SlideShare uma empresa Scribd logo
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia
                                              Campus Ribeirão das Neves
                                 Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais
                                          Disciplina de Introdução à Economia



        Respostas – Capítulo 2: Pensando como economista

                          Questões para revisão

1) Por que a economia é considerada uma ciência?

Porque a economia busca interpretar e entender a realidade se valendo do mé-
todo científico para construir um corpo de conhecimentos crível e coeso.

2) Por que os economistas formulam hipóteses?

Porque elas permitem simplificar a complexa realidade que é objeto de estudo,
buscando manter o entendimento sobre os fatores principais que regem esta
realidade.

3) Um modelo econômico deveria descrever exatamente a realidade?

Não, o objetivo de um modelo é ser uma simplificação da realidade que mante-
nha as estruturas gerais e fundamentais que regrem esta realidade. São formu-
lados com base em hipóteses.

4) Cite uma forma em que sua família interage no mercado de fatores uma
forma como interage no mercado de produtos.

Famílias ofertam fatores de produção no mercado de fatores, como mão de
obra, capital e terra.
Famílias demandam produtos no mercado de bens e serviços, como carros,
alimentos, etc..

5) Cite uma interação economia que o diagrama de fluxo circular não co-
bre.

Uma interação não incluída neste modelo é a ação do governo sobre famílias e
empresas.

6) Desenhe e explique uma fronteira de possibilidade de produção para
uma economia que produz leite e biscoitos. O que acontecerá a essa fron-
teira se uma doença matar metade das vacas desta economia?

Com a diminuição do número de vacas, que são o principal insumo para a pro-
dução de leite, teremos uma retração da fronteira indicando uma redução na
capacidade de produção de leite. Entretanto, isso não altera em nada a situa-
ção da industria de biscoitos deixando esta “ponta” da fronteira inalterada.
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia
                                              Campus Ribeirão das Neves
                                 Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais
                                          Disciplina de Introdução à Economia




7) Use a fronteira de possibilidade de produção para descrever a ideia de
“eficiência”.

Dado que eficiência significa produzir o máximo possível de bens ou serviços
dada a quantidade de insumos ou recursos disponíveis temos que qualquer
ponto da fronteira de possibilidade de produção será eficiente. Como é o caso
dos pontos B e C.
Qualquer ponto para dentro da fronteira indicará uma subutilização dos recur-
sos, ou seja, produzir relativamente menos com os mesmos recursos disponí-
veis. Identificando pontos não eficientes. Como é o caso do ponto A.
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia
                                               Campus Ribeirão das Neves
                                  Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais
                                           Disciplina de Introdução à Economia




8) Quais são os dois subcampos em que se divide a economia? Explique
o que cada um estuda.

Os campos são microeconomia e macroeconomia.
Microeconomia: é o campo que estuda como famílias e empresas tomam deci-
sões e interagem entre si dentro de mercados.
Macroeconomia: é o campo que estuda fenômenos que englobam a economia
como um todo.

9) Qual a diferença entre as declarações positivas e as normativas? Dê
um exemplo de cada.

Declarações positivas tem o objetivo de identificar ou descrever como o mundo
ou realidade verdadeiramente é.
Ex: No curto prazo existe um trade-off entre inflação e desemprego.

Declarações normativas tem o bojetivo de perscrever como o mundo de fato
deveria ser.
Ex: Deveríamos utilizar o trade-off entre inflação e desemprego para reduzir o
nível de desemprego constantemente.

10) Por que os economistas às vezes oferecem conselhos conflitantes
aos formuladores de políticas?

Os motivos são dois:
    Eles podem discordar sobre a validade de terias positivas alternativas.
     Ex: Intensidade da resposta entre inflação e desemprego.
    Eles podem discordar por possuírem valores diferentes resultando em
     visões normativas distintas. Ex: Diminuir o desemprego é mais importan-
     te do que controlar a inflação.



                          Problemas e aplicações

1) Desenhe um diagrama de fluxo circular. Identifique as partes do mode-
lo que correspondem ao fluxo de bens e serviços e ao fluxo de dólares
em cada uma das atividades abaixo:

a. Selena paga R$ 1,00 por um litro de leite.
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia
                                            Campus Ribeirão das Neves
                               Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais
                                        Disciplina de Introdução à Economia




b. Stuart ganha R$ 4,50 por hora trabalhando em um restaurante.




c. Sarah paga R$ 30 por um corte de cabelo.
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia
                                             Campus Ribeirão das Neves
                                Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais
                                         Disciplina de Introdução à Economia




d. Sally recebe R$ 10.000,00 referentes aos 10% de participação que pos-
sui na ACME Industrial.




2) Imagine uma sociedade que produza apenas armas e manteiga:
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia
                                                Campus Ribeirão das Neves
                                   Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais
                                            Disciplina de Introdução à Economia



a) Desenhe um gráfico de fronteira de possibilidade de produção para es-
ta economia. Explique porque ela provavelmente se curvará para fora.




Isso ocorre porque acreditasse (supõe-se) que o custo de oportunidade dos
produtos desta economia é crescente.

b) Indique um ponto (escolha de produção) que a economia não seja ca-
paz de atingir. Indique um ponto capaz de ser atingido, mas ineficiente.




Ponto A: Possível de produzir, mas ineficiente.
Ponto D: Impossível de ser atingido.

c) Imagine que nesta sociedade existam dois partidos políticos os Fal-
cões (que desejam forças armadas mais poderosas) e as Pombas (que
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia
                                            Campus Ribeirão das Neves
                               Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais
                                        Disciplina de Introdução à Economia



desejam forças armadas menos poderosas). Indique um ponto na sua
fronteira de possibilidade de produção que os falcões desejariam esco-
lher e um ponto que as pombas gostariam de escolher.




Ponto B: Escolha dos Falcões (mais armas menos manteiga)
Ponto C: Escolha dos Pombos (menos armas mais manteiga)

d) Imagine que um país vizinho agressivo decida reduzir o tamanho de
suas forças armadas. Como resultado, tanto os Falcões como os Pombas
reduzem a produção desejada de armas na mesma quantidade. Que parti-
do obteria o maior dividendo de paz, medido pelo aumento na quantidade
produzida de manteiga? Explique.
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia
                                              Campus Ribeirão das Neves
                                 Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais
                                          Disciplina de Introdução à Economia



Ao reduzir a quantidade de armas na mesma quantidade para os dois partidos
temos um aumento de manteiga produzida. No caso desta mudança o aumento
gerado de manteiga é maior no caso dos Falcões quando eles se movem de B
para B’ do que dos Pombos quando se movem de C para C’. Isso ocorre devi-
do ao fato de que o custo de oportunidade é crescente.

3) O primeiro princípio econômico que discutimos no capítulo 1 é o de
que as pessoas enfrentam trade-off’s. Use a fronteira de possibilidades de
produção para ilustrar o trade-off da sociedade entre meio ambiente não
poluído e a quantidade de produto industrial. O que, em sua opinião, de-
termina o formato e a posição da fronteira? Mostre o que acontece com a
fronteira se engenheiros desenvolvem um motor para carro praticamente
livre de emissão de poluentes.




A tecnologia ou capacidade técnica (produtividade) de produzir bens a uma
dada quantidade de poluição gerada é o que determinaria o formato desta fron-
teira.
Com a mudança tecnológica apontada teríamos um deslocamento da curva
possibilitando uma maior produção de bem com menos poluição ou com mais
ambiente sem poluição.

4) Uma economia é composta de três trabalhadores: Larry, Moe e Curly.
Cada um deles trabalha 10 horas por dia e consegue produzir dois servi-
ços: cortar grama e lavar carros. Em uma hora, Larry consegue ou cortar
um grama ou lavar um carro; Moe consegue ou cortar um gramado ou
lavar dois carros; Curly consegue ou cortar dois gramados ou lavar um
carro.
a. Calcule quanto de cada serviço é produzido sob as seguintes circuns-
tâncias classificadas como A, B, C e D:
    Os três passam o tempo cortando grama (A)
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia
                                               Campus Ribeirão das Neves
                                  Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais
                                           Disciplina de Introdução à Economia



      Os três passam o tempo lavando carros (B).
      Os três passam metade do tempo em cada atividade (C).
      Larry passa metade do tempo em cada atividade, Moe apenas lava
       carros e Curly apenas corta grama (D).

A= 40 gramados cortados, B=40 carros lavados, C= 20 gramados cortados e
20 carros lavados, e D=25 gramados cortados e 25 carros lavados.

b. Baseando-se em suas respostas anteriores, faça um gráfico da frontei-
ra de possibilidade de produção para essa economia e identifique os pon-
tos A, B, C e D.




c. Explique por que a fronteira de possibilidade de produção tem esse
formato.

Isso ocorre devido ao fato de que o custo de oportunidade é crescente.

d. Alguma das alocações calculadas no item “a” são ineficientes? Expli-
que.

O ponto C é ineficiente. Porque neste ponto não estamos fazendo o melhor em
conjunto dado que Moe esta usando metade do tempo para produzir grama
cortada e é mais eficiente na produção de carros lavados, assim seria mais
eficiente se ele só produzisse caros lavados. O mesmo ocorre com Curly que
esta utilizando metade de seu tempo para produzir carros lavados sendo que
ele é mais eficiente na produção de grama cortada.
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia
                                             Campus Ribeirão das Neves
                                Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais
                                         Disciplina de Introdução à Economia



5) Classifique os seguintes tópicos como pertencentes à microeconomia
ou à macroeconomia.

a. A decisão de uma família referente a quanto deve poupar.

Microeconomia.

b. O efeito das regulamentações governamentais sobre a emissão de ga-
ses dos automóveis.

Microeconomia.

c. O impacto de uma poupança nacional maior sobre o crescimento eco-
nômico.

Macroeconomia.

d. A decisão de uma empresa sobre quantos trabalhadores contratar.

Microeconomia.

e. A relação entre taxa de inflação e as mudanças na quantidade de moe-
da.

Macroeconomia.

6) Classifique cada uma das declarações abaixo como sendo positiva ou
normativa.

a. A sociedade enfrenta um trade-off no curto prazo entre inflação e de-
semprego.

Declaração positiva.

b. Uma redução na taxa de crescimento da moeda reduzirá a taxa de infla-
ção.

Declaração positiva.

c. O Federal Reserve deveria reduzir a taxa de crescimento da moeda.

Declaração normativa.

d. A sociedade exigir que os beneficiários dos programas de assistência
social procurassem emprego.
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia
                                                Campus Ribeirão das Neves
                                   Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais
                                            Disciplina de Introdução à Economia



Declaração normativa.

e. Impostos menores incentivam mais trabalho e mais poupança.

Declaração positiva.

7) Classifique cada uma das declarações da tabela 1 como positiva nor-
mativa ou ambígua.

1. Positiva.
2. Positiva.
3. Positiva.
4. Positiva.
5. Normativa.
6. Normativa.
7. Normativa.
8. Normativa.
9. Normativa.
10. Ambígua.
11. Positiva.
12. Positiva.
13. Normativa.
14. Ambígua.

8) Se você fosse o presidente, estaria mais interessado nas opiniões posi-
tivas ou normativas de seus assessores econômicos? Porque?

Estaria mais interessado nas colocações positivas dado que o formulador de
política (corporificado no presidente em si) tem uma ideologia e visão normativa
própria independente de seus conhecimentos de economia. Assim ele poderia
se valer dos conhecimentos criveis e técnicos dos conselheiros economistas
para melhor aplicar e instaurar sua visão normativa de mundo.

9) Procure uma cópia recente do Relatório Econômico do Presidente.
Leia um capítulo que seja de seu interesse. Faça um resumo do problema
econômico em questão e descreva as políticas recomendadas pelo con-
selho.

Realizar esta avaliação individualmente.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Exercícios mankiw cap_13_e_14
Exercícios mankiw cap_13_e_14Exercícios mankiw cap_13_e_14
Exercícios mankiw cap_13_e_14
Thaís Ferreira
 
Respostas Mankiw - Capítulo 26 (Superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 26 (Superior)Respostas Mankiw - Capítulo 26 (Superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 26 (Superior)
Luciano Pires
 
Economia aula 7 - a macroeconomia keynesiana
Economia   aula 7 - a macroeconomia keynesianaEconomia   aula 7 - a macroeconomia keynesiana
Economia aula 7 - a macroeconomia keynesiana
Felipe Leo
 
Elasticidade e suas aplicações
Elasticidade e suas aplicaçõesElasticidade e suas aplicações
Elasticidade e suas aplicações
Luciano Pires
 
Resumo capítulo 23
Resumo capítulo 23Resumo capítulo 23
Resumo capítulo 23
Aline Schons
 
Economia aula 3 – a elasticidade e suas aplicações
Economia   aula 3 – a elasticidade e suas aplicaçõesEconomia   aula 3 – a elasticidade e suas aplicações
Economia aula 3 – a elasticidade e suas aplicações
Felipe Leo
 
Cap 1 introdução à economia by gregory mankiw
Cap 1 introdução à economia by gregory mankiw Cap 1 introdução à economia by gregory mankiw
Cap 1 introdução à economia by gregory mankiw
EduardoAugusto801381
 
Custo de vida, inflação e indices de preços
Custo de vida, inflação e indices de preçosCusto de vida, inflação e indices de preços
Custo de vida, inflação e indices de preços
Luciano Pires
 
402 macroeconomia-i-caderno-de-exercicios-para-exame-resolvidos
402 macroeconomia-i-caderno-de-exercicios-para-exame-resolvidos402 macroeconomia-i-caderno-de-exercicios-para-exame-resolvidos
402 macroeconomia-i-caderno-de-exercicios-para-exame-resolvidos
Ronne Seles
 
I lista de exercícios microeconomica -2011-1
I  lista de exercícios microeconomica -2011-1 I  lista de exercícios microeconomica -2011-1
I lista de exercícios microeconomica -2011-1
jucielima
 
Aula 3 elasticidade
Aula 3   elasticidadeAula 3   elasticidade
Aula 3 elasticidade
Mitsubishi Motors Brasil
 
Custos de Produção
Custos de ProduçãoCustos de Produção
Custos de Produção
Luciano Pires
 
Slides aula 3_economia-1
Slides aula 3_economia-1Slides aula 3_economia-1
Slides aula 3_economia-1
Cátia Pascoal
 
Excedente de consumidor e produtor ( dicas de economia)
Excedente de consumidor e produtor ( dicas de economia)Excedente de consumidor e produtor ( dicas de economia)
Excedente de consumidor e produtor ( dicas de economia)
Egas Armando
 
2+demanda+moeda
2+demanda+moeda2+demanda+moeda
2+demanda+moeda
Gold Calil Haddad Haddad
 
Demanda e oferta 2011_01
Demanda e oferta 2011_01Demanda e oferta 2011_01
Demanda e oferta 2011_01
Milton Henrique do Couto Neto
 
Introdução à Economia
Introdução à EconomiaIntrodução à Economia
Introdução à Economia
Patrícia Cruz Rodrigues Marion
 
Perguntas e respostas economia
Perguntas e respostas economiaPerguntas e respostas economia
Perguntas e respostas economia
razonetecontabil
 
Cap02
Cap02Cap02
As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)
As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)
As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)
Luciano Pires
 

Mais procurados (20)

Exercícios mankiw cap_13_e_14
Exercícios mankiw cap_13_e_14Exercícios mankiw cap_13_e_14
Exercícios mankiw cap_13_e_14
 
Respostas Mankiw - Capítulo 26 (Superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 26 (Superior)Respostas Mankiw - Capítulo 26 (Superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 26 (Superior)
 
Economia aula 7 - a macroeconomia keynesiana
Economia   aula 7 - a macroeconomia keynesianaEconomia   aula 7 - a macroeconomia keynesiana
Economia aula 7 - a macroeconomia keynesiana
 
Elasticidade e suas aplicações
Elasticidade e suas aplicaçõesElasticidade e suas aplicações
Elasticidade e suas aplicações
 
Resumo capítulo 23
Resumo capítulo 23Resumo capítulo 23
Resumo capítulo 23
 
Economia aula 3 – a elasticidade e suas aplicações
Economia   aula 3 – a elasticidade e suas aplicaçõesEconomia   aula 3 – a elasticidade e suas aplicações
Economia aula 3 – a elasticidade e suas aplicações
 
Cap 1 introdução à economia by gregory mankiw
Cap 1 introdução à economia by gregory mankiw Cap 1 introdução à economia by gregory mankiw
Cap 1 introdução à economia by gregory mankiw
 
Custo de vida, inflação e indices de preços
Custo de vida, inflação e indices de preçosCusto de vida, inflação e indices de preços
Custo de vida, inflação e indices de preços
 
402 macroeconomia-i-caderno-de-exercicios-para-exame-resolvidos
402 macroeconomia-i-caderno-de-exercicios-para-exame-resolvidos402 macroeconomia-i-caderno-de-exercicios-para-exame-resolvidos
402 macroeconomia-i-caderno-de-exercicios-para-exame-resolvidos
 
I lista de exercícios microeconomica -2011-1
I  lista de exercícios microeconomica -2011-1 I  lista de exercícios microeconomica -2011-1
I lista de exercícios microeconomica -2011-1
 
Aula 3 elasticidade
Aula 3   elasticidadeAula 3   elasticidade
Aula 3 elasticidade
 
Custos de Produção
Custos de ProduçãoCustos de Produção
Custos de Produção
 
Slides aula 3_economia-1
Slides aula 3_economia-1Slides aula 3_economia-1
Slides aula 3_economia-1
 
Excedente de consumidor e produtor ( dicas de economia)
Excedente de consumidor e produtor ( dicas de economia)Excedente de consumidor e produtor ( dicas de economia)
Excedente de consumidor e produtor ( dicas de economia)
 
2+demanda+moeda
2+demanda+moeda2+demanda+moeda
2+demanda+moeda
 
Demanda e oferta 2011_01
Demanda e oferta 2011_01Demanda e oferta 2011_01
Demanda e oferta 2011_01
 
Introdução à Economia
Introdução à EconomiaIntrodução à Economia
Introdução à Economia
 
Perguntas e respostas economia
Perguntas e respostas economiaPerguntas e respostas economia
Perguntas e respostas economia
 
Cap02
Cap02Cap02
Cap02
 
As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)
As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)
As forças de oferta e demanda dos mercados (técnico)
 

Destaque

Mercados e políticas do governo
Mercados e políticas do governoMercados e políticas do governo
Mercados e políticas do governo
Luciano Pires
 
Produção e crescimento econômico
Produção e crescimento econômicoProdução e crescimento econômico
Produção e crescimento econômico
Luciano Pires
 
As forças de oferta e demanda dos mercados (superior)
As forças de oferta e demanda dos mercados (superior)As forças de oferta e demanda dos mercados (superior)
As forças de oferta e demanda dos mercados (superior)
Luciano Pires
 
Economia Como Ciência
Economia Como CiênciaEconomia Como Ciência
Economia Como Ciência
Luciano Pires
 
Bens públicos e recursos comuns
Bens públicos e recursos comunsBens públicos e recursos comuns
Bens públicos e recursos comuns
Luciano Pires
 
Renda nacional e Bem-estar Econômico
Renda nacional e Bem-estar EconômicoRenda nacional e Bem-estar Econômico
Renda nacional e Bem-estar Econômico
Luciano Pires
 
Externalidades
ExternalidadesExternalidades
Externalidades
Luciano Pires
 
Fundamentos de economia
Fundamentos de economiaFundamentos de economia
Fundamentos de economia
Luciano Pires
 

Destaque (8)

Mercados e políticas do governo
Mercados e políticas do governoMercados e políticas do governo
Mercados e políticas do governo
 
Produção e crescimento econômico
Produção e crescimento econômicoProdução e crescimento econômico
Produção e crescimento econômico
 
As forças de oferta e demanda dos mercados (superior)
As forças de oferta e demanda dos mercados (superior)As forças de oferta e demanda dos mercados (superior)
As forças de oferta e demanda dos mercados (superior)
 
Economia Como Ciência
Economia Como CiênciaEconomia Como Ciência
Economia Como Ciência
 
Bens públicos e recursos comuns
Bens públicos e recursos comunsBens públicos e recursos comuns
Bens públicos e recursos comuns
 
Renda nacional e Bem-estar Econômico
Renda nacional e Bem-estar EconômicoRenda nacional e Bem-estar Econômico
Renda nacional e Bem-estar Econômico
 
Externalidades
ExternalidadesExternalidades
Externalidades
 
Fundamentos de economia
Fundamentos de economiaFundamentos de economia
Fundamentos de economia
 

Semelhante a Respostas mankiw - capítulo 2 (superior)

Aula 1 Economia e Mercado Global
Aula 1 Economia e Mercado GlobalAula 1 Economia e Mercado Global
Aula 1 Economia e Mercado Global
Luciano Cavalcante
 
C:\Fakepath\Evte
C:\Fakepath\EvteC:\Fakepath\Evte
C:\Fakepath\Evte
guest8371f61
 
aula 1.pdf
aula 1.pdfaula 1.pdf
aula 1.pdf
robamaral
 
Teoria economica
Teoria economicaTeoria economica
Teoria economica
du FERREIRA
 
Engenhairo(a) 4.0 - Competências para a Quarta Revolução Industrial
Engenhairo(a) 4.0 - Competências para a Quarta Revolução IndustrialEngenhairo(a) 4.0 - Competências para a Quarta Revolução Industrial
Engenhairo(a) 4.0 - Competências para a Quarta Revolução Industrial
ThalesDelatorreNunes
 
Economia cap 1 3
Economia cap 1 3Economia cap 1 3
Economia cap 1 3
nascimentomarta
 
Solucao dos exercicios caps. 1 ao 7
Solucao dos exercicios caps. 1 ao 7Solucao dos exercicios caps. 1 ao 7
Solucao dos exercicios caps. 1 ao 7
Thamyres Medeiros
 
Projeto empreendedorismo
Projeto   empreendedorismoProjeto   empreendedorismo
Projeto empreendedorismo
Vtonetto
 
Datum Innovation
Datum InnovationDatum Innovation
Datum Innovation
jarlei
 
Gestão da Produção e Operações_ifes colatina2017 -
Gestão da Produção e Operações_ifes colatina2017 -Gestão da Produção e Operações_ifes colatina2017 -
Gestão da Produção e Operações_ifes colatina2017 -
Professor Francisco Silva
 
2013 ist introducao a gestao exame 2 25 01-2014-top_res
2013 ist introducao a gestao exame 2 25 01-2014-top_res2013 ist introducao a gestao exame 2 25 01-2014-top_res
2013 ist introducao a gestao exame 2 25 01-2014-top_res
Rute1980
 
Lista II unidade_industria_sartre_frente_1
Lista II unidade_industria_sartre_frente_1Lista II unidade_industria_sartre_frente_1
Lista II unidade_industria_sartre_frente_1
CADUCOC
 
Prova enad r.h. 2009
Prova enad r.h. 2009Prova enad r.h. 2009
Prova enad r.h. 2009
Claudio Santos
 
FGV/EAESP - Caderno de Inovacao | Vol. 14 - Maio de 2014
FGV/EAESP - Caderno de Inovacao | Vol. 14 - Maio de 2014FGV/EAESP - Caderno de Inovacao | Vol. 14 - Maio de 2014
FGV/EAESP - Caderno de Inovacao | Vol. 14 - Maio de 2014
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
economia-colaborativa-a-internet-das-coisas-as-plataformas-tecnologicas-e-a-t...
economia-colaborativa-a-internet-das-coisas-as-plataformas-tecnologicas-e-a-t...economia-colaborativa-a-internet-das-coisas-as-plataformas-tecnologicas-e-a-t...
economia-colaborativa-a-internet-das-coisas-as-plataformas-tecnologicas-e-a-t...
zbarroncas
 
Estrat Gia Competitiva E Cen Rios
Estrat Gia Competitiva E Cen RiosEstrat Gia Competitiva E Cen Rios
Estrat Gia Competitiva E Cen Rios
guest06f340
 
Apostila de economia_i
Apostila de economia_iApostila de economia_i
Apostila de economia_i
Paulo Vasconcelos
 
Superior de tecnologia 1 semestre
Superior de tecnologia 1 semestreSuperior de tecnologia 1 semestre
Superior de tecnologia 1 semestre
Arleno
 
Economia solucao dos exercicios
Economia solucao dos exerciciosEconomia solucao dos exercicios
Economia solucao dos exercicios
zeramento contabil
 
Economia solucao dos exercicios
Economia solucao dos exerciciosEconomia solucao dos exercicios
Economia solucao dos exercicios
zeramento contabil
 

Semelhante a Respostas mankiw - capítulo 2 (superior) (20)

Aula 1 Economia e Mercado Global
Aula 1 Economia e Mercado GlobalAula 1 Economia e Mercado Global
Aula 1 Economia e Mercado Global
 
C:\Fakepath\Evte
C:\Fakepath\EvteC:\Fakepath\Evte
C:\Fakepath\Evte
 
aula 1.pdf
aula 1.pdfaula 1.pdf
aula 1.pdf
 
Teoria economica
Teoria economicaTeoria economica
Teoria economica
 
Engenhairo(a) 4.0 - Competências para a Quarta Revolução Industrial
Engenhairo(a) 4.0 - Competências para a Quarta Revolução IndustrialEngenhairo(a) 4.0 - Competências para a Quarta Revolução Industrial
Engenhairo(a) 4.0 - Competências para a Quarta Revolução Industrial
 
Economia cap 1 3
Economia cap 1 3Economia cap 1 3
Economia cap 1 3
 
Solucao dos exercicios caps. 1 ao 7
Solucao dos exercicios caps. 1 ao 7Solucao dos exercicios caps. 1 ao 7
Solucao dos exercicios caps. 1 ao 7
 
Projeto empreendedorismo
Projeto   empreendedorismoProjeto   empreendedorismo
Projeto empreendedorismo
 
Datum Innovation
Datum InnovationDatum Innovation
Datum Innovation
 
Gestão da Produção e Operações_ifes colatina2017 -
Gestão da Produção e Operações_ifes colatina2017 -Gestão da Produção e Operações_ifes colatina2017 -
Gestão da Produção e Operações_ifes colatina2017 -
 
2013 ist introducao a gestao exame 2 25 01-2014-top_res
2013 ist introducao a gestao exame 2 25 01-2014-top_res2013 ist introducao a gestao exame 2 25 01-2014-top_res
2013 ist introducao a gestao exame 2 25 01-2014-top_res
 
Lista II unidade_industria_sartre_frente_1
Lista II unidade_industria_sartre_frente_1Lista II unidade_industria_sartre_frente_1
Lista II unidade_industria_sartre_frente_1
 
Prova enad r.h. 2009
Prova enad r.h. 2009Prova enad r.h. 2009
Prova enad r.h. 2009
 
FGV/EAESP - Caderno de Inovacao | Vol. 14 - Maio de 2014
FGV/EAESP - Caderno de Inovacao | Vol. 14 - Maio de 2014FGV/EAESP - Caderno de Inovacao | Vol. 14 - Maio de 2014
FGV/EAESP - Caderno de Inovacao | Vol. 14 - Maio de 2014
 
economia-colaborativa-a-internet-das-coisas-as-plataformas-tecnologicas-e-a-t...
economia-colaborativa-a-internet-das-coisas-as-plataformas-tecnologicas-e-a-t...economia-colaborativa-a-internet-das-coisas-as-plataformas-tecnologicas-e-a-t...
economia-colaborativa-a-internet-das-coisas-as-plataformas-tecnologicas-e-a-t...
 
Estrat Gia Competitiva E Cen Rios
Estrat Gia Competitiva E Cen RiosEstrat Gia Competitiva E Cen Rios
Estrat Gia Competitiva E Cen Rios
 
Apostila de economia_i
Apostila de economia_iApostila de economia_i
Apostila de economia_i
 
Superior de tecnologia 1 semestre
Superior de tecnologia 1 semestreSuperior de tecnologia 1 semestre
Superior de tecnologia 1 semestre
 
Economia solucao dos exercicios
Economia solucao dos exerciciosEconomia solucao dos exercicios
Economia solucao dos exercicios
 
Economia solucao dos exercicios
Economia solucao dos exerciciosEconomia solucao dos exercicios
Economia solucao dos exercicios
 

Mais de Luciano Pires

Produção acadêmica sobre pesquisas de orçamentos familiares na administração
Produção acadêmica sobre pesquisas de orçamentos familiares na administraçãoProdução acadêmica sobre pesquisas de orçamentos familiares na administração
Produção acadêmica sobre pesquisas de orçamentos familiares na administração
Luciano Pires
 
Decisão da empresa monopolista
Decisão da empresa monopolistaDecisão da empresa monopolista
Decisão da empresa monopolista
Luciano Pires
 
Introdução à finanças corporativas
Introdução à finanças corporativasIntrodução à finanças corporativas
Introdução à finanças corporativas
Luciano Pires
 
Semana de ciência e tecnologia 2014 - Mesa Redonda Desenvolvimento Econômic...
Semana de ciência e tecnologia 2014   - Mesa Redonda Desenvolvimento Econômic...Semana de ciência e tecnologia 2014   - Mesa Redonda Desenvolvimento Econômic...
Semana de ciência e tecnologia 2014 - Mesa Redonda Desenvolvimento Econômic...
Luciano Pires
 
Decisão da empresa em mercados competitivos
Decisão da empresa em mercados competitivosDecisão da empresa em mercados competitivos
Decisão da empresa em mercados competitivos
Luciano Pires
 
Desemprego
DesempregoDesemprego
Desemprego
Luciano Pires
 
Sistema Financeiro e Níveis de Investimento e Poupança Nacionais
Sistema Financeiro e Níveis de Investimento e Poupança NacionaisSistema Financeiro e Níveis de Investimento e Poupança Nacionais
Sistema Financeiro e Níveis de Investimento e Poupança Nacionais
Luciano Pires
 
Inovação e Porte das Empresas
Inovação e Porte das EmpresasInovação e Porte das Empresas
Inovação e Porte das Empresas
Luciano Pires
 
Modelos de Cournot e Bertrand
Modelos de Cournot e BertrandModelos de Cournot e Bertrand
Modelos de Cournot e Bertrand
Luciano Pires
 

Mais de Luciano Pires (9)

Produção acadêmica sobre pesquisas de orçamentos familiares na administração
Produção acadêmica sobre pesquisas de orçamentos familiares na administraçãoProdução acadêmica sobre pesquisas de orçamentos familiares na administração
Produção acadêmica sobre pesquisas de orçamentos familiares na administração
 
Decisão da empresa monopolista
Decisão da empresa monopolistaDecisão da empresa monopolista
Decisão da empresa monopolista
 
Introdução à finanças corporativas
Introdução à finanças corporativasIntrodução à finanças corporativas
Introdução à finanças corporativas
 
Semana de ciência e tecnologia 2014 - Mesa Redonda Desenvolvimento Econômic...
Semana de ciência e tecnologia 2014   - Mesa Redonda Desenvolvimento Econômic...Semana de ciência e tecnologia 2014   - Mesa Redonda Desenvolvimento Econômic...
Semana de ciência e tecnologia 2014 - Mesa Redonda Desenvolvimento Econômic...
 
Decisão da empresa em mercados competitivos
Decisão da empresa em mercados competitivosDecisão da empresa em mercados competitivos
Decisão da empresa em mercados competitivos
 
Desemprego
DesempregoDesemprego
Desemprego
 
Sistema Financeiro e Níveis de Investimento e Poupança Nacionais
Sistema Financeiro e Níveis de Investimento e Poupança NacionaisSistema Financeiro e Níveis de Investimento e Poupança Nacionais
Sistema Financeiro e Níveis de Investimento e Poupança Nacionais
 
Inovação e Porte das Empresas
Inovação e Porte das EmpresasInovação e Porte das Empresas
Inovação e Porte das Empresas
 
Modelos de Cournot e Bertrand
Modelos de Cournot e BertrandModelos de Cournot e Bertrand
Modelos de Cournot e Bertrand
 

Último

Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
pattyhsilva271204
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
AngelicaCostaMeirele2
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 

Último (20)

Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 

Respostas mankiw - capítulo 2 (superior)

  • 1. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Campus Ribeirão das Neves Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais Disciplina de Introdução à Economia Respostas – Capítulo 2: Pensando como economista Questões para revisão 1) Por que a economia é considerada uma ciência? Porque a economia busca interpretar e entender a realidade se valendo do mé- todo científico para construir um corpo de conhecimentos crível e coeso. 2) Por que os economistas formulam hipóteses? Porque elas permitem simplificar a complexa realidade que é objeto de estudo, buscando manter o entendimento sobre os fatores principais que regem esta realidade. 3) Um modelo econômico deveria descrever exatamente a realidade? Não, o objetivo de um modelo é ser uma simplificação da realidade que mante- nha as estruturas gerais e fundamentais que regrem esta realidade. São formu- lados com base em hipóteses. 4) Cite uma forma em que sua família interage no mercado de fatores uma forma como interage no mercado de produtos. Famílias ofertam fatores de produção no mercado de fatores, como mão de obra, capital e terra. Famílias demandam produtos no mercado de bens e serviços, como carros, alimentos, etc.. 5) Cite uma interação economia que o diagrama de fluxo circular não co- bre. Uma interação não incluída neste modelo é a ação do governo sobre famílias e empresas. 6) Desenhe e explique uma fronteira de possibilidade de produção para uma economia que produz leite e biscoitos. O que acontecerá a essa fron- teira se uma doença matar metade das vacas desta economia? Com a diminuição do número de vacas, que são o principal insumo para a pro- dução de leite, teremos uma retração da fronteira indicando uma redução na capacidade de produção de leite. Entretanto, isso não altera em nada a situa- ção da industria de biscoitos deixando esta “ponta” da fronteira inalterada.
  • 2. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Campus Ribeirão das Neves Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais Disciplina de Introdução à Economia 7) Use a fronteira de possibilidade de produção para descrever a ideia de “eficiência”. Dado que eficiência significa produzir o máximo possível de bens ou serviços dada a quantidade de insumos ou recursos disponíveis temos que qualquer ponto da fronteira de possibilidade de produção será eficiente. Como é o caso dos pontos B e C. Qualquer ponto para dentro da fronteira indicará uma subutilização dos recur- sos, ou seja, produzir relativamente menos com os mesmos recursos disponí- veis. Identificando pontos não eficientes. Como é o caso do ponto A.
  • 3. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Campus Ribeirão das Neves Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais Disciplina de Introdução à Economia 8) Quais são os dois subcampos em que se divide a economia? Explique o que cada um estuda. Os campos são microeconomia e macroeconomia. Microeconomia: é o campo que estuda como famílias e empresas tomam deci- sões e interagem entre si dentro de mercados. Macroeconomia: é o campo que estuda fenômenos que englobam a economia como um todo. 9) Qual a diferença entre as declarações positivas e as normativas? Dê um exemplo de cada. Declarações positivas tem o objetivo de identificar ou descrever como o mundo ou realidade verdadeiramente é. Ex: No curto prazo existe um trade-off entre inflação e desemprego. Declarações normativas tem o bojetivo de perscrever como o mundo de fato deveria ser. Ex: Deveríamos utilizar o trade-off entre inflação e desemprego para reduzir o nível de desemprego constantemente. 10) Por que os economistas às vezes oferecem conselhos conflitantes aos formuladores de políticas? Os motivos são dois:  Eles podem discordar sobre a validade de terias positivas alternativas. Ex: Intensidade da resposta entre inflação e desemprego.  Eles podem discordar por possuírem valores diferentes resultando em visões normativas distintas. Ex: Diminuir o desemprego é mais importan- te do que controlar a inflação. Problemas e aplicações 1) Desenhe um diagrama de fluxo circular. Identifique as partes do mode- lo que correspondem ao fluxo de bens e serviços e ao fluxo de dólares em cada uma das atividades abaixo: a. Selena paga R$ 1,00 por um litro de leite.
  • 4. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Campus Ribeirão das Neves Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais Disciplina de Introdução à Economia b. Stuart ganha R$ 4,50 por hora trabalhando em um restaurante. c. Sarah paga R$ 30 por um corte de cabelo.
  • 5. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Campus Ribeirão das Neves Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais Disciplina de Introdução à Economia d. Sally recebe R$ 10.000,00 referentes aos 10% de participação que pos- sui na ACME Industrial. 2) Imagine uma sociedade que produza apenas armas e manteiga:
  • 6. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Campus Ribeirão das Neves Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais Disciplina de Introdução à Economia a) Desenhe um gráfico de fronteira de possibilidade de produção para es- ta economia. Explique porque ela provavelmente se curvará para fora. Isso ocorre porque acreditasse (supõe-se) que o custo de oportunidade dos produtos desta economia é crescente. b) Indique um ponto (escolha de produção) que a economia não seja ca- paz de atingir. Indique um ponto capaz de ser atingido, mas ineficiente. Ponto A: Possível de produzir, mas ineficiente. Ponto D: Impossível de ser atingido. c) Imagine que nesta sociedade existam dois partidos políticos os Fal- cões (que desejam forças armadas mais poderosas) e as Pombas (que
  • 7. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Campus Ribeirão das Neves Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais Disciplina de Introdução à Economia desejam forças armadas menos poderosas). Indique um ponto na sua fronteira de possibilidade de produção que os falcões desejariam esco- lher e um ponto que as pombas gostariam de escolher. Ponto B: Escolha dos Falcões (mais armas menos manteiga) Ponto C: Escolha dos Pombos (menos armas mais manteiga) d) Imagine que um país vizinho agressivo decida reduzir o tamanho de suas forças armadas. Como resultado, tanto os Falcões como os Pombas reduzem a produção desejada de armas na mesma quantidade. Que parti- do obteria o maior dividendo de paz, medido pelo aumento na quantidade produzida de manteiga? Explique.
  • 8. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Campus Ribeirão das Neves Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais Disciplina de Introdução à Economia Ao reduzir a quantidade de armas na mesma quantidade para os dois partidos temos um aumento de manteiga produzida. No caso desta mudança o aumento gerado de manteiga é maior no caso dos Falcões quando eles se movem de B para B’ do que dos Pombos quando se movem de C para C’. Isso ocorre devi- do ao fato de que o custo de oportunidade é crescente. 3) O primeiro princípio econômico que discutimos no capítulo 1 é o de que as pessoas enfrentam trade-off’s. Use a fronteira de possibilidades de produção para ilustrar o trade-off da sociedade entre meio ambiente não poluído e a quantidade de produto industrial. O que, em sua opinião, de- termina o formato e a posição da fronteira? Mostre o que acontece com a fronteira se engenheiros desenvolvem um motor para carro praticamente livre de emissão de poluentes. A tecnologia ou capacidade técnica (produtividade) de produzir bens a uma dada quantidade de poluição gerada é o que determinaria o formato desta fron- teira. Com a mudança tecnológica apontada teríamos um deslocamento da curva possibilitando uma maior produção de bem com menos poluição ou com mais ambiente sem poluição. 4) Uma economia é composta de três trabalhadores: Larry, Moe e Curly. Cada um deles trabalha 10 horas por dia e consegue produzir dois servi- ços: cortar grama e lavar carros. Em uma hora, Larry consegue ou cortar um grama ou lavar um carro; Moe consegue ou cortar um gramado ou lavar dois carros; Curly consegue ou cortar dois gramados ou lavar um carro. a. Calcule quanto de cada serviço é produzido sob as seguintes circuns- tâncias classificadas como A, B, C e D:  Os três passam o tempo cortando grama (A)
  • 9. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Campus Ribeirão das Neves Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais Disciplina de Introdução à Economia  Os três passam o tempo lavando carros (B).  Os três passam metade do tempo em cada atividade (C).  Larry passa metade do tempo em cada atividade, Moe apenas lava carros e Curly apenas corta grama (D). A= 40 gramados cortados, B=40 carros lavados, C= 20 gramados cortados e 20 carros lavados, e D=25 gramados cortados e 25 carros lavados. b. Baseando-se em suas respostas anteriores, faça um gráfico da frontei- ra de possibilidade de produção para essa economia e identifique os pon- tos A, B, C e D. c. Explique por que a fronteira de possibilidade de produção tem esse formato. Isso ocorre devido ao fato de que o custo de oportunidade é crescente. d. Alguma das alocações calculadas no item “a” são ineficientes? Expli- que. O ponto C é ineficiente. Porque neste ponto não estamos fazendo o melhor em conjunto dado que Moe esta usando metade do tempo para produzir grama cortada e é mais eficiente na produção de carros lavados, assim seria mais eficiente se ele só produzisse caros lavados. O mesmo ocorre com Curly que esta utilizando metade de seu tempo para produzir carros lavados sendo que ele é mais eficiente na produção de grama cortada.
  • 10. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Campus Ribeirão das Neves Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais Disciplina de Introdução à Economia 5) Classifique os seguintes tópicos como pertencentes à microeconomia ou à macroeconomia. a. A decisão de uma família referente a quanto deve poupar. Microeconomia. b. O efeito das regulamentações governamentais sobre a emissão de ga- ses dos automóveis. Microeconomia. c. O impacto de uma poupança nacional maior sobre o crescimento eco- nômico. Macroeconomia. d. A decisão de uma empresa sobre quantos trabalhadores contratar. Microeconomia. e. A relação entre taxa de inflação e as mudanças na quantidade de moe- da. Macroeconomia. 6) Classifique cada uma das declarações abaixo como sendo positiva ou normativa. a. A sociedade enfrenta um trade-off no curto prazo entre inflação e de- semprego. Declaração positiva. b. Uma redução na taxa de crescimento da moeda reduzirá a taxa de infla- ção. Declaração positiva. c. O Federal Reserve deveria reduzir a taxa de crescimento da moeda. Declaração normativa. d. A sociedade exigir que os beneficiários dos programas de assistência social procurassem emprego.
  • 11. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Campus Ribeirão das Neves Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais Disciplina de Introdução à Economia Declaração normativa. e. Impostos menores incentivam mais trabalho e mais poupança. Declaração positiva. 7) Classifique cada uma das declarações da tabela 1 como positiva nor- mativa ou ambígua. 1. Positiva. 2. Positiva. 3. Positiva. 4. Positiva. 5. Normativa. 6. Normativa. 7. Normativa. 8. Normativa. 9. Normativa. 10. Ambígua. 11. Positiva. 12. Positiva. 13. Normativa. 14. Ambígua. 8) Se você fosse o presidente, estaria mais interessado nas opiniões posi- tivas ou normativas de seus assessores econômicos? Porque? Estaria mais interessado nas colocações positivas dado que o formulador de política (corporificado no presidente em si) tem uma ideologia e visão normativa própria independente de seus conhecimentos de economia. Assim ele poderia se valer dos conhecimentos criveis e técnicos dos conselheiros economistas para melhor aplicar e instaurar sua visão normativa de mundo. 9) Procure uma cópia recente do Relatório Econômico do Presidente. Leia um capítulo que seja de seu interesse. Faça um resumo do problema econômico em questão e descreva as políticas recomendadas pelo con- selho. Realizar esta avaliação individualmente.