SlideShare uma empresa Scribd logo
CURSO EDUCAÇÃO PATRIMONIAL
ECO-HISTÓRIA DO PLANALTO
CENTRAL
O PLANALTO CENTRAL COLONIAL
WILSON VIEIRA JÚNIOR
Arquivo Público do DF
29.VIII.2013
COSMÓGRAFOS
Séculos XV – XVII
orientações e descrições cartográficas
coordenação das Cartas-Padrão
Atlas do Brasil (1666?)
João Teixeira Albernaz II
Fonte: BN BRA
ENGENHEIROS MILITARES
Séculos XVII – XVIII
orientar, descrever, ocupar e
construir
PADRES JESUÍTAS MATEMÁTICOS
COLÉGIO DE SANTO ANTÃO
(PORTUGAL)
AULA DE ESFERA (~ 1590)
Disciplinas
• Cosmografia
• Náutica
• Astronomia
• Geografia e Arte de Fortificar
• Geometria Prática
O ENGENHEIRO PORTUGUEZ (1728-1729)
Fonte: BN PT
MANOEL DE AZEVEDO FORTES
Engenheiro-Mor do Reino (1719)
LIMITES BRASIL 1709
Parte do gouerno de Sam Paulo e parte dos
dominios da Coroa de Espanha (1740)
Fonte: BN RJ
Estas Minas/ja forão
descubertas/por
Sebastião Marinho/
no tempo de Fellipe
2.o/ em 1592
N. S. do Rozairo dos
Guayazes
(primitiva capela
eregida por Antônio
Pereira Bahia em
1734)
Aldeia do gentio
guayazes
CARDOSO, Ângelo dos Santos. O
prim.ro mais ajustado, que lá
apareceo até aquele tempo, e o
menos distante da verdade da
destrebuiçaõ desta Comarca, e seos
Arrayaes, mostrando o cam.o, que
vem da Vila de Santos a esta Capi
tal, e daqui ao Cuyabá, Mato Groso,
Rio da Madeira, té o das Amazonas.
1750.
Mapa dos Sertões que
comprehendem de mara a
mar entre as capitanias de
S. Paulo, Goyazes,
Cuyabá, Mato-grosso e
Pará, [1750-1760]
Fonte: BN RJ
SobradinhoS. Luzia
(Luziânia)
Capitania de Goiás (1751)
Tossi Colombina
Fonte: AHEx
MAPA GERAL DA CAPITANIA DE GOIÁS
S.I. [ca. 1753]
Fonte: AHU
Limites da Capitania em amarelo.
Rosa dos ventos marcado o Norte e
Portugal.
O rio Tocantins se destaca.
Indicado a presença dos índios.
Concentração de arraiais ao longo
dos rios.
Sobradinho
CARTA TOPOGRAPHICA DO PAIS DOS RIOS CLARO E PILOENS ...
que o Illmo. e Exmo. Snr. Jozê de Almeida de Vasconcellos Gouernador , e Capm. Gnal. da Capta. de
Goyas mandou fazer, depois de mandar averiguar aquelle Continente, na qual semostra , os lugares ou
cadeya dos guardas q[ue] demarcão as terras diamantinas proibidas de se minerar nelas. (1772)
Fonte: AHU
CARTA DA REGIÃO COMPREENDIDA
ENTRE OS RIOS MARANHÃO E CRIXÁS
(17--).
Fonte: AHU
CARTA DE TODA A PORÇÃO
D`AMERICA MERIDIONAL... .
Luis d`Albuquerque de Mello Pereira
e Caceres (1772)
Fonte: MIT
CARTA DO QUE OS GEOGRAPHOS
CASTELHANOS UZURPÃO A COROA DE
PORTUGAL NO ESTADO DO BRAZIL.
Francisco de Seixas (1767)
No canto superior contém o seguinte
texto: "Este he o mapa falso, e errado
segundo o sistema castelhano, o qual
onde se junta aqui asim somente de
que pondese ambos abertos hum
defronte do outro, se confirão, e se
venha facilmente no conhecimento da
verdade".
Fonte: BNL
CARTA OU PLANO GEOGRAPHICO
DA CAPITANIA DE GOYAS “MAPA
DOS JULGADOS”.
Tomás de Souza (1778)
Fonte: IPEHBC
GUIA DOS CAMINHANTES – CAP. GOYAZES. Anastasio de Santa Anna (1817)
Fonte: BN RJ
CARTA COROGRAFICA PLANA DA PROVINCIA
DE GOYAZ... . Raimundo Jozé da Cunha
Mattos (itinerarios escritos em 1826 e
publicados no anno de 1836) (publicada em
1875). Fonte: BN PT
CARTA DA PROVÍNCIA DE GOYAZ.
Joaquim R. de M. Jardim (1875)
Fonte: IPEHBC
1889
CARTA DA FREGUESIA DE SANTA LUZIA DE GOYAZ.
Des Genettes (1884)
Fonte: IPEHBC
PRELAZIA DE S. JOSÉ DO TOCANTINS
S.I.
Fonte: Cúria de Formosa
COMISSÃO DO PLANALTO (1892 – 1894; 1894 – 1895)
Hastimphilo de Moura (1892)
Fonte: ARPDF
MAPPA DOS ITINERÁRIOS LEVANTADOS (1894)
Relatório da Comissão Exploradora do
Distrito Federal (1892)
NOVO DISTRITO FEDERAL: PLANTA ÍNDICE CADASTRAL (1958)
Fonte: Arq. Altamiro Pacheco. Pesquisa de Darcy Dornellas.
PLANTA DA FAZENDA
SOBRADINHO (1928)
FIM
WILSON VIEIRA JÚNIOR
arpdfwilson@gmail.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A formação do território brasileiro 7º ano
A formação do território brasileiro 7º anoA formação do território brasileiro 7º ano
A formação do território brasileiro 7º ano
Nilberte Correia
 
Delimitação e formação do território brasileiro
Delimitação e formação do território brasileiroDelimitação e formação do território brasileiro
Delimitação e formação do território brasileiro
Silmara Vedoveli
 
Introducao do Espaco Geografico Brasileiro
Introducao do Espaco Geografico BrasileiroIntroducao do Espaco Geografico Brasileiro
Introducao do Espaco Geografico Brasileiro
Isabella Silva
 
Resumo - História de Santa Catarina
Resumo - História de Santa CatarinaResumo - História de Santa Catarina
Resumo - História de Santa Catarina
Elton Zanoni
 
Formação do território brasileiro!
Formação do território brasileiro!Formação do território brasileiro!
Formação do território brasileiro!
Marcelo Caetano
 
Organização e formação do espaço brasileiro
Organização e formação do espaço brasileiroOrganização e formação do espaço brasileiro
Organização e formação do espaço brasileiro
Jane Mary Lima Castro
 
Brasil: Cinco Séculos de História vol. 1 - Parte 1
Brasil: Cinco Séculos de História vol. 1 -  Parte 1Brasil: Cinco Séculos de História vol. 1 -  Parte 1
Brasil: Cinco Séculos de História vol. 1 - Parte 1
Gabriela Rezende Freire
 
G2 – o ciclo do ouro
G2 – o ciclo do ouroG2 – o ciclo do ouro
G2 – o ciclo do ouro
Rafael Vasco
 
CONNSTRUÇÃO DAS FRONTEIRAS DO BRASIL
CONNSTRUÇÃO DAS FRONTEIRAS DO BRASILCONNSTRUÇÃO DAS FRONTEIRAS DO BRASIL
CONNSTRUÇÃO DAS FRONTEIRAS DO BRASIL
Patrícia Éderson Dias
 
Formação Territorial e Povoamento de Mato Grosso
Formação Territorial e Povoamento de Mato GrossoFormação Territorial e Povoamento de Mato Grosso
Formação Territorial e Povoamento de Mato Grosso
Eder Liborio
 
OcupaçãO De Mato Grosso
OcupaçãO De Mato GrossoOcupaçãO De Mato Grosso
OcupaçãO De Mato Grosso
Paticx
 
Trabalho Final de Didática - 2013.1
Trabalho Final de Didática - 2013.1Trabalho Final de Didática - 2013.1
Trabalho Final de Didática - 2013.1
Bruno Benevides
 
Proyecto Portugues: Maranhao
Proyecto Portugues: MaranhaoProyecto Portugues: Maranhao
Proyecto Portugues: Maranhao
Carlos
 
Historia de santa catarina
Historia de santa catarinaHistoria de santa catarina
Historia de santa catarina
Carlos Glufke
 
História do Mato Grosso do Sul - Ocupação do território - 2ª parte - Final do...
História do Mato Grosso do Sul - Ocupação do território - 2ª parte - Final do...História do Mato Grosso do Sul - Ocupação do território - 2ª parte - Final do...
História do Mato Grosso do Sul - Ocupação do território - 2ª parte - Final do...
Marco Aurélio Gondim
 
Quinhentismo
QuinhentismoQuinhentismo
Quinhentismo
ma.no.el.ne.ves
 
O nome do brasil
O nome do brasilO nome do brasil
O nome do brasil
indexbonorvm
 
História de mato grosso período colonial
História de mato grosso   período colonialHistória de mato grosso   período colonial
História de mato grosso período colonial
Edenilson Morais
 
Revisão de história 5ºano
Revisão de história 5ºanoRevisão de história 5ºano
Revisão de história 5ºano
Nadja Dócio
 

Mais procurados (19)

A formação do território brasileiro 7º ano
A formação do território brasileiro 7º anoA formação do território brasileiro 7º ano
A formação do território brasileiro 7º ano
 
Delimitação e formação do território brasileiro
Delimitação e formação do território brasileiroDelimitação e formação do território brasileiro
Delimitação e formação do território brasileiro
 
Introducao do Espaco Geografico Brasileiro
Introducao do Espaco Geografico BrasileiroIntroducao do Espaco Geografico Brasileiro
Introducao do Espaco Geografico Brasileiro
 
Resumo - História de Santa Catarina
Resumo - História de Santa CatarinaResumo - História de Santa Catarina
Resumo - História de Santa Catarina
 
Formação do território brasileiro!
Formação do território brasileiro!Formação do território brasileiro!
Formação do território brasileiro!
 
Organização e formação do espaço brasileiro
Organização e formação do espaço brasileiroOrganização e formação do espaço brasileiro
Organização e formação do espaço brasileiro
 
Brasil: Cinco Séculos de História vol. 1 - Parte 1
Brasil: Cinco Séculos de História vol. 1 -  Parte 1Brasil: Cinco Séculos de História vol. 1 -  Parte 1
Brasil: Cinco Séculos de História vol. 1 - Parte 1
 
G2 – o ciclo do ouro
G2 – o ciclo do ouroG2 – o ciclo do ouro
G2 – o ciclo do ouro
 
CONNSTRUÇÃO DAS FRONTEIRAS DO BRASIL
CONNSTRUÇÃO DAS FRONTEIRAS DO BRASILCONNSTRUÇÃO DAS FRONTEIRAS DO BRASIL
CONNSTRUÇÃO DAS FRONTEIRAS DO BRASIL
 
Formação Territorial e Povoamento de Mato Grosso
Formação Territorial e Povoamento de Mato GrossoFormação Territorial e Povoamento de Mato Grosso
Formação Territorial e Povoamento de Mato Grosso
 
OcupaçãO De Mato Grosso
OcupaçãO De Mato GrossoOcupaçãO De Mato Grosso
OcupaçãO De Mato Grosso
 
Trabalho Final de Didática - 2013.1
Trabalho Final de Didática - 2013.1Trabalho Final de Didática - 2013.1
Trabalho Final de Didática - 2013.1
 
Proyecto Portugues: Maranhao
Proyecto Portugues: MaranhaoProyecto Portugues: Maranhao
Proyecto Portugues: Maranhao
 
Historia de santa catarina
Historia de santa catarinaHistoria de santa catarina
Historia de santa catarina
 
História do Mato Grosso do Sul - Ocupação do território - 2ª parte - Final do...
História do Mato Grosso do Sul - Ocupação do território - 2ª parte - Final do...História do Mato Grosso do Sul - Ocupação do território - 2ª parte - Final do...
História do Mato Grosso do Sul - Ocupação do território - 2ª parte - Final do...
 
Quinhentismo
QuinhentismoQuinhentismo
Quinhentismo
 
O nome do brasil
O nome do brasilO nome do brasil
O nome do brasil
 
História de mato grosso período colonial
História de mato grosso   período colonialHistória de mato grosso   período colonial
História de mato grosso período colonial
 
Revisão de história 5ºano
Revisão de história 5ºanoRevisão de história 5ºano
Revisão de história 5ºano
 

Destaque

Dr Hala Evans - Sicle Cell Anaemia
Dr Hala Evans - Sicle Cell AnaemiaDr Hala Evans - Sicle Cell Anaemia
Dr Hala Evans - Sicle Cell Anaemia
coordenacaodiversidade
 
Dados Sobre As Desigualdades Raciais No Brasil Site Mundo Negro
Dados Sobre As Desigualdades Raciais No Brasil   Site Mundo NegroDados Sobre As Desigualdades Raciais No Brasil   Site Mundo Negro
Dados Sobre As Desigualdades Raciais No Brasil Site Mundo Negro
guesta7e113
 
Desigualdade Etnico Racial
Desigualdade Etnico RacialDesigualdade Etnico Racial
Desigualdade Etnico Racial
Lucas Nunes de Souza
 
Discriminação étnico racial atual
Discriminação étnico racial atualDiscriminação étnico racial atual
Discriminação étnico racial atual
Marcia Miranda
 
Atividade Curricular _ Relações Étnico Raciais
Atividade Curricular _ Relações Étnico Raciais Atividade Curricular _ Relações Étnico Raciais
Atividade Curricular _ Relações Étnico Raciais
Patrícia Fernanda da Costa Santos
 
Educação da Relações Étnico-Raciais - Apresentação Deborah Moema
Educação da Relações Étnico-Raciais -  Apresentação Deborah MoemaEducação da Relações Étnico-Raciais -  Apresentação Deborah Moema
Educação da Relações Étnico-Raciais - Apresentação Deborah Moema
coordenacaodiversidade
 
Relações étnico raciais
Relações étnico raciaisRelações étnico raciais
Relações étnico raciais
Soares Junior
 
Relatório estágio
Relatório  estágioRelatório  estágio
Relatório estágio
Maria da C.A.Versiani
 

Destaque (8)

Dr Hala Evans - Sicle Cell Anaemia
Dr Hala Evans - Sicle Cell AnaemiaDr Hala Evans - Sicle Cell Anaemia
Dr Hala Evans - Sicle Cell Anaemia
 
Dados Sobre As Desigualdades Raciais No Brasil Site Mundo Negro
Dados Sobre As Desigualdades Raciais No Brasil   Site Mundo NegroDados Sobre As Desigualdades Raciais No Brasil   Site Mundo Negro
Dados Sobre As Desigualdades Raciais No Brasil Site Mundo Negro
 
Desigualdade Etnico Racial
Desigualdade Etnico RacialDesigualdade Etnico Racial
Desigualdade Etnico Racial
 
Discriminação étnico racial atual
Discriminação étnico racial atualDiscriminação étnico racial atual
Discriminação étnico racial atual
 
Atividade Curricular _ Relações Étnico Raciais
Atividade Curricular _ Relações Étnico Raciais Atividade Curricular _ Relações Étnico Raciais
Atividade Curricular _ Relações Étnico Raciais
 
Educação da Relações Étnico-Raciais - Apresentação Deborah Moema
Educação da Relações Étnico-Raciais -  Apresentação Deborah MoemaEducação da Relações Étnico-Raciais -  Apresentação Deborah Moema
Educação da Relações Étnico-Raciais - Apresentação Deborah Moema
 
Relações étnico raciais
Relações étnico raciaisRelações étnico raciais
Relações étnico raciais
 
Relatório estágio
Relatório  estágioRelatório  estágio
Relatório estágio
 

Semelhante a Curso Educação Patrimonial

CEGH - A presença estrangeira no brasil colonial
CEGH - A presença estrangeira no brasil colonialCEGH - A presença estrangeira no brasil colonial
CEGH - A presença estrangeira no brasil colonial
Prof Vaguito Sobrenome
 
O representação do meridiano
O representação do meridianoO representação do meridiano
O representação do meridiano
Maike Piragibe Cavalcante
 
Camilo janaina
Camilo janainaCamilo janaina
Camilo janaina
SEDUC-RO
 
CEGH - Nova Política Colonial Portuguesa no Brasil Colonial
CEGH - Nova Política Colonial Portuguesa no Brasil ColonialCEGH - Nova Política Colonial Portuguesa no Brasil Colonial
CEGH - Nova Política Colonial Portuguesa no Brasil Colonial
Prof Vaguito Sobrenome
 
Mello e souza_laura_de_o_nome_do_brasil
Mello e souza_laura_de_o_nome_do_brasilMello e souza_laura_de_o_nome_do_brasil
Mello e souza_laura_de_o_nome_do_brasil
daniel maximiano pereira de paula
 
Bandeira e brasão de Maranhão e São Luís
Bandeira e brasão de Maranhão e São LuísBandeira e brasão de Maranhão e São Luís
Bandeira e brasão de Maranhão e São Luís
Numeric Contadores
 
Formação Territorial do Brasil - 7º ano -.ppt
Formação Territorial do Brasil - 7º ano -.pptFormação Territorial do Brasil - 7º ano -.ppt
Formação Territorial do Brasil - 7º ano -.ppt
VivianeGonalves52
 
Cartografia - História (1º parte)
Cartografia - História (1º parte)Cartografia - História (1º parte)
Cartografia - História (1º parte)
O Geógrafo - Geociências
 
Descobrimento do brasil
Descobrimento do brasilDescobrimento do brasil
Descobrimento do brasil
Gabriel da Silva
 
A carta de Pero Vaz de Caminha - Prof.Altair Aguilar
A carta de Pero Vaz de Caminha - Prof.Altair AguilarA carta de Pero Vaz de Caminha - Prof.Altair Aguilar
A carta de Pero Vaz de Caminha - Prof.Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
modulo-3-abertura-europeia-ao-mundo.pdf
modulo-3-abertura-europeia-ao-mundo.pdfmodulo-3-abertura-europeia-ao-mundo.pdf
modulo-3-abertura-europeia-ao-mundo.pdf
Tânia Marques André
 
HISTÓRIA DO BRASIL COLONIAL: AULA EM SLIDES SOBRE A HISTÓRIA DO BRASIL COLÔNIA.
HISTÓRIA DO BRASIL COLONIAL: AULA EM SLIDES SOBRE A HISTÓRIA DO BRASIL COLÔNIA.HISTÓRIA DO BRASIL COLONIAL: AULA EM SLIDES SOBRE A HISTÓRIA DO BRASIL COLÔNIA.
HISTÓRIA DO BRASIL COLONIAL: AULA EM SLIDES SOBRE A HISTÓRIA DO BRASIL COLÔNIA.
pjmeneghetti1
 
Historia lit
Historia litHistoria lit
Historia lit
literafro
 
Dinheiro
DinheiroDinheiro
Capítulo 5 Organização político-administrativa na América Portuguesa
Capítulo 5 Organização político-administrativa na América PortuguesaCapítulo 5 Organização político-administrativa na América Portuguesa
Capítulo 5 Organização político-administrativa na América Portuguesa
Vitor Ferreira
 
Artes Hildalene
Artes HildaleneArtes Hildalene
Artes Hildalene
Pré-Enem Seduc
 
09082021210917QUINHENTISMO.pptx
09082021210917QUINHENTISMO.pptx09082021210917QUINHENTISMO.pptx
09082021210917QUINHENTISMO.pptx
LuanHenriqueSilveira1
 
QUINHENTISMO.pptx
QUINHENTISMO.pptxQUINHENTISMO.pptx
QUINHENTISMO.pptx
JhessicaMota
 
QUINHENTISMO ppt.pptx
QUINHENTISMO ppt.pptxQUINHENTISMO ppt.pptx
QUINHENTISMO ppt.pptx
PabloGabrielKdabra
 
Grab is lista 04 his not
Grab is   lista 04 his notGrab is   lista 04 his not
Grab is lista 04 his not
cesec
 

Semelhante a Curso Educação Patrimonial (20)

CEGH - A presença estrangeira no brasil colonial
CEGH - A presença estrangeira no brasil colonialCEGH - A presença estrangeira no brasil colonial
CEGH - A presença estrangeira no brasil colonial
 
O representação do meridiano
O representação do meridianoO representação do meridiano
O representação do meridiano
 
Camilo janaina
Camilo janainaCamilo janaina
Camilo janaina
 
CEGH - Nova Política Colonial Portuguesa no Brasil Colonial
CEGH - Nova Política Colonial Portuguesa no Brasil ColonialCEGH - Nova Política Colonial Portuguesa no Brasil Colonial
CEGH - Nova Política Colonial Portuguesa no Brasil Colonial
 
Mello e souza_laura_de_o_nome_do_brasil
Mello e souza_laura_de_o_nome_do_brasilMello e souza_laura_de_o_nome_do_brasil
Mello e souza_laura_de_o_nome_do_brasil
 
Bandeira e brasão de Maranhão e São Luís
Bandeira e brasão de Maranhão e São LuísBandeira e brasão de Maranhão e São Luís
Bandeira e brasão de Maranhão e São Luís
 
Formação Territorial do Brasil - 7º ano -.ppt
Formação Territorial do Brasil - 7º ano -.pptFormação Territorial do Brasil - 7º ano -.ppt
Formação Territorial do Brasil - 7º ano -.ppt
 
Cartografia - História (1º parte)
Cartografia - História (1º parte)Cartografia - História (1º parte)
Cartografia - História (1º parte)
 
Descobrimento do brasil
Descobrimento do brasilDescobrimento do brasil
Descobrimento do brasil
 
A carta de Pero Vaz de Caminha - Prof.Altair Aguilar
A carta de Pero Vaz de Caminha - Prof.Altair AguilarA carta de Pero Vaz de Caminha - Prof.Altair Aguilar
A carta de Pero Vaz de Caminha - Prof.Altair Aguilar
 
modulo-3-abertura-europeia-ao-mundo.pdf
modulo-3-abertura-europeia-ao-mundo.pdfmodulo-3-abertura-europeia-ao-mundo.pdf
modulo-3-abertura-europeia-ao-mundo.pdf
 
HISTÓRIA DO BRASIL COLONIAL: AULA EM SLIDES SOBRE A HISTÓRIA DO BRASIL COLÔNIA.
HISTÓRIA DO BRASIL COLONIAL: AULA EM SLIDES SOBRE A HISTÓRIA DO BRASIL COLÔNIA.HISTÓRIA DO BRASIL COLONIAL: AULA EM SLIDES SOBRE A HISTÓRIA DO BRASIL COLÔNIA.
HISTÓRIA DO BRASIL COLONIAL: AULA EM SLIDES SOBRE A HISTÓRIA DO BRASIL COLÔNIA.
 
Historia lit
Historia litHistoria lit
Historia lit
 
Dinheiro
DinheiroDinheiro
Dinheiro
 
Capítulo 5 Organização político-administrativa na América Portuguesa
Capítulo 5 Organização político-administrativa na América PortuguesaCapítulo 5 Organização político-administrativa na América Portuguesa
Capítulo 5 Organização político-administrativa na América Portuguesa
 
Artes Hildalene
Artes HildaleneArtes Hildalene
Artes Hildalene
 
09082021210917QUINHENTISMO.pptx
09082021210917QUINHENTISMO.pptx09082021210917QUINHENTISMO.pptx
09082021210917QUINHENTISMO.pptx
 
QUINHENTISMO.pptx
QUINHENTISMO.pptxQUINHENTISMO.pptx
QUINHENTISMO.pptx
 
QUINHENTISMO ppt.pptx
QUINHENTISMO ppt.pptxQUINHENTISMO ppt.pptx
QUINHENTISMO ppt.pptx
 
Grab is lista 04 his not
Grab is   lista 04 his notGrab is   lista 04 his not
Grab is lista 04 his not
 

Mais de coordenacaodiversidade

Apresentação Prof. Dra. Muna - Oficina de formação sobre Anemia Falciforme
Apresentação Prof. Dra. Muna - Oficina de formação sobre Anemia FalciformeApresentação Prof. Dra. Muna - Oficina de formação sobre Anemia Falciforme
Apresentação Prof. Dra. Muna - Oficina de formação sobre Anemia Falciforme
coordenacaodiversidade
 
Apresentação muna 02.03.2013_ formação de professores(as) de ensino básico an...
Apresentação muna 02.03.2013_ formação de professores(as) de ensino básico an...Apresentação muna 02.03.2013_ formação de professores(as) de ensino básico an...
Apresentação muna 02.03.2013_ formação de professores(as) de ensino básico an...
coordenacaodiversidade
 
Apresentação Diversidade 2013
Apresentação Diversidade 2013Apresentação Diversidade 2013
Apresentação Diversidade 2013
coordenacaodiversidade
 
Apresentação diversidade 2013
Apresentação diversidade 2013Apresentação diversidade 2013
Apresentação diversidade 2013
coordenacaodiversidade
 
Educação do campo plano de ação 2013
Educação do campo  plano de ação 2013Educação do campo  plano de ação 2013
Educação do campo plano de ação 2013
coordenacaodiversidade
 
Educação do Campo - Núcleo de Educação do Campo
Educação do Campo - Núcleo de Educação do CampoEducação do Campo - Núcleo de Educação do Campo
Educação do Campo - Núcleo de Educação do Campo
coordenacaodiversidade
 
I Encontro dos Estudantes Africanos de Brasília
I Encontro dos Estudantes Africanos de BrasíliaI Encontro dos Estudantes Africanos de Brasília
I Encontro dos Estudantes Africanos de Brasíliacoordenacaodiversidade
 
VII Fórum Étnico-Racial - CRE Plano Piloto-Cruzeiro
VII Fórum Étnico-Racial - CRE Plano Piloto-CruzeiroVII Fórum Étnico-Racial - CRE Plano Piloto-Cruzeiro
VII Fórum Étnico-Racial - CRE Plano Piloto-Cruzeiro
coordenacaodiversidade
 
Plano de Ação - NADGS
Plano de Ação - NADGSPlano de Ação - NADGS
Plano de Ação - NADGS
coordenacaodiversidade
 
Plano de Ação CEDIV 2012
Plano de Ação CEDIV  2012Plano de Ação CEDIV  2012
Plano de Ação CEDIV 2012
coordenacaodiversidade
 

Mais de coordenacaodiversidade (12)

Apresentação Prof. Dra. Muna - Oficina de formação sobre Anemia Falciforme
Apresentação Prof. Dra. Muna - Oficina de formação sobre Anemia FalciformeApresentação Prof. Dra. Muna - Oficina de formação sobre Anemia Falciforme
Apresentação Prof. Dra. Muna - Oficina de formação sobre Anemia Falciforme
 
Apresentação muna 02.03.2013_ formação de professores(as) de ensino básico an...
Apresentação muna 02.03.2013_ formação de professores(as) de ensino básico an...Apresentação muna 02.03.2013_ formação de professores(as) de ensino básico an...
Apresentação muna 02.03.2013_ formação de professores(as) de ensino básico an...
 
Apresentação Diversidade 2013
Apresentação Diversidade 2013Apresentação Diversidade 2013
Apresentação Diversidade 2013
 
Apresentação diversidade 2013
Apresentação diversidade 2013Apresentação diversidade 2013
Apresentação diversidade 2013
 
Educação do campo plano de ação 2013
Educação do campo  plano de ação 2013Educação do campo  plano de ação 2013
Educação do campo plano de ação 2013
 
Coragem
CoragemCoragem
Coragem
 
Educação do Campo - Núcleo de Educação do Campo
Educação do Campo - Núcleo de Educação do CampoEducação do Campo - Núcleo de Educação do Campo
Educação do Campo - Núcleo de Educação do Campo
 
I Encontro dos Estudantes Africanos de Brasília
I Encontro dos Estudantes Africanos de BrasíliaI Encontro dos Estudantes Africanos de Brasília
I Encontro dos Estudantes Africanos de Brasília
 
VII Fórum Étnico-Racial - CRE Plano Piloto-Cruzeiro
VII Fórum Étnico-Racial - CRE Plano Piloto-CruzeiroVII Fórum Étnico-Racial - CRE Plano Piloto-Cruzeiro
VII Fórum Étnico-Racial - CRE Plano Piloto-Cruzeiro
 
Plano de Ação - NADGS
Plano de Ação - NADGSPlano de Ação - NADGS
Plano de Ação - NADGS
 
Organograma coord cediv-cdh
Organograma coord cediv-cdhOrganograma coord cediv-cdh
Organograma coord cediv-cdh
 
Plano de Ação CEDIV 2012
Plano de Ação CEDIV  2012Plano de Ação CEDIV  2012
Plano de Ação CEDIV 2012
 

Último

BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e MateusAtividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
Mary Alvarenga
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Química orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptxQuímica orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptx
KeilianeOliveira3
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
CarinaSoto12
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
RenanSilva991968
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
andressacastro36
 
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdfos-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
GiselaAlves15
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptxAula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
kdn15710
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdfEJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdfBiologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
Ana Da Silva Ponce
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
JulianeMelo17
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Luana Neres
 

Último (20)

BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
 
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e MateusAtividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Química orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptxQuímica orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptx
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
 
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdfos-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptxAula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdfEJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
 
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdfBiologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
 

Curso Educação Patrimonial

  • 1. CURSO EDUCAÇÃO PATRIMONIAL ECO-HISTÓRIA DO PLANALTO CENTRAL O PLANALTO CENTRAL COLONIAL WILSON VIEIRA JÚNIOR Arquivo Público do DF 29.VIII.2013
  • 2. COSMÓGRAFOS Séculos XV – XVII orientações e descrições cartográficas coordenação das Cartas-Padrão
  • 3. Atlas do Brasil (1666?) João Teixeira Albernaz II Fonte: BN BRA
  • 4. ENGENHEIROS MILITARES Séculos XVII – XVIII orientar, descrever, ocupar e construir
  • 5. PADRES JESUÍTAS MATEMÁTICOS COLÉGIO DE SANTO ANTÃO (PORTUGAL) AULA DE ESFERA (~ 1590) Disciplinas • Cosmografia • Náutica • Astronomia • Geografia e Arte de Fortificar • Geometria Prática
  • 6. O ENGENHEIRO PORTUGUEZ (1728-1729) Fonte: BN PT MANOEL DE AZEVEDO FORTES Engenheiro-Mor do Reino (1719)
  • 8.
  • 9. Parte do gouerno de Sam Paulo e parte dos dominios da Coroa de Espanha (1740) Fonte: BN RJ
  • 10. Estas Minas/ja forão descubertas/por Sebastião Marinho/ no tempo de Fellipe 2.o/ em 1592 N. S. do Rozairo dos Guayazes (primitiva capela eregida por Antônio Pereira Bahia em 1734) Aldeia do gentio guayazes
  • 11. CARDOSO, Ângelo dos Santos. O prim.ro mais ajustado, que lá apareceo até aquele tempo, e o menos distante da verdade da destrebuiçaõ desta Comarca, e seos Arrayaes, mostrando o cam.o, que vem da Vila de Santos a esta Capi tal, e daqui ao Cuyabá, Mato Groso, Rio da Madeira, té o das Amazonas. 1750.
  • 12.
  • 13. Mapa dos Sertões que comprehendem de mara a mar entre as capitanias de S. Paulo, Goyazes, Cuyabá, Mato-grosso e Pará, [1750-1760] Fonte: BN RJ
  • 15. Capitania de Goiás (1751) Tossi Colombina Fonte: AHEx
  • 16. MAPA GERAL DA CAPITANIA DE GOIÁS S.I. [ca. 1753] Fonte: AHU Limites da Capitania em amarelo. Rosa dos ventos marcado o Norte e Portugal. O rio Tocantins se destaca. Indicado a presença dos índios. Concentração de arraiais ao longo dos rios.
  • 18. CARTA TOPOGRAPHICA DO PAIS DOS RIOS CLARO E PILOENS ... que o Illmo. e Exmo. Snr. Jozê de Almeida de Vasconcellos Gouernador , e Capm. Gnal. da Capta. de Goyas mandou fazer, depois de mandar averiguar aquelle Continente, na qual semostra , os lugares ou cadeya dos guardas q[ue] demarcão as terras diamantinas proibidas de se minerar nelas. (1772) Fonte: AHU
  • 19. CARTA DA REGIÃO COMPREENDIDA ENTRE OS RIOS MARANHÃO E CRIXÁS (17--). Fonte: AHU
  • 20. CARTA DE TODA A PORÇÃO D`AMERICA MERIDIONAL... . Luis d`Albuquerque de Mello Pereira e Caceres (1772) Fonte: MIT
  • 21. CARTA DO QUE OS GEOGRAPHOS CASTELHANOS UZURPÃO A COROA DE PORTUGAL NO ESTADO DO BRAZIL. Francisco de Seixas (1767) No canto superior contém o seguinte texto: "Este he o mapa falso, e errado segundo o sistema castelhano, o qual onde se junta aqui asim somente de que pondese ambos abertos hum defronte do outro, se confirão, e se venha facilmente no conhecimento da verdade". Fonte: BNL
  • 22. CARTA OU PLANO GEOGRAPHICO DA CAPITANIA DE GOYAS “MAPA DOS JULGADOS”. Tomás de Souza (1778) Fonte: IPEHBC
  • 23.
  • 24. GUIA DOS CAMINHANTES – CAP. GOYAZES. Anastasio de Santa Anna (1817) Fonte: BN RJ
  • 25. CARTA COROGRAFICA PLANA DA PROVINCIA DE GOYAZ... . Raimundo Jozé da Cunha Mattos (itinerarios escritos em 1826 e publicados no anno de 1836) (publicada em 1875). Fonte: BN PT CARTA DA PROVÍNCIA DE GOYAZ. Joaquim R. de M. Jardim (1875) Fonte: IPEHBC
  • 26.
  • 27. 1889
  • 28. CARTA DA FREGUESIA DE SANTA LUZIA DE GOYAZ. Des Genettes (1884) Fonte: IPEHBC
  • 29. PRELAZIA DE S. JOSÉ DO TOCANTINS S.I. Fonte: Cúria de Formosa
  • 30. COMISSÃO DO PLANALTO (1892 – 1894; 1894 – 1895) Hastimphilo de Moura (1892) Fonte: ARPDF
  • 31. MAPPA DOS ITINERÁRIOS LEVANTADOS (1894) Relatório da Comissão Exploradora do Distrito Federal (1892)
  • 32. NOVO DISTRITO FEDERAL: PLANTA ÍNDICE CADASTRAL (1958) Fonte: Arq. Altamiro Pacheco. Pesquisa de Darcy Dornellas.