SlideShare uma empresa Scribd logo
FUNÇÕES DA 
ADMINISTRAÇÃO
 Planejar 
Organizar 
 Dirigir 
 Controlar
Planejamento 
 Planejamento é a função administrativa que estabelece os 
objetivos e as linhas de ação adequadas para alcançá-los. A noção 
mais simples de planejamento é a “não improvisação”. Uma ação 
planejada é uma ação não improvisada. 
 Planejar é escolher direções para se alcançar resultados desejados. 
Planejamento é a escolha racional de cursos de ação, com base 
em objetivos, em fatos e na estimativa do que poderá ocorrer em 
cada alternativa disponível.
O Processo de planejamento: 
 1. Definir objetivos: O que queremos? 
 2. Verificar a situação atual: Onde estamos? 
 3. Desenvolver premissas em relação ao futuro: O que temos pela frente? 
 4. Analisar as alternativas de ação: Quais os caminhos possíveis? 
 5. Escolher a melhor alternativa: Qual o melhor caminho? 
 6. Implementar o plano escolhido e avaliar os Resultados.
Níveis (tipos) de planejamento 
 Planejamento estratégico 
 Planejamento tático 
 Planejamento operacional
Estratégico 
Tático 
Operacional
Tipo de 
Nível planejamento Quem Faz Porque Faz 
Estratégico 
Alta 
administração 
Estabelecer 
Diretrizes para 
empresa 
Tático 
Pessoal de nível 
Médio 
Estabelecer 
Diretrizes para 
unidades 
Operacional 
Pessoal do nível 
Operacional 
Estabelecer 
Diretrizes para 
grupos ou indivíduos 
Estratégico 
Tático 
Operacional
Planejamento estratégico 
 É um processo administrativo unificado e integrador, voltado para o estudo de 
alternativas e escolha de caminhos, de responsabilidade da alta administração, 
mas que gera reflexos em todos os níveis da instituição. 
 Missão Oportunidades 
 Valores Ameaças 
 Cenários Pontos fortes 
 Visão Pontos fracos 
 Estratégias Objetivos/metas
 Cenários 
Compreende a identificação das mudanças que estão acontecendo externamente à 
instituição. Significa identificar e dimensionar mudanças e avaliar os impactos na 
instituição. 
 Valores: 
São elementos motivadores que direcionam as ações das pessoas na instituição, 
contribuindo para a unidade e a coerência do trabalho. 
 Missão: 
Representa o que a instituição é no presente. É o motivo da existência da instituição. É o 
papel desempenhado pela instituição na atualidade. 
A missão deve responder a estas perguntas: 
 Por que a instituição existe? 
 O que a instituição faz? 
 Para quem?
 Exemplos de Missão estratégica: 
McDonald’s – “Servir alimentos de qualidade, com rapidez e simpatia, em um 
ambiente limpo e agradável.”. 
SEBRAE – “Educação, negócios e informações para o desenvolvimento de uma 
sociedade empreendedora, ética e integrativa.”. 
 Visão: 
É como a instituição quer ser vista pela sociedade no futuro. A visão descreve as 
aspirações para o futuro sem especificar os meios para alcançá-las.
 Exemplos de visão estratégica: 
TAM - “Um dia seremos a maior companhia de aviação brasileira e estenderemos um tapete 
vermelho para receber nossos clientes”. 
DISNEY - “Criar um mundo onde todos possam se sentir crianças”. 
 Oportunidades: 
São fatos ou situações que ocorrem fora da instituição e que a favorecem especialmente se forem 
identificadas e aproveitadas a tempo. 
 Ameaças: 
São fatos, situações ou fenômenos, atuais ou futuros, no contexto externo da instituição, que se não 
forem eliminados, minimizados ou evitados, podem dificultar o alcance dos objetivos. 
 Pontos Fortes: 
São características internas à instituição, que podem ser potencializadas para aperfeiçoar seu 
desempenho.
 Pontos Fracos: 
São características internas à instituição que devem ser minimizadas para evitar influência negativa 
sobre o seu desempenho. 
 Objetivos: 
Correspondem a alvos que a instituição deverá alcançar. Determinam para onde os esforços serão 
direcionados. 
 Metas: 
Quantificam os objetivos e definem suas etapas. Também são entendidas como os passos 
intermediários para se alcançar um determinado objetivo. 
 Exemplo de meta: 
Reduzir em 1/3 os acidentes de trânsito, até Dezembro/2011. 
 Estratégias: 
São políticas e formas de alocação de recursos (Financeiros, Pessoas e de Tecnologia), selecionadas 
por uma instituição, visando atingir objetivos específicos.
Planejamento Tático 
 Adapta-se às restrições determinadas pelos métodos e 
procedimentos, às restrições do orçamento e às restrições de tempos 
para a execução. 
 Envolve um ou apenas alguns departamentos da instituição. É 
elaborado pela administração média.
Planejamento Operacional 
 Abrange projetos para serem executados no curto prazo. Envolve 
um ou apenas algumas áreas da instituição, se refere as atividades 
e tarefas que geram resultados imediatos.
Organizar 
 Organizar é procurar a melhor forma para executar o que foi 
planejado, a melhor forma de agir. Seu foco é a eficiência das 
operações; racionaliza o trabalho visando reduzir desperdícios e 
aumentar os índices de produtividade para alcançar os resultados 
previstos. 
 Organizar é determinar as atividades específicas necessárias ao 
alcance dos Objetivos planejados (Especialização); Agrupar as 
atividades em uma estrutura lógica (Departamentalização); 
Designar as atividades às específicas posições e pessoas (Cargos 
e tarefas).
Estrutura Organizacional 
 A estrutura organizacional é detalhada no organograma, que 
define a divisão de trabalho, da autoridade e da comunicação da 
organização, com foco nos processos necessários para alcançar os 
objetivos e metas. 
 A seguir Iremos mostrar um Exemplo de um Organograma 
Empresarial
Presidência 
Vice-Presidência 
Diretoria de 
projetos 
Diretoria de 
Qualidade 
Diretoria de 
Marketing 
Diretoria de RH 
Diretoria de 
Jurídico- 
Financeiro 
Membros Membros Membros Membros Membros
Conceito e finalidades da Organização 
 A estrutura é composta por três componentes básicos inter-relacionados: 
 Sistema de atividade, 
 Sistema de autoridade e 
 Sistema de comunicação.
 O sistema de atividade é o resultado da alocação de atividades entre os 
integrantes de uma organização. Refere-se à estrutura dos departamentos 
(departamentalização), à especificação das atividades de linha e de assessoria; e 
determinação do nível adequado de especialização do trabalho. 
 O sistema de autoridade define os poderes para tomar decisões e comando de 
pessoas. Os principais aspectos são: amplitude administrativa e níveis 
hierárquicos, a determinação do nível de descentralização administrativa e as 
normas de delegação de autoridade. 
 O sistema de comunicação é a rede através da qual fluem as informações que 
orientam o funcionamento da estrutura de forma integrada e eficaz. 
 Com relação aos tipos de estrutura, as instituições podem ser verticais se forem 
constituídas por muitos níveis hierárquicos. São horizontais (achatadas) quando 
apresentam poucos níveis hierárquicos.
Dirigir 
 Direção é a função administrativa que conduz e coordena pessoas na 
execução das atividades planejadas e organizadas. 
 Conceitos de Direção 
 Dirigir significa conduzir, orientar e coordenar a equipe de 
colaboradores, decidir, emitir ordens, orientar os esforços dos 
subordinados visando o cumprimento dos objetivos e dos planos de 
ação e dar as instruções de como executá-los. 
 A Direção é a terceira etapa do processo administrativo, depois do 
Planejamento e da Organização. 
 O Planejamento e a Organização são etapas anteriores à execução dos 
trabalhos; a Direção é a etapa simultânea à execução.
Controle 
 Controle é a quarta função administrativa. O Controle acompanha 
todas as etapas do processo administrativo. O Administrador 
planeja, organiza e dirige simultaneamente, e também desenvolve 
ações de controle. 
 Finalidades da função Controle 
 A função Controle mede e corrige o desempenho dos 
colaboradores e das atividades para assegurar que os objetivos da 
instituição venham a ser atendidos.
 A essência do Controle é a “Ação Corretiva”, que consiste na tomada de decisões 
no sentido de corrigir os possíveis desvios ocorridos. 
 Controlar é estabelecer uma comparação entre o que foi planejado e o que 
efetivamente está sendo ou foi executado. 
 A função Controle tem dois objetivos: 
 Identificar e propor a correção de falhas ou erros – O controle detecta falhas 
ou erros no Planejamento, na Organização ou na Direção e aponta as medidas 
corretivas. 
 Prevenir a ocorrência de novas falhas ou erros – Ao identificar e propor a 
correção de falhas ou erros, o Controle aponta os meios de evitá-los no futuro.
Fases do controle 
 Fase 1: Fixação de padrões de desempenho. 
 Fase 2: Observação do desempenho. 
 Fase 3: Comparação do desempenho atual com o desejado. 
 Fase 4: Ação corretiva.
 Trabalho Apresentado ao Curso de Administração da Faculdade 
Integrada de Araguatins com pré-requisito para obtenção de nota 
na disciplina de Introdução a Administração Sobe orientação do 
professor Remy Barbosa. 
 Acadêmicos: Divino Fredson, Isleinaria Lopes, Rodrigo Morais, 
Evan Janine, Vinicius Dias, Betania dos Santos.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 2 - Organizações e Organização
Aula 2 - Organizações e OrganizaçãoAula 2 - Organizações e Organização
Aula 2 - Organizações e Organização
Prof. Leonardo Rocha
 
Introdução a administração 2012_01
Introdução a administração 2012_01Introdução a administração 2012_01
Introdução a administração 2012_01
Milton Henrique do Couto Neto
 
Práticas Administrativas - Aulas 1 e 2
Práticas Administrativas - Aulas 1 e 2Práticas Administrativas - Aulas 1 e 2
Práticas Administrativas - Aulas 1 e 2
Wandick Rocha de Aquino
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
Rosario Cação
 
Aula 5 estrutura organizacional
Aula 5   estrutura organizacionalAula 5   estrutura organizacional
Aula 5 estrutura organizacional
Correios
 
Gestão de Pessoas - Aula 1
Gestão de Pessoas - Aula 1Gestão de Pessoas - Aula 1
Gestão de Pessoas - Aula 1
Ernandes Rodrigues Do Nascimento
 
Aula de tga
Aula de tgaAula de tga
Aula de tga
Francisco Inácio
 
Planejamento, organização, direcao e controle
Planejamento, organização, direcao e controlePlanejamento, organização, direcao e controle
Planejamento, organização, direcao e controle
Rodrigo Ribeiro
 
Treinamento & Desenvolvimento
Treinamento & DesenvolvimentoTreinamento & Desenvolvimento
Treinamento & Desenvolvimento
Wandick Rocha de Aquino
 
Gestão de recursos humanos
Gestão de recursos humanosGestão de recursos humanos
Gestão de recursos humanos
Rafael Pozzobon
 
Aula 01 O que é estratégia
Aula 01   O que é estratégiaAula 01   O que é estratégia
Aula 01 O que é estratégia
alemartins10
 
Tipos de organização
Tipos de organizaçãoTipos de organização
Tipos de organização
Robson Costa
 
Planejamento estrategico, tático e operacional
Planejamento estrategico, tático e operacionalPlanejamento estrategico, tático e operacional
Planejamento estrategico, tático e operacional
PMY TECNOLOGIA LTDA
 
Planejamento empresarial p1
Planejamento empresarial p1Planejamento empresarial p1
Planejamento empresarial p1
Silvio Carlos Valentini
 
Funções básicas do Administrador
Funções básicas do AdministradorFunções básicas do Administrador
Funções básicas do Administrador
Helio Kenji Honda
 
Comportamento Organizacional
Comportamento OrganizacionalComportamento Organizacional
Comportamento Organizacional
Rui Loureiro
 
Gestão de Pessoas
 Gestão de Pessoas Gestão de Pessoas
Gestão de Pessoas
Celso Alfaia Barbosa
 
Aula 1 planejamento estratégico
Aula 1   planejamento estratégicoAula 1   planejamento estratégico
Aula 1 planejamento estratégico
Kesia Rozzett Oliveira
 
Aula planejamento de carreira
Aula planejamento de carreiraAula planejamento de carreira
Aula planejamento de carreira
André Boaratti
 
Clima organizacional
Clima organizacionalClima organizacional
Clima organizacional
Larissa Estevão
 

Mais procurados (20)

Aula 2 - Organizações e Organização
Aula 2 - Organizações e OrganizaçãoAula 2 - Organizações e Organização
Aula 2 - Organizações e Organização
 
Introdução a administração 2012_01
Introdução a administração 2012_01Introdução a administração 2012_01
Introdução a administração 2012_01
 
Práticas Administrativas - Aulas 1 e 2
Práticas Administrativas - Aulas 1 e 2Práticas Administrativas - Aulas 1 e 2
Práticas Administrativas - Aulas 1 e 2
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
Aula 5 estrutura organizacional
Aula 5   estrutura organizacionalAula 5   estrutura organizacional
Aula 5 estrutura organizacional
 
Gestão de Pessoas - Aula 1
Gestão de Pessoas - Aula 1Gestão de Pessoas - Aula 1
Gestão de Pessoas - Aula 1
 
Aula de tga
Aula de tgaAula de tga
Aula de tga
 
Planejamento, organização, direcao e controle
Planejamento, organização, direcao e controlePlanejamento, organização, direcao e controle
Planejamento, organização, direcao e controle
 
Treinamento & Desenvolvimento
Treinamento & DesenvolvimentoTreinamento & Desenvolvimento
Treinamento & Desenvolvimento
 
Gestão de recursos humanos
Gestão de recursos humanosGestão de recursos humanos
Gestão de recursos humanos
 
Aula 01 O que é estratégia
Aula 01   O que é estratégiaAula 01   O que é estratégia
Aula 01 O que é estratégia
 
Tipos de organização
Tipos de organizaçãoTipos de organização
Tipos de organização
 
Planejamento estrategico, tático e operacional
Planejamento estrategico, tático e operacionalPlanejamento estrategico, tático e operacional
Planejamento estrategico, tático e operacional
 
Planejamento empresarial p1
Planejamento empresarial p1Planejamento empresarial p1
Planejamento empresarial p1
 
Funções básicas do Administrador
Funções básicas do AdministradorFunções básicas do Administrador
Funções básicas do Administrador
 
Comportamento Organizacional
Comportamento OrganizacionalComportamento Organizacional
Comportamento Organizacional
 
Gestão de Pessoas
 Gestão de Pessoas Gestão de Pessoas
Gestão de Pessoas
 
Aula 1 planejamento estratégico
Aula 1   planejamento estratégicoAula 1   planejamento estratégico
Aula 1 planejamento estratégico
 
Aula planejamento de carreira
Aula planejamento de carreiraAula planejamento de carreira
Aula planejamento de carreira
 
Clima organizacional
Clima organizacionalClima organizacional
Clima organizacional
 

Semelhante a Funções da Administração

Estruturas organizacionais
Estruturas organizacionaisEstruturas organizacionais
Estruturas organizacionais
Rafael Evans
 
Comportamento humano nas Organizações: atitude comportamental, organização e...
 Comportamento humano nas Organizações: atitude comportamental, organização e... Comportamento humano nas Organizações: atitude comportamental, organização e...
Comportamento humano nas Organizações: atitude comportamental, organização e...
A. Rui Teixeira Santos
 
Estruturasorganizacionais 131022044328-phpapp02 (1)
Estruturasorganizacionais 131022044328-phpapp02 (1)Estruturasorganizacionais 131022044328-phpapp02 (1)
Estruturasorganizacionais 131022044328-phpapp02 (1)
Ana Ferraz
 
Estruturas organizacionais
Estruturas organizacionaisEstruturas organizacionais
Estruturas organizacionais
Luis Cunha
 
ADM ETEC 2010 NOVO HORIZONTE
ADM ETEC 2010 NOVO HORIZONTEADM ETEC 2010 NOVO HORIZONTE
ADM ETEC 2010 NOVO HORIZONTE
ADM ETEC
 
ADM ETEC
ADM ETECADM ETEC
ADM ETEC
ADM ETEC
 
OraganizaçãO E AministraçãO
OraganizaçãO E AministraçãOOraganizaçãO E AministraçãO
OraganizaçãO E AministraçãO
lupajero
 
AULA 02.pdf gestao e administração em geral
AULA 02.pdf gestao e administração em geralAULA 02.pdf gestao e administração em geral
AULA 02.pdf gestao e administração em geral
MatheusdaSilvaCosta1
 
Trabalho adm
Trabalho admTrabalho adm
Trabalho adm
Tatiana Maciel
 
Gestão do desporto b
Gestão do desporto bGestão do desporto b
Gestão do desporto b
TicoM22
 
Aula funções da administração
Aula   funções da administraçãoAula   funções da administração
Aula funções da administração
Niloar Bissani
 
Analise de funções administrativas
Analise de funções administrativasAnalise de funções administrativas
Analise de funções administrativas
Mariana Longatti
 
Bianca 1
Bianca 1Bianca 1
Bianca 1
guestc5e2024
 
Slides estrutura organizacional_v200
Slides estrutura organizacional_v200Slides estrutura organizacional_v200
Slides estrutura organizacional_v200
Cesar Ventura
 
Material 41dab8bdce
Material 41dab8bdceMaterial 41dab8bdce
Material 41dab8bdce
Wesclay Oliveira
 
Decorrencia teoria neoclassica
Decorrencia teoria neoclassicaDecorrencia teoria neoclassica
Decorrencia teoria neoclassica
prbocchi
 
Gestao Estrategica Projetos
Gestao Estrategica   ProjetosGestao Estrategica   Projetos
Gestao Estrategica Projetos
Inova Gestão
 
Administração e Organização
Administração e OrganizaçãoAdministração e Organização
Administração e Organização
Jonathan Nascyn
 
Apostila recursoshumanos01 (1)
Apostila recursoshumanos01 (1)Apostila recursoshumanos01 (1)
Apostila recursoshumanos01 (1)
anA byanA
 
Administração farmacêutica aula 01
Administração farmacêutica aula 01Administração farmacêutica aula 01
Administração farmacêutica aula 01
Jeferson De Oliveira Salvi
 

Semelhante a Funções da Administração (20)

Estruturas organizacionais
Estruturas organizacionaisEstruturas organizacionais
Estruturas organizacionais
 
Comportamento humano nas Organizações: atitude comportamental, organização e...
 Comportamento humano nas Organizações: atitude comportamental, organização e... Comportamento humano nas Organizações: atitude comportamental, organização e...
Comportamento humano nas Organizações: atitude comportamental, organização e...
 
Estruturasorganizacionais 131022044328-phpapp02 (1)
Estruturasorganizacionais 131022044328-phpapp02 (1)Estruturasorganizacionais 131022044328-phpapp02 (1)
Estruturasorganizacionais 131022044328-phpapp02 (1)
 
Estruturas organizacionais
Estruturas organizacionaisEstruturas organizacionais
Estruturas organizacionais
 
ADM ETEC 2010 NOVO HORIZONTE
ADM ETEC 2010 NOVO HORIZONTEADM ETEC 2010 NOVO HORIZONTE
ADM ETEC 2010 NOVO HORIZONTE
 
ADM ETEC
ADM ETECADM ETEC
ADM ETEC
 
OraganizaçãO E AministraçãO
OraganizaçãO E AministraçãOOraganizaçãO E AministraçãO
OraganizaçãO E AministraçãO
 
AULA 02.pdf gestao e administração em geral
AULA 02.pdf gestao e administração em geralAULA 02.pdf gestao e administração em geral
AULA 02.pdf gestao e administração em geral
 
Trabalho adm
Trabalho admTrabalho adm
Trabalho adm
 
Gestão do desporto b
Gestão do desporto bGestão do desporto b
Gestão do desporto b
 
Aula funções da administração
Aula   funções da administraçãoAula   funções da administração
Aula funções da administração
 
Analise de funções administrativas
Analise de funções administrativasAnalise de funções administrativas
Analise de funções administrativas
 
Bianca 1
Bianca 1Bianca 1
Bianca 1
 
Slides estrutura organizacional_v200
Slides estrutura organizacional_v200Slides estrutura organizacional_v200
Slides estrutura organizacional_v200
 
Material 41dab8bdce
Material 41dab8bdceMaterial 41dab8bdce
Material 41dab8bdce
 
Decorrencia teoria neoclassica
Decorrencia teoria neoclassicaDecorrencia teoria neoclassica
Decorrencia teoria neoclassica
 
Gestao Estrategica Projetos
Gestao Estrategica   ProjetosGestao Estrategica   Projetos
Gestao Estrategica Projetos
 
Administração e Organização
Administração e OrganizaçãoAdministração e Organização
Administração e Organização
 
Apostila recursoshumanos01 (1)
Apostila recursoshumanos01 (1)Apostila recursoshumanos01 (1)
Apostila recursoshumanos01 (1)
 
Administração farmacêutica aula 01
Administração farmacêutica aula 01Administração farmacêutica aula 01
Administração farmacêutica aula 01
 

Último

Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Miguel Delamontagne
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdfPlano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdfPlano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
 

Funções da Administração

  • 2.  Planejar Organizar  Dirigir  Controlar
  • 3. Planejamento  Planejamento é a função administrativa que estabelece os objetivos e as linhas de ação adequadas para alcançá-los. A noção mais simples de planejamento é a “não improvisação”. Uma ação planejada é uma ação não improvisada.  Planejar é escolher direções para se alcançar resultados desejados. Planejamento é a escolha racional de cursos de ação, com base em objetivos, em fatos e na estimativa do que poderá ocorrer em cada alternativa disponível.
  • 4. O Processo de planejamento:  1. Definir objetivos: O que queremos?  2. Verificar a situação atual: Onde estamos?  3. Desenvolver premissas em relação ao futuro: O que temos pela frente?  4. Analisar as alternativas de ação: Quais os caminhos possíveis?  5. Escolher a melhor alternativa: Qual o melhor caminho?  6. Implementar o plano escolhido e avaliar os Resultados.
  • 5. Níveis (tipos) de planejamento  Planejamento estratégico  Planejamento tático  Planejamento operacional
  • 7. Tipo de Nível planejamento Quem Faz Porque Faz Estratégico Alta administração Estabelecer Diretrizes para empresa Tático Pessoal de nível Médio Estabelecer Diretrizes para unidades Operacional Pessoal do nível Operacional Estabelecer Diretrizes para grupos ou indivíduos Estratégico Tático Operacional
  • 8. Planejamento estratégico  É um processo administrativo unificado e integrador, voltado para o estudo de alternativas e escolha de caminhos, de responsabilidade da alta administração, mas que gera reflexos em todos os níveis da instituição.  Missão Oportunidades  Valores Ameaças  Cenários Pontos fortes  Visão Pontos fracos  Estratégias Objetivos/metas
  • 9.  Cenários Compreende a identificação das mudanças que estão acontecendo externamente à instituição. Significa identificar e dimensionar mudanças e avaliar os impactos na instituição.  Valores: São elementos motivadores que direcionam as ações das pessoas na instituição, contribuindo para a unidade e a coerência do trabalho.  Missão: Representa o que a instituição é no presente. É o motivo da existência da instituição. É o papel desempenhado pela instituição na atualidade. A missão deve responder a estas perguntas:  Por que a instituição existe?  O que a instituição faz?  Para quem?
  • 10.  Exemplos de Missão estratégica: McDonald’s – “Servir alimentos de qualidade, com rapidez e simpatia, em um ambiente limpo e agradável.”. SEBRAE – “Educação, negócios e informações para o desenvolvimento de uma sociedade empreendedora, ética e integrativa.”.  Visão: É como a instituição quer ser vista pela sociedade no futuro. A visão descreve as aspirações para o futuro sem especificar os meios para alcançá-las.
  • 11.  Exemplos de visão estratégica: TAM - “Um dia seremos a maior companhia de aviação brasileira e estenderemos um tapete vermelho para receber nossos clientes”. DISNEY - “Criar um mundo onde todos possam se sentir crianças”.  Oportunidades: São fatos ou situações que ocorrem fora da instituição e que a favorecem especialmente se forem identificadas e aproveitadas a tempo.  Ameaças: São fatos, situações ou fenômenos, atuais ou futuros, no contexto externo da instituição, que se não forem eliminados, minimizados ou evitados, podem dificultar o alcance dos objetivos.  Pontos Fortes: São características internas à instituição, que podem ser potencializadas para aperfeiçoar seu desempenho.
  • 12.  Pontos Fracos: São características internas à instituição que devem ser minimizadas para evitar influência negativa sobre o seu desempenho.  Objetivos: Correspondem a alvos que a instituição deverá alcançar. Determinam para onde os esforços serão direcionados.  Metas: Quantificam os objetivos e definem suas etapas. Também são entendidas como os passos intermediários para se alcançar um determinado objetivo.  Exemplo de meta: Reduzir em 1/3 os acidentes de trânsito, até Dezembro/2011.  Estratégias: São políticas e formas de alocação de recursos (Financeiros, Pessoas e de Tecnologia), selecionadas por uma instituição, visando atingir objetivos específicos.
  • 13. Planejamento Tático  Adapta-se às restrições determinadas pelos métodos e procedimentos, às restrições do orçamento e às restrições de tempos para a execução.  Envolve um ou apenas alguns departamentos da instituição. É elaborado pela administração média.
  • 14. Planejamento Operacional  Abrange projetos para serem executados no curto prazo. Envolve um ou apenas algumas áreas da instituição, se refere as atividades e tarefas que geram resultados imediatos.
  • 15. Organizar  Organizar é procurar a melhor forma para executar o que foi planejado, a melhor forma de agir. Seu foco é a eficiência das operações; racionaliza o trabalho visando reduzir desperdícios e aumentar os índices de produtividade para alcançar os resultados previstos.  Organizar é determinar as atividades específicas necessárias ao alcance dos Objetivos planejados (Especialização); Agrupar as atividades em uma estrutura lógica (Departamentalização); Designar as atividades às específicas posições e pessoas (Cargos e tarefas).
  • 16. Estrutura Organizacional  A estrutura organizacional é detalhada no organograma, que define a divisão de trabalho, da autoridade e da comunicação da organização, com foco nos processos necessários para alcançar os objetivos e metas.  A seguir Iremos mostrar um Exemplo de um Organograma Empresarial
  • 17. Presidência Vice-Presidência Diretoria de projetos Diretoria de Qualidade Diretoria de Marketing Diretoria de RH Diretoria de Jurídico- Financeiro Membros Membros Membros Membros Membros
  • 18. Conceito e finalidades da Organização  A estrutura é composta por três componentes básicos inter-relacionados:  Sistema de atividade,  Sistema de autoridade e  Sistema de comunicação.
  • 19.  O sistema de atividade é o resultado da alocação de atividades entre os integrantes de uma organização. Refere-se à estrutura dos departamentos (departamentalização), à especificação das atividades de linha e de assessoria; e determinação do nível adequado de especialização do trabalho.  O sistema de autoridade define os poderes para tomar decisões e comando de pessoas. Os principais aspectos são: amplitude administrativa e níveis hierárquicos, a determinação do nível de descentralização administrativa e as normas de delegação de autoridade.  O sistema de comunicação é a rede através da qual fluem as informações que orientam o funcionamento da estrutura de forma integrada e eficaz.  Com relação aos tipos de estrutura, as instituições podem ser verticais se forem constituídas por muitos níveis hierárquicos. São horizontais (achatadas) quando apresentam poucos níveis hierárquicos.
  • 20. Dirigir  Direção é a função administrativa que conduz e coordena pessoas na execução das atividades planejadas e organizadas.  Conceitos de Direção  Dirigir significa conduzir, orientar e coordenar a equipe de colaboradores, decidir, emitir ordens, orientar os esforços dos subordinados visando o cumprimento dos objetivos e dos planos de ação e dar as instruções de como executá-los.  A Direção é a terceira etapa do processo administrativo, depois do Planejamento e da Organização.  O Planejamento e a Organização são etapas anteriores à execução dos trabalhos; a Direção é a etapa simultânea à execução.
  • 21. Controle  Controle é a quarta função administrativa. O Controle acompanha todas as etapas do processo administrativo. O Administrador planeja, organiza e dirige simultaneamente, e também desenvolve ações de controle.  Finalidades da função Controle  A função Controle mede e corrige o desempenho dos colaboradores e das atividades para assegurar que os objetivos da instituição venham a ser atendidos.
  • 22.  A essência do Controle é a “Ação Corretiva”, que consiste na tomada de decisões no sentido de corrigir os possíveis desvios ocorridos.  Controlar é estabelecer uma comparação entre o que foi planejado e o que efetivamente está sendo ou foi executado.  A função Controle tem dois objetivos:  Identificar e propor a correção de falhas ou erros – O controle detecta falhas ou erros no Planejamento, na Organização ou na Direção e aponta as medidas corretivas.  Prevenir a ocorrência de novas falhas ou erros – Ao identificar e propor a correção de falhas ou erros, o Controle aponta os meios de evitá-los no futuro.
  • 23. Fases do controle  Fase 1: Fixação de padrões de desempenho.  Fase 2: Observação do desempenho.  Fase 3: Comparação do desempenho atual com o desejado.  Fase 4: Ação corretiva.
  • 24.  Trabalho Apresentado ao Curso de Administração da Faculdade Integrada de Araguatins com pré-requisito para obtenção de nota na disciplina de Introdução a Administração Sobe orientação do professor Remy Barbosa.  Acadêmicos: Divino Fredson, Isleinaria Lopes, Rodrigo Morais, Evan Janine, Vinicius Dias, Betania dos Santos.