06 retas-e-planos
06 retas-e-planos
 
Ae mt7 ficha_aval_2_n1 (2) (3)
Ae mt7 ficha_aval_2_n1 (2) (3)Ae mt7 ficha_aval_2_n1 (2) (3)
Ae mt7 ficha_aval_2_n1 (2) (3)
 
1 teste 9ano_com_correção
1 teste 9ano_com_correção1 teste 9ano_com_correção
1 teste 9ano_com_correção
 
Inequacoes1
Inequacoes1Inequacoes1
Inequacoes1
 
Análise de Os Lusíadas
Análise de Os Lusíadas Análise de Os Lusíadas
Análise de Os Lusíadas
 
Ficha diagnóstica de matemática - 6º ano
Ficha diagnóstica de matemática - 6º anoFicha diagnóstica de matemática - 6º ano
Ficha diagnóstica de matemática - 6º ano
 
Pdfcoffee.com ficha trabalho-gramatica-10-ano-pdf-free
Pdfcoffee.com ficha trabalho-gramatica-10-ano-pdf-freePdfcoffee.com ficha trabalho-gramatica-10-ano-pdf-free
Pdfcoffee.com ficha trabalho-gramatica-10-ano-pdf-free
 
Processos fonológicos
Processos fonológicosProcessos fonológicos
Processos fonológicos
 
Caderno de apoio ao professor 10 f
Caderno de apoio ao professor 10 fCaderno de apoio ao professor 10 f
Caderno de apoio ao professor 10 f
 
Síntese do consílio dos deuses
Síntese do consílio dos deusesSíntese do consílio dos deuses
Síntese do consílio dos deuses
 

Mais de Filipa Guerreiro

Tratamento e organização da informação
Tratamento e organização da informaçãoTratamento e organização da informação
Tratamento e organização da informação
Filipa Guerreiro
 
Tratamento e organização da informação
Tratamento e organização da informaçãoTratamento e organização da informação
Tratamento e organização da informação
Filipa Guerreiro
 
Questionário Hábitos de Higiene
Questionário Hábitos de HigieneQuestionário Hábitos de Higiene
Questionário Hábitos de Higiene
Filipa Guerreiro
 
Regras do uso do dicionário
Regras do uso do dicionárioRegras do uso do dicionário
Regras do uso do dicionário
Filipa Guerreiro
 
Equações.2 grau.exames.testes.intermédios
Equações.2 grau.exames.testes.intermédiosEquações.2 grau.exames.testes.intermédios
Equações.2 grau.exames.testes.intermédios
Filipa Guerreiro
 
Construção de um moinho
Construção de um moinhoConstrução de um moinho
Construção de um moinho
Filipa Guerreiro
 
Simetrias e Rotações - Síntese
Simetrias e Rotações - SínteseSimetrias e Rotações - Síntese
Simetrias e Rotações - Síntese
Filipa Guerreiro
 
Relatório Escrito
Relatório EscritoRelatório Escrito
Relatório Escrito
Filipa Guerreiro
 
Simetrias e Rotações - Consolidação
Simetrias e Rotações - ConsolidaçãoSimetrias e Rotações - Consolidação
Simetrias e Rotações - Consolidação
Filipa Guerreiro
 
Simetrias e Rotações - Consolidação
Simetrias e Rotações - ConsolidaçãoSimetrias e Rotações - Consolidação
Simetrias e Rotações - Consolidação
Filipa Guerreiro
 
Exercícos de Consolidação
Exercícos de ConsolidaçãoExercícos de Consolidação
Exercícos de Consolidação
Filipa Guerreiro
 
Exercicio1
Exercicio1Exercicio1
Exercicio1
Filipa Guerreiro
 
Exercicio1
Exercicio1Exercicio1
Exercicio1
Filipa Guerreiro
 
Ângulos internos e ângulos externos de um polígono
Ângulos internos e ângulos externos de um polígonoÂngulos internos e ângulos externos de um polígono
Ângulos internos e ângulos externos de um polígono
Filipa Guerreiro
 
Ficha de Trabalho: Ângulo inscrito numa semicircunferência
Ficha de Trabalho: Ângulo inscrito numa semicircunferênciaFicha de Trabalho: Ângulo inscrito numa semicircunferência
Ficha de Trabalho: Ângulo inscrito numa semicircunferência
Filipa Guerreiro
 
Ficha de Trabalho: Ângulos inscritos no mesmo
Ficha de Trabalho: Ângulos inscritos no mesmo Ficha de Trabalho: Ângulos inscritos no mesmo
Ficha de Trabalho: Ângulos inscritos no mesmo
Filipa Guerreiro
 
Ficha de Trabalho: Ângulos inscritos no mesmo arco de circunferência
Ficha de Trabalho: Ângulos inscritos no mesmo arco de circunferênciaFicha de Trabalho: Ângulos inscritos no mesmo arco de circunferência
Ficha de Trabalho: Ângulos inscritos no mesmo arco de circunferência
Filipa Guerreiro
 
Ficha de Trabalho: Ângulo inscrito num arco de circunferência e ângulo ao cen...
Ficha de Trabalho: Ângulo inscrito num arco de circunferência e ângulo ao cen...Ficha de Trabalho: Ângulo inscrito num arco de circunferência e ângulo ao cen...
Ficha de Trabalho: Ângulo inscrito num arco de circunferência e ângulo ao cen...
Filipa Guerreiro
 
Ângulo inscrito e ângulo ao centro correspondente
Ângulo inscrito e ângulo ao centro correspondenteÂngulo inscrito e ângulo ao centro correspondente
Ângulo inscrito e ângulo ao centro correspondente
Filipa Guerreiro
 
Ficha de Trabalho: Cordas e arcos compreendidos entre rectas paralelas
Ficha de Trabalho: Cordas e arcos compreendidos entre rectas paralelasFicha de Trabalho: Cordas e arcos compreendidos entre rectas paralelas
Ficha de Trabalho: Cordas e arcos compreendidos entre rectas paralelas
Filipa Guerreiro
 

Mais de Filipa Guerreiro (20)

Tratamento e organização da informação
Tratamento e organização da informaçãoTratamento e organização da informação
Tratamento e organização da informação
 
Tratamento e organização da informação
Tratamento e organização da informaçãoTratamento e organização da informação
Tratamento e organização da informação
 
Questionário Hábitos de Higiene
Questionário Hábitos de HigieneQuestionário Hábitos de Higiene
Questionário Hábitos de Higiene
 
Regras do uso do dicionário
Regras do uso do dicionárioRegras do uso do dicionário
Regras do uso do dicionário
 
Equações.2 grau.exames.testes.intermédios
Equações.2 grau.exames.testes.intermédiosEquações.2 grau.exames.testes.intermédios
Equações.2 grau.exames.testes.intermédios
 
Construção de um moinho
Construção de um moinhoConstrução de um moinho
Construção de um moinho
 
Simetrias e Rotações - Síntese
Simetrias e Rotações - SínteseSimetrias e Rotações - Síntese
Simetrias e Rotações - Síntese
 
Relatório Escrito
Relatório EscritoRelatório Escrito
Relatório Escrito
 
Simetrias e Rotações - Consolidação
Simetrias e Rotações - ConsolidaçãoSimetrias e Rotações - Consolidação
Simetrias e Rotações - Consolidação
 
Simetrias e Rotações - Consolidação
Simetrias e Rotações - ConsolidaçãoSimetrias e Rotações - Consolidação
Simetrias e Rotações - Consolidação
 
Exercícos de Consolidação
Exercícos de ConsolidaçãoExercícos de Consolidação
Exercícos de Consolidação
 
Exercicio1
Exercicio1Exercicio1
Exercicio1
 
Exercicio1
Exercicio1Exercicio1
Exercicio1
 
Ângulos internos e ângulos externos de um polígono
Ângulos internos e ângulos externos de um polígonoÂngulos internos e ângulos externos de um polígono
Ângulos internos e ângulos externos de um polígono
 
Ficha de Trabalho: Ângulo inscrito numa semicircunferência
Ficha de Trabalho: Ângulo inscrito numa semicircunferênciaFicha de Trabalho: Ângulo inscrito numa semicircunferência
Ficha de Trabalho: Ângulo inscrito numa semicircunferência
 
Ficha de Trabalho: Ângulos inscritos no mesmo
Ficha de Trabalho: Ângulos inscritos no mesmo Ficha de Trabalho: Ângulos inscritos no mesmo
Ficha de Trabalho: Ângulos inscritos no mesmo
 
Ficha de Trabalho: Ângulos inscritos no mesmo arco de circunferência
Ficha de Trabalho: Ângulos inscritos no mesmo arco de circunferênciaFicha de Trabalho: Ângulos inscritos no mesmo arco de circunferência
Ficha de Trabalho: Ângulos inscritos no mesmo arco de circunferência
 
Ficha de Trabalho: Ângulo inscrito num arco de circunferência e ângulo ao cen...
Ficha de Trabalho: Ângulo inscrito num arco de circunferência e ângulo ao cen...Ficha de Trabalho: Ângulo inscrito num arco de circunferência e ângulo ao cen...
Ficha de Trabalho: Ângulo inscrito num arco de circunferência e ângulo ao cen...
 
Ângulo inscrito e ângulo ao centro correspondente
Ângulo inscrito e ângulo ao centro correspondenteÂngulo inscrito e ângulo ao centro correspondente
Ângulo inscrito e ângulo ao centro correspondente
 
Ficha de Trabalho: Cordas e arcos compreendidos entre rectas paralelas
Ficha de Trabalho: Cordas e arcos compreendidos entre rectas paralelasFicha de Trabalho: Cordas e arcos compreendidos entre rectas paralelas
Ficha de Trabalho: Cordas e arcos compreendidos entre rectas paralelas
 

Último

Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
SthafaniHussin1
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 

Último (20)

Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 

Intervalos.números.reais

  • 1. Tema 2. Intervalos de Números Reais 31 de Janeiro de 2011 Professora Filipa Guerreiro
  • 2.
  • 3. Todas as afirmações transmitem a ideia de intervalo: intervalo de tempo, intervalo espacial… Tal como no nosso quotidiano, também na Matemática é comum o uso de intervalos. Hoje vamos estudar intervalos muito especiais: Intervalos de Números Reais . Nota: Intervalos de Números Reais são subconjuntos do conjunto dos Números Reais.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10.
  • 11.
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18.