SlideShare uma empresa Scribd logo
Curso de Ciências Econômicas -
Disciplina: INTRODUÇÃO MICROECONOMIA

   1) Admita que a demanda por um bem seja representada pela equação
    P = 10 – 0,2Qd e a oferta pela equação P = 2 + 0,2Qd. Utilizando as condições de
   equilíbrio de mercado determine o preço e a quantidade ofertada e demandada deste
   bem.

       Igualando a oferta e a demanda, poderemos obter a condição de equilíbrio.




       A quantidade de equilíbrio é estabelecida quando oferta e demanda são iguais a
       20. Substituindo em uma das equações teremos o preço de equilíbrio.




       Resposta: Quantidade de equilíbrio é igual a 20 e Preço de equilíbrio igual a 6.

   2) Dados P0 = R$ 20,00 q0 = 500;
               P1 = R$ 30,00 q1 = 400;
Calcule, explique e classifique a elasticidade nos seguintes pontos:
   a) no ponto (P0, q0);
   b) no ponto (P1, q1);
   c) no ponto médio (elasticidade no arco)

       Elasticidade no ponto:


           a) No ponto ( ,      ):



       Nesse ponto a relação será inelástica, pois a variação foi menor que 1. A
       quantidade varia 0,4 vezes em relação ao preço.

           b) No ponto ( ,      ):



       Nesse ponto a relação também será inelástica, pois a variação também foi menor
       que 1. A quantidade varia 0,75 vezes em relação ao preço.
c) Elasticidade no arco:




   No arco estamos calculando a média das duas variações que foram menor que 1 e
   portanto inelásticas. A quantidade média varia 0,56 vezes em relação ao preço.


3) Uma pessoa consome dois bens: vestuário e alimentos. A partir das informações a
    seguir, ilustre e explique a curva de renda-consumo e a curva de Engel para
    vestuário e alimentos.
 Preço do      Preço dos     Quantidade Quantidade       Renda         Ponto
vestuário      alimentos     de vestuário       de
                                            alimentos
   $10             $2              6            20        $ 100          A
   $10             $2              8            35        $ 150          B
   $10             $2             11            45        $ 200          C
   $10             $2             15            50        $ 250          D


                         Curva Renda-consumo
    16
                                                  D

    11                                   C
                              B
     6             A                                      Curva Renda-consumo

     1

    -4        20         35         45       50



   O eixo horizontal representa a quantidade de alimentos, o eixo vertical
   representa a quantidade de vestuário. Cada ponto na curva representa uma cesta
   de consumo em função da renda obtida maximizando a utilidade de acordo com
   as preferências. A curva representa o efeito do aumento da renda na quantidade
   consumida de alimentos e vestuário.
Curva de Engel - Alimentos
Renda
R$ 300,00

R$ 250,00                                        D

R$ 200,00                               C

R$ 150,00
                               B                         Curva de Engel - Alimentos
R$ 100,00
                   A

 R$ 50,00

    R$ -
              20          35       45       50        Alimento


   O eixo vertical representa a renda, o eixo horizontal representa a quantidade de
   alimentos. Cada ponto da curva representa a quantidade de alimentos obtida em
   função da renda. A curva representa os efeitos da variação da renda na
   quantidade consumida de alimentos. Esta curva apresenta uma inclinação
   positiva do ponto A ao ponto D, portanto o bem é considerado normal entre
   esses pontos.


Renda                  Curva de Engel - Vestuário
R$ 300,00

R$ 250,00                                        D

R$ 200,00                               C

R$ 150,00                      B
                                                         Curva de Engel - Vestuário
R$ 100,00          A

 R$ 50,00

    R$ -
               6          8        11       15       Vestuário



   O eixo vertical representa a renda, o eixo horizontal representa a quantidade de
   vestuário. Cada ponto da curva representa a quantidade de vestuário obtida em
   função da renda. A curva representa os efeitos da variação da renda na
   quantidade consumida de vestuário. Esta curva apresenta uma inclinação
   positiva do ponto A ao ponto D, portanto o bem é considerado normal entre
   esses pontos.
4) Considere um mercado competitivo no qual as quantidades anuais demandadas e
   ofertadas a diversos preços sejam as seguintes:
      Preço                  Demanda                    Oferta
                           (em milhões)              (em milhões)
      (US$)
         60                     22                        14
         80                     20                        16
        100                     18                        18
        120                     16                        20

a) Calcule, explique e classifique a elasticidade de preço da demanda quando o preço
  for $80 e também quando for $100.

   Elasticidade no ponto:
      = 100    = 18
      = 80    = 20

   Em ( ,     ):




   No ponto ( , ) a elasticidade é igual a 0,6, implicando que a variação na quantidade
   demandada é 0,6 vezes em relação ao preço. A demanda é inelástica, pois a variação
   foi menor que 1.

   Em ( ,     ):




   No ponto ( , ) a elasticidade é igual a 0,4, implicando que a variação na quantidade
   demandada é 0,4 vezes em relação ao preço. A demanda é inelástica, pois a variação
   foi menor que 1.


   Elasticidade no arco:


   No arco:




   No arco a elasticidade é igual a 0,5, implicando que a variação na quantidade
   demandada é metade da variação do preço. A demanda é inelástica, pois a variação foi
   menor que 1.
b) Calcule, explique e classifique a elasticidade preço da oferta quando o preço for
  $80 e também quando for $100.

   Elasticidade no ponto:
      = 100    = 18
      = 80    = 16

   Em ( ,     ):




   No ponto ( , ) a elasticidade é igual a 0,6, implicando que a variação na quantidade
   0fertada é 0,56 vezes em relação ao preço. A oferta é inelástica, pois a variação foi
   menor que 1.

   Em ( ,     ):




   No ponto ( , ) a elasticidade é igual a 0,6, implicando que a variação na quantidade
   ofertada é 0,6 vezes em relação ao preço. A oferta é inelástica, pois a variação foi
   menor que 1.


   Elasticidade no arco:

   No arco:




   Neste caso, a elasticidade é igual a 0,53, implicando que a variação na quantidade
   demandada é 0,53 vezes em relação ao preço. A oferta é inelástica, pois a variação foi
   menor que 1.


5) A utilidade que Júlio obtém ao consumir alimentos, A, e vestuário, V, é dada pela
   função de utilidade U(A, V) = AV. Além disso, sabemos que o preço do alimento é
   dado por $2 por unidade, o do vestuário é de $10 por unidade, e a renda semanal
   de Júlio é de $50.

a) Calcule e explique a taxa marginal de substituição de vestuário por alimento para
   Júlio, quando a utilidade é maximizada.
b) Suponhamos que agora Júlio esteja consumindo uma cesta com mais alimentos e
   menos vestuário do que o contido em sua cesta maximizadora de utilidade. Será
   que essa taxa marginal de substituição de vestuário por alimento é superior ou
   inferior à que você respondeu no item anterior?. Explique.

Falta conteúdo.
6) Explique a diferença entre os seguintes termos:

a) uma curva de preço-consumo e uma curva de demanda

   A curva preço-consumo mostra as alterações na cesta escolhida pelo consumidor
   de acordo com a variação do preço. A curva de demanda relaciona o preço do
   produto à quantidade demandada.

b) uma curva da demanda individual e uma curva da demanda de mercado

   Uma curva de demanda individual relaciona o preço do produto à quantidade
   demandada por um único consumidor. A curva de demanda de mercado faz a
   mesma coisa só que dessa vez relacionado a todo o mercado ao invés de apenas
   um consumidor.

c) uma curva de Engel e uma curva da demanda

   A curva de Engel relaciona a quantidade consumida de uma mercadoria ao nível
   de renda. A curva de demanda relaciona a quantidade de mercadoria demandada
   ao preço da mercadoria.

d) um efeito renda e um efeito substituição

   O efeito substituição corresponde a uma modificação no consumo de um
   produto associada a uma variação em seu preço, mantendo-se constante o nível
   de satisfação. O efeito renda é uma variação no consumo de um produto
   ocasionada por uma modificação no poder aquisitivo, mantendo-se constante o
   preço.

7) Maurício possui a seguinte função de utilidade:

                             U(X,Y) = 20X + 80Y – X2 - 2Y2

Onde X é seu consumo de CDs, cujo preço é igual a $1, e Y é seu consumo de DVDs,
cujo preço de aluguel é de $2. Ele planeja gastar $41 com os dois tipos de
entretenimento. Determine o número de CDs e DVDs que vai maximizar a utilidade de
Maurício.

Falta conteúdo.

8) Quais as quatro premissas básicas sobre as preferências individuais?. Explique o
   que cada uma significa?

1. As Preferências são completas, indicando que dois consumidores poderiam comparar e
ordenar todas as cestas de mercado. Em outras palavras, para quaisquer duas cestas A e B,
um consumidor preferirá A em vez de B, preferirá B em vez de A ou será indiferente em
relação às duas. (Por “indiferente” designamos o indivíduo que estaria igualmente
satisfeito com qualquer uma das duas cestas.)
2. As preferências são transitivas. Transitividade significa que , se um consumidor que
prefere a cesta de mercado A em vez de B e prefere B em vez de C, então ele também
prefere A em vez de C.
3. Mais é melhor. Todas as mercadorias são “boas” (isto é , desejáveis), de tal forma que,
não se levando em consideração os preços, os consumidores sempre preferem
quantidades maiores de mercadorias, e m vez de menores.
4. As preferências são convexas, isto é, arqueadas para dentro. O termo convexo significa a
inclinação da curva de indiferença aumenta (isto é, torna-se menos negativa) à medida
que nos movimentamos para baixo ao logo da curva. Alternativamente, a curva de
indiferença é convexa quando a TMS diminui ao longo da mesma curva.



9) Explique por que o ponto de tangência da restrição orçamentária com a curva de
   indiferença é a posição de equilíbrio. Explique por que qualquer outro ponto onde
   a restrição orçamentária corta a curva de indiferença não é um equilíbrio.

Dada uma reta de restrição orçamentária a cesta que alcançar a curva de indiferença mais
elevada deverá ser escolhida, pois nela a satisfação será maximizada. Nesse ponto a curva
de indiferença deverá ser tangenciada pela linha do orçamento. Em qualquer outro ponto
essa condição não será atendida, pois mesmo que o ponto esteja sob a reta de restrição
orçamentária, não estará sobre a curva de indiferença mais elevada, portanto não
satisfazendo a condição de equilíbrio.

10) Os dados na tabela abaixo geram uma curva de indiferença para o Sr. Francisco.
    Desenhe esta curva, colocando o produto A no eixo vertical e B no eixo horizontal.
    Admitindo que os preços de A e B sejam $1,50 e $1,00, respectivamente, e que
    Francisco tenha $24,00 para gastar, represente a restrição orçamentária no seu
    gráfico. Qual combinação de A e B o Sr. Francisco comprará?


                    Unidades do bem A       Unidades do bem B
                            16                       6
                            12                       8
                            8                       12
                            4                       24


Neste caso: TMS= / . Quando a razão entre os preços for igual ao consumo de A por B o
Sr. Francisco deverá comprar. Neste caso ele estará satisfazendo a condição de equilíbrio.

             Unidades do bem A      Unidades do bem B           Cesta
                     16                      6                   A
                     12                      8                   B
                      8                     12                   C
                      4                     24                   D
Gráfico questão 10
  20

                         A
  16

                                 B
  12
                                               C
   8
                                                                             D
   4

   0
       0   2    4    6       8       10   12       14   16   18   20   22   24   26   28



    Reta de restrição orçamentária
    Curva de utilidade

Para satisfazer a condição de equilíbrio o Sr. Francisco deverá comprar a cesta C, pois
nesta cesta a razão entre o consumo dos bens A e B é igual a      . Sendo portando igual à
razão entre os preços de A e B. A cesta C é também o ponto onde a linha de restrição
orçamentária do Sr. Francisco Tangencia a curva de indiferença.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)
As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)
As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)
Luciano Pires
 
Elasticidade preço da oferta e demanda
Elasticidade preço da oferta e demandaElasticidade preço da oferta e demanda
Elasticidade preço da oferta e demanda
Universidade Pedagogica
 
Slides aula 3_economia-1
Slides aula 3_economia-1Slides aula 3_economia-1
Slides aula 3_economia-1
Cátia Pascoal
 
Mercados e políticas do governo
Mercados e políticas do governoMercados e políticas do governo
Mercados e políticas do governo
Luciano Pires
 
Aula3 demanda e_oferta
Aula3 demanda e_ofertaAula3 demanda e_oferta
Aula3 demanda e_oferta
Emerson Alves
 
Respostas Mankiw - Capítulo 24 (superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 24 (superior)Respostas Mankiw - Capítulo 24 (superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 24 (superior)
Luciano Pires
 
Custo de vida, inflação e indices de preços
Custo de vida, inflação e indices de preçosCusto de vida, inflação e indices de preços
Custo de vida, inflação e indices de preços
Luciano Pires
 
As forças de oferta e demanda dos mercados (superior)
As forças de oferta e demanda dos mercados (superior)As forças de oferta e demanda dos mercados (superior)
As forças de oferta e demanda dos mercados (superior)
Luciano Pires
 
Elasticidade
ElasticidadeElasticidade
Elasticidade
isaacsales253
 
Economia aula 4 - introdução à macroeconomia
Economia   aula 4 - introdução à macroeconomiaEconomia   aula 4 - introdução à macroeconomia
Economia aula 4 - introdução à macroeconomia
Felipe Leo
 
Perguntas e respostas economia
Perguntas e respostas economiaPerguntas e respostas economia
Perguntas e respostas economia
razonetecontabil
 
Respostas Mankiw - Capítulo 25 (superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 25 (superior)Respostas Mankiw - Capítulo 25 (superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 25 (superior)
Luciano Pires
 
aula-01-economia
aula-01-economiaaula-01-economia
aula-01-economia
Wesley Handerson
 
Respostas Mankiw - Capítulo 26 (Superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 26 (Superior)Respostas Mankiw - Capítulo 26 (Superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 26 (Superior)
Luciano Pires
 
Respostas mankiw - capítulo 1 (superior)
Respostas mankiw  - capítulo 1 (superior)Respostas mankiw  - capítulo 1 (superior)
Respostas mankiw - capítulo 1 (superior)
Luciano Pires
 
Respostas Mankiw - Capítulo 13 (Superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 13 (Superior)Respostas Mankiw - Capítulo 13 (Superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 13 (Superior)
Luciano Pires
 
36153033 aula-demanda-oferta-e-equilibrio-de-mercado
36153033 aula-demanda-oferta-e-equilibrio-de-mercado36153033 aula-demanda-oferta-e-equilibrio-de-mercado
36153033 aula-demanda-oferta-e-equilibrio-de-mercado
Sidinei Da Silva Vidal
 
Elasticidade preco da Oferta e Demanda
Elasticidade preco da Oferta e DemandaElasticidade preco da Oferta e Demanda
Elasticidade preco da Oferta e Demanda
Universidade Pedagogica
 
Aula 11 teoria da escolha do consumidor
Aula 11   teoria da escolha do consumidorAula 11   teoria da escolha do consumidor
Aula 11 teoria da escolha do consumidor
petecoslides
 
Respostas mankiw - capítulo 2 (superior)
Respostas mankiw  - capítulo 2 (superior)Respostas mankiw  - capítulo 2 (superior)
Respostas mankiw - capítulo 2 (superior)
Luciano Pires
 

Mais procurados (20)

As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)
As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)
As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)
 
Elasticidade preço da oferta e demanda
Elasticidade preço da oferta e demandaElasticidade preço da oferta e demanda
Elasticidade preço da oferta e demanda
 
Slides aula 3_economia-1
Slides aula 3_economia-1Slides aula 3_economia-1
Slides aula 3_economia-1
 
Mercados e políticas do governo
Mercados e políticas do governoMercados e políticas do governo
Mercados e políticas do governo
 
Aula3 demanda e_oferta
Aula3 demanda e_ofertaAula3 demanda e_oferta
Aula3 demanda e_oferta
 
Respostas Mankiw - Capítulo 24 (superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 24 (superior)Respostas Mankiw - Capítulo 24 (superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 24 (superior)
 
Custo de vida, inflação e indices de preços
Custo de vida, inflação e indices de preçosCusto de vida, inflação e indices de preços
Custo de vida, inflação e indices de preços
 
As forças de oferta e demanda dos mercados (superior)
As forças de oferta e demanda dos mercados (superior)As forças de oferta e demanda dos mercados (superior)
As forças de oferta e demanda dos mercados (superior)
 
Elasticidade
ElasticidadeElasticidade
Elasticidade
 
Economia aula 4 - introdução à macroeconomia
Economia   aula 4 - introdução à macroeconomiaEconomia   aula 4 - introdução à macroeconomia
Economia aula 4 - introdução à macroeconomia
 
Perguntas e respostas economia
Perguntas e respostas economiaPerguntas e respostas economia
Perguntas e respostas economia
 
Respostas Mankiw - Capítulo 25 (superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 25 (superior)Respostas Mankiw - Capítulo 25 (superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 25 (superior)
 
aula-01-economia
aula-01-economiaaula-01-economia
aula-01-economia
 
Respostas Mankiw - Capítulo 26 (Superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 26 (Superior)Respostas Mankiw - Capítulo 26 (Superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 26 (Superior)
 
Respostas mankiw - capítulo 1 (superior)
Respostas mankiw  - capítulo 1 (superior)Respostas mankiw  - capítulo 1 (superior)
Respostas mankiw - capítulo 1 (superior)
 
Respostas Mankiw - Capítulo 13 (Superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 13 (Superior)Respostas Mankiw - Capítulo 13 (Superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 13 (Superior)
 
36153033 aula-demanda-oferta-e-equilibrio-de-mercado
36153033 aula-demanda-oferta-e-equilibrio-de-mercado36153033 aula-demanda-oferta-e-equilibrio-de-mercado
36153033 aula-demanda-oferta-e-equilibrio-de-mercado
 
Elasticidade preco da Oferta e Demanda
Elasticidade preco da Oferta e DemandaElasticidade preco da Oferta e Demanda
Elasticidade preco da Oferta e Demanda
 
Aula 11 teoria da escolha do consumidor
Aula 11   teoria da escolha do consumidorAula 11   teoria da escolha do consumidor
Aula 11 teoria da escolha do consumidor
 
Respostas mankiw - capítulo 2 (superior)
Respostas mankiw  - capítulo 2 (superior)Respostas mankiw  - capítulo 2 (superior)
Respostas mankiw - capítulo 2 (superior)
 

Semelhante a I lista de exercícios microeconomica -2011-1

Função economica 2012 2
Função economica  2012 2Função economica  2012 2
1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt
1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt
1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt
GalbertoGomesOliveir1
 
Aula 9 - Microeconomia - Equilibrio de Mercado.pptx
Aula 9 - Microeconomia - Equilibrio de Mercado.pptxAula 9 - Microeconomia - Equilibrio de Mercado.pptx
Aula 9 - Microeconomia - Equilibrio de Mercado.pptx
Kennya De Lima Ribeiro
 
Micro3 demandaelasticidade eloi
Micro3 demandaelasticidade eloiMicro3 demandaelasticidade eloi
Micro3 demandaelasticidade eloi
Marcio Rangel
 
Material de Apoio - Matemática 1
Material de Apoio - Matemática 1Material de Apoio - Matemática 1
Material de Apoio - Matemática 1
Fernando Alves
 
Microeconomiacap.ii
Microeconomiacap.iiMicroeconomiacap.ii
Microeconomiacap.ii
Rafael César Lamim
 
Demanda e oferta
Demanda e ofertaDemanda e oferta
Demanda e oferta
LuizPereiraNasciment
 
apresentação sobre elasticidade e seus tipos.pptx
apresentação sobre elasticidade e seus tipos.pptxapresentação sobre elasticidade e seus tipos.pptx
apresentação sobre elasticidade e seus tipos.pptx
MairaLuizaSpanholi
 
Excedente de consumidor e produtor ( dicas de economia)
Excedente de consumidor e produtor ( dicas de economia)Excedente de consumidor e produtor ( dicas de economia)
Excedente de consumidor e produtor ( dicas de economia)
Egas Armando
 
1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt
1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt
1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt
Edilene Dias
 
1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt
1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt
1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt
ftc
 
Teoria econômica i lista de exercicios (micro).doc
Teoria econômica i  lista de exercicios (micro).docTeoria econômica i  lista de exercicios (micro).doc
Teoria econômica i lista de exercicios (micro).doc
Raphael César
 
3 ELASTICIDADES e sua importancia para o setor.pptx
3 ELASTICIDADES e sua importancia para o setor.pptx3 ELASTICIDADES e sua importancia para o setor.pptx
3 ELASTICIDADES e sua importancia para o setor.pptx
Cassiel Carlos
 
Teorias de consumo e produção
Teorias de consumo e produçãoTeorias de consumo e produção
Teorias de consumo e produção
Dayane Dias
 
Epi cap32 demanda_oferta
Epi cap32 demanda_ofertaEpi cap32 demanda_oferta
Epi cap32 demanda_oferta
André Balestreri
 
Estatistica regular 11
Estatistica regular 11Estatistica regular 11
Estatistica regular 11
J M
 
Aula 03 elasticidade e suas aplicações
Aula 03   elasticidade e suas aplicaçõesAula 03   elasticidade e suas aplicações
Aula 03 elasticidade e suas aplicações
petecoslides
 
Inflacao
InflacaoInflacao
Teoria do consumidor - Prof. Kleber Morales
Teoria do consumidor - Prof. Kleber MoralesTeoria do consumidor - Prof. Kleber Morales
Teoria do consumidor - Prof. Kleber Morales
Robérgio Kleber Morais
 
Efeito substituição e efeito renda
Efeito substituição e efeito rendaEfeito substituição e efeito renda
Efeito substituição e efeito renda
Universidade Pedagogica
 

Semelhante a I lista de exercícios microeconomica -2011-1 (20)

Função economica 2012 2
Função economica  2012 2Função economica  2012 2
Função economica 2012 2
 
1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt
1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt
1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt
 
Aula 9 - Microeconomia - Equilibrio de Mercado.pptx
Aula 9 - Microeconomia - Equilibrio de Mercado.pptxAula 9 - Microeconomia - Equilibrio de Mercado.pptx
Aula 9 - Microeconomia - Equilibrio de Mercado.pptx
 
Micro3 demandaelasticidade eloi
Micro3 demandaelasticidade eloiMicro3 demandaelasticidade eloi
Micro3 demandaelasticidade eloi
 
Material de Apoio - Matemática 1
Material de Apoio - Matemática 1Material de Apoio - Matemática 1
Material de Apoio - Matemática 1
 
Microeconomiacap.ii
Microeconomiacap.iiMicroeconomiacap.ii
Microeconomiacap.ii
 
Demanda e oferta
Demanda e ofertaDemanda e oferta
Demanda e oferta
 
apresentação sobre elasticidade e seus tipos.pptx
apresentação sobre elasticidade e seus tipos.pptxapresentação sobre elasticidade e seus tipos.pptx
apresentação sobre elasticidade e seus tipos.pptx
 
Excedente de consumidor e produtor ( dicas de economia)
Excedente de consumidor e produtor ( dicas de economia)Excedente de consumidor e produtor ( dicas de economia)
Excedente de consumidor e produtor ( dicas de economia)
 
1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt
1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt
1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt
 
1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt
1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt
1-Teoria do consumidor e da demanda (A).ppt
 
Teoria econômica i lista de exercicios (micro).doc
Teoria econômica i  lista de exercicios (micro).docTeoria econômica i  lista de exercicios (micro).doc
Teoria econômica i lista de exercicios (micro).doc
 
3 ELASTICIDADES e sua importancia para o setor.pptx
3 ELASTICIDADES e sua importancia para o setor.pptx3 ELASTICIDADES e sua importancia para o setor.pptx
3 ELASTICIDADES e sua importancia para o setor.pptx
 
Teorias de consumo e produção
Teorias de consumo e produçãoTeorias de consumo e produção
Teorias de consumo e produção
 
Epi cap32 demanda_oferta
Epi cap32 demanda_ofertaEpi cap32 demanda_oferta
Epi cap32 demanda_oferta
 
Estatistica regular 11
Estatistica regular 11Estatistica regular 11
Estatistica regular 11
 
Aula 03 elasticidade e suas aplicações
Aula 03   elasticidade e suas aplicaçõesAula 03   elasticidade e suas aplicações
Aula 03 elasticidade e suas aplicações
 
Inflacao
InflacaoInflacao
Inflacao
 
Teoria do consumidor - Prof. Kleber Morales
Teoria do consumidor - Prof. Kleber MoralesTeoria do consumidor - Prof. Kleber Morales
Teoria do consumidor - Prof. Kleber Morales
 
Efeito substituição e efeito renda
Efeito substituição e efeito rendaEfeito substituição e efeito renda
Efeito substituição e efeito renda
 

Último

Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
antonio carlos
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
pattyhsilva271204
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 

Último (20)

Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 

I lista de exercícios microeconomica -2011-1

  • 1. Curso de Ciências Econômicas - Disciplina: INTRODUÇÃO MICROECONOMIA 1) Admita que a demanda por um bem seja representada pela equação P = 10 – 0,2Qd e a oferta pela equação P = 2 + 0,2Qd. Utilizando as condições de equilíbrio de mercado determine o preço e a quantidade ofertada e demandada deste bem. Igualando a oferta e a demanda, poderemos obter a condição de equilíbrio. A quantidade de equilíbrio é estabelecida quando oferta e demanda são iguais a 20. Substituindo em uma das equações teremos o preço de equilíbrio. Resposta: Quantidade de equilíbrio é igual a 20 e Preço de equilíbrio igual a 6. 2) Dados P0 = R$ 20,00 q0 = 500; P1 = R$ 30,00 q1 = 400; Calcule, explique e classifique a elasticidade nos seguintes pontos: a) no ponto (P0, q0); b) no ponto (P1, q1); c) no ponto médio (elasticidade no arco) Elasticidade no ponto: a) No ponto ( , ): Nesse ponto a relação será inelástica, pois a variação foi menor que 1. A quantidade varia 0,4 vezes em relação ao preço. b) No ponto ( , ): Nesse ponto a relação também será inelástica, pois a variação também foi menor que 1. A quantidade varia 0,75 vezes em relação ao preço.
  • 2. c) Elasticidade no arco: No arco estamos calculando a média das duas variações que foram menor que 1 e portanto inelásticas. A quantidade média varia 0,56 vezes em relação ao preço. 3) Uma pessoa consome dois bens: vestuário e alimentos. A partir das informações a seguir, ilustre e explique a curva de renda-consumo e a curva de Engel para vestuário e alimentos. Preço do Preço dos Quantidade Quantidade Renda Ponto vestuário alimentos de vestuário de alimentos $10 $2 6 20 $ 100 A $10 $2 8 35 $ 150 B $10 $2 11 45 $ 200 C $10 $2 15 50 $ 250 D Curva Renda-consumo 16 D 11 C B 6 A Curva Renda-consumo 1 -4 20 35 45 50 O eixo horizontal representa a quantidade de alimentos, o eixo vertical representa a quantidade de vestuário. Cada ponto na curva representa uma cesta de consumo em função da renda obtida maximizando a utilidade de acordo com as preferências. A curva representa o efeito do aumento da renda na quantidade consumida de alimentos e vestuário.
  • 3. Curva de Engel - Alimentos Renda R$ 300,00 R$ 250,00 D R$ 200,00 C R$ 150,00 B Curva de Engel - Alimentos R$ 100,00 A R$ 50,00 R$ - 20 35 45 50 Alimento O eixo vertical representa a renda, o eixo horizontal representa a quantidade de alimentos. Cada ponto da curva representa a quantidade de alimentos obtida em função da renda. A curva representa os efeitos da variação da renda na quantidade consumida de alimentos. Esta curva apresenta uma inclinação positiva do ponto A ao ponto D, portanto o bem é considerado normal entre esses pontos. Renda Curva de Engel - Vestuário R$ 300,00 R$ 250,00 D R$ 200,00 C R$ 150,00 B Curva de Engel - Vestuário R$ 100,00 A R$ 50,00 R$ - 6 8 11 15 Vestuário O eixo vertical representa a renda, o eixo horizontal representa a quantidade de vestuário. Cada ponto da curva representa a quantidade de vestuário obtida em função da renda. A curva representa os efeitos da variação da renda na quantidade consumida de vestuário. Esta curva apresenta uma inclinação positiva do ponto A ao ponto D, portanto o bem é considerado normal entre esses pontos.
  • 4. 4) Considere um mercado competitivo no qual as quantidades anuais demandadas e ofertadas a diversos preços sejam as seguintes: Preço Demanda Oferta (em milhões) (em milhões) (US$) 60 22 14 80 20 16 100 18 18 120 16 20 a) Calcule, explique e classifique a elasticidade de preço da demanda quando o preço for $80 e também quando for $100. Elasticidade no ponto: = 100 = 18 = 80 = 20 Em ( , ): No ponto ( , ) a elasticidade é igual a 0,6, implicando que a variação na quantidade demandada é 0,6 vezes em relação ao preço. A demanda é inelástica, pois a variação foi menor que 1. Em ( , ): No ponto ( , ) a elasticidade é igual a 0,4, implicando que a variação na quantidade demandada é 0,4 vezes em relação ao preço. A demanda é inelástica, pois a variação foi menor que 1. Elasticidade no arco: No arco: No arco a elasticidade é igual a 0,5, implicando que a variação na quantidade demandada é metade da variação do preço. A demanda é inelástica, pois a variação foi menor que 1.
  • 5. b) Calcule, explique e classifique a elasticidade preço da oferta quando o preço for $80 e também quando for $100. Elasticidade no ponto: = 100 = 18 = 80 = 16 Em ( , ): No ponto ( , ) a elasticidade é igual a 0,6, implicando que a variação na quantidade 0fertada é 0,56 vezes em relação ao preço. A oferta é inelástica, pois a variação foi menor que 1. Em ( , ): No ponto ( , ) a elasticidade é igual a 0,6, implicando que a variação na quantidade ofertada é 0,6 vezes em relação ao preço. A oferta é inelástica, pois a variação foi menor que 1. Elasticidade no arco: No arco: Neste caso, a elasticidade é igual a 0,53, implicando que a variação na quantidade demandada é 0,53 vezes em relação ao preço. A oferta é inelástica, pois a variação foi menor que 1. 5) A utilidade que Júlio obtém ao consumir alimentos, A, e vestuário, V, é dada pela função de utilidade U(A, V) = AV. Além disso, sabemos que o preço do alimento é dado por $2 por unidade, o do vestuário é de $10 por unidade, e a renda semanal de Júlio é de $50. a) Calcule e explique a taxa marginal de substituição de vestuário por alimento para Júlio, quando a utilidade é maximizada. b) Suponhamos que agora Júlio esteja consumindo uma cesta com mais alimentos e menos vestuário do que o contido em sua cesta maximizadora de utilidade. Será que essa taxa marginal de substituição de vestuário por alimento é superior ou inferior à que você respondeu no item anterior?. Explique. Falta conteúdo.
  • 6. 6) Explique a diferença entre os seguintes termos: a) uma curva de preço-consumo e uma curva de demanda A curva preço-consumo mostra as alterações na cesta escolhida pelo consumidor de acordo com a variação do preço. A curva de demanda relaciona o preço do produto à quantidade demandada. b) uma curva da demanda individual e uma curva da demanda de mercado Uma curva de demanda individual relaciona o preço do produto à quantidade demandada por um único consumidor. A curva de demanda de mercado faz a mesma coisa só que dessa vez relacionado a todo o mercado ao invés de apenas um consumidor. c) uma curva de Engel e uma curva da demanda A curva de Engel relaciona a quantidade consumida de uma mercadoria ao nível de renda. A curva de demanda relaciona a quantidade de mercadoria demandada ao preço da mercadoria. d) um efeito renda e um efeito substituição O efeito substituição corresponde a uma modificação no consumo de um produto associada a uma variação em seu preço, mantendo-se constante o nível de satisfação. O efeito renda é uma variação no consumo de um produto ocasionada por uma modificação no poder aquisitivo, mantendo-se constante o preço. 7) Maurício possui a seguinte função de utilidade: U(X,Y) = 20X + 80Y – X2 - 2Y2 Onde X é seu consumo de CDs, cujo preço é igual a $1, e Y é seu consumo de DVDs, cujo preço de aluguel é de $2. Ele planeja gastar $41 com os dois tipos de entretenimento. Determine o número de CDs e DVDs que vai maximizar a utilidade de Maurício. Falta conteúdo. 8) Quais as quatro premissas básicas sobre as preferências individuais?. Explique o que cada uma significa? 1. As Preferências são completas, indicando que dois consumidores poderiam comparar e ordenar todas as cestas de mercado. Em outras palavras, para quaisquer duas cestas A e B, um consumidor preferirá A em vez de B, preferirá B em vez de A ou será indiferente em relação às duas. (Por “indiferente” designamos o indivíduo que estaria igualmente satisfeito com qualquer uma das duas cestas.)
  • 7. 2. As preferências são transitivas. Transitividade significa que , se um consumidor que prefere a cesta de mercado A em vez de B e prefere B em vez de C, então ele também prefere A em vez de C. 3. Mais é melhor. Todas as mercadorias são “boas” (isto é , desejáveis), de tal forma que, não se levando em consideração os preços, os consumidores sempre preferem quantidades maiores de mercadorias, e m vez de menores. 4. As preferências são convexas, isto é, arqueadas para dentro. O termo convexo significa a inclinação da curva de indiferença aumenta (isto é, torna-se menos negativa) à medida que nos movimentamos para baixo ao logo da curva. Alternativamente, a curva de indiferença é convexa quando a TMS diminui ao longo da mesma curva. 9) Explique por que o ponto de tangência da restrição orçamentária com a curva de indiferença é a posição de equilíbrio. Explique por que qualquer outro ponto onde a restrição orçamentária corta a curva de indiferença não é um equilíbrio. Dada uma reta de restrição orçamentária a cesta que alcançar a curva de indiferença mais elevada deverá ser escolhida, pois nela a satisfação será maximizada. Nesse ponto a curva de indiferença deverá ser tangenciada pela linha do orçamento. Em qualquer outro ponto essa condição não será atendida, pois mesmo que o ponto esteja sob a reta de restrição orçamentária, não estará sobre a curva de indiferença mais elevada, portanto não satisfazendo a condição de equilíbrio. 10) Os dados na tabela abaixo geram uma curva de indiferença para o Sr. Francisco. Desenhe esta curva, colocando o produto A no eixo vertical e B no eixo horizontal. Admitindo que os preços de A e B sejam $1,50 e $1,00, respectivamente, e que Francisco tenha $24,00 para gastar, represente a restrição orçamentária no seu gráfico. Qual combinação de A e B o Sr. Francisco comprará? Unidades do bem A Unidades do bem B 16 6 12 8 8 12 4 24 Neste caso: TMS= / . Quando a razão entre os preços for igual ao consumo de A por B o Sr. Francisco deverá comprar. Neste caso ele estará satisfazendo a condição de equilíbrio. Unidades do bem A Unidades do bem B Cesta 16 6 A 12 8 B 8 12 C 4 24 D
  • 8. Gráfico questão 10 20 A 16 B 12 C 8 D 4 0 0 2 4 6 8 10 12 14 16 18 20 22 24 26 28 Reta de restrição orçamentária Curva de utilidade Para satisfazer a condição de equilíbrio o Sr. Francisco deverá comprar a cesta C, pois nesta cesta a razão entre o consumo dos bens A e B é igual a . Sendo portando igual à razão entre os preços de A e B. A cesta C é também o ponto onde a linha de restrição orçamentária do Sr. Francisco Tangencia a curva de indiferença.