SlideShare uma empresa Scribd logo
GESTÃO EMPRESARIAL
        Disciplina: INFORMAÇÃO E INTELIGÊNCIA COMPETITIVA
                        AULA 5 - INOVAÇÃO




                          Prof.Vicente Willians

Blog da disciplina: http://inteligenciacompetitivaavm.blogspot.com.br/

e-mail do professor: vwnunes@gmail.com

Site do professor: http://sites.google.com/site/vicentewilliansnunes
Definição de Inovação
        O conceito de inovação é amplo, pois, tem relação com
diversos aspectos. No geral, podemos definir a inovação como a
capacidade de agregar valor (financeiro, ambiental e/ou social)
as      ideias     (criatividade).   Para       ser     inovador
é, necessariamente, obrigatório utilizar o conhecimento, a
experiência e a ousadia para que seja possível transformar essas
ideias em algo palpável e/ou perceptível, algo que proporcione
lucro e destaque da empresa frente aos seus concorrentes e
sociedade. O aumento do faturamento, reconhecimento do
mercado, a diminuição de custos e eliminação da concorrência
são alguns dos benefícios da inovação.
Origem da Inovação
Inovação por necessidade
        Surge a partir de uma obrigatoriedade. Geralmente é a
   forma mais difícil de gerar inovação pois, a equipe
   responsável trabalha sendo pressionada e tem pouco tempo
   para gerar essa inovação.
Exemplo:
        A equipe responsável pela área de inovação recebe a
   notícia de que o orçamento da empresa sofreu um
   decréscimo de 40% e precisa continuar a produzir e/ou
   oferecer o mesmo tipo de produto e/ou serviço sem impactar
   no seu preço final.
Origem da Inovação
Inovação por demanda/oportunidade
        Esse tipo de Inovação é originária de uma demanda por
   produto e/ou serviço. A Equipe de IC realiza um estudo e percebe
   que determinado produto e/ou serviço:
• Não é oferecido;
• Quando oferecido, não atende as expectativas dos clientes;
• É oferecido por poucas empresas;
        É importante ressaltar que, somente oferecer um produto
   igual ao que já existe, não é uma inovação. Para ser uma
   inovação, esse produto deve ser diferenciado.
Origem da Inovação
Inovação por criatividade
        É o tipo de origem da inovação mais
   significativo, pois, geralmente o seu impacto é bem mais
   percebido. Por não se originar de uma necessidade ou
   demanda, é feita de forma mais elaborada, com mais tempo.
   Essa característica propicia uma discussão maior sobre os
   diversos aspectos envolvidos na geração da inovação.
Tipos de Inovação
Inovação de produto:
       Tem relação com as modificações e/ou atualizações das
características e atributos do produto. Esse tipo de inovação é
percebido pelo consumidor e favorece o aumento das vendas e a
ampliação da clientela.
Exemplo: Quadro digital com acesso a dispositivos móveis.
Tipos de Inovação
Inovação de processo:
       Está relacionada a mudanças e ou estruturação de
processos de produção ou de serviços. De maneira geral, não é
percebida pelos usuários mas é importante no aumento da
produtividade, redução de custos e do tempo na produção dos
produtos e na execução dos serviços.
Exemplo: Automação da produção de automóveis
Tipos de Inovação
Inovação de modelo de negócio:
        Tem relação com a maneira que o produto e/ou serviço é
   oferecido no mercado. Não implica que o produto/serviço
   sofreu mudanças no seu formato ou no processo de
   produção. A inovação está relacionada com forma que o
   mesmo é oferecido.
   Exemplo:
   O valor do CD do cantor Nando Reis é decidido pela média de
   sugestões de preço enviadas pelos internautas que, também,
   podem adquirir o CD pela rede.
Tipos de Inovação
Inovação Incremental:
       São pequenas melhorias e ou atualizações em produtos
ou em serviços. Geralmente, não representam avanços e os
benefícios são pouco percebidos pelos consumidores , esse tipo
de inovação não modifica a forma que o produto é consumido.
Exemplo:
Pen drive de 2Gb para 16Gb
Tipos de Inovação
Inovação Radical:
        Esse tipo de inovação acarreta uma mudança drástica no
produto e/ou serviço oferecido. Ela pode favorecer a mudança
de paradigma e promover transformações significativas no
segmento a qual pertence. Esse é o tipo de inovação mais difícil
de ser superada.
Exemplo:
        Os diversos produtos oferecidos pela empresa Google e
pela Apple são exemplos desse tipo de inovação.
Informação e conhecimento na inovação e no
              desenvolvimento local
Sarita Albagli
Doutorado em Geografi a.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Rio de Janeiro.
E-mail: sarita@ibict.br
Maria Lucia Maciel
Socióloga pela Universidade de Brasília.
Doutora em sociologia pela Université de Paris.
E-mail: mlmaciel@centroin.com.br

http://www.scielo.br/pdf/ci/v33n3/a02v33n3
Vídeos sobre INOVAÇÃO
Waldez Ludwig Quando inovar
http://www.youtube.com/watch?v=8_Sgdbki_HA
Waldez Ludwig - Criatividade versus Inovação
http://www.youtube.com/watch?v=gDJkbsfT55w&feature=related
Waldez Ludwig - Diferencial como recurso competitivo
http://www.youtube.com/watch?v=dF6hEg2WxdQ&feature=relmfu
Questionário sobre Inovação
1-Qual a importância da Inovação no contexto da Sociedade da
   Informação?
2-Qual o diferencial de empresas e pessoas inovadoras?
3-Como podemos formar pessoas inovadoras?
4-Qual a importância da inovação para a sustentabilidade?
5-Dentre os tipos de inovação qual a mais eficaz para a empresa
   alcançar o sucesso? Justifique.
GESTÃO EMPRESARIAL
        Disciplina: INFORMAÇÃO E INTELIGÊNCIA COMPETITIVA
               AULA 6 - CAPITAL INTELECTUAL




                          Prof.Vicente Willians

Blog da disciplina: http://inteligenciacompetitivaavm.blogspot.com.br/

e-mail do professor: vwnunes@gmail.com

Site do professor: http://sites.google.com/site/vicentewilliansnunes
Capital Intelectual
     Na Sociedade da Informação, as empresas devem ter, como
característica principal, o incentivo ao desenvolvimento de inovações de
forma contínua. Todos sabemos que estas inovações só podem ser
geradas por pessoas e, é nesse contexto que o “Capital Intelectual” se
torna o principal patrimônio das empresas.
     Somente o Capital Intelectual pode gerar as inovações necessárias,
não só para a solução de problemas, mais principalmente, na geração
de diferencial competitivo. O Capital Intelectual, quando bem
explorado, pode promover o sucesso da empresa frente aos seus
concorrentes e/ou até mesmo eliminar toda a concorrência.
Vídeos sobre capital Intelectual
Waldez Ludwig Transformação do trabalho
http://www.youtube.com/watch?v=JSmHsVOoijg
Waldez Ludwig - Informação como bem econômico
http://www.youtube.com/watch?v=IvJKT-92uDw
Waldez Ludwig - Líderes do futuro
http://www.youtube.com/watch?v=l0qFWjpV8hs&feature=relmfu
O que é Capital Humano
http://www.youtube.com/watch?v=bpkH8se7DjE
As pessoas fazem a diferença – Chhiavenato
http://www.youtube.com/watch?v=bqsif4zMI18&feature=relmfu
Como se forma Capital Humano?
http://www.youtube.com/watch?v=nhtDpSmAKN0&feature=related
CAPITAL INTELECTUAL NAS
                  ORGANIZAÇÕES NA ERA DO
                      CONHECIMENTO

http://www.univen.edu.br/revista/n009/CAPITAL%20INTELECTUAL%20NAS%20ORGANIZA%C7%D5ES
                        %20NA%20ERA%20DO%20CONHECIMENTO.pdf
Questionário sobre Capital Intelectual
1-O que diferencia o capital Intelectual do capital Humano?
2-Como gerir (descobrir/ fidelizar) e potencializar o capital
   Intelectual na Empresa?
3-Qual o diferencial das empresas que trabalham com alto índice
   de capital Intelectual?
4-Qual a relação entre capital Intelectual e Inovação?
5-De que forma a Inteligência Competitiva utiliza o capital
   Intelectual?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Jogos de criatividade
Jogos de criatividadeJogos de criatividade
Jogos de criatividade
Thiago Reis
 
Apresentação Produtividade e Desempenho
Apresentação Produtividade e DesempenhoApresentação Produtividade e Desempenho
Apresentação Produtividade e Desempenho
Hugo Rodrigues
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
Nyedson Barbosa
 
Criatividade e Inovaçao
Criatividade e InovaçaoCriatividade e Inovaçao
Criatividade e Inovaçao
Jairo Siqueira
 
Criatividade
CriatividadeCriatividade
Criatividade
Gerisval Pessoa
 
Dinâmica para exercitar e aumentar a criatividade
Dinâmica para exercitar e aumentar a criatividadeDinâmica para exercitar e aumentar a criatividade
Dinâmica para exercitar e aumentar a criatividade
André Augusto Toneti
 
Aula 1 - Introdução ao marketing
Aula 1 - Introdução ao marketingAula 1 - Introdução ao marketing
Aula 1 - Introdução ao marketing
Kesia Rozzett Oliveira
 
Inovação e sustentabilidade
Inovação e sustentabilidadeInovação e sustentabilidade
Inovação e sustentabilidade
Anatalia Saraiva Martins Ramos
 
Empreendedorismo - Aula Inicial
Empreendedorismo - Aula InicialEmpreendedorismo - Aula Inicial
Empreendedorismo - Aula Inicial
Júlio Moscardini
 
Controle
ControleControle
Apresentação sobre Gestão da Inovação e da Criatividade
Apresentação sobre Gestão da Inovação e da CriatividadeApresentação sobre Gestão da Inovação e da Criatividade
Apresentação sobre Gestão da Inovação e da Criatividade
Levi Tancredo
 
Aula 01 empreendedorismo
Aula 01 empreendedorismoAula 01 empreendedorismo
Aula 01 empreendedorismo
NJS Consultoria
 
Inovação & Criatividade
Inovação & CriatividadeInovação & Criatividade
Inovação & Criatividade
Augusto Pinto
 
Inovação
InovaçãoInovação
Inovação
gmktipam
 
Palestra Inovação e Criatividade
Palestra Inovação e CriatividadePalestra Inovação e Criatividade
Palestra Inovação e Criatividade
Flávia Camargo Bernardi
 
Pilares da Inovação
Pilares da InovaçãoPilares da Inovação
Pilares da Inovação
Leandro Liberio
 
Sistema de Gestão da Qualidade - ISO9001:2008
Sistema de Gestão da Qualidade - ISO9001:2008Sistema de Gestão da Qualidade - ISO9001:2008
Sistema de Gestão da Qualidade - ISO9001:2008
Leonardo Dias Nascimento
 
e-Commerce - 1a Aula 12 4 2010
e-Commerce - 1a Aula 12 4 2010e-Commerce - 1a Aula 12 4 2010
e-Commerce - 1a Aula 12 4 2010
gestao em hipermídia Pós-graduação
 
Inovação Tecnológica
Inovação TecnológicaInovação Tecnológica
Inovação Tecnológica
Sandro Servino
 
Processo criativo
Processo criativoProcesso criativo
Processo criativo
Euripedes Magalhães
 

Mais procurados (20)

Jogos de criatividade
Jogos de criatividadeJogos de criatividade
Jogos de criatividade
 
Apresentação Produtividade e Desempenho
Apresentação Produtividade e DesempenhoApresentação Produtividade e Desempenho
Apresentação Produtividade e Desempenho
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
Criatividade e Inovaçao
Criatividade e InovaçaoCriatividade e Inovaçao
Criatividade e Inovaçao
 
Criatividade
CriatividadeCriatividade
Criatividade
 
Dinâmica para exercitar e aumentar a criatividade
Dinâmica para exercitar e aumentar a criatividadeDinâmica para exercitar e aumentar a criatividade
Dinâmica para exercitar e aumentar a criatividade
 
Aula 1 - Introdução ao marketing
Aula 1 - Introdução ao marketingAula 1 - Introdução ao marketing
Aula 1 - Introdução ao marketing
 
Inovação e sustentabilidade
Inovação e sustentabilidadeInovação e sustentabilidade
Inovação e sustentabilidade
 
Empreendedorismo - Aula Inicial
Empreendedorismo - Aula InicialEmpreendedorismo - Aula Inicial
Empreendedorismo - Aula Inicial
 
Controle
ControleControle
Controle
 
Apresentação sobre Gestão da Inovação e da Criatividade
Apresentação sobre Gestão da Inovação e da CriatividadeApresentação sobre Gestão da Inovação e da Criatividade
Apresentação sobre Gestão da Inovação e da Criatividade
 
Aula 01 empreendedorismo
Aula 01 empreendedorismoAula 01 empreendedorismo
Aula 01 empreendedorismo
 
Inovação & Criatividade
Inovação & CriatividadeInovação & Criatividade
Inovação & Criatividade
 
Inovação
InovaçãoInovação
Inovação
 
Palestra Inovação e Criatividade
Palestra Inovação e CriatividadePalestra Inovação e Criatividade
Palestra Inovação e Criatividade
 
Pilares da Inovação
Pilares da InovaçãoPilares da Inovação
Pilares da Inovação
 
Sistema de Gestão da Qualidade - ISO9001:2008
Sistema de Gestão da Qualidade - ISO9001:2008Sistema de Gestão da Qualidade - ISO9001:2008
Sistema de Gestão da Qualidade - ISO9001:2008
 
e-Commerce - 1a Aula 12 4 2010
e-Commerce - 1a Aula 12 4 2010e-Commerce - 1a Aula 12 4 2010
e-Commerce - 1a Aula 12 4 2010
 
Inovação Tecnológica
Inovação TecnológicaInovação Tecnológica
Inovação Tecnológica
 
Processo criativo
Processo criativoProcesso criativo
Processo criativo
 

Semelhante a Gestão empresarial aula 5 inovação

Tecnologia da informação vicente willians aula 5
Tecnologia da informação vicente willians aula 5Tecnologia da informação vicente willians aula 5
Tecnologia da informação vicente willians aula 5
Vicente Willians Nunes
 
Administraçao de sistemas aula 3
Administraçao de sistemas  aula 3Administraçao de sistemas  aula 3
Administraçao de sistemas aula 3
Vicente Willians Nunes
 
Informação e inteligência competitiva aula 4
Informação e inteligência competitiva aula 4Informação e inteligência competitiva aula 4
Informação e inteligência competitiva aula 4
vicente nunes
 
Aula 3 TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - Prof.Vicente Willians
Aula 3 TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - Prof.Vicente WilliansAula 3 TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - Prof.Vicente Willians
Aula 3 TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - Prof.Vicente Willians
Vicente Willians Nunes
 
Tecnologia da Informação - aula 3
Tecnologia da Informação - aula 3Tecnologia da Informação - aula 3
Tecnologia da Informação - aula 3
vicente nunes
 
Inovação
InovaçãoInovação
Inovação
laikboy
 
[E-book] Como transformar ideias em resultados
[E-book] Como transformar ideias em resultados[E-book] Como transformar ideias em resultados
[E-book] Como transformar ideias em resultados
Ninho Desenvolvimento Empresarial
 
Inovação é A Solução
Inovação é A SoluçãoInovação é A Solução
Inovação é A Solução
SEBRAE MS
 
20170120 DW Debate: Inovação e Desenvolvimento nos Projectos Sociais do 3º S...
20170120 DW Debate: Inovação e Desenvolvimento nos Projectos Sociais do  3º S...20170120 DW Debate: Inovação e Desenvolvimento nos Projectos Sociais do  3º S...
20170120 DW Debate: Inovação e Desenvolvimento nos Projectos Sociais do 3º S...
Development Workshop Angola
 
ECO.TIC 2016 PALESTRA GIB DE MEDEIROS NOV 24 - versão final
ECO.TIC 2016 PALESTRA GIB DE MEDEIROS NOV 24 - versão finalECO.TIC 2016 PALESTRA GIB DE MEDEIROS NOV 24 - versão final
ECO.TIC 2016 PALESTRA GIB DE MEDEIROS NOV 24 - versão final
Gib de Medeiros
 
Inovação: cultura como drive para tecnologias emergentes
Inovação: cultura como drive para tecnologias emergentesInovação: cultura como drive para tecnologias emergentes
Inovação: cultura como drive para tecnologias emergentes
MJV Technology & Innovation Brasil
 
Aulas poupanca e_investimento
Aulas poupanca e_investimentoAulas poupanca e_investimento
Aulas poupanca e_investimento
duartealbuquerque
 
Gestão da inovação
Gestão da inovaçãoGestão da inovação
Gestão da inovação
Alexandre Spengler
 
Superando os mitos da crise e inovando em tempos difíceis
Superando os mitos da crise e inovando em tempos difíceisSuperando os mitos da crise e inovando em tempos difíceis
Superando os mitos da crise e inovando em tempos difíceis
Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação
 
Inovação
InovaçãoInovação
Inovação
Hélder Bastos
 
Cap2 ecossistema de inovacao v14.09
Cap2 ecossistema de inovacao v14.09Cap2 ecossistema de inovacao v14.09
Cap2 ecossistema de inovacao v14.09
Juliana Paiva
 
STARTUP 3º PRAT EMP emcomercio emoprendendo
STARTUP 3º PRAT EMP emcomercio  emoprendendoSTARTUP 3º PRAT EMP emcomercio  emoprendendo
STARTUP 3º PRAT EMP emcomercio emoprendendo
HenriqueLuciano2
 
2º Workshop Subvenção Economica à Inovação
2º Workshop Subvenção Economica à Inovação2º Workshop Subvenção Economica à Inovação
2º Workshop Subvenção Economica à Inovação
BRAIN Brasil Inovação
 

Semelhante a Gestão empresarial aula 5 inovação (18)

Tecnologia da informação vicente willians aula 5
Tecnologia da informação vicente willians aula 5Tecnologia da informação vicente willians aula 5
Tecnologia da informação vicente willians aula 5
 
Administraçao de sistemas aula 3
Administraçao de sistemas  aula 3Administraçao de sistemas  aula 3
Administraçao de sistemas aula 3
 
Informação e inteligência competitiva aula 4
Informação e inteligência competitiva aula 4Informação e inteligência competitiva aula 4
Informação e inteligência competitiva aula 4
 
Aula 3 TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - Prof.Vicente Willians
Aula 3 TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - Prof.Vicente WilliansAula 3 TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - Prof.Vicente Willians
Aula 3 TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - Prof.Vicente Willians
 
Tecnologia da Informação - aula 3
Tecnologia da Informação - aula 3Tecnologia da Informação - aula 3
Tecnologia da Informação - aula 3
 
Inovação
InovaçãoInovação
Inovação
 
[E-book] Como transformar ideias em resultados
[E-book] Como transformar ideias em resultados[E-book] Como transformar ideias em resultados
[E-book] Como transformar ideias em resultados
 
Inovação é A Solução
Inovação é A SoluçãoInovação é A Solução
Inovação é A Solução
 
20170120 DW Debate: Inovação e Desenvolvimento nos Projectos Sociais do 3º S...
20170120 DW Debate: Inovação e Desenvolvimento nos Projectos Sociais do  3º S...20170120 DW Debate: Inovação e Desenvolvimento nos Projectos Sociais do  3º S...
20170120 DW Debate: Inovação e Desenvolvimento nos Projectos Sociais do 3º S...
 
ECO.TIC 2016 PALESTRA GIB DE MEDEIROS NOV 24 - versão final
ECO.TIC 2016 PALESTRA GIB DE MEDEIROS NOV 24 - versão finalECO.TIC 2016 PALESTRA GIB DE MEDEIROS NOV 24 - versão final
ECO.TIC 2016 PALESTRA GIB DE MEDEIROS NOV 24 - versão final
 
Inovação: cultura como drive para tecnologias emergentes
Inovação: cultura como drive para tecnologias emergentesInovação: cultura como drive para tecnologias emergentes
Inovação: cultura como drive para tecnologias emergentes
 
Aulas poupanca e_investimento
Aulas poupanca e_investimentoAulas poupanca e_investimento
Aulas poupanca e_investimento
 
Gestão da inovação
Gestão da inovaçãoGestão da inovação
Gestão da inovação
 
Superando os mitos da crise e inovando em tempos difíceis
Superando os mitos da crise e inovando em tempos difíceisSuperando os mitos da crise e inovando em tempos difíceis
Superando os mitos da crise e inovando em tempos difíceis
 
Inovação
InovaçãoInovação
Inovação
 
Cap2 ecossistema de inovacao v14.09
Cap2 ecossistema de inovacao v14.09Cap2 ecossistema de inovacao v14.09
Cap2 ecossistema de inovacao v14.09
 
STARTUP 3º PRAT EMP emcomercio emoprendendo
STARTUP 3º PRAT EMP emcomercio  emoprendendoSTARTUP 3º PRAT EMP emcomercio  emoprendendo
STARTUP 3º PRAT EMP emcomercio emoprendendo
 
2º Workshop Subvenção Economica à Inovação
2º Workshop Subvenção Economica à Inovação2º Workshop Subvenção Economica à Inovação
2º Workshop Subvenção Economica à Inovação
 

Mais de Vicente Willians Nunes

Jogo da frutas
Jogo da frutasJogo da frutas
Jogo da frutas
Vicente Willians Nunes
 
Trabalhando com as vogais aluno
Trabalhando com as vogais alunoTrabalhando com as vogais aluno
Trabalhando com as vogais aluno
Vicente Willians Nunes
 
Aluno inf aplicada 20162 2
Aluno inf aplicada 20162 2Aluno inf aplicada 20162 2
Aluno inf aplicada 20162 2
Vicente Willians Nunes
 
Tecnologia da informação infraestrutura de ti
Tecnologia da informação   infraestrutura de tiTecnologia da informação   infraestrutura de ti
Tecnologia da informação infraestrutura de ti
Vicente Willians Nunes
 
Tecnologia da informação aula 4
Tecnologia da informação   aula 4Tecnologia da informação   aula 4
Tecnologia da informação aula 4
Vicente Willians Nunes
 
Tecnologia da informação aula 3
Tecnologia da informação   aula 3Tecnologia da informação   aula 3
Tecnologia da informação aula 3
Vicente Willians Nunes
 
Apresentação soluções corporativas
Apresentação soluções corporativas Apresentação soluções corporativas
Apresentação soluções corporativas
Vicente Willians Nunes
 
Tecnologia da informação aula 2
Tecnologia da informação   aula 2Tecnologia da informação   aula 2
Tecnologia da informação aula 2
Vicente Willians Nunes
 
Aula 4 - Tecnologia da Informação AVM
Aula 4 - Tecnologia da Informação AVMAula 4 - Tecnologia da Informação AVM
Aula 4 - Tecnologia da Informação AVM
Vicente Willians Nunes
 
Tecnologia da Informação AVM aula 2
Tecnologia da Informação AVM aula 2Tecnologia da Informação AVM aula 2
Tecnologia da Informação AVM aula 2
Vicente Willians Nunes
 
Administraçao de sistemas unidade vi governanca de ti parte 1
Administraçao de sistemas  unidade vi governanca de ti parte 1Administraçao de sistemas  unidade vi governanca de ti parte 1
Administraçao de sistemas unidade vi governanca de ti parte 1
Vicente Willians Nunes
 
Administraçao de sistemas aula 8 16 set
Administraçao de sistemas  aula 8 16 setAdministraçao de sistemas  aula 8 16 set
Administraçao de sistemas aula 8 16 set
Vicente Willians Nunes
 
Tecnologia Analítica
Tecnologia AnalíticaTecnologia Analítica
Tecnologia Analítica
Vicente Willians Nunes
 
O que é ERP?
O que é ERP?O que é ERP?
O que é ERP?
Vicente Willians Nunes
 
Supply Chain Management
Supply Chain ManagementSupply Chain Management
Supply Chain Management
Vicente Willians Nunes
 
ERP, BI e SCM
ERP, BI e SCMERP, BI e SCM
ERP, BI e SCM
Vicente Willians Nunes
 
Como escolher uma solução para sua empresa?
Como escolher uma solução para sua empresa?Como escolher uma solução para sua empresa?
Como escolher uma solução para sua empresa?
Vicente Willians Nunes
 
Business Intelligence
Business IntelligenceBusiness Intelligence
Business Intelligence
Vicente Willians Nunes
 
Administração de sistemas aula 7
Administração de sistemas  aula 7 Administração de sistemas  aula 7
Administração de sistemas aula 7
Vicente Willians Nunes
 
Informação e Inteligência Competitiva aula 7
Informação e Inteligência Competitiva aula 7Informação e Inteligência Competitiva aula 7
Informação e Inteligência Competitiva aula 7
Vicente Willians Nunes
 

Mais de Vicente Willians Nunes (20)

Jogo da frutas
Jogo da frutasJogo da frutas
Jogo da frutas
 
Trabalhando com as vogais aluno
Trabalhando com as vogais alunoTrabalhando com as vogais aluno
Trabalhando com as vogais aluno
 
Aluno inf aplicada 20162 2
Aluno inf aplicada 20162 2Aluno inf aplicada 20162 2
Aluno inf aplicada 20162 2
 
Tecnologia da informação infraestrutura de ti
Tecnologia da informação   infraestrutura de tiTecnologia da informação   infraestrutura de ti
Tecnologia da informação infraestrutura de ti
 
Tecnologia da informação aula 4
Tecnologia da informação   aula 4Tecnologia da informação   aula 4
Tecnologia da informação aula 4
 
Tecnologia da informação aula 3
Tecnologia da informação   aula 3Tecnologia da informação   aula 3
Tecnologia da informação aula 3
 
Apresentação soluções corporativas
Apresentação soluções corporativas Apresentação soluções corporativas
Apresentação soluções corporativas
 
Tecnologia da informação aula 2
Tecnologia da informação   aula 2Tecnologia da informação   aula 2
Tecnologia da informação aula 2
 
Aula 4 - Tecnologia da Informação AVM
Aula 4 - Tecnologia da Informação AVMAula 4 - Tecnologia da Informação AVM
Aula 4 - Tecnologia da Informação AVM
 
Tecnologia da Informação AVM aula 2
Tecnologia da Informação AVM aula 2Tecnologia da Informação AVM aula 2
Tecnologia da Informação AVM aula 2
 
Administraçao de sistemas unidade vi governanca de ti parte 1
Administraçao de sistemas  unidade vi governanca de ti parte 1Administraçao de sistemas  unidade vi governanca de ti parte 1
Administraçao de sistemas unidade vi governanca de ti parte 1
 
Administraçao de sistemas aula 8 16 set
Administraçao de sistemas  aula 8 16 setAdministraçao de sistemas  aula 8 16 set
Administraçao de sistemas aula 8 16 set
 
Tecnologia Analítica
Tecnologia AnalíticaTecnologia Analítica
Tecnologia Analítica
 
O que é ERP?
O que é ERP?O que é ERP?
O que é ERP?
 
Supply Chain Management
Supply Chain ManagementSupply Chain Management
Supply Chain Management
 
ERP, BI e SCM
ERP, BI e SCMERP, BI e SCM
ERP, BI e SCM
 
Como escolher uma solução para sua empresa?
Como escolher uma solução para sua empresa?Como escolher uma solução para sua empresa?
Como escolher uma solução para sua empresa?
 
Business Intelligence
Business IntelligenceBusiness Intelligence
Business Intelligence
 
Administração de sistemas aula 7
Administração de sistemas  aula 7 Administração de sistemas  aula 7
Administração de sistemas aula 7
 
Informação e Inteligência Competitiva aula 7
Informação e Inteligência Competitiva aula 7Informação e Inteligência Competitiva aula 7
Informação e Inteligência Competitiva aula 7
 

Último

História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 

Gestão empresarial aula 5 inovação

  • 1. GESTÃO EMPRESARIAL Disciplina: INFORMAÇÃO E INTELIGÊNCIA COMPETITIVA AULA 5 - INOVAÇÃO Prof.Vicente Willians Blog da disciplina: http://inteligenciacompetitivaavm.blogspot.com.br/ e-mail do professor: vwnunes@gmail.com Site do professor: http://sites.google.com/site/vicentewilliansnunes
  • 2. Definição de Inovação O conceito de inovação é amplo, pois, tem relação com diversos aspectos. No geral, podemos definir a inovação como a capacidade de agregar valor (financeiro, ambiental e/ou social) as ideias (criatividade). Para ser inovador é, necessariamente, obrigatório utilizar o conhecimento, a experiência e a ousadia para que seja possível transformar essas ideias em algo palpável e/ou perceptível, algo que proporcione lucro e destaque da empresa frente aos seus concorrentes e sociedade. O aumento do faturamento, reconhecimento do mercado, a diminuição de custos e eliminação da concorrência são alguns dos benefícios da inovação.
  • 3. Origem da Inovação Inovação por necessidade Surge a partir de uma obrigatoriedade. Geralmente é a forma mais difícil de gerar inovação pois, a equipe responsável trabalha sendo pressionada e tem pouco tempo para gerar essa inovação. Exemplo: A equipe responsável pela área de inovação recebe a notícia de que o orçamento da empresa sofreu um decréscimo de 40% e precisa continuar a produzir e/ou oferecer o mesmo tipo de produto e/ou serviço sem impactar no seu preço final.
  • 4. Origem da Inovação Inovação por demanda/oportunidade Esse tipo de Inovação é originária de uma demanda por produto e/ou serviço. A Equipe de IC realiza um estudo e percebe que determinado produto e/ou serviço: • Não é oferecido; • Quando oferecido, não atende as expectativas dos clientes; • É oferecido por poucas empresas; É importante ressaltar que, somente oferecer um produto igual ao que já existe, não é uma inovação. Para ser uma inovação, esse produto deve ser diferenciado.
  • 5. Origem da Inovação Inovação por criatividade É o tipo de origem da inovação mais significativo, pois, geralmente o seu impacto é bem mais percebido. Por não se originar de uma necessidade ou demanda, é feita de forma mais elaborada, com mais tempo. Essa característica propicia uma discussão maior sobre os diversos aspectos envolvidos na geração da inovação.
  • 6. Tipos de Inovação Inovação de produto: Tem relação com as modificações e/ou atualizações das características e atributos do produto. Esse tipo de inovação é percebido pelo consumidor e favorece o aumento das vendas e a ampliação da clientela. Exemplo: Quadro digital com acesso a dispositivos móveis.
  • 7. Tipos de Inovação Inovação de processo: Está relacionada a mudanças e ou estruturação de processos de produção ou de serviços. De maneira geral, não é percebida pelos usuários mas é importante no aumento da produtividade, redução de custos e do tempo na produção dos produtos e na execução dos serviços. Exemplo: Automação da produção de automóveis
  • 8. Tipos de Inovação Inovação de modelo de negócio: Tem relação com a maneira que o produto e/ou serviço é oferecido no mercado. Não implica que o produto/serviço sofreu mudanças no seu formato ou no processo de produção. A inovação está relacionada com forma que o mesmo é oferecido. Exemplo: O valor do CD do cantor Nando Reis é decidido pela média de sugestões de preço enviadas pelos internautas que, também, podem adquirir o CD pela rede.
  • 9. Tipos de Inovação Inovação Incremental: São pequenas melhorias e ou atualizações em produtos ou em serviços. Geralmente, não representam avanços e os benefícios são pouco percebidos pelos consumidores , esse tipo de inovação não modifica a forma que o produto é consumido. Exemplo: Pen drive de 2Gb para 16Gb
  • 10. Tipos de Inovação Inovação Radical: Esse tipo de inovação acarreta uma mudança drástica no produto e/ou serviço oferecido. Ela pode favorecer a mudança de paradigma e promover transformações significativas no segmento a qual pertence. Esse é o tipo de inovação mais difícil de ser superada. Exemplo: Os diversos produtos oferecidos pela empresa Google e pela Apple são exemplos desse tipo de inovação.
  • 11. Informação e conhecimento na inovação e no desenvolvimento local Sarita Albagli Doutorado em Geografi a. Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Rio de Janeiro. E-mail: sarita@ibict.br Maria Lucia Maciel Socióloga pela Universidade de Brasília. Doutora em sociologia pela Université de Paris. E-mail: mlmaciel@centroin.com.br http://www.scielo.br/pdf/ci/v33n3/a02v33n3
  • 12. Vídeos sobre INOVAÇÃO Waldez Ludwig Quando inovar http://www.youtube.com/watch?v=8_Sgdbki_HA Waldez Ludwig - Criatividade versus Inovação http://www.youtube.com/watch?v=gDJkbsfT55w&feature=related Waldez Ludwig - Diferencial como recurso competitivo http://www.youtube.com/watch?v=dF6hEg2WxdQ&feature=relmfu
  • 13. Questionário sobre Inovação 1-Qual a importância da Inovação no contexto da Sociedade da Informação? 2-Qual o diferencial de empresas e pessoas inovadoras? 3-Como podemos formar pessoas inovadoras? 4-Qual a importância da inovação para a sustentabilidade? 5-Dentre os tipos de inovação qual a mais eficaz para a empresa alcançar o sucesso? Justifique.
  • 14. GESTÃO EMPRESARIAL Disciplina: INFORMAÇÃO E INTELIGÊNCIA COMPETITIVA AULA 6 - CAPITAL INTELECTUAL Prof.Vicente Willians Blog da disciplina: http://inteligenciacompetitivaavm.blogspot.com.br/ e-mail do professor: vwnunes@gmail.com Site do professor: http://sites.google.com/site/vicentewilliansnunes
  • 15. Capital Intelectual Na Sociedade da Informação, as empresas devem ter, como característica principal, o incentivo ao desenvolvimento de inovações de forma contínua. Todos sabemos que estas inovações só podem ser geradas por pessoas e, é nesse contexto que o “Capital Intelectual” se torna o principal patrimônio das empresas. Somente o Capital Intelectual pode gerar as inovações necessárias, não só para a solução de problemas, mais principalmente, na geração de diferencial competitivo. O Capital Intelectual, quando bem explorado, pode promover o sucesso da empresa frente aos seus concorrentes e/ou até mesmo eliminar toda a concorrência.
  • 16. Vídeos sobre capital Intelectual Waldez Ludwig Transformação do trabalho http://www.youtube.com/watch?v=JSmHsVOoijg Waldez Ludwig - Informação como bem econômico http://www.youtube.com/watch?v=IvJKT-92uDw Waldez Ludwig - Líderes do futuro http://www.youtube.com/watch?v=l0qFWjpV8hs&feature=relmfu O que é Capital Humano http://www.youtube.com/watch?v=bpkH8se7DjE As pessoas fazem a diferença – Chhiavenato http://www.youtube.com/watch?v=bqsif4zMI18&feature=relmfu Como se forma Capital Humano? http://www.youtube.com/watch?v=nhtDpSmAKN0&feature=related
  • 17. CAPITAL INTELECTUAL NAS ORGANIZAÇÕES NA ERA DO CONHECIMENTO http://www.univen.edu.br/revista/n009/CAPITAL%20INTELECTUAL%20NAS%20ORGANIZA%C7%D5ES %20NA%20ERA%20DO%20CONHECIMENTO.pdf
  • 18. Questionário sobre Capital Intelectual 1-O que diferencia o capital Intelectual do capital Humano? 2-Como gerir (descobrir/ fidelizar) e potencializar o capital Intelectual na Empresa? 3-Qual o diferencial das empresas que trabalham com alto índice de capital Intelectual? 4-Qual a relação entre capital Intelectual e Inovação? 5-De que forma a Inteligência Competitiva utiliza o capital Intelectual?