SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
Baixar para ler offline
01PROEBE – Tv. Santo Antônio, nº 1190, fone: (91) 81448701 Acesse nossa página: http://proebe.blogspot.com.br
MATEMÁTICA I ProfProfProfProf.... GIANCARLOGIANCARLOGIANCARLOGIANCARLO –––– CURSINHOCURSINHOCURSINHOCURSINHO
FUNÇÃO MODULAR APOSTILA
06
1. Módulo de um número real
Dado um número real , denomina-se módulo ou valor absoluto
de , indicado por | |, o número que pode ser definido da seguinte
maneira:
| |
, 0
, 0
Exemplo 1
|7| 7 | 7| 7 7
Exemplo 2
Calcule:
a) 3 | 5| c) | 2 5| e) | 3 |2 5||
b) 4. | 2| d) | 6 . 7 | f) | 12 2 . 5 3|
2. Função Modular
Chama-se função modular uma função : → tal que
| |.
Baseado no conceito de módulo de um número real, podemos
definir | | por:
, 0
, 0
3. Gráfico da função
Construa o gráfico da função | |.
0 ⇒ 0 ⇒ | |
4. Translação do gráfico da função modular
De acordo com as características dos gráficos das funções
modulares, podem ocorrer três tipos de translação: vertical,
horizontal e mista.
4.1. Translação vertical
Ocorre quando o limite do gráfico
se movimenta sobre ou
paralelamente ao eixo das
ordenadas (eixo ).
4.2. Translação horizontal
Ocorre quando o limite do
gráfico se movimenta
sobre ou paralelamente ao
eixo das abscissas (eixo
).
4.3. Translação mista
É o caso em que ocorre tanto a translação vertical quanto a
horizontal.
Exemplo 3
Construa o gráfico das seguintes funções:
a) | | 1
b) | 1|
c) | 3| 1
5. Propriedades do módulo
Para que possamos trabalhar os conceitos de equação e
inequação modular, antes precisamos conhecer algumas de
suas propriedades.
P1 - | | 0, ∀ ∈
P2 - | | 0 ⇔ 0
P3 - | | | |, ∀ ∈
P4 - | | ! ⇔ ! "# !
P5 - | | ⇒ 0
P6 - | |$ | $| ²
P7 - & ² | |
P8 - | | ' ⇔ ' ', (") ' * 0
P9 - | | * ' ⇔ ' "# * ', (") ' * 0
6. Equação Modular
São chamadas de equações modulares aquelas nas quais a
incógnita aparece nos módulos.
Exemplo 5
a) | 5| 30
b) |3 1| 2
c) | ² 9| 0
d) |2 1| | 3|
e) |2 3| 2
Questão 1
Utilizando a definição de módulo calcule:
a) | $|, ∀ ∈ c) | 12|, ∀ ∈
b) | ,|, ∀ ∈ d) | 6|, ∀ ∈
Questão 2
Esboce os gráficos das funções a seguir e determine seu
domínio e sua imagem.
| 3|
|2 1| 5
| | 2
Questão 3
(FEI – SP) Construa o gráfico de | 1| 1.
Questão 4
(PUC – MG) O gráfico de | 3| 2 1 é também o
gráfico da função -, definida por:
(A) - .
3 4, 3
3 4, 3
(B) - .
4 , 3
2 3, 3
(C) - .
4, 3
3 2, 3
(D) - .
2, 3
3 4, 3
(E) - .
3 2, 3
4, 3
Questão 5
(FUVEST – SP) Determine as raízes das equações a seguir:
a) |2 3| 5 b) |2 $ 1| 0
Questão 6
(FGV – SP) Quantos números inteiros não-negativos satisfazem
a inequação | 2| 5?
(A) Infinitos (C) 5 (E) 7
(B) 4 (D) 6
Questão 7
(PUC – SP) A soma de todos os números inteiros que
satisfazem a sentença 2 / |3 1| 5 é:

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Funçoes2
Funçoes2Funçoes2
Funçoes2jwfb
 
Composição de funções
Composição de funçõesComposição de funções
Composição de funçõessilvia_lfr
 
Ficha trab2funções mat7
Ficha trab2funções mat7Ficha trab2funções mat7
Ficha trab2funções mat7NJCG
 
Funções - Função do 1º grau
Funções - Função do 1º grauFunções - Função do 1º grau
Funções - Função do 1º grauAdriano Capilupe
 
Equações irracionais e resolução de problemas
Equações irracionais e resolução de problemasEquações irracionais e resolução de problemas
Equações irracionais e resolução de problemassilvia_lfr
 
Recuperação paralela
Recuperação paralelaRecuperação paralela
Recuperação paralelairaciva
 
Gráfico (seno e cosseno)
Gráfico (seno e cosseno)Gráfico (seno e cosseno)
Gráfico (seno e cosseno)neliosnahum
 
Assíntotas. simplificar expressões.
Assíntotas. simplificar expressões.Assíntotas. simplificar expressões.
Assíntotas. simplificar expressões.silvia_lfr
 
01 função quadrática - parte I (definição)
01   função quadrática - parte I (definição)01   função quadrática - parte I (definição)
01 função quadrática - parte I (definição)Angelo Moreira Dos Reis
 
Ft25 func3a7c3a3o-afim-expressc3a3o-e-grc3a1fico
Ft25 func3a7c3a3o-afim-expressc3a3o-e-grc3a1ficoFt25 func3a7c3a3o-afim-expressc3a3o-e-grc3a1fico
Ft25 func3a7c3a3o-afim-expressc3a3o-e-grc3a1ficoacademiaminds young
 
Funcoes trigonometricas senoides
Funcoes trigonometricas  senoidesFuncoes trigonometricas  senoides
Funcoes trigonometricas senoidescaalcampos
 
Função quadrática parte i (definição)
Função quadrática   parte i (definição)Função quadrática   parte i (definição)
Função quadrática parte i (definição)Angelo Moreira Dos Reis
 
Trigonometria lista 3
Trigonometria   lista 3Trigonometria   lista 3
Trigonometria lista 3Maria Bia
 
25.4.2010 função seno
25.4.2010   função seno25.4.2010   função seno
25.4.2010 função senoFredson Lima
 

Mais procurados (20)

Funçoes2
Funçoes2Funçoes2
Funçoes2
 
Funcao do 2_grau
Funcao do 2_grauFuncao do 2_grau
Funcao do 2_grau
 
Mini-ficha_ funções
Mini-ficha_ funçõesMini-ficha_ funções
Mini-ficha_ funções
 
Composição de funções
Composição de funçõesComposição de funções
Composição de funções
 
Ficha trab2funções mat7
Ficha trab2funções mat7Ficha trab2funções mat7
Ficha trab2funções mat7
 
Lista m3
Lista m3Lista m3
Lista m3
 
Funções - Função do 1º grau
Funções - Função do 1º grauFunções - Função do 1º grau
Funções - Função do 1º grau
 
Equações irracionais e resolução de problemas
Equações irracionais e resolução de problemasEquações irracionais e resolução de problemas
Equações irracionais e resolução de problemas
 
6º ano potências e raízes
6º ano   potências e raízes6º ano   potências e raízes
6º ano potências e raízes
 
Recuperação paralela
Recuperação paralelaRecuperação paralela
Recuperação paralela
 
Gráfico (seno e cosseno)
Gráfico (seno e cosseno)Gráfico (seno e cosseno)
Gráfico (seno e cosseno)
 
Assíntotas. simplificar expressões.
Assíntotas. simplificar expressões.Assíntotas. simplificar expressões.
Assíntotas. simplificar expressões.
 
01 função quadrática - parte I (definição)
01   função quadrática - parte I (definição)01   função quadrática - parte I (definição)
01 função quadrática - parte I (definição)
 
Ft25 func3a7c3a3o-afim-expressc3a3o-e-grc3a1fico
Ft25 func3a7c3a3o-afim-expressc3a3o-e-grc3a1ficoFt25 func3a7c3a3o-afim-expressc3a3o-e-grc3a1fico
Ft25 func3a7c3a3o-afim-expressc3a3o-e-grc3a1fico
 
Atividade notação cientifica e potencia renato
Atividade notação cientifica e potencia  renatoAtividade notação cientifica e potencia  renato
Atividade notação cientifica e potencia renato
 
Funcoes trigonometricas senoides
Funcoes trigonometricas  senoidesFuncoes trigonometricas  senoides
Funcoes trigonometricas senoides
 
Função quadrática parte i (definição)
Função quadrática   parte i (definição)Função quadrática   parte i (definição)
Função quadrática parte i (definição)
 
Trigonometria lista 3
Trigonometria   lista 3Trigonometria   lista 3
Trigonometria lista 3
 
Prova 9ANO
Prova 9ANOProva 9ANO
Prova 9ANO
 
25.4.2010 função seno
25.4.2010   função seno25.4.2010   função seno
25.4.2010 função seno
 

Semelhante a Função Modular (AP 06)

Função modular
Função modularFunção modular
Função modularISJ
 
Função modular
Função modularFunção modular
Função modularISJ
 
Programação Estruturada 2 - Aula 02
Programação Estruturada 2 - Aula 02Programação Estruturada 2 - Aula 02
Programação Estruturada 2 - Aula 02thomasdacosta
 
2 funcoes e estrutura de blocos
2   funcoes e estrutura de blocos2   funcoes e estrutura de blocos
2 funcoes e estrutura de blocosRicardo Bolanho
 
Equações e enequações modulares.
Equações e  enequações modulares.Equações e  enequações modulares.
Equações e enequações modulares.Noely Menezes
 
Matlab – curso básico (1)
Matlab – curso básico (1)Matlab – curso básico (1)
Matlab – curso básico (1)Felipe Meganha
 
Lista de exerc_funçao_afim_prova_auxiliar_1_ano_2012_pdf
Lista de exerc_funçao_afim_prova_auxiliar_1_ano_2012_pdfLista de exerc_funçao_afim_prova_auxiliar_1_ano_2012_pdf
Lista de exerc_funçao_afim_prova_auxiliar_1_ano_2012_pdfcristianomatematico
 
Operações com funções
Operações com funçõesOperações com funções
Operações com funções2301luisa
 

Semelhante a Função Modular (AP 06) (10)

7
77
7
 
Função modular
Função modularFunção modular
Função modular
 
Função modular
Função modularFunção modular
Função modular
 
Programação Estruturada 2 - Aula 02
Programação Estruturada 2 - Aula 02Programação Estruturada 2 - Aula 02
Programação Estruturada 2 - Aula 02
 
2 funcoes e estrutura de blocos
2   funcoes e estrutura de blocos2   funcoes e estrutura de blocos
2 funcoes e estrutura de blocos
 
Equações e enequações modulares.
Equações e  enequações modulares.Equações e  enequações modulares.
Equações e enequações modulares.
 
Matlab – curso básico (1)
Matlab – curso básico (1)Matlab – curso básico (1)
Matlab – curso básico (1)
 
Guia Matlab
Guia MatlabGuia Matlab
Guia Matlab
 
Lista de exerc_funçao_afim_prova_auxiliar_1_ano_2012_pdf
Lista de exerc_funçao_afim_prova_auxiliar_1_ano_2012_pdfLista de exerc_funçao_afim_prova_auxiliar_1_ano_2012_pdf
Lista de exerc_funçao_afim_prova_auxiliar_1_ano_2012_pdf
 
Operações com funções
Operações com funçõesOperações com funções
Operações com funções
 

Mais de Secretaria de Estado de Educação do Pará

Mais de Secretaria de Estado de Educação do Pará (20)

Operações com Naturais - 1ª Atividade Avaliativa - 1ª Série - FGB.pdf
Operações com Naturais - 1ª Atividade Avaliativa - 1ª Série - FGB.pdfOperações com Naturais - 1ª Atividade Avaliativa - 1ª Série - FGB.pdf
Operações com Naturais - 1ª Atividade Avaliativa - 1ª Série - FGB.pdf
 
Espectro luminoso
Espectro luminosoEspectro luminoso
Espectro luminoso
 
02 - Introdução aos Números Naturais
02 - Introdução aos Números Naturais02 - Introdução aos Números Naturais
02 - Introdução aos Números Naturais
 
03 - Sistema de Numeração Decimal
03 - Sistema de Numeração Decimal03 - Sistema de Numeração Decimal
03 - Sistema de Numeração Decimal
 
04 - Adição com Números Naturais
04  - Adição com Números Naturais04  - Adição com Números Naturais
04 - Adição com Números Naturais
 
01 - Sistemas de Numeração
01 - Sistemas de Numeração01 - Sistemas de Numeração
01 - Sistemas de Numeração
 
Plano de estudo dirigido 8° ano
Plano de estudo dirigido   8° anoPlano de estudo dirigido   8° ano
Plano de estudo dirigido 8° ano
 
Plano de estudo dirigido 7° ano
Plano de estudo dirigido   7° anoPlano de estudo dirigido   7° ano
Plano de estudo dirigido 7° ano
 
ALGORITMOS DO PASSADO: as diferentes tecnicas de multiplicação
ALGORITMOS DO PASSADO: as diferentes tecnicas de multiplicaçãoALGORITMOS DO PASSADO: as diferentes tecnicas de multiplicação
ALGORITMOS DO PASSADO: as diferentes tecnicas de multiplicação
 
Análise combinatória I - exercícios - AP 19
Análise combinatória I - exercícios - AP 19Análise combinatória I - exercícios - AP 19
Análise combinatória I - exercícios - AP 19
 
Probabilidade I - exercícios - AP 21
Probabilidade I - exercícios - AP 21Probabilidade I - exercícios - AP 21
Probabilidade I - exercícios - AP 21
 
Análise combinatória II - exercícios - AP 20
Análise combinatória II - exercícios - AP 20 Análise combinatória II - exercícios - AP 20
Análise combinatória II - exercícios - AP 20
 
Geometria III - habilidade 8 e 9 - AP 18
Geometria III - habilidade 8 e  9 - AP 18Geometria III - habilidade 8 e  9 - AP 18
Geometria III - habilidade 8 e 9 - AP 18
 
Geometria II - habilidade 8 da matriz ENEM - AP 17
Geometria II - habilidade 8 da matriz ENEM - AP 17Geometria II - habilidade 8 da matriz ENEM - AP 17
Geometria II - habilidade 8 da matriz ENEM - AP 17
 
Geometria I - habilidade 6 e 7 da matriz ENEM - AP 16
Geometria I - habilidade 6 e 7 da matriz ENEM - AP 16Geometria I - habilidade 6 e 7 da matriz ENEM - AP 16
Geometria I - habilidade 6 e 7 da matriz ENEM - AP 16
 
Função exponencial - definições e exercícios - AP 13
Função exponencial - definições e exercícios - AP 13Função exponencial - definições e exercícios - AP 13
Função exponencial - definições e exercícios - AP 13
 
Sequências - pa e pg - definições e exercícios - AP 15
Sequências - pa e pg - definições e exercícios - AP 15Sequências - pa e pg - definições e exercícios - AP 15
Sequências - pa e pg - definições e exercícios - AP 15
 
Função logarítmica - definições propriedades e exercícios - AP 14
Função logarítmica - definições propriedades e exercícios - AP 14Função logarítmica - definições propriedades e exercícios - AP 14
Função logarítmica - definições propriedades e exercícios - AP 14
 
Função quadrática - definições e exercícios - AP 12
Função quadrática - definições e exercícios - AP 12Função quadrática - definições e exercícios - AP 12
Função quadrática - definições e exercícios - AP 12
 
Teoria dos conjuntos - definições e exercícios - AP 10
Teoria dos conjuntos - definições e exercícios - AP 10Teoria dos conjuntos - definições e exercícios - AP 10
Teoria dos conjuntos - definições e exercícios - AP 10
 

Último

Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxprofbrunogeo95
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASyan1305goncalves
 
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptxSanta Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptxMartin M Flynn
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitlerhabiwo1978
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialDouglasVasconcelosMa
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfMarcianaClaudioClaud
 

Último (20)

Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptxSanta Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 

Função Modular (AP 06)

  • 1. 01PROEBE – Tv. Santo Antônio, nº 1190, fone: (91) 81448701 Acesse nossa página: http://proebe.blogspot.com.br MATEMÁTICA I ProfProfProfProf.... GIANCARLOGIANCARLOGIANCARLOGIANCARLO –––– CURSINHOCURSINHOCURSINHOCURSINHO FUNÇÃO MODULAR APOSTILA 06 1. Módulo de um número real Dado um número real , denomina-se módulo ou valor absoluto de , indicado por | |, o número que pode ser definido da seguinte maneira: | | , 0 , 0 Exemplo 1 |7| 7 | 7| 7 7 Exemplo 2 Calcule: a) 3 | 5| c) | 2 5| e) | 3 |2 5|| b) 4. | 2| d) | 6 . 7 | f) | 12 2 . 5 3| 2. Função Modular Chama-se função modular uma função : → tal que | |. Baseado no conceito de módulo de um número real, podemos definir | | por: , 0 , 0 3. Gráfico da função Construa o gráfico da função | |. 0 ⇒ 0 ⇒ | | 4. Translação do gráfico da função modular De acordo com as características dos gráficos das funções modulares, podem ocorrer três tipos de translação: vertical, horizontal e mista. 4.1. Translação vertical Ocorre quando o limite do gráfico se movimenta sobre ou paralelamente ao eixo das ordenadas (eixo ). 4.2. Translação horizontal Ocorre quando o limite do gráfico se movimenta sobre ou paralelamente ao eixo das abscissas (eixo ). 4.3. Translação mista É o caso em que ocorre tanto a translação vertical quanto a horizontal. Exemplo 3 Construa o gráfico das seguintes funções: a) | | 1 b) | 1| c) | 3| 1 5. Propriedades do módulo Para que possamos trabalhar os conceitos de equação e inequação modular, antes precisamos conhecer algumas de suas propriedades. P1 - | | 0, ∀ ∈ P2 - | | 0 ⇔ 0 P3 - | | | |, ∀ ∈ P4 - | | ! ⇔ ! "# ! P5 - | | ⇒ 0 P6 - | |$ | $| ² P7 - & ² | | P8 - | | ' ⇔ ' ', (") ' * 0 P9 - | | * ' ⇔ ' "# * ', (") ' * 0 6. Equação Modular São chamadas de equações modulares aquelas nas quais a incógnita aparece nos módulos. Exemplo 5 a) | 5| 30 b) |3 1| 2 c) | ² 9| 0 d) |2 1| | 3| e) |2 3| 2 Questão 1 Utilizando a definição de módulo calcule: a) | $|, ∀ ∈ c) | 12|, ∀ ∈ b) | ,|, ∀ ∈ d) | 6|, ∀ ∈ Questão 2 Esboce os gráficos das funções a seguir e determine seu domínio e sua imagem. | 3| |2 1| 5 | | 2 Questão 3 (FEI – SP) Construa o gráfico de | 1| 1. Questão 4 (PUC – MG) O gráfico de | 3| 2 1 é também o gráfico da função -, definida por: (A) - . 3 4, 3 3 4, 3 (B) - . 4 , 3 2 3, 3 (C) - . 4, 3 3 2, 3 (D) - . 2, 3 3 4, 3 (E) - . 3 2, 3 4, 3 Questão 5 (FUVEST – SP) Determine as raízes das equações a seguir: a) |2 3| 5 b) |2 $ 1| 0 Questão 6 (FGV – SP) Quantos números inteiros não-negativos satisfazem a inequação | 2| 5? (A) Infinitos (C) 5 (E) 7 (B) 4 (D) 6 Questão 7 (PUC – SP) A soma de todos os números inteiros que satisfazem a sentença 2 / |3 1| 5 é: